10/05/2018

A "Coleção DC - Sagas Definitivas" (da Eaglemoss): "Crises" Pra Todos os Lados...

E o impossível acontece... A Eaglemoss lança uma NOVA coleção de encadernados de luxo da DC em meio à "CRISE" (com o perdão do trocadilho) que "aparentemente" se abate no mercado nacional de HQs (a Panini com preços superfaturados, a Abril "suspendendo" suas edições de luxo, editoras fechando as portas, etc)!

Sim, as "Sagas Definitivas" serão uma espécie de EXTENSÃO à parte da "Coleção DC" da Eaglemoss... Com edições fechadas (ou divididas em 2 Vol) trazendo grandes sagas do Universo DC - Começando pela: "Crise Nas Infinitas Terras"!

Confira abaixo os próximos lançamentos:

A Eaglemoss é uma editora com um planejamento estranho e confuso (incoerente com a lógica do mercado e com a sua própria linha e ações editoriais). Falo isso, porque a "Coleção DC" vem sofrendo uma série de reajustes abusivos (hoje, cada edição custa: R$ 54,99 - As da Salvat tem a mesma estrutura e custam 10 reais a menos) e até pouco tempo parecia que estava indo direto pro cancelamento: Somente os leitores mais otimistas acreditavam  que ela fosse completar as 60 edições iniciais (já que os reajustes constantes e a péssima distribuição afastavam cada vez mais o público). Pois a Eaglemoss não apenas completou, como também lançou uma EXTENSÃO pra MAIS 40 edições - Indo até o Vol. 100 (atualmente se encontra no nº 65: "Batman - Luva Negra")!   
Não bastasse isso, a Eaglemoss acaba de anunciar mais uma NOVA coleção interligada com a regular: As "Sagas Definitivas"... Começando pela: "Crise Nas Infinitas Terras", que terá capa-dura (naturalmente), 368 pág, e custará: R$ 139,99 (preço salgado, embora a edição da Panini - já esgotada - custasse um pouco mais no preço de capa, mas peneirando se conseguia por uns 80 no máximo). Desta vez, a coleção será vendida no site oficial da Eaglemoss E também na Amazon (fora as livrarias e outros pontos de venda ainda não divulgados)! Em seguida, a coleção trará: "O Dia Mais Claro" (dividido em 2 partes) e "Superman & A Legião dos Super-Heróis" (que deve ser o mesmo já lançado pela Panini há um tempo atrás)! 

O resto da lista ainda NÃO foi oficializada... Mas em outros países tivemos "Edições Especiais" que podem estar entre as próximas aqui no Brasil: "Crise Final", "Crise de Identidade", "Crise Infinita" (por isso eu fiz o trocadilho infame com: "Crises Pra Todos os Lados", rs), "DC - 1 Milhão" (essa só saiu aqui em formatinho pela Abril), "Invasão" (prometida pela Panini), e "Universo DC - Legados"! Lembrando que aqui pro Brasil podemos ter edições diferentes dessas também (a lista oficial ainda não foi divulgada além do Vol. 4)! Em tempo, podemos prever a seguir um "choque de realidades" com as republicações da Panini (que havia prometido relançar todas as "Crises", "Invasão", e "Dia Mais Claro")! 

Até+

PS: E por falar em "CRISE"... A Editora Abril "SUSPENDEU" as coleções: "O Pato Donald" (de Carl Barks), "Os Anos de Ouro do Mickey", "Tio Patinhas" (de Don Rosa), e toda a linha de Especiais. O jeito agora é esperar o pronunciamento oficial da editora sobre a situação (que ainda pode ter desdobramentos)!

122 comentários:

  1. Você sabe qual é a minha opinião sobre megacrossovers, né? Quase tudo lixo!

    Há material aí que não é megacrossover (Legados, por exemplo) que pode até ser legal. Invasão é um raro megacrossover bom. Mas eu nunca seguiria essa série...

    ResponderExcluir
  2. blz leo?

    ps. e a editora abril segue nos fudendo, não é a primeira vez e com certeza não sera a ultima, estou fazendo a coleção do don rosa e gostaria muito que todas as edições fossem lançadas.
    o que leva uma editora gigante no mercado nacional a chegar nesta situação alem da má administração?
    as coleções de capa dura aparentemente eram sucesso ou não, fica a pergunta.

    abraço

    ResponderExcluir
  3. E aí, Leo?

    Caro. Bem caro. Me interessaria dessas DC Um Milhão e Invasão (além de Legados, que conta todo o histórico da DC pelo Len Wein e uma gama de grandes artistas como Andy Kubert, Pérez, Garcia-Lopez, J. H. WillIams III e por aí vai. - essa acho que saiu aqui em Universo DC, ms não tenho certeza).

    Vamos ver o que se desenha.

    Quanto á Abril, é pena que cai o gigante, mas a única com alcance para lançar os gibis ainda em bancas seria a Panini, com a Pixel correndo por fora. Isso caso eles desistam de tudo mesmo.

    Abração.

    ResponderExcluir
  4. Buenas. Sabe eu estava fazendo essa coleção do Barks e Don rosa. Concerteza os top dos tops Disney. No começo parece q houve uma boa aceitação..mas dae eles pegam e dão uma de juvenil. Lançam outra coleções juntos forçando o pobre brasileiro a transferência de escolher ql comprar...sinto me completamente lesado pois apesar do público alvo Disney ser infantil qm faz esse tipo d coleção não é o pia q poupa o lanche da merenda. Sim o adulto q investe uma soma considerável numa coleção.sinto me triste..
    Daniel sam

    ResponderExcluir
  5. Se sair A noite mais densa eu pego. Aquela edição esgotou em 1-2 meses. esperei ter um desconto maroto na saraiva que não aconteceu. A panini deve ter impresso o mínimo não é possível.
    Ass: LUIZGARCIA

    ResponderExcluir
  6. Pelo visto não da pra subestimar os compradores de gibis e homenzinhos. Achei que a bolha da Eaglemoss ia estourar faz tempo! Pelo visto, vender pelo site mesmo com 50% (caso do Batman) vale a pena.

    DeAgostini não segurou o rojão e parou na primeira. Abril pediu pra sair. Salvat continua em frente, embora eu não tenha mais viato sinais da Coleção dos Vilões.

    De qualquer maneira, eu passo essa nova coleção. Não apenas por ter as Crises da Panini, mas também pelo preço.

    Se bem que a Eaglemoss ta certa em meter a mão. Teve gente que praticamente cedeu o ânus para comprar crise de identidade no ML...

    ResponderExcluir
  7. A minha contribuição para essas "crises" todas da Eaglemoss será no sentido de que não vou adquirir NADA desses lançamentos, por simplesmente não fazerem o meu gênero. Tenho coisa muito melhor em que investir.

    Abs!

    ResponderExcluir
  8. Essa coleção eu cheguei a comprar algumas, mas as clássicas e indispensáveis. Agora, em minha opinião, investir o seu dinheiro, numa edição de preço abusivo, não sendo um grande clássico, não vale a pena o investimento. Acho que, tanto essa editora como também a Panini, perceberam que as edições especiais podem até dar lucro, mas também não adianta ser qualquer arco. Aquelas da coleção capa Vermelha da Marvel a maioria descarto e essa coleção do Homem Aranha pior ainda.
    Não sou tão velho, tenho 37 anos, mas tenho um olhar mais crítico com relação às histórias bem escritas. HQ atualmente de Super Herói, ou elas obtém um bom roteirista, ou caem no esquecimento essas histórias recentes.

    ResponderExcluir
  9. E aí Leo, blz!? Cara confesso que da Eaglemoss só peguei as duas partes do Silencio e alguns da Salvat. Panini e Disney logo no inicio, ainda comprei alguns na banca, mas depois que descobri os descontos nas livrarias virtuais, só compro com desconto de 50%, rsrs. Principalmente os da Panini; acredito que não entraram em colapso devido a ser uma editora internacional que deve se manter com as vendas de outros países fora da America Latina.
    Quanto a Abril Disney, acredito que foi um passo maior que a perna, dentro do cenário brasileiro, mas assim que "desovar" o encalhe das bancas com os preços de capa com super descontos, vão voltar a normalidade. Não tinha como o preço da banca competir com a on line, ainda mais com o excesso de publicações que a Abril estava oferecendo. De novo falo, ignorante em comercio e administração de empresa, que estratégia corajosa em colocar tantas publicações de "luxo" e caras $$$$ de uma vez só. O pessoal não tem grana pra comprar os formatinhos (acém)e vão comprar o capa dura (file mignon), como? rsrsr. Acho um conflito eles dizerem que encareceria uma revista numero um com pôster e mesmo assim colocar varias edições de $40 a $80 nas bancas.
    De qualquer forma vamos aproveitar os descontos de banca, ontem meu amigo recebeu vários Mickey's a $19, que beleza, rs.
    Mas torço pelo sucesso da Abril, que seus funcionários tenham capacidade de acertar o passo o mais rápido possível e manterem o pé no chão.
    Outro assunto, apesar de vc não comentar sobre álbuns de figurinhas, vou te dizer, a Abril não consegue melhorar neste quesito. O álbum Guerra Infinita é muito fraco, metade das paginas são figuras que repetem imagens da própria pagina. Já fiz um comentário la no face deles sugerindo melhoras, mas só escutam o que querem ouvir, fora disso é "vai encarecer" ou resumindo nas minhas palavras: compra se quiser.
    A Panini tem acertado em sua maioria e torço que a Mythos consiga uma parceria com ela pra lançar o álbum do Tex e seus amigos.
    Valeu!

    ResponderExcluir
  10. Carl barkd e as de luxo temáticas cheguei a comprar varias edições avulsas, mas o que me deixou realmente triste é a suspensão e possível cancelamento da coleção don rosa.

    Como seria uma coleção de tamanho razoável, 10 edições, estava comprando todas. A primeira vez que soube do preço elevado de 80 reais me assustei, porem depois me surpreendi com a alta qualidade do material.

    ResponderExcluir
  11. cara uma coleção de mega sagas da DC sem: lendas, milênio, armagedon 2001, guerra dos deuses, pânico nos céus, a vingança do submundo, a noite final.. tá faltando muita coisa ai... não dá pra levar a sério

    ResponderExcluir
  12. Giulianno de Lima Liberalli10/05/2018 11:07

    Realmente vendo essas notícias fico me perguntando aonde está esse mercado abastado que os leva a lançar essas coleções tão salgadas, claro que são altamente atraentes para aqueles que não tiveram a oportunidade de acompanhar essas sagas nas épocas de lançamento e gostariam de ter esse material que ainda é referência nas sagas atuais, mas ainda é um consumo para poucos felizardos, o jeito é esperar por descontos para encalhes que talvez nunca aconteçam.
    Essa situação da Abril e da Coleção Disney me faz lembrar o que aconteceu antes da entrada da Panini no país: Ela lançou Marvel e DC em formatos diferentes, fez testes para publicações em outros estilos, talvez como tentativa de achar um meio de continuar com as revistas, como não deu certo acabou tudo e entrou a Panini, talvez nesse momento esteja acontecendo um evento semelhante com os títulos da Disney, de repente outra editora irá assumi-los e continuar os lançamentos.
    E a Eaglemoss, deve ser algum tipo de contrato e isso deve estar saindo a um custo bem barato para eles, talvez esteja sendo ignorante, mas tenho a curiosidade de ver os mapas de vendas deles para saber se a relação custo/benefício está se justificando, ou no futuro haja promoções pela própria para liberar o que ficar encalhado. A Panini nesse meio todo? Não era a única responsável por esses lançamentos no país? Até onde eu sabia era a detentora dos direitos de publicação desses títulos. Só resta a nós, pobres consumidores simples, aguardar boas oportunidades no futuro, se vierem.

    ResponderExcluir
  13. Puta que pariu, essa saga CRISE NAS INFINITAS TERRAS deveria ser dada de brinde a esta altura do campeonato. Isso mesmo, na compra do primeiro volume de qualquer coleção DC, grátis, um volume de Crises nas Infinitas Terras. Ou da Piada Mortal. Ambas já devem ter sido republicada umas dez vezes, em todos os formatos imagináveis.

    E o pessoal ainda cobra 140 reais? Quando o volume da Panini, lindo, maior e cheio de extras, se encontra "por aí" por muito menos?

    Enfim, enfim, parece que já estamos chegando a um ponto de saturação, onde as editoras oferecem edições de sagas já hipersaturadas, ou então de sagas que ninguém faz questão nenhuma de (re)ler.

    Agora, verdade seja dita, alguns dos eventos listados parecem raros nesse formato, e justificariam uma conferida: Invasão, Armageddon 2001, Lendas, DC Um Milhão, etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edição da Panini de Crise nas infinitas terras linda e com alguns erros de revisão.

      Excluir
    2. Eu tenho a edição e não são tantos erros assim, nada que comprometa a qualidade e a "legibilidade".

      com desconto bom no preço fica imperdível. os extras ajudam a entender a gênese desse tipo de evento nos quadrinhos e, pelo menos para mim, valorizam muito a edição.

      Excluir
  14. Quem acompanha notícias a respeito sabe que a Editora Abril está operando no vermelho há muitos anos e as vendas dos encadernados da Disney não tem relação com essa situação.
    A verdade é que a editora tem dívidas enormes com gráficas e fornecedores e vem demitindo funcionários há pelos menos dois anos. Anos passado saiu até uma notícia dizendo que ela estava saindo de sua atual sede para uma bem menor.
    Enfim, creio que mais cedo ou mais tarde ela vai acabar fechando as portas, mas não ouso arriscar quando e qual será o destino das publicações da Disney.
    Abçs.
    Gabriel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois para mim o fato é que a editora se arriscou demais, num momento de crise, em lançar tantas coleções simultaneamente nas bancas.

      Leitores de quadrinhos Disney são, em geral, saudosistas, mas as lembranças que alimentam o colecionismo vêm de edições lançadas há décadas atrás em papel jornal, a preços módicos. Um gibi Disney custando mais que cinco reais era uma verdadeira raridade há alguns anos atrás.

      Essas coleções encadernadas pesam no bolso até dos colecionadores mais endinheirados. E para o público em geral, que vai na banca comprar (no máximo) um jornal ou um gibi da Mônica, os precinhos na capa não são nada atrativos.

      Enfim, não acho que essas coleções voltem. Ainda assim, a Abril lançou muita coisa legal já, que eu nunca imaginei que veria numa banca, e posso dizer que eu ficaria satisfeito se eles ficassem nisso.

      As edições lançadas até agora já formam uma bela coleção.

      Excluir
    2. “E para o público em geral, que vai na banca comprar (no máximo) um jornal ou um gibi da Mônica, os precinhos na capa não são nada atrativos.“

      Mas a realidade é que esse público está em decadência há muitos anos.
      Todas as minhas hqs (físico ou digital) são compradas online e quem tiver plano da Vivo pode ler todas os gibis mensais grátis pela go read incluso na maioria dos planos.

      Excluir
  15. Beleza, Leo?

    Os preços da Eaglemoss já não estavam ajudando eu comprar mais números, comprei só Batman o nascimento do demonio, Mulher Gato vol 1 e 2 (essas comprei num preço muito bom numa loja), e Arqueiro Verde os caçadores. Ainda falta eu comprar outras, mas fica complicado e só comprarei quando achar bons preços.

    A Salvat também não fica atras, eu gostaria de comprar muitas mais, mas o preço não ajuda (apesar de mais barato).

    Agora, esse preço dessas grandes sagas tá basicamente maior do que o valor de uma conta de luz do mês. A Panini também não ta ficando atras, começando a por preços muito grandes em varios materiais. Até o momento nada de noticiais de Justiceiro do Ennis, mas eu acho que vai vir um preço absurdo. Multiplique isso por 5 ou 6 encadernados que imagino que vai ter nessa coleção. São vários meses de conta de luz pagas! Enfim, daqui uns anos só rico vai comprar hqs de capa dura e mais de 200 paginas.

    Me interesso em pegar a Crise clássica, não a tenho até hoje, só os formatinhos, mas verei o melhor modo. Crise de identidade esta no meu top 10 de melhores hqs de todas, mas não sei se substituo minha versão em vários numeros pelo encadernado. Eu tive um certo trabalho para conseguir alguns números (que não achei aqui na época nas bancas). Já pensei em substituir quase tudo que tenho por encadernados, mas se eu fosse fazer isso (se existisse também tudo em encadernados), eu gastaria demais.

    Eu já to pensando como farei pra comprar Justiceiro do Ennis kk Vai ser pesadão acho. E não to muito afim de esperar meses para conseguir desconto, pois tenho impressão que esse material vai sumir rapido. Torço então pra não sair tão caro.

    E até agora to encucado, sai Born na primeira edição ou não?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. Olá Leo, dessa vez nem interesse de comentar eu tenho, esse é o meu cometário.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  17. E Leo essa é pro Camus...

    ... que estava preocupado com o futuro preço a ser praticado no Deluxe do Justiceiro/Ennis, saibam que o 4º Deluxe do DD (coletando DD #76-93 em 440 pág.) tá pela bagatela de R$ 129,00.

    Mesmo conseguindo os usuais 30% de desconto, ainda será uma "grana dos diabos" por R$ 91,00.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Po Vam, esse preço ai do Deluxe do Demolidor já anuncia algo brabo pra vir ai. Eu não sabia que era esse o preço do proximo deluxe do Demolidor.

      Eu to achando que o do Justiceiro deve vir uns 110 talvez. Pelo menos o primeiro. Tem quase 400 paginas. Eu não sei se irei esperar uns meses pra ter um bom desconto na Justiceiro do Ennis não. Acho que esse material vai sumir rapido, vai ser tipo quem comprou comprou. E sabemos que a Panini demora anos para relançar. Talvez na Amazon saia com desconto de uns 10 por cento inicialmente. Mas quem vai ter coragem de esperar uns meses para sites aumentarem o desconto? Se é que vao aumentar. Quem ta esperando seco por essa publicação vai comprar de imediato eu acho.

      Abraço!

      Excluir
    2. Camus,
      Esse pensamento de comprar logo senão esgota é justamente o que a Panini quer. Desconfio FORTEMENTE que a Panini está colocando impressões iniciais baixas pra justamente causar esse efeito. Em seguida ela coloca uma nova tiragem maior pra fisgar os mercenários livres e outros leitores. Roberto Xavier.

      Excluir
    3. Não duvido, Roberto. Que esse material vai ser uma nova soma aos mercenários não tenha duvida!

      Excluir
    4. Camus, pagar preço cheio nesse tipo de encadernado, pra mim é impraticável. Eu sempre corro o risco de ficar sem, mas até o momento não fiquei sem nenhum.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    5. Pra mim também é impraticavel. Eu já to escolhendo demais o que comprar de hqs faz uns dois anos. Eu nunca fui tão seletivo assim ao extremo. Antes eu comprava hqs no maximo legais tb, mas hoje nem faço mais isso. Gasta muito e tb não tenho mais espaço util em casa pra guardar. Provavelmente eu vou esperar uma promoção mesmo, Vam. Vamos ver quando sai Justiceiro do Ennis pq ta uma enrolação braba.

      Abraço!

      Excluir
  18. Oi, Leo.

    Realmente, essa notícia da Abril foi um banho de água gelada...

    Adoro os heróis Marvel/DC, mas as únicas coleções que eu tava fazendo eram do Barks e do Rosa.

    Absolutamente broxante.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  19. Fala,Léo!
    Que decisão arrojada/arriscada esta nova coleção!

    Veja que post mais "contraditório e bipolar"!
    Uma nova coleção, caríssima, e o relato da queda de um gigante editorial.

    Sobre a Eaglemoss, realmente fico imaginando sobre tiragens e margens de lucro...

    Sinceramente, gostaria muito de ver um lançamento de uma coleção em capa cartão,cerca de 200 páginas, preço honesto e check list definido!
    Quase o selo Lendas UDC/CHM, mas com o planejamento definido e divulgado.


    Sobre o post anterior, não comentei, pois estava griladão com a coleção do Thor (salvat). Já havia encomendado, e estava ansioso para conferir o material e seus defeitos gráficos (ou "extras"!).
    Pois bem, recebi o pacotão hoje pela manhã. Sem querer bancar o advogado do diabo, a coleção está muito foda! Felizmente não encontrei nenhum defeito, seja gráfico ou "traumatismo" de manuseio.Dei sorte.

    Entretanto, o mercado está tão sem controle, que o cliente sente-se aliviado ao receber o produto sem defeito.
    abs

    ResponderExcluir
  20. A gente fica sem entender mesmo como uma editora lança mais um apanhado de volumes em uma nova coleção sendo que estamos vendo outras caírem das pernas. A questão é o aumento que primeiro muito o público dessa coleção aí, porém, a editora pode ter previsto isso é está trabalhando apenas para determinado nicho. Ela já sabe qual é seu público e não faz questão de mostrar a bunda para aventureiros ou curiosos. É o que eu acho.

    ResponderExcluir
  21. Adriano Morais10/05/2018 20:39

    Primeira vez que participo desse espaço, apesar de acompanhar a muito tempo.só queria dizer que está quase impossível comprar quadrinhos no nosso país .São tantos lançamentos ao mesmo tempo com preços absurdos. As editoras perderam a noção. Logo muitas editoras vão quebrar .vou começar a comprar apenas os clássicos em capa cartão. Capa dura nunca mais, não nesses preços.

    ResponderExcluir
  22. Acabei de entrar no YouTube e apareceu como recomendação uma entrevista recente do Paulo Maffia (editor Disney) dizendo que eles estavam negociando uma renovação no contrato. Ele fala isso de brincadeira lá no final.

    https://youtu.be/zvzR5ayYoQA

    Talvez a Disney tenha decidido não renovar ou ainda estão negociando.

    Ps: Nunca tinha visto nenhum vídeo sobre quadrinhos Disney no YouTube, muito menos esse canal. Medo de como está tudo conectado, devem ter indicado o vídeo com base nas minhas pesquisas no Google... Já vivemos a era do Grande Irmão.

    ResponderExcluir
  23. Invasão tenho o formatinhos da Abril e acho bem meia boca. Se essa edição vier com os tiens pode ser que dê uma interpretação a saga. Lembro que na época que li os tiens eram citados e a minissérie principal parecia capenga. Roberto Xavier.

    ResponderExcluir
  24. DC one million parte 1 e parte 2...kda uma a bagatela de uns 140 mirreis?Difícil...Demolidor vol 4 129,00!cara,só quando rolar outra daquela dos 50% no visa check-out + cupom de desconto de 20% + desconto no preço de capa...definitivamente viramos escravos das ponto com!e haja dinheiro pros albuns europeus de ótima qualidade chegando ao mercado!mto se fala em bolha,mas kda vez mais lançamentos e editoras entrando no jogo como a intrínseca com seu Black hammmer!a Darkside...até quando esse volume de publicação será suportado?

    ResponderExcluir
  25. Fala, Leo!

    Eu peguei o encadernado da Crise da Panini e tô muito satisfeito já. Tenho o dia mais claro lançado em série pela Panini da época e tenho até pensado em vender. Dessas edições aí, eu pegaria no máximo Crise de Identidade, mas só se fosse um negócio de ocasião maravilhoso que duvido que vá aparecer. Então, é quase certo que não vá pegar nada daí.

    Ainda curtindo o luto da morte das finadas ex-coleções geniais da Disney. Triste demais....

    ResponderExcluir
  26. Pois é, Leo. A grana está curtíssima até para pagar as contas básicas de uma casa (água, luz, telefone e mantimentos) e os caras "desovam" mais uma coleção a "preços camaradas".

    O que será que eles pensam? Que o leitor médio brasileiro tem ou possui o poder aquisitivo semelhante ao de leitores canadenses ou noruegueses, por exemplo? Esses caras estão de BRINCANAGEM.

    Essa situação esdrúxula me fez pensar em uma coisa. Qual será o valor que a Mythos cobrará pelo álbum e por cada unidade do pacote de figurinhas de "TEX - O HERÓI DO OESTE? Mistério...

    P.S. - Consegui adquirir a CHM do MKF. Cara, É MUITO BOM. Esse volume é digno de aplausos. As histórias possuem um fluir tão natural e um clima tão envolvente. E isso a despeito dos "roteiros mais simples", o que de forma alguma eu concordo. Pois sempre me pego pensando no desenrolar desses enredos do passado. Como começam, passam para o estágio intermediário e terminam, e, algumas vezes, de forma dramática. Ao contrário das histórias atuais; insossas e plenamente esquecíveis - com algumas poucas exceções, é claro.


    Nos dias de hoje, ao contrário do período mais "clássico" - isso falando apenas da Marvel - com tantos detalhes, sagas dentro de sagas, reinicializações a rodo e forte influência de outras mídias, como o cinema, por exemplo, tudo se tornou confuso, abstrato e amorfo. Pelo menos para mim.

    É muito prazeroso ler na integra e em ordem cronológica essas histórias clássicas. Ainda mais de quem - o Mestre do Kung Fu. Deus permita que tenhamos mais e mais CHM como essas.

    Até a próxima,

    Michel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michael ! Deve ter virado ainda mais coisa de nicho. Acho que a ideia agora é trabalhar com pequenas coleções de pequena tiragem voltadas para um público extremamente abastado de dinheiro. O problema é que muitas vezes o serviço de revisão é tão porco que desestimula investir neste material.

      Excluir
    2. Pois é, Fábio. A suprema elitização dos quadrinhos chegou arrombando a porta.

      Parece até um plano maléfico arquitetado por um astuto, sórdido e misterioso vilão a fim de que os leitores com grana curta - eu incluso - não tenham acesso aos quadrinhos (rsrssr).

      Até a próxima,

      Michel

      Excluir
  27. Diz aí Leo.

    Dessa lista já divulgada eu só achei mas interessante "legado" e "DC um milhão", mas o preço não é nada convidativo, ainda mais quando comparado as versões semelhantes da Salvat (Thor e Vingadores).

    Com relação ao mercado de HQs; não me admiro com mais nada nesse meio; são tantas novidades inesperadas que parece que as editoras estão em uma realidade diferente da nossa.

    Abs

    ResponderExcluir
  28. Gilmar Enoque11/05/2018 21:37

    Sem querer ofender ninguem, mas quanto choro nessas postagens heim ...
    Problema do colecionador brasileiro é que ele acha que tem que ter acesso a tudo, poder comprar tudo, mas não é assim que funciona. Americano não consegue comprar tudo, francês tb não, japonês tb não...
    Isso é mercado diversificado. Brasileiro ainda nao aprendeu a lidar com isso e ainda vê a abundancia de oferta como algo ruim. Estão ainda com o ranso dos tempos de que haviam no maximo umas 10 publicações mix nas bancas e um ou outro album especial, tempos da moribunda Abril ainda.
    É contraditório ver muitos reclamando da falta de X lançamento e depois reclamar de que a muita coisa saindo ao mesmo tempo.
    Dá coleção em especifico, esta cara ? Sim. Podia ter uma seleção melhor ? Sim. Acho um mal lançamento? De jeito nenhum ! É uma opção a mais no mercado, se vc ja coleciona uma dezena ou mais de encadernados por mês e não tem dinheiro pra mais esse, meus pêsames, mas tem gente que tem dinheiro a mais ou coleciona outros titules a menos que vc e essa colecao se encaixa no seu bolso ou na sua vontade de colecionar. Se eu nao comprasse da Panini a anos e ja não tivesse maioria dessas obras, estaria vibrando com essa coleção. E mesmo assim talvez pegue mas 2 ou 4 edições dessa linha, que caso contrário só com importados poderia ler.
    Estamos numa nova realidade de consumo, aprendam a colecionar mediante uma abundancia de ofertas. Não se pode pegar tudo, e nem tudo foi feito pra todos. Coleções caras como essa são pra nicho, e ainda bem que existem, uma opção a mais para quem coleciona.
    Eu acompanho muita coisa, mas passei a selecionar mais, apostar mais no certo e deixar passar oq pra mim é mediano ou nao tão atrativo assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo com quase tudo que vc disse. Só acho que existe uma gourmetização excessiva. Mas se o mercado está respondendo positivamente a isso...o negócio é como vc disse...selecionar prioridades (no meu caso Lobo Solitário, Berserk, Vagabond, Akira, Blade e o Conan da Salvat...pelo menos o começo...talvez até o fim) e o que cabe no $

      Excluir
  29. Bela materia, Leo!
    Infelizmente não pude comprar "Crise nas Infinitas Terras" da Panini quando saiu. Mas lembro que a edição da Panini era muito elogiada pelos extras e o trabalho editorial: notas, explicações, introdução etc. Pelo que entendi, essa da Eaglemoss não conta com essa dedicação toda. Mas, como não tenho muitas opções, acha viável pegar a da Eaglemoss? Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruno Luiz,
      Tenho a edição de CIT da Panini e recomendaria ter paciência para aguardar a republicação. Os extras na edição da Panini são excelentes. Se comprar pela Eaglemoss agora é provável que você ficará com duas depois. Roberto Xavier.

      Excluir
  30. "Você sabe qual é a minha opinião sobre megacrossovers, né? Quase tudo lixo!"


    E aí, Hunter... blz?

    Sim, da mesma forma q EU: tbm sei q vc não é o maior fã de mega-sagas e crossovers, hehe!

    Algumas eu mantenho na coleção por pura VERMICE (e ainda tô correndo atrás da "CRISE" original pra ter em capa-dura, rs)... Outras, eu desconheço completamente (nunca li a "Invasão") mas tô disposto a arriscar (de repente, qdo sair pela Panini, quem sabe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  31. "ps. e a editora abril segue nos fudendo, não é a primeira vez e com certeza não sera a ultima, estou fazendo a coleção do don rosa e gostaria muito que todas as edições fossem lançadas."


    E aí, gustavo... blz?

    O maior problema da Abril (no momento) está sendo: FALTA de CARÁTER e RESPEITO com o leitor/consumidor... Pois seus editores já deveriam estar dando pelo menos alguma satisfação sobre o ocorrido e feito um comunicado OFICIAL (pra não ficar esse monte de especulações e achismos em outros blogs e redes sociais)!

    Além dessa falta de caráter e respeito... Imagino q gente INCOMPETENTE trabalhando na editora e exercendo funções logísticas e estratégicas q exigiriam mais competência e dinamismo, devem ter levado uma das maiores editoras do país à essa situação deplorável de cancelamentos (em outras linhas editoriais tbm) e demissões em massa por estarem contraindo dívidas a torto e à direito por aí!

    E isso envolve TODOS os setores de uma empresa (de pequeno, médio, e grande porte): A direção, o marketing, o atendimento, e até o pessoal da faxina (TUDO deve funcionar de forma perfeita numa empresa pra evitar situações extremas pelas quais parece estar passando a outrora "poderosa" Abril)!

    As coleções de luxo da Disney faziam sucesso sim, tanto q duraram mto tempo até rolar essa merda agora... Mas vender BEM não significa q esteja BOM em matéria de LUCROS e metas a serem atingidas. Mesmo q vendesse milhares de exemplares, SE a tiragem fosse alta demais (por exemplo) devido à um erro de cálculo na quantidade, ainda poderia dar prejuízo (por mais q vendesse bem)... No fim das contas, o sucesso é mto relativo!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Após todo esse diagnóstico detalhado acerca do que levou a "inabalável" Editora Abril a ir pra fila do sopão, onde já morreram a Ebal e a Bloch, acho que deveriam te contratar urgentemente pra colocar a casa em ordem por lá - ou pra evitar que o desastre sistêmico atinja também outras editoras.
      No aguardo aqui sobre seus futuros pronunciamentos a respeito dessa calamidade inimaginável em que a Abril se meteu e nos enfiou.
      A história "O Tabu das Pérolas Negras", na coleção do Carl Barks, era uma das preciosidades dessa coleção que eu ansiava ler (e ter) novamente, num formato digno desses clássicos.
      Que as suspensões anunciadas não se convertam e cancelamentos definitivos, ainda é a minha esperança.

      E concordo com vc, Leo. Gente incompetente e medíocre só sabe fazer merda - seja simplesmente limpando banheiros ou atendendo na recepção, seja em altos cargos administrativos, burocráticos e políticos, ou mesmo sendo uma mera amizade eventual.
      Porrada neles !

      Excluir
    2. Hahaha, seria engraçado até a Editora Abril me contratar se tá dando calote por aí, rs (iam ficar me devendo até as calças, hehe)...

      Mas torço pra q a Abril (empresa) encontre um daqueles patrões chatos e perfeccionistas q nem eu: q não admite vagabundagem e preguiça de funcionários, rs (só assim pra botar a casa em ordem mesmo: Tolerância ZERO pro "jeitinho brasileiro" de se levar o trabalho nas coxas)!

      Abs!

      Excluir
    3. Contratar agora que o balanço está em queda livre no vermelho. Que bela roubada, hein.

      Pior que isso só ter que ir à CCXP representando a Abril num painel de colecionadores.

      Excluir
    4. Hahaha... Encarar o público cara-a-cara num evento deve ser uma tarefa ingrata pra qq funcionário da Abril hj em dia, rs!

      Já imagino q deve ser uma fria pro estagiário ou editor q tiver q responder as msg dos leitores na pág oficial da editora no face, hehe...

      Abs!

      Excluir
    5. Agora me lembrei daquele filme do Jim Carrey, "As Loucuras de Dick & Jane". O cara finalmente consegue a promoção que batalhou por anos só pra descobrir que a empresa está com um rombo gigantesco, deu calote em todo mundo e agora ele é que vai ter que responder à imprensa, advogados, funcionários, bancos, governo, etc.

      Excluir
    6. Hahaha, pior...

      Seria bizarro vermos nos noticiários da TV o Paulo Maffia e o Figa assaltando bancos à la Butch Cassidy & Sandance Kid devido ao destino da Abril, rs!

      Abs!

      Excluir
  32. "Caro. Bem caro. Me interessaria dessas DC Um Milhão e Invasão (além de Legados, que conta todo o histórico da DC pelo Len Wein e uma gama de grandes artistas como Andy Kubert, Pérez, Garcia-Lopez, J. H. WillIams III e por aí vai."


    E aí, Lierson... blz?

    Valeu mesmo, eu não sabia direito o conteúdo dessa "legados"... mas achei interessante agora e tirando o Andy Kubert (q eu detesto) os demais artistas citados estão entre os meus favoritos, rs!

    Já o "DC 1 Milhão" eu até arriscaria se fosse numa única edição... Mas em 2 vai ficar PESADO ($$$) demais da conta, hehe! E o "Invasão" eu decidi esperar a versão paninesca (vá q role com um precinho melhor depois, né)?

    Abs!

    ResponderExcluir
  33. "No começo parece q houve uma boa aceitação..mas dae eles pegam e dão uma de juvenil. Lançam outra coleções juntos forçando o pobre brasileiro a transferência de escolher ql comprar..."


    E aí, Daniel... blz?

    Eu tava fazendo as 3 coleções principais da Disney: "Barks", "Don Rosa", e "Mickey" (do Gottfredson)... Mas pra priorizar essas 3, eu acabava abrindo mão de outras coisas: Inclusive o "Pateta Faz História" em capa-dura e parte dos "Manuais Disney" (comprei 8 dos 14 q seriam no total)!

    Da mesma forma q vc, tbm me senti prejudicado por ficar com essas coleções incompletas... Vou manter elas assim mesmo, é claro: Até pq, as histórias são fechadas e tal. Mas fica aquela decepção de saber q as coleções desses 3 grandes artistas ficaram pela metade no Brasil!

    Abs!

    ResponderExcluir
  34. "Se sair A noite mais densa eu pego. Aquela edição esgotou em 1-2 meses."


    E aí, LUIZ... blz?

    Pois sabe q aconteceu a mesma coisa aqui pro sul? Eu não vi a "Noite + Densa" nas livrarias (só na loja daqui e durou pouco: logo já tava esgotada tbm)!

    Acabei perdendo essa... pois sem desconto, ficou pesada no meu orçamento e tbm vou ter q esperar uma próxima oportunidade!

    Abs!

    ResponderExcluir
  35. "Pelo visto não da pra subestimar os compradores de gibis e homenzinhos. Achei que a bolha da Eaglemoss ia estourar faz tempo! Pelo visto, vender pelo site mesmo com 50% (caso do Batman) vale a pena."


    E aí, SEMI... blz?

    De fato, a Eaglemoss tá sobrevivendo de forma até q surpreendente diante de tudo q já aprontou no mercado nacional (desde "Propaganda Enganosa" descarada - com direito até a "mascarar" os próprios anúncios pra evitar de ser processada no caso do "Metal X Resina" - até o PIOR controle de qualidade já visto em produtos de colecionismo)... Mas eu ainda tenho minhas dúvidas de q isso seja resultado de "Boas Vendas" e tal. Não quero ser leviano e não vou expor publicamente o q realmente penso a respeito de algumas editoras e empresas do ramo de colecionismo (qq coisa q eu diga aqui poderá ser interpretada como "calúnia e difamação", hehe - deixa quieto então: qq coisa te falo em off, rs)!

    E é verdade... A "Crise de Identidade" no ML aumentou drasticamente os níveis de PROSTITUIÇÃO NERD por aí, hahaha!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O fantasma do Calígula deve estar solto por aí. Outro dia apareceu no ML a edição capa dura de LJA x Vingadores a estuprantes 630 mangos. Mesmo com a sobrecapa meio detonada, acredite ou não, foi vendido em poucas horas. Sodomia nerd total.

      Excluir
    2. E aí, doggma... blz?

      Pois at´q saiu "barato" essa, hehe... Se eu tivesse uma dessas pra vender, certamente eu botaria pra mais de MIL (e acho q ia ter vários lances num leilão ainda por cima, rs)!

      Abs!

      Excluir
  36. "HQ atualmente de Super Herói, ou elas obtém um bom roteirista, ou caem no esquecimento essas histórias recentes."


    E aí, Marcelo... blz?

    Da mesma forma q eu, vc tbm é cinéfilo... E a gente costuma desenvolver um olhar mais crítico pra qq coisa ligada ao entretenimento (filmes, gibis, TV, etc) à medida em q vai aprimorando o paladar pras artes (a partir do cinema). Depois de trocentos filmes, passamos a reconhecer o q é BOM e o q é RUIM (conforme nossos gostos pessoais): E sabemos q o q for mediano pra baixo não sobrevive aos efeitos do tempo (nem mesmo nos gibis)!

    A Eaglemoss ainda quer aproveitar uma rebarba das grandes sagas DC antes q a Panini republique elas (a maioria bastante comum no catálogo paninesco, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  37. "apesar de vc não comentar sobre álbuns de figurinhas, vou te dizer, a Abril não consegue melhorar neste quesito. O álbum Guerra Infinita é muito fraco, metade das paginas são figuras que repetem imagens da própria pagina."


    E aí, Wesley... blz?

    Eu curto mto álbuns de figurinhas e até já fiz uma matéria sobre vários álbuns de HQs (há 5 anos atrás aqui no blog, hehe):

    http://submundo-hq.blogspot.com.br/2013/05/tunel-do-tempo-albuns-classicos-de.html

    O problema é q não fazem mais álbuns do meu agrado hj em dia... PORÉM, tô ansioso e na expectativa por esse álbum do "TEX" (sobre o qual não vi mais nenhuma informação a respeito, mas espero q ainda esteja nos planos de sair aqui um dia)!

    Qto à Abril/Disney... Tava exagerado mesmo: Eles tavam fora de controle com o excesso de encadernados de luxo! Publicar 3 coleções de artistas ao mesmo tempo (Barks, Rosa, e Gottfredson), mais a linha temática em capa-dura (Peninha, Pateta Faz História, etc), os "Manuais Disney", e 3 NOVAS séries (Lendas, Saga, e O Melhor)... Era mta coisa pro bolso mesmo!

    Imagino q da mesma forma q eu, a grande maioria dos leitores tbm não conseguia acompanhar tudo isso e tinha q PULAR várias edições q gostaria de comprar... Eu, por exemplo, tive q abrir mão do "Pateta Faz História" e de boa parte dos "Manuais" (recentemente, eu ia pular o especial do "Gastão" tbm)! É fóda encarar tanta coisa assim (e olha q ainda tenho outros gêneros do meu agrado pra seguir)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  38. "mas o que me deixou realmente triste é a suspensão e possível cancelamento da coleção don rosa."


    E aí, Caio... blz?

    Eu tbm tava fazendo essa coleção... E ainda bem q pelo menos fecharam a "Saga do Tio Patinhas" (nos Vol. 4 e 5): Mas ainda tenho esperança de q seja retomada um dia (pela Abril ou outra editora - só não pode custar mais de 80 conto, q já é um preço salgado, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  39. "cara uma coleção de mega sagas da DC sem: lendas, milênio, armagedon 2001, guerra dos deuses, pânico nos céus, a vingança do submundo, a noite final.."


    E aí, beagle... blz?

    Dessas q vc citou, eu gostei mto da "Noite Final"... q teve um episódio hilário publicado na revista do "Hitman", rs (acho q saiu no nº 1 da Brainstore)! Mas juntando todas as sagas DC, ia ter um FARTO material até pra uma NOVA coleção de 60 Vol!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada impede que todas essas, futuramente surjam numa futura expansão, afinal esse é o tipo de estratégia dessas coleções de lombadas que formam painéis.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  40. "Realmente vendo essas notícias fico me perguntando aonde está esse mercado abastado que os leva a lançar essas coleções tão salgadas"


    E aí, Giulianno... blz?

    Posso te responder essa pergunta com alguns exemplos REAIS... Na loja q frequento aqui em POA (Tutatis) o "Desafio Infinito" (q custa R$ 113) ESGOTOU em poucos dias (o q nem eu acreditava q fosse acontecer por esse valor e sem desconto nenhum). Da mesma forma, a Saraiva daqui tbm vendeu quase tudo do "Desafio"! Assim, podemos ver q existe sim um público de maior poder aquisitivo disposto a investir alto e fazer esgotar em pouco tempo gibis q custam acima de 100 reais!

    Outro exemplo, é a CCXP... q logo em sua 1º edição faturou acima de 15 MILHÕES (segundo divulgado pela imprensa): Imagino q as edições seguintes do evento tenham faturado até mais se bobear. Em vídeos, vemos milhares de frequentadores do evento saírem de lá carregados com sacolões de gibis e bonecos (eu nunca fui numa CCXP, pq sei q só valeria a pena ir se fosse pra gastar mta grana, rs)!

    Por outro lado... Da mesma forma q existem nerds ricos ou com renda suficiente pra gastos mais altos, TBM existe o outro lado da moeda: Editoras fechando suas portas, leitores reclamando dos preços abusivos e tendo q encerrar suas coleções, e LOJAS e livrarias falindo (a FNAC foi uma, q aqui no sul JÁ ERA: encerrou as atividades)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  41. "E o pessoal ainda cobra 140 reais? Quando o volume da Panini, lindo, maior e cheio de extras, se encontra "por aí" por muito menos?"


    E aí... blz?

    Na verdade, a "CRISE" da Panini (em capa-dura) já tá ESGOTADA há mais de 2 ou 3 anos... MAS será republicada em breve (conforme prometido pela própria editora)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A edição da Panini, não formará painel com sua lombada, ao lado de outras como essa. Não esqueçamos que esse é um produto pensado para oque hoje é considerado o nicho do nicho.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  42. Acredito que a Panini publicará esses matérias depois da Eaglemoss. Primeira sairá o material mais enxuto pra depois sair o mais volumoso com extras e outras coisitas mas, nesse caso o da Panini. Para obrigar o colecionador a comprar duas vezes. Como foi com a Salvat com Vingadores: motim e a queda, a saga da fênix negra, demolidor: queda de Murdock e homem sem medo, guerras secretas, guerra civil e por aí vai. Roberto Xavier.

    ResponderExcluir
  43. "Quem acompanha notícias a respeito sabe que a Editora Abril está operando no vermelho há muitos anos e as vendas dos encadernados da Disney não tem relação com essa situação."


    E aí, Gabriel... blz?

    Pois é, às vezes os leitores esquecem de considerar q a Abril é maior do q simplesmente um departamento de GIBIS... E se a empresa num TODO tá passando por dificuldades, as vendas da linha Disney podem ser as melhores possíveis: q ainda assim a editora no geral poderá estar tendo prejuízo em outros setores - afetando o rendimento e estimativas da empresa toda (e a gente sabe q até a revista Playboy ela já perdeu)!

    Tbm não vou especular sobre o destino dos gibis Disney no Brasil... Só "acho" (palpite) q acabar eles não acabam (nem q migrem pra outra editora depois)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  44. "Eu já to pensando como farei pra comprar Justiceiro do Ennis kk Vai ser pesadão acho. E não to muito afim de esperar meses para conseguir desconto, pois tenho impressão que esse material vai sumir rapido."


    E aí, Camus... blz?

    Olha, infelizmente eu tô pra te dizer q não imagino o "Justiceiro" do Ennis vindo por menos de 100 e poucos reais... A própria estrutura gráfica dele (mais de 300 pág em capa-dura) já indica a faixa de preço q terá!

    Essa eu vou ter q pegar pq é material ESSENCIAL pra mim... Nem q eu tenha de abrir mão de outras coisas pra compensar (pelo menos a Salvat Preta meio q já acabou pra mim e a Disney tá suspensa até 2º ordem - o q me fará gastar menos até sair o "Justiceiro", rs)!

    Mas ainda não tenho a informação sobre "BORN"... A não ser de q essa mini-série VAI sair de alguma forma (provavelmente dentro da coleção do Ennis mesmo - da mesma q os "Especiais" MAX do Justiceiro): Teremos a coleção COMPLETA no Brasil (pelo q me disseram)!

    Qto à Eaglemoss... Estamos quase empatados, hehe! Eu tenho apenas 3 edições da coleção: "Super" (Byrne), "Titãs - Contrato de Judas", e "Caçadores"! O resto: ou eu já tinha pela Panini, ou não me interessei, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  45. "Adoro os heróis Marvel/DC, mas as únicas coleções que eu tava fazendo eram do Barks e do Rosa."


    E aí, Rodrigo... blz?

    Nem me fale, eu tbm tava fazendo essas 2 coleções e mais a dos "Anos de Ouro do Mickey"... E embora eu tbm seja colecionador de Marvel/DC, te confesso q essas 3 da Disney (junto com "TEX" e "Mestre do Kung Fu") eram as q me deixavam mais empolgado de comprar todos os meses!

    Mas enfim... O jeito agora é esperarmos algum comunicado oficial pra ver em pé ficará a situação!

    Abs!

    ResponderExcluir
  46. "Veja que post mais "contraditório e bipolar"! Uma nova coleção, caríssima, e o relato da queda de um gigante editorial."


    E aí, Victor... blz?

    Pois é, situação irônica essa, né? A gigante Abril (atuando desde 1950 no mercado) tremendo toda na base e inspirando desconfiança e clima de falência entre os leitores (numa clara demonstração de FRAQUEZA - principalmente ética e moral, ao se manter em silêncio sobre a situação)... E a Eaglmeoss, uma novata no Brasil, arriscando uma sub-coleção intermediária e paralela à sua principal da DC (só q agora com preço BEM mais elevado e vindo numa hora ruim diante da situação econômica pela qual estamos passando)!

    São 2 extremos... de 2 editoras de proporções distintas e propostas diferentes: Uma arriscando mais do q a outra diante de um mesmo campo de batalha (o mercado de quadrinhos)!

    Qto ao "THOR"... Acho q vc teve sorte (MTA sorte eu diria) de não ter tido nenhum problema com a Salvat. Eu, por exemplo, tive q trocar uma das edições dos "Vingadores" do Pérez q veio com a capa danificada (foi difícil, mas trocaram - embora eu tenha perdido mto tempo e me incomodado pra conseguir isso: e tempo pra mim é dinheiro hj em dia)! A minha caixa/BOX dos "Vingadores" tbm veio ligeiramente amassada nas bordas, mas aí foi culpa dos Correios (outra empresa de merda q não funciona de forma competente neste país)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  47. "Ela já sabe qual é seu público e não faz questão de mostrar a bunda para aventureiros ou curiosos. É o que eu acho."


    E aí, Fabiano... blz?

    Sim, eu tbm acho q a Eaglemoss tá meio q cagando pro leitor se tiver q aumentar preços de forma abusiva (como fez com essa coleção regular da DC e faz seguidamente com as "miniaturas" Marvel/DC em seu site)... Pois deve ter estabelecido uma margem mínima de lucro a ser atingido mensalmente (o q deve acabar alcançando pra se manter nessa posição mais "ousada" - digamos assim - diante de um mercado q parece cada vez mais destinado à apenas uma fatia de leitores de maior poder aquisitivo)!

    Já a Abril... Sabemos q tem metas mais altas e pretensiosas a serem atingidas: e pra uma editora do porte dela, talvez alguns "milhares" de reais de lucro possa ser pouco no mês (qdo ela deve almejar alguns "milhões")!

    Abs!

    ResponderExcluir
  48. "Primeira vez que participo desse espaço, apesar de acompanhar a muito tempo.só queria dizer que está quase impossível comprar quadrinhos no nosso país"


    Oi, Adriano... Tdo bem?

    Seja bem-vindo aos comentários do "Submundo" e obrigado por estar acompanhando e curtindo este espaço, blz? Valeu mesmo!

    E vc tem razão... Eu já não consigo mais acompanhar todas as séries q eu gostaria em quadrinhos e todo mês me vejo forçado a abrir mão de mta coisa q eu gostaria de ler e conhecer. Sei q vai chegar um ponto em q eu e vários outros leitores acabarão por abandonar a maioria das publicações q as editoras insistirem em lançar em formatos luxuosos e ostensivos ($$$): Não há BOLSO q aguente por mto tempo um direcionamento de LUXO pra maioria das HQs q gostaríamos de ter!

    Abs!

    ResponderExcluir
  49. "Paulo Maffia (editor Disney) dizendo que eles estavam negociando uma renovação no contrato. Ele fala isso de brincadeira lá no final."


    E aí, Guilherme... blz?

    Pois é, o Maffia deixou escapar essa mesmo... dá a entender q tem "renovação de contrato" envolvida nessa bagunça toda!

    Pena q o vídeo tem tanta babação-de-ovo q os assuntos mais sérios E interessantes (como esse da tal renovação q poderia ser melhor desenvolvido) se perdem complemente em meio à abobrinhas e papo de comadres...

    Abs!

    ResponderExcluir
  50. "Invasão tenho o formatinhos da Abril e acho bem meia boca. Se essa edição vier com os tiens pode ser que dê uma interpretação a saga."


    E aí, Roberto... blz?

    Olha só, consegui o conteúdo da "Invasão" q vai sair pela Eaglemoss... Saca só (serão esses os tie-ins q vc fala)?

    Invasion (1989) 1-8, Wonder Woman (1987) 25, Superman (1987) 26, Doom Patrol (1988) 17, Power of the Atom (1989) 7, Justice League International (1987) 22 & Detective Comics (1937) 595

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá , Leo!
      Sim são esses tiens. Invasão e Lendas são Sagas onde essas histórias fora da minissérie são importantes. Nas republicações de Lendas pela Panini faltaram a edições que contavam como o Superman ficava após ser transportado a Apokolipse perder a memória e ser treinado pela vovó. E saiu na minissérie da Abril. Roberto Xavier.

      Excluir
  51. "DC one million parte 1 e parte 2...kda uma a bagatela de uns 140 mirreis?Difícil...Demolidor vol 4 129,00!cara,só quando rolar outra daquela dos 50% no visa check-out + cupom de desconto de 20% + desconto no preço de capa...definitivamente viramos escravos das ponto com!"


    E aí, sergio... blz?

    Q pauladas mesmo essas, hein? Tá cada vez mais difícil (pra não dizer impossível) pro leitor médio com renda média conseguir acompanhar suas HQs favoritas com preços ultrapassando a barreira dos 100 e tantos reais!

    Eu (graças a deus) ganho relativamente bem, MAS tenho outras despesas com as quais me preocupar no mês (e ainda família pra sustentar)... Assim, sobra cada vez MENOS no orçamento mensal pra gastar com GIBIS (tendo junto uma lista de remédios, contas atrasadas, e despesas gerais q consomem quase toda a minha renda - q NÃO é fixa e oscila entre altos e baixos todos os meses)! Falo isso, pq nesse ritmo vai chegar um ponto em q terei q abandonar várias coleções e imagino q boa parte dos leitores estejam na mesma situação q eu!

    Abs!

    ResponderExcluir
  52. "Dessas edições aí, eu pegaria no máximo Crise de Identidade, mas só se fosse um negócio de ocasião maravilhoso que duvido que vá aparecer."


    E aí, Leo... blz?

    Eu perdi a "CRISE" clássica em capa-dura qdo saiu pela Panini, e embora eu já tenha ela em capa-cartão (dividida em 2 partes) essa eu quero ter numa ed. única: Mas vou esperar um repetéco da panini mesmo, rs!

    Qto à "Crise de Identidade"... Tbm perdi na época q saiu (me arrependo até hj de não ter pego a capa-cartão) mas TBM vou esperar pela versão paninesca (sem pressa, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  53. "Essa situação esdrúxula me fez pensar em uma coisa. Qual será o valor que a Mythos cobrará pelo álbum e por cada unidade do pacote de figurinhas de "TEX - O HERÓI DO OESTE? Mistério..."


    E aí, Michel... blz?

    Eu tô bastante ansioso por esse álbum do "TEX"... e qdo esse lançamento ocorrer, eu vou abrir um tópico aqui no blog pra troca de figurinhas (agora com a ajuda da internet será mais fácil completar um álbum, hehe - nos meus tempos de moleque não tinha nada dessas tecnologias pra ajudar, rs)!

    Porém, vc me fez pensar numa coisa agora... Não faço a mínima ideia de qto custa um pacote de figurinha nos dias de hj? De qto estamos falando? 5 pila o pacote? mais de 5 reais? qtas figurinhas vem por pacote? Tô completamente por fora dos preços, rs!

    E q bom q vc curtiu a "CHM do MKF"... Já tenho a capa do Vol. 3 (q terá o "Executor" ou "Punho de Lâmina" na capa) e devo postar aqui no blog na próxima coluna de lançamentos da semana q vem!

    Essa CHM tá FÓDA mesmo, hein? Só li o Vol. 1 por enquanto e achei q não envelheceu nada... tá até melhor de ler agora por estar saindo na ORDEM correta (e não na bagunça q era a cronologia da Abril - qdo acompanhei esse material de forma desordenada e cheia de cortes)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só pra atualizar. O álbum da Abril em média um pacote com 4 fig, $1,20. O último da Panini Copa 2018, 5 fig, $2,00.

      Excluir
    2. Blz Leo ? bom o pacotinho de figurinhas da copa do mundo da panini custa R$ 2,00 e vem com 5 figurinhas o álbum tem 682 figurinhas...... tex não deve sair muito disso o preço o que pode é vir 2,3 figurinhas em cada pacotinho e acredito que deve ser bem menos figurinhas para completar o álbum.

      Excluir
    3. Wesley e Roni...

      Valeu mesmo por me atualizarem nesses preços, hehe... Eu tava achando q um pacotinho de figurinhas hj não saísse por menos de 5 pila (ainda bem q fica na faixa de 2 então)!

      Por outro lado... Espero q a do "TEX" tenha menos de 300 figuras, pois já deve ter meio torturante completar um álbum acima disso (vou entrar na "brincadeira" de qq forma, mas já tô me preparando psicologicamente pra passar trabalho em completar, rs - se bem q aí é q tá a graça da coisa)!

      Abs!

      Excluir
  54. "Dessa lista já divulgada eu só achei mas interessante "legado" e "DC um milhão", mas o preço não é nada convidativo, ainda mais quando comparado as versões semelhantes da Salvat (Thor e Vingadores)"


    E aí, francisco... blz?

    Bem observado, amigo... Essa coleção da Eaglemoss parece ser uma resposta à essas coleções fechadas da Salvat: Com foco em edições mais encorpadas!

    Mas se a galera já acha caro o preço da Salvat (média de 100 reais por ed. de 400 pág), imagina então essas da Eaglemoss: q custam R$ 140 e ainda tem menos pág q as da Salvat? Sério, os caras tão querendo 40 reais a mais por uma HQ na mesma estrutura da Salvat (podiam ter sido mais humildes, né)?

    Abs!

    ResponderExcluir
  55. "Problema do colecionador brasileiro é que ele acha que tem que ter acesso a tudo, poder comprar tudo, mas não é assim que funciona. Americano não consegue comprar tudo, francês tb não, japonês tb não..."


    Eu não acho q alguém aqui (e mesmo em outras redes) ainda tenha a falsa ilusão de querer ou tentar comprar TUDO q sai... Nem mesmo o VERME mais colecionista do mercado vai ter espaço em casa ou dinheiro na conta pra encarar toda nova coleção q sai: Mto pelo contrário, vejo até os leitores sendo cada vez mais seletivos com aquilo q compram (o q é ótimo)!

    As reclamações q vejo por aí no caso da Eaglemoss são mais pelo PREÇO abusivo pra um material manjado q a Panini já prometeu republicar de novo. "Se não tem dinheiro pra comprar, não compra": Sim, isso é lei básica de mercado (paga quem pode) mas o leitor médio tem o direito de reclamar assim mesmo e manifestar sua opinião sobre uma política de preços q considere elitista e excludente (e o produto: convenhamos, não é nenhuma "Ferrari" q mereça um preço diferenciado por ser um veículo luxuoso pra um público seleto - estamos falando da Eaglemoss, uma editora q geralmente só perde pra Salvat em erros de revisão e afins)!

    Já a variedade de ofertas é bom sim, sem dúvida... Seria melhor ainda se houvesse competitividade de preços pra MESMA HQ em diferentes versões (ao invés de 2 gibis iguais com mesmo preço em editoras diferentes)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso,Léo!Diversidade de títulos é ÓTIMO!Desde que os preços alcancem o consumidor!sim,as editoras já descobriram o nicho do colecionismo gourmet das lombadas das estantes dos you toubers!agora,reduzir o mercado ao nicho é phoda!ou tão achando que toda hq de 120 pilas vai ter hype de filme pra esgotar na pré venda!têm mta gente sem noção....

      Excluir
    2. Exato!
      Mesmo quem tem grana ou espaço sobrando não sai por aí comprando tudo. Um mínimo de prioridades é que constitui a realidade no cotidiano da maioria dos colecionadores.
      Por exemplo, das nacionais, estou colecionando o Lobo Solitário, o Novo Lobo Solitário, o Tex Gold e as CHM do Drácula e do Mestre do Kung Fu. Também faço a coleção do Carl Barks e do Don Rosa (que, pelos Deuses, haverão de voltar). Esporadicamente, compro alguma outra coisa (como foi o caso do Melhor da Disney e 100 anos de Galep). Agora vou adquirir o quarto volume do Demolidor (o Demônio do Pavilhão D). Comecei também a coleção do Prince Valiant (serão quatro volumes por mês até completar a coleção). Mas desse material da Eaglemoss, assim como tantas outras publicações, não irei adquirir NADA, simplesmente por que não me interessam nem um pouco.
      Resumindo, seletividade é o critério determinante na escolha feita por pessoas sensatas. Essa de sair comprando tudo que se vê como se fosse um esfomeado é algo que está fora da realidade - seja pela impossibilidade financeira e de espaço, seja por tratar-se de um impulso que não faz parte de uma pessoa normal. Eu queria muito ter colecionado o Mickey do Gottfredson, mas abdiquei desse desejo por considerar que toda a coleção seria volumosa demais. Optei por adquirir (e somente bem a posteriori) apenas aquilo que fosse mesmo valer pra mim.
      Portanto, na prática é assim que a realidade acontece para a grande e esmagadora maioria.

      Excluir
    3. sergio e Antonio...

      Vcs falaram tudo aí acima... É assim q eu penso tbm:

      A "diversidade" de versões de uma mesma HQ só tem sentido qdo a mesma tá esgotada (e não é republicada há tempos) e/ou qdo for pra apresentar uma versão mais econômica ou luxuosa pro leitor: É assim nos EUA, onde uma mesma HQ sai em TP (capa-cartão) e HC (capa-dura): E não é isso q tem sido feito nos repetécos entre Panini/Salvat/Eaglemoss, as 3 editoras tão com foco maior numa mesma fatia do mercado (e esquecem q existem leitores de menor poder aquisitivo q ainda esperam por uma versão mais em conta de determinada saga ou história)!

      No mais... O cara q almeja ter TUDO q sai tem algum transtorno (TOC) q precisa ser tratado como uma doença, pois tá longe de ser algo "normal" ou "saudável" entupir um apartamento de gibis q no fim das contas o cara nem terá TEMPO pra ler (sim, além de limites de dinheiro E espaço físico em casa, tem o fator: TEMPO - ninguém teria tempo de ler tanta coisa assim se almejasse ter TUDO, mesmo se fosse um desocupado total na vida)!

      Abs!

      Excluir
    4. Se eu tivesse a Caixa Forte do Patinhas e uma máquina de viagem no tempo do Prof. Pardal, eu gostaria sim de ter TUDO, por obséquio, rs.

      Sobre a "abundância de oferta", isso costuma ser bem legal, já que os preços diminuem com a concorrência. Pena que no Brasil adotamos o sistema econômico do Mundo Bizarro, onde os concorrentes disputam entre si quem sobe mais o preço dos produtos. Mim muito feliz com isso.

      Excluir
    5. E essa disputa do preço mais alto costuma ser ACIRRADA ainda por cima, hehe...

      Quero só ver: A Eaglemoss lançando a "CRISE" por 140 contos... Mas a Panini vai relançar a mesma APÓS a sua NOVA política de preços reajustados (acho q no mínimo vai empatar)!

      Abs!

      Excluir
    6. Alguma previsão de superar a marca dos 200 dinheiros numa edição única?

      Excluir
    7. O próximo tijolão q passar de 600 pág (tipo "Promethea 2" ou "Sandman - Ed. Definitiva")... Já corre o risco de quebrar essa barreira, rs!

      Abs!

      Excluir
  56. "Infelizmente não pude comprar "Crise nas Infinitas Terras" da Panini quando saiu. Mas lembro que a edição da Panini era muito elogiada pelos extras e o trabalho editorial:"


    E aí, Bruno... blz?

    Na verdade, a edição da Panini foi bastante criticada na época em q saiu (inclusive aqui no blog) por apresentar um serviço PORCO de revisão, q incluía até balões de texto trocados entre 2 personagens (a fala de um no balão do outro)...

    Mas como estamos falando da Eaglemoss agora... Não ficaria surpreso se essa edição tiver ainda mais mais erros q a da Panini (ou até se mantiver os MESMOS erros - já q a Panini é q faz a parte editorial da Eaglemoss), rs!

    Eu vou esperar a republicação da Panini mesmo... A menos q alguém me garanta q essa da Eaqglemoss virá perfeita e com os balões corrigidos (minha sugestão é: esperar pra ver e comparar as 2 versões)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Léo porque que as editoras vão se preocupar com erros de revisão se está vendendo assim mesmo,o leitor compra e ainda diz que está bom,a edição está caprichada os erros são poucos,não interferem na leitura e por aí vai eu particularmente não compro.

      Excluir
    2. Sim, vendo por esse lado...

      Não há necessidade de se contratar um bom REVISOR e nem pagar o preço de uma boa gráfica... se fazendo um serviço porco e nas coxas tá vendendo do mesmo jeito e (quem sabe) mantendo as metas e estimativas de lucro!

      Abs!

      Excluir
  57. E aí leo tudo bem? legal essa postagem de crise nas infinitas terras eu já li essa saga várias vezes, mas fiquei chateado com o que li os comentários aí dos leitores as editoras não tem respeito só querem lucro cobrando preços abusivos pelas edições e não oferecem boa qualidade nos marcos isso pode e deve afastar os leitores como as coisas mudaram nesse país por isso que a editora abril parou de publicar hqs de super heróis
    Tudo mudou pra pior por isso quando eu quero ler hqs prefiro baixar aqui mesmo em sites de hqs na internet lá se foram os bons e velhos tempos de quando os gibis eram simples e acessíveis nas bancas de jornais a todos os leitores que amam quadrinhos só posso sentir saudades . abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Alex... blz?

      Sim, foi-se o tempo em q os gibis eram algo acessível e q todo moleque podia comprar com o valor da mesada ou o troco do pão, rs!

      Hj em dia, os gibis mais baratos são os mensais de linha: mas tbm são os menos interessantes... E sendo assim, o leitor médio acaba ambicionando mais os encadernados, q são divididos em 2 grupos: Os econômicos (capa-cartão) e Deluxe (capa-dura)! Nem sempre o mesmo tipo de material sairá nos 2 formatos e o maior problema q tá tendo hj em dia é q nem todos os leitores conseguem ler e comprar aquilo q querem por sair APENAS num formato mto caro e com luxo desnecessário (na maioria das vezes)!

      Abs!

      Excluir
  58. Não gostei da capa de crise da Eaglemoss. Vem escrito CRISE NAS em destaque em vez de apenas CRISE. A palavra NAS deveria ser escrita embaixo junto com INFINITAS TERRAS ou em formato menor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E olha que veio assim lá de fora... ficou péssima essa diagramação.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Alexandro e VAM...

      Tbm não gostei dessa diagramação da Eaglemoss... E devo esperar a republicação da Panini mesmo (q quero ver antes se terá os erros de revisão corrigidos desta vez)!

      Abs!

      Excluir
  59. Eu vou ser um desses que vou esperar algum cobaia comprar e depois arrisco..........hoje completei os 120 números da capa preta salvat e chega mesmo se tiver expansão não pego (tomara que não mude de idéia) é interminável isso, e essa fase nova Marvel estou fora............e Feliz dia das Mães para a patroa Leo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Roni... blz?

      Essa de esperar uma cobaia comprar 1º e relatar a experiência na internet é uma boa mesmo, hehe... Tbm vou contar com isso pra ver como tá a "CRISE" (se vier com mtos erros gráficos ou de revisão, saberemos em seguida: avisarei aqui, pode deixar, rs)!

      E pelo q eu entendi... A Salvat preta terá mais uma EXTENSÃO sim, mas parece q vão "dar um tempo" pra isso (devem retomar essa ideia mais pra frente)!

      Abs!

      Excluir
  60. Eu estou com um problema da coleção Vingadores desde Novembro. Paguei, não recebi e so agora, depois de inumeras solicitações pelo site, depois por telefone (eu com o pedido aberto no site e a atendente falando que não encontra o pedido), depois mandando os comprovantes e os prints da tela por email trocentas vezes...

    Agora na terceira reclamação pelo Reclame Aqui, me parece que está indo pra frente. Mas o futuro é nebuloso ainda,

    Salvat nunca mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, gustavo... blz?

      Putz, q bagunça essa editora... como é q não vão achar um pedido registrado? É mto amadorismo e incompetência mesmo, hein? Espero q vc tenha boa sorte em resolver essa treta (qq coisa, mete um procon neles - sempre funciona)!

      E por falar nisso... Eu vou me incomodar amanhã é nos "Correios" (empresa de merda q tem mais q ser privatizada mesmo): Perderam um pacote meu da Eaglemoss e não conseguem localizar nem com o registro na mão (vou tentar uma última vez na central, se eu não sair de lá com o problema resolvido, vou direto pro procon dar uma bela enrabada nesses filhos da puta)!

      Abs!

      Excluir
    2. Esses arrombados dos Correios são mesmo uns filhos da puta. A nova moda agora é não entregarem mais nada nos endereços das pessoas obrigando-as a irem retirar suas encomendas nas agências. E ainda têm a desfaçatez de colocarem no site de consulta deles coisas como "Tentativa de entrega não efetuada", sendo que os arrombados nem aparecem realmente nas casas pra fazer a entrega. Estelionato puro.
      Essa empresa vagabunda precisa mesmo ser privatizada urgentemente. Trata-se de um monopólio injustificado que só beneficia a ela própria em prejuízo de quem paga pra sustentá-la.
      Mercadorias que atrasam, que são devolvidas ao remetente, que são danificadas, atendimento péssimo e demorado nas agências, etc, etc, etc.
      Vão ser imprestáveis assim na casa do caralho !

      Excluir
    3. Já virou rotina esse migué dos Correios. Comigo acontece direto. Sempre colocam isso para justificar que não foram entregar. E a palavra do destinatário é o mesmo que nada. A privatização é dada como certo. As agências franqueadas já devem ser em quantidade maior que as oficiais. Roberto Xaviet.

      Excluir
    4. Antonio e Roberto...

      Pois é, eu tenho me incomodado com frequência com os correios... mas esta é a 1º vez q irei ao Procon contra eles: Pois é ridículo q mesmo com o rastreio eles não consigam localizar e me entregar a mercadoria. Porra, o rastreio é um serviço PAGO pelo remetente (a loja q me enviou) e não é barato ainda por cima!

      Já passou da hora de botarem ordem nessa casa... um país inteiro não pode virar REFÉM de uma empresa de merda dessas (o q não faz um monopólio, hein? coisas q só acontecem qdo não há concorrência)!

      Abs!

      Excluir
  61. Leo a sua editora de hq na qual você tinha comentado há um tempo tem data de abertura? Já tem algo em mente para publicar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí... blz?

      Não, sem datas ainda... Eu já entrei de sócio em uma editora daqui, mas a prioridade dela é publicar o material didático do meu curso pré-vestibular. Ela ainda não tem um setor de HQs (apenas de livros e material escolar) e o investimento pra isso será mto alto (com menos de 500 mil eu não faço uma editora decente do jeito q eu imagino - e se for pra fazer uma nas coxas eu não quero)!

      Por enquanto, tô cuidado da abertura de uma 2º sede pro curso (pra novembro)... e mais pra frente, com o lucro q essa sede maior me render, aí eu retomo a ideia da editora (q faz parte do meu plano de aposentadoria pro futuro, rs)!

      Abs!

      Excluir
    2. Pois é,Leo, se os caras do Pipoca e Nanquim têm uma editora e conseguiram publicar, porque vc não poderia algum dia ?
      Interessante é saber qual seria a sua proposta de títulos : "Terry e os Piratas" ? "O Planeta dos Macacos" ? "Sobrinhos do Capitão" ? "Tarzan" ? "Recruta Zero" ?
      E o formato das revistas ? E o papel ? E o preço ? E o...
      Bem, vamos aguardar.

      Sucesso e abs !

      Excluir
    3. E aí, Antonio... blz?

      Eu já conversei bastante com os caras dessa editora, e é possível sim adotar uma linha mais econômica pra HQs (minha ideia é trabalhar com formatos mais populares mesmo): Claro, q a distribuição não poderia ser feita por bancas (pois a chance de tomar um prejuízo logo de cara é mto grande) e pra vender em livrarias é preciso adotar algumas exigências ao formato (tipo: "orelhas" nas capas, pra ser melhor aceito como um produto "de livraria" - mas pra deixar o gibi mais barato é melhor orelhas do q capa-dura, né)? Mas isso teria de ser negociado com a gráfica pra ver o melhor custo-benefício pra editora E pro leitor (e aí já é um setor à parte da editora - o ideal seria ter uma gráfica própria tbm, hehe)!

      Qdo à escolha de material... Eu já cheguei em pensar/SONHAR em publicar: "Druuna" (q parece estar com a Mythos agora - não tenho certeza), "Morgan - O Presidiário", "Torpedo 1936", "Recruta Zero" (se a Pixel largar o osso), TUDO q eu puder do Garth Ennis (especialmente a polêmica e violenta: "Crossed"), Hentais (pouco explorados no Brasil), "Tenente Blueberry", e mto material europeu e clássico de qualidade! Coisa boa é o q não faltaria (o "Tarzan" já é da Devir e o "Planeta dos Macacos" seria quase impossível conseguir os direitos, rs)!

      Abs!

      Excluir
    4. Terry e os Piratas seria um material curioso. O histórico de publicação dessa HQ no Brasil é pífio mas se trata de uma HQ primorosa.
      Cesar Leal

      Excluir
    5. Tem muita coisa excelente fora das mesmices regurgitadas pela Marvel e pela DC - mesmices publicadas ad eternum pelas editoras mainstream, como essa Eaglemoss. Os nerds babam, mas o fato é que isso tudo já saturou completamente. Haja saco pra aturar tanto lixo !
      Material clássico, como Dick Tracy e Spirit, são excelentes; a maioria sequer conhece esses clássicos. Mas cadê que as editoras nacionais publicam !
      As editoras brasileiras ficam no embate de quem publica o quê do mesmo de sempre. Não evoluem. E o grande público, que evolui menos ainda, aceita tudo isso com uma passividade digna do pior conto de terror.

      Abs !

      Excluir
    6. Cesar e Antonio...

      "Terry & Os Piratas" seria uma ótima pedida mesmo... Embora seja uma série mto extensa (o q aumentaria o risco de ficar descontinuada se desse uma merda mto grande pelo caminho), da mesma forma q o "Little Nemo" (outro clássico injustiçado e pouco conhecido no Brasil)!

      "Dick Tracy" e "Spirit" tbm são outras 2 dicas EXCELENTES pra se publicar... O "Spirit" então, eu nunca entendi pq as editoras nacionais (a Panini e Devir, principalmente) só lançaram material mais atual feito por outros artistas e não pensaram em publicar o ORIGINAL do Eisner? Caras, isso vender bem diante do respaldo/moral q essa HQ tem entre público e crítica!

      Mas aqui é bem assim q nem vc falou, Antonio... O "arroz-com-feijão" da Marvel/DC já tá bom na mentalidade limitada das editoras nacionais. É aquele pensamento pífio do brasileiro médio sem perspectivas em querer garantir apenas o seu "churrasquinho do fim de semana" (sem maiores ambições na vida, rs)!

      Abs!

      Excluir
    7. Realmente Terry e os Piratas é extenso.. Mas tem arcos dentro da saga. Algo que feche edições esporádicas sem a "promessa" de ir até o fim. Testando o mercado tem muito material bom que mereceria uma análise, o Dick Tracy e o Spirit que o Antônio mencionou com certeza. Além disso o Ferdinando (All Capp) foi um marco das Hqs. O Brucutu (Alley Opp) também anda completamente esquecido. Até a Marvel e DC tem alguns materiais fora do radar em tiras de jornal (não sei se os direitos são por outra empresa distribuidora de tiras o que facilitaria o acordo) como Howard the Duck, Hulk (baseado no seriado antigo)e uma da liga da Justiça que saía no Globo que era muito legal com trabalhos do Martin Pasko, George Tuska e Vince Coleta. O material da tiras de jornal do Tarzan do Mike Greel tb é praticamente inédito e até o inicial do Harold Foster passa batido das publicações da Devir que apenas lança o material editado pela Dark Horse.
      Cesar Leal

      Excluir
    8. E aí, Cesar... blz?

      Puxa, só material de 1º vc listou acima, hein? Se algum dia eu tiver a oportunidade, teria o maior prazer em publicar tudo isso (e acredito q exista público pra todos esses clássicos sim: é só uma questão de se direcionar melhor o marketing e - sendo publicitário - já cheguei a bolar vários planos e estratégias pra isso: caso precise usar um dia, rs)!

      Eu já conversei com um dos editores da L&PM (a sede da editora é aqui em POA), q publica atualmente vários pockets com tirinhas e álbuns com adaptações de livros em HQs. E particularmente, gosto mto de um formato q eles tem pra tiras: O mesmo em q publicaram o "HAGAR" (retangular/wide e capa-cartão), esse seria o formato com q eu gostaria de trabalhar com tiras (fica bem melhor q nos pockets da L&PM). E vou te dizer, negociar tiras não é tão impossível assim (vale lembrar q a L&PM publica até material da MSP em pockets)!

      O "Brucutú" eu postei várias capas de HQs nacionais dele nas saudosas colunas do "Colecionador Fantasma", hehe... Pena q ele não me mandou mais capas das raridades q possui!

      Abs!

      Excluir
  62. Gustavo (TheDoctor)13/05/2018 09:47

    A única coisa que me interessaria, se lançassem, seria uma saga sumariamente ignorada para republicação por todas as editoras: Legião de 3 Mundos, de Geoff Johns com desenhos de George Perez. Pra mim, ela é comparável em termos de qualidade à Crise original e a Crise Infinita. Por aqui só saiu dentro de mensal e merecia uma republicação pra ontem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Doctor... blz?

      Já ouvi falar nessa "Legião" aí, mas nunca li... E sendo do Pérez, já me interessou tbm, rs!

      Acho q uma hora dessas pode ser q publiquem... Fico na torcida!

      Abs!

      Excluir
    2. Essa é excelente. Tão boa que nem me importei de acompanhar na pavorosa mensal Superman & Batman (#52-#56).

      Excluir
    3. Argh... deve ter sido torturante ter q aguentar o resto desse mix, hein? rs!

      Abs!

      Excluir
    4. Li só as duas primeiras inteiras. Depois declinei e ia direto pra Legião. Quase grampeei o resto das folhas.

      Na mesma época eu lidava com outro custo-benefício cabuloso: a revista do Super, com a ótima fase do Geoff Johns. Mas em "compensação" o resto era as histórias medonhas da Supergirl e uns arcos detetivescos chatíssimos do Jimmy Olsen. Kryptonita pura.

      Excluir
    5. Bah, eu lembro dessa fase nos mixes da DC...

      Era 1 história boa por edição em cada revista (e olhe lá), rs... E dê-lhe ocupar espaço nas estantes com coleções inteiras onde se aproveitava uma única história por edição!

      Abs!

      Excluir
  63. O pouco que li nessa coleção da Englemoss me decepcionou....fora um monte de material que já tenho e preco salgado. Eu passo.

    ResponderExcluir
  64. Fala Leo!!!


    Taí mais uma coleção para poucos nesse mercado de crise!!!
    Vejo políticos (se é que podemos chamar isso de política), dizendo que o país já superou a crise econômica e voltou a crescer.... Será mesmo!?? Acredito que não!! Ainda enfrentamos sim essa crise, principalmente no bolso. Até gibi tá megainflacionado, não sei como este mercado ainda não "afundou" em meio a tal situação.
    Mudando de assunto, Leo, você falou do Superman e a Legião dos Super Heróis, e eu me lembrei da fase Geoff John's e Gary Frank que saiu, inclusive, na Panini e eu tenho ela até hoje. Mas creio que não se trata desse material né? Se trata de clássico ou estou errado??
    E Crise nas Infinitas Terras eu até pensei que sairia na expansão da Eaglemoss, mas me enganei.... Vou ler essa HQ em scans, não tem jeito,rs. Muito Legal a postagem!!

    Abs
    Leonardo Goulart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Leo... blz?

      Valeu mesmo por ter curtido a postagem... E sua percepção da realidade econômica do país está correta sim (ou ao menos: é a mesma q a minha, hehe): Estamos mesmo vivenciando uma crise econômica sem precedentes, resultado de anos de roubalheira e formação de quadrilha de criminosos no planalto. A "CONTA" chegou pro povo brasileiro e estamos tendo q pagar o rombo deixado por esses políticos filhos da puta q vem saqueando o país e acabando com nossos recursos há anos. Só mesmo uma mudança RADICAL no sistema pra botar a economia nos eixos agora (e isso só veremos no resultado das próximas eleições: o povo é q vai dizer nas urnas se vai querer continuar sendo assaltado pelos mesmos vagabundos de sempre, ou se vai querer mudar o jogo e tentar algo diferente)!

      Qto ao "Super & Legião"... Vai ser esse mesmo do Gary Frank (q saiu pela Panini): Vi na capinha da ed. alemã!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...