11/04/2021

Plantão HQ (Parte 2): "4F" (Lee/Kirby), Os "Eternos", "OMAC", "Patrulha Estelar", e Mais...

Nesta 2º Parte do "Plantão HQ"... Uma verdadeira OVERDOSE de Jack "REI" Kirby, com 3 encadernados do artista ("4F", "Eternos", e "OMAC"), entre outros clássicos das HQs que incluem: Byrne, Frazetta, Toppi, e até a "Patrulha Estelar" (que marcou uma geração com a versão em anime nas manhãs da Rede Manchete dos anos 80)!

A "Coleção Clássica Marvel 2 - 4F" (Lee/Kirby), "4F - OMNIBUS 2" (BYRNE), "Martha Washington" (Frank Miller), "Os Eternos - OMNIBUS" (KIRBY), "OMAC" (KIRBY), "Patrulha Estelar", "Dan Brand" (Frank Frazetta), O "Colecionador" (Toppi), "Popeye" (Graphic Novel francesa), e um pin-up da "Mulher-Maravilha" (de Jamie Tyndall)!

Confira abaixo:

A "Coleção Clássica Marvel 2 - 4F" (Lee/Kirby) + "4F - OMNIBUS 2" (BYRNE) + "Martha Washington" (Frank Miller): DOSE DUPLA de "Quarteto Fantástico" pelos seus criadores e artistas mais influentes... O Vol. 2 da "Coleção Clássica" (a 1º edição com o "Aranha" eu já comentei em postagens anteriores) traz as 5 primeiras HQs do "4F" (de Stan Lee & Jack Kirby) que deram início ao Universo Marvel na Era de Prata (em 1961). A "Origem do 4F", A 1º aparição dos "Skrulls", O "Fantasti-Carro" (em formato de banheira, rs), O Ressurgimento de "Namor" (criado na Era de Ouro e que retorna como inimigo do 4F), e a 1º aparição do "Dr. Destino". A edição tem 144 pág (R$ 24,90) e republica o equivalente à METADE da 1º "Biblioteca do 4F" (um clássico absoluto das HQs)! A consagrada fase BYRNE no "4F" chega ao FIM com o 2º e último "OMNIBUS" (1224 pág, R$ 399,90 - O gibi MAIS caro já publicado no Brasil). A edição reúne: "Alpha Flight" 4; "Fantastic Four" 261-295; "The Thing" 7, 10, 19; "FF Annual" 18-19; "Secret Wars II" 2, "Avengers Annual" 14, "Epic Illustrated" 26-34, "What If"? 36, "FF Special Edition" 1, "What The--?"  2 e 10. Material que saiu no Brasil apenas em formatinhos da Abril e um arco na Salvat Vermelha! E a "Martha Washington" (de Frank Miller & Dave Gibbons) ganha um TIJOLO de luxo pela Devir (608 pág, R$ 249) com a saga completa (que começou em 1991) e estreou no Brasil com a mini-série: "Liberdade" (Editora Globo) e "Martha Washington Vai à Guerra" (Mythos). A Devir traz (também) as HQs INÉDITAS: "Feliz Aniversário", "Perdida no Espaço", "Martha Washington Salva o Mundo", e "A Morte de Martha Washington"!
 
"Os Eternos - OMNIBUS" (KIRBY) + "OMAC" (KIRBY) + "Patrulha Estelar": DOBRADINHA de KIRBY (com 2 materiais anos 70)... Os "Eternos" são uma raça de seres imortais que já foram adorados como deuses. Seus inimigos são os "Deviantes", enquanto as gigantescas entidades cósmicas que criaram ambas as raças (os "Celestiais") estão retornando ao nosso planeta pra julgá-lo. A edição da Panini (capa-dura, 392 pág, R$ 139,90) encaderna TUDO dos "Eternos" que Kirby produziu em: "The Eternals" 1-19 e "The Eternals Annual 1" (o começo da série saiu aqui em "Superaventuras Marvel", mas a maioria da saga estava INÉDITA no Brasil)! Já "OMAC", foi um dos últimos trabalhos de Kirby para a DC, o artista criou uma distopia inspirada em "1984" estrelada por Buddy Blank, um homem que foi alterado pelo satélite Irmão-Olho e se tornou "O Exército de Um Homem Só". OMAC é alistado na Agência Global da Paz, que policia o mundo usando meios pacifistas, levando-o a enfrentar milionários com sede de poder que se aproveitam dos mais fracos (capa-cartão, 176 pág, R$ 39,90). A HQ é INÉDITA no Brasil e a edição da Panini reúne a saga completa em: "OMAC" (1974) 1-8! E o mangá da "Patrulha Estelar" vem em edição de luxo pela New Pop (capa-dura, 648 pág, R$ 96,90). A série é mais conhecida no Brasil pelo anime que passava na Rede Manchete nos anos 80. Em 2199, a Terra está sofrendo com as invasões e ataques do Império Gamilas, que força a humanidade a se refugiar em uma metrópole subterrânea. Assim, o Couraçado Espacial Yamato parte rumo ao espaço como a última esperança da humanidade! 
 
"Dan Brand" (Frank Frazetta) + O "Colecionador" (Toppi) + "Popeye" (Graphic Novel francesa): A P&N lança "Dan Brand", um material clássico de Frazetta (publicado a partir de 1949 e se estendendo pelos anos 50). Dan é um jovem da cidade grande no período colonial dos EUA, cuja vida é marcada pela tragédia quando o assassinato de sua noiva o lança numa empreitada pelas regiões selvagens do Velho Oeste em busca de vingança. Aprendendo os costumes de uma tribo indígena norte-americana, Brand inicia uma longa jornada que o transformará em um herói nacional (capa-dura, 196 pág, R$ 79,90)! O "Colecionador" (de Toppi) é um lançamento da Editora Figura e reúne os 5 álbuns do personagem numa única edição de 260 pág (o preço ainda não foi definido, pois a HQ já esteve no Catarse e em breve será vendida nas lojas normais). O herói é um milionário que viaja aos confins do mundo em busca de objetos raros pra sua coleção (um "VERME" hardcore, rs)! Já o "Popeye" ganha uma inusitada graphic novel francesa (capa-dura, 108 pág, formatão) com campanha no Catarse (neste "LINK"). A arte é estilizada e muito diferente das versões anteriores que já vimos do marinheiro comedor de espinafre (taí um projeto interessante)! Por FIM, separei uma pin-up da "Mulher-Maravilha" feita pelo artista Jamie Tyndall (um talento muito promissor)!   
 
Até+

87 comentários:

  1. Grande Léo, um bom tempo sem comentar aqui, mas sempre dando uma olhada. Esse segundo Omnibus de Byrne, vou esperar aparecer um desconto, pois já tenho os Omnibus tanto dos Eternos quanto o primeiro do Quarteto. A Coleção Clássica Marvel, para mim é imperdível em todos os sentidos, mesmo já tendo a primeira Biblioteca do Quarteto, e as do Homem Aranha, mas o material clássico em ordem cronológica, com o início do universo Marvel, é um sonho que eu pensei que não sairia por aqui jamais. A panini infelizmente está praticando preços altíssimos e está ficando muito difícil adquirir seus produtos. Seu blog como sempre continua excelente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Marcilio... blz?

      Brigadão mesmo por continuar curtindo e acompanhando o blog, amigo... E apesar do tempo reduzido e escasso, continuo me dedicando à este espaço da melhor forma q eu posso: E acredite, cada matéria aqui ainda é produzida com empolgação e entusiasmo (mesmo com o blog prestes a comemorar 10 ANOS, rs)!

      O OMNIBUS do 4F eu acabei pulando mesmo (tanto o 1 qto o 2)... o formato realmente não me agrada e fica mto pesado pro bolso (apesar de adorar a fase BYRNE, tive q botar esses TIJOLOS na lista de contenção de gastos, rs)!

      Já a "Coleção Clássica" é outro papo... Essa eu vou fazer completa e com gosto: formato econômico e ordem cronológica é tudo q eu sempre quis numa coleção de clássicos Marvel!

      Qto aos preços... De fato, estão ficando impraticáveis na maioria dos casos. Atualmente, tenho PULADO mta coisa q eu jamais pularia se não fossem os preços inflacionados!

      Abs!

      Excluir
  2. Oi Leo!

    Vários lançamentos de qualidade infelizmente lançados numa época de grande recessão!

    Martha Washington é um material que merece ser redescoberto! Não é o melhor trabalho de Frank Miller, mas é muito bom, pertencendo à época em que ele "escrevia" realmente!

    A arte de David Gibbons (Watchmen) é outro grande atrativo da obra!

    Infelizmente, não vou poder fazer esta Coleção Clássica Marvel na íntegra, por não caber no meu orçamento, já que compro diversos materiais por mês, e tudo acumulou sem que eu tenha terminado outras coleções!

    Então tenho de revezar entre a ESC, Sandman, Lendas DC, Hellblazer, Imortal Hulk, alguns Marvel Vintage, A Lenda de Batman, Superman do Byrne, e alguns omnibus de meu interesse, como o vindouro segundo volume do Conan e este do Quarteto Fantástico, que pretendo pegar ainda este ano!

    Isso me força a selecionar o que comprar, tendo alguns prioridade e outros empurro mais pra frente um pouco, mas comprarei as edições do Capitão América!

    Dan Brand, eu estou lendo e achei muito bacana! É bem estilo dos seriados de Faroeste dos Anos 40,50, e 60!

    Foi uma boa iniciativa do Pipoca e Nanquim trazer estas histórias do início de carreira do mestre Frank Frazetta, bem antes dele se consagrar de fato como um mestre das pinturas!

    Esta do Popeye eu vou financiar quando a campanha estiver perto do fim, pois é um material muito interessante!

    Vamos ver o que a Mythos trará do personagem este ano conforme prometido por ela!

    Ainda bem que o Kirby está vendendo bem, e materiais mais undergrounds estão sendo publicados. Estou na expectativa de Kamandi!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elcio... Tdo bem?

      Verdade, amigo... Tem MTO material bom sendo lançado, mas numa época bastante complicada economicamente (devido à pandemia mundial e suas repercussões na vida da gente). A minha renda mensal deu uma bela despencada no último ano, ao mesmo tempo em q as minhas dívidas aumentaram e viraram uma bola de neve interminável. Ainda consigo comprar um gibi q outro no meio desse caos, mas é claro q a prioridade é sustentar minha mulher e meu filho (só o q sobrar no fim do mês é q eu uso pra gibis e bonecos - mas hj em dia é bem menos do q em tempos de vacas gordas, rs)!

      Pra vc ter uma ideia... Hj eu tive uma pequena alegria ao conseguir comprar o "FALCON - E O TUBARÃO FEROZ" (boneco q eu tive na infância e q foi relançado pela Estrela). 400 conto (q eu dividi em 10x de 40 pila). Na verdade, o custo não foi apenas financeiro: mas tive q abrir mão de outras coisas pra poder comprar esse tubarão. A "Martha Washington" q eu queria mto ler, teve q RODAR em prol do tubarão - junto com o "Dan Brand" do Frazetta (nessas horas, vale a LEI da compensação: compra-se uma coisa e abre-se mão de outras, rs)!

      Mas concordo plenamente contigo... a "Martha" vem de uma época em q o Miller ainda tava em boa forma (é contemporânea do "Sin City", q eu acho uma ótima série)!

      A "Coleção Clássica Marvel"... é boa tbm pq pode ser comprada por personagem: O leitor escolhe o herói ou equipe q quiser acompanhar, pois cada um tem uma lombada de cor diferente (o demolidor é vermelho, o hulk é verde, etc). Isso vai facilitar demais pra galera q não puder acompanhar TUDO (uma bola dentro nessa coleção)!

      Das HQs q vc segue, eu fico com: "Sandman" (essa eu vou encerrar no Vol. 10), "Lendas DC" (tudo q vier), "Imortal Hulk", alguns "Marvel Vintage", "A Lenda de Batman", "Superman do Byrne"... E ainda acrescento: "Príncipe Valente" (tá quase acabando a assinatura), "Lobo Solitário" (quase no fim tbm), "PATOS do CARL BARKS", "Fantasma", "TEX", "Miracleman", e "Titãs" (q retornam este mês - o Vol. 12 é destaque da próxima postagem aqui do blog)!

      Sobre o Frank Frazetta... Eu vou ter q pular essa do "Dan", MAS vou encarar o projeto do Catarse q trará as pinturas dele num álbum de luxo da Editora Figura (ainda vou fazer uma matéria aqui só pra essa edição - assim q o tempo me permitir, rs)!

      E o "Kamandi"... fique tranquilo, VAI ROLAR (foi a última coisa q o "X-9" me confirmou antes de dar uma sumida e tirar umas férias, kkk)!

      Abs!

      Excluir
  3. E aí, Leo, tudo joia?

    OMAC e Eternos adquiri importados e são ótimos materiais. Tudo de grandioso que falta nos quadrinhos atuais está lá.
    Pretendo pegar essa Coleção clássica do Quarteto (do Aranha peguei em banca sábado passado).
    Martha Washington acho interessante, seria um ótimo adendo, mas como material da Devir tende a baixar com o tempo na Amazon, dá pra aguardar.
    A Skript está com dezenas de outros materiais em vias de disponibilização no Catarse, recente a obra Ronin Americano, escrita por Peter Milligan, já alcançou a meta.
    Em breve High Ways de John Byrne e Aniquilador de Grant Morrison serão os próximos. Uma boa alternativa aos preços loucos da Panini.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Lierson... blz?

      "OMAC e Eternos" já estão devidamente COFRADOS agora... um sonho antigo ver essas 2 belezuras kirbyanas na minha estante, rs!

      A "Coleção clássica do Quarteto" vai melhorando a cada nova edição... O Vol. 2 do 4F vai completar a 2º metade da "Biblioteca", mas o Vol. 3 será ÉPICO e vai republicar pela 1º vez em 50 ANOS (meio-século) as primeiras HQs q saíram na revista mensal do "4F" pela EBAL (só a 1º aparição do "Fantasma Vermelho" e do "Vigia" já valerá a edição)!

      E um salve às NOVAS editoras q andam surgindo no mercado nacional... Fiquemos de olho na Skript, Figura, JBraga, e Geektopia!

      Abs!

      Excluir
  4. Leo,

    Bom dia.

    Será que de fato veremos o "Kamandi" de Jack Kirby, sair ano que vem? A Fase Classica Marvel, ficará ainda melhor, quando ultrapassar o volume 60, Quarteto, Capitão América, Hulk e Thor... Fases que saíram na Editora Bloch,RGE e Editora Abril picotada e histórias puladas, digo, O Capitão América, Thor e Vingadores

    Torço que chega nesse período, se chegar estarei satisfeito!!!!

    Um grande abraço para vc e Victor, o futuro Monarca e Regente de sua Coleção!!!!👱‍♂️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, amigo... Tdo bem?

      SIM, o "Kamandi" parece q já tem seu espaço garantido entre os futuros lançamentos do "Kirbyverso", rs... Só não sei o formato ainda, mas torço pra q se mantenha nas "Lendas": Foram 40 histórias desenhadas pelo kirby, creio q o melhor seriam 5 Vol. com 8 HQs cada (aí mata a charada)!

      E não se preocupe... Tô bastante confiante q a "Coleção Clássica" tenha sua EXTENSÃO anunciada após as 60 primeiras edições (já confirmadas). É o mesmo método da Salvat: a editora trabalha com um teto de 60 Vol. iniciais e dependendo das vendas já emenda com uma extensão pra mais 60 e daí pra frente (lá fora já vão pra 250 Vol)!

      Qto ao futuro Monarca da minha coleção... O pequeno Von Doom acabou de completar 3 aninhos semana passada, rs. Ele já demonstra potencial pra coisa e tem seus próprios heróis e vilões favoritos: "Deadpool", "Aranha", "Cap. América", "Coringa", e "Hulk" (nessa ordem - e sim, o "Coringa" ele adora em qq versão: de César Romero até Joaquim Phoenix, kkk)!

      Abs!

      Excluir
  5. Sonho de consumo essa Mulher-Maravilha.

    Rapaz, não deveria, mas já comprei essa do OMAC, em meio á tanta coisa cara essa hq tá bem em conta, e com o encadernado sendo em volume único, melhor ainda.

    E a arte do Frazetta, melhora ao longo do Dan Brand? Por que essa capa, achei bem fraquinha. Ainda bem que o cara depois brindou o mundo com algumas das melhores pinturas do Conan já feitas.

    Coleção clássica seria interessante pegar, mas não tenho saco de ficar esperando desconto ou chegar no site da amazon (não gosto de comprar no site da Panini), por isso nem vou começá-la. O ideal seria que ela chegasse nas bancas semanal ou quinzenalmente como as da Salvat, mas com as bancas quebradas, acho que isso nem devecestar acontecendo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por ora, está. L. Peguei em banca a número 1 (sou de Porto Alegre/RS). O problema é achar uma banca aí próxima.
      Abraço.

      Excluir
    2. Pois é. Aqui onde moro as bancas quebraram de vez. Existiam 3 onde moro. Uma já virou lanchonete, outra tinha um dono gente boa que faleceu e depois disso foi só ladeira abaixo. Hoje quem toma conta é uma mulher que de tão azeda que é, afasta clientes, a outra idem.

      Excluir
    3. aqui em Franca esta saindo normalmente na única banca que sobrou na cidade,mas tenho comprado no site da Panini e esta funcionando muito bem.

      Excluir
    4. "Sonho de consumo essa Mulher-Maravilha."


      Pois é, L...

      Até não tem nada a ver com "lançamentos", mas faz horas q eu tava esperando a melhor oportunidade pra compartilhar essa "The líssia" de imagem aqui no blog (totalmente "tóxica" e "sexualizada" q é pra deixar a lacrosfera rasgando a tanga mesmo, hahaha)!

      Qto ao "Dan Brand"... Não, a arte não muda o estilo e permanece no mesmo padrão da CAPA: Nos anos 50, o Frazetta ainda não era bem aquele MESTRE da fantasia q se tornaria anos depois em pinturas belíssimas e erotizadas, rs!

      Abs!

      Excluir
    5. "Hoje quem toma conta é uma mulher que de tão azeda que é, afasta clientes"


      Porra... Nos dias de HJ em plena pandemia e recessão ainda tem gente escrota q se dá ao luxo de ser azeda e afastar clientes? Tomar no cool mesmo: merece ser boicotada então (com tanta gente mais simpática e boa-praça precisando de clientes pra se sustentar: é fóda né)?

      Abs!

      Excluir
    6. "mas tenho comprado no site da Panini e esta funcionando muito bem."


      Até hj só fiz 2 compras no site panini...

      As "Tiras do Aranha" e "Eternos" (q vieram juntas no mesmo pacote) e as figurinhas q faltavam pra completar o álbum do "Batman"!

      Veio tudo perfeito e sem problemas tbm... por enquanto, não tenho do q reclamar do site da pirinini!

      Abs!

      Excluir
    7. O produto veio em bom estado. Já fiz umas 2 ou 3 compras lá.
      Única reclamação que posso fazer é que eles demoram pra enviar (pelo menos onde moro) e ter fe fuçar o site deles pra procurar o código de rastreio, sendo que em vários sebos que compram me enviam por email o código de rastreio e a interface de outros sites são mais organizadas.

      Excluir
  6. Muito material do Kirby sendo lançado. Dou graças aos céus pelos meus trabalhos favoritos dele serem no Thor, do contrário meu bolso não aguentaria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu tô adorando essa OVERDOSE insana de KIRBY q tá rolando, hehe...

      O "THOR" dele vai ser mto fóda... Vai ter umas 20 edições pra fechar a fase dele (foi a 2º série mais longa q o Kirby produziu depois do "4F")!

      Abs!

      Excluir
  7. Sempre que vejo notícias de Omnibus da fase do QF do Byrne, fico com vontade de comprar, mas acho o formato desconfortável. Atualmente, meu lugar de leitura de gibis é na cama ou no sofá deitado, por isso, imagina escorregar a mão e cair um tijolo desses na cabeça? Kkkk Fora que nem sei se tenho força para segurar um Omnibus assim não...

    Falando no Byrne, reli neste final de semana a fase dele nos Vingadores da Costa Oeste por causa do seriado Wandavision e que história fenomenal. Em minha humilde opinião, é uma obra prima dos quadrinhos. Pena que ele saiu antes de concluir por ter brigado com o editor (coisa que era normal para o canadense esquentadinho, lembra mesmo o Wolverine).

    Esse OMAC acabei comprando ontem na banca do supermercado em que fiz compras. Ainda não li, mas espero que seja pelo menos no nível do Etrigan. Não ia comprar depois da decepção que tive lendo Quarto Mundo, mas me empolguei para comprar depois que lembrei que tinha gostado muito da fase do Omac feita pelo Byrne (sempre ele)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Guilherme... blz?

      É o mesmo desgosto q eu tenho, rs... O formato OMNIBUS não me agrada em nada e acho mto desconfortável pra ler e manusear (sem falar em guardar na estante (ocupa um espaço considerável)!

      Tbm costumo ler deitado de barriga pra cima, com o gibi apoiado no peito... Ou na rede (mesmo q aí eu fique mais inclinado, ainda é incômodo de ler um trambolho desses)!

      Qto ao BYRNE... De fato, a saga da "Costa Oeste" (Busca pelo Visão) eu tbm achei mto boa e lamento mto q não tenha tido continuidade pela Panini (tenho nos "Maiores Clássicos 2" dos vingadores). Aliás, nunca li nem em scans o resto dessa fase!

      E pode ficar tranquilo, q "OMAC" eu achei até bem melhor q o "Etrigan"... Pena vc não ter curtido o "4º Mundo" (eu achei uma ótima saga setentista - bem ao meu gosto, rs), mas o "OMAC" tem um estilo um pouco diferente, até por ser uma saga fechada e auto-contida (q cabe num único Vol)!

      Abs!

      Excluir
    2. Eu tenho essa fase do Byrne dos Vingadores da Costa Oeste completa nos saudosos formatinhos da Abril, que publicou tudo a época, começando na GHM 38 e lançando o resto nas mensais do Capitão América.

      Se vc tiver interesse em pegar o material físico, pelo que vi agora no site Guia dos Quadrinhos, essa fase foi quase toda republicada, com exceção dos tie-ins da saga Atos de Vingança.

      A continuação do encadernado da Panini que voce tem saiu no volume da Feiticeira Escarlate da Salvat "Capa Vermelha" e o final na Antalogia Vingadores.

      Mas, como disse, o Byrne saiu fora antes de concluir, daí o Roy Thomas, que assumiu no lugar dele, meio que finalizou tudo às pressas, dando um monte de desculpas esfarrapadas para tentar resolver as pontas soltas.

      Essa péssima "conclusão", pelo que pesquisei, não foi republicada, mas só serve para fazer a gente passar raiva, como foi no gibi do Hulk que o esquentadinho do Byrne pulou fora sem finalizar também...

      Excluir
    3. E aí, Guilherme... blz?

      "A continuação do encadernado da Panini que voce tem saiu no volume da Feiticeira Escarlate da Salvat "Capa Vermelha""

      Caramba, dessa eu não sabia... Valeu mesmo pela dica, amigo: A "Feiticeira" da Salvat eu nunca vi por aqui (em Porto Alegre) e acabei não prestando atenção no conteúdo, rs!

      Já os formatinhos da Abril... esses eu passo, pois atualmente tô usando como critério pra minha coleção apenas o formato americano pra Marvel e DC (inclusive, vou me desfazer de centenas de formatinhos da Abril pra liberar espaço nas estantes, hehe)! Mas é claro, q com o sucesso de "Wandavision" na TV, não acho mais tão improvável q a Panini relance a saga da "Costa Oeste" em novos encadernados (vamos ver)!

      E putz... Essas birras e ranços do BYRNE acabaram respingando no leitor pelo visto, hein? Temperamento explosivo nunca é bom pra quem trabalha numa área q envolve editores, roteiristas, outros artistas e o próprio público-leitor. Esses caras (Byrne, Alan Moore, Straga) deveriam todos tomar um rivotril, kkk!

      Abs!

      Excluir
    4. Um amigo meu disse hoje que viu um vídeo do editor da Panini prometendo relançar a fase do Byrne na coleção Marvel Vintage.

      Estou lendo agora via scan o restante da fase que veio depois, do Roy Thomas e Paul Ryan. Bem genérica e sem graça... vê que ele não fazia ideia de como lidar com as coisas que o Byrne estabeleceu. Única coisa que gostei foi o quebra pau entre o Gavião Arqueiro e o Agente Americano.

      Excluir
    5. Valeu mesmo, Guilherme... Seria ótimo se relançassem essa fase do BYRNE mesmo, pois só li o 1º arco (Busca pelo Visão)!

      Desconheço todas essas q vc citou q vieram logo depois...

      Abs!

      Excluir
  8. Olá, Léo!

    Já comprei as duas primeiras edições da Coleção Clássica Marvel; material imperdível para colecionadores e saudosistas, como eu. Capa cartão, papel off set de boa gramatura e, principalmente, excelente conteúdo. Tomara que essa coleção avance até os mais de duzentos volumes já lançados na Itália. O único senão é o preço a partir da terceira edição; um tanto salgado. Terei que abrir mão de outras coleções para comprar essa.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Tadeu... blz?

      Tbm consegui hj a 1º edição da "Coleção Clássica" (a loja daqui tinha recebido o Vol. 2 antes do 1 na semana passada)... Agora é esperar a 3 e 4 (com "XM" e "Vingadores", rs)!

      E eu acredito q essa coleção avance os 200 Vol. por aqui tbm... Afinal, a Salvat conseguiu emplacar 135 Vol. em capa-dura da coleção preta e mais 100 da vermelha (nada mal). Assim, acho q a panini (q é uma editora maior) tbm consegue pelo menos uns 200 em formato econômico!

      Abs!

      Excluir
  9. Quero pegar os ETERNOS e os numeros 1 da Coleção Classica exceto Vingadores q já tenho a 1 historia naquela Salvat Vermelha... e todos do Capitão (meu favorito) e Hulk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os "Eternos" ficou ótima a edição (com 20 histórias - a grande maioria INÉDITA por aqui)!

      E dos clássicos, eu pretendo fazer a coleção completa mesmo (nem q eu abra mão de outras coisas pra caber no orçamento)... As do "Capitão" tbm estão entre as minhas HQs favoritas do Kirby (depois de "4F" e "Thor")!

      Abs!

      Excluir
  10. E aí, Leo, como vai?

    Cara, tá cada vez mais complicado comprar gibis por aqui diante destes preços, infelizmente pra mim não está dando, e tenho que selecionar muito bem.
    Apoiei o Popeye porque gosto demais de hqs pintadas manualmente, hoje em bem menos quantidades e foge dos moldes digitais.
    Coleção Clássica Marvel deveria ser mensal, não tenho pressa em quinzenal já com subida de preço, mas verei se pego apenas alguns ou na totalidade.
    Vou priorizar os busões do Conan (Panini e Mythos), o restante só pego se for uma boa promoção e ainda assim pagar no sufoco em longas parcelas.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Val... blz?

      Tá complicado mesmo continuar mantendo as coleções (pelo menos pra quem - assim como eu - NÃO ganha salário fixo e todo mês tem q lutar contra as contas/dívidas e ainda sustentar a família)... O jeito é ser cada vez mais seletivo e ir "driblando" os preços altos, rs!

      O "Popeye" me interessou bastante tbm... Mas no momento entrou no corte de gastos do mês. Pelo menos a campanha vai levar mais um tempo e vou ver se consigo encarar essa edição lá pro mês q vem!

      Já a "Coleção Clássica"... Bem, sendo quinzenal ela já levará entre 8 e 10 anos pra buscar a coleção italiana (q chegou no Vol. 200 e ganhou extensão até 250), se fosse mensal levaria até 20 anos, hehe (nem sei se estarei vivo até lá - eu teria quase 70 anos, rs)!

      Abs!

      Excluir
  11. Fala. Léo!

    Um plantão que abrange obras do Kirby,Byrne,Frazetta,Miller e Toppi, é realmente fora da curva e, porque não dizer, auspicioso!

    Claro que não dá para pegar tudo(na verdade, atualmente, pegando quase nada!), mas fica claro que o mercado/nicho de Gibis continua surpreendendo.

    Me parece claro, que os editores entenderam que parte considerável do público consumidor, é composto por um tipo de "espólio" dos leitores remanescentes da Abril/Ebal e RGE(com aquelas tiragens volumosas da época).

    Portanto a tendência de encadernados(Omnibus e outros formatos),com este tipo de material, deverá ainda manter uma base mínima de leitores e clientes consumidores.

    Em relação aos valores, muito já foi dito e discutido e o hobby está e permanecerá muito caro!

    Sobre a coleção clássica Marvel, dá vontade de pegar tudo desde o início, mas meus volumes da(finada)BHM, me pouparão deste gasto.

    Peguei o Omnibus dos Eternos e assim como o primeiro volume do 4F, fiquei muito satisfeito (apesar do formato limitante para a leitura em posições malemolentes).

    Mas com a redução de aquisições, venho optando por tiros mais certeiros, com materiais que há muito aguardava em formato digno!

    O lado bom (muito bom!) desta fase mais comedida(também devido ao espaço), é a oportunidade de me aprofundar na própria coleção, com a colocação de muitas leituras em dia e a realização de um "inventário" das edições, gerando um processo de filtragem em relação ao que ainda devo adquirir.

    Mas é difícil deixar passar materiais com o Kirby e o Byrne(além de outros, é claro).

    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Victor... blz?

      "Um plantão que abrange obras do Kirby,Byrne,Frazetta,Miller e Toppi, é realmente fora da curva e, porque não dizer, auspicioso!"

      Falaste tudo, amigo... não dá pra reclamar mesmo deste "Plantão" no quesito: "Artistas de Renome", né? hehe!

      Tbm concordo plenamente contigo qto à não conseguirmos comprar TUDO... E é aí q vem a observação mais interessante em relação ao nosso mercado atual: Saca só, qdo (em são consciência) imaginaríamos estar PULANDO HQs assinadas por Kirby, Byrne, ou Miller? Pois é exatamente o q está acontecendo comigo e vários outros leitores: Chegamos ao ponto de precisarmos PULAR e riscar das nossas listas de compras obras de 1º escalão!

      No meu caso... Deste "Plantão" eu acabei comprando apenas: "4F" (Coleção Clássica), "Eternos", e "OMAC". E "SÓ" (ainda tenho q dar graças a deus de ter conseguido comprar pelo menos os Kirbys da lista)!

      A realidade é pesada (economicamente falando)... E tive q PULAR o "4F" do BYRNE (pelo preço e por não gostar do formato OMNIBUS), um "Frazetta" raríssimo dos anos 50, e até a "Martha" do Frank Miller (há algum tempo atrás eu sequer cogitaria deixar passar uma edição dessas, trazendo um Miller em boa forma)!

      Coisas dos novos tempos... em q a insanidade parece prevalecer qdo editoras de GIBIS insistem em formatos luxuosos e caros (na maioria das vezes) enquanto o MUNDO todo ainda sofre o impacto social e econômico de uma pandemia q já entra em seu 2º ano causando estragos e destruindo vidas (em todos os sentidos)!

      Abs!

      Excluir
    2. "Coisas dos novos tempos... em q a insanidade parece prevalecer qdo editoras de GIBIS insistem em formatos luxuosos e caros (na maioria das vezes) enquanto o MUNDO todo ainda sofre o impacto social e econômico de uma pandemia q já entra em seu 2º ano causando estragos e destruindo vidas (em todos os sentidos)!"

      Acho que elas não são as únicas que estão insanas, tenho torrado um bom dinheiro com essas tranqueiras (cds, dvds, livros, hqs) nos últimos tempos

      Excluir
    3. "Acho que elas não são as únicas que estão insanas, tenho torrado um bom dinheiro com essas tranqueiras (cds, dvds, livros, hqs) nos últimos tempos"


      Nem me fale, hehe...

      Deve ser um efeito colateral da pandemia: O de gastar e consumir pela própria ansiedade e tempo de confinamento em casa... Eu e minha mulher nunca compramos tanto pela internet como agora. E nunca financiei tantos projetos no Catarse como tenho feito nesta pandemia!

      A gente acaba gastando até o q não tem... já tô endividado até a próxima vida mesmo, kkk!

      Abs!

      Excluir
    4. É... se as editoras ja estavam indo nesse caminho, agora com a Pandemia,o jeito é focar no publico menos abalado por ela, os que menos pegam busão mas compram.

      Excluir
  12. E aí Leo!?
    Os quatro CCM já peguei num combo de desconto que a Panini deu até pros lançamentos.
    MAterial clássico é muito bom, da PANINI só devo continuar com eles, do Super e Batema quando deixar de vir repeteco das "Lendas', ah... Também continuarei com o Demolidor.
    Eu tô fora dos omnibus da PANINI, tá caro, como tudo, só peguei o Conan da Mythos, como vc já sabe.
    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Wesley... blz?

      Das "CCM" eu já tô com as 2 primeiras aqui em casa... adorei as edições: Boas e baratas como TODO GIBI deveria ser, rs!

      Vou fazer a "coleção clássica" na íntegra... Além de ser um prazer colecionar esse material DE QUALIDADE (lembrança de tempos da Marvel q não voltam nunca mais), ainda deixarei uma bela herança futura de quadrinhos pro meu filho! Tbm vou nessas coleções de "Batman" e "Super" (q ainda não foram lançadas - tão bem atrasadas, né)?

      E ontem consegui (finalmente) comprar o bendito "TUBARÃO FEROZ": O "Falcon" da DISCÓRDIA, hahaha... Os grupos de Falcon no face estão pegando fogo com as rixas entre colecionadores (é incrível como a velharada q coleciona Falcon adora uma BRIGA entre si e já tá rolando até ameaças de SURRAS nos eventos, processos judiciais, e mto xingamento e baixaria nas redes sociais, kkk). Mas fiquei mto satisfeito em conseguir o "TUBARÃO" (q parcelei em 10x), q era uma recordação de infância (eu tive ele na época - 1978). Só q a roupa de mergulho eu vou mandar customizar uma decente, rs!

      Abs!

      Excluir
    2. Então Leo, esse Falcon mergulhador também era um sonho de consumo antigo, assim como o helicóptero, mas essa briga gerada pelos Scalpers e Parceirinhos me deixou desgostoso com essa aventura, nem interesse comercial como investimento tenho por ela.
      Vou passar. Posso me arrepender no futuro? Posso, mas só em olhar este boneco me trás tristeza.
      O interessante é que a Estrela parece que está torcendo pela briga entre os clientes,😂🤪, da mais "ibope".
      Até a próxima.

      Excluir
    3. Pois é, Wesley... A Estrela parece q até torce pra essa polarização entre os colecionadores de Falcon, rs (eu, falando como publicitário, acho q essa rixa tá sujando o nome da empresa de uma forma irreversível)!

      Mas independente da rixa... O "Mergulhador" é uma peça q considero essencial diante dos meus objetivos da coleção, já q minha ideia é reproduzir agora todos os falcons q tive na infância (em torno de 20 bonecos) e o do "tubarão" era dos meus favoritos, rs!

      Abs!

      Excluir
    4. Qual é essa rixa envolvendo os colecionadores no caso do mergulhador ?

      Excluir
    5. E aí, gustavo... blz?

      A rixa é q o colecionador de Falcon hj tá "POLARIZADO" em 2 extremos (q nem a política brasileira, kkk)... Há os q defendem a Estrela por estar relançando o Falcon e possibilitando q os customizadores tbm cresçam no mercado com réplicas de roupas e acessórios. E tem o lado q ataca as decisões da empresa (criticando falhas nos lançamentos e as ações de consultores q levariam vantagens inflacionando o mercado paralelo ao comprarem estoques por preços mais baratos pra revender bem mais caro depois - lembrando q os estoques são limitados e os falcons acabam rápido hj em dia)!

      Nos grupos de Falcon é treta e briga todo dia... hehe!

      No caso do "Mergulhador", a roupa q vem com o boneco ficou mal feita mesmo... mas quem comprou a peça (q nem eu) já sabia disso e estava preparado pra mandar customizar uma roupa melhor e mais adequada. A Estrela tem falhas nos relançamentos sim, mas nada q o pessoal da customização não resolva!

      Abs!

      Excluir
  13. IRRESISTÍVEL!!!

    Contrastando com o enfadonho cenário dos assim chamados "Universos Marvel e DC", eternamente saturado de heróis e vilões superfantasiados, e onde a "imaginação" excessiva e sem freios há muito degenerou em todo tipo de sandices (como as manjadas e intermináveis batalhas psicoticamente dramatizadas com disparos de lasers fisiológicos fulminantes e demais pirotecnias irracionais do gênero), eis que surge uma HQ pra distoar da mesmice e apresentar um herói diferente : o simples homem comum, no seu embate diário com as agruras da vida, sempre esperançoso pelas recompensas igualmente simples e humanas - advindas do mero esforço pessoal e do trabalho árduo.

    Se os 80 anos do Coringa deixou a desejar por estas sinistras e decadentes paragens, os 92 anos do velho marinheiro através deste Popeye ilustrado pelo brasileiro Lelis e roteirizado pelo francês Ozanan talvez faça jus ao que seria uma homenagem mais coerente.
    Afinal, o Popeye, como está sendo assim caracterizado, parece representar exatamente o homem comum em sua dura luta diária, sem superpoderes, para sobreviver no mundo; e, como também não poderia deixar de ser, ainda envolto em dificuldades em seu relacionamento amoroso. Um Popeye menos espalhafatoso que o típico dos cartoons - limitado a comer espinafre a fim de sempre poder esmurrar o impertinente Brutus.
    Pelo menos, foi isso que pude peneirar adicionalmente, após ver essa postagem hoje (12/04) aqui no blog do Leo. O que me deixou animado em financiar a obra e ter um exemplar desses na coleção, já que a trama aparenta ser boa, se prestando como contraponto saudável e muito necessário em um mercado quadrinhístico repleto de lançamentos estereotipados e desprovidos de originalidade por parte das grandes editoras.

    Sem me aprofundar muito nessa última questão, prenuncio que, num futuro próximo, quando já tiverem sido relançados todos os grandes clássicos possíveis e admissíveis aqui por estas plagas (Barks, Aranha, etc), e não restar nada mais que o lixo descartável de sempre, as megaeditoras como a Panini, bastante associadas e condescendentes com este tipo de coisa, terão sido deixadas para trás por editoras de menor porte, como a P&N, assim como por projetos como os da Catarse, que não menosprezam a inteligência alheia e investem em segmentos alternativos, enquanto ao mesmo tempo vão criando (ou suprindo) um público mais seletivo e mais exigente em termos de qualidade.

    Quem aposta no fim dos quadrinhos (citando múltiplos fatores para isto) apenas observa o cenário por uma perspectiva restrita.
    Eu faço a minha aposta é acreditando no fim dos maus LEITORES - que desapareceriam por falta daquilo que lhes apetecem.
    E esses (a exemplo, dos patéticos ouvintes da péssima "música"), não deixarão nenhuma saudade pois já terão ido tarde. De preferência, o mais rápido possível.

    Tony

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Tony... blz?

      Fico feliz q tenhas curtido e apreciado a HQ do "Popeye"... q tbm me interessou mto e pretendo apoiar a campanha qdo esta estiver mais na reta final (ainda tô em tempo pra isso, rs)! Ela realmente parece ser bem como vc descreveu: Uma HQ simples sobre um homem simples (do mar). Na sinopse (mais detalhada no LINK do Catarse q eu postei na matéria), vemos um Popeye mais "humano" navegando pelo mundo e se metendo em confusão nos portos onde acaba ancorando. Interessante tbm a relação entre ele e a Olivia (q dá a entender no texto do Catarse q fará paralelo entre um homem de mais idade - o popeye é um tiozão - e uma menina mais nova, a Olívia). Tem todos os ingredientes pra ser uma ótima e bela HQ mesmo!

      E sobre HQs fora do mainstream da Marvel/DC (das quais só me restaram as fases clássicas - ABOMINO "quase" tudo moderno de ambas as editoras)... Pelo visto vc entende agora a razão de pq o "TEX" É o meu personagem preferido e a minha leitura favorita de cabeceira, né? Eu sou um cara simples (homem, hétero RAÍZ - sem "variantes" de nenhum tipo, pai de família, não uso drogas - fora a cervejinha do fim de semana, e procuro ser correto no dia-a-dia: sem humilhar e passar a perna em ninguém pra subir na vida) e sendo assim, me identifico com o "TEX" (personagem q ajudou a moldar meu caráter num momento difícil durante a minha passagem da vida adolescente pra adulta). Enfim, só mencionei isso como um fator de semelhança entre "TEX" e o "Popeye" (e a influência positiva q exercem sobre os leitores)!

      "Eu faço a minha aposta é acreditando no fim dos maus LEITORES"

      Sabe, eu tbm acredito nisso... No dia em q o mercado SUCUMBIR pra valer, não será em sua totalidade: Ainda vão sobrar BONS leitores e q saibam apreciar BONS quadrinhos. Parece q já é assim em alguns países do exterior (EUA e Europa): As HQs viraram um nicho cada vez mais segmentado, mas com leitores mais "seletos" (ainda chegaremos lá tbm, rs)!

      Abs!

      Excluir
    2. "e sendo assim, me identifico com o "TEX" (personagem q ajudou a moldar meu caráter num momento difícil durante a minha passagem da vida adolescente pra adulta)."

      Estou numa dessas transições também, Leo.
      Farei 27 anos em julho (os 30 cada vez mais perto) e me considero um sujeito ainda extremamente inexperiente acerca das questões mais relevantes da vida. Por isso, procuro agir parecido com o que vc disse, pautando parte da minha formação naquilo em que, aqui e ali, é possível se aprender em certos livros, em alguns bons filmes e, também, nos melhores gibis, posto que as experiências que a vida pode nos proporcionar diretamente não abarcam toda a extensão das possibilidades humanas. E essas outras possibidades muitas vezes nós encontramos nas manifestações artísticas - onde os protagonistas e seus dramas pessoais desfilam as suas experiências.

      Muito do fascínio e da forte influência exercida pelas HQs se deve ao fato de que os quadrinhos apresentam uma dinâmica toda própria, relativamente complexa e multifacetada, embora bem simples na sua forma de ATUAÇÃO sobre os apreciadores desse gênero de arte.
      Explico melhor : os quadrinhos, através dos diálogos de seus personagens, possuem o mesmo aspecto narrativo sequencial que é típico da literatura, ao mesmo tempo em que trazem os componentes característicos da arte pictórica e ilustrativa (representados estes, evidentemente, por cada uma das imagens que compoem cada quadrinho em particular). E o conjunto todo disso forma então uma estrutura comparável ao cinema, com a diferença de que cada quadrinho que forma um gibi quase sempre envolve uma única tomada de cena, não havendo também, obviamente, a animação nas imagens.

      Somando-se esses elementos à experiência tátil (e, para alguns, até mesmo olfativa) que uma HQ proporciona, há que se mencionar ainda os recursos tremendamente criativos que foram sendo elaborados e acrescentados à narrativa própria dos quadrinhos (e que são exclusivos dessa arte) - como as "onomatopéias", que simulam sons e inúmeros efeitos sonoros (tiros, socos, explosões, etc), assim como as próprias configurações gráficas dos balões (que podem expressar o ato de pensar, de murmurar, de gritar, etc.). Até mesmo os estados físicos e emocionais (como sono, raiva, frio, palavrões) também conseguem ser representados nessa forma de arte através de correspondentes grafismos, sendo fácil e rapidamente compreendidos sem maiores dificuldades.

      Enfim, os gibis proporcionam uma experiência de imersão única, que é desconhecida pelos acéfalos seguidores das idéias de idiotas como o manipulador de dados Fredric Wertham - o primeiro degenerado que inventou a falácia de que o Batman era...gay.
      Esqueceu de avisar isso ao criador do personagem !
      Esse mesmo cara, que quase acabou com a indústria das HQs nos EUA, se declarou depois, em 1973, um fã dos quadrinhos !
      Ou seja, o próprio algoz se rendeu ao fascínio daqilo que foi o objeto da sua depreciação.

      Enfim, quadrinhos sempre foram uma influência positiva para milhões de admiradores dessa arte mundo afora, devido o enorme poder de divertir e de formar o caráter que essa forma de arte possui - desde, é claro, que saibamos diferenciar o reles lixo daquilo que de fato tem valor.

      Vc disse que a sua influência máxima, Leo, foi o Tex.
      Embora seja algo um pouco diferente, esse "espírito do Velho Oeste" eu absorvi mais através dos filmes Spaghetti - com a clássica figura do "homem sem nome"; que se confunde com herói ou vilão conforme as circunstâncias; que vaga pelo mundo e não precisa de ninguém; e cujos únicos companheiros são a sua arma e um bom cavalo.
      No que concerne aos quadrinhos, eu apontaria o Fantasma como o sujeito que, apesar de ter suas raízes ambientadas na selva, me ensinou a ver a vida conforme os valores de conduta que ele sempre demonstrou.
      Enfim, cada um tem um personagem preferido, com quem se identica melhor.

      Abs !

      Tony

      Excluir
    3. E aí, Tony... blz?

      Concordo plenamente com suas observações sobre a arte sequencial... e agora há pouco mesmo, acabei de responder pra outro leitor aqui no blog q talvez sejamos a última geração de leitores de HQs, pois a molecadinha mais nova q curte os FILMES e lê gibis atuais pra tentar "se enturmar" com os personagens, dificilmente seguirá adiante e evoluirá pra outros tipos de HQs mais refinadas (fora do mainstream da Marvel/DC contemporâneas). No fim das contas, seremos nós (eu, vc, e outros leitores;colecionadores q realmente sabem apreciar uma boa HQ) os últimos a apagarem a luz qdo o mercado eclipsar um dia (o q é inevitável, infelizmente)!

      Diante disso... fico imaginando o tipo de formação q um leitor mais jovem terá lendo o LIXO criativo e as lacrações gratuitas q vemos nos gibis modernos. E tento comparar com a formação q EU tive nos anos 70 e 80 com personagens mais íntegros e bem definidos (tipo o "Tex" e o "Fantasma" mesmo, q vc bem lembrou)!

      Acho até q isso renderia uma boa postagem aqui pro blog futuramente... "A influência das HQs na formação de um leitor" (ou algo do tipo - claro q eu bolaria um título mais "descolado" qdo for a hora, rs)!

      Entre os personagens q mais contribuíram pra minha formação pessoal, destaco: "Tex", "Justiceiro", "Surfista", "Preacher", e o "Comediante" (de Watchmen - q me abriu a mente pra uma realidade de uma forma q eu nunca tinha pensado: a de q tudo na vida é uma piada de mau-gosto e q somos manipulados o tempo todo pela mídia e pelo governo)!

      De todos esses personagens q me serviram de referência pra vida... O "Surfista" é o mais ZEN (é o equilíbrio q me impede de me desvirtuar muito do caminho e de ter pensamentos mais rancorosos e vingativos - O "Surfista" contrasta um pouco com o "Justiceiro" e o "Comediante" q fazem parte da minha personalidade, rs)!

      Abs!

      Excluir
  14. blz Leo?

    vou cometer uma heresia aqui: gosto bastante da arte do kirby mas...... suas histórias nem sempre são interessantes, comprar HQs com preços exorbitantes só pela arte não estou podendo.
    a edição do omac é boa Leo?, tenho a "homenagem" que o byrne fez com o personagem lançada aqui pela nova sampa e acho bacana.
    estou economizando o máximo que posso.

    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, gustavo... blz?

      Eu sou a pessoa mais "suspeita" possível pra falar sobre o KIRBY, hahaha... Pra vc ter uma ideia, sou tão "FÃ-nático" pelo REI, q estou envolvido em um projeto "ultra-secreto" (hehe) pra produzir IMPRESSO um encadernado com o "2001 - Uma Odisseia no Espaço" do Kirby (q NUNCA mais será relançado e vou ter q apelar pra "pirataria" mesmo pra botar essa edição na estante, rs). Pra vc ter uma ideia do grau de loucura, ter o SCAN já não me basta mais: meu plano é ter TUDO do Kirby impresso mesmo, nem q eu tenha q fazer pessoalmente e SEM depender de editoras pra isso (só preciso juntar mais grana e os arquivos em melhor qualidade possível - a gráfica pra isso eu já tenho, rs)!

      Enfim... falei demais (como sempre, kkk)!

      Mas respondendo a sua dúvida: Sim, acho q "OMAC" é uma excelente HQ por mostrar um Kirby mais LIVRE na DC ao trabalhar com um personagem em uma saga mais auto-contida (diferente do "4º Mundo" q era um projeto MAIOR e mais ambicioso e envolvia personagens de interesse pessoal da própria DC: Superman, Darkseid, etc). "OMAC" tbm traz uma arte com detalhes mais "bizarros" da criatividade sempre em ebulição do Kirby (a começar por essa mulher encaixotada na capa do gibi)!

      Abs!

      Excluir
    2. "E aí, gustavo... blz?

      Eu sou a pessoa mais "suspeita" possível pra falar sobre o KIRBY, hahaha... Pra vc ter uma ideia, sou tão "FÃ-nático" pelo REI, q estou envolvido em um projeto "ultra-secreto" (hehe) pra produzir IMPRESSO um encadernado com o "2001 - Uma Odisseia no Espaço" do Kirby (q NUNCA mais será relançado e vou ter q apelar pra "pirataria" mesmo pra botar essa edição na estante, rs). Pra vc ter uma ideia do grau de loucura, ter o SCAN já não me basta mais: meu plano é ter TUDO do Kirby impresso mesmo, nem q eu tenha q fazer pessoalmente e SEM depender de editoras pra isso (só preciso juntar mais grana e os arquivos em melhor qualidade possível - a gráfica pra isso eu já tenho, rs)!

      Enfim... falei demais (como sempre, kkk)!

      Mas respondendo a sua dúvida: Sim, acho q "OMAC" é uma excelente HQ por mostrar um Kirby mais LIVRE na DC ao trabalhar com um personagem em uma saga mais auto-contida (diferente do "4º Mundo" q era um projeto MAIOR e mais ambicioso e envolvia personagens de interesse pessoal da própria DC: Superman, Darkseid, etc). "OMAC" tbm traz uma arte com detalhes mais "bizarros" da criatividade sempre em ebulição do Kirby (a começar por essa mulher encaixotada na capa do gibi)!"


      Você quer mesmo ter tudo que o Kurby desenhou? Ouvi dizer wue ele já desenhou até o Arqueiro Verde.

      Isso me faz indagar quais os seus desenhistas favoritos. A lista provavelmente é longa, mas poderia fazer um top 10 ou top 20? Se separar por categorias (mangakas, pintores, desenhistas de comics) a lista vai mais longe ainda. Acho até que renderia materia no blog.

      De cabeça vou listar os meus:

      Adam Kubert
      Jack Kirby
      Ivan Reis
      Mike Deodato (quando está inspirado)
      Steve Mcniven
      Barry Windsor Smith
      Esad Ribic
      Alex Ross
      Brian Hitch (quando deixam ele atrasar pra melhorar a arte)
      Jim Steranko
      Joe Quesada
      John Romita Jr (quando quer desenhar bem, arrisco dizer que o ápice dele foi quando desenho a minisserie do homem sem medo e quando fazia capas do Homem de Ferro com o Bob Layton)
      John Buscema
      Steve Ditko
      Bill Sienkiewicz
      Paolo Rivera

      E muitos outros

      Mangakas
      Takehiko Inoue (vagabond)
      Akira Toriyama (dragon ball)
      Kazuki Takahashi (yu-gi-oh!)
      Kentaro Miura (berserk)
      Yusuke Murata (one punch man)
      Takeshi Obata (death note)
      Go Nagai (devilman, que apesar de muitos no gostarem da arte, foi transgressor na época dele)

      Excluir
    3. "blz Leo?

      vou cometer uma heresia aqui: gosto bastante da arte do kirby mas...... suas histórias nem sempre são interessantes, comprar HQs com preços exorbitantes só pela arte não estou podendo.
      a edição do omac é boa Leo?, tenho a "homenagem" que o byrne fez com o personagem lançada aqui pela nova sampa e acho bacana.
      estou economizando o máximo que posso.

      abraço"


      Pra ser sincero, só tenho as edições do Quarteto escritas pelo Lee e desenhadas por ele, msis pela arte do que pelo roteiro. O Stan Lee tinha boas ideias, mas alguém devia ter colocado um freio no cara na hora dele escrevê-los. Digo o mesmo das histórias que ele fazia com o Ditko.

      Quanto ao Kirby, pode-se dizer o mesmo, tinha boas ideias, mas precisava de auxilio de alguém pra poli-las.

      Excluir
    4. "Você quer mesmo ter tudo que o Kurby desenhou? Ouvi dizer wue ele já desenhou até o Arqueiro Verde."


      E aí, L... blz?

      Sim, é o meu sonho mais louco de colecionador... Ter TUDO q o Kirby já produziu. É tbm um sonho bastante difícil de ser realizado, pois ele realmente produziu MUITA coisa (tanto, q é quase impossível listar e conseguir arquivos digitais de HQs obscuras demais q o Kirby produziu fora da Marvel e DC e o material dele da Era de Ouro tbm)! Mas vou tentar, às vezes os sonhos mais loucos se tornam realidade, rs!

      Qto aos meus artistas favoritos... Obrigado pela ideia de um TOP 10 (ou algo assim), sugestão anotada pera uma futura postagem pro blog, rs!

      Mas por enquanto, vou listar meus 10 favoritos (de cabeça mesmo):

      1) Kirby
      2) Ditko
      3) Romita Pai
      4) Steranko
      5) Buscema (john)!
      6) Galep
      7) Moebius
      8) Serpieri
      9) Gene Colan
      10) George Pérez

      Mas, pô... essa lista seria difícil se eu já não tivesse esses 10 nomes em mente, hehe!

      Abs!

      Excluir
    5. Fala, Léo!
      me permita participar da confecção de listas(que são mutáveis e flexíveis) :
      Kirby
      Byrne
      Miller
      J.Buscema
      Romita Sr.
      Neal Adams
      Steranko
      GIL kane
      e tenho de citar 02 nomes mais "atuais":
      Jerome Opeña e Frank Quitely!

      mas listas sempre ficam incompletas, pois como ignorar Garcia López, Jim Aparo, Bernie Whrightson, Jim Starlim e o "grande operário" Sal Buscema!

      abs

      Excluir
    6. E aí, Victor... blz?

      Bela lista essa sua tbm, hein? E realmente, toda lista deve ser "mutável" e "flexível" mesmo, pois nosso gosto e paladar pra HQs vai mudando com o passar do tempo e nossos "favoritos" vão sendo substituídos por outros mais relevantes (conforme nossos novos critérios)!

      Seja como for, isso sempre renderá debates interessantíssimos...

      Abs!

      Excluir
  15. A segunda parte do plantão veio recheada como vc tinha dito. Dessa overdose de Kirby só me falta o "ônibus". Vou ter que fazer um planejamento pra pegar o num. 2 do Quarteto e esse compilado da Martha Washington. Aos 45 do segundo tempo peguei o "bus" do Conan da Mythos. É tanto lançamento filé em plena crise econômica que não tem como não pesar a consciência.
    É isso comandante Leo. Um abraço a todos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, LEPM... blz?

      Este 2º "Plantão" trouxe só a NATA dos quadrinhos, hein? KIRBY (em dose TRIPLA), BYRNE (num TIJOLO com mais de MIL pág), Frank Miller (com material parcialmente INÉDITO no Brasil), Frazetta (raridade dos anos 50), TOPPI (artista pouco reconhecido por aqui, mas de alto calibre), e até a saudosa "Patrulha Estelar"!

      O difícil agora vai ser eu reunir lançamentos pra "Parte 3" do plantão q tentem (pelo menos) se igualar à isso, kkk...

      E no fim das contas, acabei perdendo mesmo o OMNIBUS do Conan na promoção (não deu pra fazer "mágica" no cartão este mês, rs)... E vou ter q pular a "Martha" do Miller (q eu queria mto ler, mas não vai caber no orçamento nem pros próximos meses), e OMNIBUS do "4F" do Byrne eu já ia pular mesmo (não peguei nem o 1º)!

      Mas já tô feliz com a "Coleção Clássica do 4F" (q peguei semana passada na loja daqui), Os "Eternos" (q comprei da Panini junto com as "Tiras do Aranha"), e "OMAC" (já cofrado tbm)... Futuramente ainda pretendo encarar o "Popeye" e o "Colecionador" (do Toppi)!

      Abs!

      Excluir
  16. Tudo bem !

    O seu blog para min é melhor sobre quadrinhos , ainda mais de quem é da velha guarda . Muitas vezes eu tiro as minhas dúvidas lendo os comentarios.
    Hoje lendo essa postagem me deu vontade de escrever por dois motivos .Primeiro eu li um livro que foi uma indicação sua que foi o imperio dos gibis . Foi uma leitura que no meu entender mostrou também que publico foi abandonando o gosto pelos quadrinhos . e claro a historia dos quadrinhos da editora abril achei muito legal.
    Acabei de ler os Eternos do mestre Kirby e adorei e vou começar a ler omac.Muitas vezes fico pensando quando leio um clássico será nostalgia ou caras eram bom mesmo, especialmente Kirby que é um dos meus artistas preferido,Pois quadrinhos atuais cheio de lacração eu não consigo engolir.

    Continui firme com o blog. Um abraço .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sandro... Tdo bem?

      Muito obrigado mesmo por estar acompanhando e curtindo o blog... Aqui eu sempre respondo todos os comenta´rios e sempre q vc tiver qq dúvida ou quiser trocar uma ideia sobre HQs, saiba q aqui é o lugar certo pra isso: Pois vc será tratado com respeito e se eu não souber responder a sua dúvida, eu vou pesquisar ou pedir ajuda pra quem souber! Assim, seja sempre bem-vindo ao "Submundo", blz?

      Este blog ainda resiste ao tempo... principalmente pra quem for da velha guarda: Pois é um dos dos últimos refúgios q sobraram nas redes sociais onde os participantes ainda debatem sobre BOAS HQs (e não sobre os panfletos "lacrativos" e sem criatividade nenhuma produzidos atualmente pela Marvel e DC)!

      Fico feliz q vc tenha curtido tbm o livro do "Império dos Gibis"... q foi um dos lançamentos mais comentados do ano passado. Acredito q a biografia do "Stan Lee" e o livro sobre os bastidores da "RGE" (ambos do Roberto Guedes - q eu comentei na postagem anterior) sejam igualmente excelentes e recomendáveis (já conheço outros livros do Guedes e é sempre uma leitura mto agradável e repleta de pesquisa e imagens bacanas)!

      Qto à "Eternos" e "OMAC"... Uma coisa mto interessante sobre esses 2 materiais, é q ambos são dos anos 70 e estavam praticamente INÉDITOS no Brasil (dos "Eternos" a Abril publicou só o comecinho, deixando todo o resto da série no limbo e "OMAC" nunca viu a luz do dia por aqui). É incrível como mesmo no meio de tanto lixo moderno, ainda existam HQs de tamanha qualidade q ainda permaciam inéditas no Brasil!

      Abs!

      Excluir
    2. Grande verdade, Leo. No meio desse esterco atual dos quadrinhos, de mimimis e lacrações,aparecem ainda raros diamantes. Um grande abraço.

      Excluir
    3. "No meio desse esterco atual dos quadrinhos, de mimimis e lacrações,aparecem ainda raros diamantes."


      Uma verdade incontestável, amigo...

      Abs!

      Excluir
  17. Olá! Para os colegas que apreciam a arte desse mestre. Abs!

    ---------------------------------

    Campanha Catarse: PINTURAS FANTÁSTICAS DE FRAZETTA por Figura Editora.

    "A Figura Editora lança no Brasil o primeiro art book do mais icônico artista visual da cultura pop: Frank Frazetta.

    Pinturas fantásticas de Frazetta, escrito por J. David Spurlock, é a mais recente compilação das obras do artista. Lançado há poucos meses nos Estados Unidos, o livro chegará ao Brasil através do selo Figura Ilustra, com design gráfico exclusivo para a edição nacional.

    Maior nome do estilo conhecido por “arte de fantasia”, Frank Frazetta (Estados Unidos, 1928- 2010) influenciou o cinema, a literatura, o rock, os quadrinhos, os RPGs e as artes plásticas. Para se ter uma ideia, George Lucas, criador da série Star Wars, se inspirou em duas capas de Frazetta para criar o Chewbacca e a Estrela da Morte. Já as capas que Frazetta ilustrou para as edições de Conan, de Robert E. Howard, lançadas nos Estados Unidos desde o final dos anos 1960, definiram o visual do bárbaro e influenciaram na escolha de Arnold Schwarzenegger para viver o personagem no cinema. No mundo do rock, as capas de Frazetta para bandas como Nazareth e Molly Hatchet são ícones do heavy metal."

    Saiba mais e apoie a campanha no link:
    https:https://www.catarse.me/frazetta?fbclid=IwAR20Za1NIiLo-Zq6iO6E-dcLqx-v18TjT6XuoNb7Wf0YUjvHUHy0SLm4kVk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Django... blz?

      Esse vai ser obrigatório mesmo... Vou apoiar certo essa campanha, pois a arte do Frazetta pra aventura e fantasia é algo pra se emoldurar na parede, rs!

      Abs!

      Excluir
    2. Apoio realizado. O difícil vai ser esperar!!!!

      Excluir
    3. "Esse vai ser obrigatório mesmo... Vou apoiar certo essa campanha, pois a arte do Frazetta pra aventura e fantasia é algo pra se emoldurar na parede, rs!"

      Deve ser por isso que um dos itens da campanha oferece a opção de comprar 2 volumes kkkkk
      Se eu pudesse levava 2. Por enquanto vou ficar só com 1 mesmo

      Excluir
    4. Obrigado pela dica, Django! 👍👏👏

      Excluir
    5. O 2quadrinhos fez uma live com o editor da Figura, em alguns momentos a internet do Vinicius caiu, mas no geral a live foi muito boa:

      https://youtu.be/QT9Jm2dEA_0


      OBS: soube sobre o artbook primeiro no submundohq, chuuuuupaa youtube!!! Kkkkkkkkkk

      Excluir
    6. "Deve ser por isso que um dos itens da campanha oferece a opção de comprar 2 volumes kkkkk"


      verdade, L... Hehehe:

      Um é pra guardar... e o outro pra recortar e emoldurar na parede, kkk!

      Abs!

      Excluir
    7. "OBS: soube sobre o artbook primeiro no submundohq, chuuuuupaa youtube!!! Kkkkkkkkkk"


      Viu só?

      Os blogs mais arcaicos e ultrapassados (diante da modinha dos canais de youtube) ainda servem pra alguma coisa, hehe...

      É como um Fusquinha acelerar e ultrapassar uma Tucson, kkk!

      Abs!

      Excluir
    8. Esses dias tava conversando com um amigo justamente sobre a falta de artbooks no brasil, que nao vende o suficiente e tal, olhando os preços dos importados

      O fato é que comprei um justamente do frazetta e na mesma semana veio um email da figura falando desse.

      Certamente o lançamento da Pipoca e Nanquim e o interesse dos fanboys da editora que nunca comprariam aquele faroeste dele se saisse pela Figura ou qualquer outro pode ter atiçado a ideia.

      Enfim, assim caminha a humanidade

      Excluir
    9. Verdade, gustavo...

      O mercado de artbooks é bem fraco no Brasil... Mas eu ainda tenho esperança de q esse quadro mude um dia. Tive q comprar o "Marvelocity" do ROSS importado, e tenho certeza de q se saísse aqui seria um sucesso comercial!

      Comprei esse do Frazetta q tá no Catarse (deve ser a próxima postagem aqui no blog tbm)... mas o faroeste eu vou ter q abrir mão por questões orçamentárias!

      Abs!

      Excluir
  18. Ótimos materiais saindo, como eu, todos estão nessa fase de contenção de custos, Eternos vou deixar passar, embora tenha lido de forma muito espaçada em SAM, mas lembro que foi uma boa leitura, esse Omac, vou tentar pegar, lembro desse personagem numa história do SuperHomem, e esses materiais underground do Kirby são interessantes, dessa coleção da Marvel, por enquanto só a primeira do Aranha, no fim das contas peguei o omninbus Conan da Mythos, ainda que com certa desconfiança, mas vamos ver,uma dúvida que tenho, não sei se você tem essa informação, sobre o que está vendendo mais, materiais novos ou os antigos, minha dúvida é que mesmo com essa crise, muito material clássico das antigas tem sido republicado e pela quantidade devem estar vendendo bem, os novos por sua vez, parecem ter meio que estagnado, ou estou enganado? Abraços e vamos seguir firme no Submundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Francisco... blz?

      Verdade, estamos todos (independente da classe social ou condições financeiras) em fase de contenção de gastos, principalmente pra GIBIS (um dos itens q mais despencou na lista de sobrevivência durante a pandemia, rs)!

      Qto ao q "vende mais"... Segundo o "X-9" aqui do blog (q já trabalhou pra panini até pouco tempo) o q vende mais é o material clássico mesmo, até pq: quem sustenta o mercado atual ainda É o leitor de mais idade (e q prefere a memória afetiva das boas HQs do passado). A molecada mais jovem mal consegue sustentar o mercado das mensais de linha, q teve q sofrer até uma alteração de formato (deixando de existir a mensal fininha com grampo e passando pra uma redução de títulos em edições com mais pág). Mto dos materiais modernos a panini só publica por obrigação contratual mesmo (pq as vendas são pífias)!

      Arrisco até a dizer q somos a última geração de leitores de HQs... os jovens q começaram a colecionar gibis por causa dos FILMES, eu duvido mto q uma dia se tornem o tipo de colecionadores q somos (q ocupam um quarto inteiro com livros e gibis). A maioria dos jovens pode até começar, mas logo vai desistir e encher o saco dos gibis (migrando de vez pra outras mídias)!

      Abs!

      Excluir
  19. Coleção clássica Marvel. Até o 60 comprarei 44 (exceto homem aranha 1-10 quarteto 1-2 e X-Men (1-4). Homem aranha não farei por conta das definitivas. E quarteto e X-Men continuarei a partir de onde parou as bibliotecas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alex... blz?

      O bom dessa coleção clássica é isso mesmo: A gente pode montar e remontar a coleção perfeitamente conforme os nossos próprios critérios... A lombada com uma cor diferenciando cada personagem vai ajudar e mto nisso!

      Eu pretendo fazer essa completa (nem q seja pra deixar de legado pro meu filho)... Mas apoio e vou ajudar no q puder (com dicas e avisando dos repetécos) todo e qq colecionador q queira fazer uma seleção personalizada!

      Abs!

      Excluir
    2. Essa eu tambem vou fazer completa, os repetecos estao muito espalhados e por mais que eu tenha as bibliotecas, sao poucas pra deixar passar essas edicoes mais economicas e na ordem e deixar buracos. So deixaria de comprar se fosse um titulo que odiasse mas como isso não se aplica vamos enfim ter a chance de poder conprar essa fase em ordem.

      Ah sim, por mais economica que seja ja nasceu cara. Outro fator que poderia me fazer não comorar algum titulo seria a economia mas ai prefiro deixar de comprar outras coisas. Essa da Marvel e a do Batman são essenciais pra mim. A do Batman, uma que eu gosto do personagem e compro cada porcaria que sai dele que enfim... É o unico persoangem que continuo comorando mensal regularmente por puor que seja a fase, mas essa nova coleção foca bem na epoca que comecei a ler o Morcego, ai foi covardia

      Pena que a historia do Segredo do Morcego que é da epoca não deva sair nela, kkkk

      Excluir
    3. E aí, gustavo... blz?

      É a mesma situação aqui... Tenho os materiais clássicos mto espalhados em vários formatos e em edições com "seleções" (misturebas) tipo: "CHM" e "Salvats" da vida. Assim, vou fazer (sem sobra de dúvida) a coleção completa dos clássicos!

      As "Bibliotecas" foram poucas a saírem no Brasil... e logo serão ultrapassadas em cronologia pelas novas edições. A série mais longa das "Bibliotecas" aqui foi a do "Aranha", q teve apenas 4 Vol. (o equivalente à 8 dessa nova versão). Já o "4F" teve apenas 1 única "Biblioteca" e já no Vol. 3 da nova coleção teremos material q há mtas décadas não se via no Brasil!

      E essa "Saga do Batman" tá irresistível mesmo, hein? Só tá mto atrasada (como demora pra sair o Vol. 1, hehe)... Mas é COFRE certo assim q aparecer pela frente!

      E "Qual é o segredo do morcego"? HAHAHAHAHA...

      Abs!

      Excluir
  20. GUIA
    Pra quem tem as bibliotecas Marvel E QUER fazer a nova coleção clássica marvel:

    1- Quarteto fantástico. Publicou até FF10 (coleção clássica 3 tem o 11)


    2- Xmen publicou até o número 31 (coleção classica 7 tem o 31)

    3- Homem aranha até Amazing Spider-Man, The (1963) n° 40/1966. (Coleção clássica 10 tem o 41)


    4- Vingadores publicou até o número 20 (coleção classica 4 tem o 21 e 22 somente)


    5- Thor até Journey Into Mystery n° 100. (coleção classica 3 começa no 100)


    6- Homem de ferro até Tales of Suspense n° 65 (coleção clássica 4 traz o 66-69)

    7- Hulk até o 6 (coleção clássica 2 começa no 7)


    8- Demolidor até daredevil 11 (coleção classica 3 tem o 11)


    9- Capitão América até Tales of Suspense (1959) n° 81/1966 (coleção clássica 3 começa no 79)
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, estou na dúvida se começo a nova coleção desde o início, ou começo a pegar depois das BHM, pois tenho todas elas... assim, começaria no X-Men 7, Quarteto 3, e assim por diante, com exceção do Homem Aranha em que vou continuar com as Edições Definitivas (desde que, é claro, a Panini continue com a série, né)

      por outro lado, é bem tentador começar essa nova coleção tendo todas desde o início, talvez botando pra vender as BHM, mas sei lá, ainda estou pensando

      Excluir
    2. Oi, Alex... blz?

      Valeu mesmo pela listagem acima... Certamente vai ajudar e muito a galera q tá na dúvida entre manter as "Bibliotecas" e continuar a partir delas, ou refazer tudo de novo da estaca zero!

      Só uma pequena correçãozinha... O "Hulk", lá fora, não teve um nº 7: Ele continua na revista "Tales to Astonish" - já em numeração bem avançada (dividindo e revezando uma revista mix com o "Namor" e com o "Homem-Formiga": Saíam HQs curtas de 10 pág com cada um). Mas nada q mude o sentido da sua lista, já q a edição do "HULK" cobre a 1º Biblioteca" dele inteira e o Vol. 2 trará esse material da "Tales to Astonish" - q só saiu aqui pela EBAL)!

      Abs!

      Excluir
    3. "Homem Aranha em que vou continuar com as Edições Definitivas (desde que, é claro, a Panini continue com a série, né)"


      Vai continuar sim, amigo... pode ficar tranquilo:

      Inclusive, o Vol. 5 da "Ed. Definitiva" já entrou em pré-venda no site da panini e até o Vol. 7 a coleção tá garantida (podendo ir além, é claro - dependendo das vendas até lá). O Vol. 1 tbm tá sendo relançado este mês (pra quem perdeu)!

      Abs!

      Excluir
    4. Essa colecao definitiva do Aranha é realmente uma "pedra no sapato"

      Pra quem gosta do personagem é tentador uma coleção bonitona em ordem. Esse negocio de capa dura e papel especial antes chamava a atencao mas hoje qualquer porcaria sai assim. Contudo o Aranha nessa fase acho que se for olhar merece um tratamento desse (claro, sem frescura como fitilho, lombada com acabamento arredondado e outras coisinhas que so encarecem)

      Mas nao é por esse caminho que queria ir. O hmem aranha colecao definitiva esta bem avançado, vai demorar pra essa colecao chegar nele. Enfim, cada um sabe o que fazer com seu dinheiro. Mas a principio to comprando essa colecao definitiva quando encontro mais barato, a segunda comorei por uns 70 naquelas promocoes de leve 3 e a terceira ta aparecendo por volta de 100 reais. Vou esperar sem pressa.

      Como essa do Aranha seria a unica que me faria pular a colecao classica nao vou deixar furos nela por causa de uma edicao a cada 4 meses mais barata que um lanche que vai pra privada. Depois é mais facil que eu me desfaça das definitivas mesmo se precisar num futuro.

      Excluir
    5. Oi, gustavo... blz?

      Pois é, a sua linha de raciocínio está correta nesse caso... Já q as "Ed. Definitivas" estão mto adiantas e levará mtos ANOS pra coleção econômica buscar a "definitiva". Sem falar q existe um risco futuro da coleção não passar do Vol. 60 (eu acredito na "EXTENSÃO", mas isso vai depender das vendas até lá, nem mesmo a panini pode prometer agora a continuidade da coleção) e sendo assim, as "definitivas" seriam a garantia imediata de se ter esse material no momento!

      Eu já não me importo mais com os repetécos... pois vejo q hj em dia é maios fácil passar adiante uma edição repetida (já tenho planos de vender todas as minhas "Bibliotecas" e ficar só com essa coleção nova)!

      Abs!

      Excluir
  21. Vi os números 1 do Aranha e do Quarteto em uma livraria mas segurei a onda. Não vou começar novas coleções de clássicos, fico com a minha Coleção Histórica Marvel mesmo.
    A propósito, terminei a Tex Gold após muito trabalho para encontrar os dois últimos números do Segura/Ortiz. Lembro que lá no começo da coleção você gentilmente me passou quais os volumes da dupla e até considerei pegar apenas eles, mas com os descontos de 50% que apareceram acabei pegando todos. Mas certamente muitos focaram apenas nestes volumes que esgotaram sem sinal de reposição. Pessoal no grupo do Facebook está irado e com toda a razão. Os números são o 48 e o 53. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Pateta... blz?

      Fico feliz mesmo q vc tenha completado o "Tex Gold" a partir de uma sugestão minha, rs... Mto obrigado pela consideração e tenho certeza de q vc não se arrependerá de ter feito essa bela coleção (q na minha opinião foi a coleção da Salvat com o melhor índice de aproveitamento geral - todas as 60 edições valem a pena e mantém o mesmo nível)!

      Abs!

      Excluir
  22. Caro Leo
    Tudo bem? Já sei como fazer quando tiver aquela vontade comprar aquelas revistas mensais atuais,basta pegar estas revistas classicas marvel para vontade de adquirir as historias vai embora.
    Agora comparar os 100 numeros do Quarteto Fantastico Stan Lee e Jack kirby com os 100 numeros do Ultimate Homem Aranha do Benis é covardia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, amigo... blz?

      Só pra fins comparativos... Em apenas 10 pág a dupla Lee/Ditko contou a origem do aranha, sendo q o Bendis levou 6 edições de 22 pág cada pra contar basicamente a mesma coisa no "aranha ultimate", kkk!

      E olha a diferença tbm... Nas 102 edições (e + 6 Anuais) de Lee/Kirby no "4F", tivemos as 1º aparições de: "Dr. Destino", "Surfista", "Galactus", "Pantera Negra", "Inumanos", "Vigia", "ELE - Adam Warlock", "Skrulls", e "Ramma-Tut" (KANG - O Conquistador). Covardia é pouco na comparação, hahaha!

      Abs!

      Excluir
  23. Acho que a principal diferença é que elas não são tão cansativas de ler quanto ás do Lee/Ditko , em relação aos desenhos, não curto tanto a arte do Mark Bagley, acho que poderiam ter escolhido alguém melhor pro cargo, embora não tenha me incomodado tanto também.

    Quanto ao quarteto ultimate, acho que aí sim, a enrolação foi grande, principalmente por causa do Bendis (os 1os numeros foram escritos em conjunto pelo bendis e millar) a arte do Adam Kubert tava muito foda nesse começo, quanto ao Dr Destino Ultimate, não ligo tanto pro fato dele ser inferior ao original, já que depois veio o Criador, que se revelou tão perigoso quanto o Destino do universo 616.

    E embora o começo tenha sido devagar, vale lembrar que em pouco tempo (acho que foram 15 anos) a linha ficou defasada e já tinha contado histórias importantes como saga da fênix, saga do clone, saga do simbionte, morte da gwen stacy etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, L... blz?

      Era o "Dr. Destino" ultimate q tinha o nome de "Victor Van Damme", né? hahaha, pra mim não tem condições, kkk!

      Mas é impressionante mesmo como deixaram a petéca cair com todo o selo ultimate, né? Mesmo tendo a chance de recontar TODA a cronologia Marvel da estaca zero e com nova roupagem, os caras não conseguiram emplacar a linha!

      Abs!

      Excluir

POR FAVOR, LEIA ANTES de POSTAR:

O "Submundo-HQ" é um blog que preza a amizade e a boa convivência entre os usuários... Assim, NÃO serão aceitos por aqui comentários que incluam:

1) Ofensas pessoais e falta de respeito em geral!
2) Manifestações e militâncias POLÍTICAS (de qq tipo)!
3) SPAM e links de divulgação gratuita de compra/venda de HQs!

Obrigado, e seja sempre bem-vindo ao "Submundo"...

Até+

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...