16/11/2019

"Conan - O Bárbaro": Cronologia de Sangue e Metal do Cimério de Bronze (Parte 2)...

Nesta 2º (e ÚLTIMA) parte da cronologia de "Conan" (produzida pelo Camus - colaborador do blog)... Iremos nos situar melhor naquelas que foram as aventuras FINAIS do Cimério, dentro de sua linha de tempo!

Assim, veremos aqui: O início da trajetória de "Conan" rumo ao reino da Aquilônia, a tomada do poder (usurpando o trono), os perigos e conspirações que ele passou a enfrentar após ter se tornado REI, as hordas de Pictos na fronteira, o nascimento de seu 1º filho, e muito mais...   

Confira abaixo:

"A Filha de Raktavashi": ESC 159 e 160 (Abril): Conan é contratado para um serviço, mas acaba entrando numa trama complicada.
"Na Trilha do Deus Imaculado": ESC em Cores 2 (Abril): Conan quer comprar um reino para si, e vai em busca de um grande tesouro.
(lapso de tempo)
"Revolução na Cidade Maldita": ESC 19 (Abril): Buscando vingança, Conan entra em uma grande guerra na província shemita de Asgalun, participando da revolução.
(lapso de tempo)
"A Irmandade Vermelha": ESC 67: Conan e os piratas da Irmandade Vermelha.
"A Estrada das Águias": Conan Saga 10 (Abril): Conan parte para se vingar do culpado pelo massacre da Irmandade Vermelha.
(lapso de tempo)
"O Olho da Morte": ESC 20 (Abril): Conan busca destruir uma feiticeira que acabou com os dias de gloria de um povo.
(lapso de tempo)
"A Jóia da Torre": ESC 21 (Abril): Após uma pilhagem desastrosa, Conan acaba se tornando o chefe de um navio pirata.
(lapso de tempo)
"A Caveira dos Mares": ESC 101 a 106 (Abril): Conan acaba sendo traído por seus marujos, e embarca num outro navio rumo ao Oriente. Ele descobre que o Capitão está levando consigo o crânio de Thulsa Doom, que segundo a lenda: levará a grandes tesouros. Indo até o final da viagem, Conan ajuda numa guerra no Oriente, levando seu nome já muito conhecido para mais longe. Nota do escriba: Thulsa Doom foi um feiticeiro lendário dos remotos tempos do Rei Kull, sendo seu maior inimigo. A resistência inumana fez com que Thulsa sobrevivesse e se tornasse, também, um dos maiores vilões de Conan.
"O Devorador dos Mortos": ESC 107 a 110 (Abril): Conan, voltando do Oriente, se une à piratas e vai atrás do fabuloso tesouro de Tothmekri, mas grandes perigos surgem, envolvendo os traiçoeiros piratas Zarono e Strombanni. Conan conhece a pirata Valéria. Nota do escriba: Valéria foi uma pirata temida e conhecida como parte da Irmandade Vermelha. Ele é uma das aliadas mais importantes de Conan. Nota 2: Zarono foi um temido pirata que possuía um dos navios mais poderosos dos mares. Ele é um dos maiores vilões do Conan. Nota 3: Strombanni foi outro perigoso pirata líder de um dos maiores grupos de bucaneiros e rival de Zarono. 
"Na Cidade dos Magos":  ESC 111 a  115 (Abril): Conan e seus piratas barachos são presos em Kush, e a única salvação é se aliar ao sinistro Imhotep, o Devastador de Mundos. Thoth-Amon aparece! Conan reencontra Zula. Nota do escriba: Imhotep foi um dos mais poderosos feiticeiros já vistos e tem grande rivalidade com Thot-Amon. 
(lapso de tempo)
"O Crepúsculo do Deus Cinzento": ESC 197 (Abril): Conan se envolve na Guerra entre os hiperbóreos e os britunianos.
(lapso de tempo)
"O Poço Macabro": ESC 29 (Abril): Conan se une à outra tripulação, que parte para uma estranha ilha perdida com objetivos ocultos. Mas o Cimério só quer saber de tomar o navio para si.
"Conan - O Pirata": ESC 23 a 25 (Abril): Agora Capitão do navio pirata, Conan parte para uma ilha em busca de novos tesouros, e muitas reviravoltas surgem pelo caminho. Conan enfrenta pela 1º vez aquele que viria ser seu maior inimigo: O feiticeiro Thoth-Amon. Nota do escriba: Conan e Zarono, parecem não se conhecer, mas já tinham se encontrado antes em "O Devorador dos Mortos".
(lapso de tempo)
"Espadas de Sukhmet": ESC 129 (Abril): Conan reencontra Valéria, sumida desde: "O Devorador dos mortos". Nota do escriba: Em "devorador", Valéria parecia ter 20 ou 22 anos, possuindo feições de jovem, aqui, parece diferente, uns anos mais velha, já com feições de uma mulher. 
"A Cidadela dos Condenados": ESC 2 (Abril): Conan e Valéria se unem pra enfrentar um pesadelo numa cidade maldita. Saga também publicada colorizada pela Mythos numa edição especial!
"Conan - O Deus da Montanha": ESC 122 a 124 (Abril): Conan, aliado a Valéria da Irmandade Vermelha, segue uma perigosa trama envolvendo uma tribo.
"Rio de Sangue": ESC 191 (Abril): Conan e Valéria tentando sair da selva, se deparam com estranhos acontecimentos.
(lapso de tempo)
"A Deusa de Marfim": ESC 92 (Abril): Conan, acompanhado por sua parceira Muriela, vai até um famoso oráculo ao leste de Kassali.
(lapso de tempo)
"Três Vidas Para um Demônio": ESC 144 (Abril): Conan, agindo como mercenário num exército, precisa limpar a área da ameaça dos temíveis pictos.
"No Covil do Deus Lagarto": ESC 150 e 151 (Abril): Conan, ainda combatendo os pictos na fronteira, reencontra Valéria, e decide partir com ela no comando de um navio pirata. Nota do escriba: Não se sabe quando Conan e Valéria se separam.
(lapso de tempo)
"A Fronteira do Fim do Mundo": ESC 14 e 15 (Abril): Conan é contratado pelo rei Numedides, da Aquilônia, para patrulhar a fronteira contra os pictos. 
"Lua de Sangue": ESC 26 (Abril): Conan continua sua tarefa de enfrentar os pictos e agora ele é General de um batalhão de Aquilônios.
"Na Torre de Ferro": ESC 116 (Abril):  Conan após ter sucesso contra os pictos, é traído pelo  Rei da Aquilônia. Conan reencontra Valéria e conhece Prospero, Publius e Dexitheus.  Nota do escriba: Estranhamente, Valéria desaparece após essa história, não aparecendo mais na vida de Conan. Ela é colocada desmaiada e ferida em um buraco por Conan, que buscava salvá-la, e simplesmente desaparece após esse acontecimento. Não se sabe se ela morreu. Nota 2: Prospero, Publius e Dexitheus foram importantes figuras no reino de Conan. 
"O Tesouro de Tranicos": ESC 90 e 91 (Abril): Conan acaba embarcando numa missão pirata que busca o chamado "maior tesouro já visto". Mas os Capitães Zarono, e  Strombanni, não confiam nem um pouco no cimério. Pra piorar mais, Thoth-Amon ressurge!
"O Libertador": ESC 37 a 40 (Abril): Seguindo os acontecimentos de "Tesouro de Tranicos", Conan, numa reviravolta inusitada, é convocado para ser Rei. Ele, então, parte para derrubar o cruel Rei Numedides. No final, Conan finalmente se torna Rei (aos 39 anos)!
"O Reino de Thulandra Thuu": ESC 126 (Abril): Recém coroado Rei da Aquilônia, Conan precisa enfrentar o antigo feiticeiro de Numedides: Thulandra Thuu, para estabilizar seu reinado.
(lapso de tempo)
"A Cidadela Escarlate": Conan - O Bárbaro 72 (Mythos): Conan precisa enfrentar uma rebelião pouco tempo depois de firmar seu reinado.
(lapso de tempo)
"A Fênix na Espada" + "A Hora do Dragão": Conan - O Bárbaro 69 a 74 (Mythos): O Rei Conan vive em relativa paz e prosperidade, mas uma trama traiçoeira paira sobre ele. Conan precisa lutar para manter seu reinado e conhece Zenóbia: que se torna o novo grande amor de sua vida. No final, eles se casam e ela vira rainha.    
(lapso de tempo)
"Conan na América": ESC 178 a 181 (Abril): Em uma expedição, Conan acaba perdido com seus soldados, indo muito além de seus domínios, e chega ao que seria a américa. Nasce seu 1º filho: Conn.
(lapso de tempo)
"Conan - O Vingador": Rei Conan 1 (Abril formatinho): A Rainha Zenóbia é raptada e Conan precisara salvá-la.
(lapso de tempo)
"A Feiticeira das Brumas": Rei Conan 1 (Abril formatinho): Conan vive uma perigosa aventura com seu filho Conn, já adolescente.
(lapso de tempo)
"A Esfinge Negra de Nebthu" + "A Lua Vermelha de Zembabwei": Conan Rei 5 (Abril formato Americano): Conan lidera seu exército contra as forças do maligno Thoth-Amon! 
"Sombras na Caverna": Conan Rei 6 (Abril formato Americano): Conan e seu exército finalmente derrotam as forças de Thoth-Amon.
(lapso de tempo)
"Conan das Ilhas": Conan em Cores 12 (Abril): Já com bastante idade (68 anos) e cansado da vida como Rei, Conan deixa seu reinado para o filho Conn e parte sem rumo para novas aventuras.
"Conan das Ilhas 2": ESC 161 (Abril): Conan continua suas novas aventuras ao lado de seu antigo amigo Sigurd. Nota do escriba: Conan e Sigurd se tornaram amigos na saga "O Pirata" (ESC 23 a 25). Nota 2: Não se sabe como, mas Conan morreu algum tempo depois, deixando sua lendária vida de conquistas, boas ações, sangue, suor, e emoções, na história.
Nota Final do Escriba: Na história de Conan existem muitas lacunas, espaços sem registro. Howard não contou em ordem cronológica a vida de Conan, e os roteiristas que seguiram seu trabalho também não o fizeram. Os registros aqui, foram coletados com base em livros, em sites estrangeiros, e em HQs. As histórias de Conan que não tem registro na cronologia, aconteceram, mas não se sabe quando. Ficando, assim, impossível de catalogar. As histórias cronológicas contadas apenas em livros, não foram catalogadas. Esta cronologia NÃO é oficial: foi feita por um fã (Camus) com base no que foi encontrado.
Até+

PS: O "Submundo" (mais uma vez) agradece a colaboração do Camus nesta 2º parte da postagem... E reforço a promessa de no futuro atualizar as informações aqui postadas incluindo a NOVA coleção da Panini da "Espada Selvagem" (E, quem sabe, uma CHM - ou algo do tipo - com a fase clássica colorida? Será? rs)!

111 comentários:

  1. Parabéns Camus, pelo trabalho primoroso quanto à cronologia do Conan. Pouquíssimos conseguiriam fazer algo nesse nível.Obrigado, mais uma vez.
    Eduardo Mendes-Cba/MY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Eduardo!

      Excluir
    2. Brigadão mesmo por ter curtido esta 2º parte da postagem tbm, Eduardo...

      Abs!

      Excluir
  2. Ótima matéria!
    Fiquei com uma dúvida...onde entra "A Saga da rainha da Costa Negra"?
    Roberto Xavier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Roberto!

      A Rainha da costa negra está na parte 1, antes da historia: "Conan - O Brado dos Kozaks.

      Excluir
    2. Correção: Depois da historia: "Conan - O Brado dos Kozaks.

      Excluir
    3. Desculpe pela distração, Camus! RS
      Essa saga da rainha da Costa Negra sempre ouvi falar muito bem. Espero ler em breve. Tenho os scans vou ver se coloco no celular. Valeu!
      Roberto Xavier

      Excluir
    4. Muitas historias, acontece kk

      A saga da Rainha da costa negra é muito boa sim, só não acho excelente pq tem umas barrigas desnecessárias. Valeu!

      Excluir
    5. E aí, Roberto... blz?

      A saga da "Rainha", na verdade, é apenas um conto original do Howard de umas 20 ou 30 pág no máximo (está no Vol. 1 dos LIVROS do "Conan" q saíram pela P&N)!

      Mas a Marvel deu uma bela "barrigada" mesmo, hehe... E Esticou a trama por 17 números da ESC da Abril (qdo deveria ter tido uns 2 no máximo)!

      Abs!

      Excluir
    6. Tu tinha que ver a primeira vez que comprei as ESC que compunham a saga da Rainha, Leo. Parecia que eu estava perdido na Cidadela do condenados com o Conan e Valéria kkkkk Era edição que não acabava mais, e detalhe, não tinha acesso a guia dos quadrinhos nem nada assim! Eu fiquei desesperado kk

      Abraço!

      Excluir
    7. Oi, Camus... blz?

      A minha coleção da "ESC" tá meio esburacada... Tenho basicamente tudo do nº 1 ao 40, mas pulei a saga da "rainha" direto pro último nº (57)!

      Na época eu tava sem paciência pra toda essa enrolação, rs...

      Abs!

      Excluir
    8. A ideia (muito boa, por sinal) do Thomas n'A Rainha da Costa Negra foi a seguinte.

      No conto original, depois que Conan e Bêlit se encontram o Howard faz uma elipse de tempo ("eles singraram os mares e viveram muitas aventuras juntos" ou coisa assim). Ora, esse seria um período considerável da vida do Conan que não é mostrado no material original do Howard.

      Thomas então teve a boa ideia de mostrar o tempo em que Conan e Bêlit viveram suas aventuras, até para dar um pouco de credibilidade à tragédia da morte dela. Se ela tivesse morrido na edição seguinte da revista NUNCA teria sido uma personagem marcante!

      Então as cerca de 50 edições seguintes são histórias do Conan com um novo status quo: comandante pirata companheiro de Bêlit! Isso é algo que só os quadrinhos mensais (OK, uma série de TV também) podem fazer - e Thomas usou isso muito bem!

      Então quando ela morre no número 100 da Conan the Barbarian (a escolha da edição não foi à toa!) é um choque para quem não conhecia o conto original e causa impacto emocional até em quem conhecia, porque Bêlit se tornara uma personagem querida.

      Não é â toa que a Dark Horse fez a mesma coisa (em escala menor) na sua versão. A única adaptação fiel que eu vi do conto do Howard em quadrinhos foi a edição francesa - e nela o impacto da morte da Bêlit é bem menor exatamente porque ela tinha aparecido tão (comparativamente) pouco.

      Roy Thomas não enrolou, ele deu profundidade à história!

      Excluir
    9. Sim, Hunter, pensando por esse lado do trabalho, é verdade. Ninguem iria ficar chateado, nem emocionado se não rolasse uma vida entre Conan e Belit antes.

      Mas ao meu ver a saga em sua adaptação não é perfeita e tem várias barrigas desnecessárias e nada inspiradas. Tem varias edições da saga que basicamente o Thomas repete coisas que ele ja tinha mostrado antes, a diferença é que a Belit tá no meio agora. Voce le e pensa "po ja vi isso ai antes". Thomas reciclou ideias pra esticar a saga. Acho que ele podia esticar de outra forma. Ele nessas barrigas acaba perdendo o direcionamento da historia varias vezes. A Belit é sequestrada toda hora, parece uma burra kk Resultado da enrolação. Já li a saga 5 vezes e sempre penso o mesmo.

      Mas não deixa de ser uma saga muito boa, ta no meu top 10 por exemplo (em decimo lugar). Não é lembrada por acaso.

      Excluir
    10. É o problema de se fazer uma série mensal.

      Excluir
    11. "Então quando ela morre no número 100 da Conan the Barbarian (a escolha da edição não foi à toa!) é um choque para quem não conhecia o conto original e causa impacto emocional até em quem conhecia, porque Bêlit se tornara uma personagem querida."


      Oi, Hunter... blz?

      Vc assistiu a sequência do filme "300" (do Miller)? Vc tava falando na Bêlit nesse comentário, e eu tava me lembrando da excelente atuação da Eva Green no filme. E me ocorreu dela ter sido inspirada pela Bêlit, principalmente na cena onde ela comanda um navio e barbariza uns caras com requintes de crueldade. A Eva tbm é mto bonita e com cara de malvada/psicótica: Teria sido uma Bêlit perfeita no cinema a meu ver!

      Qto aos gibis da "rainha"... Infelizmente, o meu impacto à morte dela tbm foi reduzido pelo fato de eu NÃO ter lido essa fase na "ESC". Primeiramente, eu li o conto mesmo (em PDF) e tempos depois comprei o nº 57 da "ESC" (o único q tenho da saga)!

      Abs!

      Excluir
    12. Em verdade, a personagem da Eva Green é inspirada em uma figura real da época:
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Artem%C3%ADsia_I_de_C%C3%A1ria

      Excluir
    13. Eita... dessa eu não sabia mesmo, brigadão pelas informações, Hunter!

      Mto interessante essa personagem (q agora sei ser REAL)... pensei em se tratar de ficção do filme, rs!

      Abs!

      Excluir
    14. Claro que ela era diferente na vida real, mas até aí o Leonidas também era.

      Excluir
  3. Parabéns novamente, Camus!! O "guia" ficou excelente!! Serve tanto para os leitores veteranos quanto para os novatos como eu!hehe

    As escolhas das capas foram ótimas também!!! Muito massa a capa que abre esta postagem!!

    "A Cidadela dos Condenados" ou "Pregos Vermelhos", um amigo meu me mandou algumas fotos da versão colorida uma certa vez e eu achei legal! Mas olhei umas páginas da versão original em P&B e confesso que achei bem melhor!!rs

    Abração!
    Leonardo Goulart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As colorizações da ESC eram muito ruins nos anos 80. Tenha a ESC # 1 - Em Cores e odiei aquilo prefiro um milhão de vezes em preto e branco. Aliás, Conan, Bonelli e mangás funcionam muito bem em preto e branco.
      Roberto Xavier

      Excluir
    2. A ESC em cores foi uma publicação "tabajara" da Abril, Xavier.

      Misturando histórias colorizadas por ela mesma, outras pela Marvel e também as Graphic Novel's do Cimério.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Essa história foi colorizada nos EUA ainda nos anos 80. Já foi republicada muitas e muitas vezes tanto a cores quanto em P&B. Eu mesmo tenho duas versões coloridas diferentes!

      Excluir
    4. Obrigado, Leonardo!

      Eu ainda pretendo ler (algum dia) a saga do Conan seguindo esse guia cronologico, acho que vai ser bem interessante, mas deve demorar um pouco, pois reli minha coleção toda meio que recentemente.

      Quanto a cidadela dos condenados colorida, as hqs do Conan clássico pela Marvel geralmente são incriveis em P&B mesmo, pois elas foram feitas assim. Colorindo-as, se destroi o sombreamento realista na arte final de artistas como o Chan ou Alcala. E isso é pecado kk A versão colorida de Cidadela tb destroi a grande arte do Barry Smith!

      Abração!

      Excluir
    5. A palheta de cores de Conan eram muito ruins mesmo Roberto e Vam! Dá uma olhada em Conan formatinho da Abril pra ver o quanto era horroroso! Uma hora o Conan era moreno de pele, depois era branco, depois desbotado kk Fora o sangue preto e outras bizarrices.

      A melhor historia do Conan colorida que já li da Marvel é Conan o Indomável, que saiu aqui em Graphic Marvel n° 12 da Abril. Ela foi feita pra ser em cores mesmo. Foi o trabalho favorito do John Buscema, pois ele desenhou tudo sozinho (isso era bem dificil ele conseguir fazer nas hqs do Conan, por falta de tempo), pintou, e ainda escreveu tambem!

      Gostaria de ter descoberto onde essa historia cabe na cronologia, mas não consegui.

      Abraço!

      Excluir
    6. "A melhor historia do Conan colorida que já li da Marvel é Conan o Indomável, que saiu aqui em Graphic Marvel n° 12 da Abril. Ela foi feita pra ser em cores mesmo. Foi o trabalho favorito do John Buscema, pois ele desenhou tudo sozinho (isso era bem dificil ele conseguir fazer nas hqs do Conan, por falta de tempo), pintou, e ainda escreveu tambem!"

      Rapaz, você nao poderia estar mais certo. Detesto a arte-finalizaçao do Ernie Chan nos desenhos do Buscema. Acho que so as capas mesmo ele desenhava e arte finalizava, dá pra ver a diferença de qualidade.

      Excluir
    7. Sério L? Questão de gosto então.

      Eu acho o Chan o melhor desenhista do Conan solo.

      Mas meu trabalho favorito em Conan é quando o Buscema se une ao Chan ou ao Alcala. Acho que dessa forma fica tudo perfeito.

      "Acho que so as capas mesmo ele desenhava e arte finalizava, dá pra ver a diferença de qualidade."

      Creio que o Buscema na maioria das vezes desenhava uns 60% da arte...talvez 50%. O arte-finalista em Conan era basicamente o outro desenhista principal por causa do grande espaço que o Buscema deixava quase sempre. O traço dos arte finalistas fica muito forte. Meus favoritos desenhando com o Buscema é o Chan e o Alcala. Eles deixam sua marca bem forte na arte geral, mas deixam também de forma forte a arte do Buscema. Respeitam.

      Eu já vi outros arte finalistas se "aproveitarem" desse grande espaço que o Buscema dava nas hqs do Conan, pra basicamente tomar a arte dele. Já vi algumas historias com desenhos do Buscema onde a arte dele ficou muito modificada (e pra pior).

      Excluir
    8. Buscema tinha uma produção gigante e fazia um lápis de qualidade, mas com poucos detalhes. Muita coisa ficava nas mãos do arte-finalista.

      Esse é o problema da produção em massa, por outro lado, é por isso que temos TANTO Conan (e outros trabalhos) do Buscemão!

      Excluir
    9. Verdade, Hunter! Ele era o CARA da Marvel na época!

      Excluir
    10. "Se aproveitar' é uma palavra meio pesada eu acho, Camus.

      Penso que ao arte-finalista é dada a liberdade de manter o estilo do desenhista ou agregar valor para tornar seu resultado até mais impactante.

      É o caso do excepcional Lee Weeks ou do finado e super talentoso Rudy Nebres, conterrâneo do Chan.

      No caso do Nebres, as florestas quando palco das aventuras do Cimério, ganhavam personalidade própria.

      Seus cenários eram belíssimos.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    11. Talvez eu tenha pegado pesado Vam, mas já vi algumas artes do Buscema sendo tomadas e distorcidas por alguns arte-finalistas. Não ficou bom. Já vi tb contribuição pessima, preenchimentos, cenarios, etc. Pobre mesmo. Acredito que nesses casos o Buscema tenha feito muito pouco da arte.

      Cara, Rudy Nebres é muito bom mesmo. Ele geralmente fazia a artefinal, mas tem uma historia do Conan que ele desenha solo e é muito show (ESC 80). Mas é uma das sequencias da interminavel luta do Conan contra o Bor'aqh Sharaq, que só foi bacana no inicio e depois passou a ficar um porre pq ele sempre voltava e as histoiras eram ruinzinhas e repetitivas.

      A realidade e cenários bonitos e sombrios do Nebres são tão bons quanto os do Chan ou Alcala. Conferia realidade que pra mim é a cara das historias do Conan.

      Gosto muito do Pablo Marcos tambem, pena que desenhou pouco o Conan.

      Abraço!

      Excluir
    12. "As escolhas das capas foram ótimas também!!! Muito massa a capa que abre esta postagem!!"


      E aí, Leo... blz?

      Obrigado, pois a seleção de CAPAS foi a única coisa q eu fiz nestas 2 postagens, kkk!

      E escolhi essa capa acima (bacana mesmo) de uma edição da ESC anos 90... pra diferenciar da 1º parte da matéria, mostrando q a cronologia avançou pela década de 90 e rumou pro FIM (tbm encerrei a postagem com a capa de "Conan das Ilhas", a ÚLTIMA HQ q eu considero na cronologia do bárbaro)!

      Abs!

      Excluir
    13. "Tenha a ESC # 1 - Em Cores e odiei aquilo prefiro um milhão de vezes em preto e branco. Aliás, Conan, Bonelli e mangás funcionam muito bem em preto e branco."


      Verdade, Roberto...

      Tbm tenho algumas dessas "ESC em CORES" da Abril e achava a colorização uma BOSTA completa... Sou mil vezes o P&B mesmo (da mesma forma q pro TEX tbm)!

      Abs!

      Excluir
    14. "Misturando histórias colorizadas por ela mesma, outras pela Marvel e também as Graphic Novel's do Cimério."


      Opa, valeu mesmo pela informação, VAM...

      Não sabia q essa coleção era tão "Tabajara" assim, rs... péssima colorização, hein?

      Abs!

      Excluir
    15. "A versão colorida de Cidadela tb destroi a grande arte do Barry Smith!"


      De fato, Camus... Outra grande verdade dita acima!

      Devo até botar a venda minha "Cidadela" em cores da Mythos... E não vou mentir pro comprador: Realmente, prefiro a versão P&B da obra!

      Abs!

      Excluir
    16. "Uma hora o Conan era moreno de pele, depois era branco, depois desbotado kk Fora o sangue preto e outras bizarrices."


      Vc esqueceu de mencionar o "Conan COR-DE-ROSA" das colorizações toscas de "Conan Rei" da Abril, kkk...

      E sangue preto era pra fuder mesmo: Talvez a maior viadagem q eu já vi nos gibis noventistas... Parecia q os caras tavam vazando ÓLEO (ridículo). Faziam isso pra amenizar a violência ocultando a cor vermelha do sangue. Atitude bem putinha mesmo (o "Justiceiro" tbm sofria desse mal nos anos 90 e acabaram tbm com uma HQ do Frank Miller pelo mesmo motivo: "Hard Boiled", q na versão em cores tinha sangue preto jorrando em profusão)!

      Abs!

      Excluir
    17. "Esse é o problema da produção em massa, por outro lado, é por isso que temos TANTO Conan (e outros trabalhos) do Buscemão!"


      Bem nessas, Hunter...

      Não dá pra reclamar mto desse "jeitinho" pra "engordar" a produção do Buscema, rs!

      Abs!

      Excluir
    18. LEO

      Achei inteligente a escolha de capa Leo. Me assustei quando voce colocou essa arte do Deodato que emulava forte a Image style kk Brações, machadões, etc... Mas depois que me explicou o porque, achei boa ideia!

      Cara cuidado ao vender Cidadela em cores por qualquer coisa...essa edição vale uns 30 conto ou mais hoje.

      Boa lembrança do Conan cor de rosa kkkkkk Tinha esquecido (ou bloqueado) essa tosqueira. Ele ta assim em Conan das ilhas! E as palhetas de cores limitadas? Muito tosco. O lance do sangue preto eu lembro nas historias do Justiceiro mesmo. Foi na fase anos 90 do Dixon e tb naquela do Frank com cabelo grande kk (que ficou nada a ver).

      Abraço!

      Excluir
    19. Opa, valeu pela dica, Camus...

      Não sabia q essa revista valia tanto assim... convenhamos, não é pra tudo isso não, hehe!

      Seja como for, ainda pretendo vender por uns 15 pila (por estar em perfeitíssimo estado e sem 1 amassadinho na capa)!

      Abs!

      Excluir
    20. Vou dizer que a série do Conan Rei era originalmente a cores mesmo!

      Excluir
    21. O que piora tudo, Hunter! kkkkk Que cores! Que palhetas!

      Excluir
  4. Camus,
    Sei que não é o objetivo do post...Já que você releu recentemente...poderia elencar os melhores arcos de histórias do Conan, na sua opinião?
    Roberto Xavier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, Roberto! Obrigado pela pergunta!

      Listas mudam uma coisa ou outra as vezes, mas após reler tudo novamente depois de anos, tenho certeza que esse top 10 seja o filé do filé!

      1 - Os Profetas do Círculo Negro": Esc 12 e 13 (Abril).

      2 - Conan - O Pirata": ESC 23 a 25 (Abril).

      3 - "Conan e o Deus-Aranha": Esc 117 a 120 (Abril).

      4 - Trilogia Conan pirata: "A Caveira dos Mares": ESC 101 a 106 (Abril), O Devorador dos Mortos": ESC 107 a 110 (Abril), Na Cidade dos Magos": ESC 111 a 115 (Abril).

      5 - Trilogia Conan e os feiticeiros: Conan e o Feiticeiro": Esc 31 a 32 (Abril), "Pela Alma de um Cimério": ESC 131-132 (Abril), "A Espada de Skelos": Esc 34 a 36 (Abril).

      6 - Saga Conan O Libertador: "A Fronteira do Fim do Mundo": ESC 14 e 15 (Abril):, "Lua de Sangue": ESC 26 (Abril), Na Torre de Ferro": ESC 116 (Abril), O Tesouro de Tranicos": ESC 90 e 91 (Abril), O Libertador": ESC 37 a 40 (Abril), O Reino de Thulandra Thuu": ESC 126 (Abril).

      7 - Saga Conan O Conquistador: A Cidadela Escarlate": Conan - O Bárbaro 72 (Mythos), A Fênix na Espada" + "A Hora do Dragão": Conan - O Bárbaro 69 a 74 (Mythos).

      8 - Saga Conan no cerco a Makkalet: A Fortaleza de Bal-Sagoth": ESC 58 e 59 (Abril), O Cerco à Makkalet": Conan em Cores 5 (Abril) e Conan - O Bárbaro 2, 3, e 5 (Mythos). Ps: A Mythos estranhamente pulou a parte 1 dessa saga, por isso recomendei pegar conan cores 5 da Abril e unir com as da Mythos. A Mythos lançou recentemente essa saga completa em Crônicas de Conan 3 (com tudo).

      9 - Conan contra Olgerd Vladislav: A Maldição da Lua Crescente": Esc 5 e 6 (Abril), A Lâmina de Fogo": Esc 17 e 18 (Abril). Ps: considero uma saga do conan contra esse vilão, apesar do espaço entre elas. As tramas são diferentes, mas o ódio e rivalidade entre ambos esta nas duas. E existe um gancho de ligação.

      10 - A Rainha da Costa Negra": Esc 41 a 57 e 137-138 (Abril).


      Espero que curta!

      Excluir
    2. Agradeço a gentileza.
      Li há pouco tempo Conan: O Libertador, aquele Tomo da Mythos com a fase Roy Thomas e John Buscema, e aquilo é muito bom. Fico feliz em constatar, na sua lista, que não é a melhor e tem arcos melhores ou tão bons quanto.
      Reler essa fase do Conan da Marvel pra mim sempre é uma satisfação muito grande assim como reler Homem-Aranha e Surfista Prateado pelo Stan Lee, John Buscema e John Romita.
      Roberto Xavier

      Excluir
    3. Eu queria comprar esse formato de O libertador, mas não deu, e fiquei com a forma em ESC mesmo.

      Sim, tem materiais nas hqs que marcam muito!

      Excluir
    4. A Mythos não pulou o início do cerco de Makkalet não. Ela continuou as republicações de Conan the Barbarian (na ordem!) do ponto em que a ESC da Abril havia parado. Eu sei, tenho as últimas ESC (cheguei tarde na série e perdi todos os clássicos...) e toda a série da Mythos.

      Excluir
    5. Conan o barbaro 1 da Mythos não tem a parte um de Makkalet, Hunter. Não tem a historia Falcões do mar (Conan The Barbarian (1970) n° 19). Bem, pelo menos a minha edição não tinha kk Sofri erro na edição? Dá uma olhada ai por gentileza na sua, a da Mythos começa na historia O cão negro da vingança (que é a parte 2 da saga).

      Excluir
    6. As últimas ESC eu não tenho, Hunter. A Abril muito claramente já vendo que a ESC estava fraca (já trazia muitas historias fracas e repetitivas no rumo final, e recebia muita critica na seção de cartas) trouxe a fase Thomas/Barry Smith pra tentar reviver a revista. Na época acho que não deu certo.

      Mas hoje essa fase final das ESC é cara (assim como os 29 primeiros numeros de ESC). Pessoal cobra geralmente 20, 25 reais em cada.

      Quanto as edições da Mythos de o barbáro, eu comprei várias na época, mas perdi todos os numeros iniciais. Peguei la pra depois da metade. E cimério eu perdi quase tudo kk Só peguei varias muito depois.

      Excluir
    7. "Eu queria comprar esse formato de O libertador, mas não deu, e fiquei com a forma em ESC mesmo."


      Mesma coisa aqui, Camus...

      No fim das contas, acabei perdendo essas 3 edições "MOTHERFUCKER" da Mythos (começando com o "Libertador"): Nunca consegui encaixá-las no orçamento. Mas agora vou buscar pelo menos o equivalente aos Vol. 1 e 2 da Mythos embutidas na coleção panini (q tô fazendo)!

      Abs!

      Excluir
    8. "Eu sei, tenho as últimas ESC (cheguei tarde na série e perdi todos os clássicos...) e toda a série da Mythos."


      Oi, Hunter... Vc perdeu MUITA coisa boa sim:

      Mas outro tanto de coisa boa vc recuperou qdo a Abril resolveu republicar a fase clássica depois do nº 200 da ESC e a Mythos republicou bastante coisa boa e relevante (o Conan já tava MORTO pela Marvel lá fora, enquanto ganhava uma sobrevida aqui no Brasil com as republicações)!

      Abs!

      Excluir
    9. Leo essas edições da Mythos encadernadões ainda são um sonho pra mim apenas. Ainda ta um preço meio alto.

      Reparei que tem material que pode passar 3 anos e o preço não cai. Eu nem sei quando vou comprar a última do Justiceiro do Ennis. Queria pagar pelo menos uns 100 reais.

      Excluir
    10. Camus, a Black tá vindo aí... é semana q vem:

      Será q nem nessa data rola os descontos q vc precisa?

      Abs!

      Excluir
    11. "... Abril resolveu republicar a fase clássica depois do nº 200 da ESC e a Mythos republicou bastante coisa boa e relevante..."

      Eu gostei muita dessa jogada da Abril, pude ler várias das primeiras histórias do Conan pelo BWS que eu não tinha tido acesso até então.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    12. Só eu ter lido toda a fase inicial do Thomas na Conan the Barbarian (inclusive toda a fase da Rainha da Costa Negra) e aquelas histórias do Conan Rei já valeu a pena!

      Excluir
    13. Camus, a ESC já estava republicando o material do BWS. A Mythos retomou EXATAMENTE do ponto em que ela parou. Não a culpe por isso, a Abril é que tinha encerrado a saga no meio!

      Excluir
    14. Isso mesmo Hunter. A abril não tinha mais nenhum material inédito do Conan (a Mythos ainda conseguiu espremer "leite de pedra" com as tiras de jornal e a última serie colorida que a Marvel tinha publicado que de tão ruim ainda deixou alguns números inéditos por aqui) mas a forma que a abril viu na época foi publicar os primeiros números da revista Conan da Marvel que tinham saído espalhados nos anos anteriores em formatinhos como Heróis da TV, Sam e até mesmo Capitão América. Os leitores eventuais correram da coleção nesta época alegando que "mudaram" o Conan e nem mais bombado ele era... Quando a Mythos continuou a publicação não faria sentido republicar o último material da Abril com o início da saga de Makalet. Não foi culpa mesmo da Mythos.
      Cesar Leal

      Excluir
  5. Olá Camus.

    Esse Conan das Ilhas, eu botei pra venda no ML já tem é tempo.

    Não considero ela como uma das melhores histórias dele não.

    Comparo com o final de LOST ou SOPRANOS ou BREAKING BAD.

    Seriados sensacionais com finais de medianos a medíocres.

    Creio que seja o mal de tudo aquilo que é excepcional, oque vale é a jornada.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei curioso pra saber por que você achou ruim o final de Breaking Bad. Mas como deve ter gente que não viu, tira uma curiosidade minha, qusl série você acha que teve um final bom?

      Por falar em finais ruins um dos maiores traumas na minha vida foi a saída do Charlie de Two and a Half Men.

      Excluir
    2. Eu já acho o final de Breaking Bad um dos melhores. Você esperava algum tipo de redenção?
      Lost foi um final óbvio desde o início e Sopranos um bom final.
      Roberto Xavier

      Excluir
    3. Essas edições coloridas do Conan li quase todas e não achei nenhuma das que li boa.
      Roberto Xavier

      Excluir
    4. Eu acho o final de Breaking Bad muito bom, sinceramente.

      Excluir
    5. Fala, Vam!

      Po eu acho Conan das ilhas legal e ponto (a parte dois também). Não era mais o auge do Thomas nas hqs do Conan. O Thomas nessa época já vinha reciclando/repetindo suas próprias idéias do passado. Ele escrevia uma historia excelente, depois uma boa, e depois uma razoável repetitiva. Já não era mais seu auge.

      Po eu adoro o final de Breaking Bad, ainda é minha série favorita, e creio que será pra sempre. Achei que Game of Thrones podia se igualar, mas me enganei, pois as ultimas 3 temporadas foram um lixo em comparação com todo o restante da série! As tramas se tornaram confusas, mal feitas, atropeladas, enfim, um lixo total!

      Lost no caso eu concordo contigo, o final é muito ruim! Me senti enganado assim como me senti com Game of Thrones.

      Mas sobre Conan, creio no que você falou, seu final não foi la essas coisas (conan das ilhas) mas o que vale é a jornada do cimério!

      Abraço!

      Excluir
    6. Achei o final de Lost medíocre e os finais de Bad e Sopranos medianos.

      Assim respondo vcs sem spoiles p/ os demais.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    7. L

      A saida do Charlie foi terrivel mesmo pra Two and a half men, acabou com a série. Pois quem levava tudo nas costas era ele em combinação com o Alan. Quando ele saiu o Jon (que é muito bom ator) tentou manter as coisas, mas não conseguiu, pois o Ashton é muito ruim kkk E o Charlie era a alma da série.

      Mas quem fala o que quer, recebe o que não quer. O Charlie Sheen falou mal de um dos criadores da série em publico e a corda arrebentou pro lado dele. Pois o Chuck Lorre dá muita grana pra Warner (o cara é um dos criadores tb de The Big bang Theory e Mike e Molly) kkkkkkkk Ou seja, criador de hits da Warner! Tu ia querer bater de frente com um poderio desses? kk O Charlie se perdeu total. Achou que era demais.

      Abraço!

      Excluir
    8. "Mas quem fala o que quer, recebe o que não quer. O Charlie Sheen falou mal de um dos criadores da série em publico e a corda arrebentou pro lado dele. Pois o Chuck Lorre dá muita grana pra Warner (o cara é um dos criadores tb de The Big bang Theory e Mike e Molly) kkkkkkkk Ou seja, criador de hits da Warner! Tu ia querer bater de frente com um poderio desses? kk O Charlie se perdeu total. Achou que era demais"

      Verdade, mas acho que dava pra ter esperado o clima esfriar e ter feito uns 2 ou 3 eps encerrando a participaçao do charlie e ter encerrado a serie. Ao inves de enfiar o Ashton Kutcher goela abaixo do povo. Olhando agora, acho que até se tivessem chamado outro ator pra fazer o papel do charlie teria sido menos ruim.

      Excluir
    9. "Achei o final de Lost medíocre e os finais de Bad e Sopranos medianos.

      Assim respondo vcs sem spoiles p/ os demais.

      Abs,
      VAM!"

      Concordo, VAM. Obrigado pela resposta. 👍

      Excluir
    10. Mas continuando, de serie o unico final que achei bom e que lembro de cabeça (acho que muitos vao torcer o nariz) é o do seriado do exterminador do futuro.

      Já em hqs a historia muda. Um final fodastico é o fim dos dias do justiceiro que foi escrito pelo Garth Ennis. Pra quem nao curtiu Conan das ilhas tem outra historia que conta o fim dele e que foi escrito em forma de poesia, foi publicado pela abril, so nao sei em qual ediçao, ficou muito bacana:

      https://wanderingbarbarian.tumblr.com/post/184570960251/death-song-of-conan-the-cimmerian

      Excluir
    11. L

      Sobre Two and a half men, acho que eles nem ligaram em concluir na época. As bobagens do Charlie ja tavam dando no saco faz tempo. E quando ele se tornou o ator de tv mais bem pago, piorou, subiu a cabeça. Acho que ninguem quis saber se a série acabaria ou não...pois eles tinham em mãos outras series bombando!

      Sobre Conan das ilhas

      Cara, eu já li esse conto em uma ESC acho...foda lembrar, pois a Abril trazia muitos mini materiais no final das ESC.

      Excluir
    12. Como quase metade do que ele fez em Conan, Conan das Ilhas não é uma criação do Roy Thomas, ele adaptou de um livro de L. Sprague de Camp e Lin Carter, os autores que deram seguimento â obra de Howard e que hoje são bastante criticados pela qualidade do seu trabalho, ainda que no tempo do Thomas eles fossem a referência.

      Excluir
    13. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    14. Sprague de Camp e Carter, eu nunca li nada, mas gosto muito de várias adaptações que o Thomas fez dos contos deles. Conan das ilhas no conto sera melhor que na hq/adaptação? O Thomas nessa época já não estava em seu auge com Conan, vinha variando muito, talvez ele não estivesse inspirado.

      Ps: Respondi voce na primeira parte da materia Hunter.

      Excluir
    15. "Comparo com o final de LOST ou SOPRANOS ou BREAKING BAD."


      Oi, VAM... blz?

      Vou ter q discordar de vc qto ao final de "Breaking Bad" ao menos, rs... Pois achei o final excelente e fechou a série com chave de ouro. Nem imagino outro final possível diante de tudo q aconteceu, foi melhor terminar daquele jeito mesmo pro personagem principal e pra todos à sua volta!

      "Sopranos" eu não vi... Mas concordo com "LOST": Esse sim, teve um final bem BOSTA e confuso!

      Abs!

      Excluir
    16. "Mas sobre Conan, creio no que você falou, seu final não foi la essas coisas (conan das ilhas) mas o que vale é a jornada do cimério!"


      Verdade, Camus...

      "Conan das Ilhas" eu acho no máximo: "BOM" (3 estrelas)... Ficou bem aquém do nível ÉPICO q deveria ter uma ÚLTIMA história do Conan, mas mesmo assim: Vale a pena ter na coleção (na minha opinião)!

      Já a 2º parte (q saiu numa "ESC" da Abril) eu acho realmente "RUIM"... Tenho ela assim mesmo, mas acho uma péssima HQ q nem precisaria ter existido!

      Abs!

      Excluir
    17. Leo, eu acho Conan das ilhas legal, não passa disso pra mim. Queria ler o conto original pra saber se é melhor.

      Quanto a parte 2 (criada do zero pelo Thomas), é fraco. Mas ele já não era mais o mesmo nas hqs do cimério! Eu mantenho pq foi a ultima coisa oficial que saiu dele pela Marvel (cronologico).

      Recomendo dar uma lida em ESC 163 com a historia As 3 mortes de Conan. É boa, pode ser mais interessante imaginar uma dessas versões do que o que saiu real kk

      Abraço!

      Excluir
    18. Valeu pela dica, Camus...

      Vou esperar essa história das "3 mortes" sair na coleção da panini (pois já desisti de sebos aqui no sul)!

      Qto ao "Conan das Ilhas" o CONTO... pode esquecer, acho q nunca sairá por aqui. Já foi um parto publicarem a obra completa do Howard (em 3 livrões q poucos leitores deram bola, pelo visto), q dirá a do Sprague de Camp, né? Acho q é sem chance mesmo, rs!

      Abs!

      Excluir
    19. "... em 3 livrões q poucos leitores deram bola, pelo visto),..."

      Como assim?

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    20. Pelos comentários gerais, acho que tô precisando maratonar o Breaking Bad novamente. :((

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    21. "Como assim?"


      Bem... Não tenho como saber se os LIVROS do "Conan" (da P&N) venderam ou não, mas pelo q vejo por aí: a galera parece ter passado batido por esses livros (nenhum comentário ou resenha a respeito). E os considero obrigatórios!

      Abs!

      Excluir
    22. Eles venderam bem, o provável é que ninguém tenha lido mesmo...

      Excluir
    23. Oi, Leo, tudo bem?

      Parabéns à você e ao Camus, por essas duas belíssimas postagens.

      Sobre os livros do Cimério: comprei eles e, infelizmente, ainda não consegui dar uma lida neles. O velho problema de "A pilha de leitura só aumenta"...

      Abraços

      Excluir
    24. Se sair junto com outras boas historias recomendo Leo. Agora, se sair com algumas historias meia boca não recomendo gastar mais de 40 conto pra ter ela não kk Ela tem quase 60 paginas, mas se o restante vier com material meia boca, n vale. Lembrando q nessa época as hqs do Conan estavam em sua fase meia boca.

      Eu duvido muito que saia tb essa fase dos contos do Conan! Eles não sou tão pop quanto o Howard.

      Abraço!

      Excluir
    25. Há algumas histórias de Carter e du Camp nos livros que a Unicórnio Azul publicou no Brasil muitos anos atrás.

      Excluir
    26. "Sobre os livros do Cimério: comprei eles e, infelizmente, ainda não consegui dar uma lida neles. O velho problema de "A pilha de leitura só aumenta"


      E aí, Rodrigo... blz?

      Brigadão mesmo por ter curtido as postagens Hiborianas, rs...

      E sobre os LIVROS, eu tô na mesma situação: Ainda não li nenhum dos 3 da P&N q lançaram (comprei todos e joguei na "PILHA", hehe)... Porém, eu tinha os 2 livros da Conrad q saíram há anos atrás e já conhecia os contos dali (e de arquivos em PDF tbm, já q a versão da Conrad ficou incompleta)!

      Abs!

      Excluir
  6. Essa postagem, quem gostaria dela seria o Ricardo Quartim, jornalista colunista da revista Mundo dos Super-Heróis. Parabéns por colocar aqui tantas historias e informações sobre ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Fabiano!

      Li várias materias dessa revista!

      Excluir
    2. Eu também.

      Embora me pareça que ela encara sites (UHQ) e blogs (SubHQ) que são referências reconhecidas mais como adversários do que possíveis parceiros.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Oi, VAM...

      Eu acho q jamais seria parceiro ou colunista de qq revista q fosse... não trabalho bem em equipe, mto menos "sob o comando" de terceiros, rs! Imagina se nessa revista eu fosse "mandar a real" sobre a Panini, Salvat, Eaglemoss, etc? Certeza q ia aparecer um cusão qq pedindo pra eu pegar leve, kkk!

      Exemplo: Já tentei parceria com um canal famoso de youtube (2Q) e chegamos até a planejar um novo site juntos (já faz tempo isso, hj eu jamais teria esse tipo de conversa com ninguém), mas as negociações não foram adiante qdo um 3º envolvido queria seguir uma linha de militâncias babacas e vitimistas q nada tinham a ver comigo. Me enchi o saco dessa merda toda e encerrei qq assunto a respeito. Não adianta, eu tenho q ser o "punheteiro solitário das sextas na Bandeirantes" mesmo, kkk!

      Abs!

      Excluir
    4. "punheteiro solitário das sextas na Bandeirantes" mesmo, kkk!"

      Eu sou da nova geraçao (nem tao nova, tenho 30 anos), o programa voltou e agora é aos sábados. Kkkk

      Excluir
    5. "mas as negociações não foram adiante qdo um 3º envolvido queria seguir uma linha de militâncias babacas e vitimistas q nada tinham a ver comigo."

      Acho que um dos poucos que nao compactuam com essas babaquices é o Fernando Bedin. Nao é à toa que é um doa poucos que ainda continuo vendo.

      Excluir
  7. estava remexendo minha pilha de gibis mega antigos, os formatinhos da abril, as esc, as heróis da tv, e tal e tal, e com o que me deparo : com a adaptação oficial do filme conan o bárbaro, de 1982, novinha, quase saída de banca................ essa é a tal revista que o leo já teve e perdeu em mudança, vendeu, sei lá, e as vezes sente falta ! fui reler o gibizinho, não é em formato americano ou tipo veja, e a arte não é ruim, é feita pelo jonh buscema, numa arte clássica do conan, de expressão fechada, cabelos negros.......................... não é ruim, o que é ruim é o roteiro, detonaram tudo, tiraram metade da graça do filme, a violência foi TOTALMENTE atenuada, a brutalidade do filme virou coisa de ' turma da mônica ', o sexo sumiu..................fui ver quem fez a bomba está lá : MICHAEL FLEISCHER, esse aí já ruim naquele tempo ! e pra minha surpresa fui conferir no mercado livre esta revista tem status de RARÍSSIMA e tão cobrando ACIMA de cem reais ! e bem amassada, não como a minha que está nova ainda.....eu tinha raridade ou os caras estão inflacionando o valor dela pra cobrar mais ! de qualquer forma, quando reli lembrei ' esta é a revista do léo que ele tinha e se desfez..................e nunca foi a preferida dele ! vou ver se tenho mais raridades pra trocar ideia aqui

    abraços

    BERNARDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vende então se está rara e tem procura.
      Roberto Xavier

      Excluir
    2. Tem hqs que se tornam raras mesmo, mesmo não valendo em qualidade kk Eu nunca curti essa hq, pois não gosto do Conan do Arnold. Ele não é nada fiel ao Conan real e eu sou xarope mesmo com isso kk

      Mas se você não gostou da hq, poderia vender, como disse o Roberto.

      Abraço!

      Excluir
    3. Ainda esse ano, dei essa junto com a trilha pra um amigo meu que é fã do filme. Nem tanto das hqs do Conan mas do filme em especial.

      Excluir
    4. Eu achei essa num sebo aqui da cidade perdida por R$ 5,00 e vendi no ML por R$ 50,00.

      Quanto a história, nem o Buscema salva.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    5. Oi, BERNARDO... Sim, eu me desfiz dessa revista ainda nos anos 80: Foi pro saco junto com todo o resto da minha coleção na época!

      A diferença, é q ao contrário de outras HQs q eu corri atrás pra recuperar em sebos 10 anos depois, essa adaptação eu passei longe e não fiz questão de buscar de volta... justamente pelos motivos q vc relatou: CENSURA (principalmente)!

      Acho q isso foi alguma imposição MAIOR (da Marvel, do estúdio do filme, sei lá)... Pois existem várias outras adaptações de FILMES com o mesmo tipo de censura babaca q nem essa: "Robocop" (essa foi nojenta: retalharam todo o filme no gibi: não tem nem 1 gota de sangue) e "Império Contra-Ataca" (não mostra o Vader cortando a mão do Luke) são 2 exemplos!

      Abs!

      Excluir
    6. Comics Code estava vigente na época. Ele era muito mais restritivo do que as regras do cinema!

      Notem que a Savage Sword of Conan era uma revista (magazine), não uma HQ (comic book), então não passava pelo Comics Code. Uma exceção na época!

      Excluir
    7. Bem lembrado, Hunter...

      Mesmo assim, o gibi mensal do "Conan" (colorido) ainda era mais violento do q a adaptação do filme... Claro, nada supera a "ESC" (Magazine) em grau de violência e sexualidade, mas ainda assim: acho q pegaram mto leve na adaptação do filme (em comparação com a série colorida)!

      Abs!

      Excluir
  8. Curiosidade, um americano maluco colocou TODAS as histórias da Marvel em ordem mais ou menos cronológica (algumas são incoerentes entre si, como as tiras de jornal e as adaptações dos filmes). Encontrei neste fórum:
    http://swordsofreh.proboards.com/thread/177/conan-saga-chronologies

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, valeu mesmo pelo LINK, Hunter...

      Bela listagem, mas nada a ver mesmo misturarem as tiras e filmes junto... Aliás, eu sempre tive curiosidade em ler essas tiras (perdi qdo saíram na revista mensal da Mythos)!

      Vc acha q as tiras prestam?

      Abs!

      Excluir
    2. Uma história longa dividida em tiras nunca vai funcionar muito bem, essa não é exceção.

      Não ajuda que a Mythos não tinha boas fontes para esse material (não é culpa dela, até hoje ninguém fez uma republicação decente dessas tiras!), então havia omissões, cortes (vindos da REPUBLICAÇÃO DA MARVEL!) e outros problemas.

      Vale pela curiosidade, as equipes são boas (Thomas, Buscema, Chan, etc.), mas está longe de ser o melhor do cimério.

      Excluir
    3. Oi, Hunter...

      Entendo todos esses problemas com as tiras, mas concordo com vc: Só pela curiosidade já estaria valendo a pena esse material... Torço pra q um dia sejam republicadas de alguma forma!

      Abs!

      Excluir
    4. A Marvel licenciou a IDW, que é a melhor editora americana de republicações de tiras, para compilar as tiras do Homem-Aranha e Guerra nas Estrelas, então não é impossível que ela faça Conan algum dia.

      Eu compraria!

      Excluir
    5. Eu tbm compraria certo, Hunter...

      Sempre gostei de tiras de jornal (elas tem um ritmo mais lento q os gibis normais, as do aranha, por exemplo, lembram os enlatados americanos dos anos 70 - mas esse é o diferencial q me atrai)!

      Tenho aqueles 2 Vol. de tiras do aranha q saíram pela panini... queria ler o resto a partir daí e conhecer essas de "SW" tbm!

      Abs!

      Excluir
  9. Respostas
    1. kkkkk A mistura dele foi forte! Tá meio bagunçado em vários pontos de acordo com a cronologia mostrada pelo Thomas.

      Excluir
  10. li que o leo disse que hoje as editoras procuram um nicho especifico, que é de caras apegados a mãe, sem esposa, sem namorada- que merda, hem- que ainda more com os pais, não pague agua, luz, gás, telefone, condomínio................ putz, quem nunca, né ? que esse público era o mercado alvo dessas editoras, por isso que andando pelas bancas do centro aqui de poa, e olhando os encadernados, se bem que QUALQUER gibi hoje vira encadernado...........................notei o capricho das edições, com papel couche, as vezes tamanho maior mesmo, álbum mesmo, tipo ebal, arcos fechados de trechos de heróis, eu pensei que merda foi no meu tempo de abril que era tudo capa mole e papel jornal, e o cara ainda FICAVA feliz se vinha em formato americano, era vantagem................. as atuais edições são pra os que ainda não 'desmamaram ' da mãe então, puta merda, por isso é tudo tão caro, hoje um bom gibi de qualidade bem encapado você não gasta menos de cinquenta reais.............por isso que eu sofro pra comprar comics hoje, eu não tenho mais pais, faleceram de doenças e de velhice, tenho 42 anos e racho aluguel com a minha irmã de quase oitocentos reais, uma casa simples.................................por isso que não sobra mais dinheiro, MODIFICARAM o leitor contumaz de quadrinhos.......................................... agora eu entendo tudo ! abraços aos amigos aqui, é bucha, hem

    BERNARDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, tu parece curtir muito um quadrinho de qualidade, quer uma dica de compra:
      https://youtu.be/iVc0uxjwxIQ

      Excluir
    2. Eita...olha as editoras reforçando o estereótipo rs rs rs

      Excluir
  11. É impressão minha ou está começando a rolar um tipo de flerte aqui nos comentários?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho certeza...mas que está muito estranho...está.kkk
      Roberto Xavier

      Excluir
  12. A 1a capa foi 1 dos 2 ultimos volumes de Conan que Devir editou aqui em 2004

    https://http2.mlstatic.com/conan-o-salteador-dos-bosques-original-raro-devir-2000-D_NQ_NP_747201-MLB20302306564_052015-F.webp vol:1

    https://www.wook.pt/livro/conan-o-senhor-das-aranhas/165595 vol:2

    ResponderExcluir
  13. O "Senhor das Aranhas" ficou um título bastante sugestivo, kkk...

    Abs!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...