18/08/2012

Polêmica nas HQ's: Alan Scott - O "Lanterna Verde" Gay da DC!!!

Nos últimos meses, um dos assuntos + polêmicos e discutidos no mundo das HQ's foi a revelação de q Alan Scott (o "Lanterna Verde" original dos anos 40) seria o misterioso personagem Gay q a DC vinha anunciando com certo suspense em sua linha dos "Novos 52"!!!

Nesta matéria vcs saberão um pouco mais sobre esse personagem, suas origens nos anos 40, o recente anúncio de q ele seria Gay em sua nova versão pós-reboot, e a repercussão na mídia.... q terminou em brigas, homofobia, discussões e baixarias entre leitores, blogueiros e escritores da DC!!!

Confira tudo isso logo abaixo..... (e as razões de tanta polêmica em torno desse assunto):

Mta gente já cansou de tanto ouvir falar nesse assunto nos 3 últimos meses.... e outros tantos me perguntavam se eu tinha algum receio de falar sobre o tema ou se eu estava em cima do muro pra não me envolver em polêmicas??? Pois nem uma coisa, nem outra... eu só não tinha lido (ainda) as revistas da DC onde era revelado o tal segredo de Alan Scott (no título: "Terra-2", q ainda não estreou no Brasil)!!! E eu não ia falar sobre algo q não li só pra entrar na onda em torno de uma polêmica q eu considero oportunista por parte da editora!!!    

Explico: pra mim, tudo isso é apenas uma enorme estratégia comercial onde a editora arma toda uma situação pra gerar repercussão na mídia e faturar em cima da polêmica. A idéia nem sequer é NOVA, pois a Marvel já fez isso 2 vezes antes ao transformar o "Colossus" (dos X-Men) em Gay na sua versão "Ultimate" (sendo q ele continuava hétero no universo tradicional) e o cowboy "Billy Blue" (Rawhide Kid) na linha Max, q era outro personagem heterossexual q de uma hora pra outra teve sua orientação alterada (fato amplamente divulgado em telejornais do mundo inteiro)!!! Agora a DC faz exatamente a mesma coisa com o "Lanterna Verde", e todo mundo age como se fosse a novidade do século (até naquela merda dominical do "Fantástico" foi divulgado, e ainda noticiaram errado afirmando q se tratava do Hal Jordan, no q tiveram de pedir desculpas públicas na semana seguinte pelo equívoco - gerado por absoluta incompetência dos jornalistas do tal programa) !!!

Não sou contra a existência de personagens Gays nos quadrinhos (pois todos os públicos merecem ser representados e terem suas próprias referências éticas, morais, e sexuais - com as quais possam se identificar).... Mas considero um golpe de marketing bastante rasteiro qdo a editora simplesmente altera a opção sexual de um personagem já estabelecido. Isso se chama: "descaracterização"!!! Pq não criar um personagem NOVO ao invés de adulterar completamente um já existente??? Pois convenhamos, transformar um herói "hétero" em "homo" é uma tremanda mudança!!! Um BOM roteirista é capaz de CRIAR personagens novos: taí o grupo "The Authority" (estrelado por um casal Gay de super-heróis: "Apolo" e "Meia-Noite" - q são versões "genéricas" de Superman e Batman, mas q pelo menos são personagens NOVOS - e não os originais adulterados)!!! 

O "Lanterna Verde" original (Alan Scott) surgiu em 1940 na revista "All-American Comics" 16 (capa q abre esta matéria) e nada tinha a ver com a versão + famosa e posterior do personagem (criada em 1959) na pele de Hal Jordan (o mesmo retratado no filme com Ryan Reynolds)!!! No entando, a DC continuou usando o Lanterna dos anos 40 em histórias da "Sociedade da Justiça", e até então Alan Scott já tinha sido casado e teve 2 filhos (tbm super-heróis: "Jade" e "Manto Negro")!!! Até q na última reformulação dos "Novos 52", tudo isso foi apagado. Fato esse, q desagradou o ex-editor e escritor Roy Thomas (q declarou publicamente seu descontentamento qdo soube q a DC jogou por terra toda a base q ele e outros roteiristas ajudaram a estabelecer pro personagem ao longo de décadas)!!!

Aliás, entre repercussões negativas.... destaca-se tbm a do atual escritor James Robinson, q acusou os brasileiros de serem os + homofóbicos com relação ao assunto (depois de comentários ofensivos q leu nas redes sociais, o escritor prometeu vingar-se dos brasileiros arrumando um namorado Gay pro Lanterna de origem brasileira - o q tbm não deixa de ser uma atitude igualmente infantil e tão birrenta qto à dos leitores q fizeram comentários homofóbicos)!!! A partir daí, os ânimos se acirraram e a chapa esquentou pra valer, o q gerou conflitos até entre blogueiros em torno do assunto. Vejam aqui 2 exemplos de opiniões bastante contrárias sobre a polêmica: "Caixa de Gibis" (A Derrota dos Super-Heróis) & "Contraversão" (Nota de Repúdio ao Blog "Caixa de Gibis")!!!

E esses Links acima são apenas 2 dos inúmeros exemplos de brigas e discussões q o assunto fez render nas redes sociais (esse blog "Caixa de Gibis" parece ser uma espécie de "Ratinho" dos blogs de quadrinhos, rs)!!! Enfim, todo assunto polêmico sempre dá mto pano pra manga, mas acho q acima de qq coisa é preciso haver respeito ao se abordar um tema q possa ser ofensivo à toda uma classe de leitores. Existem exageros dos 2 lados: e os leitores só precisam ter a mente aberta pra não ficarem brigando entre si de forma alienada enquanto a editora (DC) ri da cara de todo mundo e fatura rios de dinheiro em cima do quebra-pau generalizado q tá rolando em cima de um mero golpe de marketing!!! Esse é o legítimo pensamento de "MASSA": brigar por tolices enquanto os verdadeiros "abutres" enriquecem às suas custas!!!

Até+

24 comentários:

  1. Sinceramente foi uma especie escancarada para competir as atenções. A Marvel havia feito um casório gay, eles fizeram o mesmo. Apoio a liberdade de expressão e temas mais adultos entre os heróis, mas isso que fizeram com o Lanterna original foi uma idéia criada muito apressadamente.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esse blog. Parabéns ao autor ou autores.

    ResponderExcluir
  3. Hummm... Então teve até "briguinha" entre artistas e fãs na Internet???? Dessa eu não sabia!!!


    Acho que ficou claro que o público não é contra ícones gays, apenas não gostaria que se alterasse toda uma estrutura dado a um personagem porque seria como alguém hetero de repente acordar e descobrir-se inserido em um universo gay. Aliás, tal fato vai atém mesmo contra os princípios de homossexualidade já que sabemos que ninguém "vira" gay assim, num belo dia de sol azul com arco-íris. As coisas aparecerem há muito tempo, desde os tempos mais remotos de uma pessoa e daí cabe a ela decidir se vive de acordo com isso ou tranca o armário e evita olhar o arco-íris lá fora.

    Até mais!!!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
  4. Lembrando que o amigo do Cavaleiro da Lua (Marvel), Frenchie, perdeu as duas pernas e se revelou homossexual também.

    ResponderExcluir
  5. "Sinceramente foi uma especie escancarada para competir as atenções. A Marvel havia feito um casório gay, eles fizeram o mesmo."


    Verdade, Marcelo...

    a DC deve ter visto q a abordagem ainda rende muito qdo é feita de forma bem divulgada na mídia, e depois do mega-sucesso de vendas do "Casamento de Estrela Polar" (o gibi + vendido daquele mês) se apressou logo em repetir o sucesso!!!

    e a DC promete tirar outros heróis ndo armário em breve tbm... (já tem leitores fazendo bolão de apostas poraí, rs)!!!

    mas é curioso notar... q a DC recua sempre q a temática envolve ou chega perto de seus principais ícones. A "Mulher-Maravilha" em suas novas histórias tá pendendo bastante pro lesbianismo, mas sempre de forma discreta.

    Duvido q um dia a DC escancare a sexualidade da Mulher-Maravilha, eles sempre vão buscar algum personagem mais restolho ou pouco conhecido do grande público. O "Lanterna Verde" agora só gerou toda essa polêmica pq tem o mesmo nome do LV q todos conhecem, e q mtos veículos de comunicação ("Fantástico" e tantos outros) confundiram os personagens achando q se tratasse do famoso Lanterna Hal Jordan!!!

    Agora nos "medalhões": Batman, Super, Mulher-Maravilha... eu realmente duvido q eles mexam, rs!!!

    Abs!!


    ResponderExcluir
  6. "Muito bom esse blog. Parabéns ao autor ou autores."


    Brigadão mesmo, amigo!!!

    eu escrevo sozinho mesmo, mas conto com suporte técnico pra ajeitar o visual e recursos do blog!!!

    Apareça e participe sempre q puder, blz??

    Abs!!!

    ResponderExcluir
  7. "Hummm... Então teve até "briguinha" entre artistas e fãs na Internet???? Dessa eu não sabia!!!"


    E foi "briguinha" das feias mesmo, Fabiano... (recomendo uma boa lida nesses 2 LINKS q eu postei na matéria: foi onde a chapa mais esquentou, hehe)!!!

    Qto à aceitação do público.... realmente, não costuma haver rejeição à personagens gays nos gibis (não dá pra taxar o público geral de homofóbico): mas ninguém gosta qdo a editora descaracteriza um personagem já estabelecido alterando a opção sexual dele (e isso tem sido comum como jogada de marketing)!!!

    é bem como vc diz: fica até incoerente o sujeito acordar um belo dia e descobrir q de hétero passou a ser gay (ou vice-versa). E é essa incoerência q tira a credibilidade da história!!!

    Sempre q um personagem já surge gay... não costuma haver problemas. Tanto é q a série q eu citei: "The Authority" é um grande sucesso e mto elogiada pelo público hétero tbm (mesmo tendo seus 2 personagens centrais formando um casal gay)!!!

    o "Estrela Polar" é outro... q sempre foi bem aceito pelo público pq já era assim desde o começo e a polêmica q o envolveu agora foi devido ao "Casamento" em si (já q o tema "casamento gay" tem inflamado opiniões nos EUA)!!!

    Agora os extremismos sempre rolam em toda parte, né??

    Geralmente são reflexos de quem não sabe debater um assunto polêmico sem tentar impor a própria opinião e desrespeita as diferenças q existem entre todas as pessoas (sejam de opção sexual, religião, sócio-culturais, etc)!!!

    Abs!!

    ResponderExcluir
  8. "Lembrando que o amigo do Cavaleiro da Lua (Marvel), Frenchie, perdeu as duas pernas e se revelou homossexual também."


    Pô, dessa eu não sabia, Gustavo...

    eu não li a fase atual do "Cavaleiro da Lua", mas a antiga q saía nos formatinhos da Abril sim, e me lembro do Francês (q era uma espécie de "Mordomo Alfred" do cavaleiro)!!!

    e uma outra q eu lembrei agora é a "Batwoman" tbm: ela é a + famosa personagem assumidadamente lésbica da DC, mas não é uma personagem NOVA: ela é das antigas (anos 60, creio eu) e só agora foi "reformulada"!!!

    a lista de personagens se estende.... (devem ter vários outros tbm q eu nem imagino)!!!

    Valeu mesmo!!!

    Abs!!

    ResponderExcluir
  9. Tenho pavor dos personagens da Sociedade da Justiça! Esmaga Átomo, Homem Hora, Pantera e suas bochechinhas, Tony Tornado e Joel Ciclone com asinhas nas sapatilhas!

    Alan Scott não foge a regra! Mas o assunto aqui é outro!

    Nada contra os Gays ou personagens gays!

    Gosto bastante do Batman! E todo mundo sabe que ele é! Só não saiu do armário ainda!

    Abraços!

    Pablo!

    ResponderExcluir
  10. "Tenho pavor dos personagens da Sociedade da Justiça! Esmaga Átomo, Homem Hora, Pantera e suas bochechinhas, Tony Tornado e Joel Ciclone com asinhas nas sapatilhas!"


    Só os melhores, hein?? hahaha...

    mas te prepara q esse equipe geriátrica da DC ainda vai acabar voltando em peso nos "Novos 52", rs!!!

    qto ao "Batman"... o próprio Grant Morrison já falou o q pensa a respeito nesta bombástica declaração:

    http://submundo-hq.blogspot.com.br/2012/04/grant-morrison-em-polemica-e-bombastica.html

    dá uma lida nesse link acima e vê o q tu acha de tudo isso... hehe!!

    Abração, véio!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Leo... É isso mesmo que vc coloca!!

    Também não escrevi nada sobre o assunto lá no blog porque não havia lido a história do LV gay, sendo assim não me senti a vontade de comentar sobre a qualidade da HQ.

    Porém, em relação ao fato em si eu acho que foi uma palhaçada por conta da DESCARACTERIZAÇÃO do perosnagem. Criem um novo pelamordedeus!! Imagino como o Roy Thomas ficou mesmo! Você estabelece uma mitologia para um personagem e depois os abutres editoriais manda tudo por água abaixo!!

    Você coloca muito bem quando diz que esses abutres ficam agora fumando seus charutos em suas salas envidraçadas rindo de nossa cara. Concordo também que todo segmento deve ser representado nos quadrinhos, mas isso deve ser feito naturalmente e sem essa de desconsiderar toda uma cronologia de um personagem. Os leitores que se envolveram em brigas deveriam ter usado sua energia para se manifestar contra o fato da descaracetrização do personagem.

    Abc e parabéns pelo texto!

    Marcelo.

    ResponderExcluir
  12. Essa é a primeira vez que estou comentando, mas já acompanho o blog há algum tempo. Esse blog é muito bom, parabéns Leo!

    Então, eu acho que dependendo da forma que o personagem fosse apresentado, não faria muita diferença entre ele ser hétero ou gay. Mas do modo que foi a coisa, só faltou a DC mudar o nome para Gay Lantern, tipo "Essa revista é sobre Alan Scott, o GAY Lanterna Verde. Viu pessoal, ele é gay!" hahaha

    ResponderExcluir
  13. "Também não escrevi nada sobre o assunto lá no blog porque não havia lido a história do LV gay, sendo assim não me senti a vontade de comentar sobre a qualidade da HQ."


    Pois é, Marcelo...

    achei mto precipitado comentar uma história q tinha apenas 1 ou 2 edições lançadas. Eu sempre espero ter mais ed. pra ler e formar uma opinião + embasada (tendo lido pelo menos umas 4 ou 5 ed. de uma série)!!!

    sem falar q não há tempo pra gente ler tudo q sai poraí, né? Eu tinha várias outras HQs na fila pra serem lidas... e coisas q eu já imaginava serem mto melhores q essa!!!

    aliás, sobre a série em si ("Terra-2")... é outro tiro no pé:

    a DC fez todo esse reboot pra se livrar dos problemas insolúveis e incoerências cronológicas de seu universo após tantas "Crises" e remendos q os escritores faziam pra tentar corrigir falhas!!!

    e aí o q eles fazem agora logo no começo desse reboot??

    resposta:"Terra-2".... um Calcanhar de Aquiles nos "Novos 52", pois mal fechou 1 ano do reboot e a DC já vai se enrolar toda de novo em realidades paralelas e coisas do tipo....

    não aprendem mesmo... e chuto q em 5 anos no máximo já estarão fazendo novos "ajustes" nesse novo universo!!!

    Abs!!

    ResponderExcluir
  14. "só faltou a DC mudar o nome para Gay Lantern, tipo "Essa revista é sobre Alan Scott, o GAY Lanterna Verde. Viu pessoal, ele é gay!" hahaha"


    Hahahahaha... poir q é exatamente esso mesmo o marketing q a DC tá fazendo em cima do assunto, rs!!!

    só faltaram as chamadas na capa anunciando o fato mesmo (coisa q a Panini deve acabar fazendo, já q adoram chamadas de impacto nas capas)!!!

    e obrigado por estar curtindo o blog, Renato...

    pode apostar q ainda vem mta coisa bacana pela frente com matérias q eu ando preparando pros próximos dias: a 2º parte de "Paródias XXX", "Teia do Aranha", "Protótipos", "H.p. Lovecraft", "Crossed" (o gibi + violento e insano do momento), "Drunna" (a personagem + sexy dos quadrinhos)... e mtas outras matérias q eu tô escrevendo ao mesmo tempo, heheh!!!

    apareça sempre e participe à vontade!!!

    Abração!!

    ResponderExcluir
  15. Passando por aqui.... não sei se é impressão minha, mas parece que há imagens que não vi da outra vez nesta postagem. De qualquer forma, parabéns! Até mais!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
  16. "não sei se é impressão minha, mas parece que há imagens que não vi da outra vez nesta postagem."


    é impressão mesmo, Fabiano...

    as imagens são todas essas aí desde a 1º postagem!!!

    o q pode ter acontecido é vc ter lido a matéria antes dela estar concluída... eu sempre faço asism: a cada 3 parágrafos eu posto no ar com o aviso ("em andamento") enquanto sigo escrevendo o q falta.

    tenho feito assim, pq uma vez escrevi um texto imenso... e faltou luz pouco antes de eu postar (e perdi TUDO q levei horas digitando, rs)!!!

    agora não caio mais nessa e vou postando aos poucos.... hehe!!

    Abs!!

    ResponderExcluir
  17. Cheguei inclusive a procurar aqui n blog sobre essa historia do GL, mas não achei. Que bom que tu escreveu sobre, Leo!

    Tambem acho que foi uma puta jogada de marketing né. Mas até então eu não sabia que ele tinha sido casado e tido filhos. Heteros inrustidos se assumem gays todo dia né, mas acho que no universo dos quadrinhos isso é, sim, uma descaracterização das brabas.

    ResponderExcluir
  18. "Cheguei inclusive a procurar aqui n blog sobre essa historia do GL, mas não achei. Que bom que tu escreveu sobre, Leo!"


    Ae, Lucas... blz??

    os gibis q eu baixo pq eu pego no Emule e no Torrent (raramente uso sites específicos - porisso não tenho os links)!!!

    Assim, pra mim basta digitar o nome dos gibis q eu busco nesses locais q os arquivos aparecem automaticamente, mas não possuem Links, pois são disponibilizados através de programas de compartilhamento!!!

    o Emule tem q instalar (mas vale a pena, nem q seja pra filmes raros e músicas)... e o outro método é através de buscas pelo "Torrent Search Engine" (q é gratuito)!!!

    mas de repente essa história se acha tbm no blog: "Action e Comics" (q tem um vasto acervo de gibis pra download)!!!

    Abs!!!

    ResponderExcluir
  19. A ideologia, doutrinacao, chegando aos gibis. Tá foda hein!
    O politicamente correto, bizarro, nao perdoa mais nada, ninguem!
    Numa boa, nada contra fulano dar o cu ou comer... mas sinceramente grupos e/ou Ongs ganhando grana de governo pra financiar paradas, cartilhas homos pra criancas (sim criancas mesmo), leis especificas (constituicao ja garante protecao para todos cidadaos) quando começa toda essa superprotecao e MILITANCIA exacerbada tá na hora de cortas as assas desses infelizes.
    O movimento gay nao é nada relacionado a sexualidade NAO e sim puramente POLITICO!
    No brasil muito politico bandido, safado e vagabundo ja percebeu que doar dinheiro para essas ongs GLBT, falar favoravalmente a suas causas politicas e ideologicas GERAM VOTOS! Uma massa zumbificada com suas cabeças cheias de merdas garantem mais 5, 10 anos para vossas excelencias. Entao compensa dar voz, quanto mais melhor, para esse bando de desocupado.
    Agora parece-me qua politizacao começara até nos miseros GIBIS, puta que pariu!
    Entendam zumbis ninguem critica aqui a escolha sexual, individuo, nem nada do tipo critica-se as atitudes. Atitudes exacerbadas e politizadas cujas pretensoes ja estao claramente explicitadas.
    Engraçado analisar o discurso pifio destes grupelhos denominados minorias o tempo todo eles invocam, democracia, liberdade de expressao, perseguicao , etc ,etc.
    Agora experimentem falar um "a" contra esses zumbis pra ver o que acontece. É uma torrente de difamacoes, perseguicoes sem fim.

    Abracos e rejeitem esse tipo de politizacao vil e mesquinha!
    Nao seja mais um zumbi!

    ResponderExcluir
  20. Boa matéria Leo, realmente é tosco a DC mudar a origem do personagem e se apropriar do nome Lanterna Verde pra alavancar as vendas e chamar atenção da mídia, uma coisa são personagens que deixam no ar a respeito de sua sexualidade como a Mulher Maravilha, Superman e Batman e outra é mexer no Alan Scott que já tinha tido até filhos no Universo DC, criassem um novo, mas acho errado criar um circo quando postam essas notícias à respeito de personagens gays, todos devem ser tratados da mesma forma independente da orientação sexual, isso criar tumulto na midia só mostra como nossa sociedade é preconceituosa.

    Flws Leo, abraços e continue com essas matérias polêmicas, hehe.

    ResponderExcluir
  21. "Agora experimentem falar um "a" contra esses zumbis pra ver o que acontece. É uma torrente de difamacoes, perseguicoes sem fim. Abracos e rejeitem esse tipo de politizacao vil e mesquinha!
    Nao seja mais um zumbi! "


    Ae, blz??

    vc tem razão em vários aspectos apontados, principalmente no q tange aos governos transformarem TUDO em política. Só q acho q no caso desses gibis (não apenas o do "Lanterna Verde" aí) a questão é puramente com fins lucrativos mesmo:

    a editora em questão (no caso aqui a DC) vê a concorrente faturando rios de dinheiro com um casamento gay (no gibi dos "X-Men")... e faz o q é + lógico segundo ela: usar o mesmo tema pra aproveitar o mesmo fluxo de assunto polêmico q a mídia já vinha abordando por conta do tal casamento (é semelhante ao q no jornalismo se chama de "Agenda Setting": falar e faturar em cima de um mesmo tema divulgado em todos os veículos da mída)!!!

    É justo q todos devam ter seus direitos reconhecidos perante à constituição.... mas pra cada tema polêmico sempre surgem abutres de todo tipo querendo lucrar (ou angariar VOTOS) em cima de praticamente TUDO: homossexualismo, lesbianismo, racismo, direitos da mulher, meio-ambiente, prostituição, trabalho infantil, etc e etc...

    tudo vira motivo pra se fazer política, ou faturar de forma oportunista e sem o menor escrúpulo!!!

    essa é a sociedade em q vivemos atualmente... dominada por engravatados das grandes corporações, e governistas q só trabalham em benefício próprio!!!

    todo o resto: o povo, as minorias, as massas.... todos viram apenas peões nesse tabuleiro de interesses a nível global!!!

    Abs!!

    ResponderExcluir
  22. "mas acho errado criar um circo quando postam essas notícias à respeito de personagens gays, todos devem ser tratados da mesma forma independente da orientação sexual, isso criar tumulto na midia só mostra como nossa sociedade é preconceituosa."


    E aí, Night... tdo bem???

    brigadão mesmo por ter curtido a matéria!!!

    e concordo nessa de se criar circo em torno desses temas... porisso até preferi deixar a poeira abaixar pra escrever esta matéria (e tbm pra dar tempo de ler mais histórias desse arco de "Terra-2")!!!

    Tbm acho q o público em geral não costuma rejeitar personagens gays... e o sucesso de alguma sséries (como a já citada "Authority") mesmo entre o público hétero, é sinal de q existe aceitação e respeito qdo o leitor tbm é tratado com igual respeito pela editora!!!

    agora o q fizeram no caso do Alan Scott, gerou um efeito inverso devido ao oportunismo gratuito de quererem faturar descaracterizando um personagem já bem estabelecido entre os leitores da DC!!!

    se tivessem criado um NOVO personagem, creio q os ânimos não teriam se inflamado tanto, rs....

    e pode deixar, voltarei a abordar outros temas polêmicos em breve... "Scans" é o próximo da fila, hehe!!!

    Abração!!

    ResponderExcluir
  23. Bom, sou gay e acho legal ser 'representado' nos quadrinhos como o autor do texto falou, até pq não faz sentido que todos os herois sejam heterossexuais quando boa parte da população não é.

    E acho 'errado' terem feito isso com um personagem já existente, seria muito melhor um Lanterna novo, ja que tao renovando tudo nos novos 52. Mas gostei de ser com um Lanterna (eu shippava o Hal com o Flash rs)

    Mas nao acho que seja a mudança mais chocante já feita pra se adaptar à sociedade, personagens trocando de sexo/cor é bem mais chocante, já que a sexualidade podia estar sendo omitida (Como a do Homem de Gelo na Marvel).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Mike.... blz?

      Eu penso da mesma forma sobre a questão da representatividade e fator de identificação de um personagem com os leitores.... Todos os gêneros e opções (sexo, cor, ideologia, etc) deveriam ter seus representantes nas HQs, pois os gibis são (ou deveriam ser) lidos por todo mundo!

      E sendo assim, sou plenamente a favor de existirem personagens dos mais variados tipos (héteros, gays, lésbicas, brancos, negros, índios, cristãos, ateus, etc).... A polêmica mesmo só existe pra mentes mais fechadas e em pessoas preconceituosas. Porém, não acho certo modificarem personagens já estabelecidos (como por exemplo: o "Tocha" no filme do "4F"): O melhor seria criarem personagens NOVOS e já com suas sexualidades, etnias, e ideologias bem definidas: Até mesmo pra SEREM representantes legítimos para o público!

      Por exemplo.... o "Tocha Humana" nunca vai ser um representante com o mesmo peso e legitimidade q um "Pantera Negra" ou" Falcão" (q já foram criados com suas etnias estabelecidas). E na questão da sexualidade é a mesma coisa. A série: "Authority" tem os 2 mais legítimos heróis gays das HQs: "Apolo" e "Meia-Noite" (inclusive, o 2º chegou a ter série própria nos EUA escrita pelo Garth Ennis): São 2 personagens criados originalmente assim, e portanto: Possuem mais credibilidade e força q as adulterações q fazem com outros personagens!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...