28/10/2020

"Almanaque do Submundo - 2020" (Parte 2): "HA - Carnificina Total", "4º Mundo", e Mais...

Esta 2º parte do "Almanaque do Submundo"... "Vai ser uma carnificina", rs (desculpem o trocadilho - com a frase do vilão sanguinário na cena pós-créditos do filme do "Venom"):

"Homem-Aranha: Carnificina Total" (saga "clássica" dos anos 90), "Homem-Aranha: Feliz Aniversário" (Marvel Saga Vol. 4), "Espadas e Bruxas" (relançamento), "X-Men: Grand Design 2" (Fênix Negra), O "4º Mundo" Vol. 5 (de Jack KIRBY), "Liga da Justiça 5" (engraçadinha), "Recado à Adolf" (e a polêmica tradução da P&N), "Lobo Solitário 23", e "A Jangada - 800 Léguas Pelo Amazonas" (de Júlio Verne)!

Confira abaixo:

"Homem-Aranha: Carnificina Total"+ "Homem-Aranha: Feliz Aniversário" + "X-Men: Grand Design 2": A Panini encaderna (em capa-dura, 352 pág, R$ 99,90) uma das PIORES sagas do "Aranha" nos anos 90: "Carnificina Total". A cria de "Venom" escapa da prisão e reúne um exército para espalhar sua mensagem de caos e matança sem limites: "Carniça", "Duende Demoníaco", "Shriek" e "Contraparte-Aranha" (só os "Melhores", kkk). O "Aranha", então, se une ao "Venom" (!) e juntos tentam deter o banho de sangue nas ruas de NY. Mas porque a saga é tão RUIM? Bem, o leitor verá aqui um "Aranha" completamente idiotizado e ingênuo, tentando impedir o próprio aliado (venom) de matar o "Carnificina" (sim, o aranha fica naquelas de ter peninha dos bandidos, enquanto os mesmos empilham corpos de inocentes pelas ruas da cidade). Se é pra "passar raiva" do mocinho da história então é melhor nem ler o gibi rs! Já a coleção "Marvel Saga" traz no Vol. 4 mais um arco de Straczynski & Romita Jr. celebrando o aniversário de Peter Parker e fazendo o arcanídeo enfrentar cada um de seus principais vilões (a capa é da edição comemorativa de nº 500 de "Amazing Spider-Man")! E "X-Men: Grand Design 2" relembra (em NOVA roupagem) momentos marcantes da equipe nos anos 70 e 80: A "Fênix Negra", A "Ninhada", Os "Novos X-Men", etc (R$ 99,90)!
 
"Espadas e Bruxas" + "Recado à Adolf" + "Lobo Solitário 23": A Editora P&N foi massacrada na última semana devido à polêmica tradução no mangá: "Recado à Adolf" (de Osamu Tezuka). Dividido em 2 Vol. a série se passa na 2º Guerra e aborda a vida de 3 pessoas distintas com o nome de "Adolf" (uma delas é o Hitler). Em uma pág (FOTO abaixo, no final da postagem) a tradução faz referência à uma fala do Presidente Bolsonaro (sobre o "COVID-19"). Pois bem, independente da ideologia política de cada um (que NÃO vem ao caso e não deve ser discutida aqui), a editora fez molecagem ao ADULTERAR o texto original de uma obra apenas pra "lacrar" em cima de seus ideais pessoais. Mesmo aqueles leitores que odeiam o atual governo, criticaram a tradução da P&N, pois a editora imortalizou no gibi uma fala do presidente que desprezam. A questão que essa ação levanta também, é: Quantas outras traduções já não foram ou ainda serão "adulteradas" em prol da ideologia dos editores? Que credibilidade a P&N espera ter daqui pra frente nas traduções? Enfim, fica pro leitor o "julgamento" do caso, rs! Falando na P&N, "Espadas e Bruxas" (1º HQ da editora), com a bela arte de Esteban Maroto, teve o relançamento anunciado na Amazon (R$ 120)! E já que falamos em mangá também: "Lobo Solitário" se aproxima do fim, o Vol. 23 já está nas bancas (R$ 29,90 - o DOBRO do preço de quando começou) e se encerra no Vol. 28! 
 
O "4º Mundo" Vol. 5 (de KIRBY) + "Liga da Justiça 5" + "A Jangada - 800 Léguas Pelo Amazonas" (de Júlio Verne): A volta das "LENDAS DC" (coleção popular e econômica - como todas deveriam ser)... No Vol. 5 do "4º Mundo", Jimmy Olsen depara-se com perigo mortal. "Funky Flashman" - herói ou vilão? Mais uma parte da origem do "Sr. Milagre. E o grande confronto entre os "Novos Deuses" e as forças de Apokolips (reúne: "Superman's Pal, Jimmy Olsen" 144-146; "Mister Miracle" 6; "Forever People" 7; "New Gods" 7)! E na "Liguinha" 5: Maxwell Lord precisa escolher a nova formação oficial da equipe. E o "Besouro Azul" e "Gladiador Dourado" à caça de um vampiro fugitivo. "Guy Gardner" leva "Gelo" ao cinema, mas o "Mão Negra " aparece pra estragar o passeio (publicada em: "Justice League International" 24-25 e "Justice League of America" 26-29)! Por FIM, um LIVRO em pocket da L&PM (336 pág, R$ 29,90) que eu gostaria de recomendar: A "Jangada" (de Júlio Verne). Sem jamais ter estado no Brasil, Júlio Verne, o pai da ficção científica e de fantasia, escreveu um romance que se passa no majestoso e fascinante rio Amazonas. Publicado em 1881, o romance mistura aventura e mistério numa leitura aprazível e viciante (não conhecia essa obra do Verne, mas é tão boa e no mesmo estilo de suas outras famosas narrativas épicas)! 
 
Até+

76 comentários:

  1. E aí, Leo, beleza?

    Dessa leva, nada pra mim. Só lamento que Carnificina Total esteja entre nós, desde que é uma saga bem fuleira e encomendada para vender cartucho de videogame. Pra provar que o material de hoje tem tão pouco apelo que o pessoal anseia até pelas porcarias de quando eu era guri.

    Novos Deuses e Liga da Justiça parei de acompanhar, um por ter pego importado e o outro por ter chegado em uma fase ainda boa, mas inferior aos anteriores. E a qualidade da impressão da Panini nesses volumes nível Brainstore também me desestimulou.

    Sobre a tradução do "Recado a Adolf", desnecessário mesmo, porque deixa a obra verdadeiramente "datada", pontual. Ainda assim, creio que será o tipo de publicação que ganhará uma nova roupagem futuramente, por outra editora menor, então deixa estar que passa.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciso reler essas histórias. Mas a primeira vista, discordo, em especial pelas histórias com a presença do Lobo e do Lorde Mangá Khan :)

      Excluir
    2. E aí, Lierson... blz?

      Verdade, esse gibi foi produzido no AUGE do hype em torno do "Venom" (q nos anos 90 era um superstar da garotada) e ajudava a vender o jogo de vídeo-game: "Maximum Carnage", rs:

      https://gamehall.com.br/wp-content/uploads/2015/07/maxresdefault-1-1.jpg

      Não duvido q logo a panini resolva trazer de volta a famigerada: "Saga do CLONE" tbm, hehe!

      "4º Mundo" e "Liguinha" eu devo ir até o fim por aqui... Kirby, pra mim, é sempre essencial na coleção (taí uma série q merecia uma coleção mais parruda - tipo a "Queda do Morcego": capa-cartão em ed. com 600 pág pra cima)!

      E sobre o "Adolf"... é isso aí: O tempo vai passar, novos governos irão surgir, e o gibi continuará bem conservado na estante com uma referência q só faria sentido pra quem tá vivendo os dias de hj. Enfim, vc usou o termo correto pra isso: "desnecessário"!

      Abs!

      Excluir
    3. Oi, Kromak. As do Lobo e mangá Khan não estão nessa nova leva, já saíram antes. A edição 5 é a última com desenhos do Maguire e aí assume Ty Templeton, na 6 é a Liga Europa e na 7, Adam Hughes toma conta dos desenhos. Ainda é bom, como eu disse, mas perdeu muito.

      Excluir
    4. Uma republicação que faria sucesso na minha opinião é Liberdade de Frank Miller.

      Excluir
    5. Verdade...

      "Liberdade" do Miller é uma HQ q eu não tenho (perdi qdo saiu pela Mythos há anos atrás)... Se fosse republicada, me interessaria agora!

      Abs!

      Excluir
    6. Opa, engano meu então Lierson.

      Excluir
  2. Reporto que, num comentário da postagem anterior, vc, Leo, havia confirmado minhas suspeitas de que existe, sim, um movimento atual das grandes mídias do entretenimento em implantar certas tendências na sociedade. E que nos gibis não é diferente.
    Exemplificou, inclusive, que, na Marvel, a ÚLTIMA grande HQ ao estilo antigo foi o "JUSTICEIRO MAX", do Garth Ennis.
    Claro que não perdi essa jogada e já tinha garantido o meu.

    Realmente, com o avanço desastroso da viadagem chamada "politicamente correto", todas as referências à expressão da feminilidade e da masculinidade autêntica e tradicional (consubstanciada, neste último caso, em coisas como "o valor da palavra que foi dada", "a lealdade", "o esforço pessoal na conquista dos próprios objetivos", etc) tornaram-se alvos de um movimento que visa claramente minar tanto a diferença singular entre homens e mulheres quanto minar e destruir a individualidade (como aquela personificada num "pistoleiro sem nome", dos filmes de Sergio Leone); tudo isso em favor da total subserviência a um agrupamento tribal, onde todos se identifiquem igualitariamente sob a batuta de "valores" em comum. Resumindo, pensar e agir da mesma forma, sem qualquer distinção!
    Isso, na prática, significa pura castração - pra dizer o mínimo.

    Portanto, o que a "Farofa & Pudim" tentou sorrateiramente fazer com a tradução em um único (ressaltado por eles) balão na sugestiva HQ do "ADOLF" tratou-se de algo que JAMAIS deveria ter sido admitido. Não há desculpas possíveis para esse tipo de conduta claramente sabotadora - tanto com relação à proposta do trabalho original quanto com relação aos leitores - somente pra ficar nesse aspecto de sabotagem, pois poderíamos aprofundar a questão mostrando a extensão do que isso verdadeiramente representa.

    Foi algo como considerar crime a violação de correspondências, mas aceitar que a própria empresa que trabalha com o envio das mesmas "extravie" (roube) as encomendas que foram postadas para serem enviadas aos seus legítimos destinatários.
    Falando politicamente correto, qualquer coisa passa a assumir um aspecto amenizado; mas, na prática, ou seja, na "vida real", tudo mostra ser bem diferente daquilo que se intencionou fingir que é.

    Faltou em atitudes como estas da P&N a tal honradez que advém exatamente da observação das más-condutas.
    O fato é que suprimindo-se a capacidade de questionar - já que se deve aceitar apenas aquilo que seja comum a todos - abre-se assim, sutilmente, o caminho para a instauração de toda espécie de promiscuidade, de corrupção e de anulação do caráter. E este cenário desastroso está acontecendo - e sendo liberado na sociedade - pelo imperativo do politicamente correto.

    Portanto, pro horror dos adeptos do PC (calma, seus viados, isso é só o Politicamente Correto) é que dedico o vídeo para machos abaixo, da música "Ace of Spade", do Motörhead - cuja letra (e o próprio fragmento do filme "Bullit) não tem nada a ver com o seu "movimento linear na mesma direção" :

    https://youtu.be/yxJwP0izGgc

    Adolph,
    Adolph Steinbosch

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Longe de querer polemizar mas não vi razão para tanto alarde com uma frase no mangá "Adolf" lançado pela editora P&N. Nunca gostei de adaptações para a realidade ou referência brasileira quando a obra não refere-se à personagens e fatos ambientados na história de origem.
      Essas adaptações, para o bem ou para o mal, sempre aconteceram. Vi muito isso nas HQs da editora Abril e ficava com a sensação de estar perdendo algo. Gosto do original porque pode despertar o interesse de ir atrás. Conheci muitos artistas da música por referências em livros e filmes e filmes e livros por referências em músicas. Mas no caso de "Recado à Adolf" quem não gostar e quer ter a obra tem a versão da Conrad que em breve aparece aos montes.

      Excluir
    2. "não vi razão para tanto alarde com uma frase no mangá "Adolf""

      Neste caso, vc não enxergou as intenções.

      Aliás, é o que ocorre com a grande maioria. Nunca enxerga o que há nas entrelinhas por trás de tanta coisa por aí (uso de máscaras, quarentena forçada, etc, etc, etc). Só quando os resultados de cada esquema que conseguiu ser bem implantado começam a aparecer é que alguns se tocam parcialmente sobre o que de fato estava ocorrendo de baixo de seus narizes através dessas..."boas intenções".

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    3. P.S.: "não vi razão para tanto alarde com uma frase no mangá "Adolf""

      Alguém vê razão para TANTO alarde com relação ao mocorongavírus ?
      Quem enxerga o que há por trás deste alarde em particular, sabe exatamente quais são os reais objetivos e interesses envolvidos nesse alarde todo.

      Enfim, só pra agradar vou dizer então que é muito legal ver a coleção do Lobo Solitário chegando ao fim pois isso vai dar uma aliviada no meu bolso e daí poderei ficar muito feliz.

      Adolph,
      Afolph Steinbosch

      Excluir
    4. E aí, Adolph... blz?

      Q bom q vc garantiu suas edições do "Justiceiro MAX"... elas fecham com chave de ouro a ERA dos "gibis pra macho" nas grandes editoras (Marvel/DC). Daqui pra frente, tudo vai ser meio "SOJADO" (leite-com-soja) de alguma forma, rs!

      E realmente... Eu te confesso q não me importava com a proliferação das agendas da lacração até pouco tempo (eu via isso como um direito deles em terem seus próprios filmes e gibis representativos - Eu não era obrigado a gostar e nem consumir produtos q não eram dirigidos pra mim e eu simplesmente os ignorava). MAS, o q mudou foi q eu percebi q esse pessoal não queria APENAS ter o seu espaço e sua representatividade na mídia: Eles queriam ACABAR com a imagem do macho ALFA e destruir todos os vestígios da masculinidade (q consideram "Tóxica")!

      Alguns vão dizer q é "exagero" ou "teoria da conspiração" e tal... Mas é só prestar atenção ao q fizeram com os comerciais de CERVEJA, por exemplo, nos quais agora é praticamente PROIBIDO se usar a figura feminina exuberante (mostrando seus atributos físicos) e qdo o fazem (Vai Verão, Vem verão) ainda são alvo de ataques insanos nas redes sociais. O mesmo fizeram com o FILME do "RAMBO 5", q mesmo não sendo dos melhores do Stallone, foi alvo de ataques apenas por ser dirigido pra um público macho/hétero/raíz!

      Nos gibis... A Marvel e DC entraram num processo de DESCONSTRUÇÃO de alguns personagens q não consideram mais "adequados" aos dias de hj. O NOVO filme do "Batman" vem aí pra comprovar o q estou dizendo: Pegaram um ator "sojado" pro papel principal (rosto maquiado pra estampar capa de revista "Capricho" - o Ben Affleck não serve mais à esse propósito, cabelo EMO - caído no rosto, fragilizado, Sem porte físico - esse FDP nem treinou pro papel, rs)!

      Aqui em Porto Alegre... Na Av. Borges de Medeiros (centro) tem pichações nas paredes do túnel com dizeres do tipo: "Homem bom é Homem MORTO", "Morte aos Machos" e coisas do tipo. Tudo assinado por movimentos progressistas (e siglas de partidos políticos q se aproveitam pra fomentar guerra e ódio por todo o lado - pois sabem q o ódio é a melhor forma de "doutrinar" uma boa massa de manobra - e falo isso como publicitário agora: Fomentar ódio é uma TÉCNICA pra se formar "soldados" em uma guerra ideológica!

      Enfim... Vão vendo onde isso tudo vai parar. Apenas OBSERVEM os detalhes (q já deixaram a sutileza de lado, rs)!

      Abs!

      Excluir
    5. "Essas adaptações, para o bem ou para o mal, sempre aconteceram. Vi muito isso nas HQs da editora Abril"


      Verdade, Roberto...

      Essas adaptações sempre aconteceram mesmo... E não só na Abril, mas a Panini é dona de fazer isso ainda hj. Posso citar alguns casos pra relembrarmos, rs:

      -A panini causou mta polêmica tbm qdo usou o termo "Petralha" num gibi (acho q do "Batman")!

      -Mais uma da Panini: "Fisk Mito" apareceu num gibi recente do "Demolidor" (o original era: "Fisk Rules" ou "Fisk Manda")!

      -O "País dos Metralhas" (da Abril - Almanaque dedicado aos bandidos da Disney)) fazia alusão ao livro: "O País dos Petralhas", e mta gente apedrejou a Abril na época pelo título do gibi!

      -No "Demolidor" do Bendis, qdo saiu nas mensais de linha, o tradutor substituiu o nome de uma banda citada no texto original (uma banda obscura) por uma outra de sua preferência pessoal (Deep Purple). E ainda se justificou na época dizendo q ninguém conhecia a tal banda do texto original, kkk!

      Em suma... Exemplos temos aos montes de traduções e adaptações/adulterações dos textos originais. E só pra ressaltar: Sou CONTRA essas práticas (independentemente de viés político ou de gosto musical: Acho q o texto original deve sempre ser preservado o mais fiel possível)!

      Abs!

      Excluir
    6. "Enfim, só pra agradar vou dizer então que é muito legal ver a coleção do Lobo Solitário chegando ao fim pois isso vai dar uma aliviada no meu bolso e daí poderei ficar muito feliz."


      Pois é... Tbm fico feliz pela proximidade do FIM de mais uma coleção (ainda mais uma tão extensa de 28 Vol)!

      O "Lobo Solitário" eu achei EXCELENTE (e fiz a coleção graças à uma dica/sugestão do Roberto Xavier, q inclusive escreveu uma postagem sobre a série aqui pro blog antes mesmo do relançamento da Panini)... PORÉM, é uma coleção q eu considero q a panini tenha aloprado mto no preço: Ela começou custando uns 15 pila e hj já DOBROU o valor. Achei mto reajuste descabido nesse caso e como eu já tava com a coleção pela metade, decidi ir até o final mesmo com preço abusivo (me submeti ao sacrifício diante da excelência da HQ)!

      Abs!

      Excluir
    7. Explanações impecáveis, Leo !

      Outra coleção que também se encerra, e que vai dar outra boa aliviada no bolso, é a do Don Rosa - cuja capa do penúltimo vol. também sofreu essas "adaptações derivadas da soja" que andam implantando por aí.
      Afinal, onde foi parar a carabina que o personagem portava originalmente ???

      Francamente, os altos níveis de estrogênio em circulação anda mesmo fazendo estragos apocalípticos por aí.
      Essa descrição do novo filme do Batman que vc já adiantou parece a de um verdadeiro filme de terror.
      Não demora vão querer inovar mais um pouco e, brevemente, teremos uma mulher sendo escalada então pra fazer o papel do Batman.
      Ou um homem assumindo o papel da Batgirl...
      Ou, ainda, um filme em que fica revelado que o Batman e a Batgirl, na verdade, sempre foram a mesma pessoa...
      Ah!!! E com direito a mensagens "subliminares" nos muros também (sim, essas pichações anti-masculinidade acontecem igualmente aqui no Rio). Por que em Gotham seria diferente ?!

      Fica então a dica alternativa do filme "Bullit", de 1968, cujo fragmento deixei no link do meu comentário anterior.
      Filme de uma época em que os níveis de testosterona parece que eram um pouco mais elevados.

      Quanto aos preços estratosféricos dos quadrinhos, com certeza trata-se de algo deliberadamente feito somente pra aumentar a nossa carga de adrenalina.
      Afinal, esse pessoal da Panini e Cia. gosta mesmo de fazer umas piadas.
      Abs!

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    8. -O "País dos Metralhas" (da Abril - Almanaque dedicado aos bandidos da Disney)) fazia alusão ao livro: "O País dos Petralhas", e mta gente apedrejou a Abril na época pelo título do gibi!


      Acredito o Almanaque não seja correspondente á alguma publicação estrangeira, acho que nesse caso é até passável. Povo pode até não gostar, mas tem de aceitar, mas se fosse o caso de alterarem o título de alguma revista estrangeira é outra história.


      -No "Demolidor" do Bendis, qdo saiu nas mensais de linha, o tradutor substituiu o nome de uma banda citada no texto original (uma banda obscura) por uma outra de sua preferência pessoal (Deep Purple). E ainda se justificou na época dizendo q ninguém conhecia a tal banda do texto original, kkk!

      Esse tem o ego nas alturas pra se achar no direito de alterar o texto, se fosse alguma piada com algo que fosse desconhecido pra grande maioria dos leitores daqui, até acharia válido alterar. Mas nesse caso, foi o ego falando mais alto mesmo.

      E é isso o que vemos hoje: profissionais estrelinhas fazendo um serviço porco.

      Excluir
    9. "Outra coleção que também se encerra, e que vai dar outra boa aliviada no bolso, é a do Don Rosa"


      E aí, Adolph... blz?

      Pra vc ver, essa capa do "Don Rosa" (finalmente terminei essa coleção na semana passada com o Vol. 10) mostra q o processo da "SOJA" vem lá de fora TBM (não é só aqui, hehe)... No mínimo, alguma distribuidora americana tipo a Diamond ou uma ordem interna da própria Disney (palpite meu) possa ter influenciado a Fantagraphics a "amenizar" essa capa (retirando as armas do Panchito). Mas pelo menos a censura (NESSE CASO) foi restrita apenas à capa (já q no miolo o uso de armas é de boas, rs). Seja como for, apagar armas de fogo de uma capa CLÁSSICA é uma atitude "SOJADA" pra krl!

      O problema do "Batman" nos cinemas é q a representação feita pelo Ben Affleck tava mto truculenta e "Macho-Alfa" (e deve ter incomodado algum "afetado" na alta cúpula da DC - independentemente dos problemas q o ator teve com o alcoolismo). Assim, ao invés de buscarem um outro ator com o mesmo perfil do Affleck (físico parrudo - malhou pesado pro papel, pega um monte de mulher na vida real, é hétero RAÍZ): Preferiram o OPOSTO disso. O Pattinson é todo afeminado (sexualidade duvidosa, não parece gostar de mulher, usa maquiagem no rosto, cabelos sedosos e com franjinha caída no rosto, usa BATOM em várias fotos) e fisicamente todo fragilizado (não quis ganhar massa muscular pro papel de Batman, reclamou de treino mto pesado, não sabe lutar, não mete medo nem respeito em ninguém). Agora taí: FILME q já começa ZUADO desde os bastidores (diretor reclamando do ator, diretor ameaçando pular fora do barco, estúdio desistindo de fazer trilogia - deve ficar só no 1º filme)!

      Qto ao filme "Bullit", de 1968... Eu tenho ele em DVD: aquela perseguição de carro no final ainda impressiona até hj (tudo feito NO BRAÇO por dublês RAÍZ, sem os efeitos em CGI de MERDAS tipo "Velozes e Furiosos" e outras porcarias filmadas em estúdio com os atores balançando numa carcaça de carro na frente de um fundo verde)!

      "Bullit" é um filme de uma outra época... e contemporâneo de: "Os 12 Condenados", "Dirty Harry", "7 Homens e um Destino", "Meu Ódio Será Tua Herança", "Qdo Explode a Vingança", "Corrida Contra o Destino" (meu favorito de perseguição de carro até hj). Enfim, uma época onde os Homens não eram "SOJADOS", rs!

      Abs!

      Excluir
    10. "Esse tem o ego nas alturas pra se achar no direito de alterar o texto, se fosse alguma piada com algo que fosse desconhecido pra grande maioria dos leitores daqui, até acharia válido alterar. Mas nesse caso, foi o ego falando mais alto mesmo."


      De fato... Esse não morre de baixa auto-estima, kkk!

      Abs!

      Excluir
    11. Olá, Leo!

      Ainda não adquiri o 10° e último volume da coleção "Don Rosa". Bom saber que pelo menos o conteúdo da obra permaneceu intacto e inalterado.

      O tal cara de masculinidade bastante duvidosa que contrataram pra representar o papel do Batman parece que resolveu arrumar um casamento. E com uma mulher. Hahaha!!!

      O filme "Bullit", de 1968, inspirou muitas outras produções por aí. Até mesmo o Ford Mustang GT 1968, dirigido por Bullit no filme, tem a sua própria história particular pra contar...

      "Corrida Contra o Destino", de 1971, é um dos filmes favoritos de Steven Spielberg.
      Por sua vez, Spielberg, também em 1971, fez o espectral motorista de um monstruoso caminhão Peterbilt 281 (fabricado em 1950) perseguir demoniacamente um pacato vendedor no clássico Duel - "Encurralado". Filmaço também!!!

      Quanto à menção aos "mela-cueca" protagonistas dos estrogênicos "Velozes e Furiosos", filmando as suas cenas pateticamente em cima de carcaças de automóveis sob o fundo verde para posterior trabalho de edição, é algo que foi mencionado com o propósito de rir...ou de chorar ???

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    12. E aí, Adolph... blz?

      Pode ficar tranquilo, pois a coleção do "Don Rosa" tá impecável e sem censura nenhuma (pelo menos na parte interna)... Inclusive, no Vol. 9, nessa HQ do "Donald, Zé Carioca, e Pachito": Todos tão bem politicamente incorretos, hehe: O pato querendo meter chifre na margarida e dando em cima de outras piriguétes, o papagaio bem pegador e passando o rodo geral, e o panchito armado e atirando pra todo lado. O legal do Don Rosa é isso: Ele segue a linha BARKS e manda um foda-se pras correções políticas (o lance da capa do Vol. 9 pode ter sido - palpite meu - uma imposição das distribuidoras americanas em tirar armas de fogo da capa de gibis q não sejam PG-13: deve ser alguma burocracia besta do tipo)!

      "Corrida Contra o Destino", de 1971, é um dos filmes favoritos de Steven Spielberg"

      Esse é um dos MEUS filmes favoritos de todos os tempos tbm, sabia? Já assisti mais de 20 vezes e tenho em DVD (saiu em baixíssima tiragem com venda exclusiva na Livraria Cultura). Até hj me causa adrenalina em nível máximo qdo toca a musiquinha do "Globo Repórter" durante uma cena de perseguição, rs!

      "Encurralado" tbm é tenso... Ironicamente, é o 1º e MELHOR filme do Spielberg (na minha opinião)!

      ""Velozes e Furiosos", filmando as suas cenas pateticamente em cima de carcaças de automóveis sob o fundo verde para posterior trabalho de edição, é algo que foi mencionado com o propósito de rir...ou de chorar ???"

      Hahahaha... Tem uma scenas ridículas dessas nos extras de um DVD dos "velozes" (acho q foi do 5). Os caras tinham q ter VERGONHA de botarem essas cenas nos extras (tudo machão e braço no volante SÓ na frente dum fundo verde mesmo: Tudo atorzinho SOJADO, kkk)!

      Abs!

      Excluir
  3. P.S.: O mais foda é que, no meio da letra fudidasticamente incorreta de "Ace of Spades", ainda tem a seguinte porrada :

    "And don't forget the joker!"

    ("E não se esqueça do coringa!")

    Não é à toa que Ace of Spade é considerada um dos grandes clássicos do Rock!!!

    Rest in Peace, Lemmy!

    Adolph,
    Adolph Steinbosch

    ResponderExcluir
  4. Sobre o Adolf...tava pensando em pegar a da CONRAD que achei que cairia de preço com o lançamento da versão PN, mas é capaz de aumentar ainda mais com toda polêmica envolvida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem entrar na polêmica da frase do Capetão em "Recado à Adolf". Já tive a coleção da Conrad e curti o formato, prefiro à versão da editora P&N. Inclusive, peguei os volumes 1 e 2 novos e lacrados e estou aguardando surgir os demais por um bom preço que encaro. Valeu.

      Excluir
    2. Fábio e Roberto...

      Eu tbm acho q a versão da Conrad pode supervalorizar diante da polêmica, q bem ou mal: Deixou a obra em evidência na mídia (mesmo com repercussão negativa por conta da tradução e mta gente apedrejando a editora, o mangá em si voltou a ser falado e ganhou os holofotes novamente)!

      Abs!

      Excluir
  5. Deste post tenho várias HQs.
    Peguei "Carnificina Total" de forma despretensiosa e estou gostando da leitura. Os desenhos não estão me assustando. RS. Se passa após "Guerra Infinita".
    Lobo Solitário e as Lendas do Universo DC pego assim que sai.
    Já tenho "Espadas e Bruxas" para quem gosta de Conan é uma boa pedida.
    Valeu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Roberto... blz?

      Os desenhos não são tão ruins mesmo (lembro q não foram eles q me fizeram passar adiante o material, rs)!

      E por coincidência, peguei ontem (na loja daqui) o "Lobo 23" e a "Liga 5"... É bom qdo uma série se aproxima do FIM (fica aquela sensação agradável de q será um gasto a menos, hehe)!

      Abs!

      Excluir
    2. Leo, essa fornada de "Lendas do Universo DC" está excelente. Sou DCnauta...mas não é por isso...os títulos das "LUDC" me agradaram mais do que os da "CHM". A fase anos 80 do Superman teria caído bem em uma "LUDC". Assim como Conan e o QF nas "CHM". Pena não ter vingado.

      Excluir
    3. Verdade, Roberto...

      essas coleções econômicas de clássicos da Marvel e DC sempre me agradaram e tiveram minha atenção... Apesar das limitações editoriais de cada uma (a "CHM" com nº fixo de pág e a obrigatoriedade de fechar uma caixa em 4 Vol. resultava em histórias puladas e falta de espaço pras capas originais E as "Lendas" temáticas por artista, tbm pulava histórias se não fosse do mesmo "homenageado", rs). Mesmo assim, a "CHM" foi boa enquanto durou e as "Lendas" eu espero q ainda continuem por um bom tempo!

      Abs!

      Excluir
  6. Carnificina Total me lembra Gilberto e Gilmar : “ Tá ruim mas tá Bom ... “
    Luiz Henrique Trompczynski

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiz... Isso me lembra tbm daquele MEME famoso:

      "tava bom, agora ficou meio ruim também, não tava muito bom, agora parece que piorou"... kkk

      Abs!

      Excluir
  7. Carnificina total não é tão ruim quanto alardeado. De fato diria que é acima da média das histórias dele na época. E o modo de agir do Aranha não parece ser muito diferente do que seria usual. O mais fraco talvez seja a parte final, com a tal bomba do bem e o Venon depois se atirando sobre o Carnificina para detê-lo.

    Por falar em histórias do Aranha da época (uns doisanos antes), uma bem legal é quando ele tem de capturar o Raposa, que acaba por roubar jóia que pertencia a ninguém mais, ninguém menos que o Dr Destino, que decidi liquidar o Raposa pela ofensa e tem intervenção do Aranha, que toma surra feia, com direito a fogão explodindo embaixo dele e saindo todo estourado, sangrando, etc :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu continuo achando "Carnificina Total" mto RUIM e num "Review" minha avaliação seria 1 estrela... Mas gosto é gosto e entendo q nos anos 90 eu já andava reclamando do material "moderno" daquela época, rs!

      E eu lembro vagamente dessa história do "Raposa"... será q não era uma q tinha o "Destino" na capa?

      http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/ShowImage.aspx?id=6540&path=abril/h/ha004010141.jpg

      Se for, eu tenho... mas teria q reler de novo pra lembrar dos detalhes!

      Abs!

      Excluir
    2. Não terminei de ler "Carnificina Total" mas gostei do que li até aqui. É lógico que comecei a ler esperando uma bomba e não encontrei. Que bom!
      Mas é curioso essa questão da qualidade das HQs anos 90. Ficou o estigma de fase ruim mais por causa da "Era Image". Entre as coisas que reli da época como "Guerra Infinita" me agradaram. Acho que agradará quem ler sem expectativas ou no contexto da época (títulos intercalados, evento do ano, salada de artistas etc.).

      Excluir
    3. Oi, Roberto... blz?

      Os anos 90 não foram tão ruins assim como o pessoal costuma retratar... Embora eu realmente não tenha gostado da "Carnificina Total", a década de 90 trazia várias outras HQs de qualidade e são ótimas leituras até hj:

      -Marvels
      -Reino do Amanhã
      -Preacher
      -Hellblazer (Delano/Ennis)
      -Hitman
      -Arquivos Secretos do Aranha
      -Deadpool (em seu AUGE, rs)!
      -X-Men (Claremont & Jim Lee)
      -Surfista X Thanos (Jim Starlin)
      -Cap. América (Mark Waid)
      -Hulk: Futuro Imperfeito
      -Batman (Norm Breyfogle)
      -Shazam (Ordway)
      -Sin City
      -300 de Esparta

      e por aí vai... nem vou me estender mto, mas a lista vai longe!

      Abs!

      Excluir
    4. E essa aí mesmo Leo. História do Micheline, talvez o último autor a produzir uma sequência de histórias boas na "Amazing Spider-Man"

      Excluir
  8. E ai Leo, blz?

    Não chego a desaprovar as adaptações de material estrangeiro a nossa realidade ou cultura, pois muitas delas já me agradaram em HQs,filmes e séries, principalmente quando as referências do texto original são obscuras ou são muito peculiares ao país ou cultura - o que não parece ser o caso. Mas acredito que referências políticas devem ser evitadas (salvo quando sejam inerentes ao material original), ainda mais no panorama atual.

    Também não sou fã dessa saga do Aranha, mas compreendo o saudosismo que desperta em alguns leitores que se empolgavam com esse material na época, mesmo que hoje já percebam suas falhas. Confesso que já comprei material que considero fraco apenas pela nostalgia.

    Desses materiais devo pegar a Liga da Justiça (também prefiro esse formato para material do tipo) e Lobo Solitário que, enfim está mais próximo de ser concluído.

    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, francisco... blz?

      Verdade, algumas adaptações se fazem necessárias às vezes... Embora eu sempre prefira uma transposição do original com uma barra explicativa do tradutor embaixo (se for uma referência mto obscura)!

      Mas essas tiradinhas de política eu sou radicalmente contra... pois aí já se trata de uma tradutora (no caso dessa edição da P&N) fazendo militância pessoal conforme seu próprio viés ideológico (pra mim, a editora perde em credibilidade e respeito pelo leitor)!

      No mais... Já COFREI o "Lobo 23" e a "LIGA 5" (ontem mesmo). E desta lista acima ainda devo pegar: "4º Mundo" e "Espadas e Bruxas" (o da "Jangada" eu já tenho)!

      Abs!

      Excluir
  9. Sobre esse X-MEN GRAND DESIGN,para mim, é uma GRANDE DECEPÇÃO!!! Uma boa tentativa de dar uma recapitulada em toda a história dos mutantes, e põe cronologia louca e extensa essa!! Mas a arte, pelo amordedeus!!! Se você olhar o que o Byrne fez naquela RECAPITULAÇÃO na história final da SAGA DA FÊNIX NEGRA (aquela história do funeral da Jean), não tem como aceitar esse lixo de obra que estão nos empurrando. Me desculpem os puritanos e amantes do underground (assim falaram ao defender o artista atual), mas não tem comparação entre estes dois momentos. Os X-MEN mereciam uma homenagem à altura, claro, não estou dizendo que o Byrne deveria voltar, mas que tinha talentos bem mais competentes para essa tarefa ah tinha. Um albúm de luxo, tamanho especial, prerrogativa boa e um traço tacanho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, marco antonio... blz?

      Concordo com vc nessas observações... Realmente, embora eu curta o quadrinho underground (sou fã do Crumb), eu NÃO gostei do traço desse Ed Piskor e acabei desistindo de fazer essa coleção do "Grand Design" (TBM pelo preço exagerado pra tão poucas pág)!

      A ideia de se reorganizar a cronologia mutante e recapitular seus momentos mais marcantes é mto boa... MAS eu tbm preferia q fosse com outro desenhista (se fosse o Frank Quitely seria perfeito, rs - entre os artistas mutantes da nova geração é um dos q mais gosto)!

      Seja como for... Vou pegar no ano q vem o "4F - Grand Design" (esse sim, ficou mais adequado e com arte mto boa)!

      Abs!

      Excluir
  10. Oi Leo!

    Outro dia, remexendo nos meus formatinhos encontrei minha edição de "Carnificina Total" da Abril! Dei uma olhada e vi que continua ruim, já não tinha gostado na época, e minha opiniao não mudou mais de 20 anos depois!

    Nos fóruns da vida vi leitor dizendo que "é a melhor saga do Aranha dos Anos 90!"PQP!!

    Leitor da nova geração, se empolga lendo material antigo para conseguir "curriculum" e poder discutir com os veteranos, mas "melhor saga", aí é demais!

    Sabemos que os Anos 90 não foi bom para o Aranha, mas teve sagas menos piores, como por exemplo "Tormento"!

    Esta "Feliz Aniversário", saiu na coleção Vermelha da Salvat ("OS Heróis Mais Poderosos da Marvel nº02", de outubro de 2014).

    Liguinha é cofre certo, quero terminar esta fase que deve se encerrar em "Liga da Justiça Antártica", e creio que a coleção se termina por aí!

    Espadas e Bruxas, recebi meu exemplar hoje, e já li duas histórias!

    Aventura pura, sem o rebuscamento das histórias do Conan, mas muito boa, parece aqueles filmes do gênero dos Anos 80, cujo intuito maior era divertir!

    Nada de lacração, casamento de duas mulheres, beijo polêmico, nada disso, apenas diversão despretensiosa como eram as HQS nos tempos de Heróis da TV, Superaventuras Marvel em seu início, e outras da época; elementos que foram esquecidos pelos roteiristas, que esqueceram que a essência das HQS é divertir, e não usar viés político e ideológico em forma d emilitância como é usado hoje!!

    Tenho de confessar que eu precisava ler uma HQ como "Espadas e Bruxas" hoje, para me lembrar disso! é claro que a arte do Esteban Maroto é outro espetáculo à parte para coroar a obra!!

    Não sou muito fã de Mangás, e este "Recado a Adolf" não figura em minha lista de interesses, mas condeno este tipo de atitude!

    Tradução tem de ser feita ao pé da letra, sem adaptação para termos brasileiros sejam eles culturais ou políticos!

    Isso ao meu ver macula a obra, reduzindo o seu valor! A RGE, A Bloch, e A Abril fizeram muito isso, e a Panini andou fazendo também recentemente!

    Editor, e tradutor tem de parar de usar seu viés político em seus trabalhos, seja em forma de protesto ou apoio à sua ideologia! Trabalho é trabalho, e vida pessoal é outra coisa, não se misturam!

    Eu acho que o certo seria um recall da edição por parte da Editora para aqueles que se sentirem incomodados com a tradução, ainda mais existindo a da edição da Conrad como base!

    Dá para acionar o PROCON neste caso!

    "X-Men: Grand Design", eu ainda não me animei a comprar, vou esperar baixar bem o preço, porque o preço ainda cobrado pelo número de páginas de cada edição, ainda não está satisfatório!

    "Paciência é uma virtude, no colecionismo de HQS"!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elcio... Tdo bem?

      Hahaha, essa "molecadinha" q bota "Saga do Clone", "Era do Apocalipse", e "Carnificina Total" como "GRANDES SAGAS" do passado é uma comédia mesmo, kkk... Fico imaginando se é por não terem lido "Marvels", "Reino do Amanhã", ou "Preacher" nos anos 90? Pq com tantos OUTROS gibis bons naquela época, não é possível gostarem e sentirem saudades de tanta merda junta, rs (mas gosto é gosto mesmo - como dizem, hehe)!

      "Leitor da nova geração, se empolga lendo material antigo para conseguir "curriculum" e poder discutir com os veteranos, mas "melhor saga", aí é demais!"

      Isso é mto comum entre esses youtubers mais novos tbm... Boa parte deles começou a ler gibi na Salvat e acha q aquela seleção já é "currículo" suficiente pra se considerarem "especialistas" no assunto, rs (cara, nem eu q leio gibi desde os anos 70 me considero "especialista" em porra nenhuma, q dirá o cara q começou agora com o "basicão", kkk)!

      Os anos 90 foram mto ruins pro "aranha" mesmo... Eu encerrei minha coleção pessoal do aracnídeo no nº 150 da Abril (logo depois da 1º aparição do "Carnificina" e antes da famigerada "Saga do Clone"). A minha cronologia do aranha termina aí (não considero mais NADA q veio depois - talvez só os "Arquivos Secretos" do Busiek, mas eles são retcon)!

      A "Liguinha" eu comprei ontem o Vol. 5 (ainda nem tirei da pasta) e o 6 deve sair em novembro. Vou seguir essa coleção até onde for: Sei q vão começar a "Liga Europa", mas devem interromper qdo começar os desenhos do Gerard Jones (preso por pedofilia - e nem nos EUA tão querendo republicar material desse fdp)!

      "Espadas e Bruxas" tá na minha lista pro mês q vem (tenho q pagar as faturas atrasadas antes de me meter em novas compras virtuais, rs)... Mas vou certo nessa, pois gosto mto da arte do Maroto e depois dessa ainda vou esperar uma republicação de "5 Por Infinito" (outra q eu perdi qdo saiu)!

      "Tradução tem de ser feita ao pé da letra, sem adaptação para termos brasileiros sejam eles culturais ou políticos!"

      É o q eu penso tbm... Gibi não tem q servir de "panfleto ideológico" pra editores e tradutores se o conteúdo original não for assim... Senão vira lacração pelo prazer de lacrar e a editora perde a credibilidade total (eu mesmo, não confio mais na "P&N" - Vou pegar as edições do Esteban Maroto q eu falei, pq imagino q não vão meter tiradinhas da política brasileira na época dos bárbaros ou no espaço sideral, né? (pelo menos "espero" q não)!

      Eu tbm não vou pegar esse mangá do "Adolf"... Mas "SE" eu tivesse comprado, eu devolveria o produto e pediria o dinheiro de volta: depois de saber dessa tradução porca e feita por uma militante fanática (q nas redes sociais vive lacrando com suas ideologias de merda). Porra, até o cara da "Central HQ" (FCB) concorda q essa tradução ficou uma bosta, pois quebra uma cena q era pra ser dramática e q agora sempre será lembrada como uma PIADA satírica (mesmo daqui há 20 ou 30 anos - pra quem guardar essa edição). Enfim, essa eu ia passar de qq forma mesmo!

      "X-Men: Grand Design" eu desisti mesmo... nem com desconto irei pegar, pois tenho q ser mais seletivo na contenção de gastos daqui pra frente. Prefiro guardar essa grana pra qdo sair o "4F - Grand Design" (esse sim: Imperdível)!

      Abs!

      Excluir
  11. Fala aí comandante. Esta segunda parte do almanaque veio com polêmica das grandes, no que diz respeito a tradução do mangá da P&N. Confesso que não leio mangá, tenho essa deficiência cognitiva quando a leitura é de trás pra frente, acho que é coisa de quadrinhero véio mesmo, só abro uma exceção pro Lobo Solitário porque é um clássico dos quadrinhos independente do gênero. Nesse episódio sou levado a concordar com o que vc disse "pois a editora imortalizou no gibi uma fala do presidente que desprezam" será que quando for a fala de um governante que apoiam também vão fazer algo parecido. Penso que esse tipo de atitude deve ficar a cargo do autor da obra. Embora particularmente como diz o dito popular acho que, pra Bolsonaro todo castigo é pouco. Mas o mais interessante do post é a dica do livro de Julio Verne narrando uma aventura na amazônia, eu sou um fã do autor acho que foi um visionário da ficção científica que abriu caminho pros Arthur Clarke, Isaac Asimov, Harlan Ellison e todos os outros que vieram depois.
    Ps. Peço desculpas pelo comentário político sei que é uma das regras do blog não adentrar pelo assunto, mas no contexto achei relevante.
    Um abraço! e no aguardo das próximas postagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, LEPM... blz?

      Pois é, essa polêmica da tradução rendeu bastante em grupos do fêisse, na pág da editora, e até briga entre leitores nos comentários de avaliação na Amazon (q acabou virando palanque político, rs)!

      Eu "acho" (palpite meu) q a editora quis LACRAR com sua ideologia e sem querer gerou todo esse marketing (polêmico) em cima da edição/tradução. Sendo publicitário, vejo q esse tipo de repercussão é mais danosa do q proveitosa pro nome da empresa (q perde em credibilidade e fica com a marca desgastada na mídia). Enfim, eles até podem ter atraído atenção pra esse mangá, mas não acho esse tipo de marketing adequado pra nenhuma empresa (o ideal - na publicidade - ainda é não ter "manchas" numa marca)!

      "Nesse episódio sou levado a concordar com o que vc disse "pois a editora imortalizou no gibi uma fala do presidente que desprezam"

      Essa parte q eu escrevi não foi invenção minha, sabia? Eu retirei de um comentário q li (acho q num grupo do fêisse) em q um leitor falou ago assim: "Eu odeio o bozo, e agora graças à vcs uma frase dele ficará imortalizada pra sempre num gibi q eu queria ter e agora não vou mais comprar"!

      Eu peguei essa frase do cara e adaptei aqui pra embasar minha opinião de q essa tradução foi ruim/danosa pros 2 lados: Tanto pra quem apóia qto pra quem é contra o presidente... E, de fato, nos comentários q vi por aí: A maioria (de centrão, esquerda ou direita extremas) parece ter repudiado essa gracinha da tradutora, rs!

      Qto à comentários políticos, não precisa se desculpar não... A regra q eu botei é mais pra evitar militância em excesso q estavam trazendo pra cá (um dia eu cheguei aqui e tava rolando mais discussão de política do q de quadrinhos, hehe). Neste caso, a política acabou vindo naturalmente até aqui, já q o assunto de uma das notícias foi justamente a polêmica gerada por uma tradução com viés ideológico. Aí não tem o q fazer: Me senti na obrigação de noticiar o fato q teve milhares de comentários em outras redes e me omitir sobre isso ia parecer "desinformação" da minha parte, rs!

      Abs!

      Excluir
  12. Hoje fui na loja da Mythos para pegar algumas coisas entre elas o livro "Império dos gibis". Por coincidência um dos autores, Mauricio Muniz, estava lá. E além de cortar minha edição do livro ainda consegui um autógrafo.
    Comprei também os livros sobre as revistas da editora Abril Capitão América e Heróis da TV. São como fascículos mas em ótima qualidade, papel couchê e além do texto inclui todas as capas, e tudo colorido. A edição sobre Superaventuras Marvel entrou na lista depois de conferir a qualidade dessa publicação. Recomendadissímo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. *Cofrar ao invés de "Cortar" como saiu no corretor ortográfico. Sorry!

      Excluir
    3. Boa, Roberto...

      O meu livro do "Império" chegou ontem, por coincidência, hehe... Essa loja da Mythos eu tenho vontade de conhecer um dia (qdo voltar à Sampa). Legal vc ter conseguido o autógrafo tbm (não conheço o Muniz pessoalmente)!

      Os dossiês ficaram bem legais tbm... Tenho os de "Capitão" e "HTV" (e o da "SAM" tá a caminho). Os próximos serão: "Aranha", "Hulk", e "GHM". E depois virão os da DC: "Batman", "Super", "Heróis em Ação", "Superpowers", etc!

      Abs!

      Excluir
    4. Leo, foi muita sorte ter encontrado o autor.
      Os dossiês são incríveis. Irei com certeza fazer essa coleção.
      Comecei a ler o livro e estou achando muito bom.
      Veio junto uns cards com capas de revistas com ficha técnica. Nunca vi um livro tão bem editado. Estou bastante satisfeito. Quem gosta de quadrinhos tem de conhecer esse livro.

      Excluir
    5. Boa, Roberto...

      Tbm comprei o LIVRO com todos os "brindes" e "acessórios" gráficos disponíveis, rs... Veio o LIVRO, 2 dossiês, os cards, e um marcador de pág!

      Aliás, tô gostando dessa modalidade de se editar livros e gibis com todas essas tranqueiras junto (acho q essa prática começou no Catarse). Fica mto legal essas coisas todas qdo o livro em si é bom e a gente pode guardar esses "EXTRAS" junto!

      Abs!

      Excluir
  13. Fala, Léo!
    Vamos seguindo nesta recente coluna, Almanaque, que segue realmente "palpitante"!
    Vou apenas de Quarto Mundo, nem acredito que vão até o final!
    Sobre o Aranha, confesso que esta fase foi simultânea ao meu desapego pelo hábito de leitura dos gibis(iniciado de forma gloriosa em 1979, com Ebal e RGE!). No início dos anos 90, ingressando na faculdade, outros interesses, mas realmente o que me incomodou muito, foram as mudanças radicais nos desenhistas e término de fases que eu tanto gostava!
    Achei melancólico o período após os finais das fases do DD(Miller), XM(Byrne),Hulk(Sal Buscema), onde não saía mais quase nada do Kirby, Romita Sr., Neal Adams, GIL kane, dentre outros.
    Me espantei com a queda brusca no "cardápio" da SAM e HTV e, ainda mais com a proliferação de ombreiras, garras, musculatura, botas e armas em "modo over"!
    Aquele estilo "novo", foi um divisor de águas me afastando por um bom tempo das hqs!

    Portanto, passo longe deste volume do Aranha. Espero que saia logo o volume 04 da coleção definitiva.

    Sobre as adaptações "pessoais" nas traduções, concordo contigo Léo, se a referência é obscura ou desconhecida, basta lançar mão daquele velho recurso: a nota do editor!
    Basta um asterisco e um texto sucinto embaixo.

    Concordo com o que foi dito sobre o Grand Design. Gostei do projeto gráfico (me lembrou algumas edições especiais da Ebal, sempre diferentes do convencional), achei o lançamento "corajoso", mantendo a concepção original.
    Mas a arte é muito ruim(claro, gosto pessoal).

    Pretendo pegar o do 4F.

    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Victor... blz?

      O "Almanaque 3" vai ao ar depois do feriadão (vou aproveitar essa folga pra botar mais leituras em dia e incrementar ainda mais a "Parte 3" desta coluna q já começou "nervosa" mesmo, hehe)!

      O "4º Mundo" prestes a ser CONCLUÍDO no Brasil (os Vol. 6 e 7 devem sair ainda este ano - Eita, rs)... Parece um sonho até pouco tempo inatingível. Lembro (parece q foi ontem) qdo eu falei aqui no blog em 1º mão q o "4º Mundo" iria ser lançado e mta gente duvidou (não os culpo, era difícil de acreditar mesmo, hehe). Só não sei ainda se serão 9 ou 10 Vol. (vai depender da Graphic Novel "Cães de Guerra" ser incluída na coleção - tudo indica q SIM)!

      E faço minhas as suas palavras qto aos anos 90 pra Marvel... Nessa época, ao contrário de vc q tava se afastando das leituras, eu tava RECOMEÇANDO minhas coleções após ter passado 10 anos no limbo (sem comprar nada de gibis a não ser a "MAD", rs). Era 1995 qdo eu retomei toda a minha coleção da estaca zero em sebos!

      Curioso é q essas fases ruins q vc citou (ao estilo "Image" e os Liefelds da vida)... não me afetaram tanto pq eu tava mais foicado em recuperar os gibis clássicos da minha infância e adolescência. Assim, enquanto a Abril lançava essas merdas tipo "Carnificina Total", eu tava comprando em sebos e lendo coisa boa: "Teia do Aranha" (com a fase Romita), "ESC" (Buscema), "4F" da EBAL (Lee/Kirby), e por aí vai. Passei a 2º metade dos anos 90 mais relendo material clássico do q acompanhando as tranqueiras "modernas" da época, kkk!

      O Vol. 4 do "Aranha" (Ed. Definitiva) era pra sair ainda este ano, mas é compreensível com os atrasos q a pandemia causou. Deve ficar pro começo de 21 (ano em q deve sair o Vol. 5 tbm - já confirmado)!

      "se a referência é obscura ou desconhecida, basta lançar mão daquele velho recurso: a nota do editor! Basta um asterisco e um texto sucinto embaixo"

      Verdade... Isso pra mim é o ideal. E tem gente q ainda reclamava qdo o Paulo Agria (ex-tradutor amigo meu) fazia isso nas traduções da Brainstore (lembro de gente reclamando q tinha mta "nota do tradutor" nas revistas - q deus os perdoe, rs)!

      O Grand Design do "4F" será diferente, pode ficar tranquilo... Aí sim será um projeto realmente ambicioso: com média de 20 a 25 quadros por pág (!) saca só:

      https://comic-watch.com/wp-content/uploads/2019/10/22Origin-of-Dr.-Doom22.jpg

      Abs!

      Excluir
  14. Opa, beleza? Carnificina Total é daquelas que é tão ruim que é bom, não tem como não lembrar do Super Nintendo, Lobo Solitário estou fazendo a coleção e felizmente consegui todas as edições com desconto, quanto a tal polêmica na tradução, nada mais que uma lacrada, feita de caso pensado pra gerar discussão, eu não tenho interesse nessa edição, sigo com o Lobo Solitário e na medida do possível com o Conan, e sempre que aparecer alguma edição como aquela do Demolidor do O'Neil,tenho interesse assim como em Batman Xamã e ano dois. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Francisco... blz?

      Pô, o SNES é sempre uma boa lembrança mesmo, hehe... Tenho um emulador de jogos antigos (mais de 7.000 jogos) e de vez em qdo acabo relembrando alguns dos meus favoritos do SNES: "Street", "F-Zero", "Mário Kart", "Final Fight", etc (é quase como entrar numa máquina do tempo, hehe)!

      O "Lobo Solitário" eu tô bem atrasado nas leituras (parei na 12)... mas comprei até aqui (peguei a 23 no começo da semana) e tô achando EXCELENTE mesmo: Realmente, uma das maiores HQs de todos os tempos (valeu o esforço pra fazer essa coleção)!

      TBM vou de "Demolidor" (do O'Neil) e "XAMÃ"... O "Ano 2" eu passo (não curti mto)!

      Abs!

      Excluir
  15. Li agora a pouco um dos seus comentários, que você cita a desconstrução da Marvel e DC, concordo com tudo e é esse tipo de coisa que não me faz ter interesse nas hqs atuais, sou saudosista mesmo, comecei ler hqs nos anos oitenta e pegar uma SAM, HTV, entre outras, era uma diversão e quando pego um material antigo ainda é. Atuais, salvo algumas exceções, passo longe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm sou mais saudosista em relação às HQs...

      Comecei ainda nos anos 70 (com o "Aranha" e outros títulos da RGE)... e Vivenciei o início da Abril na Marvel com "Cap. América" e "HTV" (e logo em seguida: "SAM"). Assim, fica difícil eu aceitar e gostar do rumo q a Marvel tomou nas HQs atuais: perdeu-se aquela ideia de se fazer BONS gibis e passaram a levantar bandeiras e fazer panfletagem política e ideológica no meio das histórias!

      Engraçado é q antigamente tbm havia certo engajamento com causas sociais e tal... Mas tudo era feito de forma mais coerente e SEM transformarem as histórias em cartilhas com viés político e interesses pessoais. Desaprenderam a fazer BONS gibis!

      Abs!

      Excluir
    2. Endosso integralmente o seu posicionamento, Léo. Com tanto mimimi, politicamente correto, ideologias políticas e de gênero e outras frescuras correlatas, as HQs de hoje estão uma b0$th@.
      Eduardo Mendes

      Excluir
    3. Verdade, Eduardo...

      Algo se perdeu mesmo no mercado atual de HQs... E acho q foi o TESÃO dos escritores e artistas e produzirem boas HQs sem se preocuparem tanto em atender às agendas e cartilhas políticas e ideológicas q infestam esse meio!

      Abs!

      Excluir
  16. Engraçado ver editoras que vivem clamando por democracia ao passo que vendem gibizinhos que só a elite pode comprar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Democracia te dá o direito de não comprar, não compactuar com preços abusivos e buscar pelo melhor custo benefício. Qual editora não é elitista?

      Excluir
    2. Isso é puro jogo de cena. Posar de defensores dos valores "democráticos" mas, na prática, apresentar um viés claramente elitista e excludente, refletido na restrição ao acesso a seus produtos em razão do fator PREÇO. Preço este muitas vezes justificado por uma exuberância desnecessária e que foi artificialmente aplicada ao produto só pra encarecê-lo.
      Isso daria margem a se pensar que, ao invés de excluídos, o que na verdade existe são apenas os excedentes. Ou seja, aqueles indivíduos que são um fardo na sociedade mas que devem apenas ser tolerados como tais, já que representam uma massa de manobra conveniente para determinados casos - como em época eleitoral, por exemplo. Ou, mais sutilmente, para servirem como "objetos de demanda" de certos mandatários e suas negociatas internas e externas.
      Afinal, nesse caso, é possível sempre se contar com a atuação de alguns "institutos" - como as trídes, por exemplo - pra, eventualmente, persuadir o mandatário que não cumpre $eu$ acordo$ envolvendo a massa de manobra a acabar devidamente "suicidado" por aí.

      Mas, voltando a realidade do mercado editorial, "Espadas e Bruxas", da elitista P&N, até que me interessou. Porém, o preço realmente tornou a obra proibitiva pra muitos amantes de quadrinhos. Com o valor anunciado, invisto em outras coisas cujo teor já conheço melhor.
      O (agora famigerado) "Recado a Adolf" só me interessaria a título de curiosidade por ser uma obra do Osamu Tezuka, criador do hilário e ultra-politicamente incorreto "Don Drácula" - cujo mangá tive o privilégio de adquirir há alguns anos, assim como o DVD do clássico desenho animado.
      Só que o "Recado a Adolf" está sendo lançado em dois vols. por $90 bolsonares cada. E vindo com o malsinado "recado" ideológico estampado (e defendido) na tradução antiprofissional daquela editora, concluo que este caso, pra mim, está devidamente encerrado.

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    3. *Tríades

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    4. Adolph Steinbosch,
      este é um canal sobre HQs vamos ficar só nisso. Valeu.

      Excluir
    5. Que este é um BLOG sobre quadrinhos, é algo bastante óbvio. Como óbvio são os três pontos estabelecidos como regra pra limitar as opiniões aqui formuladas.
      Se rigorosamente não são permitidas opiniões que possam estar eventualmente co-relacionadas com a questão dos quadrinhos aqui apresentadas, então, realmente, devo parar de comentar, já que estarei apenas incomodando.

      Só não entendi essa sua manifestação, sr. Roberto Xavier, posto ter dirigido o meu comentário ao L e não ao sr.

      Adolph,
      Adolph Steinbisch

      Excluir
    6. P.S.: na pressa de lhe dar a resposta mais educada que me foi possível, escrevi meu nome errado.
      Mas, não tem importância.
      Um nome a mais ou a menos não fará diferença nenhuma.

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    7. "Democracia te dá o direito de não comprar, não compactuar com preços abusivos e buscar pelo melhor custo benefício. Qual editora não é elitista?"

      1° minha crítica foi ao fato deles terem um viés progressista/esquerdista, usei a pslavra errada porque atualmente sao os grupos de esquerda que tem falado mais em defesa da democracia. Aliás, acho que deu pra entender o recado, já que o Adolph Steinbosch esmiuçou o assunto e deu uma resposta excelente.

      Excluir
    8. "Adolph Steinbosch,
      este é um canal sobre HQs vamos ficar só nisso. Valeu."

      Ah, sim claro. Vou reclamar da tradução com viés político do "Recado a Adolf", mas sem falar de política. A lógica mandou lembranças.

      Excluir
    9. "Mas, voltando a realidade do mercado editorial, "Espadas e Bruxas", da elitista P&N, até que me interessou. Porém, o preço realmente tornou a obra proibitiva pra muitos amantes de quadrinhos."


      Opa, Só pra constar...

      Sempre q eu divulgo um lançamento de HQ aqui no blog... Eu boto sempre o PREÇO CHEIO (valor de capa), pois os descontos variam mto de site pra site e deixo pro leitor peneirar as melhores ofertas e cupons de desconto (como os q a "HQ Barata" oferece)!

      Assim... O "Espadas e Bruxas" (q me interessa tbm mais pela arte do Maroto do q pelas histórias em si) foi relançado à 120 Bonoros (mesmo preço de sua 1º tiragem), MAS eu já vi por 77 pila (um valor mais aceitável) COM um cupom q tava disponível na pré-venda. Agora esse desconto sumiu, mas logo deve aparecer outro (fique ligado na "HQ Barata", q é um site/pág de face de um conhecido meu e q sempre oferece boas ofertas de cupons pra serem usados na Amazon e outros sites!

      Abs!

      Excluir
    10. "Ah, sim claro. Vou reclamar da tradução com viés político do "Recado a Adolf", mas sem falar de política."


      Bem... Eu sei q seria complicado noticiar esse fato ocorrido com a tradução da P&N e ao mesmo tempo restringir comentários envolvendo política aqui (uma das regras q eu fui "forçado" a estabelecer pra evitar as mesmas brigas e desentendimentos q já causaram mtos problemas e danos à este espaço - sem falar no afastamento de mtos leitores)!

      Assim, tive q abrir algumas exceções já q o tema (política) veio naturalmente até nós com um fato q teve grande repercussão (negativa) nas redes sociais. Não tem mto o q fazer, infelizmente: pois é um tema q sempre vai gerar "dissabores" (por assim dizer) entre os 2 extremos e o centrão do espectro político e ideológico!

      E por falar nisso... daqui há 2 semanas tem eleições de novo, pessoal: q momento "tão feliz" da democracia, kkk!

      Abs!

      Excluir
    11. "Adolph Steinbosch,
      este é um canal sobre HQs vamos ficar só nisso. Valeu."

      O povo não tá discutindo política aqui, a crítica foi à postura da editora em ter alterado a fala como bem entendeu, pra fazer militância política. Eles estão livres pra criticarem como quiserem o presidente, só não deviam impor essa ideologia nas obras alheias.

      Espero que ninguém venha comentar algo do tipo "ah, mas foi só coincidência a tradução coincidir com a fala do presidente". tem que ser muito ingênuo e ter muita boa vontade pra aceitar esse argumento.

      Excluir
    12. "Assim, tive q abrir algumas exceções já q o tema (política) veio naturalmente até nós com um fato q teve grande repercussão (negativa) nas redes sociais. Não tem mto o q fazer, infelizmente: pois é um tema q sempre vai gerar "dissabores" (por assim dizer) entre os 2 extremos e o centrão do espectro político e ideológico!"

      como comentei anteriormente, a maior crítica à postura do P&N foi á desonestidade dos caras com essa tradução, à hipocrisia deles.

      estou criticando do mesmo jeito que eles tacharam quem reclamou do filme da Capita Marvel de babacas.

      e essa nem foi a 1a gafe dos caras com mangás, há pouco tempo eles publicaram uma obra chamada "guardiões do Louvre" sem aquela página de explicação do sentido de leitura dos mangás. Muita gente ficou confusa ao comprar e reclamou que a hq tava invertida. O que o Bruno Zago fez? Respondeu a um comentário do Cassius Medauar que dizia "Nada é à prova de idiotas", com um "Pois é".

      Excluir
  17. Oi, Leo.

    Depois dessa babaquice da PN, fiquei meio receoso de adquirir outros produtos deles (embora tenha os livros de Conan -ainda não lidos- deles).

    Pena. Estava quase comprando "As Tartarugas Ninjas" da PN... Se alguém souber se a tradução está legal, favor avisar.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Rodrigo... blz?

      Bah, pior q eu TBM... Esse episódio (patético) me fez perder a confiança e credibilidade q antes eu tinha no trabalho da P&N. Agora eu vejo eles (os editores) como moleques inconsequentes e irresponsáveis q botam seu viés ideológico acima do bom senso e da imparcialidade q uma empresa SÉRIA deveria ter!

      Vou comprar deles o "Espadas e Bruxas" e o "5 Por Infinito" (se for relançado) apenas pela arte do Maroto... Mas devo evitar outras aquisições deles a menos q seja algo estritamente essencial pra mim! Tbm devo esperar pra ler críticas e resenhas dos leitores antes de sequer pensar em comprar qq coisa dessa editora (só pra ter certeza de q não vão fazer tradução CAGADA de novo)!

      Abs!

      Excluir
  18. Graaaaande Submundo. Os comentários, as respostas, as críticas e as réplicas...Único.
    Bruno-SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu mesmo, Bruno...

      Não tenho a menor pretensão de agradar à todos com meus comentários (e imagino q outros leitores tbm não liguem pra isso qdo comentam aqui), mas fico satisfeito em ver q cada espaço (rede social) tem seu próprio tipo de público e comentarista (aqui a pegada é diferente de outros mesmo e é melhor q seja assim)!

      Abs!

      Excluir
  19. Leo o último encadernado de The Walking Desde chegou no seucestado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi... Chegou sim: Nas bancas e na loja daqui. Faz pelo menos 1 mês q comprei!

      Abs!

      Excluir

POR FAVOR, LEIA ANTES de POSTAR:

O "Submundo-HQ" é um blog que preza a amizade e a boa convivência entre os usuários... Assim, NÃO serão aceitos por aqui comentários que incluam:

1) Ofensas pessoais e falta de respeito em geral!
2) Manifestações e militâncias POLÍTICAS (de qq tipo)!
3) SPAM e links de divulgação gratuita de compra/venda de HQs!

Obrigado, e seja sempre bem-vindo ao "Submundo"...

Até+

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...