06/04/2017

"Mickey": As Tiras Clássicas de Floyd Gottfredson...

Matéria atrasada aqui no blog, rs (mas eu precisava de tempo pra ler esse material antes de escrever sobre o mesmo)... No mês passado (março) chegou ás bancas pela Abril uma raríssima coleção de tiras clássicas do "Mickey" (produzidas a partir de 1930)!

Serão 37 Vol. ao todo (em capa-dura e formato widescreen) que cobrem a fase completa de Floyd Gottfredson... Veremos nesta coleção a 1º aparição do "Pateta", "Mancha Negra", "Esquálidus", e vários outros personagens do universo do "Mickey"!

Confira abaixo:

A coleção: "Os Anos de Ouro de Mickey" (1930-1931) é um lançamento da Editora Abril e apresenta uma compilação das tiras de jornal da época. O material foi recolorizado na Itália (a versão italiana servirá de base pra nacional) ao contrário da Fantagraphics nos EUA (que manteve o P&B das tiras originais). A Abril preferiu a opção do material colorido (quem sabe pensando ser mais atrativo pro mercado brasileiro) e pode ter sido a escolha certa (eu, particularmente, gostei das cores e acho que estão de acordo com os padrões da época)! O Vol. 1 tem capa-dura, 168 pág, papel off-set, e custa: R$ 59,90 (podendo ser encontrado com bons descontos em vários sites)!

Serão 37 Vol. ao todo (e a periodicidade será mensal - segundo a Abril)... Nas imagens acima, selecionei algumas capas e pág de gibis clássicos lançados no Brasil e que já publicaram parte do material que encontraremos ao longo da coleção: A edição de "Mestres Disney" dedicada à Floyd Gottfredson (e que trazia na capa: "Os 7 Fantasmas" - que teve também uma versão em desenho animado), A "Lenda de Robin Hood" (em "Almanaque Disney"), A 1º aparição de "Esquálidus" (em "Mickey" nº 23 - de 1954), e uma pág. do "Vale da Morte" (história inclusa no Vol. 1 da coleção)! Também postei acima a capa do Vol. 2 (que JÁ está nas bancas) e apresenta: "Mickey no Circo"!

Um dos próximos Vol. trará a 1º aparição do "Mancha Negra", e consegui (acima) a capa italiana seguida de uma arte de Gottfredson (o "mancha" não parecia muito simpático em suas primeiras aparições, rs)! Esta série será um verdadeiro tesouro pra colecionadores, já que boa parte desse material ainda permanecia inédito no Brasil (ou não era republicado há muitas décadas). Talvez as novas gerações não apreciem a narrativa da década de 30, mas é curiosa a "incorreção política" da época: Quem imaginaria o "Mickey" de hoje usando uma arma de fogo (img abaixo) pra caçar? É um ótimo material clássico (mas só pra quem curte o estilo)!

Até+

97 comentários:

  1. Tadeu Olivetti06/04/2017 12:23

    Bom dia Léo!!!
    Coleção absolutamente fantástica, aguardada há décadas por colecionadores de histórias em quadrinhos. Gottfredson está para o Mickey, assim como Barks está para os Patos da Disney. Já comprei os dois primeiros exemplares e pretendo adquirir toda a coleção. Material igual à esse, é um a cada cem anos!!!
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. Essa é simplesmente a coleção de HQs Disney que mais me atraiu até hoje. Cara, tem uma história no Volume 2 dois da coleção que é a história do roubo do dinheiro do orfanato que é uma das histórias mais incríveis que já lí da editora e só perde para "A Saga Tio Patinhas" do Don Rosa, e cara, foi épica essa história e eu nunca esperei uma história tensa daquelas. Enfim, para mim essa coleção é o calo no meu pé para eu continuar a ir em livrarias para comprar HQs, porque senão eu já teria encerrado, pois não planejo completar a coleção pelo fator espaço e grana, por isso acho que no máximo eu comprarei até a edição que tem a primeira aparição do Mancha Negra ( que é a última edição que o Mickey tem o visual "clássico" ) e a do Barks é uma que não sei quando irei parar ( que provavelmente só comprarei enquanto comprar a do Gottfredson ), agora próximo ano que será o mistério, pois fora a do Canini que será compra certa, terá a do Al Taliaferro que eu espero que seja bem curtinha para eu poder completar ( caso chegue em bancas porque se for só em livrarias pode dizer adeus ).

    Resumindo tudo : Se eu não tivesse comprado antes tanta HQ da Marvel, DC e outros materiais mais autorais, eu com certeza eu completaria essa coleção, mas infelizmente eu não posso arranjar espaço para 37 encadernados do Gottfredson e não sei quantos do Barks, e a questão não é só de grana, estamos numa crise, minha prateleira esta praticamente lotada ( sim, eu estou improvisando buracos para caberem os novos encadernados que compro ) e não tenho grana para reformar um imóvel para caber colocar mais de 50 edições ( fora as que já tenho e precisaria organizar ). Adorei essa coleção, mas ela não poderia ter chegado em pior momento.

    ResponderExcluir
  3. Como é estranho uma imagem do Mickey sem orelhas, como essa "Na Ilha Misteriosa".

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  4. Sobre a questão dos problemas da Marvel, eu lí um comentário no Marvel616 naquela matéria citada e uso parte do que ele disse nesse meu comentário : os super-heróis da DC e da Marvel são o símbolo do conformismo com as injustiças, pois eles não questionam os problemas ( excetuando problemas relacionados as "minorias" sociais ) de nossa justiça, só os cumpre como um bom cão. São seres com super-poderes e um forte senso de "justiça", mas não agem em questões mais importantes ( sim, a última vez que eu vi esses personagens agindo para "resolver" problemas reais foi durante o período da Guerra Fria ).

    Resumindo : os super-heróis dessas duas não foram feitos para mudanças, a não ser que mexam em pilares mais importantes de seus cânones, e a Marvel só fez criar um novo herói, porém usando os mesmos valores dos antigos. Nesse ponto eu sou a favor de caras como o Mark Millar, cujas histórias eu não sou dos maiores fãs, mas ao menos suas histórias questionam, seus heróis erram, o questionamento quanto aos problemas é visível... só que assim como o Garth Ennis o seu problema é o exagero. E isso é uma bola de neve quando se fala em uma cronologia muito extensa e cheia de problemas e a DC nesse caso tem a vantagem de que eles rebootam seu universo de tempos em tempos para facilitar uma adaptação aos novos tempos, e no fim a Marvel se resumem a aquelas histórias infinitas aonde os personagens não envelhecem ( sim, parece que ao chegarem aos 40 eles congelam no tempo ), modos de agir que não mudam, acham que os problemas do mundo se resumem aos problemas das "minorias" sociais e não questionam os outros problemas de nossa sociedade e a única "novidade" é eles criarem mais trocentos heróis novos ( e alguns que se resumem a versões genéricas de heróis clássicos ) e criarem sagas muito longas que envolvem todos os heróis, ou seja, eles só enganam os bestas que ainda caem ( que infelizmente são muito, porém pelo menos isso está diminuindo ).

    Image, Dark Horse, Dynamite, Boom Studios... a parte boa deles é que a maioria não se limita a essas "regras dos heróis tradicionais" e considero personagens como Justiceiro, Motoqueiro Fantasma, Deathlok e Howard O Pato a exceção da Marvel nessas "regras" e por isso mesmo os encadernados de Deathlok e Howard O Pato estão em minha lista de futuras compras.

    ResponderExcluir
  5. Estou te seguindo tem um tempo e te coloquei na minha lista de blogues. Este é sem dúvida um verdadeiro tesouro Disney. Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Tiras são sempre bem vindas, mas como até hoje não dei conta dos primeiros volumes do Snoopy, Mickey então não vou nem tentar.

    ResponderExcluir
  7. Ai que nostalgia ver essa capa do Almanaque Disney foi o primeiro gibi que eu me lembro que eu ganhei dos meus pais. Bons tempos inocentes.

    ResponderExcluir
  8. Olá Leo, tudo bem?

    Tenho essa edição dos Mestres Disney. Ainda não li e resolvi dar uma folheada. Ela mistura páginas retrato com paisagem. Como será que ficarão as edições capa-dura? A coleção irá se limitar somente às tiras?
    Pretendo pegar só a primeira edição, mas estou aguardando a Amazon melhorar o desconto.

    Abs., Carlos - São Paulo.

    ResponderExcluir
  9. Esse é o Mickey que vale! Repare que as primeiras sequências não são do Gottfredson. A página que você postou do Mickey caçando é escrita pelo próprio Walt Disney e desenhada por Ub Iwerks, por exemplo.

    O início é um pouco irregular, mas daqui a dois ou três volumes você vai ver do que o Gottfredson é capaz!

    ResponderExcluir
  10. mickey foi meu primeiro gibi esse rato é muito bom sem dúvida vale a pena

    ResponderExcluir
  11. Oi Leo!

    Cara, entendo que o interesse da Abril é vender seu produto, está mais que certo!
    Mas tenho certeza que se fizessem uma bela capa cartonada com papel de boa gramatura e orelhas, tornaria a edição firme, bonita e preço mais acessível para todos os públicos.
    Prefiro que o material seja publicado em um preço mais econômico, acho que não precisava do atrativo "capa-dura"... E coitado de nós colecionadores assalariados, que infelizmente não dá pra ter tudo e fazer uma senhora seleção pra ver o que realmente vai pra coleção.
    O pior de tudo é pra quem compra hqs de todos o gêneros como eu, você e uma porrada de gente!
    Li recentemente numa seção de cartas do Tex que vai haver uma republicação de alguns volumes do Mágico Vento (parece que no formato italiano e em cores, não tenho certeza), para teste de vendas. Se der certo, pode ter certeza que é mais uma publicação de preço bem elevado.
    Bem, gostaria muito que algumas editoras elaborassem melhor suas coleções com bons preços e atrativas, porque nem tudo merece sair em capa-dura, isso "não" é desmerecendo essa coleção do Mickey, só acho que nós perdemos de aquirir mais variedade diante dos alto custos do capa-dura.

    ResponderExcluir
  12. Pretendo comprar alguns volumes desta coleção. Tenho acompanhado as resenhas de outros sites sobre a coleção da Fantagraphics e me basearei nestas informações para escolher os volumes a serem comprados de acordo com os períodos das tiras.
    Saiu também o 1º volume em capa dura da coleção dita "definitiva" de "Pateta Faz História", com as 8 primeiras historias, na ordem cronológica de lançamento original. Mais uma enganação! O volume e, capa dura tem menos informações extras do que a coleção que saiu em formatinho e capa cartonada há cerca de 6 anos atrás! Aliás, apesar do tamanho do volume de capa dura ser um pouco maior, a arte está no mesmo tamanho da coleção em capa cartonada. E o pior: quando chegar a fase das histórias produzidas nos anos 1980, com 4 tiras por páginas, a arte ficará prejudicada. De "definitiva", estas edições em capa dura não têm nada! De luxo, apenas o acabamento e o preço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa nova coleção do Pateta foi feita nas coxas , prefiro a minha em formatinho msm

      Excluir
  13. Oi Leo, beleza?
    Ótima matéria! Realmente fantástico este material. O jeito é aproveitar as promoções na internet e tentar ir até o final da coleção.

    ResponderExcluir
  14. Coleção realmente incrível está do Mickey "'de calcaozinho"...Repare como mesmo sendo da década de 30, o argumento bate as histórias atuais ( principalmente as italianas ) em praticamente tudo. Boa sacada a da Abril de lançar colorida... e mais bonita, chama mais público e se fosse em preto e branco ( como a da Fantapgraphics) certamente seria encalhe e a coleção encerraria após uns 03 ou 04 números ( haja vista outras tentativas com material preto e branco ). Do Mickey de calcaozinho eu tenho um DVD duplo com os primeiros 5o desenhos dele... ( toda em preto e branco - este vendeu bem .. rs -, e nunca mais vi em catálogo e no Brasil nunca saiu . Do jeito que é a Disney, não seria surpresa se tivessem recolhido o material por causa do politicamente incorreto . E como falou meu filho Guilherme : - A Minie tem medo de ratos ?
    Luiz Henrique Trompczynski.

    ResponderExcluir
  15. Leo, boa noite: o que achas de pateta repórter? e está tudo naquele volume ou terá mais um? abs!

    ResponderExcluir
  16. e ai amigo ótimo conteúdo
    da uma passada lá no meu canal quem sabe não rola uma parceria
    https://www.youtube.com/channel/UCk2j74vD1gltJiTE4UIQ_gQ

    ResponderExcluir
  17. "Gottfredson está para o Mickey, assim como Barks está para os Patos da Disney."


    E aí, Tadeu... blz?

    Assino embaixo dessa frase, rs... Sim, eu admito q não conhecia direito esse material do Gottfredson (pois a Abril não republicava quase nada dessa fase há décadas - tirando uma ou outra história nos "BIGs" e "Jumbos" da vida): Mas realmente, é o equivalente pro rato do q o Barks é pros patos!

    Tbm vou seguir adiante com essa coleção... e garanto (pelo q vi na seleção de histórias nas edições futuras) q vem mta coisa boa dessa coleção pela frente!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "Cara, tem uma história no Volume 2 dois da coleção que é a história do roubo do dinheiro do orfanato que é uma das histórias mais incríveis que já lí da editora e só perde para "A Saga Tio Patinhas" do Don Rosa"


    E aí... blz?

    Essa história foi ótima mesmo... Aliás, tenho gostado de todas q li nesses 2 primeiros Vol. pois possuem o ritmo e estilo daqueles clássicos desenhos animados da década de 30 e 40 (q são os meus favoritos até hj)!

    Mas a falta de espaço é um problema q tbm tá pesando pra mim... Tenho empilhado esses encadernados num canto do roupeiro (enquanto não planejo uma mudança radical com móveis sob medida pro meu escritório - onde guardo a coleção)!

    Só acho uma pena vc ter q abrir mão de uma coleção bacana dessas devido aos problemas citados... Será q vendendo algumas ed. da Marvel/DC não ajudaria a captar o valor necessário ao menos pra abater as ed. do "Mickey"? Paralelamente, a venda tbm te ajudaria a liberar mais espaço (só uma sugestão, é claro)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu praticamente já encerrei minha coleção Marvel/DC e pelo menos 80% das HQs que tenho são indispensáveis para mim, e acho que mesmo vendendo as que não desejo mais, não terá espaço suficiente para o resto da coleção, fora que a maioria das HQs dispensáveis para mim são baratas e ocupam pouco espaço, mas vou tentar arrumar uma forma de continuar essa coleção por um tempo.

      Excluir
  19. "Como é estranho uma imagem do Mickey sem orelhas, como essa "Na Ilha Misteriosa"


    Oi, VAM... blz?

    Nada é mais estranho q o "Mickey" visto de costas... Pois a cabeça dele vira 3 esferas pretas amontoadas, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  20. "os super-heróis da DC e da Marvel são o símbolo do conformismo com as injustiças, pois eles não questionam os problemas ( excetuando problemas relacionados as "minorias" sociais ) de nossa justiça, só os cumpre como um bom cão."


    E aí... blz?

    A Marvel tem um problema sério em sua linha cronológica: Ela tá mto embasada e dependente de eventos REAIS do nosso mundo: 2º Guerra, Vietnã, Torres Gêmeas (WTC), etc... Isso a torna ligada diretamente com o nosso TEMPO REAL!

    Por exemplo... Até meados nos anos 80 era relativamente fácil ajustar a cronologia do "Cap. América": Bastava aumentarem o período de tempo em q ele ficou congelado! Mas não é fácil nos dias atuais manter a origem do "Homem de Ferro" e do "Justiceiro" ligadas à Guerra do Vietnã sem envelhecerem os personagens. O Ferroso já fizeram um reboot mudando o Vietnã pro Afeganistão. Mas o "Justiceiro" (na fase MAX) continua sendo um "tiozão" com mais de 60 anos de idade q lutou no Vietnã!

    É complicado lidar com a passagem do tempo nos gibis... mta coisa do passado acaba tendo de ser desconsiderada pra se manter uma cronologia crível e q ao mesmo tempo acompanhe a nossa evolução real dos eventos do mundo!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso mesmo a Marvel é perfeita... para colocar seus personagens em filmes, pois a cronologia dele é bem furada, como você mesmo já mostrou em um post se não me engano. O problema da Marvel é a "falta de freio", pois até a DC já aprendeu a importância de consertar as próprias falhas, enquanto a Marvel só empurra o problema pra barriga.

      Justamente essa questão dos personagens Marvel serem embasados em eventos reais é que dão aquele charme de seus personagens, que ajudam a pessoa a se identificar com o herói, agora o problema da Marvel também fica que com os eventos datados, a idade dos personagens não muda, e não estamos tratando de uma Disney que não importa quantos anos passem, eles não criam uma cronologia. Agora sem sombra de dúvida o maior problema é o descaso com o leitor e achar que pode agrada a todos com uma solução boba, porém se trata de um negócio e a não ser que essa revolta tenha consequências nas vendas, eles não escutam.

      Excluir
  21. blz leo?

    meu problema com esta coleção é o financeiro, posso gastar por mês uns 80 mangos. provavelmente num futuro não tão próximo eu compre algumas edições numa promoção muito boa.
    por enquanto vou ficar só com o mestres disney volume 3 mesmo.

    abraço

    ResponderExcluir
  22. "Estou te seguindo tem um tempo e te coloquei na minha lista de blogues. Este é sem dúvida um verdadeiro tesouro Disney."


    Oi, Fabiano... Tdo bem?

    Seja bem-vindo de volta, e te convido a compartilhar aqui o link do seu blog tbm (q andou mudando de endereço um tempo atrás, correto)? Manda aí, q eu incluo na minha lista tbm, blz?

    E de fato... Se aquela edição de "Tesouros" q saiu no começo do ano ficou devendo um pouco pra justificar esse título, esta do "Mickey" não deixa a menor dúvida: é um TESOURO (em maiúsculas), rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  23. "até hoje não dei conta dos primeiros volumes do Snoopy"


    Oi, SEMI... blz?

    Vc tem aqueles "tijolinhos" (pelo formato - parece um tijolo) do Snoopy pela L&PM? Dia desses me perguntaram se essa coleção ainda tá rolando ou se foi interrompida? não soube responder pq não acompanho essa, mas faz tempo q não vejo novas ed. nas lojas!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por aqui foram lançadas três caixas com dois volumes cada. Também são vendidos individualmente e vão de 1950 a 1962.

      Lá fora já está no volume 26 (ano 2000).

      Excluir
  24. Essa coleção junto com a do Barks são os maiores lançamentos da Abril nesse século e quem deixa passar agora , num futuro próximo vai se arrepender .

    ResponderExcluir
  25. Cara, seguindo a sua sugestão eu vou vender algumas HQs minhas, mas não garanto que terei como completar a coleção, porém certamente a irei prolongar um pouquinho, e não, eu vou garantir a do Gottfredson ( mesmo que incompleta ), já a do Barks vai depender da situação. Agora acho que vou levar mais algumas poucas da Marvel como Homem-Aranha Noir ( caso a Salvat coloque a história completa e não simplesmente divida em dois ), A Morte de Jean DeWolff, A Morte dos Stacy ( quando a Salvat decidir relançar ), Segunda Gênese ( Salvat ), Deathlok e Howard O Pato.

    ResponderExcluir
  26. "Ai que nostalgia ver essa capa do Almanaque Disney foi o primeiro gibi que eu me lembro que eu ganhei dos meus pais."


    E aí, Marcelo... blz?

    Q sorte vc teve na época: Acho q foi um ótimo começo seu 1º gibi ter sido esse "almanaque"... Além dessa ótima história do "Mickey & Robin Hood", ainda tinha uma sequência do filme do "Mágico de OZ" (eu adorava essas HQs Disney com "atores reais")!

    Abs!

    ResponderExcluir
  27. "Ela mistura páginas retrato com paisagem. Como será que ficarão as edições capa-dura? A coleção irá se limitar somente às tiras?"


    Oi, Carlos... Tdo bem?

    Pelo q eu entendi, a coleção toda vai trazer só o formato de tiras... mas cobrirá toda a fase Gottfredson (isso me foi confirmado pela Abril)!

    Não tenho essa ed. de "Mestres Disney", mas já vi pessoalmente e lembro q as tiras eram na vertical, né? (a gente tinha q virar de lado a revista pra poder ler)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  28. "Esse é o Mickey que vale! Repare que as primeiras sequências não são do Gottfredson. A página que você postou do Mickey caçando é escrita pelo próprio Walt Disney e desenhada por Ub Iwerks"


    Oi, Hunter... blz?

    Sim, acho q foi um acerto e tanto terem começado essa coleção sem a "obrigação" de focar apenas no q foi produzido pelo Gottfredson: Pois essas pérolas todas não poderiam ser deixadas de lado (no caso de uma coleção temática pra um artista específico)!

    Eu não conhecia direito a fase Gottfredson (por não ser republicada durante décadas)... Mas agora entendo melhor o q vc sempre falou sobre a superioridade do cara diante de fases posteriores (Paul Murry) e na verdadeira inspiração pra obra do Casty (q buscou referências diretas do Gottfredson)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meus ensinamentos não foram em vão, mais um viu a luz!

      Excluir
  29. "mickey foi meu primeiro gibi esse rato é muito bom sem dúvida vale a pena"


    E aí, Jaspion... blz?

    O "Mickey" qdo bem trabalhado numa HQ, rende histórias mto boas sim... e essa coleção é prova absoluta disso!

    Abs!

    ResponderExcluir
  30. "Mas tenho certeza que se fizessem uma bela capa cartonada com papel de boa gramatura e orelhas, tornaria a edição firme, bonita e preço mais acessível para todos os públicos."


    Oi, Val... Tdo bem?

    Concordo com vc nesse ponto, e sempre deixei claro aqui no blog q a minha preferência de formato pra HQs é a capa-cartão e papel bom (LWC, couché, ou off-set): Mas tem q ser capa-cartão pra baratear os custos!

    As editoras alegam q a capa-dura faz o gibi se preservar por mais tempo na prateleira das livrarias... mas discordo dessa afirmação, pois bastaria manterem as ed. lacradas em plástico pra ninguém folhear até acabar o estoque!

    Vc falou bem: a situação de custos/gastos fica inviável pro colecionador q tbm acompanha outros gêneros... Se eu colecionasse SÓ Disney, não haveria tanto problema. Mas eu tbm coleciono: TEX, Marvel, DC, Dredd, Lobo Solitário, Star Wars, material europeu e alternativo. Não há dinheiro q chegue pra tudo isso e todo mês eu me vejo obrigado a abrir mão de mta coisa q me interessa pra priorizar outras tantas q tbm me interessam!

    Abs!

    ResponderExcluir
  31. "Saiu também o 1º volume em capa dura da coleção dita "definitiva" de "Pateta Faz História", com as 8 primeiras historias, na ordem cronológica de lançamento original. Mais uma enganação!"


    E aí, Ø-Drix... blz?

    Puxa, pelo visto cagaram mesmo nesse "Pateta Faz História", hein? Tbm já li outras reclamações em grupos do face q criticavam essa 1º edição (até a impressão dizem q não anda grande coisa)!

    É uma pena mesmo, pois não vejo justificativa pra um erro de logística nessa coleção do "pateta": sendo q trata-se de um material já pronto e finalizado q bastaria republicar sem maiores problemas. Pro preço elevado de capa (70 reais) era de se esperar mais - pelo menos o papel couché! Lembrando q os custos deveriam ser menores, já q o papel off-set é mais barato e o material em si já estava traduzido e em arquivo digital!

    Abs!

    ResponderExcluir
  32. "Ótima matéria! Realmente fantástico este material. O jeito é aproveitar as promoções na internet e tentar ir até o final da coleção."


    E aí, João... blz?

    Brigadão mesmo por ter curtido a matéria: Daqui pra frente continuarei cobrindo essa coleção em futuras postagens de notícias e reviews!

    E é bem por aí sim... O jeito é ir peneirando os descontos pra completar essa coleção (hj em dia, só paga preço de capa quem quer, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  33. "E como falou meu filho Guilherme : - A Minie tem medo de ratos ?"


    E aí, Luiz Henrique... blz?

    Pior q a "Minnie" morre de medo de RATO (!) sim, hahaha... Olhe só essa imagem no LINK abaixo (é rato tocando o terror em rato, rs):

    https://pbs.twimg.com/media/BwH19SDIQAAm6vk.jpg

    E esses DVDs duplos do "Mickey" q vc fala... Devem ser os da coleção: "Tesouros Disney"! Saíram alguns DVDs aqui no Brasil (q eu cheguei a ter pra alugar na minha locadora) e em geral eram DVDs duplos só com desenhos clássicos: "Mickey", "Donald", "Sinfonias Ingênuas" (obra-prima), e até o "Coelho Oswaldo" (protótipo do Mickey q saiu aqui numa embalagem dourada)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha filha assistiu muito esses desenhos. rs

      http://bjc.uol.com.br/2013/06/11/dose-diaria-de-inveja-colecao-walt-disney-treasures-edicao-limitada-eua/

      Excluir
  34. "Leo, boa noite: o que achas de pateta repórter? e está tudo naquele volume ou terá mais um?"


    E aí, William... blz?

    Eu achei o "Pateta Repórter" um BOM material (3 estrelas na minha avaliação pessoal). É bem ao estilo NOIR (o clima e ambientação das histórias é bem legal pra quem curte o gênero)!

    E pelo q eu lembro na época do lançamento... o material estaria todo completo numa ed. única!

    Abs!

    ResponderExcluir
  35. "e ai amigo ótimo conteúdo da uma passada lá no meu canal quem sabe não rola uma parceria"


    E aí, Jony... blz?

    Parabéns pelo seu trabalho no Canal de Vídeo... Podemos pensar sobre uma parceria sim! me add no face pra gente conversar melhor, blz?

    Abs!

    ResponderExcluir
  36. "o problema da Marvel também fica que com os eventos datados, a idade dos personagens não muda, e não estamos tratando de uma Disney que não importa quantos anos passem, eles não criam uma cronologia."


    Sim... essa é uma questão bem complicada, pois até poucos anos atrás a Marvel se gabava de ter uma cronologia perfeita e interligada: mas isso já era uma mentira há pelo menos 2 décadas atrás, já q a Marvel vinha fazendo reboots e retcons em várias séries de forma separada e gradativa!

    Nas histórias clássicas do Aranha (ainda na fase Lee/Romita) o Flash Thompson lutou no Vietnã... Tudo bem, eram histórias produzidas durante o conflito (final dos anos 60 e início dos 70). PORÉM, com o passar dos anos já ficava insustentável continuarem mantendo esse fato nos gibis do aranha, pois se fosse em tempo real o flash seria um quarentão nos anos 90. A Marvel varreu tudo isso pra debaixo do tapete ainda nos anos 90 e não faz mto tempo mandou o flash pra outra guerra mais atual (onde perdeu as 2 pernas)!

    É o preço a se pagar por tentar ser o mais realista possível, rs...

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pegunta é : perfeita e interligada pra quem? Rsrs

      Excluir
  37. "meu problema com esta coleção é o financeiro, posso gastar por mês uns 80 mangos."


    E aí, gustavo... blz?

    Tbm acabo tendo q cortar mta coisa da minha lista de compras todos os meses... ou esperando oportunidades eventuais (promoções, eventos, negociações com outros leitores, etc): A grana é sempre limitada e vivo com a corda no pescoço há meses com empréstimos e dívidas intermináveis com bancos (qdo eu pago uma conta, logo vem outra em dobro com juros, rs)!

    Assim, os gibis e bonequinhos (q eu tanto aprecio) acabam sendo (inevitavelmente) gastos supérfluos, hehe!

    Abs!

    ResponderExcluir
  38. "Essa coleção junto com a do Barks são os maiores lançamentos da Abril nesse século e quem deixa passar agora , num futuro próximo vai se arrepender"


    E aí, Artur... blz?

    Concordo com vc... e tbm acho q quem deixar passar essa coleção irá (inevitavelmente) se arrepender um dia. Falo isso, pq imagino essa coleção daqui há algumas décadas (caso não seja republicada novamente): Sendo tão cobiçada qto ainda é nos dias de hj ed. antigas do passado tipo: "Cinquentenário Disney" ou "Disney Especial - Os Inesquecíveis")!

    Abs!

    ResponderExcluir
  39. "Cara, seguindo a sua sugestão eu vou vender algumas HQs minhas, mas não garanto que terei como completar a coleção"


    E aí... blz?

    Foi só uma sugestão da minha parte pra vc... Pois me coloquei na sua situação (já q tbm vivencio os mesmos problemas causados pela falta de espaço em casa) e te falei o q eu faria diante desse impasse:

    Eu botaria tudo na balança e começaria a fazer os CORTES na coleção (pra priorizar coisas melhores e mais essenciais, rs)! Acho q vale o esforço pra vc tentar conseguir mais algumas ed. do Gottfredson (e de repente, ainda mandar ela até o final)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já compro pouca coisa por mês, então o problema não é o financeiro, afinal a maior parte do tempo só estarei a pegar as do Barks e do Gottfedson, o que daria uma exceção seria uma ou outra edição Salvat ou Panini da Marvel que me interessar ( que são raras ), então o problema seria muito mais de espaço mesmo. Agora essa do Gottfredson é exatamente como você falou : uma coleção que você pode se arrepender no futuro caso não pegue.

      Excluir
    2. Bem, se serve de ajuda... Posso te adiantar q o ritmo de lançamentos das ed. do Barks vai começar a diminuir um pouco daqui pra frente!

      Teremos no máximo mais umas 3 do Barks até o final do ano, pois a Abril em breve começará a se aproximar da numeração americana da Fantagraphics (q teve apenas 11 ed. lançadas até o momento e vai num ritmo mais lento pra completar a fase Barks)! Assim, sobra uma janela maior pra investir no "Mickey" (claro, ainda resta o problema da falta de espaço pra se resolver então)!

      Abs!

      Excluir
    3. O problema Leo, é que se eu completar toda a coleção de cada um, o arrependimento de gastos e de qualidade de histórias será maior, por isso eu faço uma média de quantos irei pegar de cada coleção. A do Gottfredson planejo pegar até o da primeira aparição do Mancha Negra para não me arrepender ( sim, serão uns 8 volumes e acho que já terei a melhor fase dele ), já do Barks eu planejo pegar até ter aquelas 2 histórias gigantescas ( com mais de 40 páginas e estão entre suas primeiras histórias ). Você vê, eu preciso fazer isso, porque o gasto com essas coleções da Abril são altos e fora que ainda tenho de prestar atenção nas histórias independentes que possam me surpreender.

      Eu coloquei para vender muita HQ minha e planejo ser ainda mais seletivo daqui em diante, pois o que mais assustou foi o quanto eu gastei só com HQs que eu me arrependi e quis vender e convenhamos, colecionar uma coletânea de 37 volumes é de assustar qualquer bolso, por mais que você goste das histórias do artista.

      Excluir
    4. Te entendo... tbm não sou mto apegado à "coleções completas": eu paro ou pulo edições sem dó qdo acho necessário!

      E falando em ed. especiais e independentes... Tá pra sair uma NOVA do "Mickey" chamada: "Café Zumba" (ou algo assim) e q segue o mesmo estilo de traço e ambientação da fase Gottfredson (essa promete ser boa)!

      Abs!

      Excluir
    5. Café Zombo. É de autoria do Régis Loisel, que fez o Peter Pan da Nemo.

      Excluir
  40. Tadeu Olivetti09/04/2017 08:52

    Bom dia Léo!!!
    Para driblar a crise financeira, o jeito é ficar de olho nas promoções que aparecem nas lojas virtuais todos os dias. Os dois primeiros volumes da Coleção do Mickey de Gottfredson já apareceram na Amazon/BR na faixa dos trinta e poucos reais. Acabei de comprar Amazing Spider-Man Omnibus Vol.2, cujo preço era de R$289,00 reais por R$ 228,00. Um baita desconto!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Tadeu... tdo bem?

      É isso aí: Ficando de olho nos descontos, os gastos com gibis podem ser reduzidos quase q pela metade em certos casos... Tá ótimo esse preço pro Gottfredson na faixa dos 30 e poucos pila!

      Valeu mesmo pela dica... Bom domingo pra vc!

      Abs!

      Excluir
  41. Eu fiz assim e não me arrependo, comece por aqueles que já nem lembrava que tinha e os que nem abre ou folheia a mais de 5-10 anos.

    Comece a anunciar no ML que vai vendendo aos poucos e assim se desfaz de forma mais tranquila.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa dica essa, VAM...

      No fundo, temos mta coisa guardada nas estantes e são coisas q no final das contas nem nos fariam tanta falta assim! Dia desses, comecei a fuçar na minha coleção, e vou passar adiante mta coisa da linha Vertigo e tranqueiras diversas da Marvel/DC!

      Bora liberar espaço na estante então, rs...

      Abs!

      Excluir
    2. É isso aí, Leo. Hoje eu inclusive comprei o Vol 1 do CHM do Wolverine ( que sim, chegou aqui em Brasília já )e aproveitei para pegar o Manual do Tio Patinhas ( não me importo com o formato da moeda, eu simplesmente acho essa edição a melhor da coleção ). Foi tão bom ter arranjado espaço para deixá-los e não planeja encher mais tanto quanto enchi daqui pra frente.

      Excluir
  42. Tudo bem Leo.
    No volume 2, o texto inicial diz que Gottfredson se inspirou em aventuras de Roy Crane. Um gênio inspirando outro, Wash Tubbs passou de protagonista a parceiro do Captain Easy. Essas histórias posteriores saíram no Brasil como Capitão César pela RGE e Saber, ótimas histórias, Tubinho (Wash Tubbs) ficou com o alívio cômico. Mais tarde Roy aborrecido por problemas com direitos autorais, abandonou os personagens e criou Buz Sawyer muito bom também, saiu aqui na RGE como Jim Gordon. Taí uma boa dica de publicação para a Pixel, lançar ao menos uma edição de cada, afinal se era bom pro Gottfredson...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Colecionador... blz?

      É mto interessante essas inspirações e referências mesmo... Fiquei com vontade de ler esse material todo tbm, rs!

      Aliás, os extras dessa coleção do "Mickey" tá mto bom, hein? É raro eu ficar ansioso por material extra, mas te confesso q passei a considerar parte interessantíssima da coleção as próximas matérias q virão em cada Vol!

      Abs!

      Excluir
    2. Roy Crane foi o cara que estabeleceu o uso de retículas nos quadrinhos. O pessoal dos mangás não chega aos pés dele!

      Em P&B, o Mickey do Gottfredson usava muita retícula, mas elas parecem ter sido removidas nessa versão colorida (o que faz sentido, retícula com cor fica horrível).

      Excluir
  43. Disney Especial - Os Inesquecíveis
    Tudo bem Leo.
    Quanto aos Inesquecíveis boa parte (Esquálidus) vai sair nessa coleção do Mickey.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... essa raríssima ed. de "Disney Especial" nº 6 (de 1973) foi a última vez em q republicaram a origem do "Esquálidus" no Brasil!

      Sempre quis ter essa história impressa (tenho apenas em scan)!

      Abs!

      Excluir
    2. Isso é parte do material do Gottfredson, mas beeeem mais para a frente!

      Excluir
  44. "Meus ensinamentos não foram em vão, mais um viu a luz!"


    Eu geralmente aprendo rápido qdo o ensinamento é válido e proveitoso, rs...

    Ainda gosto do Murry, mas não tem comparação, né? Gottfredson tá noutro patamar (e olha q recém tô no começo da coleção)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô, o Gottfredson foi quem fez o Mickey nos quadrinhos. Ninguém mais se compara!

      Lembre-se que nos anos 30 o pessoal via no máximo um curta de animação novo do Mickey por mês, mas tinha tiras novas todo dia! Algum motivo havia para o rato ter revistas em quadrinhos próprias por toda a Europa antes da Segunda Guerra estrear!

      Excluir
  45. "Café Zombo. É de autoria do Régis Loisel, que fez o Peter Pan da Nemo."


    Isso... "Café Zombo": Eu tinha errado o nome (mas era parecido, rs)!

    E esse "Peter Pan" da Nemo é espetacular... Se não me falha a memória, comprei essa série (em 3 Vol) por indicação sua na época! E não me arrependi: foi uma ótima aquisição (q me levou até a comprar o LIVRO do Peter Pan em pocket - saiu pela L&PM)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chega empolgou esse "Café Zombo", e pelo que lí da crítica nesse site ( http://asleiturasdopedro.blogspot.com.br/2016/12/mickey-mouse-cafe-zombo.html ), deve ser interessante. Achei pela internet os dois primeiros volumes desse "Peter Pan" da Nemo e se eu gostar, posso acabar comprando ( se for depender das críticas que lí da obra, não duvido que acabe gostando e comprando ).

      Ah, e lembro que em um post você tava dizendo que tava esperando o Vol 2 do Lendas da Mulher-Maravilha, né ? Saiu essa semana em Brasília, mas não sei se irei comprar ( pelo que lí do fim da história anterior, o próximo arco não é do tipo que me agrada.

      Excluir
  46. "Em P&B, o Mickey do Gottfredson usava muita retícula, mas elas parecem ter sido removidas nessa versão colorida (o que faz sentido, retícula com cor fica horrível)"


    Sim... ainda bem q removeram a retícula!

    A colorização dessa coleção tá mto boa (a meu ver): Por enquanto, tenho achado um trabalho bem competente nas cores (espero q continuem assim até o fim)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  47. "Isso é parte do material do Gottfredson, mas beeeem mais para a frente!"


    Esperarei então, Hunter...

    Vou fazer essa coleção do Gottfredson inteira (nem q eu tenha de abrir mão de outras coisas pelo caminho, se preciso for)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A partir da segunda metade entra na fase em que a King Features mandou o Gottfredson abandonar as histórias longas e fazer só tirinhas de humor. Não sei se vale a pena continuar daí. Em termos de tiras, o Donald do Al Taliaferro era melhor...

      Excluir
  48. E aí, Leo? Blz?

    Eu não ia fazer essa coleção mas acabei comprando os 2 primeiros vol porque a Amazon fez quase 2 por 1. Tava 32 ou 33 reais cada. Tonespwrando chegar. A sorte é que esse não é exclusivo de banca, senão já nem pensaria em comprar volume nenhum. Agora tô até ansioso pra receber... HAHAHAHAHAHAHAHHAA

    ResponderExcluir
  49. "Lá fora já está no volume 26 (ano 2000)"


    Oi, SEMI... blz?

    Sendo assim, falta bem mais do q eu pensava pra L&PM completar essa coleção então... Ainda mais q o ritmo de lançamentos de HQs da editora diminuiu bastante do ano retrasado pra cá!

    Abs!

    ResponderExcluir
  50. "É isso aí, Leo. Hoje eu inclusive comprei o Vol 1 do CHM do Wolverine ( que sim, chegou aqui em Brasília já )e aproveitei para pegar o Manual do Tio Patinhas"


    Opa... Valeu pelo aviso:

    Bom saber q a CHM do Wolverine já tá chegando nas bancas (ficarei atento nos próximos dias, pois essa promete esgotar rápido)!

    E dos "Manuais Disney"... meu favorito é o dos "Escoteiros" mesmo, mas tbm gosto mto desse do Tio Patinhas (q junto com o do "Peninha" forma o meu TOP 3, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  51. "Lembre-se que nos anos 30 o pessoal via no máximo um curta de animação novo do Mickey por mês, mas tinha tiras novas todo dia!"


    Com certeza, Hunter...

    Mas uma coisa é a gente saber disso através de pesquisas... outra bem diferente é tendo o acesso direto e prático ao material em questão. Minha visão sobre a fase do Gottfredson mudou completamente agora, pois a genialidade do cara salta aos olhos (principalmente pq sempre leio considerando o contexto histórico da época)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A influência do Gottfredson nos quadrinhos da época é GIGANTE! Há muitas sequências de mangás antigos do Tezuka (inclusive o célebre Metrópolis) que foram tiradas diretamente do material do Gottfredson...

      Excluir
    2. Oi, Hunter... Já me recomendaram esse "Metrópolis" do Tezuka, mas ironicamente, Eu olho essa capa e me lembro do "ZÉ Carioca", rs:

      https://images-na.ssl-images-amazon.com/images/I/51oxYY-W24L._SX350_BO1,204,203,200_.jpg

      Abs!

      Excluir
  52. "Em termos de tiras, o Donald do Al Taliaferro era melhor..."


    Valeu pelo aviso, Hunter...

    Ficarei mais antenado então qdo a coleção do Gottfredson passar da metade: A princípio, minha ideia é fazer toda, porém, se houver uma queda brusca na passagem pro formato de tirinhas de humor, pode ser q eu interrompa (minha ideia é ficar só com o filé dessa fase, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja se curte. Eu li pouco as tiras do Gottfredson, conheço mais as histórias longas.

      Excluir
    2. Tranquilo... Acho q vou arriscar então:

      Em geral, eu gosto de tirinhas (e devo encarar a coleção do Al Taliaferro tbm - q é outro artista do qual eu não tenho quase nada na estante)!

      Abs!

      Excluir
  53. "Amazon fez quase 2 por 1. Tava 32 ou 33 reais cada."


    E aí, Leo... blz?

    Q barbada, hein? realmente, é quase uma promoção do tipo: "pague 1 leve 2", rs! Assim vale a pena!

    Abs!

    ResponderExcluir
  54. A abril poderia relançar aqueles três volumes Anos de Ouro do Pato Donald em capa dura e papel que não fosse jornal, claro. Tenho a minha da época de moleque... É um registro histórico fantástico, pois tem até a seção de cartas dos leitores das edições dos anos 50. E este fac-símile também é um registro importante, pois é da época que capa cartonada com papel jornal era considerada edição de luxo - isso em pleno fim da década de 80, o Brasil vivia uma crise animal e o mercado de quadrinhos tava até que aquecido: você podia comprar moebius da Globo ou ranxerox da animal na banca de jornal, tínhamos pouca grana no bolso, mas as editoras lançavam coisas boas com preços acessíveis, mesmo que fosse com papel sofrível. Acho que seria relativamente fácil para a abril reeditar. Eu compraria, pois a minha coleção amarelou e ficou com um cheiro que infelizmente não suporto por causa da rinite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, João... blz?

      Eu já vi essa coleção (em sebos) e a ideia eu acho sensacional: encadernar várias ed. originais clássicas (fac-símiles) em sequência pra gente se sentir como se estivesse lendo um gibi da época mesmo, rs!

      Chegaram a lançar uma igual pro "Tio Patinhas" e outra pro "Zé Carioca"... Mas infelizmente, não comprei nenhuma pq o preço q pediam era mto elevado e o estado não tava tão bom (pros meus padrões de exigência, hehe)!

      O Moebius eu peguei vários encadernados dele q saíram pela Editora Nemo há uns 4 ou 5 anos atrás... e o "Ranxerox" saiu numa ed. única pela Conrad (q tá fodástica demais da conta): Ótimos materiais de tempos q deixaram saudade!

      Abs!

      Excluir
    2. Tenho essa até hoje! Os Anos de Ouro do Zé Carioca também...

      Excluir
    3. Sorte sua... pois essa do "Tio Patinhas" principalmente é uma das mais cobiçadas entre colecionadores (talvez pela dificuldade em se achar nos sebos)!

      Abs!

      Excluir
    4. Tenho as 4 da epoca: Tio Patinhas, Ze Carioca, Pato Donald e uma coleção de 3 edicoes coletaneas de aniversario do Mickey.

      A do Pato Donald li varias vezes quando pequeno. Geniais.

      Excluir
    5. Eu respondi que tinha a do Zé, a do Patinhas eu nunca comprei. Não reproduz integralmente as HQs originais!

      Excluir
  55. Leo bom dia meu amigo, ontem fiz mais um pedido na Amazon, não resisti, rs rs rs, dessa vez foi o quarto volume do Pato Donald do Barks, e esses do Gottfredson, os dois, comprei também Dreadstar, o princípio, e alguns mangás, que eu também coleciono. Leo deixei de fora por enquanto, Pateta faz historia, e vou ver como vou conseguir comprar tanta coisa ao mesmo tempo e a fila de leitura só aumentando. Infelizmente o País desabou, e a corja que está no poder ( executivo e legislativo) , querem acabar de vez com o trabalhador brasileiro. Tempos difíceis onde o povo vive se alienando com os big brother da vida, e esquecem o que está em jogo. Desculpe o desabafo pessoal. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Marcilio... blz?

      O "PATO" do Barks tá meio acelerado ainda, hein? Recém comprei o Vol. 4 (Cidade Fantasma) e já tem o Vol. 5 prometido pra este mês... Se bem q me disseram q essa coleção vai dar um tempo a partir de agora (digo, deve ter mais uns 2 ou 3 Vol. até o final do ano): Pois nesse ritmo vai acabar buscando a coleção dos EUA daqui a pouco!

      O "Dreadstar" ainda não veio pra cá, mas vou comprar certo qdo aparecer: Tô no aguardo tbm da "MM do Pérez" Vol. 2, "Lobo Solitário 2", e "CHM do Wolverine"!

      E tbm tô acompanhando as instabilidades da economia e política do país (ainda mais q eu tenho negócios q acabam sendo afetados pela crise): Pra mim, político corrupto e ladrão tinha mais é q ser fuzilado (q nem acontece em outros países com leis mais rígidas e q deveriam ser exemplo pro Brasil) pois a corrupção é um atraso de vida q prejudica à toda nação (matando inocentes nos hospitais sucateados e gerando uma criminalidade sem fim pelas desigualdades sociais)!

      Abs!

      Excluir
  56. Leo, você tá certíssimo em não pegar material em mau estado nos sebos. Aprendi a duras penas com meus livros da época da faculdade, misturei coisa nova com coisas podres e o resultado é que depois de uns anos tava tudo ruim... Mas eram tempos difíceis, faltava grana e informação. A internet tem um enorme impacto na nossa vida no sentido de democratização da informação.
    Esta coleção tem um problema sério: a cola da encadernação é tão ácida que manchou as páginas e a própria lombada da capa. Coisa até que comum em certos livros dos anos 80 e 90.
    Quanto às edições que você mencionou da Conrad e da Nemo, já estão devidamente cofradas. Hehehe... Elas têm acabamento excelente. A propósito, aConrad tá parada? Comprei alguns Crumb e Joe Sacco dela, mas também uns da Veneta e da Cia. Das Letras, respectivamente, então fico na dúvida se ela não tem mais os direitos de ambos.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, João... blz?

      Eu sou o tipo do colecionador chato e exigente: Até não sou de reclamar de preço qdo vou num sebo e me deparo com um material raro em perfeito estado. Pois acabo priorizando mais a boa conservação da revista do q o preço em si: Claro, q só não pago preços abusivos (por melhor q esteja o estado do gibi), pois não acho q nenhum gibi valha tanto a ponto de eu me sentir "roubado" na negociação!

      Sobre a Conrad... Essa editora não me inspira a menor confiança, pois fica mudando toda hora o foco de suas publicações e abandonando coleções pela metade (me deixou na mão com 2 LIVROS do "Conan" de Robert Howard: cancelado na maldade, pois aparentemente tava vendendo bem)!

      Ela publica pouca coisa hj em dia e em ritmo bem espaçado... As últimas vezes q ouvi falar dela foi na coleção de "Calvin & Haroldo" e "Gen - Pés Descalços". Mas tá bem fraquinha e inexpressiva no mercado de HQs!

      Abs!

      Excluir
    2. Desde que foi vendida, a Conrad perdeu o rumo. Já foi a melhor editora de quadrinhos do Brasil, mas hoje é um moribundo se arrastando...

      Excluir
    3. É lamentável mesmo q a Conrad tenha terminado dessa forma...

      Minha ed. favorita deles é o "RANXEROX"... e os 2 LIVROS do "Conan" (de Robert Howard)!

      Abs!

      Excluir
  57. Está semana chegou na minha coleção pateta faz história, repórter e escoteiros mirins. Consegui comprar os 3 por R$100 na promoção relâmpago da Amazon. Não pretendia comprar tão cedo, principalmente a última, mas o preço ficou muito atrativo e com frete grátis pra minha região (norte).
    Estou feliz com pateta repórter e escoteiros mirins, mas confesso que estou decepcionado com "faz história". Ouvi relatos que o papel escolhido foi uma decisão editorial e não de custo. Contudo me assusta um valor sugerido de R$70 com esse tipo de papel. É claro que pela amazon não saiu por tudo isso (R$50).
    Não sou muito fã do mickey, mas coloquei essas edições dos anos de ouro Mickey em meu planos após ler seu post e comentários, aguardando uma promoção ou no(s) próximo mês(es) para adquirir. Não pretendo comprar todas, pois as economias não permitem.
    No mais conheci seu blog há pouco tempo e estou gostando bastante, obrigado.

    ResponderExcluir
  58. Leo, valeu pelas informações.
    Sobre o comentário de Metropolis, desconhecia totalmente, mas apareceu na recomendação da Amazon e pesquisei sobre o trabalho no Google. Achei a arte interessante (parece uns clipes de house music dos anos 80). Encomendei pela Amazon e estou esperando chegar, por menos de R$ 14 acho que vale a pena... Aliás a Amazon lançou o marketplace que pode ser um bom canal para os colecionadores de hq. Vamos aguardar para ver como será. Abs e boa Pascoa!

    ResponderExcluir
  59. "Chega empolgou esse "Café Zombo", e pelo que lí da crítica nesse site (http://asleiturasdopedro.blogspot.com.br/2016/12/mickey-mouse-cafe-zombo.html), deve ser interessante."


    E aí... blz?

    Ótima matéria essa: Agora já tenho uma ideia melhor do q esperar desse especial do "Mickey"... Gostei da arte e da ambientação (bem no clima das tiras de Gottfredson)! Vou comprar certo, e espero q seja lançado em breve!

    Valeu pelo aviso sobre a "MM do Pérez"... já ando patrulhando as bancas daqui, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  60. "Está semana chegou na minha coleção pateta faz história, repórter e escoteiros mirins. Consegui comprar os 3 por R$100 na promoção relâmpago da Amazon."


    Oi, Caio... Tdo bem?

    Vc conseguiu um ótimo preço por essas 3 ed. juntas... Acho q valeu a pena esse COMBO triplo (q nesse preço sai pouco mais de 30 pila cada)!

    Desses q vc comprou, meu favorito é o dos "Escoteiros" (q eu achei uma ed. excelente) seguida do "Pateta Faz História" (q eu tbm acho ótimo, mas já tenho a coleção anterior) e o "repórter" eu achei um "BOM" material (vale os 30 pila sem dúvida)!

    Qto ao valor de capa do "Pateta"... Tbm achei caro 70 reais por uma ed. em papel off-set e q JÁ estava traduzida e digitalizada: pronta pra impressão - o q deveria baratear mais os custos pro leitor (a Abril pegou pesado nessa e ficou parecendo ganância pura, pois não havia necessidade pra tanto, rs)!

    Ah, e obrigado por estar curtindo e acompanhando o blog... Espero continuar contando com a sua presença aqui nos comentários!

    Abs!

    ResponderExcluir
  61. "Sobre o comentário de Metropolis, desconhecia totalmente, mas apareceu na recomendação da Amazon"


    E aí, João... blz?

    Eu já tinha ouvido falar nessa HQ (q já me havia sido recomendada), mas somente agora qdo ela voltou à tona aqui nos comentários: é q incluí ela de vez na minha lista de futuras compras virtuais, rs!

    Não sabia desse canal "marketplace": vou me informar melhor pra ver do q se trata então... Uma feliz páscoa pra vc tbm, brother!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa "Metrópolis" do Tezuka eu comprei na Livraria Leitura e foi uns 24,90.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...