22/06/2016

Rodolfo Zalla (R.I.P.): Tributo À Um Dos "Mestres do Terror" da HQ Nacional...

Rodolfo Zalla... Um dos maiores expoentes da HQ nacional (especialmente do gênero terror, onde se destacou em títulos como: "Calafrio" e "Mestres do Terror") faleceu no último dia 19 de junho (perto de completar 85 anos)!

Esta matéria especial é um tributo à esse artista que mesmo sendo de nacionalidade Argentina, tornou-se um dos nomes mais marcantes da produção brasileira dos anos 60 pra cá!

Confira abaixo as capas clássicas e atuais de sua obra (e sua trajetória nas HQs):

Rodolfo Zalla nasceu na Argentina (em 1931)... Mas, ironicamente, tornou-se um dos nomes mais proeminentes do mercado nacional a partir da década de 60, com uma farta produção em gêneros bastante variados e distintos de HQS: Terror, Faroeste, Guerra, Aventura, e até gibis da Disney (estrelados pelo "Zorro")! Materiais publicados em revistas mix de editoras de pequeno e grande porte... E republicados até os dias de hoje em encadernados de luxo ("Drácula") e coletâneas diversas ("Calafrio" e "Mestres do Terror" - em nova versão)!  

Um exemplo a ser seguido por outros profissionais da área, Zalla viveu e morreu desenhando... Mesmo com idade já avançada e lutando contra um câncer, ainda produzia capas e artes sensacionais pra HQs de terror (tipo os zumbis de "Mangue Negro" - na capa acima da revista: "Calafrio")! Também foi um dos fundadores do Estúdio - e futura editora - D-Arte (uma porta de entrada pra outros importantes artistas no mercado brasileiro) ao lado de Eugênio Colonnese!

Em início de carreira, foi responsável pela arte de "Targo": Uma das inúmeras versões genéricas de "Tarzan" e reformulou o personagem: "Escorpião" (capa acima) - criado pra ser um plágio do "Fantasma", o herói ganharia mudanças consideráveis pelas mãos de Zalla! Poucos anos depois, as revistas: "Calafrio" e "Mestres do Terror" estavam bombando nas bancas... E começaria a vasta produção de histórias do "Zorro" - espalhadas pelos gibis Disney da Editora Abril (em especial: "Edição Extra" e "Almanaque Disney")!

O "Zorro" da Disney era um grande sucesso nos gibis da década de 70, embora os quadrinhos fossem baseados na série de TV de 1957 (que durou 78 episódios e 4 especiais). As HQs do "Zorro" começaram sendo desenhadas por Alex Toth na década de 60 e publicadas aqui no mix do gibi do "Tio Patinhas" (!) Mas a popularidade do "Zorro" no Brasil ainda era tanta (devido às reprises na TV) que a Abril iniciou a produção de material nacional do personagem a partir dos anos 70 (agora com a arte de Rodolfo Zalla)! Muitos leitores ainda pedem a republicação desse material hoje em dia (quem sabe, né)?

Na linha terror... O "Drácula - de Rodolfo Zalla" (capa que abre esta matéria) ganhou uma edição de luxo (capa-dura) pela Zarabatana em 2012 - republicando HQs clássicas estreladas pelo rei dos vampiros! Da mesma forma, voltaram às lojas especializadas as revistas (formato magazine): "Calafrio" e "Mestres do Terror" em uma nova encarnação (com material inédito)! E também uma revista chamada: "Zumbis - E Outras Criaturas das Trevas" (da Kalaco) que trazia uma antologia de histórias de vários artistas (incluindo o Zalla, é claro)!

Por fim... "WAR - Histórias de Guerra", foi uma coleção de encadernados em formato livro (o tradicional formato "paraguayo") que começou com HQs de Garth Ennis (em 6 Vol. pela Ópera Graphica), continuou numa ed. especial com material nacional do Colonnese, e terminou em uma edição (agora pela Kalaco) que republicava clássicos de guerra de Rodolfo Zalla (capa abaixo). Um material raríssimo publicado há mais de 40 anos atrás nas revistas da série: "Pelotão Suicida" (criadas por Zalla em 1966)! Que descanse em paz...

Até+

20 comentários:

  1. Peguei dia desses "Calafrio - 20 Anos Depois" da Opera. Li muito a revista nos anos 80, bom demais. O livro veio autografado pelo Zalla.

    ResponderExcluir
  2. Oi Leo,existe um boato de que a Abril vai publicar um Disney de luxo do Zorro em 2017.
    Vamos aguardar
    Um abraço
    Rodrigo1176

    ResponderExcluir
  3. Eu me lembro que eu tinha uma HQ da disney, só não me lembro de qual personagem, que tinha uma trama com o Zorro e que ele enfrentava uma mulher em um palco. Cara eu acho que eu tinha uns seis anos quando li isso.

    ResponderExcluir
  4. Bela matéria, Leo.

    Sabe dizer se o filme de terror trash nacional Mangue Negro é baseado nessa história publicada em Calafrio?

    E talvez a Abril não possa republicar essas histórias do Zorro, porque os direitos do personagem que são da Disney estejam atualmente licenciados para a Dynamite.

    Mesmo a editora produzindo suas próprias histórias atuais com o personagem, deve ter alguma restrição em relação a histórias passadas. Ou sei lá, essas tretas jurídicas são pra entendidos em Copyright.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Leo. Embora acompanhe o submundo há anos somente agora posto algo. Talvez você não se lembre, mas há pouco tempo entrei em contato contigo por e-mail para lhe falar sobre o lançamento de: "As Crônicas de Conan".
    Sobre o tópico, lamentável perda. Gostava muito das histórias dele ao retratar os soldados da F.E.B. em combate na Itália. Toda a obra de Rodolfo Zalla merecia uma compilação em encadernados de luxo; com a melhor qualidade possível.
    Enfim, acho que uma das melhores homenagens que os leitores-colecionadores de quadrinhos podem fazer é lembrar da obra desse artista a fim de que ela não caia no esquecimento. E uma das melhores situações seria o lançamento dos encadernados, como já citei.
    Seja como for, em um momento de perda para o mundo dos quadrinhos nacionais, desejo a você e a todos os colegas do submundo muita saúde e paz.
    Michel

    ResponderExcluir
  6. Não conheci os trampos do Zalla por ser muito novo, mas o cara era muito profissional, dado a quantidade de trabalhos.
    Leo, tu recomenda alguma leitura em particular do Zalla pra um leitor neófito?
    Abraços e descanse em paz ao grande Zalla!

    ResponderExcluir
  7. "Peguei dia desses "Calafrio - 20 Anos Depois" da Opera."


    E aí, Gustavo... blz?

    Eu acabei perdendo essa edição, infelizmente... pois vieram poucos exemplares pra loja daqui na época - esgotando-se mto rápido (e não apareceu em nenhum outro lugar depois)!

    Andei comprando foram essas ed. novas da "Calafrio" e é um material bem legal sim (uma q eu peguei foi essa do "Mangue Negro" q postei a capa aí acima)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  8. "Oi Leo,existe um boato de que a Abril vai publicar um Disney de luxo do Zorro em 2017."


    E aí, Rodrigo... blz?

    Tbm ouvi isso por aí (acho q o Maffia falou nessa possibilidade durante um evento - ou algo assim)!

    Tomara q seja verdade mesmo (torço mto por isso)... Mas com a Abril, depois da novela do BARKS (q levou quase 3 nos desde q começou a ser cogitada a republicação) eu tenho sido mais cauteloso e esperado ao menos a capa oficial ser divulgada na mídia, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  9. "Cara eu acho que eu tinha uns seis anos quando li isso."


    Oi, Marcelo... Eu tbm era molequinho qdo lia as histórias do "Zorro" espalhadas no mix dos gibis Disney dos anos 70 (saía regularmente em "Tio Patinhas" e "Almanaque Disney")!

    O seriado de TV ainda era bem popular nas reprises da época... E lembro q o pessoal ainda confundia bastante o "Zorro" com o "Cavaleiro Solitário" (q tinha o "Tonto"): Já q ambos eram chamados de "Zorro" nas traduções do Brasil!

    Abs!

    ResponderExcluir
  10. Fala,Léo!
    Com o passar dos anos, assistimos a artistas "fazendo a passagem" e transformando seus trabalhos em registros eternos.
    Admiro demais, veteranos que mantém a produção e o estímulo a continuar a jornada!
    É isso... os leitores vão acompanhando o inevitável crescimento do obituário do blog, mas , com serenidade e respeito, relembrando e revivendo grandes nomes.

    abs.

    ResponderExcluir
  11. "Sabe dizer se o filme de terror trash nacional Mangue Negro é baseado nessa história publicada em Calafrio?"


    E aí, VAM... blz?

    Valeu por ter curtido a matéria (a pesquisa foi trabalhosa, mas adorei ter feito e saído pra procurar as capas, rs)! Qto ao "Mangue Negro"... É o contrário: A HQ é q foi baseada no filme (coisa rara de acontecer, hein)? Eu comprei essa ed. da "Calafrio" e no começo eles dizem ter sido baseada no filme do Rodrigo Aragão (do qual eu sou fanzaço da filmografia: Meu filme favorito dele é o "MAR NEGRO" - q eu até já recomendei aqui no blog numa coluna regular de filmes q eu mantive durante um tempo)!

    Qto às tretas jurídicas... Tbm deixo pros entendidos em Copyright, hehe: Afinal, vc sabe melhor do q ninguém o qto eu tenho atrasado 2 postagens aqui no blog: "ROM" e "Mestre do Kung Fu"... Justamente por não ter decifrado direito o andamento e estágio da situação dessas 2 séries na Marvel (sou bem estúpido pra entender esses trâmites burocráticos, rs)!

    Seja como for... Nunca se sabe, né? Eu já não duvido de mais nada!

    Abs!

    ResponderExcluir
  12. "Enfim, acho que uma das melhores homenagens que os leitores-colecionadores de quadrinhos podem fazer é lembrar da obra desse artista a fim de que ela não caia no esquecimento."


    Oi, Michel... Tdo bem?

    Lembro de vc sim, pois faz pouco tempo q a gente conversou sobre o lançamento das "Crônicas de Conan"... Seja bem-vindo aos comentários do blog então e participe mais vezes, rs!

    Qto ao q vc falou sobre cair no esquecimento... Concordo plenamente q a obra de um artista fica eternizada enquanto circular no mercado de alguma forma (em sebos e nas republicações constantes das editoras). Pelo menos disso, não se pode reclamar em relação ao Rodolfo Zalla, pois o "Drácula" e as histórias de guerra em "WAR" são encadernados relativamente recentes (e q ainda podem ser encontrados em lojas)!

    Acredito q além disso... Eu (e outros blogs - a mídia em geral) tbm fizemos a nossa parte ao noticiar a morte do artista e relembrar sua trajetória nas HQs (com capas de gibis e informações diversas sobre sua vida e obra)!

    Obrigado... e faço votos igualmente de mta saúde e paz pra vc tbm!

    Abs!

    ResponderExcluir
  13. "Leo, tu recomenda alguma leitura em particular do Zalla pra um leitor neófito?"


    E aí, The Fool... blz?

    O cara era fera mesmo, diante da grande versatilidade de seu trabalho (pelos mais diversos gêneros)!

    Agora sobre recomendações de material do Zalla... Sou suspeito pra falar por ser um grande fã do gênero TERROR, e sendo assim: Eu tenho curtido as revistas "Calafrio" e "Mestres do Terror" (mas elas possuem um padrão de horror mais clássico: lembrando alguns filmes antigos dos anos 60)! Mas dizem q o material de Guerra (WAR) é mto bom tbm (essa eu não tenho, mas me foi bem recomendada)! E é claro, o "Zorro" (q é mto bom)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  14. "É isso... os leitores vão acompanhando o inevitável crescimento do obituário do blog, mas , com serenidade e respeito, relembrando e revivendo grandes nomes."


    E aí, Victor... blz?

    Infelizmente, é algo inevitável mesmo... Mas nesses 5 anos de "Submundo", acompanhei e noticiei a morte de diversos artistas e nomes ligados às HQs. Alguns eram meus amigos e conhecidos pessoais (tipo o Renato Canini), e outros eram ex-amigos e desafetos pelos quais eu nutria certo respeito (JRP, o infame "BK", rs)!

    É aquela coisa... Se eu não morrer antes, ainda vou (fatalmente) noticiar mtos outros obituários por aqui. Faz parte do ofício, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  15. Bom dia Leo, realmente uma notícia triste para nós amantes da nona arte. Nunca esqueci no dia em que fui as bancas, com 15 anos e encontrei a Calafrio nº 01, com uma capa belíssima. Colecionei ela e Mestres do Terror, enquanto saiu nas bancas e tenho aqui em casa a coleção completa das duas maiores revistas de terror produzidas em terras tupiniquins. Rodolfo Zalla, Raul Cortez, Flávio Colin, Gedeone, Eugênio Colonense, Rodval Matias, Mozart Couto, Lirio Aragão, etc, Mestres esses que povoaram meus sonhos com Drácula, Lobisomem, A Múmia, Myrza, a mulher vampiro, e tantos outros, mas para mim sem dúvida nenhuma o maior foi Rodolfo Zalla, com seu traço elegante e versátil e fico imaginando se o mesmo tivesse firmado carreira nos Estados Unidos ou na Europa, seria hoje reverenciado como um Mestre Mundial da Nona arte. Vc já imaginou um Tex desenhado por ele? Atualmente estou curtindo a nova fase de Calafrio e Mestres do Terror e espero que a Ink Blood, consiga manter essas duas revistas nas bancas. Valeu Leo mais uma vez pela homenagem ao Mestre e claro pela bela matéria. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Marcilio... blz?

      Essa geração de artistas marcou época mesmo, hein? Qtos artistas talentosos nós tivemos nas bancas durante esse período... Uma pena q mtos deles já se foram!

      A "Mirza" eu me arrependo mto de ter perdido um encadernado comemorativo dela q saiu há alguns anos atrás (vieram poucos exemplares pra cá e acabei perdendo)... Atualmente, eu tenho ficado mais ligado nessas republicações de material brasileiro das antigas!

      E puxa, um "TEX" pelo Zalla seria perfeito... O traço dele combina mto bem com o estilo do ranger! Imagine só, ele bem q poderia estrelar uma dessas ed. de Graphic Novels do Tex (com artistas convidados), né?

      Abs!

      Excluir
    2. Essa edição de Myrza especial eu tenho, bem como a Calafrio especial 20 anos e são guardadas com muito carinho e zelo Leo. E uma graphic Novels de Tex com o traço de Zalla seria perfeito. Vc lembra de Jonny Pecos que foi lançado junto com Calafrio? Abraços amigo.

      Excluir
    3. Bah, pior q eu perdi tanto a "Mirza" qto essa "Calafrio - 20 anos"... Pois na época em q saíram a loja daqui tava meio q se estabelecendo ainda e recebiam pouca quantidade de material mais alternativo q nem esses (digo, fora do eixo das grandes editoras)!

      Assim... os poucos exemplares q vieram não duraram mto e acabei perdendo! Essa do "Pecos" então eu nunca cheguei a ver ao vivo (só sei q foi lançada pq encontrei as capas depois pesquisando sobre o Zalla)!

      Abs!

      Excluir
  16. Leo essa edição especial da Myrza eu tenho, bem como a edição especial 20 anos Calafrio, e estão guardadas com muito cuidado. Realmente uma graphic novels de Tex com os traços de Rodolfo Zalla seria espetacular. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Marcilio... blz?

      Edições raras essas q vc tem então... Pois acredito q ambas tenham tido uma tiragem bem reduzida (nunca as vi em livrarias - apenas na comicstore daqui: e vieram poucas)!

      E o "TEX" eu ainda sonho em ver desenhado (quem sabe um dia) por algum artista brasileiro (q seja dos bons, é claro, rs)!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...