29/04/2021

"TEX" (Lançamentos): Matéria Comemorando Os 50 ANOS da Revista "Tex" (Mensal) no Brasil...

A revista mensal do "TEX" estreou no Brasil em 1971, e até hoje (50 ANOS depois) continua sendo publicada de forma ininterrupta, mesmo tendo passado por várias editoras (Vecchi, Globo, RGE, Mythos): que mantinham sempre a mesma numeração (atualmente, a revista tá no nº 618). E comemorando esse marco, fiz uma postagem aqui SÓ de lançamentos do "TEX", rs:

"As Grandes Aventuras de Tex 9 - Nos Pântanos da Louisiana", "Tex Ed. Histórica" nº 115 e 116 ("Cão Amarelo" e "O Forasteiro"), "Tex: Os Fanáticos do Tigre Negro" (Encadernado de luxo da Panini), "Tex Ouro 112: Os Soldados-Búfalo", "Tex Especial 50 Anos" (2 histórias: "O Cav. Solitário" e "Ao Sul de Nogales"), "Tex Platinum 31 e 32" ("A Cidade do Mal" e "A Noite dos Assassinos"), e "Tex Willer 27" (As Aventuras de Tex Jovem)!

Confira abaixo:

"As Grandes Aventuras de Tex 9 - Nos Pântanos da Louisiana" + "Tex Ed. Histórica" nº 115 e 116 ("Cão Amarelo" e "O Forasteiro"): A coleção de "Grandes Aventuras" (capa-dura, 316 pág, R$ 79,90) terá 12 Vol. no total (inicialmente seriam 10, mas ganhou uma extensão pra mais 2 Vol) e tem a proposta de trazer algumas das melhores sagas do ranger ao longo dos tempos. E este Vol. 9 não foge à regra, com a HQ "Nos Pântanos da Louisiana" (que saiu em "Tex Ouro 19"). Na região às margens do pântano, crocodilos atacam os trabalhadores das plantações. Os suspeitos são muitos, incluindo uma seita que cultua um Deus-Crocodilo (ação, mistério, e suspense numa obra-prima de Nizzi & Fusco)! E DOSE DUPLA de "Tex - Ed. Histórica"... No nº 115, a saga do "Cão Amarelo" (em 348 pág), o chefe ute que junta um grupo de jovens guerreiros pra invadir o território dos navajos com a intenção de destruir a tribo do odiado Águia da Noite (Tex - o chefe branco dos navajos)! E no nº 116 (capa impactante: com o Tex tomando um tiro, rs): Investigando o desaparecimento de um colega ranger na cidadezinha de Elk City, Tex destrói o bando dos irmãos Alan e Max Rigby, que roubavam carregamentos de prata de uma companhia mineira, e ainda se infiltra na quadrilha pra investigar o tráfico de uísque na região!
 
"Tex: Os Fanáticos do Tigre Negro" + "Tex Ouro 112: Os Soldados-Búfalo" + "Tex Especial 50 Anos": A Panini lança em encadernado de luxo (capa-dura, 328 pág, R$ 117,90 - O que mostra que a Panini pratica preços mais elevados que a Mythos) uma das melhores HQs de Tex, figurando em diversas listas de "favoritas" entre fãs do ranger. Os "Fanáticos do Tigre" já saiu em "Tex Ouro 37" (capa abaixo, no final da postagem) e apresenta uma seita de fanáticos orientais, com silenciosos assassinos que semeiam a morte na cidade. Tex e Carson invadem a fortaleza para capturar o líder da seita e enfrentam mil perigos e armadilhas em um labirinto mortal (EXCELENTE saga de 1992, com arte de Claudio Villa - capista de Tex)! O "Tex Ouro 112" traz uma aventura de tirar o fôlego: com muita ação, tiroteios e mortes (chega a dar até dor de cabeça depois da leitura, kkk). Tex e Carson estão à caça de Pablo Carrizo, que vive com os utes do chefe Ouray. No Forte Duchesne, o esquadrão negro conhecido como soldados-búfalo, ajuda os 2 rangers na missão de negociar com Ouray. O que se segue a partir daí, é adrenalina pura (um dos melhores gibis que li este ano)! "Tex Especial 50 Anos", comemora o cinquentenário de Tex nas bancas brasileiras com 2 HQs memoráveis: "O Cav. Solitário" (de Joe Kubert - que saiu na coleção Salvat) e "Ao Sul de Nogales" (um trabalho de Ticci que levou anos sendo produzido - e foi finalizando em 1977)!
 
"Tex Platinum 31 e 32" + "Tex Willer 27": DOBRADINHA de "Platinum" nas bancas... No nº 31, temos 2 histórias completas tiradas dos "Almanaques Tex": A "Cidade do Mal" e "O Charlatão". Na 1º, Depois do assassinato brutal de um jovem navajo, Tex se encarrega de entregar o culpado à Justiça. Ele é Frank Mason, o arrogante mandachuva de Waco, um povoado erguido de forma ilegal às margens da reserva. Mas a trilha até Gallup está recheada de ameaças e de emboscadas. E Tex começa a achar que o mal de Waco precisa ser cortado pela raiz. Na 2º história, O Dr. Angus McPherson tem um elixir capaz de curar qualquer doença. Ao menos é o que ele diz. Mas um dia alguém o leva a sério demais: o chefe de um bando feroz, cujo irmão foi ferido num confronto com Tex, quer que Angus o salve. Só que o ranger usará sua própria medicina: à base de chumbo! E no "Platinum 32" - A clássica HQ: "A Noite dos Assassinos" (dos anos 70 e que já saiu em "Tex Férias" nº 1). Em pleno inverno, Tex e seus parceiros chegam a uma aldeia dakota e veem centenas de índios esqueléticos, em estado lastimável causado pela fome e pela falta dos suprimentos prometidos pelo Governo, desviados por um ganancioso agente indígena! E em "Tex Willer 27": Os "Traficantes de Coffin", mais uma aventura do jovem Tex (antes de se tornar ranger)! 
 
Até+

PS: A Mythos também relança 3 edições que estavam esgotadas: "As Grandes Aventuras de Tex Vol. 1 - A Morte de Lilyth", "A Volta de Mefisto" (precursor da coleção "Grandes Aventuras") e "Tex Willer" nº 1. A revista mensal de "Tex" chega ao nº 618 (A Dama Fatal) e "Tex em Cores" nº 48 traz: "Às Margens do Brazos"!

47 comentários:

  1. Parabéns para todos nós, Leo, mas principalmente para Vc. Lembro-me quando saiu a 1a edição do Tex aqui no Brasil, no começo da década de 70, a qual trazia como brinde um arco pequeno de plástico. Eu era criança, hoje estou próximo de completar 58 anos. Durante todos esses anos Tex e Seus Companheiros não mudaram os seus comportamentos e nem a busca pela Justiça sempre, o que, na minha opinião, é extremamente positivo. Parabéns, pois, mais uma vez, para todos nós e toda a felicidade do mundo para vc e para toda a sua família, Leo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eduardo... Tdo bem?

      Eu nasci em 1972: 1 ano depois da estreia de Tex no Brasil (descontando aquela fase q saiu aqui nos anos 50 em formato "talão de cheque", hehe)... Mas só fui conhecer melhor o personagem no início dos anos 80, qdo herdei a coleção completa de um tio meu q acabou morrendo de câncer e me deixou umas 112 edições da Vecchi. Mesmo na época, eu li aquele material e me empolgava com as tramas (em especial os confrontos com "Mefisto")!

      E de fato, o TEX é SEMPRE TEX... Desde 1948 o ranger não muda sua personalidade e nenhuma variação significativa foi feita na cronologia do personagem, tirando o fato de q suas HQs começaram mostrando ele jovem (na faixa dos 20 anos) e depois avançaram uns 20 anos no tempo com ele já ranger e quarentão e com filho adulto (Kit Willer)!

      Parabéns, então, pra todos nós: q ganhamos tendo um personagem desse porte nas bancas até hj, hehe... Felicidades pra vc e sua família tbm, amigo (o meu filho tá com 3 aninhos, mas um dia tbm herdará uma belíssima coleção de TEX, rs)!

      Abs!

      Excluir
  2. Ao lado de Conan, Tex é uma das HQ que mais vende como água aqui no Brasil. Ao menos mantem um leitor fiel durante décadas e o que me surpreende muito. Sempre quis começar a ler Tex, mas para isso deveria haver uma coleção que começasse pelo numero 1 e algo mais acessível claro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa grandes aventuras tex foi minha porta de entrada e não me arrependo! Peguei a maioria desegunda mao por quase metade do preço e as demais nessa feira do livro com 50% no site da Mythos

      Excluir
    2. E aí, Marcelo... blz?

      Vc q é cinéfilo, deve lembrar q o gênero bang-bang (Western) foi uma febre no mundo até meados dos anos 60 e entrou em decadência na década de 70 (após o ápice dos filmes italianos do tipo)... Agora imagine q o GIBI do "TEX" (q estreou em 1948) passou por todas essas fases do cinema e CONTINUOU fazendo sucesso e mantendo o público mesmo após a queda do gênero nos cinemas. Isso é realmente impressionante, hein?

      Qto à uma coleção q iniciasse pelo nº 1... Acho q a melhor e mais acessível q tivemos recentemente foi a "Grandes Clássicos de TEX" (formatinho, P&B) q teve apenas 30 edições e trazia histórias completas do início da carreira de Tex (material dos anos 40 a 60). Eram as melhores HQs daquele período. Pena q a revista foi cancelada, não por baixas vendas: mas pq ela batia de frente com a "Tex em Cores" (formato italiano em cores) q era mais cara e a Mythos preferiu não manter 2 revistas com a mesma linha temporal!

      Abs!

      Excluir
    3. "Essa grandes aventuras tex foi minha porta de entrada e não me arrependo!"


      Oi, amigo... Falaste tudo agora: As "Grandes Aventuras", apesar do formato luxuoso e preço mais elevado, é a melhor porta de entrada atual pra novos leitores, pois só traz material de primeiríssima linha do Tex e vai entrar pra História como uma das melhores coleções q o Tex já teve no Brasil em todos os tempos!

      Abs!

      Excluir
  3. Uam correção: esse especial do Tex não saiu em capa dura e capa cartão. As duas versoes sao em capa cartao, mas uma é em papel jornal e a outra em offset

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, obrigado pela correção, amigo... Vou arrumar o texto então!

      Recebi um release errado q falava em capa-dura e cartão, mas vc tem razão: o q vale é a capa-cartão com papel diferente!

      Abs!

      Excluir
  4. E aí, Leo, beleza?

    TEX realmente não é a minha praia, mas acho fenomenal o personagem seguir sendo publicado de forma ininterrupta e ter dezenas de publicações, com até TRÊS(!) editoras diferentes.

    Cheguei a ler vários (peguei dois números da Salvat e folheei uns Tex Willer só recentemente), mas realmente é um gosto adquirido. Meu negócio é mais super-herói dos anos 60 a 90 mesmo.

    Tenho um amigo que sofre de síndrome de pânico aguda, ao ponto dele não sair de casa, e não ter internet. Assim, um dos alentos da vida dele é ler gibis, que o cara da banca usual leva para ele em casa.
    Mas os Tex pararam de sair por lá. Ou saíam pingado (tipo, saía a 1, depois o 3,4,5, pulava pro 8 e assim ia).

    Pena que até isso estão gourmetizando - para ajudar na procura pra ele, tenho ido em demais bancas, mas tá rareando mesmo. Só pela Amazon ou Tutatis ou outros meios. O que mata potenciais leitores dessa feita.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Lierson... blz?

      De fato, o TEX é um fenômeno no mercado brasileiro (q dizem ser o 2º maior do mundo pro Tex: depois do mercado italiano)... Esse sucesso só é explicado (a meu ver) pela "herança" de pai pra filho: O novo leitor é formado ao ser incentivado pelo pai ou parente próximo (no meu caso, foi um tio meu q morreu e me deixou uma coleção completa de Tex nos anos 80: e o meu filho, q um dia herdará toda a minha coleção). Essa "corrente" explicaria a manutenção do público pra um personagem q nem conta com propaganda na mídia e não teve nem filme ou série de TV recente (somente um filme "B" na década de 80 e q ficou mto aquém das expectativas)!

      Sobre o seu amigo com síndrome do pânico (ano retrasado perdi minha madrinha, q sofria do mesmo mal e nunca saía de casa), a internet facilitaria mto a vida pra ele... no caso do Tex, a rede Cameron (nos shoppings Bourbon) tbm recebe quase tudo de Tex (até as edições mais luxuosas). Fica aí a dica como uma opção a mais. Outra dica é pegar o ZAP da Tutatis, pedir pra ser avisado qdo chega coisa nova, e o Edie mandar pra ele pelo correio (deve sair baratinho aqui dentro da cidade)!

      Abs!

      Excluir
  5. Tenho todas as edições de Tex desde o lançamento, de todas as coleções lançadas e os especiais também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa... Parabéns pela coleção então, a minha é toda salteada e com uma série emendando na outra (tipo: "Ed. Histórica" continuando em "Tex Ouro" e por aí vai, rs)!

      Abs!

      Excluir
  6. Longa vida a Tex, um dos mais longevos e mais qualificados quadrinhos do mundo. Tex é uma mistura rara: as histórias e sua cronologia são simples e qualquer um, a qualquer tempo, pode ler e entender as suas aventuras; contudo, o texto e a arte são sofisticados e mantêm uma elevada qualidade média para um "gibi" mensal (e com inúmeros fora de série, de vários formatos). Mas, sou suspeito para falar: coleciono Tex desde o final dos anos 70.
    Alvaro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Alvaro... blz?

      Vc falou tudo agora... Realmente, acho q a graça do TEX é ser um gibi simples (sem complicações e alterações cronológicas e com roteiros bem escritos, mas ao mesmo tempo de fácil entendimento). O clima descontraído (em especial na amizade e piadinhas irônicas o tempo todo entre Tex e Carson) tbm ajuda a tornar a leitura maia agradável (para os personagens não existe mto "drama", eles claramente se DIVERTEM em meio aos tiroteios e matanças q participam, rs)!

      Outra sacada genial dos criadores de TEX... Foi ter bolado um jeito dele ampliar sua gama de inimigos no velho oeste, sendo um ranger e ao mesmo tempo chefe dos Navajos (com sangue indígena correndo em suas veias), ele pode matar inimigos dos 2 lados (brancos e índios). Isso tirou aquela limitação "maniqueísta" dos filmes de John Wayne, por exemplo, onde eram só os cowboys contra os índios. Nos gibis do Tex, ele pode assumir qq um dos lados, dependendo de onde os bandidos estiverem!

      Abs!

      Excluir
  7. Oi, Leonardo, uma vez você me deu uma aula sobre as revistas do Tex, como servia cada título e foi excelente para me guiar de acordo com minha preferência. De lá pra cá, comprei umas três revistas dele e depois não continuei porque estão muito caras. O negócio é ir no sebo, porque lá é possível encontrar por cerca de quatro ou cinco reais uma edição que custa hoje mais do que dez contos. A arte vale a pena. É lógico que sim. Mas o bolso não tem a mesma sintonia. E os títulos novos estão vindo mais caros. É uma pena. Gibis em geral estão muito caros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fabiano... blz?

      O "Tex" é figurinha fácil em bancas de encalhe (tipo aqueles pacotes q vem 2 gibis por 10 pila ou outras promoções do tipo)... Aqui em POA tem algumas bancas q vivem SÓ de encalhes q nem esses, imagino q aí em SP tbm deva ter várias do tipo. Engraçado q a Culturama tbm já começou a aparecer com frequência nesses encalhes (incrível como essa editora tem jogado a linha Disney no ralo, rs)!

      Mas infelizmente, vc tem razão numa coisa: "Gibis em geral estão muito caros"... Verdade, e não deveria ser assim: Livros e gibis deveriam ser sempre baratos e acessíveis pra todos. Só q vemos um poço sem fundo aí: As gráficas inflacionaram demais os custos (elas botam a culpa no papel q é vendido em dólar e é caro mesmo lá fora), as editoras tbm alegam q os licenciamentos estão cada vez mais caros (pior q isso é verdade e eu mesmo desisti de abrir uma editora há uns anos atrás por conta disso). E ainda tem as distribuidoras, q querem abocanhar uma fatia gorda pra botarem os gibis nas bancas. Tem toda uma "engrenagem" nesse sistema q dificulta qq tipo de acordo entre as partes e inviabilizam uma queda de custos (quem se fóde é sempre o leitor/consumidor)!

      Abs!

      Excluir
  8. E aí Leo!?
    Eu sou um daqueles que entraram na leitura de Tex graças a vc,😄, a Mythos lhe deve um agradecimento, 😅. Sempre fui fã do Zagor e como as revistas da Mythos sempre foram mais caras, então não dava pra pegar dois títulos.
    De uns tempos pra cá tudo de quadrinhos tem ficado caro, mas como a editora tem dado mais promoções, já peguei Tex gigante colorido por $26, tenho comprado mais edições de Tex.
    Como tem muitos títulos, achei legal o Tex Willer, começou do 1 e assim fica melhor de colecionar.
    Essa edição de 50 anos só peguei pelo poster, mas pra minha infelicidade o empacotador dobrou muito mal e ainda colocou entre duas revistas pesadas, aí já sabe, alem de dobras que era de esperar, veio deteriorado.
    Fiz uma reclamação e eles mandaram outro, mas também sem proteção e adivinha? Também danificado. Ficou assim mesmo.
    Com isso, eles mudaram com o Zagor Origens, o poster virá ou veio embalado num canudo, eu acho.
    É isso aí, agora é esperar a minha compra de março chegar em maio, devido o omninbus do Conan estar pronto somente lá. Valeu!👍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Wesley... blz?

      Obrigado, amigo: Fico feliz em saber q ajudei na formação de mais um leitor pra nosso clube de fãs do TEX, hehe... E mais feliz ainda em saber q vc realmente CURTIU o material e resolveu seguir em frente com a coleção, rs!

      O "Tex Willer" eu acabei não fazendo a coleção, pois qdo saiu eu tive q cortar gastos... e agora, com o relançamento do nº 1, me encontro na mesma situação!

      Dessa lista acima q postei na matéria vou ficar com:

      -Tex Ed. Histórica 115 e 116
      -Tex Ouro 112
      -Platinum 31 e 32

      A HQ do "Grandes Aventuras" eu já tenho no "Tex Ouro" da época (e vou ter q economizar nessa), a dos "Fanáticos do tigre" eu tbm já tenho no "Ouro 37", e o mesmo vale pras 2 HQs do especial de "50 Anos" (q já tenho em outros formatos)!

      E q pena esses problemas dos posters q vc mencionou, hein? Ainda bem q os meus posters do "Valente" vieram dentro das caixas da coleção deagostini e não sofreram danos!

      Abs!

      Excluir
  9. Leo, apenas passando pra avisar que quem comprou o omninbus Conan da Mythos, tem uma grande chance de o cartão ter sido clonado, ontem tentaram fazer uma compra numa loja on line chamada BANKLETSU, no meu cartão e pelo que tudo indica os dados foram "pegados" na compra que fiz, até a editora soltou um comunicado, então quem comprou lá, verifiquem suas compras recentes, já fiz o bloqueio pra compras online.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Francisco... blz?

      Puxa, q bola fora da Mythos, hein? Eu vi q nas redes sociais (até no grupo do face do "Submundo") o pessoal tá falando desse problema e já foram mais de 30 reclamações!

      Aí a tal Joana da Mythos escreve ontem uma nota "passando o pano" pra editora, dizendo q o site da Mythos não tem "armazenamento" e q o problema não é da editora. Coincidência mais de 30 clientes da Mythos terem descuidado da senha ao mesmo tempo, hein? Devem ter xingado mto essa menina depois disso, creio eu!

      Abs!

      Excluir
    2. Comprei o Omnibus do Conan pelo site da Mythos e também tive o cartão clonado.
      Foi realizado uma compra num lugar chamado "Bakelitsul Loja Online " no valor de 1 real.
      Detalhe que a única compra que fiz nesse cartão de crédito (Que raramente uso) foi no site da Mythos.
      Dessa vez não tem como a editora tirar o dela da reta.
      Parece que foi um vazamento gigante,até o pessoal do Pipoca e Nanquim teve o cartão clonado.

      Excluir
    3. "Dessa vez não tem como a editora tirar o dela da reta"


      Não tem mesmo, amigo...

      A atitude correta é a editora ASSUMIR o erro e uma postura pra ajudar e orientar os clientes q foram prejudicados (eu mesmo já fiz compras lá e não sei se meus dados não foram expostos de alguma forma)... Agora mandar funcionária péla-saco se pronunciar defendendo fervorosamente a empresa e passando pano pro problema, é acima de tudo uma tremenda falta de caráter e vergonha na cara!

      Bola fora da Mythos... Vai ser difícil recuperar a credibilidade na loja virtual depois dessa!

      Abs!

      Excluir
  10. Que satisfação saber que Tex continua fazendo sucesso no Brasil, mesmo com as pessoas lendo cada vez menos e as (censurado) tentando dominar a cultura popular.

    O Submundo com certeza é um dos maiores "influencers" para o pessoal ir atrás de Tex, e sou um desses influenciados já faz uns 5 anos (época que comecei a ler o blog).

    Cheguei a comprar TODOS os gibis do Tex que saiam em bancas, mas reduzi para cortar gastos e agora foco na Gold da Salvat (que ainda não peguei todas...) e nos encadernados da Mythos (Platinum, Anual, Em Cores e Almanaque).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Guilherme... blz?

      O "Tex" tá bem na fita mesmo, hein? Afinal, é mto raro no mercado atual um mesmo personagem ter mais de 15 títulos regulares se revezando entre si nas bancas:

      -As Grandes Aventuras de Tex
      -Tex (mensal)
      -Tex Coleção (mensal)
      -Tex Ouro
      -Tex Ed. Histórica
      -Almanaque Tex
      -Tex Willer
      -Tex Anual
      -Tex Gigante
      -Maxi Tex
      -Superalmanaque Tex
      -Tex em Cores
      -Tex Especial
      -Tex Graphic Novel
      -e os encadernados de luxo da Panini

      Não é pouca coisa não, hein? hehe...

      E mto obrigado mesmo por estar curtindo e acompanhando o blog há tanto tempo... Fico mto feliz em saber q algumas de minhas postagens e recomendações acabaram ajudando na formação de novos leitores E q ficaram satisfeitos com os materiais indicados, é claro, hehe. Valeu mesmo, amigo: E vida longa ao TEX!

      Abs!

      Excluir
    2. E todas excelentes .., chega a ser inacreditável . Já tentei classificar qual a melhor história de Tex, mas é impossível . Já eu acho que o Tex mudou um pouco sim, mas para melhor .... nas histórias do Bonelli ele era mais rispido, sempre procurando encrenca nos saloons ( rs ..,) depois ele tornou-se mais gentil, mais humano, mas sempre solidário . O Tigre Negro em formato de luxo ficou fantástico ... O caçador de Fósseis já li 4 vezes ...El Muerto e um filme de John Ford ... que coisa alucinante, que vilao extraordinário, que história foda . Que Tex continue cavalgando por muitos anos . Ele e tão “ real “ que eu já tenho ele
      Como um amigo e de vez em
      Quando pergunto : “ Que eu faço agora, Tex ? “ , que nem o Preacher com o fantasma do John Wayne e a resposta do John : “ Pare de chorar, Peregrino ... Va la e arrebente todos eles “ .

      Excluir
    3. "E todas excelentes .., chega a ser inacreditável . Já tentei classificar qual a melhor história de Tex, mas é impossível"


      Falaste tudo, amigo...

      É mto difícil mesmo classificar qual a MELHOR história de Tex... Eu mesmo, não saberia sequer fazer um TOP 10 delas, mas acho q agora de cabeça eu citaria:

      -El Muerto (HQ perfeita demais)!
      -A Mão Vermelha (na qual o Tex comanda um massacre q mata mais de 250 índios inimigos q tentavam invadir um forte)!
      -Os 7 Assassinos
      -O Bando dos Irlandeses
      -Entre 2 Bandeiras
      -Horda Selvagem (Tex enfrenta o bandido da vida real "Butch Cassidy")!
      -El Morisco (q inspirou o "FILME" do tex nos anos 80)!
      -Chamas de Guerra
      -Fanáticos do Tigre
      -Patagônia

      Mas corro o risco de ter deixado outras preciosidades de fora... é mto difícil fazer uma lista assim qdo a MAIORIA das histórias de um personagem variam entre o o Mto BOM e o EXCELENTE!

      Hahaha, te confesso q eu tbm tenho TEX como uma espécie de "conselheiro" imaginário nos momentos mais difíceis... o q ele faria? como agiria em determinada situação? o Tex tá pra mim, assim como o John Wayne tá pro Preacher tbm, kkk!

      Abs!

      Excluir
  11. "Aí a tal Joana da Mythos escreve ontem uma nota "passando o pano" pra editora, dizendo q o site da Mythos não tem "armazenamento" e q o problema não é da editora. Coincidência mais de 30 clientes da Mythos terem descuidado da senha ao mesmo tempo, hein? Devem ter xingado mto essa menina depois disso, creio eu!"


    Agora até eu comecei a ficar com medo, uma dica pra evitar fraudes eh criar um cartão virtual que muda a senha diariamente para fazer compras online

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa dica, L...

      Minha mulher já teve o cartão clonado no ano passado tbm... O Santander ressarciu todo o valor sacado (um valor alto, mas o banco agiu corretamente e identificou a clonagem e em poucas horas já havia estornado todo o valor debitado). Depois disso, ela só usa esse cartão q vc falou: q muda a senha diariamente!

      O único problema é qdo tem débito em conta... às vezes não debita pq a senha muda todo dia. Mas aí é usar outro cartão diferente com senha fixa SÓ pros débitos e pronto!

      Abs!

      Excluir
    2. Muita gente queria comprar Conan, pelo visto compraram o Clonan, como eu.

      Excluir
    3. Hehehe... "Clonan - O Bárbaro Duplicado", rs!

      Abs!

      Excluir
  12. Olá Leo.
    Toda notícia que envolve Tex sempre é notícia boa, e o melhor de tudo é que vão republicar "A volta de Mefisto" que perdi na primeira vez que lançou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Zarko... blz?

      Pois é, foram mto boas esses republicações da Mythos tbm... Já q essas edições esgotaram mto rápido (eu tbm perdi a do "Mefisto" qdo saiu)!

      Abs!

      Excluir
  13. FILOSOFIA HQ

    Considero o TEX como sendo aquele tipo de quadrinhos que deveria ser a base de leitura para todo moleque que esteja se iniciando nessa forma de Arte. Isso evitaria, por exemplo, que qualquer garoto desses viesse a sofrer o aliciamento ocasionado pelos super-heróis da Marvel/DC (a Disney também já afundou), notoriamente afastados de suas origens primordiais - onde as histórias produzidas na época eram fruto espontâneo da pura criatividade, não existindo a infestação subreptícia de tentar incutir ideologias loucas e outras aberrações na cabeça das pessoas.

    O TEX é, assim, aquele personagem que consegue se sobressair deste real cenário decadente ao servir como um modelo do tradicional mocinho (aquele cidadão honesto, trabalhador e do lado da Justiça). Num mundo transformado na verdadeira distopia em que vivemos, os valores que um "mocinho tradicional" defende é algo que começa a se transformar rapidamente em objeto para escárnio e repressão - consequência da falta de moral e da desvalorização do caráter ocasionadas quando a bandidagem
    alcança o poder.

    Embora ambientado no Velho Oeste, o TEX consegue, através das experiências que vivencia, passar valores importantes de conduta que moldam a personalidade de quem acaba se afeiçoando àquelas histórias.
    Lembrando que é o hábito que faz o monge, para alguém passar a se interessar - ou não - por qualquer coisa, faz-se necessário que tenha o devido contato, e o mínimo convívio, com aquilo que eventualmente poderá - ou não - lhe interessar. Tanto para o bem quanto para o mal.
    Evidentemente, uma pessoa inclinada às más-índoles prontamente irá rejeitar tudo que se contraponha às suas tendências. Sendo este o caso, o dito acima se lhe aplicaria igualmente, mas o destino de um tal indivíduo será a vala comum de uma existência medíocre e imprestável. Para dizer o mínimo.
    Tais fardos humanos tornam-se assim como os próprios criminosos e vigaristas contra os quais "mocinhos" como o TEX e os seus companheiros se dedicam duramente a lutar.

    Um garoto exposto a esses exemplos todos que encontramos nas aventuras de personagens como o TEX, desde cedo vai formando referências extremamente importantes sobre qual caminho trilhar e quais são as inevitáveis consequências advindas dessas escolhas. Portanto, são exemplos valiosos que a "simples" leitura de uma boa HQ, proporciona - e também influencia.

    Foi aqui neste blog do "subversivo" Leo que comecei a me interessar (subrepticiamente) pelo TEX. O Leo sempre dizia umas paradas tão entusiasmadas e eufóricas sobre esse personagem que eu comecei a prestar atenção.
    E eu testemunho sob juramento que, se agora tenho as toneladas do "TEX GOLD" e também essas "Grandes Aventuras do TEX" dispostas orgulhosamente na minha estante, servindo como diferencial RELEVANTE DE LEITURA, acuso como o responsável por tudo isso o Leo. Sim, ele mesmo, Xerife!!!

    Uma das muitas coisas que a leitura de boas HQs proporciona é o desenvolvimento intelectual em suas múltiplas vertentes (criatividade, imaginação, interpretação, etc).
    Imaginemos então um mundo novo, em processo de distopia, onde não seria de admirar que tenhamos pessoas com os cérebros tão atrofiados de tanto assistirem vídeos e memes, e tão manipuladas pelo politicamente correto, que perderam a vontade própria.
    Tais zumbis, movidos por um comando dado por seus ídolos do YouTube e das redes sociais, acabariam promovendo a queima de todo tipo de literatura "subversiva", que cansa a mente e corrompe a sociedade, ou seja, que promovem valores e virtudes; e o enforcamento dos adeptos da mesma.
    O que parece ser um roteiro vagabundo típico de um formatinho impresso em papel jornal, corre o galopante risco de vir a se tornar outra patética realidade.

    Valeu, Leo!
    Continue nos dando esses "maus exemplos de conduta"!!!

    Hahahaha!!!

    Tony

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima análise da realidade, Tony. Parabéns! E viva o Tex e os Seus Camaradas!!!

      Excluir
    2. Muito obrigado, Eduardo Mendes!

      Nestes tempos sombrios, é realmente necessário saudarmos tudo aquilo que engrandece a nossa existência.

      E viva o Tex e os Seus Camaradas!!!

      Tony

      Excluir
    3. "Valeu, Leo! Continue nos dando esses "maus exemplos de conduta"!!!


      Hahaha... Veja a q ponto chegamos: O material q era pra ser "normal" (um gibi RAÍZ sobre um personagem correto com ética e moral e pai de família SEM dúvidas sobre sua masculinidade e princípios de justiça e do q é certo ou errado) é q passou a ser "subversivo" hj em dia, kkk!

      Mas pior é q é verdade... No meio do LODO em q se encontram o mercado de quadrinhos moderno e o cinema/TV (dominados pela lacrosfera e tentando empurrar goéla abaixo do leitor toda sorte de cartilhas políticas, ideológicas, e sexuais), o "TEX" é um demônio (um "Tição do Inferno" - como seus inimigos o chamam às vezes no gibi, rs) a ser exorcizado por essa maioria (será q são a maioria mesmo? tenho minhas dúvidas) q tenta desconstruir à todo custo a imagem do macho alfa, hétero, e pai de família. Não vão conseguir, mas vão tentar e estão tentando das maneiras mais sórdidas (embora a decadência comercial "coincidentemente" tbm esteja acompanhando as lacrações dessa "maioria" q parece não segurar as vendas de nada q produz com esses direcionamentos)!

      Fico feliz de ter ajudado a resgatar dessa "areia movediça" alguns leitores q viram em TEX não apenas um personagem comum e correto em suas ações, mas tbm um EXCELENTE gibi, com roteiros e protagonistas FORTES (nada de heróis mimizêntos em dúvidas sobre sua própria existência e preferências particulares: nada disso, longe disso)!

      Obrigado pelo relato, amigo... Esse tipo de "subversão" sempre terá sua RAÍZ aqui, rs!

      Abs!

      Excluir
  14. Boa comandante Leo!
    Uma matéria completa do eterno ranger dos quadrinhos. De um tempo pra cá massificou-se o estigma de que Tex é "gibi de velho", "gibi de coroa", "gibi de tiozão" e outras idiotices na mesma linha.
    Mas pra mim Tex é gibi de qualidade, gibi com arte diferenciada e com personagens cativantes e roteiros prazerosos. Mas que graças a preconceito e ignorância, geralmente é só a velha que desfruta de tudo isso. Enquanto que a galerinha descolada e moderna fica numa punhetação mental consumindo tosqueiras em forma de hq´s.
    Peço desculpas aos colegas pelo desabafo, mas enche o saco ver sujeitos que começaram a ler quadrinhos ontem cagando regra e estereotipando esse ou aquele gênero de publicação.
    Show de bola a postagem, como de praxe. Um abraço e obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É aí, LEPM... blz?

      Brigadão mesmo por ter curtido a postagem (entre hj e amanhã já tem atualização nova no blog - com MAIS notícias e novidades)!

      Há 20 ANOS atrás... qdo voltei a colecionar "TEX" (justamente por já estar de saco cheio do rumo dos super-heróis Marvel/DC), a molecada em fóruns e grupos de Orkut q eu participava, já costumava taxar o "Tex" de "gibi de pedreiro" (e coisas do tipo), rs. Mas nunca pararam pra LER o material e esterotipar o personagem e seu público parecia ser mais "divertido" pra esse povo!

      Mas enquanto riam e debochavam... O "TEX" continuava formando sua base cada vez mais sólida de fãs e emplacando DEZENAS de títulos regulares (mais do q Batman, Aranha, e X-Men tinham ou ainda tem nas bancas)!

      Os roteiros não deixam dúvida tbm sobre a qualidade dos gibis do Tex... pois as tramas contam com temas importantes e cada vez mais atuais abordando luta de classes, preconceito em geral, divisão de terras, exploração de trabalho escravo, defesa do patrimônio Histórico e cultural de povos, e toda sorte de maldades e crueldades da natureza humana. Tudo isso misturado com mta ação em narrativas eletrizantes e "nervosas"!

      Abs!

      Excluir
  15. * é só a velha "guarda" que desfruta de tudo isso.

    ResponderExcluir
  16. Blz Leo?
    Então, não poderia deixar de comentar esse post tão especial.
    Como já te disse em outras ocasiões, comecei a ler Tex por tua indicação. Foi minha porta de entrada para a SBE. Hoje dei um tempo nos Supers e tenho lido e apoiado projetos da Bonelli aqui.
    Esse fds mesmo, minha mãe leu os 3 primeiros números da Julia e adorou.

    Como vc comentou, não tenho as coleções fechadas, mas um pouco de cada coisa. Já que são muitas!
    Estou fazendo as Grandes Aventuras de Tex, que são histórias muito boas (como se Tex tivesse alguma coisa ruim, né? Mas deixa pra lá). Agora que saiu as reimpressões vou tentar ir pegando até completar.
    Os Fanáticos do Tigre Negro, achei a edição Ouro 37 que vc mencionou e peguei. As da Panini são salgadas.
    As edições Ouro tenho algumas das mais antigas, 45, 70, 75 (minha primeira Tex), 83 e da 90 em diante estou tentando completar. O mesmo vale pra Edição Histórica que tenho a partir da 92 e estou completando devagar, na medida que vou lendo. Ambas coleções, por serem arcos fechados, são muito legais de ler.

    A Platinum 32 já tinha ouvido a Joana Russo comentar e veio bem a calhar essa republicação. Vou pegar na banca.
    A Tex Willer peguei na banca com preço reduzido por serem antigas e curti muito tb. Mas não vou fazer tudo, senão haja bolso!!

    Resolvi fazer a coleção mensal, a partir do 614 pra ir acompanhando com está o personagem hoje, já que o resto que faço é republicação.
    Também tenho alguns Almanaques e Gigantes, que saem todo ano, aí fica fácil acompanhar. São sempre atuais.

    São muitos lançamentos bons que vc mencionou, além de outros que estão a venda. Mas colecionar tudo pesa no bolso e as vezes falta tempo pra ler. E cuido para não acumular. Não é minha intenção na coleção, ser acumulador.
    São leituras muito agradáveis que distraem e cumprem o propósito.
    Vamos ver agora com o Ken Parker. Sempre ouvi falar muito bem e tenho curiosidade na leitura. Aposto que vc fará um post quando ela sair!! haha.

    Valeu. Forte abraço Pard.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Otavio... blz?

      Obrigado por ter comentado esta postagem especialíssima (q é a minha favorita - das q eu escrevi - este ano, rs)!

      Legal tbm da sua parte tentar incentivar novos leitores (no seu caso, uma "leitora": Pena q a minha mãe e a minha esposa detestam gibis, hehe - mas ainda vou tentar "converter" o meu filho pra herdar a minha coleção e seguir os meus passos no colecionismo, rs)!

      As minhas coleções de "TEX" tbm não são fechadas... geralmente, emendo uma na outra e revezo. Por exemplo, vai chegar num ponto (em breve) em q a "Ed. História" vai emendar no "Tex OURO" nº 1 (q eu já tenho em perfeito estado). E assim por diante. Daí, é bem como eu falo: O importante é LER "Tex", seja em qual fase ele estiver, pois não tem tempo ruim com o ranger e a grande maioria de suas histórias varia entre o bom, mto bom, e o excelente!

      Sorte sua tbm ter conseguido o "OURO 37", com "Os Fanáticos do Tigre Negro"... essa edição é mto rara de se achar (lembro q eu tive bastante dificuldade e só fui encontrar garimpando pessoalmente em encalhes de SP - na minha última visita à capital paulista)!

      Tbm não sou do tipo "acumulador"... Tanto é, q boa parte dos lançamentos de TEX q comentei aqui eu NÃO vou comprar por já ter em outras versões (e evito mtos repetécos - é o caso do "Platinum 32", q vou PULAR pq já tenho a "Noite dos Assassinos" no "Tex Férias 1"!

      E sim... pode ficar tranquilo, q vai ter matéria especial pro "Ken Parker" por aqui sim (sem dúvida), kkk!

      Abs!

      Excluir
  17. Blz Léo?
    Tenho uma feliz novidade e gostaria de compartilhar com vc, meu caro pard!!
    Já comentei com o pessoal da Confraria Bonelli do teu blog e da influência na leitura do Ranger. E coincidência ou não, logo após eu fazer uma postagem da TO 45, O Passado de Kit Carson, o Zeca do texwillerblog me convidou para uma entrevista, comentando como me tornei fã e colecionador de Tex. Achei muito legal! Já respondi e tirei algumas fotos da minha coleção para enviar junto. É isso aí! Saindo eu te aviso.
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saiu a entrevista ontem! Confira lá! Forte abraço!

      Excluir
    2. E aí, Otavio... blz?

      Mto obrigado mesmo pela consideração, amigo... E parabéns pela entrevista tbm, Pra quem quiser conferir, taí o LINK completo:

      http://texwillerblog.com/?p=98937

      Abs!

      Excluir
  18. Também tenho todas as coleções de Tex meu amigo, histórias de alta qualidade. Grandes roteiristas e grandes desenhistas.

    ResponderExcluir
  19. Leiou Tex desde 1975, onde adquiri o primeiro exemplar . Até não me esqueci do título.O signo da serpente 🐍. Viajei no sucessos. Acompanho agora no etube . Muito bom a cada dia. Estou ansioso para ver o tambor da morte. Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí... blz?

      Por coincidência, o "Signo da Serpente" tbm foi meu 1º gibi do "Tex"... Só q no meu caso, foi pq herdei uma coleção inteira do nº 1 ao 112 (lá pelos anos 80) de um tio meu q acabou morrendo. Ganhei a coleção toda e comecei a ler pelo nº 1 mesmo, rs!

      Abs!

      Excluir

POR FAVOR, LEIA ANTES de POSTAR:

O "Submundo-HQ" é um blog que preza a amizade e a boa convivência entre os usuários... Assim, NÃO serão aceitos por aqui comentários que incluam:

1) Ofensas pessoais e falta de respeito em geral!
2) Manifestações e militâncias POLÍTICAS (de qq tipo)!
3) SPAM e links de divulgação gratuita de compra/venda de HQs!

Obrigado, e seja sempre bem-vindo ao "Submundo"...

Até+

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...