17/07/2018

"JACK KIRBY - 100 Anos" (Parte 7): O Cap. América Genérico dos Anos 50...

Nesta 7º Parte, de uma série de 10 postagens em homenagem ao centenário de Jack Kirby...Veremos alguns dos trabalhos mais raros e obscuros do REI, tipo o "Fighting American": O "Cap. América" Genérico dos Anos 50 (capa acima)!

Entre outras HQs: "Etrigan - O Demônio" (que será publicado este mês na coleção de "Lendas" da Panini), "Boy Commandos", "OMAC", "Sandman" (numa versão anterior à do Neil Gaiman, rs), "Sky Masters", "The Fly", e "O Abismo Negro" (baseado no clássico FILME sci-fi da Disney)!

Confira abaixo:

Em 1941 (durante a 2º Guerra Mundial) surgia o "Cap. América" (de Joe Simon & Jack Kirby)... Mas pouca gente ouviu falar no: "Fighting American" (Combatente Americano) surgido em 1954, após o cancelamento da revista do capitão. Com o término da 2º Guerra, as vendas do gibi do "Cap. América" começaram a cair, não só por ter perdido fôlego depois da derrota dos nazistas na guerra (deixando o personagem meio sem rumo) mas também pela crise que se abateu sobre o mercado editorial e econômico, já que um pós-guerra sempre afeta a economia vigente e os gibis deixam de ser itens essenciais ou prioritários pro público. Assim, os próprios criadores do "Cap. América" (Simon e Kirby) que haviam levado um calote da Marvel (Timely) resolveram criar uma versão genérica do herói pra outra editora, utilizando idéias que haviam preparado pro "Cap. América" original!

O "Fighting American" é muito parecido visualmente com o "Cap. América"... e conta também com um parceiro-mirim chamado: "Speedboy", que o ajuda no combate ao crime (da mesma forma que o capitão tinha o "Bucky"). A principal diferença é que o "Fighting" não usa escudo e nem arma nenhuma (apenas sua força e habilidade, frutos de experiências militares). As tramas giravam em torno de espionagem e conspirações governamentais, e os vilões eram quase todos comunistas querendo derrubar o governo americano ou espalhar o terror em tempos de Guerra-Fria (anos 50). Só que o título durou apenas 7 edições, sendo cancelado em seguida (talvez em decorrência do declínio que os super-heróis estavam passando nessa época - que vale lembrar, é anterior à "explosão" da Marvel nos anos 60)!

Décadas depois (em 1994), o "Fighting American" voltaria a ser publicado até pela DC (que adquiriu os direitos quando Jack Kirby foi trabalhar lá) e por outras editoras menores, sem nunca emplacar um sucesso absoluto de vendas. Em 1997, contudo, foi produzida uma nova série pra ele, que atraiu os holofotes da mídia por ser considerada um "plágio" do "Cap. América", já que o "artista" envolvido era Rob Liefeld (em plena "Era Image") e havia adicionado ao "Fighting American" elementos que o tornaram ainda MAIS parecido com o capitão: inclusive um ESCUDO e um vilão nazista, cujo rosto era uma CAVEIRA prateada, rs! 

Voltando aos tempos sombrios da 2º Guerra Mundial... Jack Kirby & Joe Simon (os criadores do "Cap. América" E do "Fighting American") também produziram pra DC mais uma HQ de guerra: "Boy Commandos" (a partir de 1942-1943), sobre um grupo de adolescentes órfãos que lutavam na 2º Guerra. Também conhecida como: "Patrulha Juvenil" ou "Comando Juvenil", a série coincidiu com a própria convocação de Jack Kirby pra guerra (em 1943). Na década de 50, Kirby ainda voltaria a trabalhar com Simon em: "The Fly" (capa acima): Uma das últimas colaborações da dupla Simon/Kirby! E um outro trabalho raríssimo de Kirby (em parceria com Wally Wood) que também merece menção nesse período Pré-Marvel, foram as tiras de jornal de: "Sky Masters" (entre 1958-1961): Carregadas de texto e belíssimas imagens!

Já nos anos 70 (a gente viaja no tempo mesmo pra lá e pra cá falando da trajetória de Kirby, rs)... A passagem do artista pela DC (após sua saída da Marvel) rendeu muito mais do que "apenas" o 4º Mundo" (já comentado em matérias anteriores): "Etrigan - O Demônio", foi criado por Jack Kirby em 1972 (em uma série de 16 edições que serão lançadas pela Panini em 2 Vol. na coleção de "Lendas")! "OMAC" (uma obra-prima "Kirbyana") teve apenas 8 edições produzidas entre 1974-1975, mas foi marcante pelo seu visual diferenciado e cenários/personagens bizarros criados pra série! E o "Sandman" de Jack Kirby (1974-1976) teve apenas 6 edições e seu estilo super-heróico em nada lembra a versão de Neil Gaiman (é impossível não fazer uma rápida comparação, rs)!

Por fim... O "Abismo Negro" é um filme da Disney de 1979. Um clássico da ficção científica da época, o "Abismo" chegou a ter adaptações e sequências pra quadrinhos (algumas delas publicadas pela Editora Abril em: "Almanaque Disney" e "Edição Extra"). Na trama, uma nave espacial tem a missão de descobrir novos mundos e durante a jornada sua tripulação se depara com a nave Cygnus, que havia desaparecido 20 anos antes e é comandada pelo Dr. Hans Reinhardt, um louco megalomaníaco que tenta atravessar um buraco negro. Ok, a trama é meio manjada e o filme em si não é lá grande coisa. MAS, teve uma de suas adaptações feita pelo Kirby (que é o que nos interessa pra esta postagem, rs) na imagem abaixo:

Até+

18 comentários:

  1. Giulianno de Lima Liberalli17/07/2018 07:48

    Caramba, o visual desse Capitão genérico me lembrou daqueles dois filmes "sessão da tarde" do Capitão América feitos para a TV em 1979. Naquela época achei aquilo o máximo, também quase não se fazia muita coisa live action da Marvel nesses tempos, a única menção honrosa é a saudosa série do Hulk.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Leo!

    Quando escrevi algo ainda estava a "matéria em andamento", mas vou comentar um pouco sobre o Fighting American, um personagem que passou por todas as editoras (Marvel, DC E Image, e agora se encontra na Titan).

    Simon & Kirby fizeram com o Fighting American o que não puderam fazer com o Capitão, que foi encher de sátira ao governo atual.
    Aqui no Brasil nunca tivemos esse gostinho, exceto pela paródia que Alan Moore e Jim Baikie fizeram do Future American e US Angel em Contos do Amanhã (publicados pela Pandora).

    Já o Liefeld após ser chutado da Marvel durante Heróis Renascem , criou um personagem cópia escarrada do Capitão (Agente America), mas como conseguiu os direitos do Fighting American, o adaptou. Simplesmente é o Capitão América Heróis Renascem com outra roupa.


    A versão da Titan (escrita pro Gordon Rennie, que trabalhou em Dredd e Áquila) mantém o espírito do herói do Rei.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Definitivamente a maior homenagem ao grande Jack Kirby está vindo do Submundo HQ. Parabéns Leo pelo trabalho e dedicação. Estou tendo uma idéia da dimensão e importância do trabalho do Kirby por aqui. Roberto Xavier.

    ResponderExcluir
  4. Bem depois dessa, não vejo porque mão por hq do Abismo Negro na minha pilha dehqs a serem lidas

    ResponderExcluir
  5. "Caramba, o visual desse Capitão genérico me lembrou daqueles dois filmes "sessão da tarde" do Capitão América feitos para a TV em 1979."


    E aí, Giulianno... blz?

    Pior q lembra bastante mesmo os telefilmes do "capitão" doa anos 70, kkk... Pra quem não conhece, umas imagens abaixo:

    https://i.pinimg.com/originals/64/4b/b5/644bb5f92040f1f7d362e83b0bc840c6.jpg

    http://nerdbastards.com/wp-content/uploads/2011/08/1979_cap_01.jpg

    https://i.pinimg.com/originals/2f/4a/d9/2f4ad95cc9b30815b27eefb5ac0780a3.jpg

    E a série do "HULK" na TV era boa... Pra mim, ainda é a versão definitiva do verdão em live-action (melhor do q todas as aparições modernas nos filmes, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  6. "Aqui no Brasil nunca tivemos esse gostinho, exceto pela paródia que Alan Moore e Jim Baikie fizeram do Future American e US Angel em Contos do Amanhã (publicados pela Pandora)."


    E aí, Lierson... blz?

    Puxa, nem me fale... Me arrependo até hj de ter perdido essas edições do Moore pela finada Peidora, rs (pois nunca mais foram republicadas e a Panini não parece ter mto interesse em trazer esse material de volta)!

    E é engraçado como o destino do "Fighting American", seja por Simon/Kirby ou até pelo infame Lifeld... Seja sempre ser: "aquilo q não puderam fazer com o capitão original", kkk!

    Abs!

    ResponderExcluir
  7. "Estou tendo uma idéia da dimensão e importância do trabalho do Kirby por aqui."


    E aí, Roberto... blz?

    Mto obrigado mesmo por estar curtindo essa sequência de matérias sobre o Kirby q estou fazendo... A obra do REI é tão vasta e significativa, q a impressão q eu tenho a cada postagem é q vai faltar ESPAÇO nas 10 matérias pra se comentar e abordar tudo de bom e interessante q o Kirby produziu!

    Geralmente, qdo se fala nele... logo pensamos nas HQs mais tradicionais e famosas q ele fez pra Marvel e DC: Mas na verdade, a bibliografia do Kirby é tão intrincada e espalhada por centenas de revistas e editoras, q mesmo a Wikipédia dos EUA deixou uma porrada de HQs dele de fora da listagem q botaram no ar. O "Sky Masters" é um exemplo: q NÃO consta na Wiki!

    Abs!

    ResponderExcluir
  8. "Bem depois dessa, não vejo porque mão por hq do Abismo Negro na minha pilha dehqs a serem lidas"


    E aí, Kromak... blz?

    Esse "Abismo" do Kirby eu tenho em scan... pena q a qualidade de imagem tá bem ruinzinha (tá faltando uma bela remasterizada nessa HQ, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  9. Fala, Léo!
    Quantas raridades!
    O Kirby foi o "homem-indústria", pois o volume de sua produção impressiona, e muito!

    Tomara que uma ínfima fração de sua produção ainda dê as caras no selo Lendas ou nas próximas CHMs.

    E valeu pelo resultado de suas pesquisas arqueológicas das HQS
    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Victor... blz?

      Pois é, eu te confesso q mesmo já conhecendo parte da obra de Kirby ao longo dos anos... Ainda me surpreendi bastante qdo comecei a escrever estas 10 matérias: Já q fica uma sensação de q ainda há MUITO a aprender e descobrir sobre a trajetória do REI!

      Pra vc ter uma ideia, nem mesmo a Wikipédia americana conseguiu listar TUDO q o Kirby fez... E tem coisas q eu tive q sair catando por fora (em sites do mundo todo). E te garanto q ainda haverá mais surpresas nas próximas 3 postagens q faltam, hehe!

      Abs!

      Excluir
    2. Quer saber tudo que o Kirby fez? Este livro da TwoMorrows tem:
      https://issuu.com/twomorrows/docs/kirbychecklistcentennialpreview

      Repare que esse é só o preview, a edição completa tem 270 páginas!

      Excluir
    3. Putz, é mta coisa mesmo, Hunter... Tá louco!

      Eu ainda quero comprar um livrão ilustrado sobre o Kirby: não tenho nenhum impresso (só em scan)! Eu queria algo do tipo daquele q a Mythos lançou sobre o Alan Moore!

      Abs!

      Excluir
    4. O do Kirby saiu agora em uma edição mais barata em inglês:
      https://www.amazon.com.br/Kirby-Comics-Anniversary-Mark-Evanier/dp/1419727494

      Excluir
    5. E aí, Hunter... blz?

      Pôxa, só 73 pila pra esse tijolão importado? Mas vai pro COFRE direto então, rs!

      Valeu mesmo pela dica... Minha vermice Kirbyana agradece, hehe!

      Abs!

      Excluir
  10. Fala Leo,blz brother?


    Mais uma excelente postagem em homenagem ao Rei Kirby!
    Puxa! Nos anos 50, tinha até um "Combatente Americano" com sua própria hq. Nem imaginava isso. Interessante mesmo!!
    E eu pensando que o Sandman de Kirby teria alguma semelhança com o do Gaiman, nem de longe,rsrs.
    Sobre o Etrigan, não conheço o personagem, mas, quem sabe eu até arrisco investir na edição de Lendas pela Panini caso me sobre verba,rs.

    Abs
    Leonardo Goulart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Leo... blz?

      Valeu mesmo por ter curtido mais esta postagem do Kirby tbm... E tenho certeza q vc deve apreciar as próximas q virão: reservei mtas raridades do REI pras Partes 8 a 10 q encerrarão esta série de matérias, hehe!

      E esse "Cap. América" genérico dos anos 50 é bem legal sim... Eu tenho ele em scans, e até lamento q tenha durado apenas 7 edições na época (pelo Kirby): Esse é um material q eu ando cogitando seriamente mandar traduzir e imprimir numa gráfica (sei q parece sandice, mas eu ando com umas ideias assim - excêntricas - de uns tempos pra cá, hehe)!

      E o "Sandman" do Kirby é bem super-heróico mesmo: nada a ver com a versão poética do Gaiman, kkk (ele tem até um parceiro-mirim q nem o "Bucky", rs)!

      Abs!

      Excluir
    2. "reservei mtas raridades do REI pras Partes 8 a 10 q encerrarão esta série de matérias, hehe!"

      Rapaz, o Submundo é, de longe, o veículo brasileiro que mais valorizou o centenário de Jack Kirby. Até agora não vi nada nem sequer parecido com essa super-série de especiais. O que é sensacional e meio triste também, quando se analisa o quadro geral.

      O Rei também teve muito material inédito que foi sendo desencavado/lançado postumamente ao longo dos anos. Olha que maravilha esse "Street Code":

      https://www.cbr.com/year-of-the-artist-day-185-jack-kirby-part-9-argosy-2/

      Que artista.

      Em tempo... aquela capa do OMAC #1 seria terrivelmente mal-interpretada hoje em dia, rs.

      Excluir
    3. E aí, doggma... blz?

      Pô, brigadão mesmo por estar curtindo esta série de postagens sobre o REI... Este mês ainda devo postar a "Parte 8" e em setembro eu fecho com as "Partes 9 e 10" em sequência!

      Só fico triste mesmo pelo fato de q nem mesmo nos EUA o Centenário do Kirby foi devidamente comemorado pelos sites/blogs de lá (e eu tbm gosto de LER matérias de outros blogs)!

      E q artes fantásticas mesmo as desse LINK q vc postou acima, hein? Gostei tanto, q vou incluir uma delas numa das minhas próximas postagens (q ainda estão em fase de seleção final de imagens, hehe)!

      Valeu mesmo...

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...