21/05/2017

"Almanaque Disney": De Volta Às Bancas Após 12 ANOS no Limbo...

O "Almanaque Disney"... É uma das mais clássicas e saudosas revistas regulares da Abril, e apresenta um mix bastante variado de personagens do universo Disney!

Após 12 ANOS do cancelamento da revista (em 2005), o "Almanaque" retorna às bancas do ponto onde parou e reestreia a partir do nº 373 (capa acima). Nesta postagem, vamos relembrar algumas capas clássicas e a trajetória desse almanaque!

Confira abaixo:

O "Almanaque Disney" é uma revista mix com material bastante diversificado que inclui desde os medalhões da Disney: "Donald", "Mickey", "Tio Patinhas", "Zé Carioca", "Pateta"... Até personagens mais secundários (e igualmente carismáticos): "Morcego Vermelho", "Agente 00-Zéro", "Prof. Pardal", "Lobão", "Havita", "Sir Lock Holmes", "Prof. Ludovico", etc! Praticamente todo o Universo Disney já desfilou pelo mix dessa revista: Uma publicação que marcou toda uma geração de leitores! 

Não bastasse a turma de Patópolis... A revista ainda trazia as aventuras do "Zorro" (a clássica HQ baseada na série de TV da Disney de 1957 - e estrelada por Guy Williams) um material sensacional e que (lamentavelmente) não pode ser republicado devido à problemas envolvendo os direitos autorais do personagem (que não estão mais com a Editora Abril)!

Fora isso, o "almanaque" também trazia várias outras adaptações de FILMES e animações da Disney: "Se Meu Fusca Falasse", "Peter Pan", "Robin Hood", "A Espada Era a Lei", "A Ilha no Topo do Mundo", "20.000 Léguas Submarinas", "O Abismo Negro", "Bernardo & Bianca", "A Montanha Enfeitiçada", e muitas outras produções de época que ganhavam no "Almanaque Disney" uma chance de terem uma continuidade e sequência das histórias do cinema!

O nº 1 do "Almanaque Disney" (capa acima) foi às bancas em dezembro de 1970... e tinha lombada quadrada (164 pág - esse nº seria reduzido pra 132 com o decorrer do tempo). A revista durou 372 edições (a capa do último nº - publicado em 2005 - está logo abaixo e traz um capítulo de "Pateta Faz História - Arquimedes"). A ideia da Editora Abril agora é ressuscitar a revista e continuar a numeração do ponto em que havia parado há 12 anos atrás!

O "NOVO Almanaque Disney" (nº 373)... Deverá chegar às bancas a partir do dia 20 de junho (mês que vem) e segundo a Editora Abril (em seu release oficial) terá: Periodicidade mensal, 100 pág, R$ 9,90, e "Lombada Canoa" (!) aliás, essa é a maior bola fora nessa nova encarnação da revista: Adotarem lombada canoa (com grampo) quando o mais tradicional - e esperado pelos leitores - seria manter a lombada quadrada (que sempre foi uma característica básica da publicação)!

Enfim, o conteúdo será em sua maioria INÉDITO no Brasil (com algumas poucas republicações de material raro) e logo nessa 1º edição da retomada teremos no mix: "Donald & Patinhas", "Lobão & Lobinho", "Pena Kid", "Pateta", "Havita", e "Superpato"! A proposta é ótima (trazer um mix variado e material raro), só continuo achando que ainda deveria ter lombada quadrada, até pra reforçar mais o nome de "almanaque" que a revista carrega (e da versão clássica que ela representa)!

Até+

112 comentários:

  1. Oi Leo!

    Infelizmente, em matéria de Disney sou uma negação, e não está me sobrando grana para começar a investir nestes materias ainda.

    Do Zorro eu me lembro, já que meu tio comprou uma edição na época de minha infância e eu encontrei na casa de minha avó esta edição do Zorro:

    http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/almanaque-do-zorro-n-2/alz0031/13134

    Pena que estava rasgada, e eu nunca descobri quem foi o criminoso,(rs!)mas era magistralmente desenhada. Na época desta revista havia além do seriado em preto e branco, o desenho animado que era muito bom e passava no Balão Mágico!

    Pena mesmo que este material antigo do Zorro não possa ser republicado, já que hoje ele pertence à Dynamite,e de certa forma é um dos heróis subvalorizados. Acho que nem filme faria o herói adquirir força novamente, e olha que teve aquele bom filme de 1998 com o Antonio Banderas que fez sucesso; em compensação o a sequência de 2005 sepultou o herói no cinema.

    O mal do Zorro talvez seja que ele é um herói esteriotipado, e hoje ele não alcance o sucesso de outrora e merecido, e olha que ele já tem quase 100 anos de criação, e inspirou vários heróis, inclusive o Batman!

    Uma coisa que sempre me deixou curioso é o misterioso treinamento do herói, ainda mais no tempo em que se passa suas histórias, no início do século XIX. Ele era um excelente lutador marcial para tempos tão singelos, fora suas outras habilidades!

    Se bem me lembro acho que foi um padre que o treinou, existe alguma menção disso, mas nunca é aprofundado!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, a autora chilena Isabel Allende escreveu o romance "Zorro: Começa a Lenda", onde ela descreve a história dos pais do Diego sua infância e o período que viveu na Europa até voltar para a Califórnia. Não li o livro ainda, mas é o próximo na minha listinha.
      Só ouço coisas boas desse livro e até outro dia ele serviria de inspiração para o próximo filme do Zorro que nunca sai da fase desenvolvimento.

      Excluir
    2. Opa, valeu mesmo, Gerson...

      Nunca li nenhum livro do "Zorro", mas esse parece interessante e tbm incluí na minha lista: É um personagem q eu até encomendei uma versão custom em miniatura (baseada na série clássica da Disney) e torço tbm pra q retomem a franquia no cinema (não gostei dos filmes do Antonio Bandeiras: eu queria uma produção mais realista, simples, e com menos "malabarismos" de efeitos e explosões)!

      Até agora, o melhor FILME do "Zorro" q eu vi foi aquele com o Frank Langella!

      Abs!

      Excluir
    3. Nenhum Zorro pra mim supera o do George Hamilton. rs

      Excluir
    4. Sério? Nunca vi esse filme, mas aquela máscara esticada não me deixa levar o Zorro a sério. Eu vi a versão mais antiga desse mesmo filme, com Tyrone Power, eu gostei.

      Só pra ter certeza, é desse filme que você está falando? https://filmow.com/a-marca-do-zorro-t30641/

      Excluir
    5. Oi, Gerson... É desse filme mesmo q eu tô falando: "A Marca do Zorro"!

      Eu assisti de novo não faz mtos anos (passou num madrugadão da net um tempo atrás) e continuei achando um bom filme: É mais conhecido por ser a versão "afeminada" do herói em sua identidade civil, rs: Digo, era parte do disfarce dele agir como se fosse um mauricinho cheio de frescuras e finesse exagerada (bem diferente de seu alter-ego mascarado)! No final, sua identidade é revelada à todos: e ninguém consegue acreditar, rs!

      Abs!

      Excluir
  2. Seria ótimo se essa coleção voltasse a lançar as histórias mais clássicas, invés das histórias mais novas que prevalecem nessa coleção.

    ResponderExcluir
  3. Muita nostalgia! Lembro de ter em casa vários desses almanaques quando era criança e vivia relendo.

    Off topic:

    Já leu o novo Dylan Dog publicado pela Lorentz? Cara, que decepção. A arte é muito boa e o trabalho editorial ficou bacana, mas a história... não me cativou, muita viagem e pouco nexo (estilo o pior do Grant Morrison). Fora que contem várias referências que só fazem sentido para quem acompanha o personagem, parece que visaram os fãs das antigas e esqueceram de também agradar novos leitores (que seria o meu caso). Como publicaram uma história aleatória, poderiam ter escolhido uma mais acessível. Enfim, depois o projeto não dá certo e vão culpar os leitores, o mercado, o governo etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li essa história (recebi a revista este fim de semana, devo ler hoje ou amanhã), mas as resenhas que eu vi online foram até bastante elogiosas. Pessoal falando que mesmo sendo uma espécie de continuação era uma história acessível.

      Agora, se o problema é ser muito "viagem", talvez não seja a série para você. Dylan Dog é SEMPRE muito viajado, faz parte do DNA do personagem!

      Excluir
    2. Depois fale oque achou Hunter.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Gostei. Mesmo sendo (visivelmente!) continuação foi uma edição extremamente acessível.

      Não é a melhor HQ do DD (e eu provavelmente teria escolhido outra mais autocontida para abrir a série), mas é boa. Ser viagem é normal em Dylan Dog e não me incomoda nada, minha história favorita da série (Golconda) é uma das mais viajadas de todas!

      Excluir
    4. Valeu, Hunter.

      Minha história preferida do DD é "Johnny Freak", que aqui saiu naquela mini da Conrad c/ capas do Mignola.

      Aliás essa mini é a única que me sobrou das coleções que tinha com o personagem.

      Depois de alguns anos de descontinuada à da Mythos, eu vendi tudo. junto com a Record pois amarelaram demais.

      Essas novas vou passar... só arriscaria a comprar novamente se fossem edições Color Fest, pela curiosidade.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  4. Olá Leo!

    Curiosos como capas dos almanaques mais antigos conseguiam equilibrar várias informações de forma mais harmoniosa.

    Esse Nº 373 parece mais um anúncio. E verdade seja dita do Nº 372 eu também não gostei não, ficou tudo muito over...

    Acho que pode ser apenas a memoria afetiva falando mais alto.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  5. Olha, lombada canoa foi o único acerto. A Abril não consegue mais fazer lombada quadrada. Já falamos disso antes. Nunca vi em 35 anos de banca, mesmo nas editoras mais amadoras e alternativas, lombadas que impedem o manuseio apropriado da revista, como a Abril tem feito nos últimos anos.

    No mais, é um lançamento para tirar grana dos saudosistas de um tempo que não voltará mais. Esse tem sido o modelo de negócios principal da Abril em relação a linha Disney.

    Do que adianta manter o nome e a numeração? O conteúdo vai ser predominantemente as histórias novas italianas, bem produzidas mas incapazes de criar uma ligação emocional com os leitores.

    Olhe as capas clássicas no seu post e diga se o que vem por aí tem alguma semelhança?

    Desse primeiro número aposto que só o Pena Kid, com certeza republicação, vai salvar.

    A verdadeira notícia é o cancelamento dos almanaques bimestrais. Apesar da lombada grotesca, era neles saiam as reedições do que para mim existe de melhor na Disney, depois do Barks, que são as histórias feitas no Brasil e que foram a espinha dorsal da linha Disney na Abril nas décadas de 1970 e 1980.

    Melhor seria a reedição dos números antigos. Melhor ainda uma reedição fac-símile da Disney Especial primeira edição, em capa cartonada. Nessas revistas sim você tem a representatividade de tudo que foi feito pelo mundo com os personagens disney e histórias que quem leu não esquece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não gosta de nenhuma história nova, já parou para pensar que pode ser que você não seja fã dos personagens Disney e sim de nostalgia da sua infância? Não há nenhum mal nisso.

      Excluir
    2. "já parou para pensar que pode ser que você não seja fã dos personagens Disney". Não é por nada não Hunter, mas o eu e vários leitores achamos de interessante nas HQs são os roteiros bons e divertidos e não exatamente o personagem.

      Entendi seu ponto e concordo, só acho que essa de comprar só pelo personagem só lembra aquelas histórias ruins que só colocavam a participação do Batman para atrair os fanboys.

      Excluir
    3. Ah, mas eu não compro pelos personagens, é pela história mesmo. Só que aí é que é nostalgia falando MESMO, porque os roteiros hoje são BEM melhores!

      Casty é o melhor escritor do Mickey de todos os tempos, por exemplo.

      Excluir
    4. Não vou mentir, não sou dos maiores fãs do Mickey e só curto a fase Gottfredson um pouco porque lembra a pegada do desenho, e de exemplo mais "recente" é só ver o Don Rosa que teve seu auge nos anos 90, então não acho que é o tempo que define as melhores fases.

      Em histórias Disney o roteiro eu acho o de menos, e a crítica e a piada para mim contam muito mais.

      Não resta dúvida, pode falar que hoje, as histórias mais recentes demonstraram que criatividade de roteiros é o que não estão faltando nas histórias, mas o problema está em fazer o público se identificar com o personagem, com o contexto social, com o humor da história. A princípios as vendas poderiam ser melhores e o povo a ler mais, porém o que antes era um entretenimento barato, hoje esta bem caro, pois uma HQ com 26 páginas está em torno de 3 dólares lá, e ainda perguntam porque o pessoal não se aprofunda, rsrs.

      Excluir
  6. Eu vi muita gente falando no Facebook que não vai colecionar por conta da retomada da numeração. Não faz sentido uma revista interrompida por tantos anos retomar numeração.

    ResponderExcluir
  7. Vou procurar nas livrarias pra comprar, esse Almanaque Disney fez muito a minha cabeça no passado, tomara que volte aos seus dias de gória.

    ResponderExcluir
  8. Boa semana! Fiquei muito feliz com esta postagem. Torcendo para que esta retomada prospere e traga bons frutos e historias bem legais.

    Um abraço!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
  9. Ola...acabo de receber via mercado livre dois Almanaque Disneys que eu tinha e me desfiz..com as adaptacoes de Se Meu Fusca Falasse e 20000 leguas submarinas...sera que nessa nova encarnacao do Almanaque teremos republicacao dessas classicas adaptacoes?

    ResponderExcluir
  10. Chorei na capa do Robin Hood...

    ResponderExcluir
  11. Capa canoa? tsc tsc... Esse é o tipo de material que quanto mais visual clássico colocassem melhor, se nos primeiros números fizessem as capas com o desing de vários personagens em quadradinhos compondo o mix iria ser ainda melhor... Quanto ao Zorro é uma pena que não se tenha uma edição de luxo desse material nacional.
    Cesar Leal

    ResponderExcluir
  12. Não faz sentido manter essa numeração, ainda mais sem a lombada quadrada para manter o padrão.

    De qualquer maneira, nunca gostei do Almanaque Disney justamente pelo mix variado. Gostava de muita pouca coisa além dos patos. Essas adaptações de filme então eu nem lia.

    Acho que o único almanaque Disney que comprei, e essa postagem me fez lembrar imediatamente dele e pesquisar no google, foi o número 193 com a história da "Ânfora Misteriosa" que você escolhia o rumo da história.

    http://3.bp.blogspot.com/-C4CrlDaH0-E/USiFwgXx0SI/AAAAAAAAI30/_0p_XWHVBuo/s1600/AD001.jpg

    Vendo essa capa, nem o patinho que não sabia nadar me impediu de comprar, pois na época adorava os livros "enrola & desenrola". rs

    ResponderExcluir
  13. Comungo com a explanação do Carlos Rocha de que são os saudosistas que sustentam as publicações Disney no Brasil. A Editora Abril deveria lançar "fac-similes" de seus antigos sucessos de vendas: Mickey, Tio Patinhas, Almanaque Disney, etc. Vamos esperar para ver se acontece.

    ResponderExcluir
  14. Off-topic: Circulando no facebook foto da "Batman: Descanse em Paz" da Eaglemoss por módicos R$ 59,90!!!!

    ResponderExcluir
  15. Olá Leo!
    Lá vou eu com minhas perguntas fora do contexto das suas postagens. Espero que não se importe... Hehehe :)

    Saiu o conteúdo da edição de "Novos Mutantes - Entre a Luz e a Escuridão" que vai ser publicado pela Panini.
    Teremos New Mutants 18-25 e New Mutantes Annual 1.

    Nos Eua, a fase clássica dos Novos Mutantes pelo Chris Claremont foi republicada em encadernados. Me parece que no total já foram 7 volumes.
    Essa edição que a Panini vai publicar equivale ao 3º Volume dessas republicações... "New Mutants Classic: Vol 3".

    http://marvel.com/comics/collection/21081/new_mutants_classic_vol_3_trade_paperback

    Será que a Panini pretende fazer o mesmo esquema que fez como a fase do Claremont dos X-Men? Publicando retroativamente os volumes até chegar no início da série?

    Abraço!

    ResponderExcluir
  16. leo, saiu o trailer da animação do castlevania(exclusivo da netflix) e tá muito bem feito (nem parece ser do mesmo estúdio que hora da aventura kk) e estou mais empolgado pelo roteiro ser do warren elis e por ele ser fanzaço da franquia(até chegou a falar com um dos criadores)

    ResponderExcluir
  17. Eu tive algumas coisas disney quando criança, mas ja me sentia mais interessado nos herois. Desse Aalmanaque, eu tinha umas 2 edições...uma era a adaptação do filme Pequena Sereia

    ResponderExcluir
  18. Nada como passa na Padaria, comprar pão e eventualmente levar um almanaque Disney pra passar o tempo, sem "obrigação" de colecionar todos os numeros como nos velhos tempos.

    ResponderExcluir
  19. Alias a Abril podia publicar uma edição especial só com as adaptações dos filmes/desenhos da Disney dos velhos tempos. Não precisava nem ser capa dura.

    ResponderExcluir
  20. "O mal do Zorro talvez seja que ele é um herói esteriotipado, e hoje ele não alcance o sucesso de outrora e merecido, e olha que ele já tem quase 100 anos de criação, e inspirou vários heróis, inclusive o Batman!"


    Oi, Elcio... Tdo bem?

    É uma pena mesmo q vc não esteja conseguindo acompanhar essa ótima fase da Disney no mercado nacional atual... As edições de luxo foram um diferencial e a linha toda parece ter ficado mais atrativa nesse revival dos clássicos (o "Disney Especial" já havia retornado às bancas e agora foi a vez do "Almanaque")!

    Qto ao "Zorro"... Bem, esse lance de direitos autorais sempre parece ser mais complexo do q a gente imagina e (infelizmente) acho bastante difícil q esse material clássico do "Zorro" seja republicado por aqui um dia (tbm não entendo direito esse lance de domínio público, e achei q o personagem - pelo tempo de criação - já estaria livre)!

    Esse "Almanaque do Zorro" q vc postou no LINK... eu tbm tive na época: A Abril lançou uns 2 ou 3 "almanaques" devido à grande popularidade do "Zorro" nos anos 70 (graças às reprises na TV)!

    Sobre o treinamento dele... eu não lembro como foi (acho q nem mostraram - talvez tenha sido apenas referenciado ou narrado em flashbacks)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A situação do Zorro em quadrinhos aqui no Brasil é tão difícil que, olhando no Guia dos Quadrinhos, descobri que a Panini publicou as Hqs da Papercutz em 2006 e a mensal durou2 edições de planejadas 4.

      Excluir
    2. Bah, tens razão... Tinha até me esquecido dessas edições, rs:

      Lembro q na época eu não comprei, pq não gostei mesmo dos desenhos e do material em si... Não adianta, o "Zorro" Q VALE pra mim ainda é o da Disney (insuperável)!

      Abs!

      Excluir
  21. "Seria ótimo se essa coleção voltasse a lançar as histórias mais clássicas"


    Eu tbm preferia q o "almanaque" fosse só de republicações dos bons tempos... Mas pelo q eu entendi, o material "inédito" q anunciam: Pode ser de material clássico q foi pulado no Brasil na época (vamos ver)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está muito otimista quanto a seleção das histórias e talvez a Abril possa lançar histórias clássicas a nível "Tesouros Disney", e é por isso que tenho receio do tal material "inédito".

      Excluir
    2. Bem, eu sempre tento ser otimista em tudo: Até q a realidade e os fatos me provem o contrário, hehe!

      Esse "almanaque" pode ser uma das maiores bombas do ano (a seleção pode ser medonha), mas de repente (quem sabe) pode ser q surpreenda tbm e consiga resgatar a dignidade da revista (q não estava numa fase mto boa pouco antes de seu cancelamento há anos atrás)! Só conferindo agora pra sabermos (pretendo arriscar essa nova edição - se for mto ruim, eu paro na 1º)!

      Abs!

      Excluir
  22. "Já leu o novo Dylan Dog publicado pela Lorentz? Cara, que decepção. A arte é muito boa e o trabalho editorial ficou bacana, mas a história... não me cativou, muita viagem e pouco nexo (estilo o pior do Grant Morrison)"


    E aí, Guilherme... blz?

    Eu pulei essa edição, pois nunca li nada de "Dylan Dog" e não quis me arriscar agora (se ainda tivessem começado do início, pode ser q essa nova coleção me atraísse - não foi o caso)!

    Mas de qq forma... essa ed. esgotou rapidamente na loja daqui (Tutatis): Q aliás, foi o único local q recebeu o material!

    Abs!

    ResponderExcluir
  23. "Esse Nº 373 parece mais um anúncio. E verdade seja dita do Nº 372 eu também não gostei não, ficou tudo muito over..."


    E aí, VAM... blz?

    Pensei a mesma coisa, rs... A capa desse nº 373 daria um belo FOLDER promocional da revista, hehe!

    Sou mil vezes o estilo/padronização das capas clássicas tbm...

    Abs!

    ResponderExcluir
  24. "Olha, lombada canoa foi o único acerto. A Abril não consegue mais fazer lombada quadrada. Já falamos disso antes."


    Oi, Carlos... Tdo bem?

    Não tinha visto a coisa por esse ângulo... Mas vc tá coberto de razão nesse ponto: Realmente, a Abril desaprendeu (há anos) como fazer gibis de lombada quadrada, rs!

    Qto ao cancelamento dos "Almanaques" bimestrais de 84 pág (Donald, Tio Patinhas, Mickey, e Zé Carioca)... Te confesso q eu ainda curtia esse formato e lamento por esse cancelamento (embora eu comprasse apenas ed. bem esporádicas - minhas favoritas eram as q traziam temáticas tipo: Só Renato Canini, só Paul Murry, ou especiais: q nem aquele q trazia uma seleção de confrontos entre "Donald X Silva")!

    Abs!

    ResponderExcluir
  25. "Não faz sentido uma revista interrompida por tantos anos retomar numeração."


    E aí, Alexandro... blz?

    Eu tbm achei bobeira retomarem a numeração do ponto onde parou (há 12 ANOS atrás)... Acho q o mais lógico seria reiniciar a numeração desde o nº 1!

    Porém, a numeração não seria propriamente um impedimento pra eu comprar (ou não) essa edição... (é provável q eu compre ao menos essa ed. de reestreia - mas quero folhear na banca antes de decidir)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  26. "Vou procurar nas livrarias pra comprar, esse Almanaque Disney fez muito a minha cabeça no passado"


    E aí, Angel... blz?

    O "Almanaque" chegará às bancas daqui há 20 dias (em junho)... Fique ligado a partir dessa data então!

    Abs!

    ResponderExcluir
  27. "Torcendo para que esta retomada prospere e traga bons frutos e historias bem legais."


    Oi, Fabiano... Tdo bem?

    Boa semana pra vc tbm: E espero (igualmente) q essa nova encarnação do "almanaque" realmente faça a diferença nas bancas e seja uma coleção q valha a pena seguir adiante!

    Abs!

    ResponderExcluir
  28. Olá Leo, tudo bem?

    Vou relatar experiências recentes de atendimento que tive com a Amazon e com a Eaglemoss. Recebi um encadernado com defeito da Amazon e preenchi o formulário para devolução e posterior estorno no cartão. Logo em seguida recebi uma ligação de uma atendente da Amazon dizendo que o estorno seria providenciado e que não seria necessário devolver o encadernado. Ela deu a opção da troca e eu aceitei. Em seguida recebi um e-mail dela confirmando o pedido de reenvio e que eu não precisaria devolver a defeituosa. Uma hora depois recebi outro e-mail de outro atendente dizendo que minha solicitação havia sido processada, que o valor da compra seria estornada e que eu não precisaria devolver o item. Entrei em contato explicando que havia ocorrido um duplo atendimento. Recebi um terceiro e-mail confirmando o cancelamento do estorno e o reenvio da edição. Tudo no mesmo dia, e devo receber a nova edição em três dias. Na Eaglemoss é um pouco diferente. Primeiro você entra em contato informando o ocorrido. Eles geram um chamado e solicitam que você envie uma foto para provar que você está dizendo a verdade. Depois eles te enviam os dados para que você possa enviar a peça pelos correios sem custos de postagem. Após receber a peça é que eles vão providenciar o envio de uma nova peça. Iniciei um processo de troca de Carros do James Bond em 25/04/2017 e ainda não recebi nada. O prazo é para daqui a uma semana. Não tem nem como comparar o atendimento das duas empresas.
    Sobre o encadernado dos Novos Mutantes, está previsto também um encadernado pela Salvat Vermelha. O da Panini traz as edições 18-25 mais a Anual #1. O da Salvat trará as edições 18-21 mais a Marvel Graphic Novel #4. Dei uma pesquisada e a Anual #1 vem cronologicamente logo após a edição 21. Devo optar pela edição da Panini pelo preço (com descontos), mas tinha curiosidade de ler a Graphic Novel. Mas o que eu gostaria mesmo era que fosse publicado Guerras Asgardianas.

    Abs., Carlos - São Paulo.

    ResponderExcluir
  29. "Se Meu Fusca Falasse e 20000 leguas submarinas...sera que nessa nova encarnacao do Almanaque teremos republicacao dessas classicas adaptacoes?"


    Oi, Antonio... Tdo bem?

    A adaptação do FILME: "20.000 Léguas" já foi republicada em 2010 na coleção de "Clássicos da Literatura" (nesta edição):

    https://coa.inducks.org/hr.php?image=https://outducks.org/webusers/webusers/2010/08/br_clt_0012a_001.jpg

    Mas não acho q o NOVO "almanaque" trará adaptações de filmes antigos... o foco (pelo q foi divulgado) será em material inédito mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  30. "Chorei na capa do Robin Hood..."


    Bah, nem me fale... Esse foi um dos primeiros gibis q li na vida: eu era mto pirralho qdo ganhei esse gibi e minha mãe me levou no cinema pra ver esse desenho do "Robin Hood" raposa!

    Abs!

    ResponderExcluir
  31. "Quanto ao Zorro é uma pena que não se tenha uma edição de luxo desse material nacional."


    E aí, Cesar... blz?

    Já vi tentarem HQs novas do "Zorro" (Dynamite)... Mas nem se comparam com a versão clássica q saía no "Almanaque Disney": Eu tbm queria mto a republicação desse material!

    Acredito até q a Abril tenha interesse nisso (seria um material perfeito pras coleções de capa-dura)... Mas eles acabariam esbarrando em trâmites burocráticos pra isso)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Abril publicou alguma coisa do Zorro nos áureos tempos da Dell Comics no gibi do Tio Patinhas durante a década de 1960. Rodolfo Zalla e Alex Toth estavam entre os artistas. Com quem estará o passe desse material no Brasil atualmente?

      Excluir
    2. Não faço ideia, doggma...

      Tendo produção nacional envolvida ainda por cima, a coisa toda fica mais complicada!

      Abs!

      Excluir
    3. Da ultima vez que saiu aqui foi numa edição da LP&M com o material incial do Toth...
      Cesar Leal

      Excluir
    4. Pois é, Cesar... Eu soube da existência dessa edição muitos anos depois dela já estar esgotada nas livrarias, rs!

      Nem com meus bons contatos na L&PM (sou amigo de um dos diretores) eu consigo esse "Zorro" hj em dia, rs!

      Abs!

      Excluir
    5. Essa edição da L&PM ainda tem um porém, foram as primeiras histórias do Toth que adptavam os primeiros episódios da série de TV, a abril na época publicou a primeira (com a origem) e ignorou a outras em prol de apresentar material com enredo diverso dos episódios o que originou o material nacional do personagem.
      Cesar leal

      Excluir
    6. Opa, valeu mesmo, Cesar...

      Não sabia q a Abril tinha pulado tudo isso do Alex Toth: Pois na época eu tinha os "almanaques do Zorro" e uma q outra história dele espalhada por diversos mixes... mas eu tava ligado q mesmo assim havia mta coisa q eu havia perdido e q saía em antigos "almanaques disney" q nunca cheguei a ter!

      Mesmo assim, nem sendo amigo de um dos donos da L&PM eu consigo essa ed. do "Zorro" agora, rs!

      Abs!

      Excluir
  32. "a história da "Ânfora Misteriosa" que você escolhia o rumo da história."


    E aí, SEMI... blz?

    Puxa, eu nem sabia da existência dessa história estilo: "Você Decide", rs... nessa época eu já não comprava mais nenhum gibi (foi naquele período de 10 anos em q passei afastado do meio)!

    Meu último "Almanaque Disney" é esse q eu postei na matéria (por volta do nº 150) q trazia no título: "O Tesouro do Pirata"!

    Abs!

    ResponderExcluir
  33. "A Editora Abril deveria lançar "fac-similes" de seus antigos sucessos de vendas: Mickey, Tio Patinhas, Almanaque Disney, etc."


    Oi, Tadeu... Tdo bem?

    Assino embaixo tbm, pois acho q o sucesso dos "Manuais Disney" demonstram o potencial desses relançamentos em fac-símile! O 1º título q me vem à mente pra uma republicação idêntica à original é o "Cinquentenário Disney":

    https://coa.inducks.org/hr.php?image=https://outducks.org/webusers/webusers/2011/02/br_cinq_0001a_001.jpg

    Essa poderia ser até mesmo a reestreia da Abril no formato das edições GIGANTES (q nem o "Tex Gigante em Cores", rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  34. "Batman: Descanse em Paz" da Eaglemoss por módicos R$ 59,90!!!!"


    Eu vi isso, SEMI... Hahaha: a macacada da Eaglemoss tá insana, rs!

    É reajuste q não para mais... E ainda mais numa tranqueira dessas (se ao menos escolhessem uma edição melhorzinha pra mandarem esse aumento abusivo, né)?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem eu que gosto desta saga pagaria isso.ABSURDO.
      Fernando

      Excluir
    2. Mas quem disse que tem? Nenhuma edição dessa coleção vale R$ 60!

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. E não vale mesmo...

      60 reais é mto pra essa seleção duvidosa da Eaglemoss (e com as porquices de revisão deles)!

      Abs!

      Excluir
    4. Eu já tinha pisado no freio com a Eaglemoss (estava valendo muito mais a pena comprar no site com as promoções). Mas como esse novo aumento, como parei a lombada no "tm" do logo da DC, agora é estacionar e desligar o motor mesmo.

      Se pintar um saldão daqui a algum tempo, a gente conversa. É como o VAM falou, NENHUMA edição dessas coleções vale 60 dinheiros.

      Excluir
    5. Pois é, SEMI...

      A Eaglemoss tem feito uns "SALDÕES" de vez em qdo em seu site oficial... já comprei algumas miniaturas com bons descontos e frete grátis (mas tem q ficar de olho no site regularmente)!

      Não duvido q os encadernados dessa coleção tbm entrem no pau daqui a pouco... Mta gente q eu conheço tem abandonado essa coleção por conta dos sucessivos aumentos de preço (a editora tem exagerado na dose mesmo)!

      Abs!

      Excluir
    6. SEMI e LEO, mencionei anteriormente meu interesse em pegar a edição "Louco(s) de Amor" SE a mesma for igualzinha em conteúdo a "Mad Love and Other Stories" (somente com histórias de Timm & Dini) mas isso foi antes desse novo aumento.

      Mesmo querendo, 60 pilas não pago não...

      E teria ainda a possível "A Era de Ouro / JSA: The Golden Age" de James Robinson na "improvável?" extensão, mas até lá esse valor de 60 será ainda maior...

      Vou ficar com as minha da Metal Pesado, todas mofadas...

      Abs,
      VAMM!

      Excluir
    7. E tem mais, pra encerrar o assunto. Nem que assinou lá no começo e que ainda paga pouco menos do que 30 pila por cada edição, não teve vantagem nenhuma justamente pelo "conjunto da obra".

      Enfim, cada uma sabe qual destino dar a seu din-din...

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    8. E aí, VAM... blz?

      Olha, eu tbm não pago 60 reais nesses encadernados da Eaglemoss SABENDO q são feitos nas coxas (com erros de revisão diversos) e q possuem grandes chances de serem relançados pela Panini depois (em formatos mais econômicos)!

      Me interessaria ainda: "Caçadores" e "Era de Ouro"... Mas algo me diz pra esperar uma oportunidade melhor (ou desconto em encalhe ou repetéco na Panini)!

      Abs!

      Excluir
    9. Acho que os dois únicos encadernados que paguei mais de 60 dinheiros foram o Conan e Hellboy da Mythos.

      Eaglemoss surtou de vez.

      Excluir
    10. E a Eaglemoss já esteve SÃ alguma vez? rs...

      Olha, tô pra te dizer q nunca vi uma empresa do ramo de colecionismo aprontar tantas cagadas e pilantragens em tão pouco tempo de atuação no mercado (e olha q botei a Pandora e Brainstore no bolo)!

      Abs!

      Excluir
  35. "Saiu o conteúdo da edição de "Novos Mutantes - Entre a Luz e a Escuridão" que vai ser publicado pela Panini. Teremos New Mutants 18-25 e New Mutantes Annual 1"


    E aí, Gabriel... blz?

    Não se preocupe, aqui ninguém liga pra perguntas fora do assunto principal das postagens... pois pra mim: GIBI é GIBI e dentro desse tema tá tudo no contexto geral, hehe (pense no setor de comentários do blog como se fosse um butéco, rs)!

    Qto aos "Novos Mutantes"... O q me informaram é q a Panini decidiu começar a coleção pela fase desenhada pelo Bill "5 e 20" (como eu apelidei ele, rs): Por ser a mais consagrada da equipe!

    Assim, é pouco provável q façam uma ordem retroativa nesse caso... e a ideia tbm seria publicar apenas os Vol. 3 e 4 (q completam essa fase do "5 e 20"): Acima disso, só se vender MUITO bem! Particularmente, torço por isso: Já q o Vol. 5 seria desenhado pelo Arthur Adams (q eu gosto da arte)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez a edição da CH com os Novos Mutantes tenha dado um bom retorno.

      Essa fase (pós Guerras Asgardianas e pré Massacre de Mutantes) é toda inédita pra mim, pois saía na revista do Hulk naqueles mixes doidos (que eu passava longe) da Abril .

      Só li a partir o que saiu em GHM 31:
      http://static.cloud-boxloja.com/lojas/sxr2w/produtos/f186feb3-dd10-4d52-a429-9994fa298994.jpg

      Lamentável que com tanta coisa boa a Panini resolva mais uma vez furar o olho da Salvat.

      Excluir
    2. É bastante provável mesmo, SEMI... q os "Novos Mutantes" tenham atraído a atenção do público após algumas ed. da "CHM" (onde interagiram com os XM)!

      Mas NESSE caso, não tenho dúvidas de q a intenção tenha sido aquela boa e velha "furada de olho" na Salvat, rs... É mta coincidência anunciarem logo a fase do "5 e 20" logo q a versão da Salvat tá pra sair em breve!

      No mais... Eu tbm pulei mtas ed. do "Hulk" na Abril: essas ed. dos "Novos Mutantes" serão novidade pra mim tbm!

      Abs!

      Excluir
    3. Se a Salvat fosse mais ágil modificava o lançamento do conteúdo da edição, mantinha a graphic de origem que é inédita por aqui e publicava o primeiro arco (mesmo tendo os dois primeiros números saída na CHM da Ninhada ainda teria mais material inédito) ou surpreendia mesmo e publicava uma saga que a Panini ainda nem chegou perto como Guerras Asgardianas que o grupo participa...
      Cesar Leal

      Excluir
    4. Bem nessas, Cesar...

      Eu acho q "QDO HÁ" boa-vontade... a Salvat consegue alterar alguma coisa ou outra em relação à coleção do exterior!

      Já tivemos a ed. do "Mercúrio" (q ficou com conteúdo exclusivo pro Brasil: uma bosta de saga assim mesmo, mas nos pouparam de um repetéco do "Herdeiro")... E agora a da "Jean Grey" (bem diferente da original)! Podiam se puxar mais com os "Novos Mutantes" tbm!

      Abs!

      Excluir
  36. "leo, saiu o trailer da animação do castlevania(exclusivo da netflix) e tá muito bem feito (nem parece ser do mesmo estúdio que hora da aventura kk)"


    E aí... blz?

    Valeu pelo aviso, vou procurar esse trailer no youtube então... Pois eu tbm sempre fui fã de "Castlevânia": Eu tinha o 3º jogo da série no SNES!

    Só não sabia q o roteiro da animação é do Warren Ellis... Mais um motivo pra eu me ligar nessa série!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. por coincidência a série irá se basear no terceiro jogo (que na época era cronologicamente o começo de tudo)

      Excluir
    2. Não ligo muito pra Castlevania mais fiquei curioso... Vou assistir.

      Excluir
  37. "Eu tive algumas coisas disney quando criança, mas ja me sentia mais interessado nos herois."


    E aí, Adriano... blz?

    Qdo eu era criança (no começo dos anos 70) minha mãe só me comprava gibis Disney (e outros na mesma linha)... Fiquei um período lendo e curtindo apenas esses gêneros, até q aos 7 anos eu comprei meu 1º gibi de super-herói: O "Aranha 7" da RGE (em 1979)!

    Mesmo depois de ter conhecido e aderido ao gênero dos "supers", ainda fiquei um tempo intercalando gibis Disney com Marvel/DC!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu desejaria mil vezes rever aqueles gibis do Donald dos anos 90 do que esses encadernados de super-heróis.

      http://www.casadogibi.com.br/ImagemProdutos/5_patodonald1886.jpg

      Acho divertidas as histórias e até interessantes as histórias dos "supers", mas os gibis do Donald ainda está no meu topo, ainda mais os com as fac-smiles com aquela "logo", rsrs.

      Excluir
    2. Verdade... esse logo mais antigo (anos 80-90) do "Donald" pra mim ainda é o melhor (e mais marcante) q a revista já teve!

      Mtas dessas histórias (nessa fase) costumavam ser republicadas em "Disney BIG" (e outros almanaques recentes)!

      Abs!

      Excluir
  38. "Alias a Abril podia publicar uma edição especial só com as adaptações dos filmes/desenhos da Disney dos velhos tempos"


    E aí, gustavo... blz?

    Bons tempos mesmo em q mandavam a gente ir no mercadinho da esquina comprar pão e sobrava troco pra uns gibis, rs!

    E putz, eu iria adorar uma edição só de adaptações de FILMES e desenhos clássicos da Disney... Tem um farto material (de qualidade) pra ser reaproveitado aí!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se só de ler a história de "A Espada era a Lei" em um dos encadernados recentes fez a lágria cair, imagina um só com as adaptações, mas infelizmente é só sonho o que você falou.

      Excluir
    2. Se não me engano, foi nesse desenho animado da "Espada Era a Lei"... q surgiu a "Madame Min" (q depois foi incorporada aos gibis)!

      Mto bom mesmo... pena q a Disney perdeu a mão ao longo dos anos e não consegue mais produzir desenhos bacanas q nem esses!

      Abs!

      Excluir
    3. A Espada era a Lei vem do livro The Sword in the Stone de T.H. White - a Min era personagem de lá!

      Excluir
    4. Opa, valeu mesmo, Hunter...

      Não sabia q esse desenho era adaptação de livro... Agora fiquei curioso pra ler esse material (o desenho eu tenho em DVD - mas já faz mto tempo q não revejo)!

      Abs!

      Excluir
    5. É curioso, porque The Sword in the Stone foi publicado antes como livro separado (foi essa a versão que a Disney adaptou) direcionado ao público juvenil, mas mais tarde foi incorporado na obra The Once and Future King do mesmo autor, que se propõe a recontar a história do Rei Arthur (e é hoje DE LONGE a versão mais popular dessa história no mundo), só que no processo muitos dos elementos "juvenis" do livro original foram limado, inclusive...

      ...a parte da Madame Min! Curioso, não?

      O livro original ainda é comercializado separadamente na versão original em língua inglesa, mas 90% das edições da história são na versão final. Inclusive a brasileira:
      https://www.amazon.com.br/Espada-Na-Pedra-T-White/dp/8581861121

      Na sua versão original ESSE é o livro que inspirou Books of Magic e Harry Potter, entre muitas outras histórias de "menino predestinado que recebe lições de magia". A versão final, como eu já expliquei, remove muitos dos elementos de fantasia para encaixá-lo melhor no resto da narrativa "arturiana".

      Excluir
    6. Olha, eu tava procurando os livros do Rei Arthur pelo T. H. White e descobri que a editora Hamelin republicou o primeiro "A Espada na Pedra", e o segundo "A Rainha do Ar e das Sombras". Infelizmente isso foi a alaguns anos e não sei se ela vai republicar os 3 livros da série. Pelo menos, segundo minha pesquisa, a Espada era A Lei usou apenas elementos do primeiro livro.

      Excluir
    7. Valeu mesmo pelas explicações, Hunter e Gerson...

      Bem, confesso q meu interesse diminuiu um pouco agora ao saber q a parte da "Madame Min" foi limada dessa versão final (mais "arturiana"): Mesmo assim, ainda é inegável a influência dessa obra em outras franquias da cultura pop!

      E por falar nisso (por coincidência)... me falaram horrores dessa nova versão cinematográfica do "Rei Arthur" (não adianta, acho q no cinema não superam mais o "Excalibur" de 1981)!

      Abs!

      Excluir
    8. Você pode sempre comprar a versão britânica...

      Eu tenho a versão final, mas tenho mais interesse na narrativa arturiana propriamente dita do que em um clássico da fantasia juvenil.

      Excluir
    9. Entendo... tem esse outro lado mesmo: de repente, a pegada da versão final tenha ficado menos juvenil (creio eu)!

      Abs!

      Excluir
    10. Era essa a ideia, mas eu teria de ver as duas para comparar.

      Repare que as duas versões já existiam na época do desenho da Disney e o Waltão preferiu adaptar a antiga!

      Excluir
    11. Acho q pro desenho ele fez uma boa escolha então... Pelo menos fez render a "Madame Min" (uma bela aquisição nos gibis disney)!

      Por falar nela... até q ela anda bem sumida de histórias mais atuais, hein?

      Abs!

      Excluir
  39. "Vou relatar experiências recentes de atendimento que tive com a Amazon e com a Eaglemoss."


    Oi, Carlos... Tdo bem?

    Nossa, q diferença de atendimento entre essas 2 empresas, hein?

    Nunca precisei trocar nada na Amazon, mas na Eaglemoss sim: Eu iniciei um processo de troca qdo comprei um PACK da "Rocha Lunar & Homem-Radioativo"... Ela veio com defeitos de pintura (tinta descascada) mas os FDP da Eaglemoss queriam q eu mandasse junto o "radioativo" q tava perfeito!

    Aí eu desisti de seguir adiante com a troca, pois não quis arriscar de mandar as 2 peças de volta... achei mais prático eu mesmo fazer os devidos retoques na pintura (é menos dor de cabeça e menos risco de me incomodar ainda mais)!

    Qto aos "Novos Mutantes"... Eu tbm queria mto ler a Graphic Novel, mas vou ficar com a versão da Panini mesmo (q estará mais completa)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E nada vai impedir futuramente da Panini publicar a GN separada, afinal mesmo inédita no Brasil ela tb é uma das GNM oitentista.

      Eu não me apressaria em pegar a da Salvat apenas por conta dela.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Bem pensado, VAM...

      De fato, a Panini ainda poderá lançar essa graphic novel no mesmo formato das demais novels oitentistas q ela tem lançado! Principalmente como o material já traduzido (após a ed. da Salvat)!

      Abs!

      Excluir
    3. Penso que o Anual que vai sair é inédito também. Primeira aparição da Lila Cheney! Acho que do Guido também...

      Excluir
    4. Esse Guido é o "Fortão", né?

      Acho q não tenho nada dele na coleção e só conheço ele de nome ou participações especiais... Mas o rosto dele me lembra mto o "Ranxerox" (será mera coincidência)?

      Abs!

      Excluir
    5. "...o material já traduzido (após a ed. da Salvat)!"

      As vezes até antes, Leo.

      Só não fizeram com isso com A Morte do Mar-Vell, pois adiantaram o Shamballa por conta do filme.

      Afinal eles não são selvagens, disponibilizaram antes a senha do Wi-fi...

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    6. Nem coleciono esses "bonecos" aí. Eu peguei os que queria pelo "Marvel Xadrez" que teve aqui no Brasil. Comprei Homem-Aranha, Thor, Hulk, Homem de Ferro, Fênix Negra, Venom, Wolverine e Dente-de-Sabre. O que fazer se o Xadrez era mais barato e era bom do mesmo jeito...

      Excluir
    7. Ele mesmo. É uma homenagem confessa ao Ranxerox.

      Excluir
    8. Ah, bom... Sendo homenagem confessa tá valendo então (achei q pudesse ser coincidência ou plágio - só conheço visualmente a figura, rs)!

      Em tempo... esse papo sobre "Ranxerox" me reativou a vontade de reler o encadernado (um belo trabalho da Conrad)!

      Abs!

      Excluir
    9. Quando você pensa nisso, a Abril pulou várias histórias importantes dos Novos Mutantes. Seria pressa de chegar à fase do Sienkiewicz?

      Nunca li o anual, mas não pode ser pior do que um dos X-Men que apareceu como história secundária nesta GHM:
      http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/grandes-herois-marvel-1-serie-n-28/ghm0301/6122

      Fraca, fraquíssima tentativa de refazer a magia da história que a Kitty conta para a Illyana (ainda uma menina) na segunda fase do Cockrum. Não adicionava nada à cronologia nem tinha arte boa o suficiente (Steve Leilaloha queria ser Bill Sienkiewicz, mas nunca chegou nem perto) para justificar a publicação.

      Qualquer dia pergunto ao Jotapê qual foi a lógica nisso.

      Excluir
    10. Oi, Hunter... Essa ed. de "GHM" (XM Vs. Drácula) é uma q eu nunca tive e sempre quis ler:

      Ela ficou de fora da compilação da Abril: "Drácula Vs. Super-Heróis Marvel" (em 2 formatinhos) e é uma ed. difícil de se conseguir em sebos (até já achei, mas tava mto judiada pra eu comprar)!

      E parece q qdo se fala em "Novos Mutantes": todo mundo tem pressa pra chegar logo na fase do Sienkiewicz: Taí a Panini q pulou direto pro 3º TP americano, rs!

      Abs!

      Excluir
    11. Tem certeza? Eu até consegui achar essa GHM na época, mas tenho quase certeza que essa história saiu nessas duas edições da Abril (junto com a outra história do 5 e 20 que saiu na mensal).

      Já esse anual com a Kitty deve ser tão ruim que minha memória deletou.

      Excluir
    12. Q eu me lembre, o conteúdo dessa GHM tinha ficado de fora sim da compilação do "Drácula X SHM"...

      Mas eles chegaram a publicar um dos encontros anteriores dos XM com o vampiro... Tbm pularam o 2º confronto do "Dr. Estranho X Drácula"!

      Abs!

      Excluir
    13. Pularam tb o encontro do Thor com o dentuço, onde ele rapta a Lady Sif, esse tá inédito por aqui até hj...
      Cesar Leal

      Excluir
    14. Esse eu nem conhecia, Cesar...

      Mas será q é tão ruim assim a ponto de terem pulado um encontro ente "Thor X Drácula"? Digo, achei a ideia interessante e imagino q tenha potencial comercial (pq será q pularam)?

      Abs!

      Excluir
    15. Eu já li essa edição e um amigo, a história é meio fraca, do tempo em que Thor e alguns deuses estavam exilados na terra (fase lá pelos números 80 de HTV) mas apesar de inferior aos outros encontros não era tão ruim, junto com o material do Dr Estranho e a que vc mencionou dos XM que não republicaram daria uma terceira edição redondinha dos heróis Marvel vs Drácula, mas não tenho idéia pq a abril não fez isso...
      Cesar Leal

      Excluir
    16. Bem, essa fase do "Thor" por volta de HTV 80 (eu tenho atualmente a revista até o nº 60) era bem fraquinha em linhas gerais mesmo... ainda mais pra quem já havia vivenciado as fases Kirby e Buscema!

      Já esse 2º confronto do "Dr. Estranho X Drácula"... Saiu nos primeiros nº da revista mensal dos XM (q substituiu a HTV): Mas não tenho essas ed. (tenho só o conteúdo mutantes delas q foi republicado depois em "Melhor dos XM")!

      Abs!

      Excluir
  40. Olá, gostaria de enviar sugestão de pauta. Mando para qual e-mail.com?

    Att.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Flávia... Tdo bem?

      Pode mandar pra leoradd(arrôba)gmail(.com)!

      Abs!

      Excluir
  41. Ahhh..fez a matéria que pedi!! xD Ficou nota DEZ..completa..resta saber a e revista ficou boa mesmo..bora vê nas bancas! ;) Abçs do Xandro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Xandro... blz?

      Q bom q tu curtiu, brother... Valeu pela dica mesmo: Gostei mto de pesquisar as capas clássicas e "viajei" legal (no Túnel do Tempo) enquanto escrevia a postagem, rs!

      Agora saber se a revista realmente presta... já é OUTRA etapa do processo, hehe!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...