23/08/2018

"ULTRAMAN" (LIVRO): Direto da Nebulosa M-78...

Os quarentões (da minha geração) devem se lembrar do sucesso que faziam na TV as séries dos super-heróis japoneses matadores de monstros gigantes (que destruíam cidades de papelão toda semana, rs)!

O "Ultraman" é o mais famoso e popular de todos eles (até hoje)... E ganha pela Editora Estronho um EXCELENTE livro (capa acima) com detalhes e curiosidades sobre a produção - da década de 60 (guia de episódios, lista de monstros, etc). Fiz um apanhado de algumas dessas informações do livro pra esta postagem, é claro!

Confira abaixo:

O "Ultraman"... É uma série de TV japonesa produzida em 1966, que teve 39 episódios e gerou uma infinidade de franquias que perdura até os dias de HOJE (a grande maioria ainda permanece INÉDITA no Brasil). Em seguida do término de "Ultraman", vieram: "Ultraseven" (1967), "O Regresso de Ultraman" (1971), "Ultraman Ace" (1972), "Ultraman Taro" (1973), "Ultraman Leo" (1974), "Ultraman 80" (desenho animado), "Ultraman Tiga" (1996), "Ultraman Dyna" (1997), "Ultraman Gaia" (1998), "Ultraman Cosmos" (2001), "Ultraman Nexus" (2004), "Ultraman Max" (2005), "Ultraman Mebius" (2006), "Ultraseven X" (2007), "Ultraman Zero" (2010), "Ultraman X" (2015), e recentemente: Um anime anunciado pela Netflix (pro ano que vem) baseado no mangá (publicado pela JBC), entre muitos filmes também, tipo: "A Mega Batalha na Galáxia Ultra"! 

Se no Japão a franquia "Ultra" foi longe e atravessou gerações (quase uma "Malhação" pro público de lá, rs)... Aqui no Brasil, apenas as 3 primeiras (Ultraman, Ultraseven, e Regresso) ficaram realmente famosas e marcaram época quando exibidas na TV Tupi (no programa do "Capitão Aza"), TVS (SBT), Manchete, etc. A série: "O Regresso de Ultraman" causava certa confusão no telespectador brasileiro, pois embora o visual do herói fosse bastante similar (com poucas diferenças no uniforme) eram personagens diferentes com alter-egos humanos diferentes também. O 1º "Ultraman" era um alienígena da nebulosa M-78 que ao vir pra Terra, causou acidentalmente a morte do oficial Hayata (revivendo-o em seguida ao mesclar sua energia com o terráqueo - que agora se transformaria em "Ultraman" através da "Cápsula Beta": Um artefato que parece uma caneta)!

Depois de enfrentar dezenas de monstros ao longo da série, "Ultraman" morre no último capítulo quando sua energia se esgota (ele sempre teve apenas 3 minutos a cada transformação pra enfrentar os monstros), mas o herói ainda retornaria outras vezes na franquia (a "morte" é algo relativo pra um ser feito de energia, rs)! Em "O Regresso de Ultraman", ocorre um crossover com os 3 irmãos (o 1º "Ultra", o "Ultraseven", e o 2º "Ultraman" - que fica entre a vida e a morte após levar uma surra de 2 monstros, numa das imagens acima)! O LIVRO da Estronho tem 188 pág e custa na faixa de 30 a 40 reais (dependendo do desconto). Entre as imagens selecionadas acima, temos uma belíssima arte de Alex Ross retratando o "Ultraman", e um raro gibi de 1994. Além de capinhas de DVD e um POSTER com vários elementos da série (abaixo)!

Até+

PS: Aos Leitores do "Submundo"... Calma, eu não virei garoto-propaganda da Estronho, hehe. É que eu peguei o embalo de ler na sequência os 3 livros que comprei e são realmente excelentes: Leitura leve, informações interessantes, e muitas fotos de bastidores. No próximo: A coisa vai ficar VERDE, rs!

76 comentários:

  1. Eu via no SBT, numa época que minha TV era preto e branco e não entendia nada da diferença entre Ultramen, Ultraseven e tinha um outro, acho que era Spectremen. Eu acha tudo a mesma coisa, mas via com gosto. Hoje acho tão tosco que dá vontade colocar um saco de papel na cabeça ou me esconder em baixo da cama kkk Era tudo muito simples!! Mas acho que essa era a graça, pois jogava com a nossa imaginação de criança.

    ResponderExcluir
  2. blz leo?

    planeta terra cidade tokio!
    gostava bastante deste tipo de série japonesa, sempre achei que spectreman era mais importante que ultraman mais pelo visto estava enganado. depois que fiquei mais velho nunca mais revi estas séries e não tenho certeza se iria continuar gostando das mesma como na década de 80.

    abraço

    ResponderExcluir
  3. Eu cheguei assistir a série quando ela foi exibida no SBT quando pequeno, na época que era exibido junto com Spectroman. O episódio final me marcou muito, mas se bem que me lembro ele não morreu, mas sim somente saiu do corpo humano e foi embora não é isso?

    Já Ultraseven eu não cheguei a assistir, pois ainda estava na barriga da minha mãe hehe. Já o Regresso do Ultraman parece que ele passava na Record e na época não passava o canal aqui no RS.

    Onde está sendo vendido?

    ResponderExcluir
  4. Leo curte Lady Death e similares? Alguma coisa foi publicada no Brasil sem ser aquelas ediçoes da Mythos?

    ResponderExcluir
  5. Perdi a conta de tantas vezes que pegava um objeto do bolso (caneta, lapis) e apontava pra cima e dava o brado da transformação, e os braços cruzados fazendo a sonoplastia dos raios, dos brados de cada ataque!!?? kkkk, muito bom.
    O carro da equipe também era show, será que alguém ainda tem um brinquedo desse carro?
    Lembro de ter assistido bastante nos anos 70/80. Entre os que me chamou mais atenção foi um episódio de um monstro que não queria brigar, só queria se esconder ou ir embora pra casa, aí a solução do Ultra foi ter que destruí-lo pra ele ir embora pra casa, caraca, chorei muito, rsrsrs.
    Pra mim a sensação era quando aparecia o Ultraseven, sempre achava que ele era do tipo irmão mais velho, ou um superior do Ultramen.
    Tambem assisti o Espectromen, não fui muito fã, mas o Karas (gorila preto) era demais engraçado.
    Se não tiver nada na fila de compra dos quadrinhos, vou adquirir este livro, parece muito bom.
    Valeu pela postagem.

    ResponderExcluir
  6. Quantos Lendas se precisa para completar a fase Titans de Perez?

    ResponderExcluir
  7. Garoto-propaganda da Estronho nada, Leo ! Tudo isso é muito maneiro !

    Ultrasseven eu nunca assisti. Spectreman eu achava chato, com aquele gorila chamado Caras. Tão chato que nunca consegui assistir um único episódio inteiramente.
    Mas o Ultraman estava em um outro nível, em um outro patamar - que, na minha opinião, nunca foi alcançado pelo que se seguiu depois. Este Ultraman, com o Hayata, foi o Clássico definitivo. A fotografia na série é simplesmente fantástica. E aquele som que o Ultraman emitia antes de levantar vôo após liquidar cada monstro era icônico.
    As naves, o uniforme da equipe, a destruição generalizada perpetrada pelas cruaturas monstruosas, o combate corpo-a-corpo dos monstros com o Ultraman também eram, e ainda são, fodásticos demais.

    Comprei a série completa pra integrar minha coleção de DVDs raros, juntamente com outras séries japonesas memoráveis - como Robô Gigante, Vingadores do Espaço e o infame "Machine Man". Este último é tão magistralmente ruim, digo, péssimo, que acabei...me tornando fã incondicional. A título de exemplo, TODOS os monstros desta série têm um braço maior que o outro, como ocorre com os caranguejos; e depois que lutavam contra o Machine Man, sempre explodiam sem nenhuma razão aparente.
    A maior arma deste "herói" (e também o seu melhor amigo) é uma bolinha de beisebol cibernética, chamada Ball Boy. Os vilões são vários, destacando-se um coroa e a sua bela sobrinha, a qual tem alergia à crianças.
    Ou seja, diversão garantida.

    Ainda não tenho o "Esper", outro seriado japonês dessa época, e que é raro pra caralho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com exceção do "Retorno do Ultraman" tenho todas as séries japonesas salvas em DVDs de arquivos baixados da internet. Há uns 15 anos atrás todo mundo corria pra baixar séries, filmes e músicas da internet com medo de perder e depois sumir da rede. Então são dezenas e até centenas de CDs e DVDs com coisas gravadas sendo que dificilmente se ouvirá ou assistirá tudo. É curioso o quanto o ter físico fica obsoleto com o passar do tempo. Roberto Xavier.

      Excluir
    2. Algumas coisas têm na internet; mas mesmo aquilo que possa ser encontrado lá geralmente é muito incompleto - principalmente tratando-se de material antigo (anterior à década de 90). Por exemplo, não se encontra na internet muitos episódios dos desenhos animados "Johny Cypher na Dimensão Zero", "O Sombra" (Spy Shadow), "Hardy Boys", "Super Robin Hood do Espaço"(Rocket Robin Hood) "Missão Mágica" ou "O Homem Elástico"(Plastic Man), entre tantos outros. E se a intenção for achar essas coisas com a dublagem original, a tarefa fica ainda mais complicada, senão impossível.

      Com relação a esta questão da dublagem, estão redublando muita coisa que devia muito do seu encanto ao fator. É insuportável assistir ao "Patolino", ao "Inspetor" ou qualquer outro clássico, como "O Gordo e o Magro", com uma outra dublagem que não a original.
      O "Ultraman" que eu adquiri foi redublado, pois parece que a dublagem original se perdeu. Mas essa é uma excessão, onde a redublagem foi um recurso extremo. E assim como ocorreu com a redublagem do Speed Racer (em que a original foi destruída por incêndios), o resultado foi muito bom.

      Tenho muito dessas mídias (CDs e DVDs). E não as considero obsoletas, como agora são as fitas magnéticas, por exemplo. Estas, sim, caracterizavam-se pela tecnologia bem precária. Mas considero fascinante a ciência por trás dos CDS e principalmente dos DVDs e pendrives (e, por extensão, dos próprios smartphones).
      Mas considerando-se a volatilidade dos sistemas baseados puramente na virtualidade, isto é, sem uma base física, eu não arriscaria em descartar nada que não tenha um suporte físico. Mesmo o Japão, país altamente viciado em tecnologia, assim como os Estados Unidos, utilizam o sistema de voto em papel por causa da vulnerabilidade à fraudes (entre outras coisas) que o voto eletrônico está exposto. O Brasil, país atrasado em todos os aspectos, é o único no mundo que utiliza voto eletrônico.
      Este é só um exemplo que demonstra que até mesmo o uso desse tipo de tecnologia deve ser limitado em função da problemática que a dependência total e indiscriminada pode acarretar.

      Excluir
    3. Apenas um adendo: mesmo os pendrives não são tão confiáveis como os CDs e DVDs. A memória flash daqueles dispositivos tornam-nos suscetíveis à perda irremediável dos arquivos caso ocorra algum manuseio indevido ou algo do gênero, enquanto que o conteúdo de um CD ou DVD só se torna comprometido se a base física dos mesmos for danificada. Do contrário,o conteúdo dos mesmos é potencialmente indestrutível.
      O barateamento dessa fantástica tecnologia, aliado ao fator confiabilidade do sistema, contribuiu para a sua ampla difusão e aceitação.

      Excluir
  8. Enquanto as três primeiras séries eram repetidas ppr cerca de 15 Anos, a gente nem imagimava que no Japão o conceito era sempre renovado.

    O restante da família Ultra numca deu as caras no Brasil, foi somente com o inovador Top TV, que desconbrimos (eu pelo menos) sua existência nos Anos 90.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  9. Esse episodio final e duplo do "Regresso" é super traumático.

    Matam a namoradinha do GO e seu irmão que puxava da perna, grande amigo dele. Putz!

    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse não foi o último episódio. Na segunda parte dele, aparecem o Ultraseven e o primeiro Ultraman para salvar o Jack e a série ainda teve vários episódios depois desse.

      Excluir
    2. Que é duplo eu falei, mas se mão foi o último me enganei mesmo :((

      Tem mais de 30 anos que assisti, pela última vez.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  10. O autor desse livro tem um canal no youtube chamado Tokudoc e para os que curtem tokusatsu eu recomendo.
    Sou da geração Jaspion então peguei Ultraman nas reprises e assisti mesmo quando baixei na internet. Rs. Mas admito que a "cópia" Spectreman sempre me agradou mais que os primeiros Ultras. A dublagem da série com os mesmos dubladores do seriado Chaves da a dose certa de comédia á série. É lógico que a dublagem foi feita com o que tinha é de forma bem tosca. Rs..mas acaba agradando por isso e pelo Dr Gori que se formos analisar era mais chamativo que o protagonista.
    É isso aí Leo estou curtindo essas matérias e ansioso pela do Gigante esmeralda. Roberto Xavier.

    ResponderExcluir
  11. Boa noite Leo! Tudo joia? Vou adquirir o livro. Sou fã da família Ultra, especialmente dos 3 clássicos. Alegrou muito a minha infância. Tenho aqui em dvd. Vá lá no meu Facebook e veja a minha pequena coleção de actions da família Ultra. Abraços. Ass : Marcelo Rider.

    ResponderExcluir
  12. Blz Leo ?.........show alguns episódios marcantes ultraman x bemstar onde, o ultraseven salva e presenteia o ultraman com o super bracelete, outro é o resgate de ultraman novamente ultraseven aparece.....em ultraseven o marcante é o episodio era glacial, tem também o famoso episodio 12 "banido"presente nocivo..........e sem esquecer do Dominantes as ordens com seu episodio vampiro do espaço sensacional.

    ResponderExcluir
  13. Acredito que o "Ultraman Leo" é o melhor de todos!!!

    ResponderExcluir
  14. Giulianno de Lima Liberalli24/08/2018 10:29

    Uma das minhas séries preferidas da infância, cara, eu adorava assistir mesmo com os efeitos toscos para os padrões de hoje, eram sensacionais para mim na época. Prova de que pouco dinheiro e muita criatividade fazem maravilhas, pena que não pegou no Brasil a ponto de podermos ver todas essas encarnações, mas na verdade a que eu mais gostava era a do Regresso de Ultraman, em especial o último episódio em que ele revela sua identidade e vai embora da Terra, simples mas emocionante, só tenho boas lembranças. Vou dar uma busca nesse livro, valeu a matéria, Léo!

    ResponderExcluir
  15. O Ultraman Tiga também já passou na borda TV, foi na Record, no programa da Eliana, e era muito bom!

    ResponderExcluir
  16. Pô! Leo, tu aparece no programa "Colecionadores"
    do History Channel e nem avisa a galera daqui pra assistir?!

    Vi por acaso hoje, zapeando a TV.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  17. "Hoje acho tão tosco que dá vontade colocar um saco de papel na cabeça ou me esconder em baixo da cama kkk"


    E aí, Fabiano... blz?

    Hahaha, a graça era justamente essa... Tudo era tão tosco, tão feito nas coxas, q ficava engraçado pra caramba: e mesmo qdo a gente era criança (eu tinha uns 5 anos qdo comecei a ver), percebíamos até as costuras nas roupas dos monstros, rs. Mas hj em dia, revendo alguns episódios, eu curto essas séries como sendo uns "TRASHZÕES" dubem, hehe!

    Eu revi o "Ultraman" e "Ultraseven" inteiros no ano passado... E agora tô vendo o "Regresso de Ultraman" (minha série favorita dos ultras)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "gostava bastante deste tipo de série japonesa, sempre achei que spectreman era mais importante que ultraman"


    E aí, gustavo... blz?

    É curioso isso mesmo, mas o "Spectreman" fez um tremendo sucesso aqui no Brasil, tornando-se uma febre no início dos anos 80 (até a BLOCH lançou um gibi dele produzido aqui pra aproveitar o embalo)... Só q isso parece ter sido um daqueles casos em q a repercussão foi maior aqui do q lá fora!

    O "Spectre" não virou um cult no exterior (da mesma forma q é lembrado e ainda adorado por parte do público brasileiro - com um forte fã-clube brazuca)... Já o "Ultraman" não parou até hj de ter séries e animações da franquia (um fenômeno impressionante)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "... da mesma forma q é lembrado e ainda adorado por parte do público brasileiro..."

      Isso é fácil de explicar, pois no Japão os Ultras continuaram, passando de irmão mais velho pra mais novo, de Pai pra filho, cada geração teve o seu Ultra.

      Enquanto que no Brasil, após vários anos de reprises o Spectre veio como "A" novidade.

      No Japão ele meio que foi um "Ultra-Pirata", pois pertencia a uma produtora concorrente, inclusive com menos capital para investir enos efeitos.

      Basta compará-lo ao Ultraman 80, muito mais sofisticado nesse quesito.

      Imagine agora, se o SBT tivesse trazido ele?

      Expeculo que impacto entre os Brasileiro seria maior, pois quem já era mais velho na época (meu caso) acabaria se vinculando emocionalmente devido a lembrança dos antigos.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Bem nessas, VAM...

      Tbm concordo com essa teoria... E aqui no Brasil (na época) tiveram q tirar leite de pedra pra faturarem em cima do "Spectre" criando produtos "paraguayos" dele. A começar pelo próprio gibi, com as cores daltônicas da BLOCH:

      http://2.bp.blogspot.com/-7LYUjoW5mDM/Uk7FVG3N13I/AAAAAAAAOJQ/o5w1aqRslAw/s1600/0001.jpg

      Abs!

      Excluir
    3. "... A começar pelo próprio gibi, com as cores daltônicas da BLOCH..."

      Pô nem fale nesse Gibi!

      Sonhei em arrumar uma vaga de Assistente de Arte na Bloch, por conta dele. Mandei um desenho na época que gostaram bastante, me convidando pra conhecer a Editoria de Arte.

      Fui por duas vezes no antigo prédio da Manchete (a segunda sendo agendada, inclusive) e após esperar por horas, não passei da recepção.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    4. Capaz, VAM...

      Faz tempo isso, hein? Pensei q vc fosse mais novo, rs... Mas convenhamos: Q audácia da Bloch (justo quem)!

      Abs!

      Excluir
  19. "O episódio final me marcou muito, mas se bem que me lembro ele não morreu, mas sim somente saiu do corpo humano e foi embora não é isso?"


    E aí, Marcelo... blz?

    Sim, foi mais ou menos isso... O "Ultraman" meio q "morreu" (em batalha) no corpo físico aqui na Terra, mas voltou como energia pra seu mundo natal (foi a forma de manter sua contra-parte humana viva por aqui)!

    Já o "Regresso do Ultraman"... eu via na TV sim (qdo moleque), até matava aula algumas vezes pra assistir, hehe. Passava na TV Tupi nos anos 70, depois foi pra Record (em 79), e pro SBT nos anos 80. Eu sou mais velho q vc e via na Tupi mesmo, rs!

    O BOX de DVD do "Ultraman" eu vi na Cultura... mas tbm tem naquela banca de revistas do centro (na Borges): Uma q é só DVD (fica em frente ao Santander)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  20. "Leo curte Lady Death e similares? Alguma coisa foi publicada no Brasil sem ser aquelas ediçoes da Mythos?"


    E aí... blz?

    Sim, eu sou fanzaço da "Lady Death"... Mas da versão anos 90, q era BEM sexualizada e com air-bags imensos, rs. Depois, tentaram dessexualizá-la: reduzindo o peitoral e vestindo ela da cabeça aos pés (nada de lingeries minúsculas)!

    Eu tenho alguma coisa importada dela (em TPs) e saíram algumas edições aqui pela Editora Atlantis (por volta dos anos 2000), mas a editora faliu deixando um arco em aberto no Brasil, saca só a capa do nº 1:

    https://rika.vteximg.com.br/arquivos/ids/241407-480-480/-herois_abril_etc-lady-death-atlantis-01.jpg?v=635316720585130000

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba comprei essa edição no sebo por 3 reais.

      Excluir
  21. Tá famoso, hein?
    Apareceu hoje em um programa de colecionadores do canal História....

    ResponderExcluir
  22. "O carro da equipe também era show, será que alguém ainda tem um brinquedo desse carro?"


    E aí, Wesley... blz?

    Eu tbm, qdo moleque, qq caneta virava a "Cápsula Beta" na minha mão, kkk... Até hj eu imito relativamente bem os sons da transformação, hehe!

    E sou um grande fã dos carros da série "ultra" tbm... Segue abaixo meus 2 modelos favoritos (o 2º é do "Ultraseven"):

    https://d2ev13g7cze5ka.cloudfront.net/hsg/hsgcq-1_0_1458891812.jpg?v=1458891812

    https://ssli.ebayimg.com/images/g/-RMAAOSw~vNavjvT/s-l640.jpg

    Existem réplicas de ambos por aí... Uma hora dessas eu vou mandar vir de algum lugar, pois de carros da cultura pop q me interessam só me faltam esses 2 e o DeLorean de "De Volta P/ Futuro", rs!

    E realmente, o "Karas" era engraçado pq só fazia merda, kkk... Eu queria ter uma miniatura dele, já q tenho uma do "Spectreman" e outra do "Dr. Gori" (só falta o "Karas" pra macacada ficar completa, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O primeiro modelo (de qual série é?) é muito similar ao Batmóvel 1970 criado pelo Neal Adams:

      https://images-na.ssl-images-amazon.com/images/I/41on6YQVhAL.jpg

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Esse 1º carro (branco) é do "Regresso" (de 1971)... O antigão de 1966 é este aqui (mais simplório):

      https://i.ytimg.com/vi/BK045T5ODPc/maxresdefault.jpg

      Abs!

      Excluir
  23. "Quantos Lendas se precisa para completar a fase Titans de Perez?"


    Umas 12 (dependendo da divisão q a Panini fizer)... Nos EUA foram 9 TPS, mas tinham mais histórias!

    Abs!

    ResponderExcluir
  24. "Comprei a série completa pra integrar minha coleção de DVDs raros, juntamente com outras séries japonesas memoráveis - como Robô Gigante, Vingadores do Espaço e o infame "Machine Man"


    Oi, Antonio... Tdo bem?

    Puxa, valeu mesmo pela dica... Eu não conhecia esse "Machine Man" (nunca tinha ouvido falar), mas assisti uns vídeos dele no Youtube e achei tão miseravelmente TOSCO, q me pareceu divertido pra caramba mesmo, hahaha (TRASH total)! Segue a abertura abaixo 9pra quem quiser conferir - por sua conta e risco, kkk):

    https://www.youtube.com/watch?v=4dVv8OkvfVo

    Os "Vingadores do Espaço" tbm tinha um certo nível de bizarrice extremo (mesmo pra época - anos 60), pois o herói "Goldar" era um robô com longos cabelos loiros (!) e q virava um foguete. Aliás, o robô tinha MULHER e FILHO q TBM viravam foguete (apesar de terem forma HUMANA ao mesmo tempo). Loucura e piração do tipo q eu adoro, hehe:

    https://http2.mlstatic.com/dvd-vingadores-do-espaco-volume-2-goldar-legendado-26-eps-D_NQ_NP_21412-MLB20211478964_122014-F.jpg

    E voltando ao "Ultraman"... É interessante analisar a série clássica (1966) sob a ótica do povo japonês, q ainda se recuperava dos efeitos da guerra. A bomba nuclear q explodiu lá ainda era um fantasma q assombrava e se refletia até nessas séries de "Ultras":

    Por exemplo, teve um episódio do "Ultraseven" proibido no Japão... O episódio 12:"Presente Nocivo" foi banido no Japão pois continha aliens retratados como criaturas desfiguradas com doenças e queimaduras decorrentes de radiação. Isto seria ofensivo aos sobreviventes das bombas atômicas durante a 2º Guerra Mundial. Oficialmente, a Tsuburaya Productions se nega a reconhecer a existência deste episódio. Entretanto, o episódio foi ao ar em outros países (e tem no Youtube)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  25. "É curioso o quanto o ter físico fica obsoleto com o passar do tempo."


    E aí, Roberto... blz?

    Pois é, de uns tempos pra cá eu passei a rever aquela necessidade quase doentia q eu tinha de ter uma cópia em DVD de trocentas coisas q me interessavam... Hj, são toneladas de "peso morto" (na maioria dos casos) de coisas q eu jamais irei rever de novo!

    Reduzi drasticamente até minhas compras de DVD em promoção... Hj eu tô mais numas de assistir tudo no netflix e partir pra próxima, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "É curioso o quanto o ter físico fica obsoleto com o passar do tempo."

      Mas isso só acontece porque o "físico" nesse caso ao contrário dos gibis, é apenas a embalagem. O conteúdo é intangível por ser formado de imagens projetadas.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  26. "Enquanto as três primeiras séries eram repetidas ppr cerca de 15 Anos, a gente nem imagimava que no Japão o conceito era sempre renovado."


    E aí, VAM... blz?

    Isso é mto curioso mesmo, hein? As 3 primeiras séries "Ultra" fizeram um sucesso estrondoso no Brasil nas décadas de 70 e início dos 80... Mas o espectador brasileiro em geral sequer imaginava q no Japão a franquia tinha seguido praticamente de forma ininterrupta durante GERAÇÕES, hehe!

    No LINK abaixo, tem uma compilação de TODAS as transformações de TODOS os "Ultras" ao longo dos anos (vale a pena uma assistida pra se acompanhar a evolução da franquia - e é engraçado notar como as versões mais modernas ficaram bem "Japa-Raio-Laser", com mtas luzes, efeitos, e poses mirabolantes, rs):

    https://www.youtube.com/watch?v=cqe0OISmA5Q

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Japoneses, só não tiveram a mesma ideia que o Watson Portela:

      http://2.bp.blogspot.com/-vY9YSSeYKD0/U2L9w-1LOlI/AAAAAAAAAEk/8pal7mzBZ7U/s1600/ultraboy.jpg

      http://2.bp.blogspot.com/_PlfwWY_nl1s/Swk13C0qfpI/AAAAAAAAANk/9-EDk7ObUmo/s1600/hq-05a.jpg

      Um Ultra-Boy teria sido um sucesso estrondoso como foi o Shazam!

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Putz, q louco isso... não conhecia o "Ultra-Boy":

      Mas teria sido um fenômeno na TV na época, hein?

      Abs!

      Excluir
  27. "Esse não foi o último episódio. Na segunda parte dele, aparecem o Ultraseven e o primeiro Ultraman para salvar o Jack"


    Verdade, JOSE...

    Esses 2 episódios dramáticos q o VAM relatou (e q são bem depressivos mesmo) são os de nº 37 e 38 da série do "Regresso de Ultraman"... E se chamam: "Ultraman Morre ao Entardecer" e "Qdo Brilha a Estrela de Ultra" (nesse 2º tem o crossover entre os 3 primeiros ultras)!

    Mas a série até q não durou tanto assim depois... Ela foi até o Episódio 51 (Os 5 Mandamentos de Ultra)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  28. "Sou da geração Jaspion então peguei Ultraman nas reprises e assisti mesmo quando baixei na internet. Rs."


    E aí, Roberto... blz?

    Comigo já foi o contrário... Eu me criei assistindo os "Ultras" e o "Spectreman" nos anos 70 e 80, mas nem cheguei a ver os q vieram depois: "Jaspion", "Changeman", "Power Rangers", etc (só os conheço mais de nome)!

    E de fato, o autor do livro do "Ultraman" tem esse blog/canal q é mto bom e é um cara q MANJA do assunto (tem q ser assim pra escrever um livro bacana e cheio de detalhes/curiosidades q nem esse)!

    Valeu tbm por estar curtindo estas postagens... Demorou um pouquinho mais entre uma e outra, pq ler um LIVRO demora mais q ler um GIBI e precisei de mais tempo pra elaborar estas postagens, hehe: A do "HULK" vai ao ar neste domingo (pois recém hj à tarde consegui terminar o livro - q pra variar, é mto bom e altamente recomendável tbm)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  29. "Boa noite Leo! Tudo joia? Vou adquirir o livro. Sou fã da família Ultra, especialmente dos 3 clássicos."


    E aí, Marcelo... blz?

    Opa, valeu mesmo pela dica... Vou conferir sua "Ultra-coleção" no face então, rs: No mês passado eu comprei uma estátua do "Ultraman" de 30 cm de altura e bastante pesada (mto fóda tbm: postei a foto no face - mantenho a estátua junto com o PC de onde escrevo pro "Submundo", rs)!

    E tenho certeza q vc vai curtir esse LIVRO do "ultra"... Depois q comprar, diz aí o q achou, blz?

    Abs!

    ResponderExcluir
  30. "show alguns episódios marcantes ultraman x bemstar onde, o ultraseven salva e presenteia o ultraman com o super bracelete"


    E aí, Ronny... blz?

    Esse episódio q vc fala é sensacional mesmo... Aliás, eu adorava os crossovers entre os "ultras" q rolavam de vez em qdo (sendo q meu favorito é qdo o 1º "ultra" e o "Seven" se unem pra ajudar o "Jack" qdo este tá quase morrendo)!

    Eu ainda quero assistir os FILMES q fizeram lá pelos anos 90/2000 e q reúnem vários "ultras" juntos (inclusive com os atores clássicos - q mesmo envelhecidos ainda fazem participações especiais na franquia)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  31. "Acredito que o "Ultraman Leo" é o melhor de todos!!!"


    O meu XARÁ "ultra" é um dos mais elogiados da franquia mesmo... E não é só pq ele é único "ultra" q usa um nunchaku (igual ao Bruce Lee), hehe:

    http://st.cdjapan.co.jp/pictures/l/09/18/DUPJ-703.jpg

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O design desse elmo ficou uma mistura de Tubarão Martelo com Unicórnio, não ficou nem um pouco aerodinâmico como o Seven e Jack. Já Nunchaku, achei uma boa ideia.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Usar um Nunchaku pra dar porrada em monstros... Foi uma ideia genial, convenhamos, rs!

      Mas o capacete de membro do "clube dos cornos" não ficou mesmo, kkk...

      Abs!

      Excluir
  32. Na amazon já não tem mais....

    ResponderExcluir
  33. "Uma das minhas séries preferidas da infância, cara, eu adorava assistir mesmo com os efeitos toscos para os padrões de hoje"


    E aí, Giulianno... blz?

    Dos heróis televisivos (q não tinham gibi na época)... O "Ultraman" era o meu favorito na infância. Digo, na verdade eu gostava mais do 2º "Ultraman" (o do "Regresso"), q era esse mesmo q vc relatou (q revela sua identidade e vai embora, caminhando numa praia deserta em sua forma humana e em seguida se tornando o "ultra" e voando pra longe)!

    Pra vc matar a saudade e pra quem quiser conferir, a lacrimejante cena FINAL da série, rs:

    https://www.youtube.com/watch?v=9Uf1R5IXW74

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Definitivamente eu não assisti a esse episódio final. Eu com certeza lembraria dele, afinal eu lembro desse aqui:

      https://www.youtube.com/watch?v=jMTkQNjK7Xg

      Tem praia, tem por do sol, tem gente caminhando... :))

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Pô, legal... Eu nunca tinha visto o final de "Dancin' Days", kkk:

      Guilherme Arantes na trilha sonora e Sônia Braga em seus bons tempos... A Globo já soube encerrar uma novela em grande estilo, rs!

      Abs!

      Excluir
    3. "... A Globo já soube encerrar uma novela em grande estilo, rs!..."

      Sim, inclusive quando ela mesmo se copiava.

      O capítulo final de Vale Tudo por exemplo, tem o Fagundes e Regina Duarte caminhando ao por-do-sol também. Mas é numa praia cheia e com música do Gonzaguinha.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    4. Só pra completar a trinca "baile da saudade com pessoas correndo na praia ao pôr-do-sol"...

      https://www.youtube.com/watch?v=hoizDiHC4U8

      Excluir
    5. Cara, desse "reclame" eu não lembro. Mas assistindo agora, deu uma angústia, fiquei achando que o carrocho já tinha morrido e era tudo lembrança do dono...

      Putz!

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    6. Caramba, que trágico, rs.

      Esse comercial marcou época nos anos 80 (basta ver a comoção saudosista nos comentários do vídeo). Fiz até um post em homenagem:

      https://blackzombie.blogspot.com/2016/06/Just-a-fool-to-believe-I-have-anything-she-needs.html

      Excluir
  34. "O Ultraman Tiga também já passou na borda TV, foi na Record, no programa da Eliana, e era muito bom!"


    E aí, Celso... blz?

    Brigadão mesmo pela informação... Eu sabia q um dos "Ultras" (pós-clássicos) tinha passado na TV, mas não lembrava qual. Esse do "Tiga" eu nunca assisti mesmo, mas pretendo (no Youtube)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  35. "Pô! Leo, tu aparece no programa "Colecionadores" do History Channel e nem avisa a galera daqui pra assistir?!"


    E aí, VAM... blz?

    Hahaha, eu acho q fui o ÚLTIMO a assistir esse programa onde eu mesmo apareço, kkk!

    Falando sério, eu só fiquei sabendo ONTEM q esse programa tinha passado no "History"... Eu gravei essa entrevista há uns 4 ANOS atrás e somente agora foi ao ar, rs! Mas eu vou avisar das reprises aqui no blog durante a semana, pode deixar, rs!

    Valeu mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "... Eu gravei essa entrevista há uns 4 ANOS..."

      Percebi que era de outro momento cronológico, afinal o quarto tava mais arrumado, do que no vídeo que mandaste via Zap.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Nem me fale... A bagunça tá ainda pior agora, pois não consigo tempo pra parar em casa e arrumar minhas revistas e demais tranqueiras depois de uma reforma q durou o 1º semestre INTEIRO deste ano, rs!

      Abs!

      Excluir
    3. Nem me fale. adaptei uma prateleiras num velho guarda roupas daqueles antigos e estou organizando minha coleção faz umas duas semanas. Sabado e do ingo fiquei o dia todo e ainda não consegui acabar. Mas esta ficando organizado. O problema é que quando penso que acabou acho uma edição que deveria estar em tal lugar e complica tudo.

      Excluir
    4. Eu já desisti de botar numa "ordem correta" minhas revistas na estante nova... Pois algumas séries q eu colecionava continuaram em formato diferente e não consigo enfileirar em sequência!

      Separei tudo entre a ala q eu já li X a ala q eu não li ainda, rs...

      Abs!

      Excluir
  36. "Tá famoso, hein? Apareceu hoje em um programa de colecionadores do canal História...."


    E aí... blz?

    Pois é, foi a 1º vez q apareci na TV... e SIM, ela realmente engorda como dizem, kkk!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade. Uma vez vi a Grazi Massafera de perto. Ela, que já é magra na telinha, é um cisco pessoalmente.

      Excluir
    2. E eu já vi a Fernanda Paes Leme ao vivo... e é outra mirradinha q quase desaparece de tão pequena e magrinha, rs!

      Abs!

      Excluir
  37. E aí léo?blz?
    Que garoto propaganda o quê!aqui é um espaço pra isso!divulgação de coisas ligadas a nostalgia...não tenho mta afeição a coisas orientais(não leio mangás e nem assisto anime!),mas,aqueles tosquíssimos seriados japoneses exibidos nas tardes dos anos 80 pelo SBT,Manchete e cia são memórias de um tempo mto bom!e sempre é bom revisitá-los!segue com esse excelente trabalho de divulgação(e garimpagem!)dessas coisas(estranhas e toscas!) que tantos gostamos!
    Abrç!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, sergio... blz?

      Pode deixar q eu vou continuar sim, rs... Mesmo q algumas coisas do passado já tenham se tornado toscas e ultrapassadas demais, ainda nos remetem à tempos memoráveis q vivemos. É o caso desses seriados japoneses de monstros: São toscos sim, mas relembrá-los é quase como viajar no tempo aos primórdios de toda uma geração!

      A seguir então... O "Dr. Banner" e sua maldição, hehe!

      Abs!

      Excluir
  38. Assistam o Lion Man ! Passava na finada Manchete ! Uma obra prima da tosquice !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lion Man realmente era intragável. Mas apesar de ruim, não conseguia prender a atenção e nem pode ser considerado cult, como o Machine Man. Alguém poderia cogitar que a "Estrela Fascinante Patrine" era disparado o pior de todos; mas eu discordo. A japonesinha que fazia o papel da Patrine era tão linda que conseguia ofuscar a tosqueira generalizada. Eu assistia aquele troço horrível só por causa dela.

      Excluir
    2. Ahhh...eu revi junto a amigos e garanto que todos tiveram dor no maxilar de tanto rir. Vimos a série inteira e ela é realmente um primor de ruindade em todos os sentidos.

      Excluir
    3. O "Lion" parece os bichinhos de pelúcia q eu dou pra minha mulher no dia dos namorados, rs...

      Abs!

      Excluir
    4. Eu lembro que cheguei a ver o Lion man em duas versões. Em uma delas, ele era um leão branco. Tão ruim quanto a outra.

      Excluir
  39. Pôxa,queria um desses do Spectreman.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm, Eduardo...

      Depois dos "ultras", eu era fanzaço do "Spectreman" tbm (tenho até 2 miniaturas de chumbo: uma do "Spectre" e outra do "Dr. Gori", rs)!

      Um livro sobre o spectreman seria mto fóda tbm...

      Abs!

      Excluir
  40. Fala Leo, joia?


    Eu me lembro vagamente de ter assistido alguns episódios do Ultraman. As batalhas entre gigantes nas cidades de mentirinha lembra muito os combates da série Power Rangers,rs. Cheguei a ter alguns bonecos do Ultraman que até brilhavam de tão prateados que eram,rs.
    E esse livro da editora estronho eu cheguei a ver no Senpaitv, um canal do YouTube que é exibido também na Rede Brasil antes dos animes CDZ e Dragon Ball, meus desenhos favoritos,rs. Achei interessante porque me fez lembrar o tempo em que assistia essa série e me recordou mais ainda com esta belíssima matéria com muitas informações que eu não sabia.

    Abs
    Leonardo Goulart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Leo... blz?

      Brigadão mesmo por ter curtido a postagem... Tbm fiquei bem nostálgico enquanto escrevia, pois desde q comprei esse livro do "Ultraman" (no começo do ano) passei a assistir a série toda no Youtube (vi inteiras a do 1º "Ultraman" e a do "Ultraseven", e atualmente tô vendo o "Regresso")!

      Impossível não se lembrar de momentos da infância durante esse processo... lembrei até de qdo matava aula pra assistir algum episódio importante. E eu tenho algumas miniaturas de chumbo (escala Eaglemoss) com vários personagens de séries: "Ultraman", "Ultraseven", "Spectreman", "Dr. Gori", "Goldar" (Vingadores do Espaço), e "National Kid"... Um dia eu ainda posto essas fotos aqui no blog, rs!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...