05/08/2021

Drops de Notícias (Parte 3): "Juíz Dredd", "Homem-Aranha", "Ken Parker", "Recruta Zero", e Mais...

Nesta 3º (e última) parte do "Drops"... O bom "Juíz" estrela um novo selo de sagas ESSENCIAIS (começando pela "Guerra do Apocalipse", considerada uma das 5 melhores e mais importantes do "Dredd"). "Ken Parker" inicia sua longa coleção (50 Vol) integral. E o "Aranha" ganha sua 2º edição de "Clássicos Marvel": 

"Juíz Dredd - A Guerra do Apocalipse", "Juíz Dredd - Trifecta", "Ken Parker", "Coleção Clássica Marvel 10: Homem-Aranha" (Vol. 2), "Homem-Aranha - Linhagem de Sangue", "Recruta Zero - Ed. Histórica", "O Xerife da Babilônia" (Ed. de Luxo), "100 Balas - Vol. 2 " (Ed. de Luxo), e "ELRIC 2 - Lobo Branco"! 

Confira abaixo:

"Juíz Dredd - A Guerra do Apocalipse" + "Juíz Dredd - Trifecta" + "Ken Parker": DOSE DUPLA de "Dredd"... A coleção "ESSENCIAL" do juíz, já começa com uma de suas sagas mais importantes: "A Guerra do Apocalipse" (de 1982). Na trama, depois da disseminação da Condo Mania (uma doença que devastou parte da cidade), Mega-City Um sofre o ataque dos sovs de Mega-Leste Um, determinados a dominar o que restou da megalópole. Agora, com parte da cidade varrida do mapa, Dredd precisa impor a Lei sobre os inimigos (capa-cartão, 228 pág, R$ 89,90)! Já em "Trifecta": Enquanto o Departamento de Justiça está exaurido após as consequências do "Dia do Caos", Dredd toma conhecimento da tentativa de um dos membros do departamento tomar o poder. Paralelamente, Jack Point e Dirty Frank também se envolvem em casos misteriosos e inusitados. Os 3 homens da lei precisarão trabalhar juntos para salvar a cidade da destruição total (capa-cartão, 180 pág, R$ 79,90)! E "Ken Parker" estreia uma nova coleção (capa-dura, 200 pág, R$ 69,90) com 50 Vol. Criado em 1974, por Berardi & Milazzo, "Ken Parker" foi inspirado no ator Robert Redford (no filme: "Mais Forte Que a Vingança", de 1972). A caminho do Wyoming, Parker e seu irmão Bill são vítimas de uma emboscada. Ken desperta ao lado do corpo sem vida do irmão e sai no rastro dos agressores. No Brasil, a série foi publicada de forma bastante caótica por várias editoras, mas agora reinicia na ordem e de forma integral!
 
"Coleção Clássica Marvel 10: Homem-Aranha" (Vol. 2) + "Homem-Aranha - Linhagem de Sangue" + "Recruta Zero - Ed. Histórica": DOBRADINHA aracnídea... O Vol. 10 da CCM traz a 2º edição dedicada ao "Aranha" (de Stan Lee & Steve Ditko). Nesta nova rodada veremos: A 1º aparição do "Lagarto" (CAPA abaixo), "A Volta do Abutre", "O Cérebro-Vivo" (um robozão bem arcaico), "Aranha X Tocha Humana", A 1º aparição de "Electro", e "Os Executores" (histórias publicadas em: "Amazing Spider-Man" 6-10). No Brasil, esse material já saiu pela EBAL, Bloch, e no Vol. 1 da "Biblioteca do Aranha" (Panini)! Já em "Linhagem de Sangue": Um novo vilão tira a vida do "Homem-Aranha", e anos depois da terrível tragédia, o adolescente Ben Parker descobre que seu pai era o Aranha, e que o vilão que mudou sua família para sempre está de volta (e atrás dele). De J.J. Abrams, Henry Abrams, e Sara Pichelli (capa-dura, 136 pág, R$ 52,90)! E o "Recruta Zero" retorna num TIJOLO especial (capa-dura, 244 pág, R$ 109,90). Uma seleção das melhores tiras do recruta por Mort Walker, desde 1950 (quando o Zero ainda era apenas um universitário preguiçoso e vagabundo até se alistar no exército e virar um recruta com as mesmas características elevadas à potência máxima, rs)!
 
"O Xerife da Babilônia" + "100 Balas - Vol. 2 " + "ELRIC 2 - Lobo Branco": Bagdá, 2003. O reinado de Saddam Hussein acabou. Os EUA estão no comando agora. E ninguém está no controle. O ex-policial  Christopher Henry está no país para treinar a nova força policial iraquiana e um de seus recrutas foi assassinado. Chris agora está preso em algo muito mais mortal, abrindo a porta para uma vasta rede de segredos e mentiras que liga o antigo regime, o novo governo, militares americanos, o submundo criminoso e a rede jihadista em um emaranhado de morte e intrigas. De Tom King, o encadernado reúne as 12 edições do "Xerife da Babilônia" (capa-dura, 304 pág, R$ 114,90)! E a coleção de luxo de "100 Balas" chega ao 2º Vol. (com as ed. 20-36 da série original). O agente Graves continua a oferecer imunidade às pessoas comuns para realizar seus desejos mais sórdidos de vingança com as 100 balas que ele fornece numa maleta e o mistério dos minutemen e da organização que os criou começa a se revelar (capa-dura, 416 pág, R$ 149,90)! Por FIM... A 2º edição de "ELRIC" finalmente é anunciada pela Mythos (O Vol. 1 saiu em 2017). Um ano se passa após "Elric de Meliboné" ter deixado seu reino, seu palácio, seu trono e sua amada Cymoril. Durante esse período, ele passa a ser conhecido pelo nome de: "Lobo Branco". A HQ adapta brilhantemente a série de livros que mexeu com a Ficção Fantástica (o personagem chegou a ter um crossover com o "Conan", durante a fase Barry Smith do bárbaro). A edição tem capa-dura e 132 pág (R$ 109,90)!
 
Até+

79 comentários:

  1. "Homem-Aranha - Linhagem de Sangue" essa história é uma porcaria, não recomendo nem pra quem gosta da arte da Sara Picheli, ela já fez trabalhos melhores. É o Jar Jar Abrams metendo o dedo podre em mais uma franquia. Uma histórua ruim e sem nenhum propósito. Aliás, se tem um propósito, deve ser deixar os fãs do aracnídeo emputecidos.


    "(quando o Zero ainda era apenas um universitário preguiçoso e vagabundo até se alistar no exército e virar um recruta com as mesmas características elevadas à potência máxima, rs)!"

    Kkkkkkkkk ótima descrição, deu até vontade de comprar. Se rolar uma promoção boa quem sabe?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na Mythos tava 54 reais ontem … eu cofrei . Tenta lá . Recruta Zero foi a primeira revistinha que li na casa do Vo … e o resto e história !

      Excluir
    2. "É o Jar Jar Abrams metendo o dedo podre em mais uma franquia. Uma histórua ruim e sem nenhum propósito. Aliás, se tem um propósito, deve ser deixar os fãs do aracnídeo emputecidos"


      Eita... não sabia q era tão ruim assim, rs!

      Essa eu não li e nem lerei, e tbm não gosto do autor ("Jar Jar", kkk)... Mas tá sendo um lançamento badalado, de qq forma (pelo menos parece ser fora de cronologia - pro estrago não ser tão grande, hehe)!

      Abs!

      Excluir
    3. "Na Mythos tava 54 reais ontem … eu cofrei . Tenta lá . Recruta Zero foi a primeira revistinha que li na casa do Vo … e o resto e história !"


      Opa... Valeu pela dica, amigo!

      Tbm já comprei esse "ZERO" (a edição tá espetacular mesmo: Mal comecei a ler e já tô achando uma das melhores do ano)... Mas foi na loja daqui (onde eu já tinha na reserva e tbm ganhei um desconto)!

      Abs!

      Excluir
    4. "Eita... não sabia q era tão ruim assim, rs!"

      A Mary jane morre ligo na 1a ediçao. Tá puto comigo por ter revelado isso? Nao se preocupe! É uma morte tao mal feita e feita sem a menor cerimônia, só pra estabelecer como o novo vilao é terrível, fodao e perigoso. O Osborn levou mais de 40 ecerimônpra matar a Gwen? Esqueça, o tal Cadaverous. Ja fez isso na 1a apariçao.
      E o que o Peter faz depois que a esposa morrer? Deixou o filho pra coitada da tia May pra criar, parabéns campeão. Tio Ben estaria orgulhoso. Nao sei como anda o traço da Sara Pichelli, mas nessa hq tá muito ruim. Acho que ela desenhou mal como favor pros fas nao precisarem comprar essa bomba , nem pelos desenhos.

      Excluir
    5. "E o que o Peter faz depois que a esposa morrer? Deixou o filho pra coitada da tia May pra criar, parabéns campeão."


      Putz... q atitude covarde e coisa de fracassado, rs!

      Gibi típico dessa Marvel atual então, hein? Onde ser "frouxo" é motivo de orgulho e o suficiente pra ser um "herói". PQP, e eu aqui q daria a vida pelo meu filho: Tá lôco, um gibi desses não me representa de forma alguma não!

      Abs!

      Excluir
    6. Me lembra o Superman do seriado Smallville: um cara frouxo, que, mesmo sabendo que era invulnerável, tinha medo de voar! Estes são os heróis da Marvel e da DC de hoje! Há! Há!

      Excluir
    7. Bem nessas, Jonas... kkk!

      Esse "Super" de smallville era todo inseguro e travadão até na vida social. Tipo, não combina com quem deveria ter a auto-estima lá no topo, rs!

      Abs!

      Excluir
  2. Olá, Léo!

    Já adquirido o volume sensacional do Recruta Zero (pena que seja único); o Recruta mereceria bem mais! Quanto a Coleção Clássica Marvel, com mais um volume dedicado ao cabeça de teia, dispensa comentários. O que eu mais gosto nessa coleção são os extras que, pouco a pouco, trazem uma panorâmica do desenvolvimento do Universo Marvel. Que saudades dos anos 60! As primeiras histórias do Homem-Aranha são espetaculares!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Tadeu... blz?

      Tbm já tô com esse TIJOLO do Zero aqui... e pra mim, já é uma das melhores edições do ano (divertidíssima e mto caprichada na seleção de material)!

      Se tem algum defeito... é ser Vol. "único" mesmo, rs! Apesar de q eu acho q teremos MTO mais "Zero" em breve: em diferentes formatos (fiquei sabendo q essa edição q saiu agora foi meio q um "TESTE" pra Mythos ver como anda o desempenho do recruta nas bancas - após anos sem publicar o mesmo)!

      E a CCM tá excelente mesmo... Cara, q privilégio poder ler esse início da Marvel em histórias sequenciais na ordem correta (sem a lambança de pulos e cortes q a panini fazia com as finadas CHM)! Tá bem melhor agora!

      Abs!

      Excluir
  3. Esse post é especial!!

    Salve comandante Léo! Nos comentários da última matéria observei que vc afirmou que vai deixar passar a coleção do KEN PARKER da Mythos. Não entenda como um conselho, pois quem sou eu pra aconselhá-lo principalmente na questão de aquisições que resultam em gastos, veja mais como uma sugestão. Faça um esforço e se puder adquira essa obra. E porquê vc se pergunta? Pra responder peço paciência aos colegas porque lá vai textão.
    Primeiramente quero deixar claro que não sou nenhum crítico literário, analista cultural ou algo do tipo e não tenho pretensão nem qualificação para tanto. Mas em se tratando da publicação de Ken Parker aqui vai a opinião de um leitor que já acompanha os quadrinhos desde o final dos anos 70. O que a princípio seria mais uma serie de faroeste da Bonelli se mostrou uma obra que transcende o meio das HQ´s. Na minha humilde opinião tem uma qualidade literária por assim dizer, tanto na riqueza de detalhes e profundidade das tramas apresentadas, quanto no jargão que os analistas usam que é o "desenvolvimento de personagens".

    É preciso alertar que a se julgar pelos primeiros capítulos, muitos poderão dizer "ah mas porquê tem uma galera que paga pau (como diz a molecada) pra esse tal de Ken Parker?". Realmente no início a impressão que se dá é que seria mais um genérico do Tex. Os clichês tão todos lá. A busca de vingança pela perda de um ente querido, agir como um homem da lei por conveniência, atuar como caçador de recompensas, fazer o papel de justiceiro onde a lei não chega e por aí vai.

    Quem conseguir romper esse início sem muitas novidades, vai ser recompensado. Lá pelo número 09 da primeira fase publicada pela editora Vecchi se inicia o que eu viria chamar de "Saga no Ártico" que vai até o número 11. Trata-se de um arco que coloca nosso herói em contato com a grandiosidade da natureza, onde podemos contemplar através dos seus olhos a imensidão das geleiras e oceanos do ártico, em que a sabedoria dos povos nativos do extremo norte do planeta mostra como é possível se integrar ao ambiente ao invés de simplesmente destruí-lo trazendo a 40 anos atrás uma preocupação ecológica, tão urgente nos dias atuais. Essa passagem já consolida o caráter do protagonista, alguém que possui uma humanidade não muito explícita em personagens da ficção.
    Continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, LEPM... blz?

      Antes de mais nada, mto obrigado pela relato e recomendação da obra (nunca li nada de "Ken Parker", admito, hehe) e vou responder por partes tbm:

      Pelo q vc falou acima, já "captei" q se trata de algo diferenciado na indústria mesmo... e vou seguir o seu conselho então, amigo: Farei um esforço pra tentar adquirir essa coleção (antes q eu me arrependa de deixar passar, rs)!

      Só q terei de fazer isso bem na manha... É possível até q eu tenha de esperar alguma daquelas mega-promoções (estilo Black Friday da vida) e tentar pegar futuramente algum pacote de edições do "Ken": O q, aliás, não seria nada diferente do q fiz com "TEX" tbm, onde no começo eu fui garimpando as edições e consegui fazer o "Tex OURO" desde o nº 1 (qdo a série já se encontrava no nº 47 em bancas, hehe)!

      E mto interessante essa "saga do ártico" q vc relatou... Tbm aprecio temáticas ecológicas (até pouco tempo eu ajudava a financiar entidades tipo o "Greenpeace", e só parei no ano passado apenas por questões de "politicagem" - já q vi a entidade se afastar um pouco do objetivo e partir pra um viés político q não estava me agradando). Contudo, resolvi eu mesmo criar e incorporar um programa ecológico na minha empresa (já q passei a atuar em escolas com um projeto das minhas academias). Acho importantíssimo o tema do meio-ambiente, pois vivi quase 6 anos da minha vida morando na praia e sempre me incomodou ver a sujeira e poluição nas águas e na areia!

      Abs!

      Excluir
  4. E não se tem nem tempo de recuperar o fôlego, logo na sequência temos o que diria ser a "Odisséia de Pat O´Shane" do número 12 ao 15, pra encurtar vamos direto ao ápice da trama que se dá na parte final do volume 15 "Homens, Feras e Heróis" onde após uma longa jornada de Ken junto a jovem Pat O´Shane. Ambos tem de seguir seus próprios caminhos e Pat com os olhos marejados observando Ken cavalgar em direção ao horizonte exclama:

    - Vou carregar você no coração Ken! Por toda a vida.!!

    Não consigo imaginar uma maneira melhor de se despedir de alguém que ama, dizer-lhe que vai levá-lo no coração enquanto viver. Esse foi pra mim um dos momentos mais comoventes que testemunhei nas milhares de páginas de quadrinhos que li desde do meu início como leitor. E antes que alguém possa pensar "Ah então é disso que se trata esse rolê! Um dramalhão lacrimejante?!". Nada disso tem várias edições que seguem a filosofia Waleska Popozudiana "é tiro, porrada e bomba!". Como o número 16 "Butch, O Implacável" onde estão presentes hordas de índios selvagens e sanguinários junto com bandoleiros covardes e impiedosos. Mais adiante uma menção ao fato histórico da morte do célebre General Custer em confronto com a tribo Sioux no número 32 "A Lenda do General". Seguindo nessa primeira fase são inúmeros os episódios de destaque só alguns exemplos:

    - # 25 Lily e o Caçador: Um exemplo de que a verdadeira amizade pode se dar entre espécies diferentes.

    - # 30 Lar, Doce Lar: Ken retorna ao rancho de seus pais tempos depois de sair pelo mundo em busca de vingança e auto conhecimento.

    - # 35 O Caminho dos Gigantes: Mais uma vez vemos o quanto o ser humano é insignifcante perante a grandiosidade da natureza.

    - # 46 Adah: Aqui é mostrada a corajosa luta de uma jovem negra contra o racismo, o preconceito e a opressão da sociedade americana do século XIX. E mais importante sem os exageros irritantes e "lacradores" da militância atual.

    E quem foram os responsáveis por trazer ao público toda essa gama de histórias tão impactantes. Giancarlo Berardi e Ivo Milazzo são os criadores do personagem. Berardi roteirista a cargo do texto, continua na ativa produzindo os intrincados casos de sua outra bem sucedida criação, trata-se de Júlia Kendal: Aventuras de uma criminóloga em plena publicação pela Mythos e que parece possuir uma legião de fieis leitores. Tanto é que está tendo sua serie relançada em formato italiano. Já a arte ficou a cargo de Ivo Milazzo um dos mais importantes desenhistas do mercado dos fumetti. Uma curiosidade é que a concepção visual do personagem foi inspirada no ator Robert Redford no filme "Jeremiah Johnson" de 1972 que no Brasil recebeu o título de "Mais Forte que a Vingança". Fato que se repetiria décadas mais tarde quando o roteirista Gianfranco Manfredi tambem iria se basear no visual de um ator de um filme hollywodiano para criar o seu Ned Ellis ou Mágico Vento com as feições de Daniel Day Lewis em "O Último dos Moicanos" de 1992.
    Continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, com este 2º post eu diria q já estou plenamente convencido a fazer essa coleção do "Ken", hehe!

      Ótimas as temáticas da série mesmo... q em algumas passagens (tipo a "Odisséia de Pat O´Shane") me lembram da icônica série de TV "Kung Fu" - com David Caradine, onde o envolvimento marcante com alguns personagens ocasionais terminam em tristes despedidas (com destaque pra ainda criança Jodie Foster - q fez sua estreia nessa série - com a qual o herói desenvolveu uma relação paternal e de proteção)!

      A série da "Júlia" sempre me foi mto bem recomendada... mas é outra q nunca tive a oportunidade adequada pra iniciar a leitura. Curiosamente, essa é outra q teve sua imagem baseada na atriz Audrey Hepburn, rs!

      E eu já mandei baixar esse filme com o Robert Redford (Mais forte q a vingança)... pois é um dos faroestes importantes q eu não tenho em DVD!

      Abs!

      Excluir
  5. Mas como foi que que me tornei esse fanboy babão da criação de Berardi & Milazzo? Meu primeiro contato com Ken Parker se deu ainda no início dos anos 80, por intermédio de colegas leitores e alguns parentes tive acesso aos gibis da editora Vecchi e no meio dos Tex e Zagor, tinha uns exemplares de Ken Parker. Mas sendo ainda um pré-adolescente, o teor mais adulto junto com o formato em preto e branco não me deixou muito interessado, meu negócio naquele momento era Marvel e DC. Então cerca de 20 anos mais tarde no começo dos anos 2000, quando já adulto e um leitor habitual da Bonelli, a Mythos trouxe pras bancas uma nova serie de Ken Parker produzida por seus criadores com duração de 18 edições indo de setembro de 2000 a maio de 2002. Tenho todas essas cuidadosamente guardadas na coleção, ali estava presente a mesma qualidade que descrevi anteriormente.

    Fiquei maravilhado com o que li nas tramas atualizadas, o texto inspirado de Berardi e a arte inconfundível de Milazzo que nos números finais teve a presença do mestre espanhol José Ortiz. Diante disso fui atrás daquelas mesmas revistinhas que tinha desprezado quando era pouco mais que uma criança. Consegui adquirir alguns poucos números em sebos e bancas, a maioria em estado deplorável. Acho que a tiragem não deve ter sido das maiores na época, por isso a dificuldade de encontrar. Assim sendo a solução foi partir pras escavações internéticas onde consegui adquirir toda saga em scan. Devidamente guardada no computador, em um HD externo e numa cópia em DVD.

    A publicação de Ken Parker no Brasil vem se arrastando nos últimos anos de maneira quase amadora, pra dizer o mínimo, sendo feita de modo esporádico, com uma tiragem beirando o zero, sem divulgação e a preços estratosféricos pelas "editoras" Tapejara que virou Tendência e atualmente é CLUQ - Clube dos Quadrinhos. Passei longe pelos motivos óbvios. Com o anúncio feito por uma editora consolidada, que tem um catálogo extenso, vendas diretas pelo site ainda que com alguns problemas, e é a "casa" da Bonelli no Brasil no caso a Mythos. Acho que finalmente vou poder realizar o desejo de ter Ken Parker ocupando o lugar que merece na estante. Pelo que foi divulgado serão duas histórias por edição em formato italiano e capa dura nos mesmos moldes da "Grandes Aventuras de Tex", só que pra desespero de alguns sem formar desenho na lombada. Como a saga completa teve entre 140 e 150 edições, então se forem lançaddos 50 volumes como foi anunciado, das duas uma ou vai ser deixado de lado os epeciais e álbuns mais recentes, ou terão números com mais de uma edição pra cobrir tudo. Espero que a Mythos dê conta do recado, já cofrei os dois primeiros e que venham os demais.

    Os meus agradecimentos a todos que tiveram a gentileza e paciência de ler até aqui. Acho que me estendi bastante mas em se tratando dessa publicação não segurei a empolgação. Porquê em um ranking de personagens Ken Parker é ao lado de Conan e do Demolidor aquele que tento pegar tudo que conseguir. E só pra ilustrar segue um link de uma resenha:https://vitralizado.com/hq/a-melhor-hq-de-todos-os-tempos-hoje-para-mim-mike-deodato-jr-ken-parker/

    Obrigado mestre Leo e amigos!

    Um abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eis aí a declaração sincera de um fã por uma obra e os seus autores; expressando honestamente toda a sua admiração com argumentos que expoem os motivos pelos quais a obra em questão lhe parece ser tão importante.

      Recentemente, resolvi banir da minha mísera existência qualquer coisa que contribua pra tornar ainda mais medíocre a minha condição. Isso inclui não apenas os gibis mequetrefes, mas também aqueles tipos de gente que têm a desfaçatez de escrever (e remeter às suas vítimas) frases com conteúdos fecais do tipo "Não deixe ningeim semente em sua vida" (a criatura inumana quis dizer = "ninguém se meter").
      Estamos no século XXI e grande parte da humanidade simplesmente se acha no maldito direito de regredir?

      O fato é que não somos uma sociedade desenvolvida, nem mesmo do ponto de vista tecnológico como a própria vã tecnologia faz alguns deslumbrados acreditar. Simplesmente, a tecnologia é que foi POSTA à disposição de todos, indistintamente. Portanto, há nisto uma GRANDE diferença.
      E como usufrutuários da tecnologia disponível (posto que absolutamente incapazes de produzí-la) se inclui a horda de desqualificados que acabaram se infiltrando em todos os ramos, com a indústria dos quadrinhos sendo só mais outro exemplo do real cenário distópico em vigor quando ela se dedica, entre outras coisas, a fabricar lixo - começando pelos roteiristas fajutos e os "desenhistas fotoshop".
      Basta dar uma sacada na capa dessa tal "Linhagem de Sangue", que mais parece o cartaz de entrada para se assistir a um filme vagabundo no qual o Aranha, finalmente, seria também declarado gay ou algo parecido.

      As dissertações altamente favoráveis no que se refere às qualidades artístico-literárias de Ken Parker, feitas pelo ilustre LEPM, foram bem convincentes quanto aos méritos da obra, embora eu pessoalmente não tenha conseguido extrair do seu relato os elementos necessários que me permitissem fazer uma distinção marcante entre as características fundamentais do universo deste personagem Bonelli e o outro mais notório, o Tex.
      Porém, é razoável supor que, para os grandes fãs de faroeste em geral, a descrição ofertada no comentário do LEPM não necessita de maiores explicações.

      Fiz a coleção Tex Gold completa, ao longo de toda a extensa publicação pela Salvat (que quase não seguiu adiante), graças aos elogios tecidos ao personagem pelo Leo. Prova de que entusiasmadas recomendações, quando bem alicerçadas, conquistam seguidores.
      Pretendo agora mergulhar na leitura atenta dos 60 vols. a partir das minhas férias, em novembro.
      Assim, poderei então construir uma opinião sobre o material da Bonelli tendo essa coleção do Tex como referência. Acho que é a forma mais justa de se criar um julgamento próprio.

      Desses drops, fico só com aquilo que já conheço: a divertida tropa do Quartel Swampy, lançada pela Mythos.
      Mas, vou aguardar este exemplar do Recruta Zero ser vendido na Amazon, caso não apareça por aqui nas bancas do Rio do Atoleiro.
      Afinal, comprei três vols. atrasados de "As Grandes Aventuras de Tex" no mês passado (como complemento para o Tex Gold) e só Deus sabe quando os arcaicos inumanos da Mythos, exercendo em pleno séc. XXI o seu intocável direito de permanecerem criaturas tecnologicamente atrasadas, irão me prestar o grande e inestimável favor de me enviar aquilo pelo qual já paguei à vista, e integralmente, no boleto - pelo smartphone.

      Sem mais,


      Tony

      Excluir
    2. Bom, já que vc falou de Conan e Demolidor, então sei que tem bom gosto como eu, me convenceu a pegar Ken Parker....

      Excluir
    3. LEPM, Léo e adeptos do Submundo, boa noite.

      Acabo de ler seu relato entusiasmado e, como cheguei a ler Ken Parker anos atrás e não pude continuar por inúmeros motivos, vc me inspirou a fazer essa coleção. Já estou parando com muitos títulos, ficando basicamente com a republicação dos clássicos e vou encarar essa.

      Abraço.

      O Submundo inspira.
      O Submundo É.

      Excluir
    4. "O Submundo inspira.
      O Submundo É."

      Eu ia ficar só no 1o omnibus do Conan. Se não fosse pelo submundo, nem teria pego o 2o vol. Que aliás, já chegou.

      Excluir
    5. "A publicação de Ken Parker no Brasil vem se arrastando nos últimos anos de maneira quase amadora, pra dizer o mínimo, sendo feita de modo esporádico, com uma tiragem beirando o zero, sem divulgação e a preços estratosféricos pelas "editoras" Tapejara que virou Tendência e atualmente é CLUQ - Clube dos Quadrinhos"


      Oi, LEPM... Mto importante vc salientar esse fato, amigo:

      As edições da CLUQ sempre tiveram preços tão abusivos e fora da realidade q eu mesmo ficava até constrangido de comentar por aqui... Sem falar nos erros de revisão q TBM aconteciam com frequência (mesmo em edições caríssimas e com poucas pág - o q é inadmissível diante do rápido trabalho q teria um revisor numa edição fininha)!

      Assim, por mais falhas q a Mythos tenha como editora em linhas gerais, ainda é o porto mais seguro pra coleções de grande porte q nem um "Ken Parker"!

      Qto às informações levantadas por mim na postagem... Eu tive o privilégio de ver ao vivo a coleção italiana COMPLETA na qual se baseia a Mythos (um amigo meu daqui tem as importadas): São 50 Vol. mesmo, mas como eu não conheço a série direito, não sei dizer se os tais especiais e álbuns recentes estariam inclusos? Posso perguntar pra ele e ver se garimpo essa informação!

      E mais uma vez... Te agradeço pelo relato e observações sobre "Ken Parker": O seu texto teria rendido e poderia ser transformado numa bela matéria, sabia? Pense nisso, rs!

      Abs!

      Excluir
    6. "Fiz a coleção Tex Gold completa, ao longo de toda a extensa publicação pela Salvat (que quase não seguiu adiante), graças aos elogios tecidos ao personagem pelo Leo. Prova de que entusiasmadas recomendações, quando bem alicerçadas, conquistam seguidores."


      E aí, Tony... blz?

      Ainda não sei a sua opinião final a respeito, mas TENHO CERTEZA de q vc não se arrependerá de ter feito a coleção de "TEX GOD"... Minha convicção em relação à isso é a de q é IMPOSSÍVEL pra qq leitor de bom gosto não sair admirado e entusiasmado depois de ler algumas dessas grandes obras-primas do "TEX":

      -Patagônia
      -Vale do Terror
      -O Pueblo Perdido
      -Nas Trilhas do Oeste
      -Rio Hondo

      Entre tantas outras HQs e graphic novels contidas nessa coleção, q é a ÚNICA da Salvat com 100% de aproveitamento!

      Boa leitura então, amigo... Ponha em dia esses 60 TIJOLOS maravilhosos da pura nata dos quadrinhos, rs!

      Abs!

      Excluir
    7. "Acabo de ler seu relato entusiasmado e, como cheguei a ler Ken Parker anos atrás e não pude continuar por inúmeros motivos, vc me inspirou a fazer essa coleção."


      E aí, Cal... blz?

      Até eu acabei "convencido" a fazer essa coleção do "Ken Parker" após ler o relato do LEPM, hehe!

      A princípio, eu não iria fazer por questões financeiras... mas agora vou ter q fazer um esforço (tem jeito não, kkk)!

      Abs!

      Excluir
    8. "Eu ia ficar só no 1o omnibus do Conan. Se não fosse pelo submundo, nem teria pego o 2o vol. Que aliás, já chegou."


      Eu devia cobrar uma "beira" da Panini por isso... e o LEPM cobrar uma "beira" da Mythos, kkk!

      Mas falando sério: Esse 2º OMNIBUS do "Conan" tá fodástico demais da conta... cara, é de tirar o fôlego ler esse TIJOLO quase todo desenhado pelo Buscemão (impossível não meter esse gibi num TOP 5 de melhores do ano)!

      Abs!

      Excluir
    9. "Mas falando sério: Esse 2º OMNIBUS do "Conan" tá fodástico demais da conta... cara, é de tirar o fôlego ler esse TIJOLO quase todo desenhado pelo Buscemão (impossível não meter esse gibi num TOP 5 de melhores do ano)!"

      E ainda vao lançar "A Hora do Dragao", eu vi que parte do conteúdo já ta nos omnibus. Mas acho que a impressao da Savage Sword of Conan 10 nao ficou legal no offset do 2o omnibus do Conan. Se A Hora do Dragao for em couche vai ser inevitavel ter esse repeteco na coleçao.

      Excluir
    10. Verdade, L...

      Vão relançar "A Hora do Dragão" em separado, junto com outras histórias... É possível q eu compre em repetéco de novo (dependendo do resto do encadernado)!

      Tô esperando sair a capa oficial dessa edição pra fazer uma matéria aqui exclusiva SÓ do "Conan"!

      Abs!

      Excluir
  6. Desses lançamentos, só vou pegar mesmo o Recruta Zero. Tomara que a Mythos se anime e lance uns gibis regulares como está fazendo com o Fantasma.

    Até queria pegar o Ken Parker (que considero a versão "lacrador" do Tex... hehe), mas achei o preço muito salgado, teria que gastar uma fortuna para acompanhar a série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falando em lacração, vi agora a notícia de que o Robin Tim Drake saiu do armário. O lance é fazer um "bolão" para tentar descobrir quem será o próximo... Eu aposto cinquentinha no Tony Stark.

      Excluir
    2. Estava lá eu assistindo o jornal, eis que do nada dão essa " notícia bombástica ", é em breve as HQs de super heróis serão um nicho exclusivo do movimento LGBTWXSDCFHJU, ainda tem gente que tem coragem de dizer que não existe uma " agenda " nesse sentido.

      Excluir
    3. Grande Francisco,

      Pois é... Por isso que desisti de comprar os gibis de heróis atuais. Só sei mesmo o que acontece por meio de notícias.

      Antigamente, as reuniões editoriais eram para criar mega sagas ou eventos que iam alterar os personagens para atrair novos leitores; agora, são só para lacrar o máximo possível e afastar leitores para as editoras falirem de vez em nome do "progressismo".

      Excluir
    4. "Falando em lacração, vi agora a notícia de que o Robin Tim Drake saiu do armário. O lance é fazer um "bolão" para tentar descobrir quem será o próximo..."

      Com tanta história ruim, meu bolso agradece a falta de interesse em gastar com isso.

      Mas não é só de flores que vive a lacrosfera:

      https://ovicio.com.br/marvel-studios-paga-us-5-mil-aos-quadrinistas-para-utilizar-suas-obras/

      No aguardo das desculpas e se vai haver boicote do público.
      Cadê a Brie Larson pra defender os caras nessa hora?

      Excluir
    5. É pra esconder esse tipo de sujeira:

      https://ovicio.com.br/marvel-studios-paga-us-5-mil-aos-quadrinistas-para-utilizar-suas-obras/

      Que eles falam em inclusividade e diversidade, e o gado vai engolindo...

      Excluir
    6. "...só vou pegar mesmo o Recruta Zero. Tomara que a Mythos se anime e lance uns gibis regulares..."

      O Politicamente Correto já bateu às portas do Quartel Swampy e a zona que era aquilo lá (principalmente nas hiper-incorretas historinhas produzidas pelos artistas brasileiros, com o aval da King Features Syndicate) agora também precisa ser contida pelas diretrizes do PC.

      General Dureza (um idoso) azarando a Dona Tetê? Nem pensar!
      Roque fumando e distribuindo cigarros pra galera? Esqueça!
      O Tainha enchendo a cara na cantina antes de esmigalhar o Zero? Apaguem isso!
      Jogatinas e carteados, piadas sobre gordinhos, preto ou gostosas? Jamais!

      Tudo que era indício de "machismo", "vícios", "racismo", "apologia às armas", etc, etc, etc foi alvo dos movimentos para o engajamento ao politicamente correto.
      A tropa precisa demonstrar ser constituída por indivíduos exemplares e não por preguiçosos, tarados, violentos, grosseiros, ditadores, blábláblá...

      Se for esse o material do "Recruta Zero"(???) que alguma editora se interessar em publicar, será um grande favor à sanidade mental que esqueçam.

      Tony

      Excluir
    7. "Falando em lacração, vi agora a notícia de que o Robin Tim Drake saiu do armário."

      Por isso que o Coringa tem tara em torturar os Robins, tudo ciúme do Morcego

      Chamaram tanto k Dick de viadinho que acabou sobrando pro Tim Drake.

      Essa eu vi num dos comentários do Vício:

      Não seria interessante se uma das metades do Duas-Caras descobrisse que ama o Batman, ele seria tipo, o 1o meio-gay da ficção.

      Excluir
    8. "Desses lançamentos, só vou pegar mesmo o Recruta Zero. Tomara que a Mythos se anime e lance uns gibis regulares como está fazendo com o Fantasma"


      E aí, Guilherme... blz?

      A ideia é essa, amigo... Esse encadernado do "Zero" é meio q um TESTE de mercado "atualizado" pra ver a capacidade de venda e engajamento do público (já q faz mto tempo q a Mythos publicou um gibi do Zero pela última vez e o mercado mudou mto de lá pra cá)!

      Eu acredito q tenha um bom potencial ainda, pois faço parte de um grupo do recruta no fêisse com MILHARES de fãs e participação ativa todos os dias (sinalizando q o bom preguiçoso ainda tem mtos fãs espalhados por aí)!

      Abs!

      Excluir
    9. "Falando em lacração, vi agora a notícia de que o Robin Tim Drake saiu do armário"


      Eu tbm vi essa notícia durante a semana por aí (rendeu mta polêmica e zueira lá no grupo do "subs" no fêisse, rs)!

      A Marvel e a DC disputam pra ver qual delas LACRA mais ao descaracterizar seus personagens mais tradicionais e adulterar desde suas opções sexuais até outras características mais básicas... Novamente, ressalto q não tenho nada contra personagens gays (ou afins): "DESDE Q" tenham sido criados originalmente assim (tipo o grupo "Authority") e não esse desrespeito e forçação de barra aos fãs e criadores dos personagens (mtos deles nem estão mais vivos ou atuantes no mercado)!

      Abs!

      Excluir
    10. "é em breve as HQs de super heróis serão um nicho exclusivo do movimento LGBTWXSDCFHJU, ainda tem gente que tem coragem de dizer que não existe uma " agenda " nesse sentido."


      Oi, Francisco... blz?

      Pior q essa AGENDA exista e é fortíssima: Tanto nos quadrinhos qto no cinema e na mídia em geral... Chega ao ponto dessas grandes empresas (Marvel/Disney e Warner/DC) não se importarem mais com o FRACASSO de filmes, séries de TV, e GIBIS: q acabam flopando por serem criticados e ignorados pelo público mais tradicional E conservador (q é quem sustenta o mercado e é justamente quem essas empresas parecem querer jogar pra escanteio)!

      Eles tem mto dinheiro pra gastar e continuar insistindo nessas agendas... não sei se essas grandes empresas do entretenimento querem RENOVAR seu público (ELIMINANDO o público conservador) OU se querem fazer com essas agendas sejam aceitas (NA MARRA) por todos os tipos de público!

      Só q não é assim q funciona... "NA MARRA" eles só vão conseguir aumentar ainda mais a exclusão dessas agendas, pois o público médio já percebeu q tão querendo "forçar" uma aceitação de forma a descaracterizar e adulterar completamente personagens tradicionais já estabelecidos. Criem "NOVOS" personagens então, mas isso é difícil e exige competência e talento, né? Mais fácil deturpar e adulterar as criações alheias, rs!

      Abs!

      Excluir
    11. "Pois é... Por isso que desisti de comprar os gibis de heróis atuais. Só sei mesmo o que acontece por meio de notícias."


      Eu tbm já desisti, Guilherme...

      Da Marvel atual só acompanho o "Imortal Hulk" mesmo, e já vou parar assim q acabar a série (faltam mais 3 encadernados)... Eventualmente eu ainda arrisco uma coisinha ou outra, tipo aquela edição do "Surfista" (uma q saiu no ano passado onde ele cai num buraco negro) ou a recente "Marvels X" (q até q foi mto boa). Mas da cronologia geral eu não quero nem saber: mta lacração e agendas q não são do meu interesse acompanhar!

      Com a DC é a mesma coisa... Pra mim, só vale o q veio ANTES dos "Novos 52", e a Vertigo acabou em "100 Balas" e "Fábulas"!

      Abs!

      Excluir
    12. "Com tanta história ruim, meu bolso agradece a falta de interesse em gastar com isso."


      Mesma coisa aqui, L...

      Tô cagando se fulaninho no gibi resolveu dar a bunda (ou coisas do tipo)... Já tenho TANTO material clássico e melhor pra acompanhar q sequer consigo comprar tudo q eu gostaria, hehe!

      Abs!

      Excluir
    13. "O Politicamente Correto já bateu às portas do Quartel Swampy e a zona que era aquilo lá (principalmente nas hiper-incorretas historinhas produzidas pelos artistas brasileiros, com o aval da King Features Syndicate) agora também precisa ser contida pelas diretrizes do PC"


      Oi, Tony... Já tivemos uma amostra desse material mais atual na revista mensal do "zero" pela Pixel (q teve mais de 20 formatinhos e trazia as tiras mais recentes dos anos 2000 pra frente)!

      De fato, foi tudo "readequado" pra caber nos tempos modernos mesmo, hehe... O pior de tudo foi o romance (méla-cuéca) entre o zero e a Dona Tetê, q foi a forma encontrada pra acabarem com a taradisse do velho general (considerado um assediador nos dias de hj) e reaproveitarem a dona tetê (q era uma personagem feminina bastante popular e teria de ser "limada" das tirinhas se não fosse "reformulada" e "dessexualizada")!

      Pelo menos ainda teremos (creio eu) outras publicações q cubram décadas passadas do Quartel Swampy...

      Abs!

      Excluir
    14. "Por isso que o Coringa tem tara em torturar os Robins, tudo ciúme do Morcego"


      É a "Feira da Fruta" cada vez mais deixando de ser uma "sátira"... e tornando-se a VIDA REAL, hahaha!

      Abs!

      Excluir
    15. "De fato, foi tudo "readequado" pra caber nos tempos modernos mesmo, hehe... O pior de tudo foi o romance (méla-cuéca) entre o zero e a Dona Tetê, q foi a forma encontrada pra acabarem com a taradisse do velho general (considerado um assediador nos dias de hj)"

      A coisa tá MUITO FEIA mesmo, Leo.
      Muitos daqueles que, em teoria, discursam contra todas essas frescuras, na prática, entretanto, acabam demonstrando um posicionamento equiparável, posto que são propensos às mesmas suscetibidades.
      Em resumo, muitos que apresentam um discurso no qual se colocam como reacionários em relação a essas tendências deturpadoras da natural expressão humana, acabam sempre se mostrando igualmente alinhados com esse cenário, já que também para tais "Conans de araque", "palavras machucam".

      E quando afirmo que a coisa tá feia é porque parece que já chegamos mesmo no fundo do lodo (ou seja, naquele substrato ainda mais tenebroso situado logo abaixo do fundo do poço).
      Fiquei sabendo hoje, por exemplo, que tiraram o encardido cigarro da boca do Cuca (o adorável cozinheiro emporcalhado e grosseirão do Quartel Swampy). Agora ele foi proibido de ostentar o cigarrinho.
      E toda a vasta pirotecnia (opa, cuidado!!!) criada agora em torno da Dona Tetê reflete a doentia sociedade na qual vamos afundando.
      Assim, as mulheres (NADA contra, adoro algumas delas) estão se tornando intocáveis. Se alguém "machucá-las emocionalmente" (???), pode então parar na cadeia - graças à uma tal "Lei do Assédio Político Contra às Mulheres" (????).
      Bacana, né!

      Recentemente, uma nóinha (novinha nóia) ficava me assediando (pra elas, tá liberado) até que eu disse pra ela que, se deixasse de ser uma funkeira, eu poderia até pensar no caso dela.
      A criatura então me mandou a seguinte pérola no WathsApp: "Fais comueu e não deixe ningeim semente na sua vida".
      Ou seja, já sabedora dos seus direitos monolíticos, a criatura quis dizer que eu não deveria me meter na vida dela - quando ela mesma já estava se intrometendo na minha própria com os seus constantes e impertinentes assédios.

      Enfim, esses são só alguns dos panoramas criados pelas "jujubinhas coloridas" nos desgovernos do mundo em que vivemos - onde até mesmo nas recentes olim-piadas, um atleta de Karatê foi declarado perdedor por ter demonstrando ser tecnicamente mais eficiente e bem superior ao seu desajeitado adversário ao tê-lo levado à nocaute completo em pouquíssimos segundos.
      Tal demonstração de eficiência foi interptetada como excessivamente agressiva e violenta; fato que o motivou o vencedor a ser declarado...o perdedor!!!

      Parece piada, mas é real. Segue o link da matéria - curta, direta e objetiva, como foi a eficiência do verdadeiro vencedor:

      https://youtu.be/TvZgHpKsyE4

      Tony

      Excluir
    16. "Tal demonstração de eficiência foi interptetada como excessivamente agressiva e violenta; fato que o motivou o vencedor a ser declarado...o perdedor!!!"


      Hj em dia é o poste q mija no cachorro mesmo, rs...

      Não tem mais jeito não, pois já se criou uma geração de "afronhados" q vivem só dessas choradeiras intermináveis e xaropes (eu já nem acompanho mais esses eventos - tipo olimpíadas e premiações - pra não ficar nem sabendo dessas "arrombadisses", kkk)!

      Abs!

      Excluir
    17. Pra quem tá achando que o o Tim Drake gay é o fim, vocês estão muito emganados, aparentemente isso é só o começo:

      https://youtu.be/ld3PMdDl4DE

      A direçao criativa da DC deve estar com merda na cabeça

      Excluir
    18. Falando em Robin e afins, recentemente o Frank miller foi cancelado de um evento, porque uma autora muçulmana literalmente reclamou muito no twitter. Pois o FM teria propagado ódio aos mesmos na hq do Holy Terror:


      https://www.tecmundo.com.br/cultura-geek/222241-frank-miller-autor-quadrinhos-fora-de-convencao-polemica.htm

      Segundo a autora, ela havia dado piti (palavra minha) anteriormemte com os organizadores. Dai veio a reclamaçao no twitter: ela nao foi atendida.

      O Miller já fez muita merda (Holy Terror é só uma delas) mas fazer isso com o cara hoje, é chutar cachorro morto.

      O engraçado é que isso me fez lembrar daquela hq (horrível por sinal) do Cavaleiro das Trevas 2, na qual o Dick se declara pro Batman. Ou seja: o mestre Miller já estava prevendo o futuro da DC: quadrinhos com desenhos ruins, mudança de opçao sexual das personagens, persomagens mulheres assumindo alcunhas de personagens masculinos (Carrie Kelly sendo a Robin), Superman bundao do snyder. E nós, incautos fãs não havíamos entendido o brilhantismo dessa hq.

      Excluir
    19. "A direçao criativa da DC deve estar com merda na cabeça"


      Coisa mais medonha essa filha da Estelar, rs... Chata pra caralho (e acham q isso é ter "atitude": Tá loco)!

      Abs!

      Excluir
    20. "O Miller já fez muita merda (Holy Terror é só uma delas)"


      Esse "Holy Terror" é RUIM demais mesmo, L...

      Lembro q eu cheguei a fazer uma postagem sobre essa HQ na época do lançamento, mas acabei me arrependendo e até apaguei do blog... É pq era o início do "Submundo" e eu mesmo não tava satisfeito com as minhas próprias postagens (descer a lenha em gibi q já é uma merda e já tinha fracassado nas vendas pq ninguém quis comprar: me senti "chutando cachorro morto", q nem vc falou acima, kkk)!

      E o "DK 2" não entra na minha coleção de jeito nenhum... Gosto mto do Miller pelo conjunto da obra, mas acho q encerrou pra ele depois de "Sin City"!

      Abs!

      Excluir
    21. Grandes L e Leo,

      Acabei de saber que o Frank Miller foi "cancelado" literalmente, fazendo ele ser desconvidado de um evento, por pressão de uma lacradora por causa do famigerado Holy Terror, como vocês disseram.

      Confesso que nunca li e nem lerei, ainda mais depois do que o Leo disse sobre essa obra, mas acho que o Miller merecia ser "cancelado" pra sempre era por ter cometido o crime hediondo chamado DK2, isso sim, aí daria razão e até assinaria um desses manifestos coletivos que os lacradores adoram fazer... hehe (tô zuando).

      Falando sério, lembro que o Miller chegou a pedir desculpas por Holy Terror e se alto declarou "progressista/esquerdista/etc" também, por isso voltou a ser contratado pela DC, lançando, dentre outras coisas, DK3 (que não é tão ruim quanto DK2, mas também não é bom, achei bem fraco, daí nem li as outras coisas que ele vem fazendo); mas parece que essa lacradora que fez a pressão não é da mesma patota que acolheu o velhinho, então está rolando uma briga na lacrolândia... E quando esse pessoal extremista briga, eu torço é pela briga mesmo hehe

      Apesar da turma do lacre dizer que o Miller se redimiu e estar o defendendo, só "trocou 6 por meia-dúzia", como dizia minha avó. Antes, era extremista de direita, e, agora, é um extremista de esquerda. Pra mim, dá na mesma.

      Não tenho interesse em ler Holy Terror por ser um "panfleto direitista", da mesma forma que não quero ler as "lacradas" que ele está cometendo agora.

      Excluir
    22. "Falando sério, lembro que o Miller chegou a pedir desculpas por Holy Terror e se alto declarou "progressista/esquerdista/etc" também, por isso voltou a ser contratado pela DC, lançando, dentre outras coisas, DK3 (que não é tão ruim quanto DK2, mas também não é bom, achei bem fraco, daí nem li as outras coisas que ele vem fazendo); mas parece que essa lacradora que fez a pressão não é da mesma patota que acolheu o velhinho, então está rolando uma briga na lacrolândia... E quando esse pessoal extremista briga, eu torço é pela briga mesmo hehe"

      Nem dá pra dizer que o Miller é desses caras que "vicê tem de separar o autor da obra", pois o cara escreve sobre o que tá dando na telha, uma hora o cara tá de bem com a vida e na outra tá espumaçando de raiva, podendo ser com o povo da edquerda, ou com o povo da direita. E algo que ele nunca vai deixar de ser, é reacionário.

      Nao sei se deixar de ir a esse evento tem importancia na vida do Miller. O cara ainda faz trabalhos pra DC e deve viver de royalties. Os gibitubers só nao querem ficar sem pauta mesmo.


      Sobre DK2, eu queria entender que porcaria é aquela que o Lanterna Verde fez na hq, ele criou um universo compacto e foi viver nele?
      E o Miller adora zoar com o cara, tava lendo um dos mini-gibis que vieram no Cavaleiro das Trevas III e um dos seres do universo que ele mesmo criou, o vence e diz que Deus (no caso Hal Jordan) é fraco.
      Outra: em um dos numeros do All Star Batman e Robin, ele chega a levar uma coça do Robin, isso porque ambos estavam em uma sala pintada de amarelo. E em outra, a Mulher-Maravilha manda o cara fazer algo de útil e ele usa o anel pra criar um cabide pra pendurar o casaco dela.

      Só lamento o Ennis nao ter ajudado na criação desses gibis, ele poderia ter deixado esses momentos "épicos" realmente engraçados.

      Excluir
    23. "Não tenho interesse em ler Holy Terror por ser um "panfleto direitista", da mesma forma que não quero ler as "lacradas" que ele está cometendo agora"


      E aí, Guilherme... blz?

      Vou te resumir mais ou menos o q é "Holy Terror"... O Miller fez um "Batman Genérico" pra combater terroristas ainda sob bastante ódio e revolta pelo ataque às torres gêmeas em NY (só q com anos de atraso em relação ao atentado). Tem bastante raiva e indignação no texto de Miller contra "o outro lado", PORÉM: em nenhum momento ele critica e comenta a participação dos EUA na criação dos mecanismos q levaram ao atentado e à criação (e financiamento) de grupos terroristas pelo mundo todo!

      Longe de mim justificar o terrorismo (da mesma forma q tbm sou radicalmente contra manifestações políticas com baderna e destruição de propriedade alheia)... Mas em "Holy Terror" acho q faltou uma análise mais IMPARCIAL e global de Miller sobre as consequências de um país interferir na cultura e na política de outro. Nesse caso específico do terrorismo q Miller combate, não é apenas um lance simplório de "mocinhos X bandidos" (e sim, uma "reação em cadeia" onde UM criou o OUTRO e ambos estão unidos pelo ódio, pela vingança mútua, e por interesses políticos e comerciais)!

      Em suma, "Holy Terror" tem uma visão RASA dos fatos e q o próprio autor depois se diz arrependido de ter tido. É um gibi RUIM, q nem merecia tanta análise e linhas redigidas, mas não é pior do q o famigerado "DK2", hehe!

      Abs!

      Excluir
    24. "Só lamento o Ennis nao ter ajudado na criação desses gibis, ele poderia ter deixado esses momentos "épicos" realmente engraçados."


      Oi, L... O Ennis já zuou TANTO o "Lanterna", q chegou a fazer o Kyle Rayner ser MOLESTADO sexualmente pelo "Bueno Excelente" num gibi do "Hitman", rs!

      O Ennis não sabe brincar às vezes, kkk...

      Qto ao Miller, ainda lembro dele revoltado num evento e rasgando uma revista "Wizard" em frente às câmeras. Acho q esse foi o começo do fim pra essa revista (q nem sei se ainda existe)?

      Abs!

      Excluir
    25. "Tem bastante raiva e indignação no texto de Miller contra "o outro lado", PORÉM: em nenhum momento ele critica e comenta a participação dos EUA na criação dos mecanismos q levaram ao atentado e à criação (e financiamento) de grupos terroristas pelo mundo todo!"

      Léo, esse é um dos principais motivos que me fazem não gostar tanto do Miller. As críticas do cara quase sempre são rasas. Nao quero ficar detonando o cara, até porque "A Queda de Murdock" e "Cavaleiro das Trevas" são só alguns dos materiais que o cara fez e que são reverenciados até hoje.
      Mas quando bota o cara pra escrever sobre algo sério e se aprofundar no assunto, é perceptível que ele compartikha do senso comum. Diferente do Garth Ennis, esse sim consegue fazer uma história que entretém e que dá aula sobre política e guerra.
      Oitro, que não acompanho atualmente, e acredito ser subestimado por algumas pessoas, é o Mark Millar, eu ainda lembro que em Supremos 2, os Libertadores, os vilões do encadernado, são um supergrupo formado por estrangeiros que querem acabar com a hegemonia dos EUA: o Abominável e Dínamo Escarlate (chineses), Coronel Abdul Rahman al-Rahman (do Irã) entre outros.

      Excluir
    26. "Oi, L... O Ennis já zuou TANTO o "Lanterna", q chegou a fazer o Kyle Rayner ser MOLESTADO sexualmente pelo "Bueno Excelente" num gibi do "Hitman", rs!"

      Kkkkkk coitado do Kyle e que nome de vilão é esse?. Infelizmente Hitman é algo meio complicado de eu ler, pois não tem encadernado, e já tou abusado de scans.

      O Ennis não sabe brincar às vezes, kkk...

      Sim. Eu tava pesquisando sobre Crossed ontem. Fico me pergutando como o cara consegue ter ideias tão doentias. Aliás, nao consigo emtender como Crossed tem tantos vol, eu já tentei ler e admito que nao tive estomago pra ler.


      "Qto ao Miller, ainda lembro dele revoltado num evento e rasgando uma revista "Wizard" em frente às câmeras. Acho q esse foi o começo do fim pra essa revista (q nem sei se ainda existe)?"

      Kkkkkkkkkk lembrei do Sérgio Figueiredo comentando que em um evento nos EUA (nos tempos em que a abril publicava Marvel e DC) que o Miller subiu num palanque e decretou "Marvel is Dead" , será que ainda veremos isso acontecer?

      Excluir
    27. "Léo, esse é um dos principais motivos que me fazem não gostar tanto do Miller. As críticas do cara quase sempre são rasas."


      Pois é, L...

      Eu gosto mto do Miller no geral e acho q a carreira dele teve mais acertos do q erros: Tanto, q eu tenho boa parte de tudo q ele escreveu e/ou desenhou... PORÉM, nas poucas vezes em q ele errou (a maioria delas pós-DK2), foram erros feios demais e q só não mancharam em definitivo a reputação dele, pq ele tem um puta histórico de HQs mto fódas!

      MEU TOP 10 de MELHORES do Miller:

      1) O Cav. das Trevas
      2) A Queda de Murdock
      3) Demolidor (tudo pré-queda)!
      4) Sin City (tudo)!
      5) 300
      6) Elektra Assassina
      7) Wolverine
      8) Robocop X Exterminador do Futuro
      9) Homem-Aranha Anual (saiu aqui no "Aranha 1" da Abril)!
      10) Batman Ano 1

      E as 5 PIORES do Miller:

      1) DK2
      2) Holy Terror
      3) DK: The Golden Child (c/ Rafael Grampá)!
      4) Superman Ano 1
      5) DK3

      Abs!

      Excluir
    28. "Kkkkkk coitado do Kyle e que nome de vilão é esse?. Infelizmente Hitman é algo meio complicado de eu ler, pois não tem encadernado"


      Oi, L... blz?

      O "Bueno Excelente" é um gordão amigo do "Hitman" q combate o crime com o "poder da perversão" (kkk)... Ele estupra e violenta os criminosos. Mas de quebra, acabou ENRABANDO o Kyle Rayner E até o "LOBO" (o "Maiorial"), hahaha! Saca só o naipe da figura:

      http://4.bp.blogspot.com/-QcAo3sW9YzY/UfL7wRZ63iI/AAAAAAAAjKs/XPkVyCUksxQ/s1600/BUENO....jpg

      Qto ao "Crossed" (do Ennis)... Na época do lançamento eu comentei aqui q é a "Centopéia Humana" dos GIBIS, rs (modéstia à parte, é uma descrição perfeita da HQ)!

      Abs!

      Excluir
    29. Eu nao gostaria de encobtrar com esse cara na rua

      Excluir
    30. Mto menos eu, kkk...

      "El Bueno no perdona", hahaha!

      Abs!

      Excluir
    31. "MEU TOP 10 de MELHORES do Miller:

      1) O Cav. das Trevas
      2) A Queda de Murdock
      3) Demolidor (tudo pré-queda)!
      4) Sin City (tudo)!
      5) 300
      6) Elektra Assassina
      7) Wolverine
      8) Robocop X Exterminador do Futuro
      9) Homem-Aranha Anual (saiu aqui no "Aranha 1" da Abril)!
      10) Batman Ano 1

      E as 5 PIORES do Miller:

      1) DK2
      2) Holy Terror
      3) DK: The Golden Child (c/ Rafael Grampá)!
      4) Superman Ano 1
      5) DK3"

      Excelente seleção. Eu tenho uma dessas bombas aí, o DK Golden Child, comprei pela arte do Grampá. Mas hoje fico em dúvida se valeu a pena ou nao. Demolidor, acho que tenho quase tudo. Ra quem acha que o Romitinha desenha mal, devia ler O Homem sem Medo. Acho que é um dos melhores trabalhos do cara

      Excluir
    32. O Rafael Grampá é um dos artistas q tá na lista dos q eu desprezo hj em dia...

      Por fazer militância política nos gibis q desenha: Toda militância PANFLETÁRIA num GIBI (contra qq político - seja ele de esquerda ou direita) eu já sou contra e acho desrespeitoso com os leitores q pensam diferente do tal "artista". Qdo eu compro um gibi, a última coisa q eu quero saber é a opinião PESSOAL de um artista em relação à política (ainda mais se for um mimimi birrento à favor de uma agenda ideológica específica)!

      Resumindo: Não pago gibi pra ler opiniões e ranços de "TORCIDAS ORGANIZADAS" de política!

      Abs!

      Excluir
  7. Oi Leo!

    Este Linhagem de Sangue possui críticas tão ruins, que acho que se tornou o "Potestade" do Aranha desta década!

    Não sei qual o motivo dos estúdios darem tanta credibilidade para J.J.Abrams, um diretor que destrói as franquias em que toca, será que é por causa de Lost? Que foi boa nas duas primeiras temporadas, e as demais, uma lástima!

    A DC chegou até a oferecer o Superman para ele dirigir, e não duvido da Marvel dar alguma para ele dirigir, digo:Destruir, ele já fez isso com Star Wars!

    Xerife da Babilônia eu tenho em capa cartão, e já me dou por satisfeito! É um bom material, um dos poucos que considero digno de boa nota do Tom King!

    Esse do Zero eu peguei, já que não conheço suas primeiras histórias, e estou no aguardo da nova mensal dele!

    Dredd volta em dose dupla, isso é muito bom! Tenho de confessar que estou na instiga daquela minissérie da Juíza Anderson, mas acho que este sairá pela Geektopia!!

    Dizem as lendas que Brian Bolland quando criou a juíza em 1980, se inspirou em Deborah Harry, vocalista do Blondie!

    Esta Coleção Clássica do Aranha é ouro puro, mas pretendo pegar esta fase nos tijolões para economizar espaço, tempo, e dinheiro!

    100 Balas nunca me interessou já que não gosto de Brian Azzarello! é um dos poucos títulos da Vertigo da fase dourada do selo que eu realmente rechaço!

    Abraços!

    Que bom que o Elric teve a sua continuação! Esse personagem é muito bom,gostaria que a fase clássica dele também saísse!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "100 Balas nunca me interessou já que não gosto de Brian Azzarello! é um dos poucos títulos da Vertigo da fase dourada do selo que eu realmente rechaço!"

      Pensei que só eu pensasse assim. Kkkkkk

      Excluir
    2. "Este Linhagem de Sangue possui críticas tão ruins, que acho que se tornou o "Potestade" do Aranha desta década!"

      Tá nesse nível mesmo.

      Excluir
    3. Oi, Elcio... Tdo bem?

      Tô vendo aqui pelos comentários do blog mesmo q essa "linhagem" não é lá mto popular entre os leitores, hehe... Não li (e nem pretendo), mas apesar das críticas negativas, até q a edição em si foi razoavelmente badalada logo q chegou na loja daqui (ainda tem na prateleira da loja, mas é 2º ou 3º leva de reposição)!

      Eu gostava da série "LOST"... Mas te confesso q não veria de novo, pois achei q se perderam FEIO no meio da trama (propositalmente confusa). Teve mto mistério SEM explicação e um final broxante (q só levanta mais teorias estapafúrdias). A impressão q fica é a de q o público matou as principais questões e enigmas da série logo na 2º temporada E pra desmentir o público (mantendo a aura de mistério pra fazer render novas temporadas), os escritores e produtores bagunçaram tudo de vez e deixaram tudo mais confuso do q já era pra alimentarem novas teorias e dúvidas nos espectadores!

      Resumindo: Não gosto desse "Jar Jar Binks" aí, kkk...

      O "Xerife" eu até queria ler, mas perdi as edições cartonadas (a nº 1 esgotou rapidamente e não tive vez nessa)... e essa capa-dura tá fora de cogitação pra mim (entrou na lista de cortes de gastos). Uma pena, pois esse material é o tipo de HQ de guerra moderna q eu curto (imagino q seja na linha "ZDM")!

      "Recruta Zero" eu comprei ontem na loja daqui... Q edição fodástica: Tô adorando a leitura. Eu até já tinha parte dessas primeiras tiras em outros formatos (num especial da Ópera Graphica em formatéco, nos 2 pockets da L&PM, e no "Livro de Ouro" da Pixel - q teve 4 Vol. do Zero), mas é sempre um prazer ler e reler essas tiras, rs!

      "Dredd" eu já cofrei o "TRIFECTA" (mto bom)... e tô só no aguardo da "Guerra" (q deve ser um dos melhores lançamentos do ano, na minha opinião)! Gostei de saber da inspiração pra "juíza Anderson", acho q é a Debbie mesmo, hehe:

      http://kinolivres.weebly.com/uploads/6/1/1/5/61152485/videodrome-1983-1_orig.jpg

      Pra quem não for fazer a CCM completa, sai mais em conta mesmo pegar as "Ed. Definitivas" do Aranha!

      "100 Balas" eu achei uma "BOA" série no geral (com altos e baixos)... mas vou passar adiante a minha coleção cartonada (e tbm não pegarei essa deluxe)!

      Abs!

      Excluir
  8. E aí, Leo, beleza?

    Aí sim, hein? Dredd é cofre sempre. Vi que o Trifecta já saiu, mas aguardarei o Guerra do Apocalipse e pegar os dois.
    Esse Aranha do Abrams é muito ruim, mas com arte bonita.
    Se é pra escolher um material do Aracnídeo, Coleção Clássica na lata, SEMPRE.

    Nunca li nada do Elric, não será desta vez que começarei. E bom que Ken Parker e Recruta Zero tem saído, alta chance de sucesso.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Lierson... blz?

      "Dredd" em alta de novo nas bancas (isso é ótimo)... O "Trifecta" eu já comprei e tá mto boa essa saga (foi uma ótima aquisição). A "Guerra" eu tô esperando sair, mas é COFRE mais q certo (eu era um dos q vivia enchendo o saco da Mythos pra publicar essa saga na época em q o Dredd tinha a revista mensal e tava engatinhando na linha de encadernados!

      O "ELRIC" é mto bom... O Vol. 1 foi uma adaptação mto fiel e competente do LIVRO (q eu li qdo saiu há uns 5 anos atrás) e este 2º Vol. parece q encerra a saga nas HQs (cada encadernado da Mythos tem 2 álbuns europeus)!

      Abs!

      Excluir
  9. O que é pior: uma matéria LIXO, que pretende que o Bátema deveria ser afro-americano (o youtuber esqueceu que chamar de "negro" é incorreto), porque isso traria um "maior vigor" para o personagem (e mesmo para Gotham!) ou o vídeo feito para demonstrar que a matéria não passa de lixo?
    Derepentemente, a galera da DC pode, na verdade, até achar que essa foi, sim, uma EXCELENTE ideia!

    https://youtu.be/xfdh31hpPdk

    Santo dilema, Bat-blackman!

    P.S.: não percam tempo com nada disso aí. Serve apenas COMO REFERÊNCIA de que quando se pensa que o limite já foi atingido (e que, portanto, em breve as coisas voltarão ao mormal), é fácil constatar que "tem muitos horizontes ainda" para os super-heróis Marvel/DC desbravarem...

    Tony

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda dou umas espiadas, mas é sempre bom evitar. Eu assisti um que fala da hq filha da Estelar (I'm not starfire) mais por curiosidade mórbida, do que por raiva. Até dei uma espiada rápida nos scans, pois pensei ser clickbait, mas a hq realmente existe e é muito ruim pir sinal, a autora inclusive parece que usou a personagem com avatar pra si propria, já que se parece com a personagem.

      Desde o começo, os novos 52 se mostrou uma ideia imbecil. Aliás, foi isso que abriu brecha pro Tim Drake ser gay, foda-se esse negócio de dizer que ele é bi, isso é só "migué" pros leitores ocasionais não ficarem contestando o fato dele ter pego mulher antes da reformulação.
      Eu linuns comentarios na net que dizem que ele chegou a dar umas espiadelas no superboy no começo dos novos52. Sinceramente, nao sei se procede e pouco me importa. So tenho aqui 2 encadernados dos novos 52, do Aquaman (mais pela arte do Ivan Reis inclusive, já que o roteiro do Johns é bem mediano) e 1 do Arqueiro Verde do Sorrentinone Lemire.

      Mas já tou anestesiado com esse tipo de cretinice.

      Ás vezes é impossível evitar fazer comemtários sobre certas lacradas (nao gosto desse termo, mas vez ou outra tenho de usá-lo) que as editoras andam fazendo.

      Excluir
    2. "O que é pior: uma matéria LIXO, que pretende que o Bátema deveria ser afro-americano (o youtuber esqueceu que chamar de "negro" é incorreto), porque isso traria um "maior vigor" para o personagem (e mesmo para Gotham!) ou o vídeo feito para demonstrar que a matéria não passa de lixo?"

      Já passei pelos estágios da raiva, questionamento sobre a validade de se fazer isso e hije estou na fase do dane-se com pitadas de "isso já encheu o saco".

      A DC tem um personagem negro que está no rol dos mais inteligentes da DC, o Senhor Incrível, e ao invés de chamarem algum escritor talentoso pra darem uma série ao cara, ficam com essa palhaçada de criar Superman Negro, Batman Negro, Mulher-Maravilha brasileira.

      Só um adendo: sei da existência do grupo Terrifics, que é o "Quarteto Fantastico da DC" com o Sr Terrífico como líder, Metamorfo, Homem-Borracha e a Garota Fantasma.
      O que eu nao consigo conceber é porque a porcaria da Panini nao publicou nenhuma história do grupo ainda. Principalmente os primeiros volumes que foram desenhados pelo Ivan Reis, fora o fato de ter sido escrito pelo Jeff Lemire que é um nome badalado pelos gibitubers modistas

      Excluir
    3. Ué, mas a DC já tem o "Bat-Wing"...

      https://images-na.ssl-images-amazon.com/images/I/81-9gSQMZZL.jpg

      Abs!

      Excluir
    4. "Desde o começo, os novos 52 se mostrou uma ideia imbecil."


      Concordo plenamente, rs...

      Nada da DC da fase "52" entra na minha coleção... Digo, MENTIRA: Eu tenho um encadernado da "Tropa dos Lanternas Vermelhos", mas comprei SÓ pela arte do Ed Benes, kkk!

      Abs!

      Excluir
    5. "Desde o começo, os novos 52 se mostrou uma ideia imbecil."

      Os glamourosos representantes da DC perderam uma ótima oportunidade, posto que ao invés do reboot que atingiu a tudo e a todos (a ideia imbecil já partiu daí), exceto o lanterna verde (afinal, algo ainda pior estava reservado no armário para ele) deveriam se DAR POR VENCIDOS em termos de criatividade e de competência para manter o "status quo" que os criadores originais da agora "nova fauna" haviam definido.
      Se as jujubinhas coloridas da DC Comics (como as da Marvel) não sabiam adaptar a estrutura original dos personagens à evolução dos tempos sem fazê-los inseridos em tendências e contaminados por ideias que necessariamente não representam ou acompanham a marcha da evolução social, deveriam ter sido honestos e assumido que apenas estavam propondo transferir para o universo dos quadrinhos todas as suas inclinações e propensões pessoais para aquilo que lhes parece ser absolutamente irresistível.
      Mas, para quê desperdiçar uma excelente oportunidade de angariar novos adeptos para suas causas, não é mesmo?

      "Aliás, foi isso que abriu brecha pro Tim Drake ser gay"

      Mais do mesmo.
      Antes desse tipo de revelação "maravilhosa e deslumbrante, que serve pra encher o mundo de felicidades", o badalado Grant Morrison já havia declarado enfaticamente que o Batman era (novidade)...gay.
      Esse tipo de gente consegue enxergar traços de qualquer gay onde um gay realmente nunca existiu! A não ser nas suas mentes.

      "So tenho aqui 2 encadernados dos novos 52, do Aquaman (mais pela arte do Ivan Reis inclusive, já que o roteiro do Johns é bem mediano) e 1 do Arqueiro Verde do Sorrentinone Lemire."

      Eu já não tenho nenhum!
      Também adquiri os dois vols, de "O Túmulo do Batman" mais pela ARTE do Bryan Hitch. Ainda não li, mas dizem que o ritmo é bem lento.

      "Ás vezes é impossível evitar fazer comemtários sobre certas lacradas (nao gosto desse termo, mas vez ou outra tenho de usá-lo)"

      Eu evito QUALQUER termo que bombam (opa!!!) no repertório daqueles cuja psique é feita de confete e purpurina - e cuja consistência tem a fragilidade do pudim.

      "Só um adendo: sei da existência do grupo Terrifics, que é o "Quarteto Fantastico da DC" com o Sr Terrífico como líder, Metamorfo, Homem-Borracha e a Garota Fantasma.
      O que eu nao consigo conceber é porque a porcaria da Panini nao publicou nenhuma história do grupo ainda"

      Considerando a inversão de valores atual, poderíamos especular que "Onde não há fogo, sequer haverá motivos para se ter fumaça".

      Tony

      Excluir
    6. "Ué, mas a DC já tem o "Bat-Wing"..."

      Gracias à Dios, eu nem sabia que isso existia.

      Tony

      Excluir
    7. "Os glamourosos representantes da DC perderam uma ótima oportunidade, posto que ao invés do reboot que atingiu a tudo e a todos (a ideia imbecil já partiu daí), exceto o lanterna verde (afinal, algo ainda pior estava reservado no armário para ele) deveriam se DAR POR VENCIDOS em termos de criatividade e de competência"


      Oi, Tony... Os "Novos 52" foi uma ideia tão imbecil e desproposital, q tratou-se de um reboot SEM A MENOR NECESSIDADE de ter existido. Não precisava, a suposta "bagunça" na cronologia poderia ter sido contornada de outra forma: não era algo tão grave a ponto de precisar de um reboot (quase) total, ao contrário da "CRISE" de 1985, q tinha um MOTIVO pra ter sido criada: q era desvincular da cronologia o clima mais "bobinho" da Eras de Ouro e Prata (fazendo a DC entrar de cabeça numa pegada mais violenta e sombria pra quase todos os títulos e reiniciar as origens dos heróis sem a defasagem de quase meio-século de cronologia)!

      Pras embasar minha opinião acima... Basta ver q logo os "52" foram jogados pra escanteio e veio o tal "Renascimento" e o "Caralho a 4": HOJE, os leitores e a própria DC cagaram pra esse reboot!

      No mínimo algum arrombado deve ter dado a ideia de rebootar tudo pra ser o PRIMEIRO a deflorar uma nova cronologia da DC: "Ain, eu vou zerar a porra toda e recomeçar essa bagaça do MEU jeito"... hahaha!

      Abs!

      Excluir
  10. Esse volumão do Recruta é uma tentação. Mas sinto saudades mesmo é da produção nacional do RZ!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, a produção nacional do zero era mto boa mesmo, hein?

      Q saudades dos "alamanacões" da RGE, hehe!

      Abs!

      Excluir
  11. Boa tarde,
    Estou com uma dúvida referente o Recruta Zero: eu tenho as 4 edições que a Ediouro lançou uns 3 anos atrás. Essa edição da Mythos é material repetido ou mais completo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, pablo... blz?

      Eu tbm tenho as edições da Pixel e a nova encadernação da Mythos traz algumas tiras repetidas sim... Mas é uma outra seleção (repete algumas tiras e traz outras q eu nunca tinha visto tbm nem nas compilações da L&PM e Ópera Graphica)!

      No geral, achei q valeu mto a pena a edição da Mythos... e recomendo, mesmo pra quem já tenha as da Pixel (se conseguir um bom desconto: melhor ainda)!

      Abs!

      Excluir
    2. Bom dia Leo,
      Muito obrigado pelo retorno. Vou caçar uma promoção.

      Excluir
  12. Século XXI e a sexualidade utilidade alheia ainda é motivo de polêmica e marketing.
    Eu tenho em formatando uma história do Krn Parker que mostra um grupo de pioneirois indo pro Nororste, enfrentam nevascas, fome e canibalismo, na mesma região inóspita do hotel do filme O Iluminado.
    Acho que esa coleção ficaria melhor em capa cartonada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Calvin... blz?

      Sim, "sexualidade" sempre VENDE (ou garante agito e "clicks" nas redes sociais - alavancando a publicidade em torno de um produto OU chamando a atenção pro mesmo). Mesmo sendo publicitário e entendendo q as coisas "são assim mesmo" (e vem de longe), particularmente sou contra o uso desses artifícios gratuitos e manjados q as grandes empresas e companhias usam pra lucrar em cima de temas relativos à sexualidade e "fingindo" se importarem com o preconceito em torno disso!

      Qto ao "Ken Parker"... concordo plenamente: uma coleção de 50 Vol. cairia BEM melhor e ficaria mais acessível à todos se viesse em capa-cartão (imagine 50 Vol. à 70 reais cada? Pesado, né)?

      Abs!

      Excluir

POR FAVOR, LEIA ANTES de POSTAR:

O "Submundo-HQ" é um blog que preza a amizade e a boa convivência entre os usuários... Assim, NÃO serão aceitos por aqui comentários que incluam:

1) Ofensas pessoais e falta de respeito em geral!
2) Manifestações e militâncias POLÍTICAS (de qq tipo)!
3) SPAM e links de divulgação gratuita de compra/venda de HQs!

Obrigado, e seja sempre bem-vindo ao "Submundo"...

Até+

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...