25/09/2018

A "Coleção Histórica - Paladinos Marvel" (Vol. 8): O "Cavaleiro da Lua" e o "Comitê dos 5"...

A "Coleção Histórica - Paladinos Marvel" Vol. 8... Traz a volta do "Cav. da Lua": Em sua 2º edição solo na coleção de vigilantes urbanos da Marvel (e com histórias publicadas originalmente em 1981)!

O material é assinado por Doug Moench (Mestre do Kung Fu) e Bill Sienkiewicz (Elektra Assassina)... marcando época no Brasil em gibis da RGE e formatinhos da Abril!

Confira abaixo:

O "Cav. da Lua" foi criado em 1975 por Doug Moench & Don Perlin... Inicialmente no papel de coadjuvante na revista do "Lobisomem" (equivalente ao que "Blade - O Caçador de Vampiros" era na "Tumba de Drácula"). Em seguida, a Marvel testou o potencial do personagem em uma revista que trazia heróis diversos (Marvel Spotlight) se revezando entre si: Os mais bem-sucedidos ganhariam séries próprias, e foi o que aconteceu com o "cavaleiro". A edição anterior dele em "Paladinos 3" trouxe sua 1º aparição no "Lobisomem" e suas HQs solo em "Spotlight" e as 3 primeiras em sua revista própria (tudo em ordem cronológica)!

Neste Vol. 8 de "Paladinos" (que atrasou por causa da "caixa" pra fechar a coleção)... O "Cav. da Lua", usando suas três personalidades (o mercenário "Marc Spector", o milionário "Steven Grant" e o taxista "Jake Lockley") continua protegendo as noites da cidade, mas agora precisará enfrentar o "Comitê dos 5", que quer vingança. Além de estranhas ameaças sobrenaturais como: fantasmas, zumbis criados através do vodu, e do retorno do "Homem da Meia-Noite". Material publicado originalmente em: "Moon Knight" nº 4-10 (de 1981)!

Aqui no Brasil... Essas histórias foram publicadas de forma espalhada por diversas revistas, começando pelo nº 4 da série original no "Almanaque Premiere Marvel" 6 (da RGE): O ÚLTIMO número da revista (pouco antes da Abril assumir toda a linha Marvel). Em seguida, o nº 5 de "Moon Knight" seria publicado em: "Homem-Aranha" Nº 1 (da Abril). E as demais edições (nº 6 a 10) em: "Cap. América" (da Abril) nº 51, 61, 62, 66, e 67 (uma verdadeira BAGUNÇA pra quem quisesse seguir a série do "Cav. da Lua" no Brasil)! Assim, recomendo esta CHM: O material é muito bom e tá bem organizado cronologicamente!

Até+

68 comentários:

  1. Leo Invencível vai voltar a ser publicado?

    ResponderExcluir
  2. Oi Leo!

    Parabéns pela matéria!

    Esta do Lunar eu cofrei terça feira e já devorei e guardei na caixinha junto aos outros! Esta edição traz uma das minhas histórias favoritas dele na fase clássica: A emblemática "O Homem da Meia-Noite", publicada em Capitão América #67 de 1985- uma das minhas edições favoritas do herói que ainda traz uma aventura do herói na Segunda Guerra feita por Jack Kirby!

    Bom..., esta história foi emblemática para mim também por talvez ter sido a última que li do personagem em sua fase clássica, já que depois de meados deste mesmo ano-1985 eu passei um período complicado já que um revés político fez meu pai perder o emprego no banco, e isso causou uma queda de padrão muito grande na minha família, e por isso fiquei alguns anos vivendo só de troca do que já tinha, o que fez com que eu perdesse muitas HQs que eu gostava muito, mas foi o jeito de poder ler alguma coisa mais recente naquela época!

    Minha coleção começou mesmo a ser formada a partir de 1989, com uma pequena mesada que eu ganhava e ainda dava para comprar muita coisa nos sebos com pouquíssimo dinheiro!

    Voltando ao Cavaleiro..., como você mesmo fala na "bagunça" que a Abril fazia para publicar o personagem, fora as edições puladas e outras que saíram pela Globo, ficou absolutamente impossível ler a fase clássica dele completa.

    Essa coleção dos Paladinos Marvel se tornou uma das mais emblemáticas de toda a série por resgatar a fase aúrea dos personagens urbanos da editora e completar as lacunas deixadas pelas editoras antriores!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. E aí, Leo, beleza?

    Essa edição já está devidamente adquirida com caixa e tudo. Muito bom relembrar de coisa que já havia lido. Acho que a 4 realmente se ela só saiu pela RGE ficou inédita para mim.

    Espero que haja mais uma fornada que complete o restante da série.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Pena que mais uma vez não temos as capas com o tamanho original. Essa paginação fixa é o maior erro das CHMs. Tudo por causa da caixinha vagabunda de papel cartão, que ninguém faz questão de ter e todos trocariam pelas capas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que na Panini não sabem fazer conta. É simples aumentar as medidas da caixa. A CHM Wolverine # 7 vieram as capas certinhas, página inteira e antes das histórias. Bom se fosse assim em todas. Não gosto da ausência das capas antes de capa edição. As Marvel Deluxe reúnem as capas no final dos encadernados. O que é menos pior que a ausência. Mas mesmo assim uma decisão editorial pouco assertiva. Roberto Xavier.

      Excluir
  5. Olá, Leo !

    Vi essa revista nas bancas e só comprei por que me lembrei que vc havia comentado sobre o lançamento dela há alguns meses. E isso ficou no meu radar.
    Um milagre poder encontrar ainda esse tipo de material à venda nas bancas. As publicações estão começando a ficar escassas e a banca que frequento está cheia de bonequinhos (alguns, de qualidade bem duvidosa) para vender. Algo bem sintomático do fim dos tempos (que os mais resignados enxergam como "adaptação" ou, o que é pior, como "renovação" do mercado).
    Ah, tá !

    Só fui conhecer o Cavaleiro da Lua através aqui do blog. Pelos seus comentários, acabei ficando interessado. Afinal, também gostei demais do trabalho desenvolvido pelo Doug Moench no Mestre do Kung Fu. E sendo assim, acredito que esse personagem talvez reflita algo daquela qualidade criativa que foi possível verificar no MKF. Ainda não verifiquei o potencial do personagem nessa fase trazida pelos Paladinos, que, suponho, tenha sido a melhor.

    Esta é a segunda aparição deste personagem na CHM dos Paladinos e eu ainda não li nenhuma das suas histórias pois estou esperando fechar a série envolvendo o Cavaleiro da Lua para começar a ler.
    Sinceramente, apesar de achar excelente o formato das CHMs, eu preferia que elas seguissem rigorosamente a ordem cronológica (ou por autor/desenhista) e fossem bem específicas para cada personagem, como ocorreu com as do Drácula, ao invés desses mixs com conotação temática (Paladinos, Maiores Vilões, "Melhores Uniformes", "Os Bíceps Mais Poderosos", etc), que lembram um pouco aquela edições "Disney Especial", da (podemos dizer) falecida Abril, e que fazem com que tenhamos que selecionar os vols. conforme aquilo que nos interessa particularmente.

    Num mundo ideal, as coisas seriam diferentes.
    Por falar nisso, fica aqui uma observação: alguém está fazendo alterações na Linha Temporal em que vivemos. Já percebeu, por exemplo, o que aconteceu com aquela estrela que ficava sozinha acima da faixa na bandeira do Brasil ? Antes, nas bandeiras do Brasil, era possível verificar que a estrela ficava lá no alto. Mas agora, em todas as imagens e registros, aquela estrela está colada na faixa onde se lê "Ordem e Progresso" - como se tivesse caído ou desabado. E não adianta procurar pela versão antiga (a "verdadeira") da bandeira. Todos os registros disto foram "apagados" da História e da nossa realidade concreta, e agora só existem em nossa memória (ao menos, na memória de quem pertencia à Linha Temporal anterior). Prova de que vivemos uma realidade manipulável.

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Antonio, também tenho essa lembrança mas acredito que isso se dava em virtude da época (assumindo que somos contemporâneos da década de 1970) onde havia (e ainda há) confusão entre o Estado que ela de fato representa (Pará) e o senso comum, que a identifica como o DF (Brasília), por isso talvez o destaque na época (onde toda semana cantávamos o hino frente ao Pavilhão Nacional). Abraços de um colega dinossauro que também prefere os clássicos.

      Excluir
    2. Olá, meu camarada !

      O fato de vc lembrar que aquela estrela realmente situava-se ao alto na bandeira, e não lá embaixo junto à faixa, comprova a minha observação.
      A bandeira nacional é considerada o símbolo máximo em qualquer país. Ninguém pode fazer nenhum tipo de alteração ou modificações nesse símbolo máximo sem uma lei prévia que autorize isto. Portanto, algo muito estranho envolvendo talvez as Linhas Temporais ocorreu para que tenhamos agora uma nova versão da bandeira, versão que surgiu praticamente "do nada". Aquilo nunca foi assim, mas, de repente, tornou-se a realidade. O fato de não se encontrar mais em lugar nenhum registros da versão original (a verdadeira) da bandeira do Brasil, onde a estrela ficava ao alto da faixa, apenas confirma que algo muito esquisito ocorreu.

      Abs!

      Excluir
  6. P.S.: acompanho os heróis da Marvel desde garoto. Mas, estranhamente, alguns deles eu NUNCA tinha sequer ouvido falar. É o caso do Cavaleiro da Lua. Alguns outros, como o Wolverine e os X-Men eu só fui conhecer há alguns anos. Por acaso, Leo, eles sempre foram famosos ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. X-Men sim, Cavaleiro da Lua não

      Excluir
    2. Obrigado !

      Fiz a pergunta por ter correlação com certos fatos que venho observando em silêncio.
      Eu conheço muito bem os personagens da Marvel desde garoto. Mas foi só a partir de alguns poucos anos que tomei conhecimento que o Wolverine e os X-Men existiam. Achei até que fossem criações modernas e atuais do Stan Lee, já que nunca sequer tinha ouvido falar neles antes.
      Então, um belo dia eu acordo acreditando que estou no mundo de sempre e vejo que certas coisas, que deveriam ser de um jeito, mudaram completamente de aspecto.
      E isso é algo que a gente não imagina que pode ocorrer.

      Abs !

      Excluir
    3. Antonio Jorge, você deveria conhecer a Marvel de desenhos animados, filmes e merchandising, onde os X-Men não tinham penetração até 15 anos atrás. Mas no mundo das bancas de jornais os X-Men eram extremamente populares desde os anos 80 e nos anos 90 foram o carro chefe da Marvel, tanto nos EUA quanto aqui.

      Excluir
    4. Carlos Rocha, olá !

      Eu parei de assistir tv regularmente na década de 90. Em 2000, assinei a Sky mas já fazem 7 anos que não assisto tv. Nem tenho mais esse aparelho em casa. Sempre acompanhei MUITA coisa em quadrinhos pois HQs (e Bruce Lee) eram os meus maiores vícios.
      Já li e já tive revistas em quadrinhos que duvido muito que a maioria tenha lido: Speed Racer, O Gordo e o Magro, A Família Adams (sim, essas coisas sairam em quadrinhos também. Ou não ?), Crás, Sobrinhos do Capitão, etc. Tenho coisas raras na minha coleção e conheço os heróis da Marvel muito bem (Namor, Ka-zar, Hulk, Quarteto Fantástico, etc). Assim como os seus roteiristas e desenhistas principais.
      Com tudo isso, quero dizer que não entendo como algo tão famoso assim como são os X-Men tenha passado incólume ao meu conhecimento por tanto tempo. Foi só em 2005 que fiquei sabendo que esses personagens existem. A princípio, achei eles muito esquisitos e, pra mim, o Stan Lee tinha passado dos limites criando aquilo tudo naquela ocasião - coisa de oportunista. Para mim, eles simplesmente surgiram naquela época já que não existiam antes em lugar nenhum. Ou seja, ninguém falava neles, não havia publicações sobre eles, pois os X-Men eram algo que nunca existiram.
      Mas se, ao contrário, alguns estão dizendo que existiram desde há tanto tempo, então para a minha perspectiva eles surgiram do nada e ocorreu um paradoxo que não sei explicar.

      Excluir
  7. Fala, Leo, Blz?

    Lembro que curtia muito essa fase do Cavaleiro da Lua (o Batman da Marvel como dizíamos quando era moleque), mas nunca consegui acompanhar direito por isso que vc falou, saltava muito as edições e mudavam a revista...

    Mas isso acontecia direto, né? Quem não tinha revista própria ficava pulando de galho em galho na Abril. O exemplo mais bizarro que acho eram os Novos Mutantes na revista do Hulk (nada a ver...) e de uma hora para outra foram para a revista dos X-Men mesmo.

    Pena que não comprei a primeira edição dele nessa série Paladinos, pq não tive interesse no resto dos heróis e não sabia que iriam continuar.

    ResponderExcluir
  8. Gosto muito do "CAVALEIRO BRANCO DAS TREVAS" e espero que a PANINI publique mais histórias dele...Vida longa ao Bat...ops!! Cavaleiro da Lua.

    ResponderExcluir
  9. Tudo bem, Leo?

    Só lembranças boas dessa época em que líamos o "Cavaleiro da Lua" no "Almanaque do Capitão América".

    Ah! Os anos de 1983, 1984 e 1985. Eles que se foram há tanto tempo...

    E por falar nesse período, seria legal a Panini lançar, em uma "CHM" específica, aquela fase do Capitão América desenhada pelo Mike Zeck. Gostaria de reler, sem corte algum, o encontro com o Rattus.

    Então é isso, companheiro. Até a próxima,

    Michel

    ResponderExcluir
  10. Léo blz?


    Bem legal essa postagem sobre o Cavaleiro da Lua!! Confesso que até hoje, não li nada desse personagem, mas tenho vontade de ter essas edições dos Paladinos. Uma pena que perdi a primeira edição do personagem. Quando eu comecei a colecionar títulos da Marvel, não sabia que o "Cavaleiro" existia.
    Infelizmente, em razão de cortes de gastos, acabei perdendo o Vingadores Secretos: Missão Marte com a participação do Cavaleiro da Lua. Esse já seria meu primeiro material com o cavaleiro "branco".
    Mas sei que o melhor jeito de se conhecer um personagem é investindo nos clássicos. Essa Nova Marvel hoje não me convence.
    Dá pra entender essa 2° edição do Cavaleiro sem ter lido a 1°?? Quem sabe eu ainda encontro o primeiro volume em alguma livraria ou lojas virtuais, ou até mesmo em uma feira cultural que ocorre mensalmente aqui em São Luís. Tomara que, futuramente, lancem mais HQs clássicas do Cavaleiro da Lua.

    Grande abraço!
    Leonardo Goulart

    ResponderExcluir
  11. "Leo Invencível vai voltar a ser publicado?"


    E aí... blz?

    Q eu saiba não... não tem nenhuma editora interessada em publicar esse material (apesar de ser uma boa série - eu tenho os 3 primeiros pela HQM)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai ser lançado filme e uma série animada. Pode ser que a Panini ou a Mythos se interesse no futuro.

      Excluir
    2. Opa, se vai ter FILME... Aí a coisa muda de figura: Já aumentam as chances de uma retomada da coleção!

      Mas por enquanto: não tem nenhuma editora interessada (q eu saiba)... E "Invencível" é uma série q vai LONGE (tem q ser uma editora disposta a encarar o desafio por mtos encadernados pela frente)!

      Abs!

      Excluir
  12. "Esta edição traz uma das minhas histórias favoritas dele na fase clássica: A emblemática "O Homem da Meia-Noite", publicada em Capitão América #67 de 1985- uma das minhas edições favoritas do herói que ainda traz uma aventura do herói na Segunda Guerra feita por Jack Kirby!"


    Oi, Elcio... Tdo bem?

    Eu não tenho esse formatinho do "Cap. América"... Aliás, perdi quase todas as edições do "Cav. da Lua" q saíram no gibi do capitão, rs (O q fez valer mto a pena pra mim essa ed. da "Paladinos")!

    Mas pesquisei o conteúdo desse nº 67... e vi q essa história do Kirby q vc falou é: "O castelo da noite eterna", q eu já tenho na 1º "Biblioteca" do capitão. E é uma EXCELENTE história da fase áurea de Lee/Kirby (Era de Prata) à frente do "Cap. América"!

    E q trágica coincidência a nossa... Pois exatamente em 1985, a crise econômica no país tbm quebrou a minha família e tive q vender toda a minha coleção e interromper tudo (só mantive a revista "MAD", pois essa eu podia comprar eventualmente: sem amarras cronológicas). A diferença, é q demorei mais tempo pra me recuperar e retomar minha coleção: Somente em 1995 consegui uma renda própria q me permitiu voltar a ler e colecionar gibis!

    E concordo com vc: A "CHM dos Paladinos" tem servido pra fechar umas lacunas q estavam em aberto nas nossas coleções... trazendo mto material raríssimo do "demo", "cage", "punho", e "lunar"!

    Abs!

    ResponderExcluir
  13. "Acho que a 4 realmente se ela só saiu pela RGE ficou inédita para mim."


    E aí, Lierson... blz?

    Sim, o nº 4 do "Lunar" (tradução da RGE, rs)... Só saiu mesmo no "Almanaque Premiere" 6, q trazia entre outras curiosidades: "O Q Aconteceria Se o CLONE do Aranha Tivesse Sobrevivido"? História essa q serviu de "inspiração" pra famigerada "Saga do Clone" nos anos 90, hehe!

    Com o cancelamento do "Alm. Premiere"... A Abril publicou a sequência da história no "Aranha" Nº 1 (q ficava confusa mesmo pra quem tava pegando o bonde andando na série do "Lunar", rs)!

    E vida longa e próspera pras "Paladinos"...

    Abs!

    ResponderExcluir
  14. "Pena que mais uma vez não temos as capas com o tamanho original. Essa paginação fixa é o maior erro das CHMs."


    Concordo plenamente com vc, Carlos...

    Tbm sou contra essa limitação do nº de pág IMPOSTA pelas medidas da tal CAIXA... Sei q alguns colecionadores até curtem a caixinha, mas tbm aposto q a maioria esmagadora deles preferiria abrir mão da caixa em prol das CAPAS originais OU até mesmo de MAIS histórias (se as ed. pudessem ter 180 ou 200 e poucas pág)!

    Enfim... Eu usava as CAIXAS abertas pra proteger minha coleção da luz, rs: Isso antes de reformar meu quarto (agora tenho estantes com porta de correr e não preciso mais das caixas)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  15. "Só fui conhecer o Cavaleiro da Lua através aqui do blog. Pelos seus comentários, acabei ficando interessado. Afinal, também gostei demais do trabalho desenvolvido pelo Doug Moench no Mestre do Kung Fu."


    Oi, Antonio... Tdo bem?

    Fico feliz por vc ter proporcionado uma chance à esses materiais mais clássicos e obscuros da Marvel (tipo o "Cav. da Lua")... Espero q vc realmente venha a curtir essas histórias depois de lê-las (não esqueça de comentar aqui no blog o q achou, blz)?

    A proposta do "Cav. da Lua" eu sempre achei bacana... Pois ele é proposital e provocativamente inspirado no "Batman", rs. Nessa época (anos 70 e 80) a guerrinha entre "Marvel X DC" era declarada e divertidamente travada entre as 2 editoras, com versões "GENÉRICAS" de diversos personagens entre uma e outra. O q aliás, até q renderia uma bela postagem aqui no blog (sobre esses "genéricos", hehe)!

    Se o "Cav. da Lua" era o "BATMAN BRANCO" da Marvel... O "Esquadrão Supremo" era a "Liga da Justiça", e por aí vai (a DC tbm tentou "emular" os lutadores marciais da Marvel durante a febre dos filmes de Kung Fu na época)!

    Mas mesmo sendo um genérico, o "Cav. da Lua" tem suas qualidades próprias... e suas histórias eram mto boas. Até as mais modernas dele costumam ser boas, embora hj o personagem esteja meio esquizofrênico demais (e assumindo múltiplas personalidades - quase precisando de uma camisa de força, hahaha)!

    No mais... Tbm não gosto dessa proposta "temática" das CHMs (estilo "Disney Especial", kkk - Bem assim). E prefiro q se siga uma ordem cronológica linear nas coleções (o q é feito na do "Cav. da Lua": q tem seguido a ordem correta desde o início)!

    E eu não tinha reparado no lance da bandeira nacional... mas lembro (das minhas antigas aulas de Educação Moral e Cívica e OSPB) q a estrelinha era isolada lá em cima mesmo, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  16. "O fato de não se encontrar mais em lugar nenhum registros da versão original (a verdadeira) da bandeira do Brasil, onde a estrela ficava ao alto da faixa, apenas confirma que algo muito esquisito ocorreu."


    Oi, Antonio... Só por curiosidade, eu fui pesquisar e a bandeira mais antiga q eu achei foi esta aqui (difícil mesmo achar registros mto antigos da nossa bandeira):

    https://i2.wp.com/lojadotnt.com.br/wp-content/uploads/2016/02/516-a.jpg?fit=600%2C447&ssl=1

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre me lembro da bandeira com esse visual.

      Excluir
    2. Não tenho lembranças dela mais alta que isso não. Mas é visível que ela atualmente se encontra encostada na faixa, como se quisesse atravessar a fronteira ilegalmente, rs.

      Fora isso, a posição das estrelas correspondentes à parte da região Norte e toda a região Centro-Oeste (abaixo, à esq.) está toda zoada nessa imagem. Nos EUA acho que isso daria até cana pro desenhista.

      Excluir
    3. Aqui no Brasil vc pode até cagar e mijar na bandeira (como vimos em vários "protestos" recentes)... q é considerado "liberdade de expressão", kkk!

      Abs!

      Excluir
    4. Por acaso, uma das maiores conquistas da liberdade é poder fazer isso.

      Excluir
    5. Sim, de fato, não tiro os méritos da liberdade de expressão em qq forma (fui criado, em parte, pela minha tia: q era artista plástica e sempre me ensinou a importância da liberdade artística)... Só q tbm moro num dos estados brasileiros onde a BANDEIRA (do país, do Estado - Rio Grande do Sul, e até do meu time: O "Grêmio", hehe) é um símbolo respeitado de tal forma, q defecar, urinar, e tacar fogo numa bandeira aqui pode render uma surra de cinta em praça pública, ao estilo provinciano (como aliás, já presenciamos em noticiários durante protestos recentes na TV)!

      Particularmente, contudo, sou contra exageros de ambas as partes (q resultem em violência e incitação ao ódio)...

      Abs!

      Excluir
    6. "Por acaso, uma das maiores conquistas da liberdade é poder fazer isso."
      (defecar e urinar em símbolos nacionais)

      A falsa "liberdade" é a bandeira levantada por uma sociedade sem disciplina. E todos nós sabemos o que acontece com pessoas - e sociedades - que não têm disciplina. Até o grande boxeur, Mike Tyson, atribuiu o início do seu declíneo ao exato período quando começou a perder a disciplina que lhe foi ensinada por Cus D'Amato.
      É o que se observa na sociedade brasileira. Rasgam e queimam a bandeira nacional em homenagem à bandeira vermelha do socialismo - essa praga que, retrogamente, querem implantar no Brasil, sendo que se trata de um regime que destruiu tudo de valor por onde conseguiu ser implantado, inclusive até a verdadeira liberdade.
      E em nome da FALSA liberdade, alucinados aqui no Brasil enfiam crucifixos no ânus em nauseantes paradas LGBT, defecam e urinam em livros religiosos e exigem a libertação de um criminoso condenado em cujo governo faliram a Petrobras, o BNDES, houve a falência de milhares de empresas e a idiotização das massas atingiu um ponto ainda mais crítico.

      Realmente, a humanidade está em processo de "De-evolução" acelerada. Basta vermos o Brasil: nenhum mísero Prêmio Nobel (o da Paz é uma tremenda fraude e não conta pra porcaria nenhuma) e uma legião de ensandecidos berrando por algo como a Liberdade, cujo profundo significado não fazem sequer idéia pois, do contrário, teriam outros tipos de conduta.
      Abraços!

      Ignaciu,
      Ignacius Stainbosch

      Excluir
  17. "P.S.: acompanho os heróis da Marvel desde garoto. Mas, estranhamente, alguns deles eu NUNCA tinha sequer ouvido falar. É o caso do Cavaleiro da Lua. Alguns outros, como o Wolverine e os X-Men eu só fui conhecer há alguns anos. Por acaso, Leo, eles sempre foram famosos ?"


    Boa pergunta, Antonio...

    Eu acompanhei desde o início da ascensão dos "X-Men" e "Wolverine" no Brasil... A equipe já tinha aparecido em edições P&B da GEP (em sua fase mais clássica: nas primeiras histórias de Lee/Kirby e Werner Roth). Mas foi somente na estreia dos "NOVOS X-Men" pela RGE (no saudoso "Almanaque Marvel") q o público brasileiro passou a conhecer a formação mais popular: "Wolverine", "Cíclope", "Fênix", "Colossus", "Noturno", "Tempestade", etc...

    A equipe fez um sucesso instantâneo na época (anos 70), a ponto dos últimos "Almanaques do HULK" da RGE serem dedicados somente pra material dos "X-Men"... Só q a RGE em seguida perdeu a Marvel pra Abril, q logo remanejou os mutantes pro mix de "Superaventuras Marvel" e "Heróis da TV". O sucesso continuou de forma crescente até ganharem revista própria ("X-Men" e "Wolverine") na 2º metade dos anos 80!

    Porém... Na década de 90 veio o desenho animado dos "X-Men" (q passava na Globo e na FOX) e isso alavancou a FEBRE mutante na mídia. Aí vieram os vídeo-games ("XM - Children of Atom" popularizou o Wolverine nos fliperamas) e o resto foi sucesso q não parava mais!

    Resumindo: Os "X-Men" já surgiram agradando o público nos gibis (RGE e Abril)... e se espalharam com mais sucesso ainda na TV e nos games!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "Já li e já tive revistas em quadrinhos que duvido muito que a maioria tenha lido: Speed Racer, O Gordo e o Magro, A Família Adams (sim, essas coisas sairam em quadrinhos também. Ou não ?)"


    Da "Família Adams" eu não lembro de gibis... Mas "Speed Racer" e "Gordo e Magro" sim, cheguei a ter alguns na infância:

    http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/ShowImage.aspx?id=12228&path=abril/s/src003200.jpg&w=400&h=635

    http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/ShowImage.aspx?id=18391&path=gem0031020_18391.jpg&w=400&h=617

    Um q eu gostava mto tbm era o "CONDORITO"... q inclusive, teve um desenho animado recente q tá passando na net (ainda não vi)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia meu amigo, também tive esses que vc citou e Condorito colecionei. Muito bom.

      Excluir
    2. E aí, Marcilio... blz?

      O "Condorito" era mto bom... eu tinha vários gibis dele e as piadas eram ótimas (pelo q me lembro). Tô bem na pilha de assistir o desenho animado (só esperando passar no Telecine, hehe):

      https://4.bp.blogspot.com/-7dBNugPVaMw/WqSp_0G0lNI/AAAAAAAAI7Q/RBMvkzYlUkcDfje-1L7vBnYeY7gN6mXCgCKgBGAs/s0/Condorito%2BThe%2BMovie.jpg

      Abs!

      Excluir
  19. "Quem não tinha revista própria ficava pulando de galho em galho na Abril. O exemplo mais bizarro que acho eram os Novos Mutantes na revista do Hulk (nada a ver...) e de uma hora para outra foram para a revista dos X-Men mesmo."


    E aí, Guilherme... blz?

    A Abril era uma editora mto bagunçada mesmo na elaboração dos seus mixes... E mtos personagens ficavam pipocando entre várias revistas. Um exemplo é o "Mestre do Kung Fu", q saía praticamente ao mesmo tempo em 3 (!) revistas diferentes: "HTV", "SAM", e "Cap. América" (era mto difícil de acompanhar pra quem não comprava TUDO da Abril)!

    O lance dos "Novos Mutantes" era bizarro tbm... não sei q relação a Abril viu neles pra incluir no gibi do "HULK"? Mas até aí, já tivemos até "Guerra nas Estrelas" no mix do "Hulk" e "Indiana Jones" no mix do "Cap. América", hahaha:

    https://pbs.twimg.com/media/DPHwW_JW0AEnfEj.jpg

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compraria fácil uma CHM coletando esse Indiana Jones. Era bem divertido. Também, com Byrne, Chaykin, Michelinie, Gene Day...

      Excluir
    2. Pois é, doggma...

      No fim das contas, esse material do "Indiana Jones" ficou meio q esquecido pelo tempo, né? Nem sei se saiu em TP lá fora... simplesmente: nunca mais ouvi falar, rs!

      Abs!

      Excluir
    3. Léo, saiu em umas 3 edições Omnibus da Dark Horse uma coleção com o tamanho menor que o formato americano mas com muita qualidade...

      https://www.mycomicshop.com/search?TID=16987201
      Cesar Leal

      Excluir
    4. Rapaz, show de bola. E são busões de manuseabilidade amigável (~380 pgs. cada). Já joguei pra lista "a considerar seriamente". Valeu mesmo...

      Excluir
    5. Lembro de ter lido numa sessão de cartas que o objetivo dos mixes era diversificar o máximo, então não teríamos uma revista só de mutantes, outra só de Vingadores e por aí vai.

      Felizmente essa idéia estúpida foi deixada de lado.

      Quanto ao Indiana, lembrem-se que ele tá no pacote que a Disney comprou. O excesso de filmes de Star Wars estão tirando o fôlego da franquia e não duvido nada um chicote começar a estalar.

      Excluir
    6. "Léo, saiu em umas 3 edições Omnibus da Dark Horse"


      Opa... Valeu mesmo, Cesar:

      Não sabia q essa série do "Indiana" tinha sido tão extensa (pra render 3 OMNIBUS)... Pena q não se interessaram em publicar aqui (acho q venderia horrores, rs)!

      Abs!

      Excluir
  20. "Gosto muito do "CAVALEIRO BRANCO DAS TREVAS" e espero que a PANINI publique mais histórias dele...Vida longa ao Bat...ops!! Cavaleiro da Lua."


    E aí, Marco Antonio... blz?

    O "Batman BRANCO" da Marvel é fóda mesmo, rs... E tbm torço pra q publiquem toda a fase clássica dele!

    O problema só é q foram mtas edições nos EUA (38 números q foram até 1984)... e duvido um pouco q a Panini consiga publicar tudo com apenas 1 edição por leva da "Paladinos". Confira as ed. originais:

    https://www.mycomicshop.com/search?TID=177111

    Abs!

    ResponderExcluir
  21. "E por falar nesse período, seria legal a Panini lançar, em uma "CHM" específica, aquela fase do Capitão América desenhada pelo Mike Zeck. Gostaria de reler, sem corte algum, o encontro com o Rattus."


    E aí, Michel... blz?

    Bem lembrado... Eu não tenho quase nada dessa fase do "capitão" do Zeck, e gostaria mto de vê-la republicada numa CHM (quem sabe um dia, né? Embora a Panini tenha desperdiçado o hype de 3 FILMES do "capitão" pra lançar uma CHM própria dele)!

    Mas os anos 80 foram uma época inesquecível mesmo... De todas as décadas q já vivi (dos 70 pra cá_) os anos 80 foi a MELHOR, sem dúvida. Embora eu esteja numa ótima fase da vida (com mulher e filho), a nível de cultura popular: nada supera os 80 nos gibis, cinema, TV, e música!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os anos 80 foram o auge da cultura pop. Período anterior a pirataria e toda aquela empolgação com a chegada dos anos 2000, tecnologia, carros flutuantes etc. Infelizmente, chegaram os anos 2000 e quase nada se concretizou. O ser humano parece estar "involuindo", ficando mais ignorante, deixou de refletir por si mesmo e tem preguiça de ler imagina pensar e tirar conclusões próprias. Os anos 80, ao meu ver foram os últimos anos de criatividade e esperança quanto ao futuro. Hoje em dia quem acredita em "país do futuro", "mundo perfeito", "máquinas que melhorarão a qualidade de vida de todos". Estamos mais para realidades distópicas como as vistas em Blade Runner e Mad Max do que em De volta para o futuro. Roberto Xavier.

      Excluir
    2. "O ser humano parece estar "involuindo"..."

      Essa observação retrata uma realidade há muito constatada. E foi o que deu margem ao surgimento do grupo DEVO (de "devolution"), em que os integrantes tinham a teoria, ou o conceito, da "de-evolucão", pelo qual o ser humano, havendo atingido o auge da evolução (talvez no período da Renascença), passou a regredir, voltando a idade das cavernas - processo em curso até os dias atuais.
      O DEVO é um grupo de Rock new-wave que, na década de 80, fez muito sucesso entre os skatistas - dentre os quais me incluo, muito embora tenha passado a adotar outros modos.
      Em seus clips, os integrantes do DEVO incorporam esse conceito da de-evolução, aparentando um comportamento, digamos, quase sempre apalermado. Às vezes, surge nos clipes uma espécie de mascote do grupo (um sujeito com fisionomia de boneco), o qual é um completo imbecil.
      "The Day My Baby Gave Me A Surprise" é um vídeo desta banda hilariante que sintetiza a situação toda.

      Com o advento da internet, quem não tinha uma base anterior solidamente estruturada no hábito da leitura convencional e de qualidade (ou seja, a gigantesca maioria patética e idiotizada) acabou vítima das armadilhas proporcionadas pelas superficilidades típicas desse novo veículo de "(des)informação" - no qual, com algumas poucas excessões, se procura mais o condicionamento das massas ignorantes do que propriamente o seu esclarecimento.
      Daí a quantidade gigantesca de zumbis à solta.
      Não, não procuremos abatê-los ainda, James. Tal impropério pode ocasionar-nos cadeia!

      Trata-se de gente que nunca sentiu aquela vontade de dizer: "Minha lousa! Rápido, minha lousa! Preciso escrever!" (Hamlet)

      Ignacius,
      Ignacius Stainbosch

      Excluir
    3. E aí, Roberto... blz?

      Concordo com vc: infelizmente, rs... Mas é bem isso aí mesmo. Aliás, a bem da verdade, acho q estamos mais próximos (ironicamente falando) daquele futuro alternativo visto em "De Volta P/ Futuro 2" (qdo o Biff mexeu na linha temporal, rs)! E ainda pode PIORAR, pois não vislumbro nada tão cedo pra uma retomada da nossa MÚSICA (Anitta, Pablo Vittar, Luan Santana, MC Brinquedo, Jojô Toddynho: essas imundices e outras similares q ainda vão surgir irão infectar a nossa cultura pelas próximas gerações - talvez em vida eu não veja mais uma retomada de tempos melhores nesse sentido)!

      Alguns filmes de sci-fi do passado erraram feio ao "previrem" q nos anos 2000 teríamos uma sociedade culta e evoluída: com roupas brancas e carros voadores. A nossa realidade é mais SUJA, e as pessoal mal conseguem dirigir direito no CHÃO, q dirá pilotar um carro no ar, hahaha!

      Abs!

      Excluir
    4. "DEVO (de "devolution"), em que os integrantes tinham a teoria, ou o conceito, da "de-evolucão"


      E aí, Ignacius... blz?

      Muito interessantes essas informações q vc relatou acima... Vou procurar esse vídeo q vc mencionou tbm ("The Day My Baby Gave Me A Surprise"), pois me interesso bastante por essas teorias da INvolução humana, rs!

      Tbm já ouvi falar por alto no "DEVO"... Nunca fui skatista, mas já fui surfista E ciclista (e respeito quem curte esses incríveis veículos não motorizados, rs)!

      Abs!

      Excluir
    5. A performance do DEVO pode ser observada no vídeo abaixo, em que a "mascote" do grupo aparece sendo imprudentemente eletrocutada ao som de Satisfaction.

      https://www.google.com/url?q=https://m.youtube.com/watch%3Fv%3Djadvt7CbH1o&sa=U&ved=2ahUKEwjzydGey9bdAhWJCpAKHdRMDaYQyCkwAHoECAoQAg&usg=AOvVaw1xqv3SdvSSD9hUm8j50gq-

      Já o vídeo oitentista do "The Day My Baby Gave Me A Surprise" é um primor do politicamente incorreto pois o moleque passa um sufoco nas mãos daqueles malucos.

      Hahaha !

      Abraços!

      Ignacius,
      Ignacius Stainbosch

      Excluir
    6. Ignacius,
      Conheci DEVO nos anos 90 por meio da MTV e do Nirvana que fez alguns covers da banda.
      Você destacou um ponto bem importante e pouco dito o ADVENTO da internet. Pessoas que nunca leram e talvez nunca cheguem a ler e ter o aprendizado de refletir por conta. Essa é a geração do "8 ou 80". A maioria segue a manada reproduzindo "informações" e "notícias" sem validar. Mas nem aprenderam a fazer isso, como irão validar?
      A música Funk e seus MCs que transbordam ignorância, promiscuidade e violência contra a mulher e o bom senso são indicadores de que vai dar merda essa geração. Os poucos que fugirem dessas influências serão os chefes amanhã.
      Comecei a ler tarde aos 15 anos, antes disso só queria jogar bola e ficar a toa. Depois que tomei como hábito ler veio com isso a reflexão, aprendizado, autoestima e desenvolvimento como pessoa e profissional. Acredito na educação como força de transformação. E torço por um futuro melhor do que o que se desenha no nosso cotidiano. Roberto Xavier

      Excluir
    7. Seu notório depoimento, Roberto Xavier, ilustra exatamente o que eu afirmei acerca da necessidade da disciplina em meu comentário acima.
      A Educação e o interesse disciplinado por desenvolver esse anseio da alma representam a aspiração maior do ser humano. Sem a devida disciplina, nenhuma conquista torna-se possível. Uma sociedade que não impoe limites, que é permissiva e conivente com os baixos instintos e os abusos dos seus membros, está destinada à se autodestruir. Foi assim com os Grandes Impérios do passado e sempre será com os demais, pois isto representa uma Lei Natural.

      Parabéns por sua determinação que muito exemplifica o que a Educação correta e bem direcionada é capaz de fazer sempre.
      Como bem assinalou nosso ilustre amigo, Leo, ao indicar os parâmetros que norteiam as suas respostas aqui no blog, não cabe mais nenhuma réplica ou tréplica da minha parte a esse respeito.

      Ignacius,
      Ignacius Stainbosch

      Excluir
  22. "Dá pra entender essa 2° edição do Cavaleiro sem ter lido a 1°?? Quem sabe eu ainda encontro o primeiro volume em alguma livraria ou lojas virtuais, ou até mesmo em uma feira cultural que ocorre mensalmente aqui em São Luís."


    E aí, Léo... blz?

    Olha, eu sugiro e recomendo q vc tente conseguir a ed. anterior dos "Paladinos" com o "Cav. da Lua", pra entender melhor a série... Pois é onde o personagem teve sua ORIGEM e apresentaram todo o elenco de apoio (seus aliados e vilões). Aproveite, q ainda tá fácil encontrar essa ed. (deve ter até na loja virtual da panini ou na amazon)!

    Eu não li essa HQ dos "Vingadores Secretos: Missão Marte" (mas sei q saiu na Salvat preta)... Porém, te digo q ele teve outras boas HQs mais modernas em ed. da Panini com as fases do Bendis e Warren Ellis (q eu gostei mto: Fica aí a dica tbm)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  23. HQM faliu? Ou fez uma pausa? Não vir nenhum pronunciamento oficial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O último registro é da HQM dizendo que iria cancelar Walking Dead, que era o carro-chefe. Desde então, nunca mais. Nem o site deles mais está no ar.

      http://submundo-hq.blogspot.com/2017/07/comunicado-hqm-cancela-walking-dead-no.html

      No entanto, nunca gostei dessa editora que sempre mordeu mais do que podia engolir.

      Excluir
    2. Verdade, Lierson...

      De fato, não houve uma NOTA OFICIAL da HQM anunciando o FIM da editora... Mas o site deles ainda tá no ar, só q bizarramente atualizando APENAS a coluna "Nas Bancas" (todo o resto do site tá desatualizado há maios de 2 anos)!

      Eles tão fazendo o mesmo joguinho sujo da Pixel e outras editoras tbm: o de se manterem em SILÊNCIO (e foda-se o respeito e a transparência leitor). Eu tbm li um "desabafo" no face de um dos editores da HQM comentando q a crise econômica acabou com o sonho dele em editar quadrinhos e q era inviável continuar investindo no ramo (mas fez isso no perfil dele mesmo no face - não em nota oficial em nome da editora)!

      Abs!

      Excluir
    3. Sobre a declaração do editor da HQM acho interessante que quando está tudo bem "somos os fodoes" e quando as coisas vão mal "Crise"...Muitas vezes é por crise de competência mesmo. A HQM com TWD era pra pelo menos ter explorado mais, só que ao invés disse atrasavam não souberam surfar no Hype que a série proporcionou sem contar que o Universo Valiant tbm era uma grande chance de rivalizar com DC e Marvel. Mas é isso aí, derepente culpar os outros diminua a frustração em ter fracassado. Roberto Xavier.

      Excluir
    4. É sempre assim mesmo, Roberto...

      Só faltou esse editor (e um dos donos da HQM) ter botado a culpa no leitor... Pois no mercado e na crise econômica ele já botou, rs!

      Até pensei em reproduzir o "desabafo" dele aqui no blog (tenho q achar de novo onde rolou isso no face)... Mas é puro mimimi: a culpa nunca é da incompetência administrativa, preços abusivos, atrasos exagerados (chegou a rolar um hiato de mais de 2 ANOS sem "WD"), e distribuição pífia (apenas pras lojas especializadas e uma ou outra banca - e olhe lá)!

      Abs!

      Excluir
  24. Obrigado pelas informações e os links, Leo !

    Submundo HQ conseguiu tornar-se um diferencial nesse ramo de divulgação dos quadrinhos graças a esse espaço bem dinâmico representado pela seção dos comentários.
    Não desmerecendo o trabalho de ninguém, o fato é que vc e os demais amigos aqui do blog interagem de uma forma que se destaca bastante de tudo aquilo que é possível verificar em outros sites, onde a ênfase é dada principalmente às matérias. Aqui no Submundo HQ, as matérias são o pano de fundo e a força motriz para quem, se sentindo à vontade, possa então expressar as suas considerações e vivências a respeito daquilo que é postado. E a sua participação, sempre atenciosa e oportuna (apesar das responsabilidades e compromissos que vc tem), respondendo a todos sem distinção (no estilo "se não vou responder, melhor nem publicar determinado comentário"), é algo que torna este espaço uma referência para quem tem a sorte de poder participar do mesmo.

    Abs !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô, brigadão mesmo, Antonio... Eu é q agradeço a participação e engajamento de vc e todos os demais leitores do blog: q fazem do "Submundo" um dos espaços virtuais mais bem frequentados da internet, hehe!

      Até pouco tempo atrás eu ainda frequentava barzinhos com mesa de bate-papo entre vários leitores de HQs (q faziam parte do meu seleto círculo de amizades pessoais)... Com o tempo, fui me afastando aos poucos: A vida de casado tem dessas coisas, de uma hora pra outra: sair com os amigos passou a ser visto com maus olhos pela patroa, kkk. Além do mais, a chegada do meu filho e o acúmulo excessivo de trabalho nos meus negócios: foram me afastando naturalmente das saídas em bares e tours pelas livrarias com os brothers. São coisas da vida mesmo: chega uma hora em q a família e o trabalho tornam-se a nossa prioridade máxima!

      Mas falo isso... Pq desde q criei o blog, eu já tinha a ideia de trazer pra cá (pra este espaço) aquele clima acolhedor e amigável dos butécos q eu frequentava com os amigos. Entre uma cerveja e outra (ou refri: pros camaradas q evitavam o álcool) com petiscos (eu sempre pedia uma tábua de petiscos variados ou o tradicional "X-Bacon BEM passado", rs) a gente falava de assuntos diversos (tendo como prioridade os quadrinhos q colecionávamos). Modéstia à parte, consegui reproduzir aqui esse mesmo clima dos butécos com leitores reunidos: Respondendo à todos de forma completa (sem economizar nas palavras, kkk) e deixando livre o espaço pra se falar de outros temas tbm (graças a deus a coisa nunca fugiu tanto do controle com desvirtuações sobre política, religião, e futebol - e à isso agradeço ao bom senso geral dos amigos, hehe)!

      Pra não dizer q respondo sempre à "todos"... Eu diria q respondo cerca de 85% dos comentários. Tem alguns q eu deixo de responder apenas pq não fica margem pra uma réplica ou tréplica e não quero deixar parecer q a última palavra é sempre a minha (causar essa impressão não é uma boa, rs): Assim, se alguém aqui ficar sem resposta: é pq respeitei a ideia do leitor poder encerrar um assunto (ou pq ele não deixou margem pra continuidade do debate)!

      Abs!

      Excluir
  25. No site da Saraiva ainda tem a edição do Lunar do primeiro box da CHM Paladinos. Até está postagem não tinha interesse em pegar, mas agora me despertou o interesse junto a esse segunda edição. Peguei a edição do Punho & Cage e depois as edições solo. Vou acabar pegando a do Demolidor e do Justiceiro também pra fechar as caixas. Roberto Xavier.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Roberto... blz?

      Essa "CHM dos Paladinos", no fim das contas tá sendo uma das melhores e mais interessantes de todas as CHMs... Pois se vc pensar bem, é quase como se fosse um REVIVAL de "SAM" e "HTV", hehe!

      Só acho q erraram com o "Demolidor"... q ficou meio deslocado na coleção ao ter suas histórias jogadas numa salada fora de ordem e mto bagunçada (embora ainda assim, eu tenha curtido a última edição dele: q foi praticamente toda inédita pra mim e com HQs do Gene Colan - q eu adoro)!

      Abs!

      Excluir
    2. Essa coleção dos Paladinos achei bem controversa.

      Foi uma boa idéia lançar todos ao mesmo tempo? Foi. Só que nesse formato vai demorar quatro vezes mais.

      Sem contar os colecionocompletistas que acabam sendo obrigados a levar os quatro heróis pra casa.

      E quem diria que justamente o Demolidor seria o ponto fraco da coleção.

      Já trocaram o pneu com o carro andando ao limarem o Justiceiro. Será que existe chance do Demo rodar? Ele já cumpriu seu papel de dar visibilidade a coleção .

      Excluir
    3. E aí, SEMI... blz?

      Pois é, essa coleção de "Paladinos" meio q já nasceu pra ter vida curta... Digo, pelo menos nessa proposta de 1 edição pra cada vigilante urbano, pois cada série tem uma longevidade diferente da outra!

      O "Demolidor" é a série mais extensa de todas, e poderia perfeitamente ser desmembrada numa "CHM" própria (com 4 ed. só pra ele)! O "Justiceiro" já foi descartado pela Panini pra continuar saindo NESSE formato e nessa coleção (embora possa vir a ter uma própria mais pra frente com outro selo - e não numa "CHM")!

      Já o "Punho", "Cage", e "Lunar"... Até q não iriam tão longe e em poucas edições poderiam ser encerradas. Enfim, gostei mto das edições das "Paladinos", só acho q a coleção num todo poderia ter sido melhor planejada!

      Abs!

      Excluir
  26. A Panini tem um critério estranho para lançar suas revistas. As vezes espera lançar um filme ou série pra publicar algumas HQ's. Acho que já passou da hora de sair uma CHM com Capitão América, Thor, Homem de Ferro, Justiceiro e Demolidor ( fase do Romita ). Mudando de assunto, a Salvat pelo visto vai ficar com as vendas apenas no site mesmo. Estou com essa impressão...

    ResponderExcluir
  27. Estou aguardando ansiosamente a Salvat do Conan.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Diego... blz?

      Pois é, e o pior é q alguns personagens nem mesmo com filmes e seriados de sucesso conseguem ganhar edições de clássicos na CHM: Só o "capitão", já era pra ter tido TODA a fase Kirby e Colan publicadas (o mesmo pro "Thor" e o "Ferroso")!

      E se a Salvat ficar só no lance de internet... vai ser um tiro no pé, pois o forte dela sempre foi a venda nas bancas (até as assinaturas enfraqueceram de uns tempos pra cá, pelo q eu soube). Enfim, pelo site da Salvat eu não compro mais nada: tive uma péssima experiência com a minha última compra (onde me mandaram um monte de gibis detonados - perdi a confiança no site da Salvat e não recomendo pra ninguém)!

      Abs!

      Excluir
  28. Compreendo a sua justa indignação, Leo. Trata-se uma situação inaceitável. Há algum tempo, recusei receber o vol. 6 do Prince Valiant, que comprei dos EUA, porque veio com amassos na capa (pedi ao fornecedor que me fosse enviado um outro vol. em perfeitas condições). Vc, inclusive, chegou até a me indicar o site da Salvat como alternativa à compra do Tex Gold que eu costumava fazer pelo Mercado Livre. A princípio, fiquei relutante. Mas, agora, parece que o site da Salvat é a única opção pra podermos adquirir as suas publicações.
    Eu sempre preferi adquirir o Tex Gold com fornecedores de outros estados pois aqui na Capital do Rio essa publicação nunca apareceu, e o camarada de SP que me vendia era muito prestativo. Mas, com a decisão da Salvat, só restou mesmo o site da editora e não há nada a se fazer a não ser dar uma pausa na coleção até que a distribuição se normalize. Como eu sou um cara que foi aliciado aqui no blog para as fileiras dos admiradores do TEX, não vou esperar pra ver e resolvi adquirir os meus Tex Gold diretamente com a Salvat. Tenho recebido os vols. direitinho, mas concordo que ter que adquirir ainda mais 39 vols. com a Salvat, sabendo da situação que vc relatou, exige nervos de aço.

    Abs ! E boa sorte pra quem arriscar !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Antonio... blz?

      Pois é, amigo... Eu tive uma experiência bem ruim com a Salvat, mas te confesso tbm q foi a 1º de mtas q fiz com eles. Até então, estava tudo bem: cheguei a comprar uns 30 encadernados pelo site deles e viram todos direitinho.

      MAS, nessa última e fatídica vez: Pedi 6 edições (pra aproveitar um desconto do site) e apenas 2 vieram em perfeito estado... as outras 4 parece q vieram de sobras de setorização (coisa q rodou as bancas do país todo até chegar à mim). Isso me deixou com bastante receio de voltar a comprar pelo site!

      Mas agora fiquei numa encruzilhada... pois com "TEX Gold" não há outra opção a não ser essa. e não descarto voltar a correr esse risco. Se bem q pelo menos agora teria a vantagem de ter certeza não ser material q já tenha rodado nas bancas, hehe!

      Vamos ver, ainda vou pensar no assunto, mas seja como for: sei q já tem 4 NOVOS Vol. de "Gold" q saíram após o rompimento com a distribuidora... Os Vol. 19 a 22 são exclusivos do site (até resolverem o lance com as bancas)!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...