22/08/2016

"TOP 100 - Parte 9" (Nº 11-20): As Melhores HQ's do "Submundo"...

A "Parte 9" do "TOP 100" das Melhores HQ's do "Submundo" (lista baseada estritamente em gosto pessoal).... Traz mais uma fornada de gibis novos e antigos que figuram entre os meus favoritos de todos os tempos! São 10 matérias ao todo (listadas em ordem retroativa - até chegar ao TOPO com as melhores)!!!

Nesta 9º Parte (As HQs de nº 11-20 da lista): "A Teia do Aranha", "Marvels", "Reino do Amanhã", "CHM dos X-Men" (Vol. 2), "X-Men: A Fênix Negra", "Heavy Metal", "Ranxerox", "Hitman", "Sláine - O Deus Guerreiro", e "Habibi"!

Confira abaixo (e não perca a seguir a ÚLTIMA parte deste "TOP 100"):

Nesta 9º parte do "TOP 100"... Nos aproximamos da reta final com 10 HQs impactantes que tiveram seus méritos pra figurarem entre as minhas 20 preferidas. Não foi fácil chegar nessa seleção diante de uma uma infinidade de ótimos quadrinhos de gêneros e estilos bem variados. E começo destacando a revista: "A Teia do Aranha" em suas edições de nº 1-74, que cobriram a melhor fase do aracnídeo nos quadrinhos. Stan Lee & John Romita souberam aproveitar bem todo o elenco de coadjuvantes na vida de Peter Parker (tornando interessante acompanhar a rotina do herói) e criaram (ou desenvolveram melhor) uma galeria de vilões das mais respeitáveis! Acima, a capa do nº 1 da "Teia" (ainda em formato magazine - a partir do nº 5 a revista foi rebaixada pro formatinho). A ordem cronológica foi seguida depois desse confronto com o "Dr. Octopus", e no nº 23 relembramos "A Morte de Gwen Stacy" (que deveria ter sido o final da revista: Prolongada por mais edições diante do sucesso)! Na ed. nº 74, o "Casamento do Aranha" encerrou a fase de republicações de material clássico e a revista seguiu adiante trazendo material inédito interligado com a mensal (aí eu parei, rs)!

"Marvels" e "Reino do Amanhã"... São 2 das séries mais ÉPICAS já produzidas nos quadrinhos (ambas com a arte gloriosa de Alex Ross)! Em "Marvels", o leitor acompanha a ORIGEM do Universo Marvel através dos olhos (e da lente) do fotógrafo Phil Sheldon: Desde a criação do "Tocha Humana" original na Era de Ouro (final dos anos 30), passando pela chegada de "Galactus" e do "Surfista Prateado" (o mais perto que a humanidade havia estado do apocalipse até então) e da proliferação de super-heróis e vilões por todos os lados (as tais "maravilhas" retratadas pelo personagem central: uma pessoa comum)! Já em "Reino do Amanhã", o leitor pode vislumbrar o futuro da DC: E é um futuro amargo e sombrio pros heróis (agora já envelhecidos e tendo de lidar com uma nova geração de super-seres). Mais uma vez a arte de Alex Ross se torna épica na retratação dos heróis e nas empolgantes sequências de ação (com destaque pro quebra entre "Superman X Shazam")!

A "CHM dos X-Men" (Vol. 2) e "X-Men: A Fênix Negra"... São 2 das edições mais essenciais e obrigatórias da equipe mutante e foram publicadas há pouco tempo pela Panini. Esse 2º Vol. da "CHM" apresenta a estreia dos "Novos X-Men": A formação dos anos 70 que trazia: "Wolverine", "Tempestade", "Colossus", "Noturno", "Pássaro Trovejante" (que morre logo no começo), e alguns dos XM originais: "Cíclope" e "Fênix". Essa foi a gênese mutante: A reformulação que alçou a equipe ao sucesso nas HQs! Porém, o auge dessa fase foi: "A Saga da Fênix Negra" - Uma aventura cósmica de proporções avassaladoras (com genocídios e destruição de mundos inteiros, batalhas com cruzadores espaciais, e uma tragédia final que chocou os leitores da época)! Ainda hoje, essa é a fase definitiva dos "X-Men"!

A "Heavy Metal" é uma revista mix (criada nos anos 70 e baseada na "Métal Hurlant" francesa) voltada pro gênero de fantasia e sci-fi (com pitadas de sexo e erotismo)... Por suas pág. passaram alguns dos maiores nomes dos quadrinhos mundiais: Moebius, Manara, Serpieri, Druillet, Bisley, Corben, e muitos outros! A revista teve algumas tentativas no Brasil (a capa acima é de uma das minhas edições favoritas que trazia uma história da "Druuna") mas nunca foi muito longe por aqui (eu tenho muitas ed. importadas compradas num balaio no fechamento de uma loja)! E "Ranxerox" (que também fez parte do mix da "Heavy Metal") teve uma ed. completa pela Conrad (capa acima): Com níveis máximos de ultra-violência (um maluco invade um metrô lotado e passa uma serra elétrica em todo mundo), "Ranx" é um andróide construído com peças de uma máquina de xerox e um PUNK revoltado (que vai descer o cacete em geral pra proteger sua amada Lubna)! O criador de "Ranx" (Tamburini) morreu de overdose e deixou a série inacabada (a HQ foi concluída muitos anos depois com a ajuda do artista original (Liberatore)!

"Sláine - O Deus Guerreiro": É uma obra-prima dos quadrinhos da 2000 AD. Publicado no Brasil pela Pandora (em mini-série de 7 ed) e no mix da revista do "Juíz Dredd" (em sua fase clássica em P&B), "Sláine" é um guerreiro celta em um universo repleto de monstros, feiticeiras, e batalhas sangrentas. À 1º vista pode parecer uma cópia de "Conan", mas tá longe disso e mistura elementos poéticos e oníricos que lembram o estilo de "Sandman". Destaque pro mau-humor do anãozinho "Ukko" (que acaba sendo justamente o alívio cômico da série, rs). A Pandora lançou um "encalhe" em capa-cartão (vale a pena procurar)! E em "Hitman" de Garth Ennis: Um assassino profissional atuando em Gotham, cedo ou tarde iria se deparar com o "Batman" (o que já ocorre já na 1º edição). A HQ tem todos os elementos que fizeram a fama de Ennis (humor negro e situações bizarras de gosto duvidoso)! Destaque pro "Gato-Sinal" (um gato morto jogado num holofote pra chamar a "Mulher-Gato") e pra uma grotesca equipe de "heróis" formada por tipos decadentes: "Six Pack" (um bebum), "Bueno Excelente" (que combate o crime com o poder da perversão: enrabando bandidos), "Defenestrador", "Catarro", e "Maçari-Cão" (que "cola" cães mortos nas pessoas com um maçarico)! "Hitman" ficou pela metade no Brasil (seriam 60 ed. ao todo)! 

"Habibi"... Por fim, uma edição que eu acabei achando uma leitura surpreendente. É uma fábula (tipo as "1001 Noites") que narra a história de 2 escravos: Uma garota que foge de seus captores levando consigo um bebê. O tempo passa, e os 2 crescem juntos no deserto. A criança (um menino) se apaixona pela mãe adotiva e não sabe como lidar com esse sentimento. A mente e a alma do garoto são torturadas o tempo todo por esse amor impossível. Ele presencia o estupro de sua "mãe" por um mercador de escravos e se envergonha por não poder salvar sua amada e por não conseguir lidar com o ciúmes e o prazer que lhe atormentam. O tempo é cruel com os 2 protagonistas, ele passa e afasta cada vez as possibilidades desse amor se tornar algo concreto (muitos sonhos e fantasias se intercalam com a realidade). A leitura é densa, pesada, e nem teria como seria diferente diante dos tormentos e problemas psicológicos enfrentados pelo protagonista! São mais de 600 pág numa ed. única que é um "tijolo"!

Até+

PS: Menção Honrosa (5 HQs que ficaram de fora do "TOP 100" mas que passaram perto, rs): "Juíz Dredd - América", "Arquivos Secretos do Homem-Aranha", "O Mundo de Krypton" (Ebal), "Hitman Vs. Lobo" (Esse Estúpido Putardo), e "Kull - O Conquistador" (Superaventuras Marvel)!

151 comentários:

  1. Tudo bem Leo.
    Já tínhamos conversado sobre o Guia Ebal, que o Lenimar lembrou bem e o RGE onde enviei alguns scans completos de Flash Gordon, Dick Tracy, Pafúncio e Flecha Ligeira ainda no início da página. Os do Tracy não são as capas que enviei, (portanto não devem ser meus scans) essas capas são do Guia dos Quadrinhos. Acho que a dificuldade de colocar os meus é que eu não sei editar direito e as imagens vão muito cruas, páginas inclinadas (rsrsrs) e aumenta o trabalho do pessoal lá. De qualquer forma tem muita coisa, o site tá muito bom. Não acompanho porque não me acostumei ao quadrinho na tela, só uma olhada pra ver como é. Mas como te disse as histórias da EBAL, RGE que enviei pra você tem lá, senão eu envio pro pessoal ver.
    Agora, quanto a essa Guerras Secretas, não peguei (Rio capital) o número 1, e agora não tem mais, queria saber do pessoal aqui que leu o que achou, pra saber se corro atrás.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li guerras secretas por scan.Achei bacana a história,mas tem partes descaradas de game of thrones.Silvio Gularte

      Excluir
    2. O site TAVA muito bom, até aqueles mercenários resolverem que pra baixar os arquivos, a pessoa tem de se cadastrar DOANDO dinheiro pra eles, ou pelo menos mandando scans de revistas que eles ainda não tenham digitalizado. Sei que todo site requer manutenção, mas restringir o acesso ao invés de humildemente pedir doações é coisa de mercenário, de gente que quer faturar em cima de material protegido por copyright. E isso tem nome: ROUBO!

      Excluir
  2. E ai Leo. Com relação a Teia do Aranha até entendo porque se parou a partir da edição 75, mas me lembro que as histórias publicadas no gibi, interligado com o mensal do Homem Aranha, ainda publicava boas tramas, como o confronto da tia May contra o Abutre, ou as loucuras do Duende Harry. Claro que tudo foi pro ralo quando surgiu a saga Clone. Porém, havia uma série dentro de Teia do Aranha que se chamava Arquivos Secretos do Homem Aranha, que recontavam histórias do personagem ainda novo e eram até bem boas.

    "Marvels" retrata um principio de uma era mais dourada. Já "Reino do Amanhã" é um retrato do principio de um fim e acho que já conversamos sobre isso né, que caso houvesse um final para o universo DC deveria ser esse mesmo.

    A Fênix Negra é a melhor fase dos mutantes de todos os tempos e dito e feito.

    ResponderExcluir
  3. Tadeu Olivetti18/08/2016 10:31

    Tudo bem Leo? O sucesso do Homem-Aranha se deve aos seus criadores Lee-Ditko e, posteriormente, a John Romita que redefiniu a "aparência" do herói e a imortalizou. Bons roteiros, excelentes desenhos e a humanização do herói fizeram do Homem-Aranha um ícone. Na minha modesta opinião toda essa construção ruiu com a morte de Gwen Stacy. Os enredos ficaram chatos e o Aranha se tornou um super-herói igual a qualquer outro. É só minha opinião. Felizmente, tive a oportunidade de ler todos os 55 números da primeira versão brasileira do herói aracnídeo pela extinta EBAL.

    ResponderExcluir
  4. Esse material da "Teia do Aranha" tinha que ser todo republicado em ordem cronológica.

    Eu gosto tanto de "Marvels" quanto do "Reino do Amanhã", mas não a ponto de considera-las pica das galáxias. rs

    Quem leu as histórias recentes de Chris Claremont (estou pensando em vocês, X-Treme X-men) nem pode imaginar o que ele fez com os mutantes. A culpa é dele por eu gostar tanto de quadrinhos.

    "Heavy Metal" pra mim se limita a clássica animação oitentista. Supondo que os quadrinhos sejam no mesmo estilo, posso considera-los do caralho. E toda vez que vejo a capa de "Ranxerox" lembro do Guido, o "Fortão" do X-Factor.

    "Slaine" eu vou ler mais cedo ou mais tarde graças aos encalhernados da Dredd Magazine. "Hitman" eu aguardo a republicação para ter a oportunidade de ler.

    E sobre "Habibi", acho que prefiro as esfihas...

    ResponderExcluir
  5. Ler Slaine em inglês, com alguns termos gaélicos e arcaicos, é um baita esforço! Sei disso porque traduzi algumas edições para o N'Drangheta (site de scans). Bom, tentei, se alguém se deparar com alguma tradução minha, perdoe se houver algum erro, rsrsrsr

    ResponderExcluir
  6. Fala,Léo!
    Como diria um narrador muito mala...Haja coração!!!
    Neste bloco, temos 2 fases que considero dentre o Top 5 Marvel; Aranha (Lee & Romita) e os XM (Claremont & Byrne)!
    Se hoje, ainda cultivo o gosto e o hábito da leitura de HQs, reconheço que a influência destas fases foi fundamental! Ainda colocaria neste pódio, o 4F (Kirby e tb o Byrne), o DD (Miller), Vingadores (Buscema), Fury (Steranko), Thor (Kirby), Capitão (Kirby/Colan e Romita), Warlock e Marvel do Starlin...Caramba, como é complexo um top 10!
    O nível está tão alto, que esta postagem poderia se referir ao top 10 final!
    Sobre Marvels e Reino do Amanhã, creio que estas enquadram-se na definição de quadrinhos como Nona Arte!
    As revistas Heavy Metal, que eu folheava em livrarias no Rio, eram demais, e resultaram numa animação que foi exibida nos cinemas no início dos anos 80! Pura vanguarda e lisergismo...

    Agora, na espera do post derradeiro, deste tour, pelo "maravilhoso mundo das HQs" (de qualidade!).
    abs.

    ResponderExcluir
  7. Olá Leo, tudo bem?

    Sobre o Mestre do Kung-Fu obrigado pela oferta, mas vou aguardar que apareça um Guia Bloch mesmo. Quem sabe sai um CHM antes.
    Estou lendo e me desfazendo de material da Abril e um material que eu gostei bastante foi Conan Rei (formato americano), principalmente a fase final em que ele comando um exército e parte em batalha contra os reinos inimigos. Tem também a revista do Justiceiro (formato magazine em P&B) com temática bem adulta e roteiros dignos de filmes de cinema. Você chegou a ler esses materiais?
    O Sláine da sua lista é um caso curioso, pois li uma primeira vez, não achei graça e deixei em um canto. Recentemente resolvi reler e desta vez curti bastante a leitura. Vai entender...
    Se alguém tiver interesse em conferir o material, tenho esse "encalhernado" da Pandora e vendo pelo preço de capa: R$ 15,00 + frete. Capa cartonada, papel LWC, estado impecável. (carlos_yuji@ig.com.br)

    Abs., Carlos - São Paulo.

    ResponderExcluir
  8. tenho baixado fakk2 da heavy metal e não li até hoje haha, só baixei porque sou fan da arte do bisley. Falando nele, foi prometida uma minissérie dele com a kevin eastman chamada "lost angeles" que segundo o autor seria uma mistura de fuga de nova york com aventureiros do bairro proibido, ainda estou esperando por novidade mas até agora nada

    Ivan

    ResponderExcluir
  9. blz leo?

    falar o que desta seleção de HQs?
    das 10 HQs cinco estão na minha lista: duas já foram, o começo do aranha nas BHM e ranxerox, duas estão nesta faixa, marvels e a saga da fenix negra, e reino do amanha estará na próxima etapa.
    na minha lista tem cinco HQs que nunca li tudo e não entraram na minha seleção por este motivo, uma delas é hitman (as outras são: asterix, akira, promethea e bone) e ainda tem miracleman que nunca li nada, só vou comprar quando rolar o encadernado.
    heavy metal só tenho as edições nacionais (não todas, mas quase) e de modo geral é uma boa HQ, gostava muito de serie museu e ortiz & segura.(são as series que lembro mais, tem mais coisa mas a memória não ajuda).
    não comprei esta HQ (encadernada) do slaine na época e agora fica difícil, tenho só a primeira edição avulsa.
    o volume dois da CHM dos xmen poderia entrar facilmente na minha lista, ainda não tinha sido lançada quando fiz a minha.
    a principio habibi (ótima HQ, recomendo pra quem gosta de quadrinhos, arte pra la de sensacional) estava na minha lista, acabei excluindo pra poder inserir mais HQ menos "cabeça" na minha lista.
    a minha lista não necessariamente na ordem de preferência:
    wolverine - arma x (salvat, panini, abril, pode escolher): BWS fez a melhor HQ do wolverine de todos os tempos, dificilmente será superado, altamente recomendável.
    marvels (abril fotolito, salvat): HQ inovadora na época, uma linda homenagem a criação do universo marvel, altamente recomendável.
    planetary (panini) a melhor serie de warren ellis de todos os tempos, muitas referencia de todos os lados (cultura pop, cinema, quadrinhos, literatura clássica e por ai afora) altamente recomendável.
    elektra assassina (abril/panini): frank miller na melhor fase, arte deslumbrante de bill "5 e 20", altamente recomendável mesmo.
    crise de identidade (panini): suspense, trairajem e uma ótima trama no universo DC, altamente recomendável.
    asterios polyp (cia das letras): david mazzucchelli tem ótimas sacadas nesta HQ, leitura excelente, recomendo, mas não é pra todo mundo.
    orquídea negra (globo): muito boa HQ do gaiman e mckean, paleta de cores muito boa, altamente recomendável.
    gothan city contra o crime (panini): tenho as edições DC especial(5, 8, 11, 13, 14 e 16) gostaria de comprar as de capadura mas a grana ta curta, muito, mas muito bom mesmo, altamente recomendável.
    a saga da fenix negra (panini): tenho a MCXM 4, a melhor HQ já produzida pela dupla claremont/byrne, leitura obrigatória.
    os piores do mundo (opera graphica): HQ extremamente divertida principalmente quando se tem algum conhecimento do universo DC, é uma viagem por várias época da editora, altamente recomendável.

    abraço e esperando a ultima postagem das 100 mais

    ResponderExcluir
  10. Já estamos bem parecidos em gostos, Leo... Slaine, a saga da Fênix e os dois melhores trabalhos de Alex Ross, além da Heavy Metal.

    A Teia do Aranha já não me anima tanto, pois nunca fui fã do aracnídeo. Hitman é muito massa.

    Nunca li Ranxerox ou Habibi.

    ResponderExcluir
  11. "Já tínhamos conversado sobre o Guia Ebal, que o Lenimar lembrou bem e o RGE onde enviei alguns scans completos de Flash Gordon, Dick Tracy, Pafúncio e Flecha Ligeira"


    E aí, Colecionador... blz?

    Valeu mesmo pelas dicas: Tenho favoritado e baixado mtos scans de material clássico (EBAL, Bloch, RGE, etc): pois vi q com o passar do tempo, essas imagens podem me ser úteis em futuras matérias sobre curiosidades aqui do blog!

    Eu já cheguei a colaborar com alguns sites (mto antes de criar o blog) escaneando capas e histórias... Mas o trabalho era intenso e começou a me faltar tempo pra função. Tive azar tbm, e meu scanner estragou (deixei cair no chão e quebrou a merda toda, rs): Depois disso, nunca mais comprei outro (aí já foi preguiça mesmo)!

    Qto à "Guerras Secretas"... Eu achei apenas "BOM" (beirando o "razoável" - não passa disso)! Porém, recomendo q na dúvida vc ouça a opinião de outros leitores tbm, pois eu já fui de má-vontade pra ler essa saga, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  12. "havia uma série dentro de Teia do Aranha que se chamava Arquivos Secretos do Homem Aranha, que recontavam histórias do personagem ainda novo e eram até bem boas."


    E aí, Marcelo... blz?

    Essa série dos "Arquivos Secretas" era EXCELENTE sim, e eu até incluí ela no final da postagem acima (tá entre as "Menções Honrosas")... Eu ainda tenho um ou outro formatinho q trazia esse material, mas eu comprava SÓ por causa disso! Aliás, chegou a sair um "Aranha Anual 8" q era todo dedicado à essa série (q ainda tem histórias inéditas por aqui - q a Abril pulou)!

    "Marvels" e "Reino" são 2 sagas magníficas: cada qual num estilo diferente no sentido de q uma retrata um passado glorioso... e a outra um futuro sombrio e decadente (mas q termina de forma gloriosa tbm). Temos aí a melhor ORIGEM de um universo (marvel) e o melhor FINAL de outro (DC)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  13. "Na minha modesta opinião toda essa construção ruiu com a morte de Gwen Stacy."


    Oi, Tadeu... Tdo bem?

    Eu concordo com vc qto à isso sim... A "Morte de Gwen Stacy" foi um divisor de águas no gibi do Aranha, pois ela marcou o FIM de uma ERA (não apenas na revista do aracnídeo mas nos quadrinhos em geral)!

    Falo isso, pq essa morte ocorreu no começo da década de 70... Sendo um dos marcos iniciais da chamada: "Era de BRONZE" das HQs (período q foi do início de 70 até por volta de 1985)! E a principal característica da Era de Bronze seria justamente trazer histórias mais sombrias/violentas e menos inocentes como tínhamos na Era de Prata!

    Te confesso q essa não foi uma mudança q tenha me agradado na época (eu era moleque qdo li a morte da Gwen ainda na RGE)... Mas hj eu entendo q ela fez parte de um contexto mais depressivo pelo qual o mundo estava passando: A Guerra do Vietnã, Watergate, revoluções sociais, a escalada da violência urbana, a proliferação das drogas, etc. Tudo isso se refletiu nos gibis da Marvel e DC (e resultou numa Era mais suja e sombria)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mim a Era de Bronze foi a última grande era tanto para a DC, quanto pra Marvel, porque depois o nível das histórias começou a cair em queda livre e ironicamente foi quando o nível títulos autorais começaram a melhorar, tanto que são pouquíssimos os títulos "autorais" bons antes ou durante a Era de Bronze ( até Watchmen foi em 86, ou seja, um ano depois do fim da Era de Bronze ).

      Quando você terminar o Top 100 vou reler para procurar os "achados", já que nesse findi você finaliza, mas faz o favor e coloca o link para todas as listas do seu Top 100 para facilitar para o pessoal.

      Excluir
  14. "Esse material da "Teia do Aranha" tinha que ser todo republicado em ordem cronológica."


    E aí, SEMI... blz?

    Se as "Bibliotecas" do Aranha tivessem continuado... Teríamos tido tudo isso em ordem cronológica em cerca de 15 encadernados (no Vol. 13 saiu a "Morte da Gwen" e no Vol. 15 já tínhamos a "Saga do Clone" original do Ross Andru - q era boa)! Pena q essa coleção foi pro ralo aqui (teria sido perfeita se continuasse até aí pelo menos)!

    Eu tenho o DVD do desenho animado da "Heavy Metal"... E sim, os episódios foram quase todos inspirados em histórias da revista (O "DEN" - aquele moleque nerd q vira um careca bombado qdo chega em outra dimensão - é tirado de uma série do Richard Corben q saía no mix da revista)! Acho q só o último episódio (TAARNA) é totalmente original (embora bastante inspirado em "Arzach" do MOEBIUS)! Já o "Fortão" da X-Factor deve ser plágio do "Ranx" no visual (tbm acho bem parecido, rs)!

    E o "Sláine"... Vale ressaltar apenas qa o material q saía no mix da revista do "Dredd" era a fase inicial dele em P&B. Essa fase (da Pandora) q eu incluí na postagem é um material em CORES com bela arte do Bisley e q não foi republicada na Mythos (porém, é fácil achar num encadernado de encalhe em capa-cartão q a Pandora lançou na época - e ainda se acha em sebos)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa parte das historias no filme Heavy Metal são originais. A do taxista, por exemplo, também é. Eles uma vez publicaram uma edição com todas as historias que foram adaptadas para o filme. Eu tinha, talvez ainda tenha.

      É a primeira dessas:
      http://www.heavymetalmagazinefanpage.com/hmlistsp96.html

      O Fortão é homenagem mais do que admitida ao Ranx.

      Excluir
  15. "Ler Slaine em inglês, com alguns termos gaélicos e arcaicos, é um baita esforço! Sei disso porque traduzi algumas edições para o N'Drangheta (site de scans)"


    E aí, Diego... blz?

    Pôxa, valeu mesmo pelo trabalho q deve ter sido... eu tenho alguns scans do "Sláine" q eu peguei desse site (acho q um deles era: "O Matador de Demônios" - se não me engano)!

    Às vezes eu ainda baixo material raro e Europeu desse site... Parabéns pelas traduções (não deve ser fácil mesmo diante dos termos usados no gibi do Sláine, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso assinar embaixo que não é fácil!

      Excluir
  16. Oi Leo!

    Heavy Metal é um material que faz falta no mercado nacional atual! Infelizmente, materiais independentes não sobrevivem no mercado brasileiro,e quando saem são caros devido à baixa tiragem,e no caso da Heavy Metal ela não poderia ser mensal como outrora porque não iria vender bem, o certo seria uma publicação nos moldes da Cripta da Mythos.

    A Teia do Aranha foi a aposta mais arriscada de 1989 pela Editora Abril para a Marvel.


    Depois do sucesso que foi "Grande Heróis Marvel #23" que trazia a republicação da primeira aparição do Rei do Crime, a Editora resolveu lançar uma revista que traria só a fase clássica do herói a partir desta GHM 23!

    Foram meses e meses alardeando tal publicação nas seções de carta, de início ela seria no formato da ESC e em preto e branco (quem acabou ganhando mensal neste formato foi o Justiceiro em 1991) , até que em outubro do mesmo ano ela chegou às bancas, e para a surpresa dos colecionadores totalmente à cores.

    Porém, o preço era o problema já que para os padrões da época era bem caro (ainda mais para quem vivia de mesada aos 15 anos).

    Quem viveu aqueles tempos sabe que mesmo hoje havendo recessão econômica, naquele tempo era pior e as HQs subiam todo mês e não eram baratas.

    Acho que nos tempos de hoje umma mensal em formatinho estaria na faixa de R$ 11,00 e a Teia na faixa de uns R$ 25,00. Parece até pouco hoje, mas naquele tempo a inflação era de lascar, e quase não havia HQs de luxo e encadernados, só em formatinho!

    Quando adquiri a minha fui taxado de "louco" pelos meus colegas"!

    Já na segunda edição o papel mudou para melhor, e assim foi a´te que na edição de nº 05 foi para o famigerado formatinho permanecendo assim até o seu término na edição nº 129.

    Teve uma proposta interessante no início como já disse anteriormente, e se tornou uma "muleta" para uma das piores fases do Aranha nos anos 90 e início dos anos 2000, e realmente u não sabia que pretendiam encerrar a publicação da revista após a morte da Gwen Stacy. Valeu pela informação!!

    Reino do Amanhã eu tenho ainda no formato original publicado pela Abril em 1997,mas ainda penso em adquirir encadernado um dia, já Marvels eu tenho a original e a da Salvat!

    Essa do Hitman eu tenho, pena que a mensal durou muito pouco! E pensar que já tem 19 anos que saiu esta publicação por aqui!!

    Sláine é muito bom, e Ranxerox nunca me interessou no passado apesar de eu já ter tido oportunidade de adqurí-lo décadas atrás.Porém, hoje com certeza eu compraria este material!!


    Abraços!!

    ResponderExcluir
  17. "O nível está tão alto, que esta postagem poderia se referir ao top 10 final!"


    E aí, Victor... blz?

    Nem me fale, vc nem imagina a dificuldade q foi pra mim ter chegado nesse finalzinho do "TOP 100" e listado as minhas 10 favoritas entre TODAS as HQs q já li, hehe! Pra vc ter uma ideia, algumas das ed. acima (Marvels, Reino, Fênix, Hitman, e Aranha) faziam parte das 10+ na pré-elaboração da listagem q fiz. Mas acabei rebaixando elas diante do favoritismo de outras HQs q eu achei mais merecedoras ainda de figurarem entre minhas 10 preferidas, rs!

    A parte FINAL deste "TOP 100" será conhecida nos próximos dias (pretendo postar no findi)... E ainda vou seguir a sugestão de um leitor do blog (há meses atrás) e LISTAR todas as 100 numa ordem de preferência (pra não atravancar mto a matéria, vou postar esse listão com as 100 nos comentários)! Espero q vc curta o final da lista (serão 10 pesos-pesados de responsa, hehe)!

    Ah, alguns dos títulos q vc citou estarão na nossa FINAL a seguir (outros já estiveram por aqui, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "Se alguém tiver interesse em conferir o material, tenho esse "encalhernado" da Pandora e vendo pelo preço de capa: R$ 15,00 + frete. Capa cartonada, papel LWC, estado impecável. (carlos_yuji@ig.com.br)"


    E aí, Carlos... blz?

    Olha aí, reforço o seu anúncio acima... Pois realmente RECOMENDO mto esse material do "Sláine" e o "encalhernado" da Pandora é um prato cheio (pois vem a série COMPLETA nele)! Fica aí a dica então, e o seu preço (15 pila) está mais q ótimo!

    Qto às revistas q vc citou... eu tenho todas elas sim: "Conan REI" é uma revista q começou mto bem, trazendo justo a adaptação pra HQ da única novela/romance escrita por Robert Howard com o "Conan" (a Hora do Dragão): q é a história onde ele vira prisioneiro e é ajudado por uma escrava (com quem acaba se casando depois e ela vira sua esposa oficial)! O "Justiceiro" em P&B eu tbm tenho: foram 8 ed. pela Abril no formato da "Espada Selvagem" - pena q durou pouco, pois o nº 1 trazia até uma história do Jim Lee com o justiceiro!

    Abs!

    ResponderExcluir
  19. "tenho baixado fakk2 da heavy metal e não li até hoje haha, só baixei porque sou fan da arte do bisley."


    E aí, Ivan... blz?

    E eu acabei mandando importar a ed. da "Heavy Metal" q trazia a adaptação de "FAKK 2" (q é a história do 2º desenho animado da revista)! Leia logo essa ed. assim q puder, pois é mto FÓDA: é BEM melhor e mais violenta q o desenho animado (no gibi tem várias cenas de sexo q foram cortadas da animação - inclusive uma transa da mocinha com o vilão: q no desenho ficou só na "tentativa": amenizaram demais a coisa toda nesse 2º filme - o desenho dos anos 80 não tinha essas frescuras)!

    E valeu pela dica de "lost angeles"... Tá anotada e ficarei de olho sim, pois sou fanzaço do artista!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse segundo filme é o tal "Heavy Metal 2000"? Eu também tenho ele, acho até legalzinho mas... Alguma coisa se perdeu!

      Excluir
  20. "crise de identidade (panini): suspense, trairajem e uma ótima trama no universo DC, altamente recomendável."


    E aí, gustavo... blz?

    A "Crise de Identidade" quase entrou na minha lista (vai ganhar "Menção Honrosa" na próxima)... Na verdade, eu ainda quero reler de novo essa série: pois tenho certeza q numa 2º leitura eu saberei apreciá-la melhor! E por falar nisso, fiquei sabendo q essa "crise" será republicada aqui no ano q vem (vou aproveitar, pois não tenho ela impressa na coleção)!

    A "Heavy Metal" eu posso te garantir q a versão nacional ficou devendo bastante... Pois já pegou uma fase da revista em q ela tava saindo daquela zona de AUGE, saca? Acho q teria sido melhor se a versão brasileira trouxesse um mix das melhores HQs da revista (juntando material bom dos anos 70 e 80 - ao invés de publicarem só o q tava saindo nos 90)! Enfim, acredito q a revista afundou aqui por ter sido mal conduzida pela editora na época!

    "asterios polyp" e "os piores do mundo"... são 2 HQs q eu nunca li, mas já anotei pra procurar (nem q seja em scans): Valeu pelas dicas - por isso q eu gosto dos comentários nessas postagens de favoritas (sempre tem ótimas dicas q a gente aproveita, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os direitos das obras publicadas na HM não pertencem à editora, então negociar isso seria complicado. Era mais fácil seguir a revista americana, que fazia a negociação por eles...

      Ainda assim publicaram a ótima edição de aniversário!

      Excluir
  21. "Nunca li Ranxerox ou Habibi."


    E aí, Lierson... blz?

    Deixo aí essas 2 recomendações pra ti então... O "Ranxerox" eu só fui ler completo há pouco tempo e adorei a HQ. Tudo é exageradamente incorreto na série, rs: Pra vc ter uma ideia, o "Ranx" divide o apartamento com um amigo, só q o cara é um doente mental q só se excita (sexualmente) com acidentes de carro e passa o dia em busca de ocorrências pra fotografar as vítimas (o "Ranx" ajuda nessa busca, pois sendo um robô ele não tem os mesmos conceitos de certo e errado q as pessoas normais tem: ele nem sabe q seu melhor amigo é um tarado psicótico q devia ser preso, rs)! Enfim, um gibi bem "loucão" e sem limites!

    Da mesma forma q vc, eu tbm gosto desses gibis mais alternativos e fora do mainstream das grandes editoras...

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ranxerox eu não curti, não. Nem cheguei na metade dessa edição da Conrad. Passei logo pra frente.

      Já Habib, li três vezes desde que comprei. Um dos melhores quadrinhos já criados. E se fosse adaptado com fidelidade seria um excelente filme. Pena que o Bertolucci, se aposentou em 2012, (pelo jeito).

      A história anterior do Craig Thompson - Retalhos, é também muito boa, Leo. Aliás a qualidade das edições da Quadrinhos na Cia é na maioria das vezes muito acima da média.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  22. leo nesse ano vão lançar justiceiro born e the suiciders(vertigo) ou pelo visto a panini vai atrasar?

    ResponderExcluir
  23. "mas faz o favor e coloca o link para todas as listas do seu Top 100 para facilitar para o pessoal."


    Opa... Pode deixar:

    Bem lembrado mesmo, vou postar sim no final da matéria os LINKS pra todas as partes do "TOP 100" (e tbm nos comentários vou listar as 100+ em ordem de preferência)... Valeu pela sugestão!

    Qto à "Era de Bronze"... Ela foi a última grande era sim (pra Marvel e DC). Tem até um LIVRO (q saiu pela HQM) q eu recomendo mto e q fala justamente sobre esse período: "A Era de Bronze dos Super-Heróis", q foi destaque numa matéria q eu fiz aqui no blog sobre livros teóricos de HQs:

    http://submundo-hq.blogspot.com.br/2014/11/livros-teoricos-de-quadrinhos-dicas-e.html

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha fonte que costumo usar é o livro Marvel A História Secreta, que tem muita informação dos bastidores.

      O grande problema de depois do fim da Era de Bronze, foi que as editoras para colocar mais "realismo" nas histórias, começaram a banalizar e exagerar. Para mim a Marvel e a DC só tiveram grandes fases durante a Era de Prata e a de Bronze, pois na de Ouro elas não tinham tanta expressividade e a DISNEY nos quadrinhos estava na sua melhor fase.

      Depois da Era de Bronze ficou péssimo para quem gosta dos quadrinhos dessas duas, mas para quem gosta de títulos independentes ou os desenhos e filmes dos heróis foi uma verdadeira riqueza.

      A Era de Bronze foi mais uma revolução no bom sentido e dando mais profundidade às histórias, e o problema foi o exagero que começou a ser feito na Era seguinte.

      Excluir
    2. Te aconselho a comprar "Homens do Amanhã de Gerald Jones".

      Com certeza a sua percepção do que foi a "expressividade" da DC na Era de Ouro, deve mudar consideravelmente.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  24. "O Fortão é homenagem mais do que admitida ao Ranx."


    Oi, Hunter... Não sabia q o "Fortão" era homenagem assumida do "Ranx" (só conheço o personagem visualmente, não tenho nada com ele na minha coleção - pois é de uma fase q eu tinha parado de acompanhar títulos mutantes)!

    E valeu mesmo por esse LINK da "Heavy Metal"... Vi q esse link tem várias capas da revista (bem o q eu precisava pra completar os arquivos q perdi há um tempo atrás - qdo deletei acidentalmente uma pasta só de capas antigas, rs)! Só q depois de clicar nesse LINK, tive q incluir na minha lista de futuras importações essa ed. da "HM" q traz a seleção de HQs q serviram de base pro filme (só espero q não seja tão difícil e cara de se achar por aí, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  25. "Posso assinar embaixo que não é fácil!"


    Imagino, Hunter...

    Já cheguei a baixar umas ed. da 2000 AD (em inglês) q traziam o "Sláine" (na época em q tinha saído a mini da Pandora e eu tava empolgado em ler mais histórias com ele) mas apanhei feio pra entender todos os diálogos, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  26. "A Teia do Aranha foi a aposta mais arriscada de 1989 pela Editora Abril para a Marvel."


    Oi, Elcio... Tdo bem?

    Nem me fale, qdo surgiu a "Teia" eu quase voltei a colecionar HQs por causa dela (sendo q na época eu tinha parado com todos os gibis por causa da crise econômica)... Mas me faltava verba (eu tava desempregado e nem tinha entrado na faculdade ainda)!

    Só qdo retornei de vez às coleções de gibis (em 95) é q eu encontrei num sebo a coleção completa da "Teia" em perfeitíssimo estado de conservação... Não deu outra: Eu tava fazendo estágio e investi quase todo meu salário nisso, rs! O preço tava ótimo (ainda mais pra um material q parecia recém saído da gráfica de tão novinho): As 4 ed. iniciais q era em formato magazine me custaram 50 reais o pacote com as 4 juntas, mas as demais ed. em formatinho me saíram à 1 REAL (!) cada se eu levasse todas as 72 q tavam à venda (claro q peguei o lote todo e me dei bem: fiquei com a "Teia" completa com a fase q me interessava)!

    A ed. 74 (do "casamento") eu pulei, pq já tinha a ed. do "Aranha" nº 100 (q trazia essa história e mais uma ed. "extra" bem fininha com a versão "O Q Aconteceria Se"... onde o Aranha se casava com a "Gata Negra" (excelente história)!

    A "Teia" chegou a ser anunciada no começo como tendo apenas 23 edições (indo até a "Morte da Gwen")... Mas acho q esse planejamento era pra versão em magazine (q não vingou). Acredito q em formatinho a revista tenha vendido BEM mais e acabaram indo além dos planos iniciais! De qq forma, foi decepcionante na época qdo a revista passou a trazer material inédito alinhado com a mensal: eu queria mais republicações (a revista já ia entrar na fase em q o Aranha fazia parceria com a "gata negra" - q é uma fase q eu tenho bem salteada na mensal do "aranha")!

    Sobre a "Heavy Metal"... É uma pena mesmo q o formato não tenha se sustentado no Brasil. Nenhuma revista desse tipo (mix de material alternativo) acaba durando mto por aqui e a última tentativa foi a tal "Fierro" (péssimo nome) q durou apenas 2 edições e era caríssima (mais de 50 reais por edição)! Mas não acho ruim a forma como andam publicando agora o material da "Heavy Metal": Em ed. encadernadas individuais com cada série (já tivemos a "Coleção Moebius" pela Nemo, o "Ranxerox" pela Conrad, e a "Gullivera" do Manara)!

    O "Reino do Amanhã" e "Marvels" eu tenho nas versões em capa-cartão q saíram pela Panini (as mesmas capas q postei acima). Mas eu pretendo comprar agora a republicação de "Marvels" em capa-dura (q deve sair mais pro final do ano)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A "Teia" chegou a ser anunciada no começo como tendo apenas 23 edições (indo até a "Morte da Gwen")... Mas acho q esse planejamento era pra versão em magazine (q não vingou)."

      Eu fiquei muito decepcionado quando cheguei na banca e encontrei a edição em formatinho. Parei ali mesmo de comprar, Leo.

      Anos depois quando o ML foi criado passei pra frente as 04 edições magazines por um bom preço.

      "O "Reino do Amanhã" e "Marvels" eu tenho nas versões em capa-cartão q saíram pela Panini. Mas eu pretendo comprar agora a republicação de "Marvels" em capa-dura (q deve sair mais pro final do ano)!"

      Reino do Amanhã eu esperei a Panini lançar a edição definitiva, que é em tamanho maior que a mini da Abril (que desisti de tentar vender no ML, ninguém quer comprar) e a capa cartão da Panini. Aliás Leo, se você puder, aconselho a trocar.

      Quanto a Marvels, também tenho a mini da Abril, que é "invendável", devido as suas excelentes capas em acetato.

      Mas se a edição da Panini for Definitiva como a do Reino do Amanhã eu pego também, por conta do tamanho e dos extras.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  27. "Os direitos das obras publicadas na HM não pertencem à editora, então negociar isso seria complicado."


    Puxa, q pena mesmo, Hunter... Pois imagino q a "HM" tivesse tido um destino melhor no Brasil se pudesse ser uma revista mix com o melhor de cada época (anos 70, 80, e 90)!

    Eu tenho todas as ed. nacionais... Mas a minha favorita é essa da capa q eu postei acima (q trazia uma história da "Druuna")! A ed. de aniversário tbm foi excelente (e q bela capa ela tinha, hein)?

    Abs!

    ResponderExcluir
  28. "leo nesse ano vão lançar justiceiro born e the suiciders(vertigo) ou pelo visto a panini vai atrasar?"


    E aí... blz?

    O "Justiceiro" fica lá pro ano q vem, pois antes eles querem encerrar a fase MAX de Aaron/Dillon pra não causar confusão! Mas o "Suiciders" pode sair à qq momento, já q tá entre as promessas pra este ano mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  29. Uau, o que posso dizer sobre essa bela lista de bons gibis? Só dizer q é sensacional. Só não conheço essa Habibi, mas gostei do plot, fiquei curioso.

    Comentando sobre a lista do Gustavo A, eu concordo q um dos melhores gibis q eu li até hj foi o "Crise de Identidade". Até hj é o único gibi q me fez chorar de verdade... :)

    Abraços a todos os amigos do Submundo HQ.

    ResponderExcluir
  30. Gustavo Maycá19/08/2016 12:53

    Leo, um off topic. Acabei de assistir a primeira temporada de Outcast, série baseada na hq do Kirkman, e achei bem interessante. Nada excepcional mas me agradou bastante. Essa hq nunca foi lançada no Brasil? Existem planos para ser lançada? Estranhei a falta de interesse no lançamento dessa hq para aproveitar o hype da série.

    Enquanto isso sigo aguardando as reimpressões de Preacher (só vou assistir a série depois de ler a hq).

    E Alias, jessica jones, panini desistiu?

    abraço

    ResponderExcluir
  31. Para o "Anônimo" que disse que gostaria de ver um "Guia Bloch" eu diria o seguinte: o que mais se aproxima desse "Guia Bloch" (ainda inexistente) é um item da página da "Gibi House" o qual pode-se ter acesso a partir do URL http://gibihouse.xpg.uol.com.br
    Mas esse é um site apenas de capas, não tem revistas escaneadas completamente. Não tem as capas de todas as revistas da Bloch, mas tem quase todas.

    A "Gibi House" foi criada em 2002 por um fã de Porto Alegre e é o mais antigo site brasileiro sobre quadrinhos. É pena que esteja sem atualizações. Tudo lá parou em 2010.

    Tem muita capa de revista rara na Gibi House. Por exemplo, tem as capas de todas as edições GEP, e também da GEA. A GEP tem até umas revistas intituladas "No Mundo dos Gigantes" que tem todo um jeitão de serem daquele seriado "Terra de Gigantes" que foi publicado um pouco pela EBAL -- mas não conheço essas revistas, vi apenas as capas.

    Resumindo: para quem não conhece, vale a pena visitar a "Gibi House -- A memória virtual dos quadrinhos".

    ResponderExcluir
  32. Quanto material de qualidade, Leo! Tive a coleção 'Teia do Aranha' completa. Dava gosto de ler aquelas histórias fantásticas em revistas novinhas...

    Sinceramente, tomara que pelo menos as histórias clássicas do Aranha sejam republicadas em ordem cronológica. Precisamos disso!

    Quando relançarem 'Marvels', poderiam oferecer aquele poster ilustrado pelo Alex Ross.
    Foi pena não terem feito isso com o encadernado mais recente de 'Crise nas Infinitas Terras'. O poster de 'Crise' é lindo.

    Então é isso colega, até a próxima.

    Michel

    ResponderExcluir
  33. Leo,

    Bom dia.

    Gostaria de saber se a PIXEL continuará a publicar os encadernados do FLASH GORDON?

    A "Coleção Histórica Marvel Defensores", publicará qual material do Namor (volume 03) e do Hulk (volume 04)?

    É verdade que estão fazendo um recall do encadernado "MAGNETO TRIUNFA"?

    E o encadernado da "SAGA DA FÊNIX NEGRA", fizeram o recall, mais a distribuição no Rio está irregular, ainda estão soltando os com defeito, prova disso e que pedi um encadernado numa loja especializada em quadrinhos e veio exatamente o com defeito.

    E já enviei um e-mail para o atendimento ao cliente da panini para solucionar o problema, espero, sinceramente que seja resolvido.

    E, pedi também, no mesmo e-mail, orientação na compra do encadernado "MAGNETO TRIUNFA", sem erros.

    E mais uma vez, obrigado pelas respostas que futuramente receberei.

    Um Abraço,

    Alexander.

    ResponderExcluir
  34. "Já Habib, li três vezes desde que comprei. Um dos melhores quadrinhos já criados. E se fosse adaptado com fidelidade seria um excelente filme."


    E aí, VAM... blz?

    "Habibi" é uma leitura q prende atenção mesmo a cada pág, pois a gente meio q embarca direto na mente atormentada do protagonista e passa a vivenciar os mesmos conflitos psicológicos q ele... É por esse tipo de sensação q a HQ produz (de jogar o leitor dentro da mente dos personagens) q ela se torna diferenciada!

    Enquanto eu lia a HQ, eu tbm imaginava ela como um FILME... o ritmo narrativo (sem pressa de contar a história) lembra aqueles filmaços de longa duração q a gente assiste com vontade e torce pra não terminar tão cedo, rs! Se "Habibi" fosse um filme, acho q seria um desses papa-oscar! Essa HQ às vezes divide a opinião da crítica: já li comentários negativos, mas constatei q esses costumam ser feitos com um tanto de preconceito pelo fato do gibi trazer um novo olhar sobre a cultura árabe (como se um romance conflituoso não pudesse se desenvolver num universo marcado por guerras e radicalismo religioso). "Habibi" é uma história mágica (tal qual os contos das "1001 Noites") onde o q importa é apenas os sentimentos e tormentos dos protagonistas!

    Uma pena q vc não curtiu o "Ranxerox", mas acontece: É uma HQ mais polêmica (do q outras listadas) e sendo assim: Sempre dividirá opiniões! Já o "Retalhos" eu nunca li, mas tenho vontade de ler um dia (botei na minha lista pra futuras "repescagens", rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  35. "Para mim a Marvel e a DC só tiveram grandes fases durante a Era de Prata e a de Bronze, pois na de Ouro elas não tinham tanta expressividade"


    Concordo com vc qto à isso...

    A "Era de Ouro" da Marvel (Timely) e DC... nunca me empolgou tanto e acho q valem mais como curiosidade hj em dia (as histórias parece q não conseguem mais prender a atenção do leitor q as reler atualmente). De forma diferente, eu gosto da Era de Ouro mais pra outros tipos de gibis: "Fantasma", "Mandrake", "Disney", "Popeye", etc!

    Nem sei qual o nome q deram pra Era seguinte à do "Bronze"... Alguns chamam de "Era Moderna", mas vejo uma classificação linear desse período de 85 pra cá (tipo: ainda estaríamos na MESMA Era pós-Bronze desde os anos 80? essa é uma dúvida q eu tenho)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo a classificação do livros temáticos de Paul Levitz temos Ouro, Prata, Bronze, Dark e Moderna:

      https://larryfire.files.wordpress.com/2013/02/comics3.jpg

      Excluir
    2. Eu ia dizer (de forma jocosa) que os anos 90 foram a Era das Trevas mas alguém se antecipou. rs

      Excluir
  36. "Reino do Amanhã eu esperei a Panini lançar a edição definitiva, que é em tamanho maior que a mini da Abril"


    Pois é, VAM... Eu fiquei bem inclinado tbm à pegar essa ed. definitiva do "Reino", mas faltou verba na hora e acabei mantendo minha versão em capa-cartão (q é no formato americano normal)! Porém, se uma dia surgiu a oportunidade de novo (no caso de uma republicação da capa-dura) pode ser q eu encare essa versão mais encorpada (afinal, o "reino" merece)!

    Já "Marvels"... É certo q eu vou cofrar a ed. em capa-dura agora, pois sempre quis ter essa ed. com a capa do "Gigante" (q é a q vai sair agora e na história tbm é a capa do livro q o Phil Sheldon publica)!

    Mas é estranho vc não ter conseguido vender o "reino" da Abril... Tem mta gente q não conseguiu comprar a versão definitiva mas queria ter a história assim mesmo! Eu vendi a minha mini-série fácil qdo comprei o encadernado capa-cartão da Panini!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você vendeu rapidamente, porque foi na época da capa cartão, agora que tem a definitiva só maluco compraria a mini da Abril.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  37. "Comentando sobre a lista do Gustavo A, eu concordo q um dos melhores gibis q eu li até hj foi o "Crise de Identidade"


    Oi, Celso... Tdo bem?

    A "Crise de Identidade" foi uma das últimas sagas da DC q eu realmente gostei e achei impactante... É uma HQ primorosa mesmo (e é uma pena q esse estilo mais denso e realista de saga não foi mais adotado pela editora: Tem faltado mta ousadia nas sagas q produzem atualmente)!

    Pena q eu fiz uma tremenda burrada há anos atrás... Vendi minha ed. em capa-cartão da "Crise de ID" pra comprar a versão de luxo, mas demorei demais esperando um desconto depois e acabou esgotando (fiquei sem nenhuma versão impressa na coleção). Por sorte, sei q ela será republicada ano q vem (e não cometerei o mesmo erro novamente, rs - foi bobeira minha)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vão republicar "Crise de Identidade"? Tá explicado esse ruído horrível de scalpers/mercenários livres em pranto!

      Excluir
  38. "Acabei de assistir a primeira temporada de Outcast, série baseada na hq do Kirkman, e achei bem interessante."


    E aí, Gustavo... blz?

    Valeu pela dica, ainda não assisti a série "Outcast" na TV (mas tá na minha lista de futuros downloads, rs)... A HQ, infelizmente, ainda não foi publicada no Brasil! Ouvi falar (há um tempo atrás) q "SE" saísse aqui seria pela HQM (então já viu, né? é deitar e esperar, hehe)!

    Qto à "Alias"... acho q tá só atrasada mesmo: a republicação segue na lista de promessas da Panini!

    Abs!

    ResponderExcluir
  39. "A "Gibi House" foi criada em 2002 por um fã de Porto Alegre e é o mais antigo site brasileiro sobre quadrinhos. É pena que esteja sem atualizações. Tudo lá parou em 2010."


    Oi, Lenimar... Tdo bem?

    O "Gibi House" foi criado por um amigo meu aqui de Porto Alegre mesmo... Eu encontro ele de vez em qdo na Tutatis (loja de gibis daqui) e tbm acho uma pena q o site tenha parado com as atualizações (eu ainda visito bastante o site qdo tô em busca de alguma capa mais rara de HQ)!

    Sei q é difícil a gente conciliar o tempo livre pra vida pessoal, família, trabalho, E a dedicação às HQs (nosso hobby)... E infelizmente, tenho visto mtos sites e blogs q eu gosto encerrarem suas atividades por falta de tempo: Mas o "Gibi House" é um marco entre os sites do gênero (banco de capas e pesquisa em quadrinhos) e ainda tem ajudado bastante em pesquisas sobre material raro de editoras antigas!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse cara tem o feito de ter sido o único até hoje a me expulsar de um grupo de discussão da Internet, porque eu discordava das opiniões dele...

      Ele é o papa da Igreja do Murry que domina o fandom Disney brasileiro e seus dois dogmas são que o único bom Mickey é o do Murry e a Disney italiana não presta. É por conta dele e só dele que o Murry é muito mais famoso no Brasil do que em qualquer outro lugar do mundo...

      Excluir
  40. "Quando relançarem 'Marvels', poderiam oferecer aquele poster ilustrado pelo Alex Ross."


    E aí, Michel... blz?

    Tô torcendo por isso tbm, pois adoro esses posters do Ross... E obrigado pelo aviso, pois eu não comprei ainda o encadernado em capa-dura da "CRISE" e não sabia q ele vinha sem o poster (q eu tenho nas 2 ed. avulsas em capa-cartão)! Se um dia eu comprar esse encadernado e vender as minhas anteriores, vou ter q manter o poster pelo visto, rs!

    E tão cedo acho q não veremos o "Aranha" em ordem cronológica por aqui... Pois ano q vem deveremos ter outra "CHM" dele (com ed. temáticas e fora de ordem, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  41. "Gostaria de saber se a PIXEL continuará a publicar os encadernados do FLASH GORDON?"


    E aí, Alexander... blz?

    Sim, tem um Vol. 2 do "Flash Gordon" previsto pra sair entre os próximos lançamentos da Pixel... (por falar nisso, ainda tenho q comprar o 1º)!

    A "CHM dos Defensores" publicará as seguintes histórias: Vol. 3 - "Namor" (1-8), e Vol. 4 - "Hulk" (Tales to Astonish 92-93, Hulk 103-108 e 118)... Essas do "Namor" são da dupla Roy Thomas & John Buscema (tiradas da revista-solo dele)! Já as do "Hulk" trarão mtos repetécos em relação à ed. da Salvat q saiu agora (é preciso cuidado na escolha entre Panini X Salvat)!

    Sobre os encadernados dos XM (Fênix e Magneto)... A Panini tá agindo de má-fé e continua distribuindo as ed. com defeito nas lojas. O Recall havia sido prometido pela editora (em sua pág do face) mas o q se vê de fato é a PILANTRAGEM de ainda estarem desovando as ed. com Erros de Revisão! Já vi ed. corrigidas da "Fênix" na Livraria Cultura, mas outros locais receberam reposição de estoque com o mesmo defeito de antes! A ed. do "Magneto" eu nunca vi um exemplar corrigido! Tá claro q a Panini não quer ter prejuízo nenhum e só deve fazer nova tiragem dessas ed. corrigidas depois q "passar adiante" as defeituosas (acho q eles só tão trocando aquelas cujos leitores entram em contato via e-mail pedindo a troca - e olhe lá)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pense em um personagem que eu tentei e não consegui gostar. Ele, o Fantasma e Mandrake foram exemplos de títulos antigos que se fossem um pouco mais interessantes estariam na minha lista.

      Excluir
  42. "acho uma pena q o site tenha parado com as atualizações"
    Acho que o pessoal da Gibi House está no site Esquilos especializado em Disney.Felizmente estão aí ainda os sites Guia dos Quadrinhos e Guia EBAL/RGE.

    ResponderExcluir
  43. "Eu vendi a minha mini-série fácil qdo comprei o encadernado capa-cartão da Panini!"
    Leo, tenho o Reino do Amanhã definitiva mas não abro mão da mini-série, o mesmo acontece com Marvels, Justiça, Cavaleiro das Trevas, Crise de Identidade...Prefiro ler cada edição com sua capa do que aqueles tijolões, na rede então...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre achei o logotipo criado pela redação da Abril de péssimo gosto e ainda por cima sobreposto em parte da ilustração do Ross, imperdoável.

      Venderia tranquilamente a mini, não tenho apego nenhum por ela.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  44. Obrigado Silvio, acho que vou ler por scans também.

    ResponderExcluir
  45. "Leo, tenho o Reino do Amanhã definitiva mas não abro mão da mini-série"


    Eu já tenho como critério não manter material repetido na minha coleção... Sempre q eu compro um encadernado eu me livro da versão anterior q eu tinha (seja em formatinho ou mini-série)! O motivo é falta de espaço mesmo, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  46. Hitman - taí uma série que eu gostaria muito de ver republicada e completada no Brasil! Não li "Habib", mas li outra HQ do mesmo autor, "Retalhos", e recomendo muito.

    ResponderExcluir
  47. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  48. Ótima seleção de material Léo.
    Hitman é uma de minhas séries favoritas, como no Brasil acabou não sendo completada, resolvi importar os TPs importados.
    Homem-Aranha é pra mim a obra máxima do Stan Lee, até hoje as histórias são relevantes, pra mim não ficou datado. Tô pegando as Epic Collection importadas, a CHM fora de ordem tava me incomodando.
    Apenas o Ranxerox é que não curti muito, li algumas histórias e não me pegou. Habibi tá na minha pilha de leitura (vou ver se agilizo).
    off topic: Aproveito a deixa para anunciar que estou me desfazendo de minha coleção de Mágico Vento. Todas as 131 edições por R$ 350,00. Segue o link do mercado livre http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-785857231-magico-vento-mythos-editora-coleco-completa-131-edicoes-_JM
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  49. Leo, e por falar em manter as mini-séries em volumes avulsos e ou encadernados, parece que a DC 'resolveu' os nossos problemas. Pelo menos em relação à Watchmen.


    Será lançado um box lindão com as 12 edições intitulado: 'Watchmen Collector's Edition Box Set'.

    Mas o mais surpreendente: cada uma das doze edições estará em capa dura, ou seja, uniram o melhor de dois mundos; edições avulsas luxuosamente encadernadas em capa dura acondicionadas em uma elegante caixa.

    Deve valer uma fortuna...

    Até a próxima,

    Michel

    ResponderExcluir
  50. "Segundo a classificação do livros temáticos de Paul Levitz temos Ouro, Prata, Bronze, Dark e Moderna:"


    Opa... Valeu mesmo, VAM!

    Botaram o "DK 1" do Miller na capa do livro "Dark", só q uma Era com esse título deveria ser a das tosquices do Liefeld & Cia (uma "Era das Trevas" mesmo, rs)!

    Mas vejo um problema com o NOME "Era Moderna"... Daqui há 50 anos vão chamar assim tbm? De repente vai ser q nem o período do "modernismo" (na 1º metade do XX)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Era Moderna vai ser substituída pela Era Virtual, imagino eu. Quando o mercado irá migrar pro veículo digital totalmente e os quadrinhos quando impressos, só serão por demanda.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  51. "agora que tem a definitiva só maluco compraria a mini da Abril."


    Bem, aí eu acho q "depende", VAM... do PREÇO, é claro, rs!

    Eu tenho uma teoria de q TUDO é vendável (se a oferta for boa, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, eu cheguei a oferecer por R$ 20,00 as quatro edições e nada. Por menos que isso, não vale nem a ida aos correios.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  52. "Hitman - taí uma série que eu gostaria muito de ver republicada e completada no Brasil!"


    E aí, Adelvan... blz?

    Ver um dia o "Hitman" completado no Brasil passou a ser um dos meus sonhos de consumo (desde q finalizaram o "Preacher" por aqui - o q parecia impossível até poucos anos atrás, rs)!

    Tenho tudo q saiu do "Hitman" aqui: 5 ed. pela editora Magnum (com 1 história cada), 13 ed. pela Brainstore (com 2 histórias cada), e 3 especiais ("10.000 Balas", "Hitman X Lobo", e "Um Caixão Cheio de Dólares")... Digo, ainda falta uma HQ curtinha q saiu num gibi do "Batman" da Abril (interligada com a saga "Contágio")!

    Abs!

    ResponderExcluir
  53. "Pra quem não sabe, existe uma continuação de Crise de Identidade escrita pelo Geoff Johns, e é muito boa. Saiu aqui no mix da Liga, do número 45 ao 48. Vale a pena ler."


    E aí, Camus... blz?

    Puxa, valeu mesmo pela dica... Não sabia dessa, mas vou procurar essas histórias pra baixar então (sempre quis ler as repercussões de alguns plots interessantes da saga principal - acredito q eu encontre essas respostas nessa sequência, vamos ver)!

    Acho uma pena mesmo q a DC não tenha mais adotado esse clima mais realista e barra-pesada q vimos em "Crise de ID"... Hj em dia a editora se rendeu à mimizice dos "justiceiros sociais" e hj se desculpa até por capas de gibis q ofendam os defensores do politicamente correto (haja visto a polêmica em torno daquela capa da "Batgirl" q prestava homenagem à "Piada Mortal"): Imagino os ataques histéricos de frescura desse pessoal se tivessem lido a "Crise de Identidade" na época!

    Eu li o "Arqueiro Verde" do Meltzer e achei um material mto bom tbm (BEM melhor q o do Kevin Smith q veio antes): Taí uma fase q poderia sair encadernada hj (no embalo do seriado de TV)! E concordo com vc qto à "Contagem Regressiva": A Panini comeu mosca em não ter republicado essa em meio à tantos encadernados das "crises" q andaram saindo recentemente)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  54. "Hitman é uma de minhas séries favoritas, como no Brasil acabou não sendo completada, resolvi importar os TPs importados."


    E aí, guilherme... blz?

    Valeu mesmo pelo aviso, pois eu não sabia q "Hitman" já tinha sido completado lá fora em TPs (a última vez q eu tinha visto - há tempos atrás - ainda tavam na metade e deram uma parada depois disso)! Sendo assim, não descarto a ideia de tentar completar em TP tbm (já q por aqui vai ser difícil sair de novo)!

    Tbm ando pensando seriamente em partir de vez pras "Epic Collections"... Se bobear, o investimento ainda sairá mais barato do q ficar comprando essas merdas picotadas e fora de ordem q a Panini publica!

    Abs!

    ResponderExcluir
  55. "Será lançado um box lindão com as 12 edições intitulado: 'Watchmen Collector's Edition Box Set"


    E aí, Michel... blz?

    Nossa, nem quero imaginar o preço q essa "brincadeira" não deve custar, hein?

    12 ed. de luxo em capa-dura e numa caixa pra colecionadores? A paulada no bolso vai ser dolorida, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que eu soube, não vai ter um único extra e será apenas a mini original em edições de capa dura. Eu fico com o meu Absolute...

      Excluir
    2. Tenho as doze lançadas pela Abril, na terceira vez que a Editora republicou a mini-série.

      E se elas já são excelentes, fico imaginando as mesmas em tamanho absolute num slip case de luxo como ficariam.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. E eu tenho a edição definitiva da Panini cheia de erros de concordância, digitação e tradução. Pure gold.

      Excluir
  56. Dale Leo. Eu usei esse findi para testar a sua lista do Top 100 e você não acreditaria qual foi justamente o titulo que entrou nos meus favoritos mesmo não entrando na sua lista que encontrei nas minhas procuras. Foi Warlord of Mars do personagem John Carter. Você sabe se já foi lançado no Brasil e com qual nome foi lançado ? Curti muito o personagem e foi uma pena ter sido um fracasso em Hollywood. Do mais esperando aqui o final do seu Top 100.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí... blz?

      Eu sou um grande fã das histórias do "John Carter" tbm... E tenho até os 3 primeiros livros da "Princesa de Marte" q saíram aqui na época do último filme (q foi uma bosta - mto "sessão da tarde" - e não faz jus à obra original)!

      Os quadrinhos são todos mto bons... Teve uma série da Marvel nos anos 80 (q saiu em TP lá fora) e uma outra mais antiga q saía aqui no mix das revistas do "Tarzan" (já q é do mesmo criador)!

      Infelizmente, o material atual q tá saindo nos EUA com o "John Carter" e a "Dejah Thoris" (pela Dynamite) tá todo inédito por aqui)!

      Abs!

      Excluir
    2. É uma pena que não tem quase nada por aqui do personagem. Mas cara, hoje eu percebi o quão chato eu sou com as histórias em HQ. Até em Warlord of Mars que eu curti muito eu só fiquei animado até o capítulo 12, depois eu li só mais alguns capítulos depois e parei.

      Começo a achar que eu não leio tanto Marvel e DC, não porque o nível das histórias decai, mas porque eu enjôo fácil de histórias cronológicas, quando a história começa a ficar desinteressante nos meus termos eu paro mesmo que depois a história melhore.

      Parece que no fim eu sou realmente alguém que para animar só histórias de humor tipo Pato Donald, Gato Félix, Peanuts e histórias de humor negro e crítica, ou histórias de livros.

      Do mais é isso. O pessoal dificilmente voltará a lançar Warlord of Mars se não tiver um novo filme ou algo que o impulsione.

      Excluir
  57. "Esse segundo filme é o tal "Heavy Metal 2000"? Eu também tenho ele, acho até legalzinho mas... Alguma coisa se perdeu!"


    É esse mesmo, SEMI... Foram só 2 animações da "HM"!

    O problema dessa 2º foi apenas um: A censura e a bunda-molice de tentarem amenizar o conteúdo da história. Eu tenho a adaptação do desenho em quadrinhos e o roteiro é BEM mais barra-pesada. Ficou claro q pra animação meteram a tesoura nas cenas de violência, sexo, e drogas (tudo isso foi limado da versão final e perdeu mto do impacto q deveria ter tido)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  58. "A Era Moderna vai ser substituída pela Era Virtual, imagino eu. Quando o mercado irá migrar pro veículo digital totalmente e os quadrinhos quando impressos, só serão por demanda."


    Bem pensado, VAM... Tbm acho q o futuro (tenebroso) pode rumar pra isso, rs!

    Até acho q o gibi impresso não deixará de existir (tão cedo), mas com certeza poderá perder cada vez mais terreno pra mídia digital... A gente pode tirar uma base pelos jornais impressos, q ainda existem, mas com um público bem mais restrito do q antes (e alguns já migraram totalmente pra versão digital)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se chegar a só vender por meio digital eu vou desistir de comprar, afinal eu compro justamente para tocar no papel do encadernado ou revista.

      Excluir
    2. Eu ouço esse papo de mídia digital extinguir a mídia física desde o advento do mp3.

      Não vai acontecer. Afirmo que mutantes e humanos podem conviver em paz! rs

      Excluir
  59. "Cara, eu cheguei a oferecer por R$ 20,00 as quatro edições e nada. Por menos que isso, não vale nem a ida aos correios."


    Esse preço tá bem em conta mesmo, VAM... pois sai por 5 pila cada edição (mais barato do q alguns formatinhos q vemos por aí em bancas, rs)!

    Acho q de repente vc teve azar de não aparecerem os compradores certos (acontece)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aprendi nos meus tempos de Mercado Livre que tudo vende. É só esperar o tempo certo.

      Para ter uma idéia, vendi apenas um jogo de Wii (Metroid Prime Trilogy) por 600 pratas. Mas ficou muito tempo anunciado e recebendo perguntas idiotas. rs

      Excluir
  60. "A editora ta devendo com material clássico do Arqueiro e do Flash. As séries fazem sucesso demais por aqui."


    E aí, Camus... blz?

    É incrível como a Panini perde boas oportunidades de lançar encadernados de personagens q estão bombando na TV, né? O "Arqueiro Verde" já tá na 4º temporada (são 4 ANOS no ar) e mto pouco (quase nada) tem sido feito pela editora pra aproveitar esse embalo! O mesmo vale pro "Flash" (q se bobear, deve fazer mais sucesso q o arqueiro) e agora a "Supergirl" (q parece ter começado bem)! Pelo menos "Gotham" eles aproveitaram e lançaram as ed. do Brubaker!

    Qto ao politicamente correto... a coisa toda tá se resumindo à guerrinhas de ideologias e militâncias (conflitos esses q se desenrolam no cinema, TV, e quadrinhos - só pra ficar nas mídias "geeks"): A galera apenas veste a camisa em defesa dos seus ideais e parte pro ataque contra quem pensa de forma diferente!

    Abs!

    ResponderExcluir
  61. "Pelo que eu soube, não vai ter um único extra e será apenas a mini original em edições de capa dura. Eu fico com o meu Absolute..."


    Sendo assim... nem vale a pena mesmo, Hunter!

    Tbm já me satisfaço com minha "Ed. Definitiva" da Panini (mesmo contendo alguns - abomináveis - "errinhos" de revisão, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca chegaram a lançar uma versão corrigida, não? Sei que na época a 1ª edição esgotou rapidamente (apesar do alto preço) e, segundo o UHQ, providenciaram uma nova tiragem.

      Excluir
  62. "Tenho as doze lançadas pela Abril, na terceira vez que a Editora republicou a mini-série."


    Essas eu pulei na época, VAM...

    Pois eu tinha a mini em 6 ed. (q foi a 1º versão a sair aqui)... Eu preferia essa 1º por ser em papel LWC e mais "compacta" pra guardar num mesmo saco plástico (já naquele tempo eu apanhava com a falta de espaço, hehe)! Só me livrei dessas qdo saiu a ed. de luxo da panini!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei parte da mini em 6 (não deu para tudo, eu era só um estudante! É curioso ler Watchmen sem ter todas as partes...) e depois o encalhernado da Abril (que chegou a valer uma fortuna durante uns tempos!).

      Só voltei a comprar depois em inglês, especificamente o Absolute porque era de muito alta qualidade.

      A melhor edição atual, por estranho que possa parecer, é a francesa. Ela foi traduzida originalmente pelo Jean-Pierre Manchette, um dos maiores escritores policiais da literatura francesa (o editor era o filho dele) e conta com uma edição MUITO bem feita hoje em dia pela Urban Comics, um selo da Dargaud (melhor editora de quadrinhos do mundo).

      Excluir
    2. Essa ed. francesa de "Watchmen" parece ser o máximo mesmo em matéria de capricho e tradução, hein?

      Se eu tivesse fluência no idioma, acho q eu me enforcaria em contas mandando importar materiais da França, rs... Quase todas as versões de HQs q eu vejo são francesas (tem aquela de "Star Wars" tbm com a coleção completa q parece ser um deslumbre visual, hehe)!

      Abs!

      Excluir
    3. É outro nível. Só que voce ia parar de comprar super-herói com tantas outras coisas boas à sua disposição...

      Excluir
  63. "Começo a achar que eu não leio tanto Marvel e DC, não porque o nível das histórias decai, mas porque eu enjôo fácil de histórias cronológicas"


    E aí... blz?

    Eu lembro q até um tempo atrás (anos 80 à meados dos 90) a Marvel e DC investiam bastante em mini-séries e especiais com histórias fechadas pra cada personagem (sem mtas interligações com a cronologia - q mesmo valendo, podiam ser lidas e entendidas SEM a necessidade de se acompanhar as revistas de linha)!

    As Graphic Novels, "Wolverine & Destrutor", "Um Conto de Batman", "Reino do Amanhã", "Inumanos" (Mythos), etc... Parece q a gente lia mto mais material fechado (independente de cronologia) do q nos dias de hj, onde tudo parece interligado de alguma forma nesses gibis de grandes editoras!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dredd praticamente só tem historias fechadas! Aproveite. ;-)

      Excluir
    2. Mas essas do "Dredd" eu já aproveito E recomendo, rs...

      Por falar nisso, a loja daqui (Tutatis) recebeu um estoque de encadernados do "Dredd": Inclusive o crossover com "aliens e predador" (q parece estar esgotado na Mythos)!

      Abs!

      Excluir
    3. Sim, mas a dica era pro Anônimo também. ;-)

      Excluir
    4. Pois é. Eu li aquele livro que recomendaram e que no fim das contas só achei a parte que falava da história da DC. E depois de ter lido o da Marvel e da DC, é fácil perceber que essa de cronologia "superligada" é um meio que vende e ainda faz as pessoas comprarem os outros títulos para o pessoal entender o evento. Essas duas hoje fazem as histórias para fanboys.

      Enfim, foi bom enquanto durou

      Excluir
  64. "Se chegar a só vender por meio digital eu vou desistir de comprar"


    Eu tbm acho q desistiria... A graça pra mim é ter o gibi impresso e guardado na estante depois de lido! Não sei se um dia eu conseguiria mudar um hábito de leitura impressa q adquiri ainda na infância: provavelmente não (aí eu pararia de vez com tudo)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema do digital é que você inclusive baixa facilmente e a leitura não é a mesma coisa.

      Minha família já pega muito livro digital, e na maioria das vezes, a diferença do digital e do em espécie é de 10 reais.

      Enfim, não entendo pessoas que trocam a mídia física pela digital.

      Excluir
  65. "Vão republicar "Crise de Identidade"? Tá explicado esse ruído horrível de scalpers/mercenários livres em pranto!"


    E aí, doggma... blz?

    No ano passado, andaram espalhando uns boatos por aí de q a DC jamais voltaria a republicar a "Crise de Identidade" por querer fugir dessa proposta mais adulta e pesada de histórias. Mas esses boatos foram desmentidos com este relançamento nos EUA (de uma nova versão da saga):

    http://www.mycomicshop.com/search?TID=35115116

    E é essa republicação q deve ser relançada por aqui uma hora dessas (sem previsão exata ainda: mas acredito q saia lá pro ano q vem)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De onde saiu isso? Essa saga nunca saiu de linha nos EUA!

      Pode-se falar muita coisa da DC, mas o programa de encadernados dela é sensacional. Material como Cavaleiro das Trevas, Watchmen, Ronin e agora esse Crise de Meia Idade NUNCA saiu de linha nos EUA!

      Excluir
  66. "E eu tenho a edição definitiva da Panini cheia de erros de concordância, digitação e tradução."


    Essa é a versão q eu tenho tbm...

    e olha q na época foi lançada como a "definitiva", rs... depois corrigiram a arrumaram essa merda!

    Abs!

    ResponderExcluir
  67. "Nunca chegaram a lançar uma versão corrigida, não? Sei que na época a 1ª edição esgotou rapidamente (apesar do alto preço)"


    Bem, eu não cheguei a ver ao vivo a 2º versão de "Watchmen"... Mas soube (pelos relatos de quem comprou e fez comparações com a 1º) q corrigiram os tais erros sim! Tinha um blog mto bom q eu acompanhava q postou na época as fotos dos erros e da correção (pena q esse blog já fechou suas portas e sumiu do mapa - acho q o nome era "gibizeiros": ou algo assim, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  68. "É outro nível. Só que voce ia parar de comprar super-herói com tantas outras coisas boas à sua disposição..."


    Imagino, Hunter...

    Se aqui no Brasil (num mercado dominado por super-heróis) eu já tenho todo mês várias boas opções de escolha fora do gênero dos "supers"... q dirá num mercado de mais bom gosto, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas tem muito material bom fora as HQs de super heróis aqui no Brasil, o problema é que a visibilidade é pouca.

      Excluir
  69. "Essas duas hoje fazem as histórias para fanboys."


    Pois é... E ainda assim, tem fanboy q vive reclamando nas redes sociais e continua comprando os mesmos gibis dos quais fala mal por aí!

    Sou a favor de q os leitores reclamem mesmo daquilo q tá ruim e exijam uma qualidade melhor de conteúdo das grandes editoras... Mas as coisas nunca vão mudar enquanto as mesmas pessoas q reclamam e pedem mudanças continuarem comprando o mesmo material q criticam! As editoras não vão se preocupar em mudar pra melhor se o arroz-com-feijão continuar vendendo bem!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro que naquela história do Cap Hidra, a primeira edição esgotou nas lojas e o pessoal só comprou para queimar, e não preciso dizer que a editora gostou das vendas e nem ligou para as revistas queimadas.

      Quero ver como algumas editoras vão se virar daqui há uns 30 anos, quando a maioria dos heróis mais usados por eles entrarem em domínio público. O Superman mesmo entra daqui a 12 anos. Se essas editoras não trabalharem bem com os personagens, já já será tarde demais.

      Excluir
  70. "Minha família já pega muito livro digital, e na maioria das vezes, a diferença do digital e do em espécie é de 10 reais."


    Olha, já vi diferenças de preço até menores q isso ainda... Um exemplo são os pockets da L&PM, q até pouco tempo custavam apenas 5 (!) reais de diferença entre a versão impressa e a digital. Aí realmente não vale a pena pagar quase a mesma coisa q um impresso pra ter um digital!

    Tem um amigo meu q baixa e compra livros digitais... pq segundo ele é mais fácil levar em viagens e não ocupam espaço. Mas ele é um cara bem mais viciado q eu em leitura e (sério) ele lê livros no tablet e celular até em filas de banco, rs! Ainda assim, sou mil vezes os impressos!

    Abs!

    ResponderExcluir
  71. "Ele é o papa da Igreja do Murry que domina o fandom Disney brasileiro e seus dois dogmas são que o único bom Mickey é o do Murry e a Disney italiana não presta. É por conta dele e só dele que o Murry é muito mais famoso no Brasil do que em qualquer outro lugar do mundo"


    Oi, Hunter... blz?

    Qdo eu o conheci, ele já estava afastado das redes sociais (na época: ainda o finado e saudoso Orkut) e só fiquei sabendo por alto de algumas repercussões sobre uma comunidade Disney q ele administrava ter sido deletada (acho q isso coincidiu com o fim do site do "gibi" tbm)! Aliás, a 1º comunidade Disney da qual eu participei (tbm no Orkut) foi formada por remanescentes dessa outra q tinha sido deletada (e cujo dono então era o Fernando Ventura - meu amigo até hj tbm)!

    Engraçado, é q dessa comunidade eu me lembro mais das brigas homéricas q tive com vários integrantes... Um deles (Paulo Jequitibá) famoso pela expressão/bordão das "rererererererepublicações", rs (de vez em qdo eu adoto essa expressão tbm: apesar dela ter sido criada por um desafeto, não deixa de ser genial, pois a Abril exagera mesmo na quantidade de repetécos)!

    Mas eu não sabia tbm desse fato do Paul Murry ser famoso e respeitado apenas no Brasil... A impressão q passa (pela imagem q se formou dele por aqui) é a de q ele é um dois grandes nomes da Disney ao redor do mundo! Por ser publicitário eu entendo bem q o poder da palavra (qdo bem trabalhada e propagada na mídia) por tomar proporções gigantescas! Eu gosto do Mickey do Murry, mas meu favorito ainda é o do Gottfredson (embora eu tenha lido bem menos dessa fase). Tbm gosto do Mickey do Casty (q anda meio sumido das revistas) e do Jack Bradburry (q eu acho meio injustiçado nessas listagens)! Agora o PIOR Mickey de todos (pra mim) é o casal Pat/Carol "Mc Greal" (eles fizeram o Mickey mais imbecilizado q eu já vi, nas histórias mais infantilizadas e bobinhas possível)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O teste da wikipedia funciona magnificamente bem. Vá até a página do Murry em português (administrada por aquele de que falamos) e compare com ela em outras línguas.

      Português:
      https://pt.wikipedia.org/wiki/Paul_Murry

      Inglês:
      https://en.wikipedia.org/wiki/Paul_Murry

      Italiano:
      https://it.wikipedia.org/wiki/Paul_Murry

      E assim por diante. A alemã até tem um tamanho razoável, mas é porque tem uma relação de historias. Ainda assim, a página em português tem o TRIPLO do tamanho dela (e o décuplo de qualquer outra!).

      Papa da Igreja do Murry, já falei!

      Nos EUA há três nomes famosos de autores Disney: Barks (claro!), Gottfredson e (em menor escala) Rosa. Não por acaso são os três que a Fanta tem feito compilações. A IDW está publicando uma do Donald do Taliaferro, mas ele é bem mais obscuro.

      Entre os especialistas nas HQs Disney (américanos e europeus), o material mais bem considerado do Mickey pós-Gottfredson é o do Romano Scarpa (quase todo inédito no Brasil...). Se pegar as revistas Disney americanas dos anos 80 para cá, quando começaram a publicar material internacional, vai ver muito mais publicações de material do Scarpa do que do Murry. E isso NOS PRÓPRIOS EUA!

      De uns cinco anos para cá, tanto nos EUA quanto no Brasil, o Mickey que tem chamado a atenção é o do Casty. Existe uma filiação direta Gottfredson-Scarpa-Casty. Scarpa assumiu a produção de historias longas na Disney italiana quando o material do Gottfredson acabou (o desenho dele é igual ao do Gottfredson nos anos 50, incidentalmente) e Casty vê Scarpa e Gottfredson como suas inspirações diretas. Já li dúzias de entrevistas com o Casty (em italiano e inglês) e nunca o vi mencionar Murry uma única vez, enquanto ele fala sempre no Scarpa e Gottfredson.

      Excluir
    2. Incidentalmente, na França também a Glénat faz coleções de material de Barks, Gottfredson e Rosa (já terminou os dois últimos - embora só tenha publicado o material da melhor fase do Gottfredson - e está na reta final do Barks). E só deles!

      Na Itália já fizeram coleções completas (terminadas) do trio e do Romano Scarpa, mas, claro, como Scarpa é italiano isso deve ter influenciado. A Itália, que é a maior consumidora de HQs Disney do mundo, tem muitas edições com historias de autores únicos (além dos acima, já saíram volumes de Marco Rota, Cavazzano e muitos outros, inclusive, sim, Paul Murry!), mas coleções completas só dessa turma.

      Excluir
    3. O Murry é bem fraquinho nas histórias, porém como se trata do Mickey que teve pouquíssimos cartunistas bons, afinal do Mickey só é boa a fase Gottfredson.

      Excluir
    4. Até teve fases boas, como as do Scarpa que eu citei. Só que não saiam no Brasil...

      Excluir
  72. "De onde saiu isso? Essa saga nunca saiu de linha nos EUA!"


    Esse boato sobre a "Crise de Identidade"... Surgiu numa dessas comunidades de quadrinhos do face, mas acabou sendo espalhada por sites e blogs q "caíram nessa" e saíram replicando a notícia sem verificarem a fonte antes. Tem canais de vídeo por aí (justo alguns dos mais famosos) q na busca desesperada por audiência e "likes" tbm ajudaram a espalhar a bobagem pela internet!

    Aí já viu, né? Se sites, blogs e canais famosos espalham uma notícia FAKE... basta uma meia-dúzia de trolls pra copiar-e-colar a informação em vários grupos (e tá feito o estrago)!

    O Pior de tudo... é q bastava uma simples pesquisa de poucos segundos em sites de venda de material importado (amazon, e-bay, mycomicshop) pra se constatar q a "Crise de ID" já havia tido uma republicação comemorativa de 10 ANOS em 2014... e agora ganhou um novo Hard-Cover em fevereiro deste ano!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses boatos de Internet são duros de matar.

      O mais famoso é o do "descancelamento" de Akira ter rolado porque alguém ameaçou processar a Globo.

      Na verdade a Globo QUERIA publicar o final de Akira, só que a série não tinha sido terminada nos EUA (e penso que no Japão também) e o final demorou MUITO para ser publicado lá! Basta ver as datas das edições americanas, o final da edição brasileira saiu tipo seis meses depois da americana.

      Independentemente de terem ou não processado a Globo, ela não podia publicar o que não exitia...

      Excluir
  73. "Lembro que naquela história do Cap Hidra, a primeira edição esgotou nas lojas e o pessoal só comprou para queimar, e não preciso dizer que a editora gostou das vendas e nem ligou para as revistas queimadas."


    Acho mto patético tudo isso relacionado ao "Cap. Hidra"... Desde a história em si (feita pra viralizar com polêmicas baratas) até a atitude ridícula dos fanboys q queimaram o gibi (fortalecendo a revista com esse ato idiota de protesto) e principalmente: a MÍDIA (burra e rasteira) q ajudou na divulgação de todos os fatos (fazendo de um gibi ruim, um sucesso de vendas)!

    As grandes editoras já sacaram q é fácil demais fazer alguns leitores de trouxa (q caem em polêmicas gratuitas)... e fazer a mídia trabalhar de graça pra eles (noticiando e ajudando a viralizar as polêmicas q vendem)! O certo era o leitor parar de comprar essas merdas e ir procurar coisa melhor pra ler. E os sites/blogs/canais pararem tbm de sair q nem umas loucas atrás de "likes" e ignorarem essas manobras manjadas da Marvel e DC!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É por isso que eu já desisti do gênero super heróis nas HQs; tem essa picuinha várias e várias vezes, e elas se prolongam e vendem. É por isso que quando eu vejo algo da DC ou Marvel em livrarias ou bancas sempre procuro outros materiais para pegar no lugar, pois o que menos quero é ajudar uma editora que desrespeita os fãs e a sua inteligência.

      Excluir
  74. "Eu ouço esse papo de mídia digital extinguir a mídia física desde o advento do mp3."


    Eu tbm ouço isso faz tempo, SEMI...

    Aliás, logo q os scans começaram a se proliferar já decretaram nas redes sociais o FIM iminente do gibi impresso, rs! Porém, as coisas tão rumando pra uma realidade futura cada vez mais interligada com o mundo digital: Talvez isso não aconteça nesta geração, mas na próxima já pode haver uma redução ainda maior dos impressos!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, o MP3 trucidou as vendas de CDs...

      Mas livro é uma coisa BEM diferente. Ainda tem diversas vantagens sobre o digital (e provavelmente sempre terá), não ficou obsoleto mal o outro apareceu!

      Excluir
  75. Problema de espaço é complicado. Minha prateleira simplesmente não tem mais espaço Leo e não sei se caberá mais encadernados.

    E chega deu um peso no coração ao olhar o preço do encadernado Pato Donald Perdido nos Andes e o seu preço... ficou muito fininho, no lugar eu peguei o Nova York do Will Eisner, que logo quando fui guardá-lo percebi que estava faltando espaço e já tô tendo de improvisar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí... blz?

      O espaço físico pra gibis aqui em casa já acabou faz uns meses... Tô empilhando gibis num canto do quarto! A solução pra mim agora é investir uma grana e fazer estantes projetadas sob medida (ocupando melhor o espaço até o teto). Isso resolveria meu problema por mais uns anos pelo menos!

      Abs!

      Excluir
    2. O que falta é a grana para fazer tal reforma, fora que sou estudante e ainda terei de comprar livros didáticos e isso complicará a minha vida. Acho que vou passar a só pegar o Principe Valente da Pixel mesmo pelo valiosismo. Para mim Principe Valente é uma obra prima que precisa ficar em minha coleção.

      Excluir
  76. Sim Leo, eu testei Choques Futuristas e achei bem medianas as histórias, eu testei inclusive algumas histórias em português, fora as que li em inglês. Não que o material seja ruim, mas que o preço não vale a pena e as histórias não estão a nível do gênio que é o Alan Moore, porém para quem lia a Juiz Dredd Magazine aqui deve ser um deleite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já curti bastante o estilo de contos dos "Choques"... era uma das partes q eu mais gostava no mix da revista do dredd!

      Abs!

      Excluir
    2. Não curti muito o humor das histórias.

      Excluir
  77. "Mas ficou muito tempo anunciado e recebendo perguntas idiotas. rs"


    Hahaha... Aturar as perguntas idiotas em anúncios do ML é q são fóda mesmo, rs!

    Nunca me esqueço das risadas q me rendeu ler as perguntas no anúncio do Vítor (o das "SOBRECAPAS" da Salvat)... Ele explicou bem direitinho q tava vendendo APENAS as sobrecapas (inclusive com IMAGENS): e ainda assim tinha MUITA gente perguntando se os encadernados vinham junto, rs! Pior ainda é qdo vem aqueles chatos pechinchando sem parar (até no frete): Se bem q disso eu nem posso reclamar, pois tbm sou um desses chatos q fica pedindo desconto em cada compra q faz, hehe!

    Abs!

    ResponderExcluir
  78. "Entre os especialistas nas HQs Disney (américanos e europeus), o material mais bem considerado do Mickey pós-Gottfredson é o do Romano Scarpa (quase todo inédito no Brasil...)"


    Oi, Hunter... blz?

    Puxa, fiquei impressionado com as diferenças das páginas da wiki sobre o Murry... procurei mais algumas por aí, mas a brasileira é mesmo MUITO maior q as demais, rs!

    Entre os artistas americanos, fiz a pesquisa tbm com o Tony Strobl... e ele é outro pouco valorizado nos EUA (se bem q a pág. dele na wiki brasileira é minúscula e ainda menor q a dos EUA). É bem como vc falou: Parece q nos EUA só existem Barks, Gottfredson, e Rosa! Acho q no dia q a Fanta completar as coleções desses 3 eles devem considerar q já publicaram TUDO da Disney, rs!

    Qto ao Scarpa... não sei pq a Abril vem negligenciando ele há tantos anos. A quantidade de porcarias q a editora publica é imensa (a desculpa da "falta de espaço" não cola nesse caso). Espero q da mesma forma q a Abril tem dedicado alguns de seus encadernados capa-dura pra artistas específicos (Zé/Canini, Donald/Barks, e agora Mickey/Murry)... q futuras ed. ainda venham a trazer: Taliaferro, Scarpa, e Casty!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, a IDW já está fazendo uma coleção do Taliaferro. E uma da tira Silly Simphonies, que teve vários autores (inclusive Taliaferro e o próprio Murry!).

      O Brasil é meio inexlicável em algumas coisas. Em Portugal, assim que um editor de verdade começou a fazer a seleção de material rolou uma ENXURRADA de Scarpa! Em dois anos saiu mais Scarpa em Portugal do que em 66 anos de Abril! Mas a Abril anda criando vergonha na cara e publicando o material dele, principalmente do Tio Patinhas (que é bom também, mas Tio Patinhas tem muito mais bom material do que o Mickey...).

      Casty tá saindo direto aí nas revistas do Mickey. Não duvido que comece a ganhar encadernados daqui a uns anos.

      Taliaferro é o mais complicado porque é no formato de tira. A Abril até publicou muito Taliaferro no passado, mas tinha de remontar as tiras para caberem nas revistas. Ninguém mais faz isso hoje em dia! Talvez se as prometidas coleções do Gottfredson fizerem sucesso...

      Excluir
  79. "Na Itália já fizeram coleções completas (terminadas) do trio e do Romano Scarpa, mas, claro, como Scarpa é italiano isso deve ter influenciado."


    Bom saber... q pelo menos existe um material já finalizado e completado do Scarpa (caso um dia a Abril decida publicar aqui essa coleção)!

    Marco Rota e Cavazzano tbm seriam mais q bem-vindos em coleções completas ou edições avulsas (sou mto fã do trabalho desses 2)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rota e Cavazzano ainda estão em atividade, então não é tão cedo que sai uma coleção completa (felizmente!).

      Ainda assim, Eu já teria feito um capa dura com as "cinco grandes" do Rota (as historias que ele escreveu e desenhou para o Almanacco de Topolino, "Donald Pendular", "O Depósito Oceânico", "O Ataque dos Vikings", "As Aventuras de MacDonald" e a menos conhecida "A Bola que deu Bolo"). Talvez incluindo as famosas "Esta é a sua Vida, Donald" (o especial do cinquentenário) e "A Noite do Sarraceno" (a história em latim). Todas obras-primas!

      Pô, pelo menos uma compilação das HQs do MacDonald já valeria a pena. Rota é o melhor desenhista das HQs Disney, a escolha perfeita para uma edição de luxo!

      Excluir
  80. "O mais famoso é o do "descancelamento" de Akira ter rolado porque alguém ameaçou processar a Globo."


    Esse boato do "Akira" por incrível q pareça ainda continua sendo propagado pela internet sempre q se levanta um debate sobre a republicação da série... Não adianta nada esse boato já ter sido desmentido, algumas pessoas tem a inclinação em comprarem essa ideia e acreditarem q foi um leitor q "dobrou" a Globo com a ameaça de um processo, rs!

    Imagino q num caso real de processo contra uma editora... seria feito no máximo um ACORDO com o leitor e oferecida a devolução do dinheiro das ed. já compradas (pra editora seria mais barato do q imprimir uma tiragem inteira das ed. faltantes). Geralmente é tentado sempre um acordo entre ambas as partes!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É absurdo e pode ser negado facilmente comparando as datas das edições da Globo com as americanas que lhe serviam de base!

      Excluir
  81. "Na verdade, o MP3 trucidou as vendas de CDs..."


    Oi, Hunter... Podemos incluir nessa análise tbm o fato da indústria de filmes ter sido afetada diretamente pelo formato digital. As vendas de discos em DVD e as locadoras físicas tbm apanharam feio diante dos torrents e netflix (o Blu-ray eu já não sei como vai de vendas, mas vejo vários discos em "saldões" já na faixa de 20 reais)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas aí, não foi o formato digital que afetou o físico. Foi o formato "gratuito" (pra não dizer ilegal).

      E o blu-ray não vingou no Brasil. As vendas de dvd superam de longe o raio azul e muita coisa nem sai mais no formato (as animações da DC são um exemplo).

      Excluir
    2. Acho q é um pouco das 2 coisas nesse caso, SEMI... O formato "gratuito" (ilegal) não deixa de ser algo propiciado pelo DIGITAL (sem isso, a prática de baixar filmes de graça não existiria, hehe)! Além do mais, o Netflix não é gratuito, mas custa uma mixaria diante da infinidade de filmes e séries q oferece!

      Eu já fui dono de locadora... e sei q a luta com o formato digital (pra quem tinha um negócio do tipo) já era uma briga perdida lá no início dos anos 2000!

      Abs!

      Excluir
    3. É relativo. Os cinémas em si continuam faturando. A venda de filmes em formato perene é que sofreu.

      Mas temos que levar em conta que só um punhado de malucos (como eu) faz questão de ter um filme nas prateleiras. A maioria está feliz em ver em um sistema tipo Netflix (que, não por acaso, está se dando bem).

      Excluir
    4. Tbm sou um desses malucos q ainda gosta de ter um filme em formato físico na estante (e de preferência até com as capinhas originais dos cartazes de cinema - nem q elas tenham de ser customizadas com essa finalidade, rs)!

      Porém, sei q pra maioria dos espectadores "normais"... os filmes são produtos cada vez mais descartáveis e não-colecionáveis (pra esse público, a netflix é uma boa opção)!

      Abs!

      Excluir
    5. O colecionismo sempre vai existir, o que garante por si só a existência das mídias físicas. E eu sou mais um na lista dos que mantém filmes na estante. rs

      Já as locadoras, foram vários motivos que levaram a derrocada do negócio. Até mesmo a venda de filmes para o público (que não existia de forma relevante na época do vhs) contribuiu.

      Temos também pirataria, tv por assinatura, downloads e a janela cada vez menor para um filme percorrer o caminho do cinema até a tv abeta.

      Cinemas só faturam em formato multiplex e com uma grande ajuda das bombonières. E vinham capengando até o advento do 3D.

      São muitos fatores além do "físico x digital". Agora o mesmo bolo cada vez mais se divide em vários pedaços (consequentemente cada vez menores).

      Excluir
  82. "O que falta é a grana para fazer tal reforma, fora que sou estudante e ainda terei de comprar livros didáticos e isso complicará a minha vida."


    Pois é... Sei bem o qto sairia caro o investimento de se fazer móveis sob medida pra abrigar uma coleção de médio porte! Por menos de uns 5 mil (já bem chorado) é difícil (mesmo num escritório pequeno q nem o meu!

    Mas no meu caso não tem mais jeito, pois o espaço aqui já era (a vantagem do investimento seria pra aproveitar as estantes até o teto e cobrindo todos os cantos da peça (aí só projetado mesmo)! E o "Príncipe Valente" eu ainda não comprei, mas esse vai ser COFRE com certeza!

    Abs!

    ResponderExcluir
  83. "Bem, a IDW já está fazendo uma coleção do Taliaferro. E uma da tira Silly Simphonies, que teve vários autores (inclusive Taliaferro e o próprio Murry!)"


    Essa é uma ótima notícia mesmo, Hunter (nem q seja pros meus planos de importações futuras)... Eu tenho quase todos os DVDs q saíram aqui da série "Tesouros Disney" (faltou só o do "Coelho Oswaldo") e um dos meus favoritos é justamente o das "Sinfonias Ingênuas":

    http://www.saraiva.com.br/walt-disney-treasures-sinfonias-ingenuas-duplo-dvd4-2579456.html

    Já ficarei de olho nessa coleção da IDW então... E agora até acredito mais na possibilidade da Abril arriscar a publicação desse material por aqui (já q o Gottfredson q até pouco tempo parecia algo impossível aqui, teve sua coleção confirmada pro ano q vem - e no formato widescreen)!

    O q eu tenho do Taliaferro em gibis impressos... é mto pouca coisa: "A Galinha Sábia" q saiu num "Disney BIG 11" e o "Contra-Espião" (q tava no encadernado capa-dura de "80 Anos do Donald"): A versão em formatinho (BIG) é sofrível de ler (é perceptível o qto a arte foi prejudicada na redução e - principalmente - na péssima impressão em pisa-brite)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  84. "Rota e Cavazzano ainda estão em atividade, então não é tão cedo que sai uma coleção completa (felizmente!)"


    Ainda bem mesmo q ambos ainda estejam na ativa, Hunter...

    Por coincidência, voltei a ler Disney a partir de 2009 qdo vi o "BIG" nº 1 nas bancas (bateu aquele saudosismo e não parei mais com a linha Disney de lá pra cá): E a 1º história dessa edição era justamente uma do Marco Rota (Prova...Cão Aérea): Mto boa!

    E o Cavazzano é um fenômeno mesmo... Eu era moleque (lá nos anos 70/80) e ele já era um dos artistas mais proeminentes dos gibis Disney da época. Seu traço mudou um pouco hj em dia, mas continua bom! Imagino qtas dezenas de encadernados seriam necessários pra compilar toda a obra completa dele, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, o Rota também é do tempo em que a gente era moleque. As historias do Almanacco de Topolino que eu citei são todas dos anos 70 - e muitas saíram no Brasil ainda naquele tempo ("O Depósito Oceânico" saiu até antes de eu ter idade para ler!).

      Excluir
    2. Sim, mas no caso, o Rota ainda não era um nome mto conhecido (na minha infância ao menos)... A única história q eu me lembro de ter tido dele no início dos anos 80 era a origem do Donald (q saiu naquele especial com capa dourada q trazia o fac-símile do "pato" nº 1)! Diferente do Cavazzano q já aparecia todo mês em algum "almanaque Disney" ou demais séries mensais!

      Abs!

      Excluir
    3. O problema é que a gente confundia com Barks e similares. Cavazzano era superdistintivo!

      Excluir
  85. Olá, amigos. Não sou conhecedor de gibis Disney nem um pouquinho. Eu lia quando criança, e adorava o Almanaque Disney, e o gibi di tio patinhas. Mas assim, eu fico vendo seus comentários, nunca comprei nenhum desses encadernados novos, mas me pergunto... Como é que vocês sabem os nomes dos autores? Sei que NF época que eu lia, os criadores não eram creditados... E outra coisa, geralmente essas histórias eram roteiro e arte de um só cara??? Só dúvida si, Galerinha, obrigado a quem responder.... Um abraço a todos os amigos do Submundo HQ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Celso... blz?

      Antigamente o nome dos autores e artistas Disney não eram creditados mesmo... Mas já faz algum tempo q a Abril mudou essa política e passou a incluir os créditos em todos os gibis (embora a editora ainda insista em omitir as datas das histórias em algumas revistas)!

      A linha Disney sempre contou com vários artistas e de vários países tbm. Os mais famosos são: Carl Barks, Don Rosa, Floyd Gottfreson, Paul Murry, Renato Canini (brasileiro), Tony Strobl, Romano Scarpa, Cavazzano, Casty, entre outros! É um belo universo a ser explorado!

      Abs!

      Excluir
    2. Sobre quem escrevia e desenhava, depende muito.

      Carl Barks escreveu quase tudo que desenhou, Paul Murry nunca escreveu nada. Muitas histórias não se sabe quem escreveu até hoje. Desenho é mais fácil, já que há especialistas que conseguem identificar facilmente quem fez o quê.

      Excluir
  86. "O site TAVA muito bom, até aqueles mercenários resolverem que pra baixar os arquivos, a pessoa tem de se cadastrar DOANDO dinheiro pra eles"


    Sei q é trabalhoso manter um site com scans (já fiz isso um dia e levava horas escaneando revistas - só q não eram gibis, e sim: revistas 18+ pra um site q eu ajudava a sustentar nos primórdios da internet)!

    Tem horas q a gente quer uma remuneração ($$$) pelo trabalho... Mas acho q existem outras formas de se conseguir isso (até mesmo ganhando MAIS do q com doações): O caminho tá na parceria com empresas e clicks nos banners das mesmas. Mas tem q divulgar o site depois (pra fazer render nos banners)!

    Abs!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...