08/03/2016

"Convergência": Remexendo de Novo na Cronologia DC...

A "Convergência" é a mega-saga do momento na DC.... E começa a chegar às bancas (com bastante atraso). Serão 2 meses com dezenas de títulos relacionados à saga e que prestam homenagem à diversas épocas e fases da cronologia DC!

Nesta matéria, veremos um breve panorama do que trata a "Convergência" e quais as suas principais consequências pro Universo DC! 

Confira abaixo (e ATENÇÃO: Esta postagem contém SPOILERS):

A "Convergência" vai durar apenas 2 meses e se espalhará por pouco mais de 20 edições (embora não seja necessário ler e acompanhar todas pro entendimento da trama). A história envolve novamente as diversas linhas temporais e realidades da DC, quando "Brainiac" quebra as barreiras que separam os mundos paralelos da editora. Heróis e vilões de pontos distintos da cronologia são mais uma vez reunidos num único local (um planeta chamado: "Telos") e entram em combate numa espécie de "torneio" - O clichê da situação toda é inevitável e absolutamente sem-vergonha, rs!

Mas até aí, tudo bem... O leitor menos exigente vai se divertir com as brigas e batalhas constantes e até acreditar que o roteiro banal servindo de base de sustentação pra trama parecerá (em alguns momentos) algo mais complexo e bem elaborado (na verdade é tudo muito simples, mas "disfarça" bem). E o leitor mais exigente também vai curtir a ideia de rever seus personagens favoritos em suas versões favoritas (ANTES do famigerado reboot dos "Novos 52" - que ainda desagrada à uma grande parcela de fãs da DC)! 

Sim, a trama principal de "Convergência" é mera desculpa pra relembrar as versões anteriores dos heróis e vilões da DC e fazer um "revival" de momentos distintos da cronologia e das múltiplas terras da editora. É um prato cheio pros saudosistas de plantão (eu incluso) e uma chance de rever os heróis que lutaram nas inúmeras "Crises", "Zero Hora", "Ponto de Ignição", "Reino do Amanhã", etc. Repito que NÃO é preciso ler e acompanhar todos os tie-ins relacionados à saga: Comprem apenas aqueles que tragam seus personagens favoritos (há irregularidades na qualidade das histórias, vai da sorte e gosto pessoal de cada leitor mesmo)!    

A "Convergência", apesar de servir pra "matar a saudade" de fãs da DC "Pré-52".... Teve uma importância maior do que se esperava ao estabelecer um novo status-quo pro Universo DC: Lá pelas tantas, durante uma batalha envolvendo o "Guerreiro" e o vilão "Deimos", a existência do multiverso DC passa a ser novamente ameaçada (novidade, rs). A partir daqui, NÃO leiam os 2 parágrafos a seguir se não quiserem saber as consequências da saga, blz? Fica aí o ALERTA de SPOILER então):

É o seguinte.... Pra consertarem a bagunça temporal que se seguiu, será necessário impedir a unificação do multiverso DC que ocorreu durante a "Crise nas Infinitas Terras". Assim, um grupo de heróis parte pro evento da "Crise" com essa intenção. O resultado disso tudo é que a partir de agora TODAS as realidades da DC passarão a valer pra cronologia vigente. Os "Novos 52" continuam valendo, mas o que veio antes também (tornando o Universo DC mais abrangente pros roteiristas trabalharem daqui pra frente)!

Só pra ressaltar e explicar melhor: A "Crise" clássica NÃO foi desconsiderada pela "Convergência", mas a unificação das realidades que foi um fator resultante dela: Sim. O "Gladiador Dourado" terá bastante importância no desenrolar final da saga (falo isso pra quem for acompanhar de forma esporádica não perder a edição especial estrelada por ele)! Vale a pena acompanhar a "Convergência"? A resposta será "SIM" (se o leitor for um fã das antigas da DC - ou um NOVO leitor que tenha curiosidade em conhecer melhor a cronologia e as fases anteriores da editora)!

Até+

PS: Para o leitor se situar melhor diante dos mais de 20 títulos da "Convergência" que estarão nas bancas, recomendo o "CHECKLIST" de todas as edições neste: "LINK"! Pois já basta a bagunça natural causada pelos atrasos da Panini (a saga deveria ter começado em fevereiro e ainda nem apareceu em algumas regiões)!

86 comentários:

  1. Oi Leo!

    Parabéns pela matéria!

    Eu vou passar longe desta saga, não aguento mais reboots e "acertos' de cronologia. Nunca fiz questão de esconder que não gosto deste universo dos "Novos 52", preferia o antigo pós-Crise nas Infinitas Terras.

    O mal da DC é sempre este, rebootar a cada dez anos em certos casos até menos.

    Começou em 1995 com a Saga Zero Hora, para "consertar" os problemas de cronologia nos dez anos pós-Crise, modificando poucas coisas na cronologia (porém, apagou o Ano Dois do Batman da continuidade, e a Mulher Gato deixou de ser ex-prostituta, apagando parte do Ano Um do Miller), dos demais personagens eu não sei porque não acompanhava muitas revistas na época além do Batman.

    Aí veio "Crise Infinita" em 2005 nos 20 anos pós-Crise, trazendo "as demais Terras" de volta, com o Superboy Primordial "socando" o tecido da realidade e alterando tudo, trazendo o Jason (ugh!) Todd de volta à vida, dentre outras coisas.

    Depois veio a "Crise Final" que era para "enxugar" todos os erros e exageros da cronologia, porém não deu em nada!

    Depois em 2011, veio este malfadado reboot alterando tudo e todos e descaracterizando personagens!

    Com pouquíssimas ressalvas, nada daí em diante prestou no Universo DC!

    Sempre torci para que este reboot fosse desfeito, e as coisas voltassem a ser como antes, só que aparentemente isto está difícil no momento.

    O pior é que tanto na TV como no cinema A DC se utiliza de mais de 90% do Universo antigo o pós-Crise e basicamente quase nada dos Novos 52!

    Pra mim já deu!

    Eu realmente mesmo estou pensando em largar as mensais do Batman depois de 27 anos colecionando ininterrupdamente desde a Abril e seus vários formatos e pela Panini, já que não ceito esta estupidez do Comissário Gordon ser Batman com armadura de orelhas de coelho (vai ter até um robô gigante do Coringa!).

    Você pega um volume dois do Batman de Marshall Rogers (o número um não comprei devido à coleção da DC da Eaglemoss!), lê histórias clássicas e mais atuais com o herói feitas como devem de fato serem criadas, aí se depara com um caça níquel de quinta categoria feita por um pseudo escritor. Francamente!!

    Minha idéia é esperar este Scott Snyder sair e voltar a comprar novamente. Pelo que sei ele sai por agora nos EUA e Bruce Wayne uma vez mais volta a ser Batman, com outra equipe criativa!

    Dreadstar já está em pré-venda, mas o preço está de lascar (ainda mais para quem coleciona miniaturas e Graphic Novels DC e Marvel!). Este eu vou comprar só não sei se por agora ou no Black Friday pela metade do preço!

    O preço de capa é R$ 99,90 mas em pré-venda por R$ 84,92.

    E falando em miniatuas...,a Eaglemoss já está anunciando o "pack" do Professor X e Lilandra!

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  2. "Eu vou passar longe desta saga, não aguento mais reboots e "acertos' de cronologia."


    Oi, Elcio... Tdo bem?

    Pois é, eu tbm nunca gostei desses "remendos" q as editoras (Marvel e DC) fazem em suas cronologias... A DC exagera demais nessas explicações e ajustes constantes (como se precisasse ou fosse possível manter uma cronologia 100% impecável e à prova de falhas)!

    São apenas GIBIS em questão, e as grandes editoras (com o apoio de uma parcela de fãs hardcore q não admitem "inconsistências" na cronologia) parecem dar uma importância maior do q merecem esses detalhes bobos (q no fundo não mudarão a vida de ninguém)!

    Do meu ponto de vista (pessoal)... A preocupação maior das editoras devia ser contar BOAS histórias, apresentar BONS roteiristas e artistas, e produzirem BONS gibis! Eu quero ler histórias legais e bem escritas (e não uma punhetação nerdística sobre tecidos temporais e explicações intermináveis sobre o q vale ou deixa de valer)!

    Enfim.... Tbm passarei essa mega-saga (e todas as demais do tipo q vierem daqui pra frente: Incluindo a nova "Secret Wars" da Marvel)! Na real, só li a "Convergência" (em scans) pq eu tinha q falar sobre ela aqui no blog (mas não é algo q me traria satisfação em colecionar e guardar na estante: Isso eu deixo pros clássicos e demais materiais essenciais pra mim)!

    E putz... Eu fiquei sabendo dessas palhaçadas com o "Batman" (Comissário Gordon de armadura é pedir pra cagar e sair de cena, rs)! Com fases consagradas como "Neal Adams" e "Marshall Rogers" nas bancas, nem vale a pena perder tempo com tosqueiras pós-52!

    No mais... "Dreadstar" é COFRE certo (sempre quis ler esse material e nunca encontrei as revistas dele da Globo em bom estado e mto menos com preços acessíveis)! Tbm vou de "Prof. X & Lilandra" qdo sair (valeu pelo aviso: Ficarei de olho nessas)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  3. Fala, Léo!
    Olha, essas "reviravoltas cronológicas" são como mentiras contadas!
    Você sempre tem que manter uma sequência de mentiras para sustentar a mentira original...
    Concordo contigo no que diz respeito a uma simples busca por boas histórias, o que afinal é o que importa para os leitores.
    Geralmente, o que precisa ser muito explicado (com dificuldades), é porque não foi muito bem feito.

    Claro que nesta longa jornada cronológica das editoras, teremos erros e acertos, na busca por público renovado, mas acho esquisito mudanças tão radicais, como de gênero e etnia nos personagens, mas é apenas uma opinião.
    Por falar em N52, confesso que gostei muito dos encadernados do Flash e do Shazam (esse Gary Frank não é mole na arte...)

    Como disse, boas histórias se sustentam, independente do contexto, basta um bom roteirista em conjunto com um grande desenhista e pronto, temos boas HQs!

    abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Victor, esse encadernado do Shazam é o único N52 que possuo na estante. Considero ele mais como um álbum do selo Terra Um.
      Pois a sua proposta é exatamente a mesma.
      abs,
      VAM!

      Excluir
  4. Olá Leo, tudo bem?

    Sobre as miniaturas, fiquei bem satisfeito com o anúncio de Xavier e Lilandra. Com estes completo as peças que eu mais queria dos especiais. Quem diria no início da coleção que teríamos o Hulk, Galactus, Colossus e Xavier e Lilandra. É claro que vou pegar as que forem saindo pois ainda tem peças legais como a Tropa Alfa e o Odin.
    Apesar das pisadas de bola da Eaglemoss, o trabalho que eles vem fazendo com as especiais Marvel é elogiável.
    Sobre a Millenium Falcon, tinha visto no Youtube e não imaginava que tentariam trazer para o Brasil, mas 100 edições a R$ 50,00 (R$ 5.000,00) é proibitivo para mim.
    Se você conseguir o link do Xavier divulga aí, ok?
    Dark Knight tenho a capa prateada e nem sabia que era uma raridade, e tenho duas da abril (uma capa azul e outra laranja).

    Abs., Carlos - São Paulo.

    ResponderExcluir
  5. Olá Leo e Elcio, na minha modesta opinião os quadrinhos atuais se tornaram laboratórios de testes para conceitos e personagens, a serem utilizados ou não, em outras mídias.

    E isso acontece pois as grandes editoras sabem que cada vez mais (E INFELIZMENTE), as HQS se tornarão produtos de um nicho muito restrito.

    Elas em sua atual forma, impressas em papel, se tornarão cada vez
    menos relevantes para a lucratividade dos personagens, que hoje já
    rendem muito mais através de filmes, games e merchandising.

    Vejam:

    No caso da Marvel o recente surgimento da personagem Spider Gwen criada coincidentemente, porque um executivo da Sony, vislumbrou a possibilidade de Emma Stone voltar a franquia do Homem-Aranha, mesmo tendo morrido, no 2º Amazing.

    E pela DC o recente Bat-Gordon nada mais é, do que um experimento do grupo Warner. Com a série Gotham cada vez mais incorporando os vilões do Batman,
    quando ele ainda é apenas uma criança, não me surpreenderia se parte do conceito de Synder for utilizado.

    Finalizando não condeno nem elogio essas decisões, pois meu futuro não depende das mesmas, como é o caso da editoras. Eu apenas não faço parte dos objetos de pesquisa. :)

    Parei de comprar mensais do Batman ao final da Noite das Corujas e atualmente a única HQ em que invisto é o DD do Mark Waid, que já se aproxima do fim.

    Agora eu só me diverto, revivendo ou descobrindo o passado.

    Ok! Sei que a proposta dos derivados da Convergência é essa, mas nossa atual Crise, muito mais implacável do que Brainiac, me faz cada vez mais ser seletivo e restritivo com meu parco orçamento de gibis.

    Que os novos leitores se divirtam com essas edições, EU vou ficar é com as Lendas e a Salvat Clássica mesmo!

    Grande abraço,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leo e VAM!

      Você me abriu os olhos VAM, não tinha percebido este conceito de teste de personagens. O que você falou sobre o BatGordon faz total sentido!

      Embora os filmes e seriados de heróis estejam a todo vapor, acredito que na minha visão "única", eu ainda veja de certa forma como mídias distintas mesmo que estes influenciem e muito as HQs atualmente.

      Gotham é um seriado que não tem a minha simpatia, mas eu entendo que de certa forma a série é a "queridinha' da WB, que tenta a todo custo salvar a série introduzindo mais e mais vilões clássicos, e elementos da cronologia do herói.

      Sei que a série não anda muito bem de audiência, e especialistas acreditam que talvez ela não passe desta temporada. Com a introdução de vários vilões do Batman na série e ele ainda sendo apenas um garoto, sua teoria de um possível BatGordon na série faz total sentido!

      Essa da Spider Gwen eu não sabia, mas é bem a cara da política atual das Editoras de HQs.

      Essa Convergência chegou hoje por aqui e infestou a banca. Boa sorte para aqueles que forem acompanhar porque vão precisar disponibilizar uma graninha boa para isso!

      Ainda sobre a DC..., no site da Livraria Cultura já estão em pré-venda e com as respectivas capas disponibilizadas pelo menos seis edições que sairão nos próximos meses da Coleção DC da Eaglemoss, incluindo as capas das duas edições de "Batman - O Nascimento do Demônio".

      Abraços!!

      Excluir
  6. Mas capaz que perderei tempo com essa saga. A dc fez somente uma única Crise e o resto é uma copia de uma copia de uma outra copia. Cansou.

    ResponderExcluir
  7. Putz...sinceramente...eu só me importo se a história for boa e divertida...os personagens são muito antigos...já passaram por diferentes gerações e mentalidades...sendo assim não há como manter a cronologia perfeita
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Cronologia é legal por trazer uma bagagem para um personagem, mas quando começa a limita-lo, melhor ser simplesmente desconsiderada do que explicada.

    Sempre falaram (mal) da cronologia dos X-Men, por ser muito complicada. Eu até concordaria, mas quando olho para a DC, entendo porque só acompanho a editora por encadernados. Ou melhor, acompanho o Batman, afinal ele é o único que tem alguma coisa publicada (rs).

    ResponderExcluir
  9. Gosto de quadrinhos demais e me amarro na DC,porém será que não se deram conta até hoje que histórias sem amarra cronológica são as melhores(EX:Reino do amanhã,Cavaleiro da vingança e All Star Superman).
    Acho necessário uma cronologia porém que não interfira negativamente no contexto maior que é o ocorre atualmente.
    A DC tem que se decidir se quer um universos ou vários está um porre isso já..rs. Nessa quem ganha é a Marvel com universo mais consistente e melhor explorado com sua Nova Marvel e roteiristas com liberdade de expressão e enredo vide Matt Fraction cm Gavião arqueiro,Jason Aaron com Thor e etc.
    Desabafei legal e vc o que acha Léo ?

    ResponderExcluir
  10. E Léo,nada do recall da Fênix Negra e Crise,bem que a Panini poderia lançar adesivos com os textos corretos.Com constantes erros de revisão na Panini e Mythos e traduções porcas ( vai curintia)não esta na hora de uma renovação de editores na Mythos e da Panini?Valeu.

    ResponderExcluir
  11. Mesmo nesta era de mudanças feitas para atrair um outro tipo de público, a DC parece estar atenta ao leitor mais tradicionalista, o que não ocorre com a Marvel, sua Guerras Secretas apenas consolidou a 'Novíssima' Marvel, que descaracteriza todo o seu universo, mandando às favas nerds velhos como eu (apesar que a saga do Hickman é melhor do que Convergência).

    ResponderExcluir
  12. EDUARDO CESAR08/03/2016 14:39

    Inclusive a Panini chegou a fazer uma assinatura somente da série Convergência com todas as 23 edições.

    ResponderExcluir
  13. Olá Leo e amigos do Submundo-HQ.

    Tomo a liberdade de fazer um Off-Topic total, para comentar sobre a morte de um grande desenhista, essa semana perdemos Paul Ryan, aos 67 anos. Ryan trabalhou na Marvel e na DC. Ele fez os desenhos do Quarteto Fantástico durante anos. Eram deles aqueles desenhos do Quarteto naquela fase que a Sue usava aquele uniforme sexy minúsculo, que tinha um "4" vazado, no peito. E o Coisa, teve uma época que usava um capacete que ocultava toda a face, acho que era porque ele tava com a cara desfigurada, ou algo assim. Embora a fase não fosse das melhores, os desenhos dele eram muito bons (em minha opinião). Ele também desenhou o Homem Aranha na edição em que acontece o casamento dele com a Mary Jane. E, nos últimos 10 anos, ele tava desenhando as tiras diárias do Fantasma, para a King Features Syndicate. Não sei se ele tem muitos fãs entre os apreciadores de quadrinhos por aqui, mas eu digo que, pra mim, fará muita falta.

    Ah, e lembre-se, quando for naquela loja de usados que você comentou, veja por favor, se tem alguns gibis da série mensal do Fantasma por aí. Tenho interesse em alguns, dependendo do preço... Não tenho mais quase nada, praticamente, e acho que vou recomeçar a colecionar, embora agora acho que é a época em que começaram a dar maior valor para gibis usados, rss.. A alguns anos, era possível achar bons gibis usados por 1 ou 2 reais, os mesmos que hoje em dia estão por 15 reais ou mais... :)

    Bem, era isso, e também para assinar a postagem. No mais, um abraço a você e todos que acompanham o Submundo-HQ.

    ResponderExcluir
  14. Fala LEO! Blz?


    Cara, essa mega-saga da DC parece uma bagunça interminável... kkkkk

    A última dessas que li foi a "Crise Final", que achei confusa pra caramba. É tipo "50 mil coisas acontecendo" só que não há uma GRANDE história. Sei lá, tá cheio de gente que gosta, mas acho que prefiro priorizar os materiais mais clássicos das antigas!

    Mudando de assunto. vi na página da Marvel Mightiest Heroes na Wikipedia que vão expandir a coleção lá fora em mais 40 edições (Deadpool, Jessica Jones, Soldado Invernal, etc). Vc ouviu alguma informação a mais a respeito?


    Abço
    Leonardo

    ResponderExcluir
  15. Já faz um tempo que tô lendo hqs de um jeito bem mais relax, sem ficar esquentando demais com o lance de cronologia. Muita gente morrendo, outros largando o uniforme,vilões assumindo o papel do herói, reboots e mais reboots. Tem o lance de ser impossível acompanhar mas o que pega mais forte é que simplesmente não vale a pena encanar e querer acompanhar tudo porque dali a alguns anos tudo vai ser zerado de novo. Hoje em dia eu pego um arco de histórias, seja ele da década que for, e me divirto com ele sem esquentar com o que veio antes ou depois. Me basta um personagem bem trabalhado em um arco bem desenvolvido. E releio muita coisa antiga. Acho que não preciso nem dizer que me divirto muito mais que quando acompanhava mensais e sagas...

    O que me fez começar a ir me afastando das mensais foi a maldita saga do clone do Homem Aranha do meio dos anos 90. ALi eu, ainda adolescente, fui me ligando que os caras iam desconstruir meus personagens favoritos quando desse na telhas deles, aí fui começando a comprar o que me interessava. Ainda assim acompanhei Marvel Millennium Homem Aranha um tempo porque eu geralmente gostava do jeito que o Homem Aranha era abordado nas histórias e curtia também o pouco que lançavam do quarteto fantástico no mesmo mix. Acompanhei Guerra Civil, aí larguei de vez os mensais. Cheguei até a comprar mas não me chamavam mais a atenção. A partir dali segui nos encadernados e coleções de material antigo. E posso dizer que tô bem demais assim!

    Olhando essas capas, tipo a do Shazam, me dá até vontade de ir atrás de alguma coisa, ainda mais sabendo que da pra ler alguns desses volumes soltos, por diversão mesmo, porque comprar essa porrada de edicoes por praticamente nada é complicado.

    Valeu pelas informações, Leo!

    Abraço

    ResponderExcluir
  16. "Geralmente, o que precisa ser muito explicado (com dificuldades), é porque não foi muito bem feito."


    E aí, Victor... blz?

    Pois é, chega um ponto em q explicações demais começam a ficar insuportavelmente chatas... É como aquele cara q conta uma piada q ninguém entende e depois precisa explicar ela pra ver se alguém acha graça!

    Na cronologia dos gibis tbm é assim... Os caras tentam buscar explicações plausíveis e verossímeis como se o universo dos super-heróis fosse algo REAL q pudesse ser explicado pela ciência. Isso é levar demais os gibis a sério (são apenas GIBIS e fica meio patético tentarem explicar de forma séria e lógica uma fantasia, uma fábula, uma história de super-heróis q deveria ser um escapismo pro leitor)!

    Algumas das melhores HQs q já lemos estão fora de amarras cronológicas minuciosas: "Superman - Entre a Foice e o Martelo" (é um excelente exemplo): Bastou um bom roteiro e criou-se uma boa história (sem frescuras e explicações)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  17. "Sobre a Millenium Falcon, tinha visto no Youtube e não imaginava que tentariam trazer para o Brasil, mas 100 edições a R$ 50,00 (R$ 5.000,00) é proibitivo para mim."


    E aí, Carlos... blz?

    Eu tbm não achava q essa nave fosse sair aqui tão cedo... Ainda mais em uma situação de instabilidade econômica pela qual o país atravessa! Não tinha feito essa conta q vc fez, mas realmente: Pagar 5.000 reais numa NAVE de SW é proibitivo pra mim tbm (por mais fã q eu seja da série, 5 contos me fazem MTA falta pra outras coleções... Se pararmos pra pensar, com essa grana compramos 100 (CEM) miniaturas regulares, hahaha (METADE da coleção Marvel e quase TODA a coleção DC)! Assim, essa "millennium" será pra poucos (só pra aqueles q realmente tiverem a "FORÇA" $$$, rs)!

    E pode deixar, q assim q eu tiver o LINK do "Prof. Xavier & Lilandra": Eu postarei aqui... Essas peças tbm me interessam e fazendo um balanço da coleção até aqui, a Marvel já teve de fato seus principais "Especiais" lançados antes da numeração chegar ao nº 100 da coleção regular! Fica a sensação de q estamos "na reta final", rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leo e Carlos.

      Esse valor de R$ 50,00 deve sofrer alguns reajustes até que se publique o centésimo fascículo. E se acaso forem quinzenais, quem comprar, levará 4 anos para completar a maquete.

      Uma aventura para poucos!

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Qual é dessa Millenium Falcon? Um drone?

      Lembro dos fascículos para montar um carrinho de controle remoto. Alguns números traziam apenas molas, porcas e parafusos.

      Excluir
  18. "na minha modesta opinião os quadrinhos atuais se tornaram laboratórios de testes para conceitos e personagens, a serem utilizados ou não, em outras mídias."


    E aí, VAM... blz?

    Bem nessas mesmo... Hj em dia os gibis passaram a ser mto dependentes do cinema em todos os sentidos. Mtos deles são produzidos visando agradar produtores e estúdios pra renderem filmes e séries de TV. O inverso tbm acontece: e aquilo q funciona nos filmes acaba sendo "readaptado" e incorporado aos gibis (basta ver o efeito "Vingadores" refletido nos gibis Marvel depois do filme)!

    Tbm não vou criticar essas ações comerciais das editoras e estúdios de cinema... Pois sei q não são feitas e dirigidas pro meu perfil de leitor/consumidor. Não sou o público-alvo deles (nunca fui) e pra mim, sempre restarão as republicações de tempos melhores da Marvel/DC e outros gêneros tbm, é claro!

    Abs!

    ResponderExcluir
  19. "A dc fez somente uma única Crise e o resto é uma copia de uma copia de uma outra copia. Cansou."


    Pois é, Marcelo... A "CRISE" q VALE é só a original mesmo: O resto é reciclagem da mesma ideia (e proposta)!

    Algumas ainda divertem ao menos... Outras apenas irritam e levantam polêmicas gratuitas (e acabam bagunçando ainda mais o q já era confuso). A "Convergência" tem um pouco do lado bom e do lado ruim dessa fórmula estabelecida de mega-sagas do tipo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  20. "Putz...sinceramente...eu só me importo se a história for boa e divertida..."


    E aí, Fábio... blz?

    Bem, a "Convergência" tem seus altos e baixos e pode até divertir aqueles leitores q buscarem apenas matar a saudade de seus heróis favoritos com o visual mais antigo (pelo menos uma das vantagens da saga é investir em histórias tie-ins fechadas e q podem ser lidas sem a necessidade da saga central - q fica xarope qdo tenta explicar demais a cronologia DC)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  21. "Cronologia é legal por trazer uma bagagem para um personagem, mas quando começa a limita-lo, melhor ser simplesmente desconsiderada do que explicada."


    E aí, SEMI... blz?

    Eu tbm acho q o melhor caminho é NÃO tentar explicar nada, e seguir adiante desconsiderando o q estiver fora de época ou contexto! Por exemplo, a própria Marvel já vinha fazendo isso há décadas: Reboots e retcons discretos ao longo dos anos (as histórias q mostravam o Flash Thompson lutando no Vietnã foram sumariamente LIMADAS da cronologia do Aranha... e por aí vai)!

    O Garth Ennis é q sabe lidar bem com isso... Simplesmente passa por cima de bobagens como "Justiceiro-Anjo" e conta a sua história da melhor forma possível (o q passou foi "sonho" ou "pesadelo" e pronto, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como toda referência a eventos históricos específicos, essas histórias não foram "limadas", apenas mudou o evento histórico.

      Hoje o Flash é um veterano do Afeganistão, por exemplo. Ele ainda foi para a guerra, a guerra é que é diferente...

      Excluir
  22. "A DC tem que se decidir se quer um universos ou vários está um porre isso já..rs."


    E aí, Diogo... blz?

    Eu concordo plenamente com vc qto ao fato das melhores HQs de todos os tempos serem geralmente edições ou sagas fechadas (sem a dependência de uma amarra cronológica). Por coincidência, eu citei tbm num comentário acima o "Superman - Entre a Foice e o Martelo" (uma excelente história feita sem ligações com o resto do universo DC)!

    Eu tbm gosto e prefiro esse formato de histórias fechadas e independentes, do tipo q ficam bem num encadernado (q nem esses q vc mencionou)! No caso da DC, ela já decidiu o q quer, hehe: No final da "Convergência", fica estabelecido q a editora quer todos os seus vários universos de volta, rs (acho q ela já se cansou de ficar apenas com os "Novos 52" e daqui pra frente acho q veremos HQs com maior liberdade criativa explorando os demais universos da DC)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  23. "E Léo,nada do recall da Fênix Negra e Crise,bem que a Panini poderia lançar adesivos com os textos corretos"


    Pois é, brother... Infelizmente, era o q eu imaginava mesmo: NÃO vai rolar recall!

    "Crise" e "Fênix" vão ficar por isso mesmo e a Panini tem tentado abafar o caso (ignorando e evitando tocar no assunto pra ver a poeira baixar). Sua ideia do ADESIVO foi mto boa: Sério, em breve terei acesso à equipamentos de uma gráfica e verei se é possível confeccionar adesivos assim pra colar por cima das cagadas de revisão dessas edições, rs! Se já tem leitores fazendo adesivos pras LOMBADAS da Salvat, pq não pros balões de texto das pág internas tbm, né?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se for possível os adesivos com os textos e fala dos personagens ,você irá noticiar aqui no Blog?Valeu.

      Excluir
  24. Eu só quero saber uma coisa: em que ediçao o robin da terra 2 pré crise e a caçadora saem em busca de um substituto para o morcegao da antiga terra 2 que morreu no classico "a morte de batman?"

    ResponderExcluir
  25. "Guerras Secretas apenas consolidou a 'Novíssima' Marvel, que descaracteriza todo o seu universo, mandando às favas nerds velhos como eu"


    E aí, Diego... blz?

    Tbm me senti "chutado pra escanteio" depois de ler a nova "Guerras Secretas", rs... Sou um marvetinho à moda antiga (criado pela RGE e primórdios da Abril) e o rumo q a editora tem tomado definitivamente não é pra mim!

    Até entendo q as editoras estejam em busca de renovação de público (até pra continuarem sobrevivendo diante das novas gerações)... Mas tbm acho q não devem esquecer dos antigos leitores nessa equação. Até poucos anos a Marvel e DC estavam conseguindo manter um certo equilíbrio ao produzirem HQs q agradavam à leitores novos e veteranos (enquanto hj em dia, parecem agradar apenas aos mais novos - Aos mais velhos restam ao menos as republicações de clássicos)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  26. "Inclusive a Panini chegou a fazer uma assinatura somente da série Convergência com todas as 23 edições."


    E aí, EDUARDO... blz?

    Puxa, dessa eu não sabia... Mas é uma estratégia de marketing interessante fazer assinatura só dessa saga (porém, imagino q o atraso da saga deva ter gerado várias reclamações - quem assina não gosta de esperar tanto tempo pelo produto, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  27. "Tomo a liberdade de fazer um Off-Topic total, para comentar sobre a morte de um grande desenhista, essa semana perdemos Paul Ryan"


    Oi, Celso... Tdo bem?

    Realmente, foi uma perda lastimável a desse grande artista... Eu até comentei sobre a morte dele na postagem anterior, pois eu gosto mto da "Mulher-Invisível" q ele retratou nos gibis do "4F" (com feições sensuais de uma mulher na faixa dos 30 e poucos anos). Ele tbm ousou bastante colocando ela naquele maiô minúsculo (em gibis publicados aqui no mix do "Wolverine" da Abril nos anos 90)!

    E uma curiosidade sobre o capacete q o "Coisa" usava... Numa das histórias ele teve o rosto rasgado pelas garras do "Wolverine" e passou a usar o capacete pra esconder as cicatrizes. Só q esse capacete era uma homenagem à uma HQ clássica dos primórdios da equipe (no nº 3 da revista do "4F" de 1961, o "Coisa" tbm usou um capacete pra esconder seu rosto do público)!

    Enfim... Q Paul Ryan descanse em paz agora!

    E pode deixar q eu te aviso sobre as revistas do "Fantasma" assim q eu voltar nesse sebo (tentarei nesta sexta se conseguir uma folga no trampo)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se é desse sebo q vc tá falando mas se puder me dar o endereço daquele sebo que vc falou que reabriu e que tem bastante HQs raras. Abs.

      Excluir
  28. "A última dessas que li foi a "Crise Final", que achei confusa pra caramba."


    E aí, Leonardo... blz?

    A "Convergência" será uma leitura bastante confusa mesmo pro leitor q já não tiver mta familiaridade com a cronologia DC... Pois mistura personagens diversos de épocas bastante distintas (anos 40 pra cá) e te confesso q tbm fiquei "boiando" diante de umas figuras q eu não conhecia (ou q não lembrava) direito, rs! No fundo, essas mega-sagas q mexem mto com cronologia são feitas mais pra agradar a galera q acompanha os gibis da editora com mais entusiasmo e dedicação (os fãs de carteirinha)!

    E sobre a EXPANSÃO da Salvat vermelha... É verdade: Ela ganhará mais 40 edições lá fora (totalizando 100 encadernados)! Aqui no Brasil tbm deverá rolar essa extensão, e embora não tenham divulgado mtos títulos q ela trará, ficou claro q o motivo da expansão foi aproveitar melhor os personagens q andam bombando nos filmes e seriados da Marvel (Deadpool, Soldado Invernal, Jessica Jones, etc)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  29. "A partir dali segui nos encadernados e coleções de material antigo. E posso dizer que tô bem demais assim!"


    E aí, LeoSP... blz?

    Saiba q compartilho das suas mesmas agruras e decepções com o rumo q algumas coisas tomaram dos anos 90 pra cá... Tbm encerrei minha cronologia pessoal do "Aranha" qdo começou a "Saga do Clone" (foi a desculpa q eu precisava pra parar de vez com as mensais do aranha). A partir daí, passei a adotar cronologias próprias pra CADA personagem (o "aranha" pra mim acaba antes do "clone", o "Justiceiro" vai só até a fase Ennis - descontando o "anjo" q não vale - e assim vai, rs)!

    Acho q ficou melhor desse jeito pra mim... Pois me sinto mais livre pra comprar o encadernado q eu quiser (sem a dependência das amarras cronológicas e revistas mix com numeração contínua). Além de me sentir mais livre, tbm gosto de exercer critérios seletivos pra escolher apenas minhas HQs favoritas (descartando o q não prestar, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá LeoS! :)

      Acredito que a Saga do Clone foi o FIM, para muitos que acompanhavam o personagem, apesar de não colecionar, até sua publicação eu ainda comprava edições esporádicas.

      A Marvel não conseguiu convencer, pelo menos a mim, que o personagem que sobreviveu e vemos até hoje seja o verdadeiro Peter Parker...

      Ainda lembro, quando li num Domingo a coluna Rio Fanzine do Jornal O Globo com o final da Saga do Clone. Que marcou também a primeira vez que me deparei com um spoiler.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Fala Leo! Na minha cronologia particular os X-Men pararam naquela hq em que um demônio invade a mansão e ataca a Kitty que estava sozinha. Depois disso até tem coisa boa, mas não considero. O Demolidor é o único que eu acompanho religiosamente desde a RGE.

      Excluir
    3. Po, Vam! Já não basta a a saga ter sido ruim como foi, você ainda conseguiu pegar spoiler no jornal??????? Caramba!!!

      E galera,vamos pensar que tem até coisa pior rolando: Dr Octopus na jogada,o tal de Miles Morales, que eu nem fui atrás de me inteirar direito o que aconteceu... é cada uma!

      Excluir
  30. "Gotham é um seriado que não tem a minha simpatia, mas eu entendo que de certa forma a série é a "queridinha' da WB"


    Oi, Elcio... blz?

    Eu bem q tentei assistir "Gotham"... Mas te confesso q a série não conseguiu me empolgar em nenhum momento. Tem algumas coisas q eu achei legais, com destaque pra "Mulher-Gato" mirim q é a cara da Michelle Pfeiffer, o "Pinguim" mais trágico e violento do q eu conhecia (matando pessoas com requintes de crueldade) e meio q para por aí. No geral, falta aquela empolgação de séries mais "nervosas" q realmente conseguem prender a atenção do espectador ("Gotham" tá mto longe disso - pelo menos pra mim, q tinha acabado de sair da última temporada de "Breaking Bad", rs)!

    E valeu mesmo pelo aviso sobre: "Batman - O Nascimento do Demônio".... Vou ver se descolo as capas pra próxima coluna de notícias aqui!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leo,
      sobre essas capas comentadas pelo Elcio, elas são as ilustrações originais para a Noiva do Demônio e o Nascimento do Demônio, sendo que essa última ainda teve uma variante com impressão em alto relevo.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  31. "em que ediçao o robin da terra 2 pré crise e a caçadora saem em busca de um substituto para o morcegao da antiga terra 2 que morreu no classico "a morte de batman?"


    E aí, conterrâneo... blz?

    Essa história é justamente uma das q eu achei mais legais na "Convergência"... E saiu originalmente na ed. dedicada à "Detective Comics" (capa no LINK abaixo):

    http://d1466nnw0ex81e.cloudfront.net/n_iv/600/2678447.jpg

    Aqui no Brasil, essa história estará na ed. da "Sociedade da Justiça" (q tem 148 pág)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  32. Em um comentário meio off topic com relação ao post, vi o checklist de super vilões unidos 1 e 2 da Panini. Se por um lado achei legal confirmação de que no segundo número teremos o crossover com os Campeões com a a publicação de SVTU 14 e um número de Campeões inédito no Brasil (junto com algumas edições sobre o passado de Magneto apesar de mais "recentes" que o material dos anos 70 apresentado, como Magneto 0). Me causa surpresa ver que o número 1 começa de SVTU 1 a 8 (ignorando os dois Giant Size Super Villain Team UP que vieram antes) sendo que a história do número 1 é continuação direta do Giant Size 2, entendo a limitação de espaço mas acredito que algum material que não encaixa necessariamente nessa coleção será publicado em detrimento do ignorado(como o encontro de Magneto e os Inumanos no número 2 que, além de só estar presente para o número 2 ficar "temático" com material do Magneto, se trata de um "fura olho" pois o material deve vir na coleção salvat preta dos Inumanos). Enfim, pensei que como a coleção seria de um grande tema eles fossem fazer um apanhado geral do título, mas parece que vai estar "segmentado" sendo o primeiro o material do Destino com Namor (mesmo faltando os Giant Size) , o segundo com Magneto, o terceiro, provavelmente do Caveira Vermelha com os números 10 a 13, 16 e 17 de SVTU. Restando ao ultimo número provavelmente outro apanhado do Destino...

    Cesar Leal

    ResponderExcluir
  33. Valeu leo me ajudou na decisao!

    ResponderExcluir
  34. Spoilers:

    Toda vez que a DC tenta explicar a sua cronologia, ela fica ainda mais maluca.
    É sempre assim:

    Primeiro fazem um reboot para "simplificar as coisas"
    O Reboot traz várias furos cronológicos novos.
    Daí fazem outro para explicar as inconsistências do último.
    Aí traz mais problemas.
    Aí vão e rebootam denovo.

    E ficam nesse ciclo infinito.

    Depois de Convergence, eles inventaram que todas as linhas temporais do universo dc existem em realidades paralelas em diferentes multiversos.
    Isso aí. A Dc apagou o multiverso original pq era "muito complicado" na crise.
    Agora, a gente não tem um, mas VÁRIOS multiversos.

    Mas não, pera.
    Ainda tem o "Rebirth" esse ano. Segundo o Johns, eles querem trazer o conceito de legado de volta, mas não querem excluir os Novos 52. Então vão tentar dar uma "costurada" com o universo antigo e o novo.

    Cansei...

    ResponderExcluir
  35. "Esse valor de R$ 50,00 deve sofrer alguns reajustes até que se publique o centésimo fascículo."


    Bem observado, VAM...

    Realmente, em 4 anos de coleção: É bastante provável q essa "Millennium" sofra reajustes até chegar ao nº 100!

    Só pra fins de comparação... A coleção de Miniaturas Marvel da Eaglemoss sofreu pelo menos uns 6 reajustes desde q começou (e nem chegou à 100 peças lançadas em banca)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  36. "Hoje o Flash é um veterano do Afeganistão, por exemplo. Ele ainda foi para a guerra, a guerra é que é diferente..."


    Pois é, Hunter... A Marvel sempre esteve mto atrelada à eventos históricos da vida real (2º Guerra, Vietnã, Watergate, Chegada do Homem à Lua, Torres Gêmeas, etc). Cedo ou tarde, todos esses fatos precisam ser contextualizados dentro de um universo onde os personagens não envelhecem ao mesmo tempo q esses eventos!

    O "Cap. América" era um dos mais fáceis de se trabalhar pra ajustar na cronologia: Bastava aumentarem o tempo em q ele ficou congelado. Já o "Justiceiro" continua valendo o Vietnã (embora na linha MAX ele tenha sido envelhecido, no universo 616 continuava mantendo a mesma aparência jovial de sempre, rs - sem maiores explicações)!

    Já o "Flash Thompson" pode ser enquadrado nessa tática de "trocar a guerra" em questão... O "Homem de Ferro" tbm passou a ter sua origem ligada à uma guerra mais moderna (ao invés do Vietnã)! E a "Guerra Fria" (quem diria) faria uma falta danada pro cinema e pras HQs (qtas histórias boas rendeu)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Universo Normal o Justiceiro já "trocou" de guerra faz tempo.

      Já não teve mais Guerra Fria, mas os EUA e Rússia ainda batem cabeça o bastante hoje em dia para manter vilões russos na cronologia...

      Excluir
  37. "Se for possível os adesivos com os textos e fala dos personagens ,você irá noticiar aqui no Blog?"


    Com toda certeza q sim, amigo...

    Aliás, isso seria tipo uma "Notícia do ANO" por aqui, rs. Imagine q legal seria se não precisássemos mais nos preocupar com cagadas de revisão? Bastando apenas colar um adesivo por cima com o texto corrigido e pronto!

    Vamos ver... Estou confiante q isso dê certo (ainda vai levar um tempo, pois essa parceria q estou vendo com uma gráfica ainda está em seus estágios iniciais, mas deve render bons frutos)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  38. "Não sei se é desse sebo q vc tá falando mas se puder me dar o endereço daquele sebo que vc falou que reabriu e que tem bastante HQs raras."


    Sim, é esse mesmo... É o único sebo decente q temos aqui em POA! Anote o endereço então:

    Rarities... R: M. Floriano, 91/814 (centro)! Em breve postarei fotos e todos os contatos da loja aqui no blog!

    Abs!

    ResponderExcluir
  39. "Acredito que a Saga do Clone foi o FIM, para muitos que acompanhavam o personagem"


    Sem dúvida q foi, VAM...

    A "Saga do Clone" foi um divisor de águas pro aranha, pois a parir dela as coisas nunca mais voltaram aos eixos pro personagem (já q tudo de pior q veio com o "clone" permanece como uma sombra até hj: A ressurreição de Norman Orborn, os clones perdidos por aí (Kane), a filha de Peter e MJ, etc)!

    Eu parei na época... e não tive mais vontade nenhuma de voltar pra esse universo do aranha pós-clone!

    Abs!

    ResponderExcluir
  40. "Na minha cronologia particular os X-Men pararam naquela hq em que um demônio invade a mansão e ataca a Kitty que estava sozinha."


    E aí, Marcos... blz?

    Não lembro dessa história q vc fala... Mas a minha cronologia pessoal de "X-Men" vai só até o 1º arco do Morrison (E de Extinção): Q pra mim, sintetiza bem a proposta dos gibis mutantes e abordagem de temas q envolvem preconceito, evolução genética, e a convivência entre humanos X mutantes (terminando com a chacina em Genosha). Esse, pra mim, é o último capítulo da saga dos "X-Men", rs!

    Já o "Demolidor"... Considero só até o final da fase Bendis (embora eu não tenha lido ainda a do Brubaker q veio depois). Tô acompanhando a fase do Mark Waid tbm, mas leio como algo mais "alternativo" (pode ser até q eu venda essas edições daqui um tempo)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leo

      Essa história a que o Marcos se refere deve ser a última que John Byrne desenhou em sua parceria com Chris Claremont e está presente no encadernado de "Dias de um futuro esquecido" que a Panini lançou aqui há algum tempo.

      Excluir
    2. Essa história que citei da Kitty é nada mais nada menos que a última da dupla Claremont e Byrne. Pra mim acabou ali!

      Excluir
  41. "o tal de Miles Morales, que eu nem fui atrás de me inteirar direito o que aconteceu... é cada uma!"


    Bem, como eu nem leio mesmo a linha "Ultimate"... Acabei passando longe do Morales tbm (Homem-Aranha pra mim é só Peter Parker, rs)!

    Mas a sequência de humilhações q o coitado tem sofrido nos gibis é lastimável: Pactos com Mefisto, chifrado pela Gwen, filhos da Gwen com o Norman, troca de corpos com Octopus, e por aí vai (há quem goste, é claro - não é o meu caso, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  42. "sobre essas capas comentadas pelo Elcio, elas são as ilustrações originais para a Noiva do Demônio e o Nascimento do Demônio"


    Opa... Valeu mesmo, VAM!

    Já vi as capas no site da Cultura... E acredito q essas edições devam vender bastante (ainda mais pelas 2 sequências do "Filho" estarem inéditas n0o Brasil)!

    São fraquinhas... mas só por serem inéditas pode ser q valham uma conferida!

    Abs!

    ResponderExcluir
  43. "Me causa surpresa ver que o número 1 começa de SVTU 1 a 8 (ignorando os dois Giant Size Super Villain Team UP que vieram antes)"


    Oi, Cesar... Tdo bem?

    Pois é, eu tbm recebi o conteúdo das 2 primeiras ed. de "Super-Vilões Unidos"... E fiquei chateado pela falta desses "Giant-Size" (q eu queria ler)!

    Essas 2 primeiras "CHM" de vilões não trouxeram mtas surpresas (a não ser a HQ dos "Campeões")... Pois o resto já era o esperado (creio q um dos próximos Vol. deva trazer as histórias do "Dr. Destino" tiradas da "Biblioteca" dele nos EUA: "Marvel Rarities" (capa no LINK abaixo):

    http://www.collectededitions.com/marvel/mm/rarities/images/mm_rarities01_4b.jpg

    De qq forma, vou comprar essas 2 primeiras por trazerem material em sua maioria inédito no Brasil (embora eu tbm desconfie de futuros repetécos na Salvat, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  44. "Valeu leo me ajudou na decisao!"


    Eu q agradeço, Gabriel... Fico feliz por esta postagem poder servir pra auxiliar os leitores q estiverem em dúvida sobre seguir ou não com esta saga!

    Abs!

    ResponderExcluir
  45. "Ainda tem o "Rebirth" esse ano. Segundo o Johns, eles querem trazer o conceito de legado de volta, mas não querem excluir os Novos 52. Então vão tentar dar uma "costurada" com o universo antigo e o novo."


    E aí, João Lucas... blz?

    Pois é, eu tenho ouvido falar nessa nova mega-saga q vem por aí (embora não tenha me aprofundado em detalhes sobre a mesma)... E te confesso q não terei mais saco pra outra maratona dessas, rs (já bastam os 2 dias q levei pra ler todas as ed. de "Convergência" - em scans): Pra mim chega tbm (não vou embarcar na próxima)!

    Vc resumiu perfeitamente a "fórmula" dessas mega-sagas q mexem na cronologia... A intenção das editoras é sempre a mesma: "simplificar as coisas"! Mas na prática, os resultados são desastrosos e a bagunça q criam nunca tem conserto (há sempre "ajustes" pra serem feitos e um reboot puxa outro - de forma contínua e interminável)! Qdo o leitor mais atento percebe q entrou num círculo vicioso: Ele passa a sacar melhor a estrutura desses eventos (são quase todos iguais)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  46. Bom dia,Leo e amigos.
    Na minha opinião seria muito fácil de resolver esses problemas cronológicos se as editoras parassem de ressuscitar heróis e que seus substitutos continuassem seus legados. Acho que pior que essas crises e guerras só esses retornos de personagens que já foram dessa pra melhor. Talvez fosse essa a saída: novos heróis para novas geracões. Leo, com essa onda de encadernados inesperados será que tem chances para X-Táticos e Nova Onda? E que tal uma matéria sobre a época em que as editoras usavam imagens de filmes e séries como capas de gibis?
    Valeu,Leo.
    Abs PCRM.

    ResponderExcluir
  47. "No Universo Normal o Justiceiro já "trocou" de guerra faz tempo."


    Oi, Hunter... Eu devo ter perdido então algum reboot q tenham feito nele (já q não acompanho mais regularmente o universo tradicional faz tempo)!

    Minhas últimas lembranças (vagas) do "Justiceiro" na Marvel (fora da linha MAX) são: Aquela medonha fase do "Frankencastle" e a do Greg Rucka (q li só o começo e não segui adiante)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No início da do Rucka, quando rola um flashback de um quadrinho para o tempo dele na guerra, os uniformes são recentes e a ambientação é do Oriente Médio.

      CLARO que eles não fizeram a estupidez de dizer "eu lutei na guerra X", que só faria datar ele para uma guerra posterior. Mas o significado é óbvio.

      Excluir
  48. "Leo, com essa onda de encadernados inesperados será que tem chances para X-Táticos e Nova Onda?"


    E aí, PCRM... blz?

    Realmente, se as grandes editoras tivessem o mínimo senso do ridículo... Já teriam parado com esses excessos de mortes e ressurreições em gibis (q viraram piada-pronta faz tempo). A bagunça cronológica seria BEM menor tbm se parassem com isso!

    Sobre "X-Táticos"... Acho q antes deles tinham q relançar a "X-Force" do Mike Allred (mas acredito q materiais alternativos q nem esses possam ter chances de saírem encadernado sim, quem sabe)? E obrigado mesmo pela ideia e sugestão da matéria com capas inspiradas em FILMES (adorei essa): Já vou começar a reunir imagens pra botar essa postagem em prática... Lembro de algumas capas da Abril e Bloch q se baseavam nos seriados de TV do "Hulk" e "Aranha", rs! Valeu mesmo pela sugestão!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa fase dos "X-Táticos" e da "X-Force" do Milligan e do Alred eu sempre quis ler,mas foi lançado aqui em uma revista mix horrível que é X-Men Extra. Torço pra que a Panini lance isso em encadernados algum dia.

      Excluir
    2. Valeu mesmo,Leo.
      Como nós dois somos admiradores de capas de gibis imaginei que vc ia gostar da sugestão. E assim me sinto como um colaborador do blog tmb.(rs)
      Abs. PCRM.

      Excluir
  49. "Essa história a que o Marcos se refere deve ser a última que John Byrne desenhou em sua parceria com Chris Claremont e está presente no encadernado de "Dias de um futuro esquecido"


    Lucas e Marcos,

    Valeu mesmo... Agora me situei melhor sobre a história q vcs falaram! Tenho ela então em formatinho e tbm nesse encadernado de "Dias de Futuro"!

    É uma excelente história e seria um belo desfecho pra essa fase clássica dos XM... Embora se fosse pra encerrar nessa fase Claremont, acho q a Graphic Novel (Deus Ama) renderia um encerramento ainda mais épico!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu particularmente gosto de algumas coisas que saíram posteriomente, como Massacre de Mutantes e as fases do Morrison e do Whedon. Depois disso parei de acompanhar os X-Men, mas estou interessado em dar uma olhada na fase Bendis, que pelo o que vi dividiu muito a opinião dos leitores.

      Excluir
  50. "No início da do Rucka, quando rola um flashback de um quadrinho para o tempo dele na guerra, os uniformes são recentes e a ambientação é do Oriente Médio."


    Opa... Valeu mesmo, Hunter:

    Agora q vc falou eu lembrei dessa cena da fase Rucka (com o uniforme de guerra mais contemporâneo)... De fato, acho q tivemos ali um reboot do personagem dentro do próprio universo 616!

    Foi um momento meio confuso da cronologia do "Justiceiro"... Pois essa fase do Rucka estreou pouco depois da polêmica de "Frankencastle" (q havia ficado com o final mal-explicado: ou por ser assim no original OU por ter tido alguma história final pulada no Brasil - essa eu não lembro mesmo, pois só acompanhei as repercussões dos leitores através de comentários nas redes)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  51. "Essa fase dos "X-Táticos" e da "X-Force" do Milligan e do Alred eu sempre quis ler,mas foi lançado aqui em uma revista mix horrível que é X-Men Extra."


    Oi, Lucas... Foi exatamente o mesmo problema comigo:

    Eu sempre quis ler a "X-Force" do Allred (q havia estreado junto com a reformulação dos "Novos XM" do Morrison), mas nem cogitei comprar uma revista mix só pra isso (sendo q essa era a única série q me interessaria no mix de "XM Extra", rs)!

    Ficarei mto feliz se um dia encadernarem esse material por aqui (quem sabe, né)?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O início dessa X-Force foi até legalzinho mas logo se perdeu. Acho que até antes de virar X-Táticos.

      Acho que vale mais pela curiosidade, mais do mesmo com certeza não era.

      Excluir
  52. A melhor coisa que vai vir dessa Convergência pra mim é que vão trazer de volta o Superman pós-Crise, que é o meu preferido. O do Novos 52 parece mais um super-valentão, que só pensa em brigar e resolver tudo na porrada, não aquele Super que era bom moço e servia de exemplo pra todos. Na verdade, não apenas ele, mas a Liga toda ta assim. Li até a edição 30 da Panini e desisti. Espero que agora, tanto o Super ( que é um dos meus heróis preferidos ) quanto a Liga tenham boas histórias.

    ResponderExcluir
  53. "Depois disso parei de acompanhar os X-Men, mas estou interessado em dar uma olhada na fase Bendis"


    Oi, Lucas... blz?

    Eu já estou entre os leitores q não gostaram da fase Bendis nos "X-Men"... Mas realmente, dividiu opiniões entre os fãs (tenho amigos q adoram essa fase) e na dúvida, te aconselho a dar uma olhada nos scans antes pra ver se te agrada, blz? (a arte foi uma das coisas q me desagradaram tbm)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  54. "A melhor coisa que vai vir dessa Convergência pra mim é que vão trazer de volta o Superman pós-Crise, que é o meu preferido."


    Assino embaixo, amigo... Tbm considero o "Super" pós-Crise o melhor de todos (o da Era de Prata era meio "bobinho" e o dos Novos 52 não condiz em nada com o ideal q o personagem deveria passar aos leitores - eu não consigo ver o "super" dos 52 com a mesma dignidade e respeito q a versão pós-Crise possuía)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  55. Olá Lucas e Leo,

    Eu já acho a melhor coisa, voltarem as numerações originais de Action Comics e Detective Comics.

    Mesmo não sendo colecionador delas, fico pensando na frustração que os fanboys de lá devem ter sentido, com a zeração dois títulos de maior longevidade do mercado americano, tão próximos de alçarem os quatro dígitos.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  56. "E assim me sinto como um colaborador do blog tmb.(rs)"


    E aí, PCRM... blz?

    Com toda certeza, amigo... Essa foi uma colaboração e tanto aqui pro blog: Pois além da sua ideia ter sido ótima e bastante original (nunca havia me ocorrido fazer uma postagem com essa temática), ainda tem me rendido algumas divertidas horas de pesquisa procurando capas assim, rs!

    Comecei a produção da postagem (q ainda deve levar algumas semanas pra ir ao ar - devido à grande quantidade de capas baseadas em filmes e seriados - q vem lá dos primórdios da EBAL)! Valeu mesmo, vou citar seu nome na postagem qdo ela for ao ar, blz?

    Abs!

    ResponderExcluir
  57. "Eu já acho a melhor coisa, voltarem as numerações originais de Action Comics e Detective Comics."


    E aí VAM... blz?

    Hahaha, eu já tinha pensado nisso tbm na época em q q a DC zerou as revistas pro reboot dos 52: A raiva q deve ter dado nos colecionadores mais ligados à numeração, rs!

    Ainda mais lá (nos EUA) onde existe um valor de mercado maior pra numeração das revistas: cuja algumas se aproximavam mesmo do nº 1000" (a "fúria assassina" q isso deve ter gerado numa parte da galera, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  58. "Qual é dessa Millenium Falcon? Um drone?"


    E aí, SEMI... blz?

    Se fosse um drone eu já estaria perdendo o sono de tanta ansiedade pra começar essa coleção, rs!

    Seria um sonho de consumo delirante imaginar uma "MF" q saísse voando por aí, hehe... Até sei q existe (como os modelos da FOTO no LINK abaixo), mas não devem ser pro meu bico, rs:

    https://3dr.com/wp-content/uploads/2015/03/starwars-drones1.jpg

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na Ri Happy tem uma MF que é bem parecida com o modelo abaixo. Custa na faixa de 600 pilas, que eu acho caro mas muito mais acessível que essa coleção.

      Acho que também tem a X-Wing.

      Excluir
  59. "O início dessa X-Force foi até legalzinho mas logo se perdeu. Acho que até antes de virar X-Táticos."


    Pois é, SEMI... Eu lembro de ter lido os primeiros arcos da "X-Force" em scan, e curti a arte e o estilão mais underground da HQ (fora do padrão "normal" de mesmice costumeira)!

    Mas não cheguei até a mudança pra "X-Táticos" (tradução ruim: preferia q tivessem mantido o original então)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro que na época, chegou a sair matéria no jornal sobre a X-Force, justamente fazendo um contraponto com a indústria das subcelebridades que estava começando a surgir.

      A mudança de nome foi por causa da treta com o Liefeld. De qualquer maneira, quando virou X-Táticos o título já tava na descendente.

      Excluir
  60. Para mim que sou um novo leitor. Logos apos convergência vem a fase dc you? Posso acompanhar os novos 52 ainda a partir da edição 40?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí... blz?

      Sim, a fase DC You deve sair aqui a partir de abril, pois foi feita pra promover as mudanças na linha editorial da DC após a "Convergência"!

      E a partir da ed. 40 acho q seria um bom momento pra começar a acompanhar a nova fase da editora, q passou a contar com novas equipes criativas na maioria dos títulos (embora nem todas as mudanças tenham sido pra melhor)!

      Abs!

      Excluir
  61. "Na Ri Happy tem uma MF que é bem parecida com o modelo abaixo. Custa na faixa de 600 pilas, que eu acho caro mas muito mais acessível que essa coleção."


    Opa, valeu pela dica, SEMI...

    600 pila é um "troco" diante dos 5.000 (sem contar reajustes) da coleção, rs... Se for uma réplica bem feitinha, tá valendo (pra quem puder pagar esse valor, é claro)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  62. "A mudança de nome foi por causa da treta com o Liefeld. De qualquer maneira, quando virou X-Táticos o título já tava na descendente."


    Não sabia da treta com o Liefeld...

    Mas lembro q qdo mudou de nome a série já tava bem decaída mesmo (e virando refugo em mix de gibi nacional)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rolou uma briga por direitos autorais. Foi quando Deadpool virou Agente X, Cable virou Soldado X e X-Force virou X-Táticos.

      Excluir
    2. Valeu, SEMI... Eu não sabia de nada disso, rs!

      Digo, lembro de todas essas mudanças de nome, mas nem imaginava q fossem por tretas judiciais (eu era meio desligado de notícias de gibis na época)!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...