23/08/2018

"O Incrível HULK" (LIVRO): "Por Favor, Não Me Irrite, Sr. McGee"...

O 3º e último LIVRO (capa acima) deste COMBO TRIPLO da Editora Estronho sobre séries clássicas e icônicas da TV... É: "O Incrível HULK"!

Uma das séries mais populares da TV no final dos anos 70 e início dos 80... Permanece até hoje no imaginário coletivo do público que acompanhou as 5 temporadas na época. Nesta matéria, veremos algumas curiosidades e informações sobre a série e seu impacto nas HQs e tiras de jornal! 

Confira abaixo:

A série de TV do "HULK" teve 5 temporadas entre 1978 a 1982... E poderia perfeitamente ter como subtítulo: "3 Homens em Conflito", já que toda a série é permeada pela busca do "Dr. Banner" (Bill Bixby - O melhor e definitivo ator a interpretar o personagem até hoje) por uma cura que o livre da maldição de se transformar no "Hulk" (Lou Ferrigno - mais convincente do que as versões em CGI pro cinema), enquanto são perseguidos implacavelmente pelo inescrupuloso repórter "Jack McGee" (o excelente: Jack Colvin). Além da série de TV, houveram também 3 FILMES derivados: "O Retorno do Incrível HULK" (de 1988) - Onde ele enfrenta o "Poderoso THOR"; "O Julgamento do Incrível HULK" (de 1989) - Com participação especial do "Demolidor" (FOTO acima); e "A Morte do Incrível HULK" (de 1990) - que trazia, de fato, a morte do Dr. Banner e da criatura! Foram 82 episódios ao todo da série (fora os 3 filmes) com uma estrutura parecida com a da série: "Kung Fu" (onde o protagonista vaga de cidade em cidade tentando ajudar as pessoas em seu caminho)!

De personagens fixos, são basicamente apenas os 3 mesmo: Dr. "David Banner", seu alter-ego esverdeado, e o "Sr. McGee" (que segue as pistas e os rastros deixados pelo monstro). Na trama, a origem do "Hulk" é mostrada de uma forma simples, barata, e eficiente: Em uma cadeira de dentista, o próprio Dr. Banner bombardeia apenas uma área específica de seu cérebro com raios gama, transformando-se logo em seguida no HULK: Ao se irritar trocando o pneu do carro na chuva (sério)! Dado como morto após um acidente (causado - sem querer - pelo Sr. McGee), Banner sai vagando pelo mundo em busca de uma cura! Logo na 2º temporada, nos episódios 27 e 28 (O Homem Misterioso), Jack McGee descobre que o "Hulk" (até então uma lenda urbana) era na verdade: um homem que se transformava em monstro (embora a identidade não tenha sido revelada devido à ataduras que Banner estava usando no rosto)!

A série termina de forma inconclusiva (sem um final - embora os 3 filmes continuassem em histórias independentes). Os inimigos de "Hulk" eram basicamente pessoas normais (criminosos comuns, valentões de rua, caçadores de recompensa, etc), mas eventualmente ele acabava em luta contra algum animal (urso), forças da natureza (tempestades, terremotos), e num dos episódios: Um outro monstro (na última imagem acima)! Nas HQs, o sucesso da série de TV rendeu algumas capas com fotos dos atores, a ideia de um "Dr. Banner" errante em busca da cura, e a inclusão de Jack McGee nas TIRAS de jornal (imagem acima), que no Brasil foram parcialmente publicadas pela RGE (nos "Almanaques do Hulk" nº 3 a 6)! O LIVRO da Estronho é escrito por Saulo Adami (o mesmo de "Kung Fu") e tem 244 pág (R$ 44,90) recheadas de informações e fotos! Confira uma PRÉVIA do livro neste: "LINK"!

Até+

PS: E pros leitores do "Submundo"... Confiram uma entrevista que concedi ao canal "HISTORY" para o Episódio 4 do programa: "Colecionadores". Ali, eu mostro parte da minha coleção (com algumas raridades) e falo sobre os percalços deste hobby que escolhemos, rs! Vai ter reprise nesta terça, dia 28: às 18:40!  

87 comentários:

  1. Pra mim,a referência do Hulk era os desenhos do Cap Aza junto com os quadrinhos da Bloch.
    Quando começou a passar a série da TV, aí foi o máximo, o Hulk de verdade, levantando carros, destruindo paredes (de isopor, é claro), saltando vários metros ( provavelmente era so o movimento gesto gravado), rs. Mais um programa muito bom.
    Engraçado que décadas depois começamos a clássica-los como enlatados americanos, mas na época de lançamento foram sensacionais. Pra quem assistia filmes de piratas, bang bang, Cavaleiro Solitário, Zorro, etc, acredito que este Hulk foi sensação dos anos 70/80.
    Tem detalhes engraçados, toda vez que ele se machucava com a chave de rodas, trocando pneu na chuva ja é horrível, achava tão real que eu sentia a dor por ele. E a sonoplastia dos resmungos do Hulk? Sensação de puro stress e raiva com momentos de tristeza e melancolia.
    Lembro que meu pai também gostava de assistir, bons tempos.
    Quem lembra do filme dos Trapalhões, O Incrivel Monstro Trapalhão? O Didi que sonhava ser Super Homem e vira um Hulk bombado. Este filme tenho em casa.
    Quanto aos livros, eu assisti no YouTube que tem mais um, Xazam e Sherife, uma série brasileira que funcionou também.
    Dia 28 vou conferir sua participação no Colecionadores,faz um tempo que estava curioso pra assistir este programa, mas não tinha agendado. Ate mais.

    ResponderExcluir
  2. Grande, Leo !

    Particularmente, eu nunca curti muito essa série. Estava acostumado com um "outro tipo de Hulk", que lia nos gibis da Bloch adquiridos nos camelôs de gibis. Posteriormente, fissurado em desenhos animados antigos, tomei conhecimento daqueles desenhos mega paradões da Marvel e me amarrei no desenho (des)animado do Hulk e de outros Super Heróis (as musiquinhas de abertura também eram muito legais). Os desenhos antigões do Homem Aranha, um pouco mais caprichados, me deixavam completamente hipnotizado.
    Mas essa série do Hulk realmente nunca me cativou de verdade. Eu achava o Bruce Banner da série muito piegas, muito certinho, e até mesmo o Lou Ferrigno e toda aquela sua impressionante massa muscular (que todo moleque sonhava ter um dia) não foi o suficiente pra me motivar a assistir os episódios. Aquele era um Hulk muito pacífico e muito pouco destruidor pro meu gosto. Um Hulk muito "cirúrgico". Mas, tudo bem; cada qual tem suas preferências e eu gostava mais era de assistir outras coisas, como o seriado "A Dupla Genial" - onde aquele cara que protagonizou o remake do filme "A Mosca" contracena com um neguinho egresso do sistema penal e que era engraçado pra caralho.
    Há um episódio dessa série do Incrível Hulk no qual mesclavam descaradamente trechos do (filmaço) "Encurralado" (aquele em que Dennis Weaver, no papel de um caixeiro-viajante, é perseguido por um caminhoneiro invisível e demoníaco) a fim de dar corpo à trama. O resultado ficou péssimo !
    Entretanto, o fato do Dr. Banner sair por aí à procura de uma cura (haha !) parece ser o que deixava a galera comovida. Quem já procurou se curar de uma paixão, por exemplo, sabe como essas coisas de curar-se de algo são foda mesmo.

    Pena não ter nada dos filmes/série/desenhos/quadrinhos sobre "O Planeta dos Macacos". Iria render um ótimo livro. Afinal, os gibis da Bloch dessa coleção também traziam encartadas muita matéria sobre os bastidores desse outro grande clássico do cinema/tv/banca de jornal.

    No mais, valeu mesmo por trazer essas matérias, Leo. Lamento muito não poder assistir sua participação no programa do canal History. Faz uns cinco anos que descartei minha tv desde que voltei a morar sozinho. Descartei minha namorada no Dia dos Namorados mas ela está me perseguindo pra voltar já que parece que ela não se curou da paixão por mim. Se isso ocorrer, me caso com ela e volto a ter tv em casa. Do contrário, será só gibi e farra mesmo.

    Abs !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antônio, na mesma editora tem um livrâo sobre a macacada
      Dá uma olhada
      http://www.estronho.com.br/blog/homem-nao-entende-nada-arquivos-secretos-do-planeta-dos-macacos/
      Também é do Adami (que é uma sumidade no assunto Planeta dos macacos). Eu tenho e é uma leitura muito interessante

      Excluir
    2. Caramba ! É mesmo !
      Valeu pela dica, Dr. Jones.
      Esse terei que adquirir.

      Excluir
  3. Olá Leo!

    Essa pra mim, é a melhor das séries a ganhar um livro da "Estronho" e é a única que tenho uma seleção de episódios e já planejo uma postagem pra Batdeira há algum tempo, sem nunca começar, um dia sai!

    Meu Top-Five Gama:

    1 - "Casado"

    Mais trágico do que o final desse episódio impossível. Sempre acabo com lágrimas nos olhos;

    2 - "O Meteoro"

    É Verdão vs. Exército americano! Só faltou o Gen. Ross; Grande destaque para o Bixby "meio-hulkado".

    3 - "Trágico Acidente"

    Paralizado, o bom Doutor pondera que se "Hulkar" poderia se curar, mas na eminência de ferir alguém estando transformado, acaba se resignando com a fisioterapia. Isso sim é ser altruísta!

    4 - "O Rei da Praia"

    Descobrimos que o Ferrigno é baixinho. A sequência em que ele "malha" supervisionado pelo Bixby é ridiculamente engraçada;

    5 - "O primeiro"

    Como se comportaria o Hulk, se Banner não fosse um homem generoso e bondoso? É oque descobrimos ao conhecer "o primeiro"; É o único episódio que sinto falta de um maior dinamismo nas cenas de luta e de um orçamento maior pra quebrar geral!

    Pra arrematar, acho o episódio do "Homem-Misterioso" muito arrastado, penso que não precisava ser esticado em duas partes,
    mas a cena em que o Bixby recobra a memória e percebe que é o monstro, com certeza está entre as mais tristes do seriado.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro VAM, essa série marcou minha infância e foi a responsável por me fazer um fã inveterado e incondicional do Hulk, correndo atrás de praticamente tudo (que valha a pena) dele nos quadrinhos.
      Mas concordo com vc nos episódios que citou da série e só queria fazer um pequeno adendo ao seu comentário sobre o episódio "Homem Misterioso" (que tb acho muito arrastado e completamente desnecessário ser em duas partes... mas, enfim, fazer o que? rs): a cena em que Banner recobra a memória em frente ao riacho... não sei se é uma das mais tristes, mas certamente é uma das mais emblemáticas e emocionantes da série pq será que Banner sente tristeza ao se lembrar do passado que esquecera no acidente? Ou sente um ALÍVIO exatamente por se lembrar de quem era? Essa dúvida naquele olhar lacrimejante faz eu me arrepiar sempre que vejo essa cena.... as lembranças voltando à mente de Banner enquanto ele vai baixando lentamente as ataduras que cobriam seu rosto... e ao final, com a memória recobrada, com as lágrimas escorrendo, dizer em pensamento..... "Eu sou David Banner... EU SOU A CRIATURA"!!!!!!!!!
      UAAAAAUUU!!!!!!! Pra mim é uma das cenas mais FODAS de toda a série! QUE CENA!!!! rsrsrsrs.
      Forte abraço.
      Leo Banner

      Excluir
    2. Rapaz, eu acho que alívio foi a única coisa que ele não sentiu.

      Acredito que ele sentiu novamemte as traumáticas perdas das mulheres que amou e relembra todo o tormento que tem sido sua vida por conta da maldição do
      monstro.

      - - -

      Essa cena é emblemática demais, os produtores tentaram repetir o impacto no episódio a "A Entrevista", onde outro reporte passa a perna no McGee e consegue ouvir todo o lacrimoso depoimento do Banner.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  4. Oi Leo!

    Bom saber que livros continuam a serem publicados enquanto muitos preveem o apocalipse editorial no Brasil por causa de falência ou quase de algumas empresas, que no caso parece mais má administração de ambas, onde uma já está em situação complicada há mais de 20 anos!

    Mesmo antes da internet surgir, o mercado editorial já passava maus bocados, e se sobreviveu à era Sarney e Collor, onde mesmo sem existir internet os brasileiros já não eram de adquirir livros devido à inflação absurda e a falta de cultura que ainda persiste hoje, mas um pouco menos já que a população hoje tem mais estudo que antes.

    Não creio que haverá uma extinção no meio pelo menos por enquanto (algumas décadas), o mundo não evoliuiu tanto e ainda precisamos de livros impressos, a crise irá passar cedo ou tarde!

    Hulk, bom eu sou suspeito para falar deste seriado que foi o primeiro que acompanhei na vida ainda nos Anos 70, na Rede Globo toda quarta feira à noite, e escondido de minha mãe que tinha medo de que eu ficasse aterrorizado e com medo.Depois, ele foi para à tarde aí foi melhor para assistir e popularizou o seriado já que muitas crianças que não podiam assistir à noite assistiam durante o dia! Os apuros de Bruce Banner, o barulho do início da transformação com os olhos já se esverdeando, a roupa rasgando e o som de fundo que terminava com o rosnado do gigante verde são inesquecíveis!

    Uma das minhas maiores tristezas no mundo nerd é que não pude na época comprar os boxes de DVD da Série que só tiveram uma tiragem e esgotaram rápido, mesmo com muitos entendidos haters que ridicularizavam o seriado ainda no início da internet! O filme piloto eu consegui, e é fácil de achar ainda nas Lojas Americanas.Hoje, o seriado seria muito criticado devido ao pessoal "sabe-tudo", mas quem viveu esta época ou entende que pode-se adaptar um quadrinho para outra mídia respeitando sua essência mas sem ser necessariamente igual irá gostar!

    Eu gostava tanto do seriado, que nunca consegui gostar de fato do Hulk na sua mídia original-os quadrinhos; e os bonecos do personagem que tive da Gulliver e Rosita, sempre emulavam o herói da TV.

    Não me lembro de um episódio ruim da série, mas tem uns bem fodônicos, como quando é descoberta que o Hulk é uma mutação pelo MCgee que passou dias com um David Banner com rosto enfaixado e desmoriado.Outro, é Prometheus aquele do Meteoro onde a metamorfose fica pela metade devido os efeitos do meteoro de raios Gama!

    Poderia ficar a noite inteira escrevendo sobre a série e seus episódios, mas vou encurtar o assunto e dizer que não sabia das tiras de jornal que inclusive foram publicadas por aqui, e seria um sonho se a a Panini as republicasse!

    Vou adquirir este livro imprescindível para minha memória afetiva!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "... Não me lembro de um episódio ruim da série, mas tem uns bem fodônicos..."

      Na verdade tem vários, Elcio.

      Pois é sempre o mesmo tipo de roteiro e dependendo da situação não se encaixam. E também tem muita falha de roteiro (que assistindo depois de adulto, incomodam bastante) é que a memória afetiva engana mesmo.

      Quando tive acesso ao lançamento em dvd é que pude constatar. Tanto que acabei fazendo um pequeno apanhado de 16 dos 82 produzidos e só revejo estes.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  5. blz leo?

    quando era criança assistia esta série e gostava bastante, nunca mais vi depois que fiquei adulto.
    basicamente, pelo que me lembro, o hulk era uma maldição na vida do banner, o doutor estava sempre procurando uma cura mais no fundo ele era mesmo resignado.
    vi o episodio do history no sábado e achei bem legal.

    abraço

    ResponderExcluir
  6. Essa série foi um estrondo na época. Era o que tinha de mais fiel e impactante em relação as séries baseadas em HQs até então. E a trilha sonora no final dos episódios? Não tinha como não torcer pelo David Banner. Rs. Essa série precisa ser relançada no Brasil.
    Não tenho assinatura de TV á cabo mas fiquei bastante curioso em ver sua participação no episódio.rs. Valeu! Roberto Xavier.

    ResponderExcluir
  7. Fala, Léo!
    Postagem de altíssimo valor nostálgico!
    Me recordo de tentar assistir a todos os episódios, assim como aos desenhos "desanimados"!

    E nessa época, ainda comprava os gibis mensais da RGE (com aquela espera ansiosa pelos Almanaques!).

    Muito bacana!

    Vou tentar assistir ao episódio no dia 28.

    abs

    ResponderExcluir
  8. Conheci o personagem por essa série quando ela passava na saudosa Sessão Aventura. Sinceramente eu curtia, mas tinha medo de assistir a transformação do Hulk. Quando Banner se machucava, ou ficava nervoso, eu já ia para detrás do sofá com medo de assistir a transformação. Claro que a minha mãe se irritava com isso, já que ela gostava de assistir também e se incomodava de eu sentir medo.
    Pode até não ser muito fiel aos gibis, mas tem o seu lugar na história.

    ResponderExcluir
  9. Oi Leo. Juiz Dredd Juízes do Apocalipse pela Mythos ou a edição da Pandora vale mais a pena pelo preço? Possuem alguma diferença ou somente os extras?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O conteúdo de ambas é diferente. A da Mythos tem bem mais histórias!

      Excluir
    2. E se não me engano da Pandora é em P&B, Hunter?

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Verdade. A da Pandora tem uma história sem nenhuma ligação com a principal.

      Excluir
    4. Eu tenho as 2 versões dos "juízes do apocalipse"...

      E vou manter ambas na coleção, pois a da Mythos é BEM mais completa e encorpada e traz outros confontos entre "Dredd X Morte"... MAS, a da Pandora tem 2 histórias extras q são mto boias tbm: Uma delas, o Dredd se depara com uma espécie de "Jesus Cristo" meio hippie, rs (adoro essa: O cara termina meio q engolido por um monstro em forma de xoxóta gigante, kkk)!

      Abs!

      Excluir
  10. Leo o site do Rika pe confiavel? Como geralmente o estado dos comics e encadernados se encontram?

    ResponderExcluir
  11. Olá Leo, olha o que saiu lá fora:
    http://deadpool.hachettepartworks.com/
    Coleção exclusiva do Deadpool.
    Essa não deve chegar por aqui.
    Carlos - São Paulo.

    ResponderExcluir
  12. leo foi anunciado ontem streets of rage 4 !!! continua 2d e desenhado á mão !!! que bela época para se estar vivo hehe

    Ivan

    ResponderExcluir
  13. "Pra mim,a referência do Hulk era os desenhos do Cap Aza junto com os quadrinhos da Bloch."


    E aí, Wesley... blz?

    Pra mim tbm: Acho q a 1º vez q vi o "Hulk" foi nesse desenho DESanimado q passava na TV... Em seguida, comecei a colecionar o gibi da RGE (junto com o do "Aranha" em 1979). Os da Bloch eu tinha perdido (eu era mto molequinho no tempo da Bloch, rs). Por fim, minha 3º referência do "Hulk" passou a ser o seriado de TV, q de fato era uma sensação na época e marcou o personagem na cultura popular!

    Engraçado, é q a versão do gibi parecia estranha demais pra quem conhecia o Hulk mais pelo seriado... Já q as diferenças de adaptação são gritantes. Ironicamente, contudo, a versão da TV parecia agradar mais ao público médio. E com certa razão, pois era mais "humana" e sentimental (lidava mais com as emoções dos personagens do q em distribuir porrada em super-vilões): A fórmula q funciona pra atingir as graças do público!

    E eu não lembrava desse filme dos "Trapalhões" q vc citou... Devo ter visto, mas se apagou da minha memória, hehe. Eu ainda gosto mais e me recordo das sátiras dos trapalhões à "Guerra nas Estrelas" e "Planeta dos Macacos" (tinha o da "SWAT" tbm q era mto bom)!

    Qto aos LIVROS da Estronho... Esses q eu comentei aqui nas últimas postagens são os Vol. 3 a 5. Eu pulei os 2 primeiros q são: "Perdidos no Espaço" e "Xazam & Cia" (eu adoro o "Dr. Smith", e não descarto pegar futuramente esse 1º livro)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  14. "Há um episódio dessa série do Incrível Hulk no qual mesclavam descaradamente trechos do (filmaço) "Encurralado"


    E aí, Antonio... blz?

    Hahaha, bem lembrado: Esse foi um dos piores casos de "enxertos" de cenas de filmes em seriados de TV... Mas realmente fizeram isso: Pegaram cenas do "Encurralado" (1º filme de Spielberg) e remontaram num episódio do "Hulk". O estúdio era o mesmo (Universal), diga-se de passagem!

    E te entendo perfeitamente... Embora eu gostasse (e ainda goste) da série (revi ela toda qdo saiu em DVD): Era um "Hulk" BEM diferente do q eu lia nos gibis da RGE na época. Ao invés de super-vilões fantasiados e bombados, o Hulk da TV tinha desafios mto fáceis (e raramente se deparava com um inimigo ou ameaça à altura)!

    E boa sorte com as mulheres, rs... Eu já fui casado 5 vezes, hehe: Ser solteiro é bom, mas ainda prefiro a vidinha mansa de casado (ainda mais qdo a patroa é uma verdadeira "Master Chef" - engordei mais de 20 kg depois q casai com minha atual mulher, kkk)! Seja como for, vou tentar conseguir um LINK do programa pra postar aqui, blz?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "... mesclavam descaradamente trechos..."

      Realmente esse é um subterfúgio muito utilizado pelos seriados televisivos, Antonio. Uma forma eficaz de não estourar o orçamento. Cenas de cunho histórico então (principalmente da segunda guerra) tem aos montes.

      Aliás falando em economizar, essa série repete em inúmeros episódios duas sequências:

      Uma do Hulk correndo num beco de costas e outra do Banner andando no acostamento com um carro sedam passando na rua.

      - - -

      Mas Leo, picaretagem mesmo é fazer um filme e aproveitar cenas de outro.

      A sequência final de "Inferno Vermelho" do Arnold, com a perseguição dos Busões quebrando tudo, já foi repetida
      duas vezes em outros filmes, a primeira não lembro o título, mas a segunda foi no filme "Bad Ass" do Trejo.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Casado 5 vezes!!! Você merece uma estátua em praça pública.

      Excluir
    3. "A sequência final de "Inferno Vermelho" do Arnold, com a perseguição dos Busões quebrando tudo, já foi repetida duas vezes em outros filmes"


      E aí, VAM... blz?

      Puxa, eu não sabia q tinham copiado essa sequência do "inferno"... Mas aqui no Brasil essas cópias e colagens de cenas iguais de um filme pra outro eram mto comuns nas pornochanchadas, rs!

      Abs!

      Excluir
    4. "Casado 5 vezes!!! Você merece uma estátua em praça pública."


      Há controvérsias, rs... Eu já considero um fracasso ter errado feio 4 vezes antes de (finalmente) acertar a mão com a minha atual esposa, rs!

      Abs!

      Excluir
    5. "... Puxa, eu não sabia q tinham copiado essa sequência do "inferno"... "

      Achei o filme safado, "Running Red/Ameaça Vermelha".

      O Original do Arnold:

      http://www.adorocinema.com/filmes/filme-36724/trailer-19463612/

      A cópia "vermelha":

      https://www.imdb.com/title/tt0163815/videoplayer/vi42271001?ref_=tt_ov_vi

      Saiu direto pro mercado de home video, se bobear na até compraste pra sua locadora.

      E a cópia Bad-Ass do Terjo:

      https://www.youtube.com/watch?v=DMjkCM7n9Do

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    6. Hahahaha... Putz, q filme mais tosco esse "Ameaça Vermelha":

      É o mesmo tipo dos q passavam na BAND nos anos 90, rs... E no trailer acima aparecem as cenas roubadas do "Inferno". É mta farofada mesmo, hehe!

      Abs!

      Excluir
  15. "Essa pra mim, é a melhor das séries a ganhar um livro da "Estronho" e é a única que tenho uma seleção de episódios e já planejo uma postagem pra Batdeira há algum tempo, sem nunca começar, um dia sai!"


    E aí, VAM... blz?

    Pô, show de bola a sua lista de episódios favoritos... Alguns deles TBM figuram na minha lista pessoal de melhores: "Casado" (final triste pra caramba mesmo), "Meteoro" (tenso, rs), e "O Primeiro" (tbm senti falta de uma briga mais fóda entre os monstros). Eu tbm incluiria entre meus favoritos o episódio PILOTO (gostei mto da origem simples e eficiente pra TV) e um DUPLO em q o Hulk enfrenta um URSO (e q foi inexplicavelmente pulado nos DVDs nacionais)!

    E olha só, VAM... Eu já imaginei um projeto (q seria interessante pra "Batdeira" tbm, creio eu) sobre como seria uma série ATUAL de TV do "Hulk"? Eu (se fosse roteirista) procuraria seguir um estilo similar ao da série clássica, e chamaria até de "Dr. Banner" (já q o foco seria mais no Banner do q no Hulk). O monstro apareceria só em cenas rápidas (ou nas lutas finais), mas eu gostaria de usar numa série nova alguns vilões do GIBI (q ficariam legais na TV):

    -Abominável
    -Tyrannus
    -Líder
    -Bumerangue
    -Tubarão-Tigre
    -Homem-Quintrônico
    -Valete de Copas
    -Constrictor
    -Maestro

    Sei lá, mas acho q no CINEMA o Hulk não tá funcionando como deveria... A participação dele nos filmes dos "Vingadores" (tirando o 1º) tá patética. Na "Guerra Infinita" ele não fez NADA!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "... Eu tbm incluiria entre meus favoritos o episódio PILOTO (gostei mto da origem simples e eficiente)..."

      O piloto, já entraria nos Dez Mais. Deixei de fora, pois as melhores cenas dele, se repetem no "Casado" que eu gosto mais.

      Tem um chamado "Tragam-me a Cabeça do Hulk" que sempre fico na dúvida de colocar entre os Cinco Mais.

      No total elegi 16:

      Piloto, Casado, Homem-Misterioso, O Quarto do Silêncio, Metamorfose, Volta ao Lar, A Médium, O Meteoro, Lado Escuro, Tragam-me a Cabeça do Hulk, Rei da Praia, O Primeiro e Trágico Acidente.

      - - -

      "... Eu já imaginei um projeto... sobre como seria uma série ATUAL de TV do "Hulk"?"

      O Peter Jackson propos de fazer uma atualização para a TV também, Leo. Infelizmente pra gente o projeto não foi adiante.

      - - -

      "... e chamaria até de "Dr. Banner" (já q o foco seria mais no Banner do q no Hulk)..."

      Pra mim, a série sempre foi mais focada nele mesmo Leo. Pra você não?

      - - -

      "... q seria interessante pra "Batdeira" tbm, creio eu..."

      Leo, a diferença então, de uma ideia pra outra éseria apenas de décadas, pois pensei o mesmo só que dando sequência ao filmecos da TV.

      - - -

      "... no CINEMA o Hulk não tá funcionando como deveria..."

      Nesse Guerra Infinita alguma coisa aconteceu pois no comercial do do Telecine Play, a sequência em que a Galera vai pra luta em Wakanda, ele aparece junto com o Capitão e o Pantera. Mas, no filme mesmo, colocaram o HulkBuster...

      Cara quem sabe, isso tem a ver com a manipulação da "Jóia da Realidade", penso que o 2º e último filme deve ser revelador.

      Afinal o Estranho disse que vislumbrou mais de 14 mil realidades e em apenas uma os heróis saem vitoriosos e por isso ele entrega a "Joia do Tempo" verdadeira ao Thanos, sem o Stark entender porque.

      Vamos esperar pra ver.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Opa, bela seleção, VAM!

      Nada me tira da cabeça que Jonathan Maberry surrupiou a premissa de "Lado Escuro" pra fazer suas sagas "Universo Marvel vs. Justiceiro" e "vs. Wolverine". Está tudo lá, os químicos experimentais e as voltas ao instinto primitivo macho-alfa-canibal.

      Sempre lembro de uma cena impagável (de nervosa) em que o Verdão quase devora um carinha em frente a um frigorífico, rs.

      Excluir
    3. Em tempo... "Casado" rendeu à bela Mariette Hartley um Emmy de melhor atriz. Foi a 1ª vez que um seriado de ficção-científica ganhou esse prêmio numa categoria não-técnica. Sei disso por causa de um post que publiquei ano passado em homenagem à Mariette, rs.

      https://cidadefantasma.blogspot.com/2017/08/Das-selvas-para-o-espaco.html

      Aliás, as Bannerzetes eram um atrativo à parte. Mariette, Kim Cattrall, Markie Post, Susan Sullivan, Loni Anderson... só beldades-gama!

      Excluir
    4. E aí, doggma... blz?

      O Dr. Banner na série passava o rodo em geral, hehe... Era uma ficante ou interesse amoroso por episódio: Enfim, não era uma vidinha tão sofrida assim no fim das contas, rs!

      Abs!

      Excluir
    5. Façanha maior do que passar o rodo nas incautas, era conseguir qualquer tipo de emprego sem referencia ou experiência quaisquer.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    6. Opa, bela seleção, VAM!

      Tem outros episódios bons também, mas neles o Banner fica meio que de coadjuvante, pois os roteiristas desenvolviam mais os demais personagens que contracenavam com ele.

      Tipo aquele que o Kirby faz ponta no final, onde tem um doido que acha que é o Hemingway e outro de um serial killer que ataca estudantes, E assim não vale!

      E deixei de fora alguns que tem uma falhas de roteiro absurdas, que estragam a verossimilhança das histórias.

      - - -

      "... quase devora um carinha em frente a um frigorífico..."

      Essa é hilária, doggma!

      No episódio "Metamorfose" o Banner bebe refresco de laranja com LSD (sem saber é claro) e fica muito doido, a sequência dele apavorado vendo o Hulk vir pra cima, é muito boa também.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    7. "Façanha maior do que passar o rodo nas incautas, era conseguir qualquer tipo de emprego sem referencia ou experiência quaisquer."


      Hahaha... Pior: Ele assumia qq função sem apresentar currículo ou carteira assinada, kkk!

      Abs!

      Excluir
  16. "Eu sou David Banner... EU SOU A CRIATURA"!!!!!!!!!
    UAAAAAUUU!!!!!!! Pra mim é uma das cenas mais FODAS de toda a série! QUE CENA!!!! rsrsrsrs."


    E aí, Leo... blz?

    Essa cena é fóda mesmo... E acho q só fica emocionante na interpretação do Bixby: Não consigo imaginar essa mesma cena tendo o mesmo impacto com os 3 atores do cinema: Bana, Norton, e Ruffalo (sem chance: Bixby é o "Banner" definitivo na minha opinião)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, grande xará--
      Rapaz, eu assino embaixo e concordo integralmente! Bixby é e continua sendo o Banner definitivo na minha opinião também! Todo o tormento e desespero do personagem foi interpretado de forma magnífica por ele! Duvido que haja outro igual!

      Mudando um pouco de assunto, eu vi o episódio de COLECIONADORES no qual vc aparece.... eu já tinha visto aquele episódio, tinha pegado no meio... quando olhei vc pensei "de onde eu conheço esse cara?"; ontem eu gravei o episódio pra rever desde o início... e quando vc falou pela primeira vez e vi o nome.... LEONARDO RADD.... haha! Assim como assino como LEO BANNER, por ser fã inveterado do Hulk em várias redes que tratam de quadrinhos, vc não poderia se apresentar de forma diversa no programa sendo um fã inveterado de NORRIN RADD.... haha. Muito boa!
      Vi a loucura que fez para adquirir a "Teia do Aranha" da Abril! Qual o quadrinhófilo como nós que nunca fez uma loucura parecida??? Revi, com vc e o filósofo que apareceu no episódio, várias edições q eu tb tinha e perdi por conta de uma praga de cupins no meu armário! Até hj falar disso me doi o coração... tinha as coleções completas do Hulk (RGE e Abril), Homem-Aranha (maior parte da revista principal e "Teia" completinha), Capitão América, SAM, HDT, X-Men, Wolverine, Almanaques da RGE, edições da Ebal e um bom número de edições importadas originais do final da década de 1980 e começo da de 1990.... tudo destruído por cupins!
      E foi justamente por conta dessa praga que fiz minha última loucura 4 anos atrás, que foi correr atrás das edições do Hulk da Abril e RGE que havia perdido... consegui repor boa parte (mas não toda, infelizmente), desembolsei uma graninha considerável no site do Gilciliano, especializado em venda de HQs antigas...
      Mas, enfim, vida que segue, apesar dos malditos cupins! hehe
      Parabéns pela coleção e pelo site! E sigamos sempre trocando boas ideias!
      Abração, parceiro!
      Leo Banner

      Excluir
    2. E aí, Leo... blz?

      Realmente, o Bixby é um daqueles atores q marcaram pra sempre nos personagens de HQs q interpretaram... Ele é o equivalente ao Christopher Reeve (Super), Michele Pfeiffer (Mulher-Gato), Wesley Snipes (Blade), Ron Pearlman (Hellboy), e o ator q fez o Jameson no "Aranha": Não tem substitutos pra esses!

      E valeu por ter assistido o programa... Hahaha, eu menti meu nome mesmo e usei "RADD" como se fosse verdadeiro, rs!

      A loucura q eu fiz pela "Teia do Aranha" foi na verdade pior do q pareceu no relato... Pois eu RASPEI minha conta na poupança pra levar a coleção COMPLETA na época, rs. E era um momento financeiro bem ruim pra mim, pois eu tava desempregado (diante das condições $$$ em q eu me encontrava: foi sim, uma VERMISSE sem tamanho o q fiz, hehe)!

      Pra piorar... Botei tudo numa caixa e carreguei nas costas Quadras e quadras) até o BUSÃO: Essa parte foi cortada na entrevista, rs!

      E falando em cenas cortadas... Tbm ficou d efora uma parte em q eu relatei uma perda similar à sua: Só q ao invés de cupins, perdi um lote grande de revistas pro MOFO na minha antiga morada (mta coisa boa e rara da minha coleção se perdeu com um descuido meu na época: ainda nos anos 90, qdo eu tava retomando minhas coleções e não sabia técnicas de armazenamento contra mofo!

      Ah, e q mal pergunte... seria difícil pra vc botar essa gravação no Youtube? Não sei como fazer, mas seria legal se eu conseguisse uma cópia desse programa até pra postar aqui no blog! Se for inviável: tranquilo, vou acabar pedindo pra produtora do programa uma cópia (não sei se eles conseguem)!

      Abs!

      Excluir
    3. Fala, meu caro RADD... rsrsrsrsrs... puxa, cara, infelizmente, a gravação que fiz foi via decodificador da NET; e depois que vi o programa, tive de apagar pra liberar espaço (afinal, gravo várias séries e filmes pra ver quando puder tb). E eu nem sei se teria como transferir o arquivo gravado para um pen drive! Creio já ter tentado fazer isso tempos atrás com outras coisas que havia gravado mas não consegui! Uma pena mesmo, senão eu disponibilizaria tranquilamente!
      Abs.
      Leo Banner

      Excluir
    4. Tranquilo, xará... eu consigo uma cópia direto com a produtora, sem mtas complicações tbm, rs!

      Isso me faz lembrar q nunca mais copiei filmes em DVDs e nem programas de TV... me acostumei a baixar tudo no torrent e hj tô preguiçoso: botei Netflix pq não tenho mais saco de legendar séries, rs!

      Abs!

      Excluir
  17. "Eu gostava tanto do seriado, que nunca consegui gostar de fato do Hulk na sua mídia original-os quadrinhos;"


    Oi, Elcio... Tdo bem?

    É curioso isso, mas no meu caso: Eu aprendi a gostar na época tanto dos gibis da RGE (com a fase do Herb Trimpe - "A Saga de Jarella", etc)... qto do seriado de TV. Lembro q mesmo sendo moleque (eu tinha uns 7 ou 8 anos de idade qdo a série estreou) eu já diferenciava bem as 2 mídias (gibi e TV) e considerava como sendo 2 universos distintos (pareciam até personagens diferentes, tamanha a disparidade entre o "Hulk" do gibi e o da TV)!

    E assino embaixo dessa sua frase: "o barulho do início da transformação com os olhos já se esverdeando, a roupa rasgando e o som de fundo que terminava com o rosnado do gigante verde são inesquecíveis!"... Verdade mesmo, esses pequenos grandes detalhes faziam toda a diferença. Os efeitos sonoros e a musiquinha nas cenas de transformação (com o close nos olhos já esverdeados) ficaram marcadas à ferro e fogo no imaginário coletivo das pessoas!

    O mercado de livros parece continuar bem na manha... A Editora Estronho é pequena, tanto: q seus livros são vendidos apenas pela internet (na Amazon e no site da editora) e nunca os vi em lojas físicas. Porém, mesmo uma editora de pequeno porte ainda consegue produzir bastante material (só nessa brincadeira de livros sobre séries de TV: foram 5 da Estronho num curto espaço de tempo)!

    Talvez (quem sabe) um dos maiores problemas do mercado de livros/HQs, seja a distribuição dos mesmos pelas lojas físicas. Com o fim da Abril, as distribuidoras q sobraram não conseguem dar conta e nem negociar com as editoras. A Salvat sumiu das bancas normais, e a Mythos pulou fora das grandes livrarias (Saraiva, Cultura, etc)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "basicamente, pelo que me lembro, o hulk era uma maldição na vida do banner,"


    E aí, gustavo... blz?

    Sim, na série de TV nunca houve "harmonia" na situação toda... E a série inteira foi permeada pela busca do Dr. Banner por uma cura (q só viria pela MORTE do personagem no 3º e último filme da série)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  19. "Essa série foi um estrondo na época. Era o que tinha de mais fiel e impactante em relação as séries baseadas em HQs até então."


    E aí, Roberto... blz?

    Pois é, antes da série do "Hulk"... o q tínhamos de super-heróis rolando na TV era mais da DC: "Mulher-Maravilha" e "Shazam" (a amazona, pelo menos, tbm era um grande sucesso na década de 70)! Nesse momento, ainda passavam umas reprises de "Batman" e "Superman" na TV (mas ambas já estavam bem ultrapassadas pela pegada mais cômica, ou, no caso do "super": por ser da década de 50)!

    E pode deixar q eu tô tentando conseguir um LINK do programa do "History" pra postar aqui no blog... Ainda vou tentar mais um pouco hj antes da próxima atualização, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  20. "E nessa época, ainda comprava os gibis mensais da RGE (com aquela espera ansiosa pelos Almanaques!)"


    E aí, Victor... blz?

    Mesma coisa comigo, rs... Eu colecionava tudo da RGE, mas os "Almanaques" eram o ponto mais alto da espera pelos lançamentos do momento. Os do "Hulk" eram bem diversificados, pois traziam material clássico (tinha até umas HQs do Steve Ditko no bolo), tiras de jornal (raríssimas e nunca mais republicadas), histórias do "Coisa" (da série: "Two-In-One"), e por fim: Até os enigmáticos "X-Men"!

    Abs!

    ResponderExcluir
  21. "Pode até não ser muito fiel aos gibis, mas tem o seu lugar na história."


    E aí, Marcelo... blz?

    Realmente, a transformação do "Hulk" era tensa pra gente q era moleque na época, hehe... Tinha todo um clima pra isso: A começar pela musiquinha nervosa na hora da transformação, rs! E a montagem da cena era bem convincente tbm (graças, em parte, à ótima interpretação do Bill Bixby)!

    Podia não ser fiel ao gibi (tinha mto pouca coisa a ver até)... Mas tornou-se um ícone da TV assim mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "... Pode até não ser muito fiel aos gibis..."

      Olha pra mim, o grande mérito da série é ser diferente mesmo. Com um Hulk mais verossímil, sem os exageros naturais dos quadrinhos.

      Minha única ressalva é terem ignorado por completo o Líder, dentre todos os vilões ele era facilmente adaptável ao universo do seriado.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Ah, o Líder acho que não ia rolar também. O produtor Kenneth Johnson cortou tudo o que poderia pesar no orçamento para a série ser viável para a CBS. Isso foi dos poderes reduzidos do Hulk até a "porradaria" com o Primeiro...

      Aliás, o ator que fez o Primeiro, Dick Durock, também fez outro verdão famoso tempos depois, o Monstro do Pântano dos dois filmes e da série. Deu muito certo não, rs.

      Excluir
    3. "Minha única ressalva é terem ignorado por completo o Líder, dentre todos os vilões ele era facilmente adaptável ao universo do seriado."


      Bem nessas, VAM...

      O seriado podia ter colocado mais uns vilões "adaptáveis" sim... O "Líder" seria barbada de fazer: Maquiagem pra um cabeção já tinha desde os tempos de "Star Trek" há 1 década antes do "Hulk", rs!

      Abs!

      Excluir
    4. "Aliás, o ator que fez o Primeiro, Dick Durock, também fez outro verdão famoso tempos depois, o Monstro do Pântano dos dois filmes e da série. Deu muito certo não, rs."


      Pô, interessante isso, doggma...

      Não sabia q era o mesmo ator, mas q SINA de monstros verdes na carreira, hein? rs!

      Abs!

      Excluir
    5. Ao menos não está sozinho. Aquela voz cavernosa da narração da abertura é do Ted Cassidy, o mordomo Tropeço da Família Adams.

      https://en.wikipedia.org/wiki/Ted_Cassidy

      Se parar pra analisar, era um personagem baseado no Monstro de Frankenstein, um dos moldes originais do Verdão...

      Excluir
    6. Verdade, doggma...

      O MP original tava bem na linha "Frankenstein" mesmo... Aí é q a gente vê a genialidade do Moore, q fugiu completamente desse conceito na sua versão!

      Abs!

      Excluir
  22. "Leo o site do Rika pe confiavel? Como geralmente o estado dos comics e encadernados se encontram?"


    Cuidado... A Rika NÃO é confiável!

    Existem vários relatos negativos nas redes sociais, inclusive nos comentários aqui do blog: Onde já lemos sobre gente q recebeu revistas em estado mais detonado do q nas fotos do site. Se quiser arriscar, recomendo q faça uma compra mais leve (com baixo custo) pra não se arrepender e tomar mto prejuízo depois!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "... Cuidado... A Rika NÃO é confiável!..."

      Comprei com a RIKA por duas tem mais de 10 anos. Na época não tive problemas.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Leo qual sebo online você recomenda?

      Excluir
    3. oi Leo, vou falar por experiencia propria.
      Realmente eles mandam revistas diferentes das fotos e as vezes detonadas, mas apos a reclamação, oferecem a troca ou o estorno da revista mais o frete de devolução.
      Mas ja tive boas experiencias tambem, como vir ainda anexado algum brinde particular daquela edição.
      Sorte!! rsrsrs

      Excluir
    4. De vez em quando compro na Rika e apesar de terem um site que faz parecer ser uma comic shop ou um sebo gourmet, eles são um sebo como todos os outros.

      Por isso, vai ter coisa em bom estado ou meio detonada, mas isso não impedem de jogar o preço lá no alto.

      Infelizmente, pelo que vejo no eixo RJ-SP, esses preços altos em sebos começaram por causa do Mercado Livre e pioraram com o fenômeno dos colecionadores que não leem e só querem mostrar nas redes sociais por influência de YouTubers e blogueirinhos do Instagram.

      Até pechinchar ao vivo hoje em dia está complicado... por isso, estou comprando em sebos cada vez menos.

      Excluir
    5. Olá Leo, deixa eu dar minha opinião como cliente da Rika. Acabei de adquirir quarenta quadrinhos na loja, que está em promoção de 20% off até o final de agosto. A maioria material da Panini. A única edição mais detonada foi um homem aranha de 2012. Em compensação comprei a Kripta RGE #3 e veio em ótimo estado de conservação. A grande maioria das edições que adquiri vieram em estado de banca, sendo que algumas lacradas. Para não dizer que não tive nenhum problema, veio uma edição errada porque a imagem da capa estava errada e enviaram de acordo com a imagem, mas acredito que vão resolver o problema. Considerando que é um sebo, estou satisfeito com a loja, e com o estado de conservação do material recebido.
      Abs., Carlos - São Paulo.

      Excluir
    6. "Leo qual sebo online você recomenda?"


      Não conheço nenhum pra recomendar... Mas o local já ganharia pontos SE mandasse FOTOS REAIS dos seus produtos pro cliente VER o q tá comprando!

      A "Rika" é famosa por ter umas fotos FAKES expostas no site... mas envia revistas diferentes das fotos (algumas em estado bem ruim diante de reclamações q já vi relatadas nas redes sociais)!

      Abs!

      Excluir
    7. Obrigado pelos relatos acima... VAM, Wesley, Guilherme, e Carlos:

      Sempre é bom compartilharmos as experiências positivas E negativas q tivemos em sites e lojas físicas: pra q leitores de outros estados tenham alguma base como parâmetro de confiança!

      Eu conheci a RIKA pessoalmente num estande na Fest Comix de 2008... Comprei algumas coisas deles, mas na hora e ao vivo eu pude escolher! Só relatei acima os problemas q outros leitores tiveram (comprando virtualmente) e q chegaram até mim em comentários aqui mesmo no blog e em outros grupos de face q frequento!

      Enfim, por mais relatos positivos e negativos q uma loja tenha... sempre é bom ter cuidado na hora da compra (começar com pouca coisa pra correr menos riscos, já é uma boa dica)!

      Abs!

      Excluir
    8. No meu caso específico, como tem mais de uma década, a loja pode ter deteriorado no atendimento.

      Mas as revistas que comprei, a mini-série completa de Camelot 3000 original (que até já vendi) veio igual as fotos vinculadas.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    9. "... Não conheço nenhum pra recomendar... "

      No Brasil, não recomendo nenhuma também, pelo simples fato de que nunca mais comprei nada usado on-line.

      Mas se for na gringa, com certeza: https://www.mycomicshop.com

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  23. "Olá Leo, olha o que saiu lá fora: http://deadpool.hachettepartworks.com/ "


    E aí, Carlos... blz?

    Caramba, essas coleções de lombada são intermináveis mesmo, hehe... Te confesso q não esperava por uma do "Deadpool"!

    Brigadão mesmo pelo aviso... Vou incluir entre as próximas notícias q vem pela frente, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "... Essa não deve chegar por aqui..."

      Muito pelo contrário, Carlos. A julgar pela quantidade de títulos que a Panini publica, nada mais natural a Salvat investir.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Tbm acho q chega, VAM...

      Ainda mais com a popularidade do "Deadpool"... Já viram qtas revistas regulares e especiais ele tem pela Panini? (mais q Aranha e vingadores, rs)!

      Abs!

      Excluir
  24. "leo foi anunciado ontem streets of rage 4 !!! continua 2d e desenhado á mão !!! que bela época para se estar vivo hehe"


    E aí, Ivan... blz?

    Olha só, q inesperado isso... Eu curtia mto esse jogo (bons tempos mesmo, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  25. Lembro desse seriado do Hulk quando mais moleque, mas nunca curti muito. Mas me chamava atenção, embora eu nunca tenha curtido suas hqs ou me importado.

    Mas vim mais para falar sobre Lendas Etrigan vol 1. Acabei de ler e é um bom material! Devia ter saido no aniversario do Kirby. O clima das historias a la Hammer filmes é forte (a famosa produtora de filmes de terror da Inglaterra)! O Kirby ta mandando muito bem no roteiro, desenhos, e edição. Quem fala que ele precisava de um editor não sabe de nada ou é pura implicancia.

    Dessa vez está mais cara, custando 29,90. Eu nem ligo pra isso, pois acho que as Lendas DC e CHM Marvel são muito boas em custo beneficio, e se custar no maximo uns 32 reais eu continuarei comprando de boa. A edição vem tb desse vez com um prefacio de outro artista sobre a obra, e vem com uma arte do Kirby a lapis. Primeira vez que vejo uma edição da coleçao com extras.

    Mas tenho uma critica, não sei se isso é devido a pressa e atrasos da Panini com suas hqs, mas essa hq apresenta erros de portugues e alguns erros de concordancia. Acho que eles devem ficar ligados nisso.

    Ansioso pelo volume dois de Lendas Etrigan!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Camus... blz?

      O "Etrigan" chegou nas bancas daqui... Mas vou esperar chegar na LOJA q frequento (Tutatis) pq já reservei o meu por lá. Essa ed. é mais cara, mas tbm tem mais pág q uma "CHM" média, são 204 pág do "Etrigan" contra 164 pág da CHM (tá dentro do padrão pela quantidade maior de pág, mas NADA justifica os erros de revisão)!

      O centenário do Kirby vai ser comemorado com atraso mesmo... Pro ano q vem, aumentaram ainda mais as chances do "4º Mundo" por aqui (pelo q eu soube)!

      Abs!

      Excluir
  26. Fala, Leo. Blz?

    Curtia muito essa série quando era moleque, principalmente os filmes com o Demolidor e o Thor. Ainda entra no meu top 5 de séries de super-heróis.

    No livro eles explicam o motivo do nome ser David Banner e não Bruce? Já vi várias explicações diferentes, inclusive o Stan Lee disse que a produtora achou Bruce meio gay (???), mas não sei se isso é verdade ou ele fez para zoar com um certo herói da concorrência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Guilherme... blz?

      Dos filmes do "Hulk", eu gosto mais do "julgamento": Gostei de terem escalado o ator da "Moto Laser" (seriado q eu adorava) pra ser o "Demolidor"!

      E no livro fala rapidamente sobre a mudança de nome, mas minha memória é uma merda e esqueci o q dizia, hehe... Porém, não lembro de terem falado sobre essa questão de "Bruce" ser nome de gay: Tbm tenho minhas dúvidas se não foi zueira com o "Batman", rs!

      Seja como for, o nome dele na série é David Bruce Banner (tem "bruce" ali de qq forma, embora ele seja chamado de David o tempo todo)! Em tempo, no gibi, o nome do pai dele é David tbm, se não me falha a memória!

      Abs!

      Excluir
    2. Que eu saiba o David era pra fazer um simbolismo com David e Golias.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Faz sentido tbm, VAM... Interessante isso!

      Abs!

      Excluir
    4. Sim, afinal o Hulk também é chamado de o "Golias Verde". Mas não sei quando e onde isso começou, se pela série ou pelos quadrinhos.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  27. Era um seriado que literalmente começava e acabava bem. Primeiro, a memorável narração da abertura (copy/paste):

    "Doutor David Banner... médico, cientista. Em busca da força que todos possuem, acaba recebendo uma dose maciça de raios gama e agora, quando se enfurece ou se sente ultrajado, se transforma e tem de enfrentar a sua maldição: o Incrível Hulk..."

    E no final, o teminha "Lonely Man", triste que dói:

    https://www.youtube.com/watch?v=CwhEGWMMfIY

    Cabe lembrar também a coragem da série em abordar assuntos espinhosos para a época (e até hoje, inclusive), como violência doméstica, abuso e deficiência mental.

    Tenho o Bixby como um herói particular. Assumiu o Verdão por anos a fio, numa época em que os quadrinhos eram extremamente segmentados e ainda alvo de muito preconceito. Um grande ator, juntamente com o inesquecível Jack "McGee" Colvin.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, doggma... blz?

      O pianinho tocando no final, enquanto Banner saía pela estrada com uma mochila nas costas... Talvez seja, até hj, a música mais TRISTE de todos os tempos em séries de TV, hehe!

      E realmente, a série era mto boa por abordar vários temas polêmicos da época (e q ainda são atuais na era moderna)... Um dos mais chocantes era sobre um menininho q apanhava do pai, e no final, o "HULK" dava uns sopapos no valentão, q se debulhou em lágrimas lembrando q tbm havia sido uma criança espancada pelo pai na infância. Tema pesado mesmo, num episódio bem impactante!

      E ironicamente, Bill Bixby morreu apenas 3 anos depois de Banner/Hulk terem morrido TBM no último filme da franquia (A Morte do Incrível Hulk). É uma daquelas coincidências estranhas da vida: O cara viveu seus últimos anos sendo o Banner e morrendo junto com o personagem!

      Abs!

      Excluir
    2. "... Tenho o Bixby como um herói particular. Assumiu o Verdão por anos a fio... "

      Curiosamente lá fora ele fez mais sucesso numa série antiga "Meu Marciano no episódio "Meu Mágico Favorito".

      https://www.youtube.com/watch?v=M5Xh8a-nExA

      E por falar em mágica o Bixby foi também protagonista de uma série com esse nome. Ele era tipo um Mandrake moderno, usando a prestidigitação para combater o crime.

      https://www.youtube.com/watch?v=CvBDNcMrD6A

      Depois do Hulk ele ainda estrelaria uma outra série "Goodnight, Beantown" ao lado da atriz Mariette Hartley que foi sua amada no episódio "Casado", eles eram um casal de apresentadores de telejornal.

      https://www.youtube.com/watch?v=RiLl4KSF_cc

      Mas acabou não caindo no gosto do povo, fazendo ele tentar a sorte nos Telefilmes Gama. Seus último papeis de destaque.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Caramba! Lembrei desse episódio agora quando li. Realmente foi impactante para a minha cabecinha de criança o pai lembrando do trauma e chorando como criancinha.

      Excluir
    4. "... lembrando do trauma..."

      É terrível, ela dá o último suspiro nos braços dele como Hulk e quando ele se DES-transforma ela já esta morta.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    5. E tudo isso debaixo de uma tempestade. Aquele "pelo menos a gente não desistiu, não é?" na despedida foi de cortar o coração em mil pedaços.

      Excluir
  28. Off topic: livros da Salvat sendo lançados e colocados a venda normalmente no site da editora, independentemente do fim da distribuição em bancas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Carlos... blz?

      Obrigado pelo aviso: Mas puxa, não sei se gostei de saber disso... Pois esperava q a distribuição em bancas normalizasse antes de lançarem coisas novas só pelo site!

      Abs!

      Excluir
    2. Oi Leo!

      É normal tal procedimento, já que a editora "levou calote" e precisa continuar "minimizando os danos que sofreu" da maneira que puder porque tem contas e funcionários para pagar, e vender no site ajuda um pouco, embora não muito!

      Sei que muitos falam que ela não voltará a distribuir suas publicações em bancas, mas não acredito nisso porque se ela fizer isso perde mais de 50% de suas vendas, porque muitos irão se recusar a comprar na loja virtual em virtude de não terem cartão de crédito e\ou ainda ter de pagar o frete que não é barato!

      Abraços!

      Excluir
    3. Tem razão, Elcio...

      A empresa não pode parar, pq as contas não param, rs... Mas eu ainda torço pra Salvat se acertar com alguma distribuidora, pois não compro mais pelo site dela (nunca tive problemas ATÉ a minha última compra, qdo me mandaram metade dos encadernados em péssimo estado de conservação - mandei trocar, mas perdi a confiança numa próxima compra)!

      Abs!

      Excluir
  29. Fala Leo,blz?


    O único filme que eu assisti desse Hulk foi a sua morte, e não gostei. Ele não deveria morrer. Até porque o verdão possui habilidades de cura e resistência. A sensação que eu tive foi que o personagem era um tanto frágil, e, se tratando do Hulk, soa contraditório...
    A série, talvez seja bem melhor, não assisti ainda,mas bateu a curiosidade.
    E o livro deve ser pura nostalgia hein? Bem legal.

    Abs!
    Leonardo Goulart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Leo... blz?

      O "Hulk" da série e dos filmes pra TV (q nem esse da "Morte") é uma adaptação livre da HQ... E fizeram ele mais frágil mesmo: Se ele levar um tiro, por exemplo, ele sangra. Assim, a queda q ele sofreu (de vários metros de altura) acabou matando a criatura!

      Mas eu entendo a intenção dos produtores da série... No gibi, o "Hulk" é quase indestrutível e pra TV buscaram uma versão mais "humana": e mais vulnerável!

      Te confesso q no gibi eu gostaria q ele fosse um pouco menos invencível tbm (na fase da RGE ele ainda apanhava um pouco pra restolhos tipo o "Valete de Copas" e o "Constrictor", mas com o tempo exageraram na dose e ele virou quase um semi-deus de tão forte e invencível)!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...