18/08/2015

"Editoras Nacionais - Bloch" (Parte 2): Rumo ao Fim do Arco-íris....

Nesta 2º (e última) parte da matéria sobre a Editora Bloch.... Veremos os principais títulos que tiveram destaque na passagem meteórica da Bloch pelo Universo Marvel (entre outras séries de quadrinhos na editora com as cores do arco-íris)!!!

Boa parte dos super-heróis Marvel já passaram pela Bloch (em pouco mais de 3 anos de atuação à frente da Marvel).... Mas nem só de heróis fantasiados a editora vivia, e ela investiu pesado no Terror, no humor, e nas adaptações de filmes e seriados de sucesso!!!

Confira abaixo a nossa "viagem alucinógena" final pela Bloch:

Em matéria de quadrinhos, a Bloch é mais lembrada por sua breve passagem pela Marvel (que durou de 1975 à 1978).... Nesse período, a Bloch publicou dezenas de títulos (individuais) pra cada herói Marvel: "Homem-Aranha", "Cap. América", "Hulk", "Thor", "Conan - O Bárbaro", "Namor", "Tocha Humana", "Homem de Ferro", "Vingadores", "Demolidor", "Mestre do Kung Fu", "Punho de Ferro" (traduzido como: "Punhos de Aço"), "Defensores", "Motoqueiro Fantasma", e "Ka-Zar"!!!

De todos esses títulos, o de maior longevidade foi o do "Aranha", com 33 ed. que cobriram as fases de Lee/Ditko (só faltando as 2 ed. anuais) e Lee/Romita (que foi continuada pela RGE). Fora isso, só o "Cap. América" chegou à marca 20 edições, em uma fase popularizada pela parceria com o "Falcão" - cujo ápice foi a saga do "Império Secreto" (capa acima), na qual o "capitão" descobre a corrupção no governo dos EUA. Os demais títulos, ficavam em torno de 5 à 10 números cada (com exceção de uns poucos que chegavam ou passavam de 15 ed: "Homem de Ferro", "Thor", "Demolidor", e "Hulk")!!!

A revista do "Mestre do Kung Fu" era um caso à parte, pois ela teve 30 edições: Porém, com um mix variado que incluía histórias do "Punho de Ferro" e outras séries de artes marciais (já que o gênero estava em alta devido aos filmes do Bruce Lee - e seus inúmeros imitadores - além do seriado de TV: "Kung Fu", estrelado por David Carradine). Curiosamente, os "Vingadores" não passaram de 10 números (e traziam o mesmo material publicado nas 2 "Bibliotecas" da Panini: Lee, Kirby, e Don Heck)!!!

A Marvel, entretanto, não era tudo na Bloch.... E a editora publicou um vasto acervo de títulos de terror (embora boa parte deles também fossem licenciados pela Marvel, rs): "Histórias Fantásticas", "Aventuras Macabras", "Sexta-Feira 13", "Cap. Mistério", "Clássicos de Pavor", "Frankenstein", "A Múmia-Viva", "Histórias Reais de Lobisomem" (jura que eles existem mesmo, hehe), entre outros: Pois o gênero era uma verdadeira febre nos anos 70 (tanto quanto os filmes de artes marciais)!!!

O Humor também foi bem explorado pela Bloch em títulos como: "Os Trapalhões" (sucesso na TV) e seu humor politicamente incorreto (com piadas preconceituosas e de teor sexual/machista - que dificilmente passariam incólumes nos dias de hoje, rs) e o "Popeye" (em uma série de extensa duração). Da mesma forma que o seriado japonês: "Spectreman" (pintado de "AZUL" - pra quem não era desse tempo, o herói era pra ser dourado com marrom, rs) e a revista de grande sucesso baseada nos filmes do "Planeta dos Macacos"! Destaque também pra adaptação de "Guerra nas Estrelas" (com um "Darth Vader" pintado de AMARELO e ROSA, rs): Confiram uma PRÉVIA dessa tosqueira neste: "LINK"!!!

Enfim.... A Bloch encerrou suas atividades em definitivo nos anos 2000. Será mais lembrada por suas cores psicodélicas e berrantes. Não deixou saudades em muitos leitores (sendo hoje uma das editoras do passado mais criticadas entre os colecionadores), embora suas edições ainda sejam procuradas em sebos por aqueles que gostariam de possuir alguns desses itens bastante "excêntricos"! São, no mínimo, o retrato de uma época conhecida como: "Os Loucos Anos 70" (os gibis da Bloch faziam jus à esse título: Eram uma "piração total, bicho")!!!

Até+

PS: Nas próximas matérias da série: "Editoras Nacionais".... Teremos: "RGE", "Abril", e "Panini" (futuramente, aqui no "Submundo"). E nos próximos dias: "Lanfeust de Troy" (Prévia), "Papo de Gibi" (novidades), relíquias do "Colecionador Fantasma", e a estreia do "TOP 100" (agora vai, rs - tá quase finalizado)!!! 

147 comentários:

  1. Fala, Léo!
    Muito boa a postagem! Nostalgia pura!
    Vale muito como registro das publicações, ainda encontrando o melhor caminho a seguir, de acordo com a aceitação do público. Mas mesmo com todas as bizarrices da época, certamente, muitos leitores foram formados nestes tempos.

    Hoje, muitos veteranos que compram encadernados (Deluxe e outros), sofreram em tempos passados, mas com certeza, tem recordações marcantes sobre os "gibis jurássicos" que os introduziram neste hobby!
    abs.

    ResponderExcluir
  2. Agora eu me lembro que dos Trapalhões eu tive uma edição, em que o quarteto satirizava os monstros clássicos. O Mussum, por exemplo, se transformava num morcego em forma de garrafa de pinga rs.

    Já o Spectreman eu curtia muito quando eu era pequeno e ter uma edição de HQ dele em mãos era algo precioso. Agora eu me lembro que eu achava estranho aquela cor azul nele e olha que quando eu assistia o personagem na tv era em preto e branco rs.

    ResponderExcluir
  3. Giulianno Liberalli18/08/2015 09:40

    Peguei o meado dessa época nos anos 70, era mais ligado nos Trapalhões e no Spectreman, também nunca me conformei com a cor azul que puseram nele, na série era totalmente diferente, mas era legal. E o excesso de cores? Uma mais berrante do que a outra. Acho que a possível explicação para isso é que, como era uma publicação voltada para o público infantil e as cores berrantes predominavam na época, deveria ser mais atraente para as crianças, um material assim colorido e chamativo ou como essas cores são as básicas, o processo editorial de impressão deveria ficar mais barato usando essas palhetas, a capa dos Vingadores é exemplo disso, a armadura dourada em duas cores e o Loki com o uniforme rosa ao invés de verde. Mas as coisas melhoraram na RGE depois, ficou um visual melhor, mais para quadrinhos de heróis mesmo. Interessante também que nessa época tinham títulos mais diversificados de heróis como Tocha Humana, Demolidor e Namor. Quem pegou esses tempos, não esquece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei que o Fantasma no Brasil era vermelho e não rocho como ele era de verdade,porque a cor roxa não saia ou não tinha esta cor para imprimir,por isso o uniforme era vermelhão.
      Fernando

      Excluir
  4. Em minha opinião, uma escolha acertada da Bloch (na verdade herdada da Ebal) foi antecipar para o vermelho a cor do uniforme do Demolidor, em suas primeiras aventuras. Afinal, se ele é o Homem Sem Medo, nunca que deveria usar um uniforme amarelão.

    Foi na revista do Capitão que a Saga "Bomba Maluca" desenhada e escrita pelo Kirby, (em sua volta pà Marvel, após cinco anos na DC) foi publicada. E até hoje nunca resgatada pela Abril ou Panini. Mas isso pode mudar, com a extensão da SALVAT sendo confirmada, pois assim teremos um volume dedicado ao arco Madbomb.

    E se não me engano a produção da revista do Spectreman era totalmente nacional. Foi uma ótima sacada aproveitar o sucesso da série exibida pelo SBT.

    Abs!

    ResponderExcluir
  5. Eu passei quase batido pelos quadrinhos da Bloch. A exceção foi justamente os trapalhões e suas peles monocromáticas alaranjadas (rs).

    Engraçado que, apesar de não ler heróis na época lembro justamente das sátiras como He-Gay e a Nega Maravilha.

    Ah essas capas hoje em dia:

    http://i1239.photobucket.com/albums/ff514/dinamostudio/trapalhoes02_01_zps5629e880.jpg

    http://sp7.fotolog.com/photo/39/61/81/makemewonder/1201052269_f.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A revista dos Trapalhões era muito boa mesmo! Mas nenhuma capa supera a do duelo de cecê, da qual, sem dúvida nenhuma, os chatos de plantão pegariam no pé:

      https://sebodomessias.com.br/imagens/produtos/2/25999_1000.jpg

      Uma patota da pesada, rs!

      Excluir
  6. Blz Leo,
    essa série das editoras é muito boa cara.
    Da Bloch eu lembro que cheguei a ter algumas edições do Spectreman. Eram as minhas favoritas da coleção, incrível como eu gostava daqueles gibis brother, mais do que qualquer outro da coleção, pena que me desfiz deles. É uma das coisas que eu lamento bastante. E tinha algumas dos Trapalhões, muito boas também. Dos heróis eu lembro vagamente de uma ou outra edição dessa fase na Bloch. Lendo esse post eu percebo que, apesar da loucura das cores, a editora acertou em cheio na escolha dos títulos na época. Seria muito legal ter uma revista solo do Namor nos dias de hoje, assim como de vários outros heróis, ao invés desses mixes medonhos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Pra quem perdeu está de volta a venda Fanático, Skurge e Mojo, aproveitem...

    ResponderExcluir
  8. Olá Leo, tudo bem?

    Tive bastante contato com esse material.
    Meu primeiro contato com gibis de heróis foi com as edições do Aranha da Bloch, que peguei emprestado com um colega da rua. Depois o meu irmão mais velho começou a comprar o Mestre do Kung Fu (que era muito legal). E passei a colecionar os gibis de terror/aventura. Porque terror mesmo só fui encontrar na revista Kripta um tempo depois. Hoje só tenho uma edição do Demolidor que encontrei em um sebo. As cores eram psicodélicas mas o papel era brilhante como o LWC. Quando tive contato com o material da RGE tive a sensação de queda de qualidade no papel e nas cores.
    Sobre a Eaglemoss você deve ter bola de cristal ou um informante infiltrado, pois além de você ter informado em primeira mão as edições especiais, eles estão confirmando na página deles a coleção de Graphic Novels DC para dezembro/2015 e a continuidade das miniaturas até as edições 200 (Marvel) e120 (DC). Exatamente como você estava comentando.

    Abs., Carlos - São Paulo.

    ResponderExcluir
  9. Oi Leo!

    Eu tive uma edição desta revista do Spectreman que trazia um boneco do herói japonês para ser recortado e colado em cartolina. eu com oito anos de idade, fã do seriado que na época passava no SBT, louco para ter o herói em brinquedo (coisa que não foi lançada na época por aqui!), então este boneco de cartolina era "ouro".

    Da revista eu não lembro muito bem, mas, era uma espécie de "aventura paralela do herói" com a história do seriado. Pelo que sei a revista era feita e desenhada por aqui mesmo.

    Eu sou um dos leitores que não sentem saudades da Era Bloch em quadrinhos de heróis. Os trabalhos da RGE e Abril já são mais contundentes e marcantes para a nossa geração.

    Existem publicações da RGE que eu gostaria de ter nos dias de hoje,e compraria se achasse por um preço justo como as seis edições de "Almanaque Premiere Marvel", dentre outras.Tem muita coisa desta época de ouro da Marvel que jamais foi republicada por aqui, nem pela Abril.

    Eu tenho algumas edições da RGE na coleção, mas, irei comentar sobre elas quando a matéria sobre a Editora for ao ar.

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  10. "Mas mesmo com todas as bizarrices da época, certamente, muitos leitores foram formados nestes tempos."


    E aí, Victor.... blz?

    Eu incluso, hehe.... A memória afetiva é algo q pesa bastante, e normalmente a gente tem maior simpatia e boas recordações das editoras q fizeram parte da nossa formação como leitor!

    No meu caso.... É a RGE: Até hj, a considero a minha editora favorita, pois foi por ela q comecei a colecionar gibis e me tornei "marvetinho", rs! Mas claro, serei bastante imparcial na hora de falar dela (na matéria q ainda irei preparar), pois mesmo sendo fã da RGE, reconheço tanto suas qualidades qto suas falhas (q não foram poucas tbm)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  11. "Já o Spectreman eu curtia muito quando eu era pequeno e ter uma edição de HQ dele em mãos era algo precioso. "


    E aí, Marcelo.... blz?

    De todos os seriados japoneses q faziam sucesso qdo eu era criança: "Ultraman", "Ultraseven", "Robô Gigante", "Vingadores do Espaço".... O "Spectreman" era disparado o meu favorito (era o q tinha mais ação e a musiquinha mais legal, rs)! Eu assisti todos os episódios (até o final, qdo o "Dr. Gori" morre caindo num precipício e ainda explodindo com uma bomba durante a queda, hehe)....

    Mas o gibi da Bloch era de lascar, pois mesmo sendo moleque, me incomodava mto ele ser AZUL no gibi (q nada tinha a ver com o da TV) - sem falar q as histórias não tinham o impacto dos ep. da TV!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  12. "Peguei o meado dessa época nos anos 70, era mais ligado nos Trapalhões e no Spectreman, também nunca me conformei com a cor azul que puseram nele, na série era totalmente diferente, mas era legal."


    E aí, Giulianno.... blz?

    Eu tbm era fanzaço do "Spectreman" (e dos "Trapalhões" tbm).... E cheguei a ter várias revistas deles na época. A do "Spectreman" teve umas 30 ed. e somente agora (pesquisando pra esta matéria) é q descobri q eram produzidas aqui no Brasil, rs (e não-autorizadas). A revista dos "Trapalhões" então, era uma das minhas preferidas de humor (risadas garantidas sempre, a cada edição)!

    Acho q faz sentido sim isso q vc falou das cores.... De repente, pro pessoal da Bloch, gibis eram apenas diversão descartável pras crianças (e talvez por conta disso, não se esforçassem tanto em fazer um serviço gráfico e de tradução melhorado). As próprias chamadas publicitárias da Bloch e a linguagem usada pelo "Cap. Aza" pra se referir aos leitores, já deixava claro q os gibis de super-heróis eram direcionados pro público infantil mesmo!

    Porém, eu nunca cheguei a ler um gibi de terror da Bloch.... e não sei se o tratamento dado à eles era superior ao dos gibis de super-heróis? Até seria interessante ver isso, já q os gibis de terror só poderiam ser direcionados pro público adulto (vou ver se acho alguns desses de terror pra baixar - pra matar a curiosidade)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles publicaram a fase terror no fim da parceria com Marvel. De heróis eles só publicavam o Aranha e o Shang Chi, e já estavam mais moderados no lance das cores e das traduções com muitas gírias. As revistas eram menos espalhafatosas e fizeram relativo sucesso tanto que publicaram basicamente tudo que havia disponível (até histórias solo do Morbius ) e continuaram com os títulos mesmo depois da Marvel cancelar o contrato. Com histórias de de nhistas brasileiros mas com a mesma numeração. Tanto que a Abril qd pegou a Marvel chegou a publicar 12 números do Dracula (que fazia sucesso por aqui) mas teve que mudar o título em português de Tumba de Dracula para Terror de Dracula pois a "a tumba" ainda estava registrada pela Bloch como título. Outra curiosidade é que a Abril publicava histórias complementares de terror na revista (a Bloch fazia) com autores como Kirby e Ditko mas na abril tem histórias solo do Dr. Druida que depois foi integrado ao úniverso de heróis fez parte dos Vingadores.
      César Leal

      Excluir
    2. Eu que morava no RJ na época,adorava o programa do Capitão Aza e das revistas da Bloch.Por gostar do programa dele,vai ver que por isso eu não tenho esta birra grande com a Bloch,pois ela me divertia,com os heróis que ela lançava.
      E engraçado que acho que os gibis de terror dela não eram para adultos não,acho que eu tinha algumas de terror comigo como o Franksteins que acho que saiu por ela, da múmia e Lobisomem por exemplo.Se eram proibidas,não deviam deixar comprar hehe.Agora Kripta era diferente,acho que menor não podia ler,mas eu lembro que lia de qualquer jeito,apenas não lembro onde rsrs.Mas tenho como memória afetiva.
      Fernando

      Excluir
  13. "Em minha opinião, uma escolha acertada da Bloch (na verdade herdada da Ebal) foi antecipar para o vermelho a cor do uniforme do Demolidor, em suas primeiras aventuras."


    E aí, VAMP.... blz?

    Pois é, nessa capa do "Demolidor nº 1" da Bloch q eu postei acima (e q traz a 1º aparição do "Coruja").... O uniforme dele nessa história era pra ser o AMARELO mesmo (e a Bloch pintou de vermelho - da mesma forma q a Ebal tbm fazia). Porém, hj em dia sabemos q a cor original do uniforme era amarela nas 6 primeiras histórias do "Demolidor" (só a partir da 7 q ele passa a usar o vermelho)!

    Curiosamente (por falar nisso).... A Abril tbm "arrumou" a cor do "HULK" qdo republicou sua origem em "Cap. América 100" (pintando ele de verde, qdo originalmente era cinza em sua 1º história)!

    Sobre a "Bomba Maluca".... Na Salvat a tradução deverá ser: "A Bomba da Loucura" (e será COFRE qdo sair, pois é toda do KIRBY). E o "Spectreman" era gibi nacional sim: produzido aqui no Brasil!

    Abs!

    ResponderExcluir
  14. "Engraçado que, apesar de não ler heróis na época lembro justamente das sátiras como He-Gay e a Nega Maravilha."


    E aí, SEMI..... blz?

    Essa do "He-Gay" eu li em scans e é engraçada pra caramba, rs.... Eu não tive esse gibi na época, pq foi da fase em q eu tinha parado de colecionar todos os gibis (por falta de grana). Mas o da "Nega-Maravilha" eu tive e a sátira fez tanto sucesso na época, q o Mussum "encarnou" a personagem várias outras vezes nos gibis da Bloch. Seria legal se um dia republicassem todo esse material (mas duvido q isso aconteça - eu diria até q nos dias de hj é praticamente impossível, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  15. "A revista dos Trapalhões era muito boa mesmo! Mas nenhuma capa supera a do duelo de cecê"


    Hahahaha.... Sensacional essa capa mesmo!

    "Duelo de cecê" é fóda, rs.... Mas realmente, esse é o tipo do gibi q hoje em dia seria proibido de aparecer nas bancas, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  16. "Lendo esse post eu percebo que, apesar da loucura das cores, a editora acertou em cheio na escolha dos títulos na época."


    E aí, Fabiano.... blz?

    Sim, acho q a maior qualidade da Bloch, no fim das contas, era ter lançado revistas individuais de cada personagem - salvo as exceções do "Mestre do Kung Fu" (q trazia outros títulos de artes marciais) e "Tocha Humana" (q publicava além das histórias solo dele, as do "4F" tbm). A EBAL tbm já havia tentado revistas solo antes, mas acabava formando mixes com o tempo (a revista do "Aranha" da EBAL passou a publicar o "4F" depois de um tempo, e por aí vai)!

    A RGE procurou seguir o estilo da Bloch.... E tentou manter pelo menos seus principais heróis (na época: "Aranha" e "Hulk") com revistas próprias - sendo q apenas o "Hulk" virou mix (qdo passou a abrigar a "Mulher-Hulk"). Fora isso, todos os demais gibis da editora eram mix (Almanaque Marvel, SHM, Premiere, etc)!

    E sobre uma revista solo do "Namor".... Bem, ele não terá uma revista, mas o encadernado da Salvat vermelha com ele (q deve sair em breve) vai valer mto a pena, pois trará o começo da fase BYRNE!

    Abs!

    ResponderExcluir
  17. "Pra quem perdeu está de volta a venda Fanático, Skurge e Mojo, aproveitem..."


    Valeu mesmo pelo aviso, Fábio....

    Desses aí, me falta o "Skurge" (Executor).... mas infelizmente, ainda não será agora q poderei comprá-lo (vou ter de esperar outro futuro relançamento, rs)!

    E na Livraria Cultura aqui de POA.... Chegou quase TODA a coleção de miniaturas Marvel/DC: Receberam estoques até das primeiras peças (claro q faltam uma q outra, mas a maioria tá lá, e hj fiz uma "repescagem" e peguei a "Donna Troy"!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "Sobre a Eaglemoss você deve ter bola de cristal ou um informante infiltrado, pois além de você ter informado em primeira mão as edições especiais, eles estão confirmando na página deles a coleção de Graphic Novels DC para dezembro/2015 e a continuidade das miniaturas até as edições 200 (Marvel) e120 (DC). Exatamente como você estava comentando."


    E aí, Carlos..... blz?

    Na verdade, meu informante é o mesmo de sempre: O infalível "X-9", hehe (o cara é fera).... Ele trabalha na Panini, mas tem espionado a concorrência tbm (Salvat e Eaglemoss - o q é facilitado pelo fato de haver uma "parceria" delas com a Panini) e tudo q ele descobre: ele vomita aqui, rs! Até hj ele sempre acertou todas, mas fico feliz com essa confirmação oficial da Eaglemoss (q irá mesmo até o final das 2 coleções de miniaturas e ainda lançará as novels da DC)!!!

    E sobre o "Aranha" da Bloch.... Realmente, ele tinha um papel brilhoso no começo (mto similar ao LWC), mas isso durou só até o nº 15 ou 16 (metade da coleção): A partir daí, passaram a usar uma espécie de pisa-brite (parecido com o q a RGE usava tbm). Aliás, as únicas ed. do "Aranha" da Bloch q tenho hj em dia são com esse 2º papel (fosco)!

    E o "Mestre do Kung Fu" era mto bom mesmo.... mas não acompanhei pela Bloch, e sim pelo Abril: qdo passou a sair no mix de "Heróis da TV" (q republicava material da Bloch e continuava de onde havia parado tbm)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leo, ó grande oraculo de delfos dos quadrinhos, pergunta para seu X9 se tem alguma previsão em vista para sair o encadernado "os maiores super herois"... esse é um que me falta. No mercado livre vc acha ele baratinho na faixa de 450 a 500 reais :( Abraços

      Excluir
    2. Ou seja, depois de ter o olho furado pela coleção vermelha, a Eaglemoss vai tentar entrar no "buraco" deixado pelo fim da coleção preta. Estratégia perigosa, uma vez que já sabemos que tem uma extensão engatilhada.

      Excluir
  19. Olá, Leorrad. Rapaz, voltei no tempo quando li sobre o gibi dos Trapalhões. O humor era bem escrachado, como no programa de TV, ou até mais. Boas lembranças. Heróis eu só fui ler mesmo na época da RGE. Aliás, a editora citada vai ter matéria especial também?

    ResponderExcluir
  20. "Existem publicações da RGE que eu gostaria de ter nos dias de hoje,e compraria se achasse por um preço justo como as seis edições de "Almanaque Premiere Marvel"


    Oi, Elcio.... Tdo bem?

    Esses "Almanaques Premiere" eram excelentes.... E foram eles q inauguraram aqui a série: "O Q Aconteceria Se" (cada ed. trazia uma HQ alternativa). Sabe, até pouco tempo tinha um cara imprimindo uns FAC-SÍMILES dessas ed. "Premiere" (entre várias outras revistas) e cheguei a comprar algumas dele - q futuramente postarei as FOTOS aqui no blog. Só q infelizmente, o cara meio q se "aposentou" e sumiu do mapa (se ele ainda estivesse na ativa, eu teria ajudado a divulgar melhor o trabalho dele - q ficou mto bem feito)!

    Essas ed. "Premiere", por exemplo.... Tavam na minha mira pra encomendar as versões fac-símile dele: Pois só tenho 3 ed. originais (nº 1, 4, e 6) e queria ter essa completa (mas agora já era)!

    Esse boneco de cartolina do "Spectreman" eu não conhecia.... q viagem, hehe: Eu tinha algumas revistas, mas nenhuma delas tinha o tal boneco (acho q eu teria lembrado de algo assim, rs)! Seja como for, eu era fanzaço do seriado de TV (bem mais do q qq outro herói japonês da época)!!!

    No mais.... A matéria sobre a RGE ainda pode demorar um pouquinho (ainda não comecei a redigir ela, e quero fuçar melhor na minha coleção antes de escrever o texto - pra eu poder comentar algumas curiosidades das edições: Já q da RGE eu tenho bastante coisa, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  21. Mojo disponível pra venda: http://lojaeaglemossbrasil.com.br/eaglemoss/produto/Edicao-Especial-Mojo.aspx

    ResponderExcluir
  22. "Heróis eu só fui ler mesmo na época da RGE. Aliás, a editora citada vai ter matéria especial também?"


    E aí, Eduardo..... blz?

    Sem dúvida, amigo: A "RGE" será a próxima editora a ganhar 2 matérias especiais aqui no blog.... E depois dela, ainda tem: "Abril" e "Panini" (com 2 postagens cada tbm)! Ainda vai demorar um tempinho, pois tenho q pesquisar bastantes pra redigir os textos (é difícil condensar as coisas mais relevantes de cada uma dessas editoras, hehe: Mas a minha ideia é no mês q vem já postar essa da RGE (espero q vc curta, rs)!

    E os "Trapalhões" eram mto bons na TV e no gibi, né? Ambos mantinham a mesma qualidade e estilo de humor (escrachado e circense ao mesmo tempo: Eu assistia até os filmes deles na época - e até revi alguns no Canal Brasil, q ano passo fez um festival de filmes clássicos deles)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  23. "Mojo disponível pra venda:"


    Opa.... Valeu mesmo pelo aviso, Alexandro!

    Quem ainda não tem essa peça: Recomendo (é uma das mais legais de toda a coleção)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  24. Oi Leo!

    Eu não me lembro direito de qual edição do Spectreman da Bloch vinha com o referido brinde do "boneco para recortar e montar, mas, pelas capas que vi lá no "Guia dos "Quadrinhos, eu acho que é a edição #11.

    Por incrível que pareça eu não curtia a revista dos Trapalhões, Acredito que por eles estarem na TV em carne e osso e no auge de seu programa a revista jamais chegaria ao auge do programa.

    Na realidade eu não curto nenhuma adaptação de programa ou seriado de TV com pessoas reais em formato de HQs!

    Sobre os Trapalhões, na realidade nossa geração viveu o auge do que houve de melhor em programas de TV, músicas, e filmes voltados para o público infantil (se quiser classificar os Trapalhões nesta categoria!).

    Me lembro que em 1985 a Globo no mês de julho passou filmes dos Trapalhões na "Sessão da Tarde" durante uma semana, e na época eu estudava à tarde e não estava de férias ainda; e a turma combinou de faltarmos todos na época para assim podermos assistir aos filmes dos Trapalhões. Bons tempos aqueles onde com poucas coisas nos divertíamos muito e éramos felizes de fato!

    Tempos atrás eu assisti alguns filmes deles, e apesar de já terem várias décadas ainda continuam excelentes. Não sei como a nova geração encararia estes filmes, mas, se o "Chaves" dá certo até hoje, creio que com os Trapalhões não poderia ser o contrário.

    A Liga HQ agora está vendendo as edições da Salvat, isso de certa forma me causou estranheza porque até agora fora a Livraria Cultura, que tem alvará de banca de revista, nenhuma Comic Shop fez isso, mas parece que as coisas estão mudando.

    Sobre a data de lançamento da Coleção de Graphic Novels da Eaglemoss,eu não me surpreendi, já até tinha comentado que eles iam deixar para dezembro e que na certa seria na "Comic Con Experience" que é o maior evento nerd do ano no Brasil; e muitas editoras lançam seus materiais lá, pode ter certeza que a Panini vai literalmente "despejar" muita coisa por lá, fora ainda que terá o lançamento de Akira da JBC, um monte de miniaturas especiais da Eaglemoss, e na certa a Salvat vai anunciar a "extensão" da coeeção de capa preta por lá também. Agora só falta os Batmóveis saírem também por lá para decretar minha falência em 2016.

    Ah, Excalibur já está à venda na Liga HQ, e isso significa que estará nas bancas de todo o país daqui a poucos dias!

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  25. Não teve jeito, Leo : Dredd acaba na edição 24 ...
    Nunca mais compro mensais !
    Nunca mais compro nada da Mythos, Tex agora só em sebos.
    Essa editora de merda lança lixos como Mascaras e sagas classicas do Dredd nunca foram lançadas.
    Retiram do Mix uma série querida que sei que afastou muitos elitors.
    Chega !!!!

    ResponderExcluir
  26. Essa desgraça rouba os leitores com revistas em p&b papel jornalk custando os olhos da cara e fica chorando as pitangas. Diminuem a distribuição da Dredd e querem que as vendas melhorem ?
    Vou vender minha coleção, não quero defunto na estante.
    E sim, estou muito revoltado!

    ResponderExcluir
  27. Espero que ela perca os direitos do Conan, pq o tratamento de merda que elá dá ao personagem, é melhor passar pra outro ou largar de vez.

    ResponderExcluir
  28. Desculpe usar esse espaço pra isso, mas estou REALMENTE CHATEADO e preciso desabafar.
    Malditos leitores que gastam tubos com mensais lixo Marvel/DC e deixam material de qualidade no ostracismo.

    ResponderExcluir
  29. Passando um pouco o ódio, mas não a tristeza, eu queria muito ter essas revistas do Trapalhões, me trazem uma nostalgia boa demias, adorava essas revistas, e o programa dominical era religioso, assim como os filmes no cinema e na Globo. ô época boa, tenho certeza que as crianças de hj nunca terão lembranças tão boas como nós que crescemos nos anos 70/80.
    E como os mercenários metem a faca, o jeito é apelar pros scans...

    ResponderExcluir
  30. Putz,chegou um montão de coisa na Comix,inclusive o Excalibur e o MP 5.Agora só falta o Neal Adams,pelo menos para mim.
    Fernando

    ResponderExcluir
  31. Acompanhei estas aventuras quando criança. Foram elas que me incentivaram a aprender ler e gostar de hqs. Sabemos hoje que apesar de toda loucura de cores e bizarrices que foram, elas nos trouxeram emoção e ação para nosso mundo sem redes sociais, Smartphones e outras mídias. Quantos de nós não guardamos dinheiro do lanche para poder compra-las? Agradeço a você por trazer estas lembranças e a estas editoras pioneiras pela minha infância.

    ResponderExcluir
  32. Alguem sabe qual que é a A Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel que vai sair este mês fora o Cíclope,os 3 guerreiros e Gritos silenciosos?Cada vez menos sabemos o que vai sair,pois a página da Salvat nunca é editada faz tempo,com a mesma lista de antes.
    Fernando

    ResponderExcluir
  33. Oi Leo que matéria boa, não acompanhei esse tempo da Marvel na Bloch, pois na época eu tinha só oito anos e ainda não tinha o hábito de ir as bancas, e só vim mesmo tomar conhecimento dos heróis Marvel na fase da RGE e claro da Abril, essa sim com força total onde acompanhei grandes sagas por mais de 10 anos e tendo até hoje aqui em casa muito gibi antigo em formatinho da fase da Abril, só para citar como exemplo o Homem Aranha e Hulk do 01 ao 91, quando parei para casar pois colecionava muita coisa e tinha que decidir, pois os gastos eram grande, e então preferi continuar com os quadrinhos Bonelli pois sempre fui muito fã também, e a Marvel já estava se arrastando em sagas intermináveis onde a gente tinha que colecionar todos os títulos. Na época também colecionei todos os títulos da DC que a abril lançava, e era muita coisa ao mesmo tempo. Hoje além dos quadrinhos Bonelli que eu nunca parei, compro somente encadernados, pois é muito melhor e se for de material antigo dessa fase áurea é cofre certo. Dá fase da Bloch colecionei ainda muito os trapalhões e o grande Spectreman, que era produzido por artistas nacionais, mas realmente as cores eram muito ruins. Agora mudando um pouco, a Eaglemoss mal lançou vários especiais ao mesmo tempo onde eu comprei as três últimas peças da Marvel, quase indo a falência e quando vi aqui a notícia de que o MOJO estava disponível de novo, entrei no link hoje apressado, mas não deu tempo, pois já estava esgotada de Novo, o que é uma pena, pois ela, é a única peça que me falta. Agora vou esperar mais uma vez para ver se vão futuramente disponibilizá-la. Parabéns mais uma vez e no aguardo da futura matéria sobre a RGE. Abraços.

    ResponderExcluir
  34. "Sei que o Fantasma no Brasil era vermelho e não rocho como ele era de verdade,porque a cor roxa não saia ou não tinha esta cor para imprimir,por isso o uniforme era vermelhão."


    É verdade, Fernando....

    A tonalidade do roxo (pro uniforme do "Fantasma") teve de ser substituída pela cor vermelha (q era mais comum).... Mas acabou fazendo sucesso assim, e durante mto tempo mantiveram a cor vermelha pro "Fantasma" no Brasil!

    Sei q em outros países acontecia o mesmo problema.... E já vi imagens de outras cores de uniforme pra ele (azul e verde, se não me engano)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  35. "Tanto que a Abril qd pegou a Marvel chegou a publicar 12 números do Dracula (que fazia sucesso por aqui) mas teve que mudar o título em português de Tumba de Dracula para Terror de Dracula pois a "a tumba" ainda estava registrada pela Bloch como título. "


    E aí, César..... blz?

    Puxa, valeu mesmo por elucidar uma dúvida q eu tinha há anos sobre o 'Drácula" da Abril.... Pois não sabia a razão de terem adotado o título "Terror" ao invés de "Tumba": Agora tá explicado então, rs!

    E bom saber q a Bloch passou a ter mais cuidados gráficos (e de tradução - maneirando nas gírias) nessas revistas de terror.... Só achei estranho eles seguirem publicando esse material da Marvel de terror mesmo após o fim do contrato ("pirataria" pelo visto, não)?

    E legal esse lance do "Dr. Druida" tbm.... Nunca li nenhuma história solo dele, mas vou procurar por elas, pois pretendo falar sobre ele na próxima matéria de "Protótipos" q vou escrever (onde ele será mencionado por ter sido a inspiração pro "Dr. Estranho")!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dr. Druida eu conheci apenas da história dos Vingadores vs. X-Men recém publicada. Taí uma matéria que eu vou querer ler, pois a única coisa que sei sobre ele é que morreu para não mais voltar. O que é estranho, se tratando do Universo Marvel.

      Excluir
  36. "E engraçado que acho que os gibis de terror dela não eram para adultos não,acho que eu tinha algumas de terror comigo como o Franksteins que acho que saiu por ela, da múmia e Lobisomem por exemplo."


    E aí, Fernando.... blz?

    Esses gibis da Bloch de terror eram na maioria produções da Marvel.... E por isso, eram um terror mais "leve" do q o visto na "Kripta", por exemplo. Nos gibis da Marvel de terror não havia tanto aquela barra-pesada de temas envolvendo satanismo, e cenas de sexo e esquartejamentos, rs!

    Não li mta coisa de terror da Marvel.... mas o pouco q li tava no mesmo nível da "Tumba de Drácula" (q a Panini relançou agora): Um tipo de terror mais "clássico" (com menos excessos e violência). É bom do mesmo jeito, mas a "Kripta" era bem mais "proibidona", hehe (essa sim, eu lia escondido da minha mãe - pegando emprestadas as revistas do meu tio, q colecionava "Tex" e "Kripta")!

    Abs!

    ResponderExcluir
  37. "pergunta para seu X9 se tem alguma previsão em vista para sair o encadernado "os maiores super herois"...


    E aí, Clayton..... blz?

    Essa eu nem preciso perguntar, pois qq coisa q ele souber ele me avisará correndo.... Já q sabe o qto eu tbm tô atrás dessa ed. (pois ainda me arrependo de ter vendido ela, rs)!

    Além do mais.... Uma notícia dessas seria destaque total aqui no blog (encabeçando qq matéria de notícias, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  38. "Ah, Excalibur já está à venda na Liga HQ, e isso significa que estará nas bancas de todo o país daqui a poucos dias!"


    Oi, Elcio.... Tdo bem?

    Brigadão mesmo pelo aviso.... Fico feliz por "Excalibur" já estar prestes a chegar às bancas (tô ansioso pra reler esse material e voltar à comentá-lo aqui no blog: Ou numa matéria individual ou no próximo "review")!!!

    Valeu tbm pela informação sobre o "Spectreman".... Se o tal boneco rolou na ed. 11, essa era uma q eu não tive mesmo (pela capa, reconheci as poucas q eu tive dessa série)! E eu lembrei dessa "Semana dos Trapalhões" na "Sessão da Tarde", hehe: Pois assisti tranquilo essa por ter aulas no turno da manhã (durante a maior parte da minha vida): Só q pro meu azar, a programação da manhã era sempre mais interessante q a da tarde (o q me fazia matar mais aulas pra ficar vendo TV, rs)!

    De filmes dos "Trapalhões" ou meus favoritos eram as sátiras de "Guerra nas Estrelas" (raríssimo de ser reprisado e um filme cultuado hj em dia no exterior por fãs de "Star Wars") e do "Planeta dos Macacos" (esse eu revi ano passado na seleção q passou no Canal Brasil - continua mto bom)!

    Sobre a "Liga HQ" estar vendendo ed. da Salvat.... Até onde eu sei, isso pode deflagrar uma rivalidade maior com a Panini, pois é sabido q o "acordo" era pra Salvat ter distribuição apenas em banca (e não com venda em lojas). Claro q pro leitor é melhor q as ed. da Salvat sejam mais fáceis de achar, só q esse tal "acordo" existe e foi até comentado na entrevista com o Levi (a Salvat já vinha "burlando" esse acordo há tempos pelo q foi dito, rs)!!!

    No mais.... Dezembro promete ser um mês explosivo em matéria de lançamentos, hein? Tem uma porrada de coisas q já sabemos estar prometida pro final do ano e só a "Coleção DC" da Eaglemoss será assunto pra mais de metro aqui no blog e em outras redes (periga até ser o lançamento mais importante do ano - e um dos mais comentados)! Melhor irmos fazendo um "caixa 2" até lá, hehe!

    Abs!

    ResponderExcluir
  39. "Não teve jeito, Leo : Dredd acaba na edição 24 ..."


    E aí, BOND.... blz?

    Putz, essa é uma notícia lamentável mesmo.... Pois além de ser minha revista mensal favorita entre todas, era tbm a única mensal mix q eu ainda comprava (sobra agora apenas o "Recruta Zero", q é bimestral)!

    Mas são coisas do mercado.... Não sei detalhes a respeito, mas pelo quadro q está se desenhando atualmente, outras revistas devem ter o mesmo destino tbm!

    Abs!

    ResponderExcluir
  40. "Vou vender minha coleção, não quero defunto na estante."


    Bem, eu tbm fico triste e revoltado com uma notícia dessas....

    Mas se eu fosse vender todos os gibis bons q já cancelaram, eu teria q me livrar tbm da "Marvel MAX" e do "Demolidor", hehe (q foram as últimas mensais da Panini q acompanhei): O "Dredd" eu vou manter de qq forma, pois as histórias são fechadas pelo menos (e depois dessa, acho q não republicam mais o q saiu na revista)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  41. "Desculpe usar esse espaço pra isso, mas estou REALMENTE CHATEADO e preciso desabafar."


    Sei bem como é isso, BOND..... Pois te confesso q tbm fiquei mto desapontado com essa notícia!

    Acho q só não fiquei mais chateado ainda, pq eu meio q já previa a possibilidade de algo assim acontecer.... Devido aos atrasos constantes q a revista vinha tendo e pela redução da tiragem (q é perceptível nas bancas e lojas). Pela própria vivência de colecionador, eu meio q já captei esses fatores como "SINAIS" de q coisa boa não viria pela frente!

    Talvez o q eu considere mais triste em tudo isso.... É ver a molecada empolgada com gibis "Ultimate" e tranqueiras descartáveis nas revistas regulares Marvel/DC: Enquanto o "Dredd" era deixado de lado na prateleira das bancas. Sei q gosto é gosto, mas a diferença de qualidade é gritante demais nessas comparações!

    Abs!

    ResponderExcluir
  42. "E como os mercenários metem a faca, o jeito é apelar pros scans..."


    Bem, pelo menos no caso dos "Trapalhões".... Tem sido relativamente fácil encontrar scans em vários sites do gênero por aí (já baixei uns 10 pelo menos)!

    Os preços q os "scalpers" cobram nesses gibis são sempre abusivos.... e o estado de conservação em geral é péssimo (com durex segurando a capa, riscos de caneta, etc). Prefiro mil vezes baixar um scan do q pagar caro por gibis nesse estado!

    Abs!

    ResponderExcluir
  43. "Putz,chegou um montão de coisa na Comix,inclusive o Excalibur e o MP 5.Agora só falta o Neal Adams,pelo menos para mim."


    Valeu mesmo, Fernando.....

    O "MP 5" eu já tenho (peguei semana passada na loja daqui) e tá excelente mesmo (tem até uma história com participação do "Batman")..... O "Excalibur" eu vou pegar certo qdo vier (deve estar no próximo pacote da loja) e a coleção do "Neal Adams" tá atrasada pra caramba (não faço ideia de qdo sairá de fato)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  44. Boa noite Leo. Essa informação que o Bond deu é oficial? Dredd acaba mesmo na edição 24? De onde ele tirou essa informação? Se for verdade pelo menos eu acho que a Mythos continuará lançando encadernados do Dredd, ou não? Triste aqui. Dredd era a única mensal que eu comprava. Abraços. Ass : Marcelo Rider.

    ResponderExcluir
  45. "Agradeço a você por trazer estas lembranças e a estas editoras pioneiras pela minha infância. "


    E aí, paul ventura..... blz?

    Nem precisa agradecer, pois pra mim foi a maior satisfação ter pesquisado sobre essas editoras do passado.... e atravessado madrugadas intermináveis selecionando imagens de capas raras, hehe! Acabo aproveitando essas pesquisas pra reforçar meu acervo de imagens e capas de gibis (q hj conta com alguns milhares e milhares de arquivos, rs)!

    E realmente.... Eram bons os tempos em q a gente se divertia com menos opções tecnológicas. Sei q a internet mudou nossa vida e nos traz inúmeras vantagens, mas te confesso q fico feliz por ter nascido nos anos 70 e vivenciado aqueles tempos onde ser criança era mais simples: A gente brincava na rua, conseguia comprar gibis com o q sobrava da grana do lanche, e se divertia à beça com uma programação empolgante nas manhãs da TV!

    Sempre gosto de pelo menos relembrar esses períodos q marcaram a infância da nossa geração.....

    Abs!

    ResponderExcluir
  46. "Alguem sabe qual que é a A Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel que vai sair este mês fora o Cíclope,os 3 guerreiros e Gritos silenciosos?"


    Oi, Fernando..... Tá difícil mesmo, a Salvat não tem divulgado seus próprios lançamentos (a pág dela no face tá um LIXO: pulam capas e demoram semanas pra atualizar)!

    Mas sei (graças às reservas da Livraria Cultura).... q as próximas ed. da capa-preta serão: "Justiceiro, Bem-Vindo de Volta " (Parte 1) e "Wolverine" (Frank Miller). E da vermelha: O "Cap. Marvel" (Gil Kane) - q vale mto a pena!

    Abs!

    ResponderExcluir
  47. "Mojo e Ronan esgotados, rsrs"


    Valeu, Fábio....

    Daqui a pouco não sobrar mais nada desses últimos lançamentos, rs.... Tenho reservado na Cultura o "Etrigan" e o "Ronan" (só q ainda não vieram)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  48. "vi aqui a notícia de que o MOJO estava disponível de novo, entrei no link hoje apressado, mas não deu tempo, pois já estava esgotada de Novo"


    Oi, Marcilio..... Tdo bem?

    Puxa, q pena q vc perdeu essa de novo.... Mas certamente eles devem repor de novo o estoque mais pra frente (o difícil é sempre sermos rápido o bastante pra efetuarmos a compra antes q acabe, rs)!

    E valeu por ter curtido a matéria (acho q vai gostar mais ainda da próxima: Sobre a RGE - q foi a editora pela qual comecei a colecionar gibis tbm).... As revistas da Bloch eu catava em sebos ainda no final dos anos 70: Pois eu já acompanhava os gibis da RGE e tinha curiosidade em saber o q veio antes pela Bloch (qdo eu era moleque, eu só não gostava das ed. em P&B da Ebal, rs)!

    Sobre "Aranha" e "Hulk" da Abril.... Bem, esses eu comprei na época até o nº 8 de cada: Pois foi bem na época em q a crise econômica dos anos 80 quase levou minha família à falência total (e tive q cortar todos os gastos com gibis). Demorei 10 anos pra voltar a colecionar e busquei em sebos o q eu havia perdido dessas revista, mas nunca consegui completá-las e tenho apenas numerações bem salteadas de ambas! Mas daqui pra frente, nem tento mais catar formatinhos, e minha tendência é vender aos poucos o q ainda tenho pra priorizar os encadernados!

    Abs!

    ResponderExcluir
  49. "Boa noite Leo. Essa informação que o Bond deu é oficial? Dredd acaba mesmo na edição 24? De onde ele tirou essa informação? "


    Oi, Marcelo.... Tdo bem?

    Sim, infelizmente a revista do "Dredd" rodou mesmo (o nº 24 será o último).... O fato tá sendo discutido no grupo: "Juíz Dredd Brasil" (no face)!

    No debate, foram explicadas algumas causas pro cancelamento.... Mas qdo as vendas não acompanham os custos de produção, nada mais resta a ser feito: E pelo visto, a revista tava vendendo mal (situação q deve ter piorado ainda mais com a chegada da crise econômica)! A revista não tem mais jeito, porém: Os encadernados devem continuar "SE" a ed. do "Juíz Morte" tiver resultados mais satisfatórios (vamos torcer pra q sim, pois tem mta coisa boa do "Dredd" q mereceria ser publicado aqui)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leo é mesmo uma pena o fim de Dredd. Eu curto tanto o personagem que fiz minha parte para a revista se manter nas bancas: Indicava a revista aos amigos, sempre comprava duas edições do mesmo número e dava uma de presente para algum amigo, cheguei até a comprar o Mega Almanaque mesmo tendo todas as edições avulsas da Megazine. Momento triste esse. Abraços. Ass : Marcelo Rider.

      Excluir
    2. A Mythos parece até q não consegue publicar nada além de Tex, nada emplaca, se a Mythos não fizesse o "trabalho editorial" da Panini provavelmente ela não conseguiria se manter no mercado, ou iria só publicar Tex

      Excluir
  50. Oi Leo!

    Uma vez mais passando por aqui para informar caso você ainda não saiba que Yvonne Craig- a Batgirl do seriado do Batman dos anos 60 faleceu aos 78 anos de câncer na última segunda feira dia 17. A nós fãs do seriado só resta lamentar o ocorrido.

    É importante ressaltar que graças à sua personagem no seriado, a "Batgirl" foi incorporada\ criada ao Universo DC.

    Na vindoura coleção de "Batmóveis da Eaglemoss" haverá uma peça que é a sua moto com o uniforme pendurado na parede ao fundo; que na realidade é a reprodução do esconderijo dela na série:http://www.entertainmentearth.com/prodinfo.asp?number=DC636466

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  51. "Leo é mesmo uma pena o fim de Dredd. Eu curto tanto o personagem que fiz minha parte para a revista se manter nas bancas:"


    Pois é, Marcelo.... Eu tbm fiz a minha parte nesse caso:

    Tanto na condição de leitor (comprando e recomendando a revista).... Quanto de blogueiro: Já q sempre ajudei na divulgação da revista aqui no blog (e fiz isso de boa - não sou financiado por nenhuma editora - apenas por realmente achar a revista excelente e indicá-la pros leitores aqui do blog: Por ela trazer um material de qualidade mto acima da média geral)!!!

    Mas nem sempre nossos esforços de fãs e colecionadores q somos.... São o bastante pra manutenção das nossas revistas favoritas! E acredito q o "Dredd" tenha sido prejudicado por diversos fatores externos (q vão bem além dos méritos e qualidades da revista). Um desses fatores é a crise econômica: q certamente fez boa parte dos leitores cortarem seus gastos com gibis (isso é algo q já conversei com editores e lojistas: E é fato q nos últimos meses tem rolado uma queda brutal nas vendas - Aí é de se imaginar o efeito q algo assim teria sobre uma revista q já estava em situação de risco antes da crise (lutando pra se manter estável num mercado já bastante competitivo)!

    Mas vamos ver.... De repente, o "Dredd" e a linha 2000 AD continuam pelo menos em encadernados (dependendo dos resultados de venda do "Juíz Morte")!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero mesmo que os encadernados continuem com força, pelo menos do bom juiz. Não acho que personagens como Nikolai Dante, Águila (que me parece vai ficar com a saga interrompida ao meio) ou séries como Distorções Temporais (mesmo sob a tutela do Moore) tenham uma força de venda para garantir encadernados. Talvez Área Cinzenta consiga, mas fico triste sem a possibilidade de ver esse material mensalmente...

      Cesar Leal

      Excluir
  52. "Yvonne Craig- a Batgirl do seriado do Batman dos anos 60 faleceu aos 78 anos"


    Oi, Elcio.... Tdo bem?

    Nossa, hoje pelo visto foi o dia das notícias ruins aqui no blog, rs.... Eu vi uns amigos meus no face compartilhando fotos da "Batgirl" do seriado de TV, mas como eu tava sem tempo pro face hj, nem parei pra ler nada por lá (e não imaginava q as fotos q estavam postando fossem por causa da morte da atriz)!

    Lamentável mesmo.... E q descanse em paz! Sem dúvida, sua personagem na TV deu VIDA à "Batgirl" nos gibis tbm!

    E em homenagem à ela.... Vou comprar essa peça com a moto dela na coleção de "Batmóveis" (eu já pretendia fazer isso mesmo por saudosismo à série de TV)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  53. "Talvez Área Cinzenta consiga, mas fico triste sem a possibilidade de ver esse material mensalmente..."


    E aí, Cesar.... blz?

    Tbm acho q pra encadernados, as demais séries do mix possuem menos apelo (de vendas) q o "Dredd".... Embora a "Área Cinzenta" fosse considerada uma das séries mais populares da revista (depois do "juíz")!

    Só q a questão dos encadernados costuma ser tratada de forma diferente das revistas mensais (por ser dirigida à outro tipo e segmento de público). Assim, o q for mal na banca, pode ir melhor nas livrarias (em outro formato e lidando com outro perfil de leitor)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por enquanto nem sabemos ainda se vão rolar mais encadernados do próprio Dredd...

      Muito vai depender dos resultados do Morte.

      Excluir
    2. Os outros pode esquecer. Não consegui convencer a editora nem a publicar o Zênite do Grant Morrison...

      Excluir
  54. Outro motivo que dou para o fim da Dredd é o excesso de material que as editoras lançaram nestes últimos 2 anos, coleções uma atrás da outras, miniaturas e outras coisas "nerds". As editoras de repente, visto que a economia estava controlada, acharam que os leitores fossem todos ricos e saturaram as bancas e livrarias.
    E nessa roda, os personagens mais cult sempre ficam em segundo plano, independente da qualidade, pra grande massa que prefere marca x qualidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, BOND....

      Essa é a tal "BOLHA" q cedo ou tarde iria inflar e estourar no mercado.... O excesso de títulos e encadernados (tipos os da Salvat) fatalmente acabaria deixando o leitor com opções demais pra escolher.
      E o cara q já tá com a verba curta pra gastar em gibis, diante de trocentas opções, vai acabar ampliando sua lista de "cortes"!

      Acho q o "Dredd" pode ter sido prejudicado nessas listas de "cortes".... De repente, a "MASSA" de leitores (como diria o "pato", rs) diante da opção de levar um "Multiverso DC" ou um "Dredd" (tendo q optar entre um ou outro por causa da crise econômica agravada nos últimos meses) tenha priorizado a 1º alternativa. Isso é só um exemplo de uma situação q tem sido cada vez mais comum....

      Falo isso, pq convivo e converso bastante com o pessoal da loja de gibis aqui de POA (falando com os donos da loja e tbm com vários leitores, vejo q a galera tem feito seus "cortes" sem dó - vontade não falta de colecionarem coisas boas, mas cada trocado q sobra, acaba direcionado pra algum encadernado ou outra HQ - cada leitor tem sua própria escala de prioridades agora)!

      Abs!

      Excluir
    2. "MASSA" de leitores (como diria o "pato", rs)
      MASSA GORDA rsrsrs

      Alex Leão

      Excluir
    3. Eu acho que esse foi um dos fatores. Já não demos sorte de ter saído quase junto com a linha Valiant da HQM (mas aí acho que eles tiveram mais azar do que a gente) e a seguir aparecem essas coleções de Salvat e cia. umas atrás das outras!

      Excluir
  55. Bom dia Leo. Concordo com você na questão do fatores que levaram ao fim de " Dredd ". Sei também que você não é comprado por nenhuma editora. Já que você tocou nesse assunto lembrei aqui de uma certa revista sobre hqs onde todos são comprados pela Panini, recebem jaba e revistas gratuitas todos os meses para falar bem dos lançamentos da editora. Até de gibis ruins os caras falam bem. Mas quando os leitores pediram para falar de Tex, Dredd e afins os caras se negam...Então fiquei sabendo por uma fonte confiável que só rolando jaba e quando rolava era só uma notinha no rodapé da referida revista, pois a prioridade da revista ( diga se o jaba ) era a Panini. Por isso que gosto do Submundo. O blog não tem rabo preso com ninguém ( editoras e editores ), esse é o único blog realmente democrático aqui no Brasil. Vida longa e próspera. Abraços. Ass: Marcelo Rider.

    ResponderExcluir
  56. Olá Léo! Parabéns pelas saudosas postagens da Bloch editores. Apesar de dividir opiniões, não resta dúvidas de que a editora, apesar do breve tempo que teve publicando Marvel, deixou um legado bem bacana para os colecionadores em geral. Primeiro porque foi a única que teve a ideia e a iniciativa de lançar diversas publicações simultâneas dos herois da Marvel. Depois pelo fato de que suas revistas tinham uma qualidade no papel bem superior aos atuais títulos mensais da Panini por exemplo. E olha que se passou 40 anos praticamente. Quanto às críticas, é aquele velho negócio, as pessoas exaltam mais os defeitos do que as qualidades, infelizmente. Melhor gírias que pareciam idiotas e cores que fugiam aos padrões do que erros crassos de digitação como as atuais da Salvat. Hoje em dia, edições dessa editora em bom estado valem uma boa grana, ainda mais se tiverem os pôsteres que vinham junto com as primeiras edições de muitas delas. Tem gente que acha absurdo pagar-se altas quantias por essas edições, ainda mais em se tratando de formatinhos. Mas colecionismo não tem preço, e essas edições antigas, ainda que tenham suas historias republicadas, não tem o mesmo apelo de uma edição original publicada à época do lançamento. Vi que se pudesse voltaria atrás de algumas que você vendeu, mas que ainda tem em sua coleção, desfaça só se te oferecerem um valor considerável. Já recebi proposta de 2 mil pela coleção do Aranha completa que possuo em ótimo estado. Loucura do ofertante? Não sei, pois tem quem pague milhões em edições americanas originais dos anos 30 e 40. Só sei que recusei a oferta e não me arrependi, rsrs. Assunto off topic: viu que a eterna Batgirl dos anos 60 Yvonne Craig morreu? Abraço Léo!

    ResponderExcluir
  57. "recebem jaba e revistas gratuitas todos os meses para falar bem dos lançamentos da editora. Até de gibis ruins os caras falam bem."


    Oi, Marcelo.... Tdo bem?

    Esse esquema do "jabá" é bastante comum nesse meio de sites, blogs e revistas.... Tem lugares q só falam daquilo q recebem de "presente" das editoras e ficam com receio de avaliar negativamente alguma coisa pra não perderem seus "presentinhos" no mês seguinte (sejam eles gibis ou filmes)!

    Sei disso, pq além de já ter recebido "propostas".... Tbm aprendi isso na faculdade (publicidade): "comprar" a mídia (ou mantê-la no cabresto) é sempre um bom negócio pra qq empresa, hehe. Porém, o público mais instruído sabe diferenciar as coisas e percebe qdo um veículo está vendendo a sua opinião! Eu já prefiro sustentar meus próprios hobbys: Comprar meus gibis e tranqueiras com dinheiro do meu bolso (mas me sentir livre pra expor a minha opinião e as minhas avaliações pessoais)! Valeu mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  58. "Vi que se pudesse voltaria atrás de algumas que você vendeu, mas que ainda tem em sua coleção, "


    E aí, Mumu.... blz?

    Pois é, já me arrependi sim de ter vendido mtas edições antigas da minha coleção (Ebal, Bloch, RGE, e Abril).... Há alguns anos atrás (antes de eu ter criado este blog) fiz uma "limpa" nas minhas estantes e resolvi vender todos os formatinhos com material equivalente ao q eu já tinha em encadernados (tipo as "Bibliotecas Marvel"). Assim, acabei vendendo as 15 primeiras ed. do "Aranha" da Bloch, por exemplo (entre várias outras)!

    Só q depois bateu aquele arrependimento sim.... Pois mesmo q eu tenha hj essas histórias em um formato melhor (luxuoso), não é a mesma sensação de "voltar no tempo" q nem eu tinha ao folhear esses gibis da Bloch. Folhear uma "Biblioteca" da Panini não me leva de volta ao passado (da mesma forma q um formatinho). Se fosse hj, eu teria mantido essas revistas q eu vendi!!!

    Sobre às críticas aos gibis do passado.... Nessa série de matérias q tô escrevendo, sempre irei apontar os pontos positivos e negativos de cada editora (pois esses pontos existem e omiti-los tiraria a credibilidade do resgate histórico desse material). Porém, sempre deixei claro aqui no blog q sou um grande fã de gibis antigos e apesar dos defeitos gráficos e mutilações/pulos de histórias, esses gibis da Ebal, Bloch, RGE, e Abril fizeram parte da minha formação (vivi a época deles e passei por cada uma dessas editoras). Assim, é claro q particularmente, sempre terei o maior carinho e respeito pelos gibis q tornaram minha infância mais feliz!

    E sobre a "Batgirl".... comentei logo acima (em resposta ao Elcio) a triste partida da atriz. Q descanse em paz (pretendo falar sobre ela semana q vem aqui no blog na próxima coluna de "Papo de Gibi")!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Léo!
      Sobre o tema de antiguidades, ou gibis antigos (já na categoria relíquia), tenho o nº 01 da revista do Namor (da Bloch), numa capa clássica do J. Buscema! Incrível, como o papel está perfeito até hoje!
      Claro, que é muito melhor, ler em formatos atuais (formato americano, num bom encadernado!), mas aquela sensação de folhear os "papiros" da RGE, Bloch e Ebal, é muito boa! Muito dejá vu...

      Te confesso, que não leio mais as antigas, mas também não cosegui me desfazer. Aguardo o momento que meu filho, hoje com 05 anos, possa dar um rumo (e curtir) em tantas revistas!

      Muito interessante, nestas postagens sobre a linha do tempo de editoras históricas, os comentários e repercussões dos amigos leitores!
      abs.

      Excluir
  59. "Aguardo o momento que meu filho, hoje com 05 anos, possa dar um rumo (e curtir) em tantas revistas!"


    E aí, Victor.... blz?

    Q sorte a do seu filho em poder herdar uma coleção de gibis (q incluam ainda algumas relíquias do passado), hein? Pode ter certeza q ele ficará mto feliz com isso, pois já tive esse privilégio de herdar uma coleção: Qdo eu tinha 10 anos, meu tio tava em estado terminal (cirrose, pelo excesso de destilados) e antes de morrer, me deixou sua coleção de "TEX" do nº 1 ao 112 (além de outras revistas de teor mais adulto: "Kripta", e até umas de sacanagem, hehe - q eu mantinha escondidas da minha mãe)!

    Pena q ele não curtia mto o gênero dos super-heróis.... Senão eu teria herdado essas tbm (mas já tava mais ótimo, pois ganhei uns 300 e tantos gibis: Imagine a felicidade de um moleque ganhar tudo isso numa época q não existia internet e vídeo-games, rs)!

    No mais.... Os comentários aqui do blog são sempre o destaque principal: A galera participa bastante (tornando cada postagem um debate mto produtivo entre todos os colecionadores - é algo cada vez mais raro de se ver em outras redes)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  60. Foram dois, ou melhor, três fatores que me impediram de gastar meus tostões com a revista do Dredd.

    O primeiro é que já gasto muito com gibis. Cogitei incluir Dredd no meu orçamento, mas isso implicaria em correr atrás dos números anteriores. Já estava disposto a fazer isso quando surgiu o segundo fator.

    Acho que para a editora o mega-encalhernadão foi um tiro no pé. Desisti das mensais e resolvi esperar por novos volumes. As editoras tem que ligar o alerta nisso aí, não é só na parte $$$ que encadernados canibalizam as mensais.

    Mas o PRINCIPAL motivo que me afasta de novas edições é a desconfiança com novos títulos. A possibilidade real e até provável de títulos e revistas serem canceladas sem maiores avisos é algo com o qual não sou muito disposto a lidar.

    Se é para passar pela frustração que os leitores de Dredd estão passando, é melhor nem começar a ler. Continuo acompanhando apenas os títulos consolidados pela "massa" e deixo o material "cult/alternativo" para edições encadernadas com arcos completos. E mesmo assim quando o preço ajuda.

    ResponderExcluir
  61. Sobre o jabá, eu praticamente abandonei todos os outros sites e blogs de quadrinhos que conheço. Alguns pela (falta de) qualidade dos textos (como aquele dos ovos), outros, pela abordagem pasteurizada/chapa branca, principalmente em certos "universos".

    É como diz aquela velha canção: "no submundo repousa o repúdio..."

    ResponderExcluir
  62. Fala Léo, obrigado pela réplica no comentário. Sei muito bem que procura ser imparcial nos comentários com respeito às matérias que vão para o ar aqui no blog. E entendo perfeitamente(como deve ser feito diga-se de passagem) quanto aos prós e contras de cada editora. Mas no caso específico da Bloch, não dá pra entender como leitores que NUNCA pegaram um exemplar em mãos para ler, podem fazer um pré-julgamento a ponto de dizer que não pretendem ter um exemplar da editora jamais. Vão na onda de alguns que colocaram uma espécie de ''barreira'' com tudo que é negativo e já sabido por todos: cores, gírias... Tenho apreço por hqs de diversos gêneros e editoras, que fique bem claro. Mas quase não dão ênfase por exemplo às coleções da Ebal, que em muitos casos foram lançadas com papel de baixa qualidade e em preto e branco. Mas mesmo assim me amarro nessas hqs. Tenho algumas que guardo com bastante carinho.
    Só tenho a agradecer por ter neste blog uma fonte onde podemos não só usufruir de matérias excelentes como também participar ativamente dos comentários.
    Mas é isso, aguardo a matéria sobre a RGE, que com certeza deve ser muito bacana também. Abraço e até a próxima!

    ResponderExcluir
  63. Carlos Nederland21/08/2015 22:18

    Foi uma época mágica, essa, Leo. A Bloch publicando a Marvel no Brasil, logo depois da Ebal. Ainda tenho algumas coleções da Bloch, como Homem-Aranha, Hulk, MKF e muitas avulsas das outras publicações. Essas revistas podem ter os seus defeitos mas são maravilhosas. É como você mesmo disse, elas trazem a nostalgia de volta para as nossas mentes.

    Parabéns por mais essa matéria, Leo. É um prazer ler o Submundo. Fico meio decepcionado quando entro aqui e não tem matéria nova. Quem mandou você viciar a gente no blog? Agora vai ter que suprir o nosso vício. Kkkkkkkkk

    Brincadeiras à parte, o Submundo mata a pau. É, disparado, para mim, a melhor fonte de informações sobre HQs no Brasil.

    Que continue assim.

    ResponderExcluir
  64. "Ou seja, depois de ter o olho furado pela coleção vermelha, a Eaglemoss vai tentar entrar no "buraco" deixado pelo fim da coleção preta. Estratégia perigosa, uma vez que já sabemos que tem uma extensão engatilhada."


    E aí, SEMI..... blz?

    Essa estratégia em si é furadíssima.... Ainda mais q a fase "estendida" da Salvat será BEM mais interessante q a atual (o q vai acirrar muito mais a competição com a DC/Eaglemoss). Sem falar q até lá, a vermelha tbm entra numa fase de estabilização no mercado (com a proximidade das ed. com "Demolidor", "Justiceiro" e outros mto esperados pelos leitores)!

    Claro q a Coleção DC tem seus méritos tbm e será uma concorrência bem forte.... Mas o momento escolhido pela Eaglemoss (dezembro) é o pior possível - E olha q nem mencionei o fato de ser época de fim de ano/natal/férias/carnaval: Q ainda vai pegar o povo com a grana curta pras festas e farra, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  65. "Dr. Druida eu conheci apenas da história dos Vingadores vs. X-Men recém publicada."


    E eu já conhecia o "Druida" de antigos gibis (só não lembro em quais formatinhos da Abril, mas era coisa lá dos primórdios de "HTV")!

    Ele chegou a fazer parte dos "Vingadores" (o q não era mto difícil, pelo visto - bastava SER um personagem Marvel pra estar apto à entrar pra equipe, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  66. "A Mythos parece até q não consegue publicar nada além de Tex, nada emplaca, "


    Oi, Matheus.... blz?

    Pois é, o "Tex" é um fenômeno de vendas no Brasil e pela quantidade de títulos q mantém mensalmente (média de 1 revista lançada por semana - revezando-se diversas séries estreladas por ele) certamente é um dos personagens de gibi mais estáveis do mercado nacional!

    O "Tex" tá pra Mythos.... Assim como os "Mortos-Vivos" tão pra HQM.... e o Moebius pra Nemo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  67. "Muito vai depender dos resultados do Morte."


    Bem, sei q não é um grande parâmetro.... Mas estive na loja de gibis hoje (q era o dia de chegar o pacote de novidades), e em cerca de 1 hora q fiquei no local, pelo menos 4 pessoas perguntaram no balcão se já tinha chegado o "Juíz Morte" (espero q isso seja um bom sinal do interesse dos leitores por essa edição)!

    Seja como for, tem tbm o encadernado do "Dredd" Vs. "Aliens" e "Predador" (q deve gerar uma boa procura tbm - até pela galera q é fã dos monstros)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  68. "Os outros pode esquecer. Não consegui convencer a editora nem a publicar o Zênite do Grant Morrison..."


    Putz, e olha q o NOME do Morrison costuma ser um bom "incentivo" pras editoras....

    O "Zênite" era uma série q eu sempre tive curiosidade em ler.... E tinha a esperança de q fosse republicado um dia (não sou mto fã do autor, mas dessa fase clássica da 2000 AD sim)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  69. "MASSA GORDA rsrsrs"


    E com farelo de Doritos na camisa, rs....

    Abs!

    ResponderExcluir
  70. "Já não demos sorte de ter saído quase junto com a linha Valiant da HQM (mas aí acho que eles tiveram mais azar do que a gente) "


    Tbm acho q a linha Valiant se deu pior nessa.... E já apresentou os problemas mais graves (atrasos e cancelamentos) na metade do percurso percorrido pelo "Dredd"!

    É uma linha igualmente excelente de quadrinhos.... Mas q bateu de frente com um mercado já saturado de encadernados e coleções diversas. E olha q a DC/Eaglemoss ainda não entrou na jogada (não sei onde isso vai parar se continuar nesse ritmo)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  71. "Acho que para a editora o mega-encalhernadão foi um tiro no pé. Desisti das mensais e resolvi esperar por novos volumes. As editoras tem que ligar o alerta nisso aí, não é só na parte $$$ que encadernados canibalizam as mensais."


    Oi, SEMI.... Isso q vc falou é um fator importante tbm:

    Conheço pessoalmente (na loja q frequento) amigos q pararam com a revista do "Dredd" após o lançamento do almanacão de encalhe. Eles gostavam da revista e continuariam comprando "SE" não fosse esse encalhe. Pois 2 deles me falaram a mesma coisa: q "preferem encadernados" (simples assim). Até hj ficam me perguntando se eu sei alguma coisa sobre um possível "Vol. 2" (já q esses camaradas até venderam suas coleções da mensal na certeza de q sairia tudo no encalhe depois)!

    Eu preferi não arriscar, e continuei com a mensal (da mesma forma q tbm continuo comprando o "Recruta Zero" com grampo - apesar desse tbm estar saindo regularmente em encadernadinhos de encalhe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre achei isso má ideia, mas literalmente nem perguntaram a minha opinião a respeito.

      Até hoje eu acho que o que quebrou a Conrad foi essa política de vender material antigo mais barato...

      Excluir
  72. "É como diz aquela velha canção: "no submundo repousa o repúdio..."


    Oi, SEMI.... Não conheço essa canção, rs: Mas obrigado por continuar por aqui no "submundo":

    Continuarei mantendo a proposta do blog (prefiro encerrar tudo de vez à ter q vender minha opinião algum dia). E mesmo q eu esteja agora trabalhando paralelamente num portal de notícias sobre quadrinhos (3X4), isso em nada influenciará as atualizações e credibilidade q tento manter por aqui (mto pelo contrário, agora terei um incentivo ainda maior pra compartilhar os links do "submundo" nesse portal tbm, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  73. "Mas no caso específico da Bloch, não dá pra entender como leitores que NUNCA pegaram um exemplar em mãos para ler, podem fazer um pré-julgamento"


    E aí, Mumu.... blz?

    Pois é, mesmo sendo inegáveis os problemas gráficos da Bloch (cores, tradição, etc).... Fiz questão de ressaltar no texto q ela foi o retrato de uma época e sendo assim, valeria conhecê-las nem q seja por seus aspectos históricos e sócio-culturais dos anos 70. Essas gibis são "documentos" desse período, e gosto de manter na coleção pelo menos alguns exemplares de cada época do passado!

    Sem falar, q mta coisa q saiu pela Bloch jamais foi (e dificilmente será) republicada.... Especialmente o q saiu em: "Mestre do Kung Fu", "Defensores", "Tocha Humana", "Planeta dos Macacos", "Spectreman", "Popeye", e Trapalhões" (estes então, são verdadeiras relíquias de tempos mais livres do "politicamente correto")!

    Assim, ainda mantenho alguns gibis da Bloch na estante (e me arrependi de ter vendido parte da minha coleção de Bloch há alguns anos atrás)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  74. "É um prazer ler o Submundo. Fico meio decepcionado quando entro aqui e não tem matéria nova. "


    Oi, Carlos.... Tdo bem?

    Brigadão mesmo por estar curtindo e acompanhando o blog (e por sentir falta de atualizações mais rápidas, hehe).... Quanto à isso, infelizmente, não há nada q eu possa fazer, pois a mecânica das postagens aqui do "Submundo" funciona assim:

    Eu trabalho e estudo durante a tarde (e durmo de manhã).... O q me deixa apenas a parte da noite pra me dedicar ao blog: E cada matéria q eu posto, é resultado de pelo menos uma noite (ou mais) apenas pra pesquisa do assunto (tenho q pesquisar à fundo cada tema abordado, até pra poder responder as dúvidas dos leitores q surgem nos comentários). Fora isso, tem a parte de seleção de imagens (nem sempre é fácil conseguir boas imagens e capas de gibis e isso às vezes toma mto tempo) e redigir os textos acaba sendo meio rápido até: Aliás, dizem q eu digito quase tão rápido qto eu falo, hehe (o q explica os posts kilométricos aqui nos comentários, rs)!

    Dessa forma.... Com poucas horas disponíveis durante a noite pra escrever e pesquisar as matérias (e responder todos os comentários): Meu limite (no espaço-tempo, rs) me permite no máximo 1 matéria nova a cada 2 ou 3 dias. Porém, esse hiato entre uma atualização e outra é compensado pelo fluxo diário e intenso nos comentários: Sendo q aqui nos comentários é q rolam mesmo os debates mais legais (q contam com a participação de todos)!

    Tbm sou viciado aqui no blog.... Pois esta é a única rede social na qual consigo realmente participar e trocar ideias com leitores gente-fina q sabem se expressar (de forma civilizada e gerando discussões e debates produtivos, rs)! Valeu mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  75. E o fenômeno dos encadernados criam mais uma vítima, junto com a crise, a pergunta é : quem será a próxima vítima ? E como você mesmo anda dizendo, o quão difícil vai ficar para as mensais quando as coleções Eaglemos entrarem na jogada ? Parece que no Brasil, vai ter muito mensal que será cancelada, e sinto medo pela MAD, que não irei abandonar e todo mês irei comprar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A "MAD" eu acho q não corre risco de cancelamento imediato.... Embora as vendas devam ser fracas - a ponto de terem tornado a revista bimestral, tem um contrato em q a Panini parece ser meio q "forçada" a publicar a MAD (por exigência da DC)! Um editor falou isso uma vez (em entrevista)!

      Mas fora isso.... Outras "cabeças" devem rolar com o avanço da crise econômica (e a saturação do mercado com trocentas coleções). Não sei quais, mas eu "apostaria" no "Constantine" (entre as próximas vítimas - só palpite mesmo)!

      Abs!

      Excluir
    2. Atualmente a MAD é mensal, mas não some a possibilidade de virar bimestral, mas só de ela continuar já é ótimo, como seria para mim sem as críticas MAD, sobre filmes, séries e desenhos, ou sem as matérias engraçadas do Aragones.

      Sobre Constantine é uma possibilidade, pois foram poucos que curtiram a versão dos Novos 52 dele. Tem um título que também é lançado pela Mytus e que não vejo o povo comentando muito, nem comprando, que é o Zagor. Nos próximos meses veremos quais as próximas vítimas. É por cancelamentos como esses que se vê que o Brasil não está sendo um bom mercado para quadrinhos.

      Ah, e em sua opinião, tem um "gibi" da Disney com o nome Mega Disney, com 800 páginas e sai a vinte reais, com as histórias de Mickey, Donald e cia, você acha que vale a pena ? Pela primeira olhada, parece ter as histórias clássicas e atuais dentro desse gibi.

      Excluir
  76. "Sessão da Tarde", hehe: Pois assisti tranquilo essa por ter aulas no turno da manhã (durante a maior parte da minha vida): Só q pro meu azar, a programação da manhã era sempre mais interessante q a da tarde (o q me fazia matar mais aulas pra ficar vendo TV, rs)!

    Sessão nostalgia, me lembrei que, por edu estudar a tarde, eu ficava chateado por que eu perdia o programa da Mara Maravilha, que passava o desenho dos Defensores da Terra. :)

    Quanto as edições da Bloch, eu lembro que Eu falava que elas tinham papel igual de revista, enquanto as da RGE tinham papel igual de jornal.
    Abraços a todos do Submundo

    ResponderExcluir
  77. Em um assunto paralelo...
    A coleção vermelha da Salvat lá na terra da rainha já estabeleceu os personagens que complementam as 60 edições, me surpreendi com algumas ausências como Deadpool (sempre presente nas listas de personagens e com um filme a caminho), Mulher Hulk, Mulher Aranha, Cavaleiro da Lua (sem possibilidade então daquela saga que saiu aqui em Marvel Action caso não haja uma extensão dessa coleção tb), Homem Formiga II, Rocket Raccon (queridinho dos fãs atualmente) e Cap Britania (por ser um herói inglês em uma coleção inglesa). Em contraste teremos heróis menos populares como Banshee, Homem Multiplo, Valquíria, Destrutor e Colossus... Mas uma notícia interessante é que na edição da Vespa sairá a saga Under Siege, em que vilões atacam a mansão dos Vingadores e foi publicada em formatinho pela Abril com muitos fãs até hoje.
    Eu acho que a Hachette vai acabar extendendo essa coleção tb, dá para colocar mais 60 títulos de personagens muito facilmente. Resta saber o que a Salvat irá colocar no lugar do material repetido do Mercúrio, se eles tivessem tido ciência das coleções Filho de M não sairia na coleção preta o que daria espaço pro Cap Bitania e MI13 que foi pulado e o rapidinho da marvel estaria na coleção vermelha sem repetecos...

    Cesar Leal

    ResponderExcluir
  78. Esse esquema de marketing é uma jogada bem suja mesmo, na questão moral e não ilegal claro, eu já tinha idéia de que algum outro esquema jaba existisse, mas ouvi assim dá mais ódio ainda de alguns esquemas, pois se você ver a maioria desses sites de notícias de cultura pop, fazem isso mesmo que você falou e irei abandonar tais sites, ficando só aqui e no Cinepop. Os casos Dredd e Valiant só mostram que esse mercado está ficando cada vez mais fechado.

    Essa moda dos encadernados está concerteza ajudando o pessoal a conhecer histórias de arcos clássicos que marcaram e que mostram o quão incrível um quadrinho pode ficar nas mãos de um bom roteirista. Porém o excesso do mesmo está prejudicando as concorrentes que estão tendo vendas baixas todo mês pela saturação causada pelas duas gigantes e acaba que se cria um padrão, que as editoras tenham medo de arriscar novos títulos no Brasil, que teremos mais uma queda de mercado pela competição desleal que muitos títulos tem.

    Sei que muitos títulos dos quais saíram de produção aqui eu não curto, mas que sinto a dor como se pudesse ter sido um título que eu curto. Para nós, mais leigos parece que está tudo normal, mas o mercado está supersaturado, esse excesso de encadernados disponíveis colocou uma pedra no sapato de títulos diferentes, pois sagas consagradas de personagens ou editora famosa, são um forte atrativo, e ainda mais no Brasil, o que ocorre é que somos bombardeados para uma só vertente e para uma geração que venera os Ben 10 da vida e aqueles desenhos japoneses horríveis de luta, que parece que copiam os roteiros uns dos outros e só mudam um rótulo. Eu acho que nessa situação eu entendo o porque a maioria das pessoas ficarem em redes sociais, filmes, séries e jogos, pois com tanta porcaria em alta, o pessoal menos informado não tem como saber sobre os bons títulos, o mercado de quadrinhos como os jogos são dominados pelos neets, o dos jogos são dominados pelos fanboys.

    Desculpe pela revolta, mas isso não tive como evitar desabafar. Espero mais da Disney com seus encadernados nos próximos dias, e de preferência que a Abril melhore a qualidade desse papel ruim dela. Espero suas ótimas matérias nos próximos dias, e obrigado por tudo que o blog anda fazendo.

    ResponderExcluir
  79. "Até hoje eu acho que o que quebrou a Conrad foi essa política de vender material antigo mais barato..."


    Oi, Hunter.... blz?

    O "encalhe" é uma faca de 2 gumes (tanto pra editora qto pro leitor).... Pois ao mesmo tempo em q um encadernado de encalhe acaba sendo uma boa forma da editora se livrar das sobras de estoque e uma vantagem pro leitor (q pagará mais barato pelo material): É tbm um fator prejudicial pras revistas - pois se o leitor tiver certeza do encalhe (e paciência de esperar), ele poderá deixar de comprar uma revista pra esperar a versão mais barata!

    Um outro exemplo q posso citar desse sistema de encalhes é o q tem acontecido com o "TEX": Aqui onde moro (sul do país) tem até bancas especializadas apenas em encalhes: e nas quais os gibis do Tex acabam aparecendo depois por quase 1/4 do valor de capa. A loja q eu frequento (especializada em gibis) alega q "TEX" vende pouco lá, justamente pq parte da clientela prefere esperar os encalhes nessas outras bancas!

    Acho o conceito de "vantagem" bastante relativo em se tratando dos encalhes.... Pois eu não gostaria de ver um dia o "Tex Ouro" (por exemplo) cancelado sob a alegação de "baixas vendas" (q nesse caso podem ser geradas em boa parte pelo sistema de encalhes)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até eu vez ou outra vou nessas vendinhas de encalhe, mas só pra ver se tem algo bom e barato lá, mas não sabia que isso era outro fator que tava acabando com as HQs. Triste saber disso, então quer dizer que Tex corre o risco de ser cancelado também ? É Leo, o mercado está cada vez indo em direção a fanboys e a modinhas. Lamentável tanta coisa diferente que tá sendo cancelada assim.

      Excluir
    2. Essas vendas de encalhe barato é que me preocupam. Isso acaba fazendo leitores pararem de comprar as mensais no momento do lançamento, com consequências nefastas.

      Excluir
  80. "Atualmente a MAD é mensal, mas não some a possibilidade de virar bimestral,"


    Eu li em algum lugar q a "MAD" passaria a ser bimestral por aqui tbm.... Acho q foi até na entrevista do Levi (editor da Panini) - se não me falha a memória! Só não sei a partir de qdo isso acontecerá (mas vc tem razão: é melhor assim do q ter a revista cancelada em definitivo, rs)!

    O "Zagor" tá na corda bamba mesmo.... Há poucos meses ele teve uma de suas revistas cancelada, enquanto a principal passou a ser bimestral (com o dobro de pág). Não conheço mtos leitores q comprem "Zagor" (de vez em qdo um ou outro até comenta sobre o personagem aqui no blog, mas é raro de acontecer)!

    Sobre a "MEGA Disney".... Acho q NÃO vale a pena: Pois dessas 800 pág, uma boa parte são de "entulho" (material ruim pra encher linguiça). Tem umas histórias clássicas no meio sim, mas no final das contas o aproveitamento é mto baixo (acho q nem a metade dessas 800 pág se salvam)! Não recomendo!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beleza Leo ? Eu falei sobre a Mega Disney no Sábado e ontem minha tia me deu uma edição dessa Mega Disney, já que ela viu meus encadernados Disney, então tá ok, na próxima eu não pego, sorte que dessa vez eu ganhei a revista, hehe.

      Então quer dizer que a MAD vai mesmo virar bimestral ? Tá ok, a maioria das edições tão medianas, então ao menos como bimestral às matérias sairão mais caprichadas.

      E sobre o Zagor, hehe, é um guerreiro mesmo, pois até a Dredd será cancelada e a Zagor continua, então vamos ver o que dá. Mas com certeza é uma forte candidata a ser cancelada.

      Excluir
  81. "eu ficava chateado por que eu perdia o programa da Mara Maravilha, que passava o desenho dos Defensores da Terra. :)"


    Oi, Celso.... Tdo bem?

    Eu assistia tbm os "Defensores da Terra".... Pois eu gostava dos gibis do "Fantasma" e "Mandrake" da RGE, e era o máximo ver os 2 juntos na mesma equipe num desenho animado!

    Eu só não entendia (na época) pq o uniforme do "fantasma" era roxo no desenho.... sendo q no gibi era vermelho. Só fui entender isso depois de adulto (graças à internet), hehe!

    Abs!

    ResponderExcluir
  82. "A coleção vermelha da Salvat lá na terra da rainha já estabeleceu os personagens que complementam as 60 edições"


    E aí, Cesar.... blz?

    Brigadão mesmo pelo aviso.... Vou conferir o listão completo da vermelha então (e futuramente farei uma matéria definitiva sobre ela aqui no blog)!

    Achei uma bola fora mesmo terem dado tanta ênfase à "X-Men" secundários (tipo: "Banshee", "Anjo" e "Homem-Múltiplo").... Enquanto vários heróis mais relevantes (os q vc citou) ficaram de fora. Mas tbm acredito numa "extensão": Mesmo q não seja exatamente +60 ed. da vermelha, e sim alguma coisa parecida, como: uma coleção de capa azul, ou verde, etc: q seja temática por artistas (ou algo assim)! Só sei q parar por aí eles não vão, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Homem-Múltiplo tem uma série muito boa (acho que é do Peter David), que inclusive serviu de ponto de partida para a reformulação do X-Factor, que virou agência de detetives. Essa até vale um encadernado.

      Mas o Banshee??? O Banshee é tão irrelevante que nunca vi nem uma história tapa buraco protagonizada por ele. (rs)

      É torcer para pegarem alguma história dos primórdios de Chris Claremont nos X-Men...

      Excluir
  83. "Desculpe pela revolta, mas isso não tive como evitar desabafar. Espero mais da Disney com seus encadernados nos próximos dias, e de preferência que a Abril melhore a qualidade desse papel ruim dela."


    Tranquilo.... Não precisa de desculpar não, pois sei o qto essas sujeiradas marketeiras são mesmo revoltantes, rs!

    Eu tbm me revoltei mto durante o curso de publicidade (e suas extensões) q fiz na faculdade.... Pois fui aprendendo coisas realmente nojentas sobre a mídia e a imprensa em geral. Uma boa parte dos canais de comunicação (incluindo sites e blogs) são mesmo comprados: Ganham revistas e DVDs pra falarem bem deles e até essas "premiações" são extremamente fajutas e comerciais (basta ver as listas de "vencedores" nesses troféus q rolam por aí - e a verdade aparecerá, rs)! Te confesso q eu confio mais em blogs pessoais (de pequeno e médio porte) e q sejam administrados por pessoas q a gente vê q são idôneas por serem leitores e colecionares q se auto-sustentam (sem depender de "conluios" com editoras e afins)!

    Já tentaram me oferecer alguns "esquemas" assim tbm.... E não são nada sutis ao fazerem isso: Chegam a mandar até uma espécie de "contrato" pra gente assinar se comprometendo a falar (e elogiar) determinado gibi até uma data tal (pois tem editoras q querem ver todos os veículos falando do mesmo gibi ao mesmo tempo). Em troca, eles mandariam de "presente" uma ARCA de gibis e brindes todo mês.

    É claro q eu recusei, pois isso é prostituição pura e simples (não há outra palavra pra descrever).... E o leitor mais atento VAI perceber quem se vendeu e quem tá sendo honesto em suas opiniões. E VAI perceber tbm a premiação q fraudar resultados (pela própria lista de "vencedores" a gente já saca q foi marmelada). Enfim, prefiro continuar comprando meus gibis com dinheiro do meu próprio bolso, mas LIVRE pra falar bem ou mal do q eu quiser! Só tenho a lamentar o fato de uma parcela considerável da mídia já estar "contaminada" com esses "esqueminhas" (q todo mundo percebe q tão rolando), pois antes de ser blogueiro, tbm sou leitor de outros sites/blogs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo bem essa da mídia, pois se há uma coisa que eu conto muito é honestidade. Só pra você ter idéia, eu antes via o pessoal criticando a Marvel e essa semana mesmo saíram umas capas com cosplayers nas revistas Marvel e depois vi muita gente dizendo que a editora tava "respeitando o leitor e sendo ousada", como também vejo muita gente vendo filme ruim por causa de trailer.

      Da vontade realmente de desistir de colecionar HQs por uma dessas, mas por ter esses encadernados Disney, encadernados do Alan Moore como V de Vingança e Halo Jones, entre outras, mas com essas entendo porque tanta gente passa longe da área de quadrinhos. Mas adoramos certos quadrinhos e não hemos de desistir por causa disso.

      Sobre esses sites, sim, eu já notei essas coisas e o quanto muita gente é imparcial, lembro que quando a Marvel não era da Panini, eu já vi blog fazendo matéria sobre Alan Moore, falando e citando sobre todas as obras dele, menos Capitão Bretanha, e fui um pouco mais a frente e quando a Panini ficou com a Marvel eu vi finalmente matérias com heróis Marvel. O dos ovos que o Semi falou eu também conheço, lá é péssimo e tem tanto fanboy que você perde a vontade de comentar.

      Eu antes sentia vontade de entrar em sites de notícias de cultura Geek, mas no fim só via matérias e informações de deixar o cara desanimado e o pessoal a falar "bom título, vou conferir", e as notícias ruins eram frequentes e como as melhores noticias que saiam eram sobre cinema, me mudei para um site sobre cinema mesmo e para quadrinhos aqui, então pela reação do público nesses sites e nas redes sociais, da pra ver que tá péssima a situação, então cara, como eu já comprei todas as HQs de super heróis que desejava, então abandonarei o gênero, até as coisas mudarem e voltarem a ter boas HQs, então como imagina, verei mais MSP, Disney e alguns títulos alternativos se me atrairem. Nos meus planos de compra, fora os habituais está pegar de alguma forma o V de Vingança e comprar o Halo Jones quando relançar.

      Enfim, acho que não será a pirataria a destruir muitas indústrias, principalmente de entretenimento, mas sim esse corporativismo, essas táticas e jogadas que dão receio até de dar meu dinheirinho para boas republicacoes só pra não dar lucro a certas editoras, porém tive sorte de já ter as que desejava.

      Excluir
    2. Puta de gibi! Quando a gente pensa que o ser humano não pode se degradar mais... (rs)

      Excluir
  84. "Eu falei sobre a Mega Disney no Sábado e ontem minha tia me deu uma edição dessa Mega Disney"


    E aí..... blz?

    Desculpe, eu vi q seu post era de sábado.... Mas é q ontem (sábado) eu não pude entrar na internet e somente agora (domingo) é q tô respondendo aos poucos os comentários do findi, rs!

    Mas legal q vc ganhou uma dessas "MEGA" de presente.... Depois diz aí o q achou da ed, blz? Só pra ver se vc concorda ou não com o q eu falei dela aí acima, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos lá, eu já li o que faltava da revista e eis meu veredito... 5,5. A revista é bem diversificada, vi uma história do Barks, uma do Rosa, uma do Murray, uma do Canini, ela tem histórias de praticamente todos os personagens da editora, e vi também várias histórias com os heróis e com personagens estranhos e desconhecidos. Resultado, muita história de mediana para fraca, com algumas boas, a edição te ajuda a conhecer diferentes estilos da editora e diferentes personagens, então melhor dizendo, como curiosidade e como um passatempo para se comprar uma única vez até vai, mas não aconselharia a comprar mais de uma vez.

      É exatamente como você falou, tem muita história fraca e como "enche linguiça", mas sinceramente se fosse para escolher entre às mensais atuais e até mesmo alguns encadernados das duas gigantes das HQs, essa revista ainda é melhor. Ler essa revista e ver que ela anda bem melhor que muitas mensais e encadernados da Marvel e DC me faz perceber o quão deprimentes andam essas duas.

      Excluir
  85. "Triste saber disso, então quer dizer que Tex corre o risco de ser cancelado também ? "


    O "Tex" eu acho q não corre esse risco.... Quer dizer, talvez um ou outro título dele sim, mas não TODOS!

    Falo mais pelo "Tex Ouro", q é uma revista q aparece sempre nos encalhes e mta gente deixa de comprar na banca pra esperar com desconto depois. Só aí já são algumas boas centenas de ed. q deixam de ser compradas nas bancas (o q acaba contribuindo pra reduzir as vendas)!

    Claro q nem todos os títulos aparecem nos encalhes.... Mas o leitor mais atento vai saber quais deve comprar na hora e quais vale mais a pena esperar no encalhe (é nesse momento q o "possível cancelamento" de um determinado título começa a se desenhar, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade eu nem mesmo vou nos encalhes sempre e nem fico todo mês comprando por encalhe, e muitas vezes compro uma revista que é cara e tenho receio de comprar sem saber direito da qualidade, daí eu compro em um encalhe só pra ver se é boa e se vale a pena acompanhar.

      Entendi sua preocupação com Tex qual é, o problema são as edições mais "gordinhas", caras e com material clássico seja cancelada. É, aí seria chato mesmo.

      Ah, e Leo, com suas boas previsões, quantos títulos você acha que não sobrevivem até o fim do próximo ano ? Tá dureza mesmo, quero saber como vai ficar quando eles lançarem o resto dos encadernados que prestam, que acho que nesse ritmo se esgotam em cinco anos.

      Excluir
  86. "Enfim, acho que não será a pirataria a destruir muitas indústrias, principalmente de entretenimento, mas sim esse corporativismo"


    Pois é.... Até poucos anos atrás a indústria de HQs tinha medo da proliferação dos scans: Achando q eles destruiriam o mercado de gibis impressos!

    Os scans, na verdade, são a última coisa q a indústria deveria temer pra um eventual FIM da mídia impressa.... Antes deles, eu acho q os maiores perigos seriam: A falta de criatividade nas histórias, o tal corporativismo q vc falou, e a consequência maior de todos esses fatores somados: A falta de interesse do público por material "requentado"!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assino abaixo do que você disse. Conheci muito obra que mesmo com a pirataria, lucrou bastante devido a própria qualidade, e dizer que a culpa é da pirataria é desculpa para dizer que ideais ruins que vendiam bem no passado, não vendem mais. O grande problema é que essas indústrias até hoje subestimam a clientela.

      Excluir
    2. O que vou escrever é mero palpite, mas acho que quem compra gibi hoje é o adulto com poder aquisitivo. E esse gosta de ter a revista em mãos. Scans é mais uma necessidade (por materiais inéditos) do que por economia.

      Mas chuto que a molecada que recebe mesada não está disposta a pagar pelo que tem de graça na web. E isso certamente compromete a renovação do público de banca/livraria.

      Acho que ainda vai demorar para termos noção do real efeito dos scans na indústria.

      Excluir
  87. "Vamos lá, eu já li o que faltava da revista e eis meu veredito... 5,5."


    Legal, acho q vc teve sorte em pegar uma ed. com material tão diversificado (nem sempre é assim na "MEGA")....

    É mais ou menos a nota q eu daria pras ed. q li da revista tbm (metade da avaliação máxima, pois o aproveitamento geral fica em torno de metade das histórias tbm)! Mas de qq forma, tbm acho melhor do q acompanhar as mensais de linha (por esses almanacões trazem material clássico junto)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, ao menos nesse material tem coisa boa no meio e muitas das mensais nem isso.

      Excluir
  88. "quantos títulos você acha que não sobrevivem até o fim do próximo ano ?"


    Essa é difícil.... Pois tem revistas q serão obrigatoriamente canceladas até pelo rumo q tomaram nos grandes eventos da Marvel/DC: "Secret Wars" e "Convergência"!

    Mas se eu fosse "chutar" (palpite), eu apostaria em pelo menos uns 5 ou 6 cancelamentos de revistas de linha pros próximos meses (incluindo algumas pro começo do ano q vem, já q 2015 tá rumando pro final). Tem títulos q terão de sumir de qq forma devido às reformulações q eu citei acima, e os títulos mutantes devem ser os primeiros a rodarem (já q após as "guerras", a marvel deve limar boa parte dos gibis mutantes - provavelmente como estratégia comercial contra a FOX nos cinemas)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu chutei uns três ou quatro, mas fora da linha Marvel/DC.

      Excluir
    2. Ainda estou tentando entender esse "boicote" dos quadrinhos Marvel de X-Men e Quarteto contra a Fox. Como se um gibi pudesse bater de frente com o cinema... O personagens já são consolidados, era muito mais fácil capitalizar em cima dos filmes do que fazer uma pirraça inócua.

      Mas e se... Não houver boicote? Apenas um desinteresse extremo da Disney em algo em que eles não podem fazer dinheiro (filmes)?

      O único consolo é que se a Marvel não designar seus "medalhões" para esses títulos, pode ser quer surjam novos talentos criativos.

      Excluir
  89. "Essas vendas de encalhe barato é que me preocupam. Isso acaba fazendo leitores pararem de comprar as mensais no momento do lançamento, com consequências nefastas."


    Essa foi uma das desvantagens dos encalhes q eu mencionei em outro post.... Na hora o leitor leva vantagem no preço e fica satisfeito. PORÉM, passa a ser uma faca de 2 gumes pagar barato por uma ed. de encalhe, mas correr o risco de ver sua revista favorita cancelada em pouco tempo por baixas vendas!

    Vantagem de um lado.... E perdas do outro!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como eu escrevi um tempo atrás. Conto nos dedos as edições de Tex que comprei pelo preço de capa. Até porque são muito elevados.

      Se eu já me sinto roubado ao comprar um gibi do Tex, imagina a sensação de, menos de um ano depois, ver essa mesma edição numa banca de encalhe por menos da metade do preço?

      Excluir
  90. "Mas o Banshee??? O Banshee é tão irrelevante que nunca vi nem uma história tapa buraco protagonizada por ele. (rs)"


    Oi, SEMI.... blz?

    Pior q não faço a mínima ideia do conteúdo dessas nabas com restolhos, rs.... Pelo menos a ed. vermelha do "Prof Xavier" trará uma saga da "Ilha Muir" (q parece ser coisa clássica). Mas fora isso, só vendo o q o futuro nos reservará, hehe!

    Nunca vi tbm nenhuma história solo do "Banshee"....

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Banshee devem colocar a história dele perdendo os poderes na aventura dos X-men no Japão (da dupla Claremont e Byrne) ou aquela história horrorosa em que ele faz parte de uma equipe de restolhos qd todos acham que os principais morreram no evento queda de mutantes, não vejo nada mais que possa ser relevante... E claro a sua primeira aparição ainda como vilão...

      Cesar Leal

      Excluir
    2. A "Saga da Ilha Muir" tem a sua importância cronológica.

      São as histórias que a Panini pulou nos "Maiores Clássicos" e "Gênese Mutante". Foi no final dessa saga que X-Factor e X-Men voltam a se reunir, no que seriam as equipes Azul e Dourada e os "Novos Mutantes" se tornam a "X-Force".

      Não sei se esses desdobramentos vão estar nessa edição, que de qualquer maneira será interessante pois deve ter os dois confrontos do Xavier com o Rei das Sombras.

      Já pro Banshee, é mesmo uma incógnita. Lembro de poucas histórias onde ele teve destaque (a mais notória quando ele perde os poderes no Japão). Porém quando ele entrou para os X-Men, já era um veterano da Interpol. Não sei se essa fase foi mostrada em alguma série, mas certamente vai ser mais interessante do que qualquer história da Geração X. (rs)

      Excluir
    3. Saga da Ilha Muir é aquela saga chatíssima que encerrou o X-Factor original e juntou eles com os X-Men a tempo do lançamento da segunda revista do grupo, com o Jim Lee.

      Excluir
  91. "Puta de gibi! Quando a gente pensa que o ser humano não pode se degradar mais... (rs)"


    Eles sempre conseguem descer mais baixo....

    Se prostituir por GIBIS é o fundo do poço mesmo.... não consigo imaginar um fim de carreira mais miserável do q isso!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se a referência foi ao meu comentário ou não, mas eu não chego a extremos para comprar gibis, na verdade nem conheço ninguém que faça isso, porém deve ser realmente o fundo do poço mesmo, kkkk.

      Excluir
  92. "Acho que ainda vai demorar para termos noção do real efeito dos scans na indústria."


    Pior, né?

    Tbm acho q o impacto MESMO dos scans (q pode estar afetando a renovação do público mais jovem) é algo q só será melhor visualizado pelo mercado qdo a molecada de HOJE virar adulta amanhã (aí é q veremos se eles continuarão com os scans ou se finalmente partirão pro papel)!

    Uma coisa é certa (pelo menos pro meu ponto de vista): Eu jamais conseguiria comprar o q compro hoje em gibis e miniaturas se fosse na minha juventude e adolescência (se eu fosse mais moleque hj, talvez eu partisse direto pros scans tbm)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fui um dos adeptos dos scans no passado, e digo que é muito viciante e tira boa parte do seu tempo, e não recomendo muito. O que posso mais dizer, esse tipo de público é preguiçoso e dificilmente procura por títulos diferentes, vide o fato de que eu não conheceria muita coisa diferente sobre HQs se eu não viesse aqui nesse blog.

      O pessoal que começa nesse meio não costuma ter um senso de julgamento bom das histórias. Quer um maior exemplo de passar despercebido, mesmo eu tendo assistido o filme do Dredd no passado, mesmo quando você falou sobre ele só percebi que era o mesmo do filme ao olhar no Wikipédia.

      Eu passei a comprar HQs também para valorizar o que leio, para toda HQ que eu leia me lembrar de que não estou perdendo só alguns minutos em frente a uma tela, mas sim do meu valoroso dinheiro. A verdade é que, ao menos aqui no Brasil, se as HQs continuarem do jeito que estão, pode ser que só HQs infantis como Turma da Mônica e Disney, revistas de atividades infantis, gibis de tirinhas... as HQs principalmente as de Super Heróis, no Brasil ao menos, pode se tornar inviável. Porém sejamos francos, você acha que esses filmes são só para lucrar com bilheterias ? E a resposta é não, esses filmes servem também para atrair os mais jovens para os quadrinhos, e posso te dizer com certa certeza, se não fossem filmes como Homem de Ferro e Cavaleiro das Trevas, a DC e a Marvel poderiam estar em maus lençóis hoje, então por mais que critiquemos essa "prostituição" dos personagens em quase todas as mídias, poderia ser que se eu fosse na banca hoje, eu nem mesmo encontrasse uma HQ com o símbolo da Marvel ou da DC, e por mais absurdo que pareça, é a realidade.

      Excluir
  93. "Ainda estou tentando entender esse "boicote" dos quadrinhos Marvel de X-Men e Quarteto contra a Fox."


    E aí, SEMI..... blz?

    Eu acredito (palpite) q isso seja uma soma de vários fatores: Tem isso q vc falou tbm do desinteresse da Marvel/Disney em investir em algo q não poderá capitalizar pro cinema - Eles devem considerar um desperdício de talento convocar autores e artistas de renome pra escreverem boas histórias em gibis q não poderão ser aproveitados por eles no cinema e PIOR: Ainda podendo dar IDEIAS novas pra FOX utilizar no cinema!

    Fora isso.... Tem uma estratégia de ANTI-marketing por trás disso (q eu reconheci da publicidade): A Marvel não quer ALIMENTAR o interesse dos fãs com esses personagens e a melhor forma de se fazer isso é parando de investir no produto. Imagine se a editora tiver agora uma ideia genial pra HQs no nível de uma "Fênix Negra" ou "Saga de Thanos".... Valeria mais a pena pra editora ter como personagens dessa saga brilhante os "Vingadores" e "Inumanos" (q ela detém os direitos pra cinema) OU os "X-Men" e "4F"? (e entregar essa ideia de bandeja pra Fox emplacar um sucesso nas telas)? Acho q essa teoria é parte do q temos constatado nas próprias HQs de uns tempos pra cá!

    Abs!

    ResponderExcluir
  94. "Conto nos dedos as edições de Tex que comprei pelo preço de capa. Até porque são muito elevados."


    Barato não é mesmo.... Ainda mais q estamos falando de formatinhos, em P&B, e com papel normal (nada mto luxuoso). Um "Tex Ouro" hoje fica na faixa de uns 20 (e poucos) reais (com cerca de 300 pág). A Abril, por exemplo, tem valores melhores num "Disney BIG" (q é colorido ainda por cima)!

    Claro q tem o lance da tiragem, direitos de publicação, etc e tal (trocentos cálculos)... Mas mesmo assim, os formatinhos do "Tex" e os mangás em geral acabam custando mais do q seria de se imaginar!

    Abs!

    ResponderExcluir
  95. "Banshee devem colocar a história dele perdendo os poderes na aventura dos X-men no Japão (da dupla Claremont e Byrne) "


    E aí, Cesar.... blz?

    Boas hipóteses essas suas.... Pois já vi q nas ed. de capa-vermelha eles tem usado personagens específicos q tenham tido algum destaque em sagas maiores. Por exemplo: A ed. da "Mulher-Invisível" trará uma saga do BYRNE em q ela vira a "Malícia" (nas mãos do "Homem-Psíquico")!

    Acho q a melhor (ou única) forma de se aproveitar o "Banshee" numa edição dessas é fazendo isso tbm: escolhendo uma saga em q ele tenha tido algum (ou qualquer) destaque. E essa 1º aparição dele como vilão chegou até a ser a capa da 3º "Biblioteca" dos XM (a última publicada aqui)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  96. "São as histórias que a Panini pulou nos "Maiores Clássicos" e "Gênese Mutante"


    Oi, SEMI.... Realmente, eu pesquisei esse material agora e vi q se passa entre outras sagas e fases encadernadas recentemente pela Panini!

    O conteúdo de "Prof. Xavier" (capa-vermelha) será: Uncanny X-Men #278-280 & X-Factor #69-70 + Psi-War! (Uncanny X-Men #117)

    Ou seja, além da "Saga da Ilha Muir".... Ainda terá a 1º aparição do "Rei das Sombras" (eu até tenho q ver se já tenho essa história clássica em alguma outra edição). De qq forma, apesar da importância cronológica, essa não é uma fase q eu goste mto (li ela em formatinhos da Abril), mas pelo menos não será mais repetécos de coisas q saíram pela Panini, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  97. "Saga da Ilha Muir é aquela saga chatíssima que encerrou o X-Factor original e juntou eles com os X-Men a tempo do lançamento da segunda revista do grupo, com o Jim Lee."


    Valeu mesmo, Hunter.... É um material de uma fase q não me agrada mto mesmo e q eu lembrei (vendo as capas originais) de já ter lido nos formatinhos da Abril (os quais já me livrei até - num lote q vendi há anos atrás)!

    Essa saga da "Ilha Muir" pegou bem aquela época em q o Claremont tava ficando visivelmente "cansado" (criativamente falando) de escrever gibis mutantes.... E pra piorar, ainda teve a participação do infame Fabian Nicieza nas histórias (um dos roteiristas q eu mais detestava nos anos 90)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cansado ele já estava há muito tempo. Eu achava a série ilegível desde o tempo do Romitinha! MAS o Jim Lee trouxe muita energia de volta para a série e deu mais uns anos de sobrevida ao Claremont (era visível que os desenhistas faziam boa parte do argumento da série durante a fase do Claremento, então o Jim Lee deveria ao menos ter boas ideias).

      Só que nessa saga o Lee estava fora (fazendo as primeiras edições da revista nova) e o Claremont teve de se virar com outros desenhistas. Aí ferrou!

      O Nicieza também não ajudou. Fora dos títulos mutantes ele não era ruim, mas neles ele nunca fez nada direito. Eu culpo mais o Bob Harras, que acho um dos piores editores da histórias dos quadrinhos! Também foi depois da entrada dele que o Claremont caiu de nível nos X-Men,,,

      Excluir
    2. Esse lance do Jim Lee ter participação da parte criativa das histórias ficou mais perceptível pra mim, qdo reli esse material ano passado (nos 2 encadernados da Panini: "Gênese Mutante"): A gente vê o estilo próprio do Jim Lee se sobressaindo em várias passagens!

      E tbm acho o Bob Harras um dos piores editores de todos os tempos.... A fase dele na Marvel foi tenebrosa (não à toa, coincidiu com aquela queda feia da editora entre 95-2000). Qto ao Claremont, já na época eu acabei largando os gibis mutantes dele qdo começou a ficar monótono e sem aqueles lampejos de criatividade de tempos melhores (a revista da Abril: "Fabulosos XM" eu não consegui passar do nº 2)!!

      Abs!

      Excluir
    3. Justiça seja feita, a Fabulosos pegou a fase logo depois dele ter saído...

      Excluir
    4. Eu não lembro então quem é q escrevia aquelas xaropadas de "Casamento de Cíclope & Jean", "Ômega Red", e uns namoricos e troca-troca de casaizinhos (gambit, vampira, psylocke, etc).... Eu folhava essas coisas na banca mas desistia de comprar!

      Abs!

      Excluir
    5. Enquanto o Lee e o Portacio estavam nos X-Men eles criavam as histórias e um pobre escritor infeliz (primeiro o Byrne, depois o Lobdell) tentava dar sentido a elas. Depois o Lobdell e o Nicieza viraram os argumentistas a sério.

      Mas DESSA xaropada o Claremont é inocente!

      Excluir
    6. Os anos 90 foi realmente uma década de vários riscos e programas que, mesmo o público mais antigo não tendo gostado, muita gente da época gostou, afinal se eu curti até aquele Ducktales ruim que passava na tv, e lá foram tantos riscos que alguns acabaram sendo legais. É como você disse naquele papo sobre o Miracleman, naquela época realmente foi algo diferente e que entreteve, mas hoje se vê o quão ruim era. E por mais que eu veja o pessoal criticando as HQs dos anos 90, principalmente a Marvel, devo lembrar que aquela fase foi ainda melhor que a atual, mesmo sendo a década com as cagadas mais conhecidas das HQs e que fizeram muita gente abandonar os quadrinhos.

      Acho que o pior dos anos 90 foram as editoras que brotavam aos montes e cujo problema vemos hoje, nunca vi as HQs serem tão banalizadas como é o caso das editoras que vivem de títulos vindos de filmes, séries e personagens comprados de outra editora, porém com o estado atual das gigantes quem pode reclamar ?

      Excluir
  98. "Não sei se a referência foi ao meu comentário ou não, mas eu não chego a extremos para comprar gibis,"


    A referência não foi pra vc.... E sim ao comentário q tratava de sites e blogs q "se prostituem" (vendendo suas opiniões em troca de gibis)!

    Mas falando em extremos, conheço (pessoalmente) vários leitores q pegam pesado pra caramba nos "excessos" colecionistas, rs....

    Abs!

    ResponderExcluir
  99. "Eu fui um dos adeptos dos scans no passado, e digo que é muito viciante e tira boa parte do seu tempo, e não recomendo muito."


    Os scans eu baixo tbm.... Pois preciso deles pra poder acompanhar algumas séries atuais (até pra comentá-las aqui no blog). Mas não sinto satisfação nenhuma em manter um scan (perdido entre milhares de outros no meu HD)! Tenho várias raridades em scans (de gibis q jamais veremos publicados aqui), mas o q eu considero mesmo é a minha coleção IMPRESSA!

    Qto aos filmes.... Sim, parte do objetivo deles é formar uma nova legião de fãs e consumidores (não só de gibis, mas de todos os produtos relacionados às franquias de heróis: DVD, games, brinquedos, etc)! Só acho q podem e deveriam ser melhor elaborados e criativos (de melhor qualidade artística) mesmo buscando esses objetivos mais amplos!

    Abs!

    ResponderExcluir
  100. "Mas DESSA xaropada o Claremont é inocente!"


    Ah, bom.... Ele tá desculpado então, rs!

    E falando em Lodbell e Nicieza.... Lembro do tempo em q eles apareciam sempre nos "TOP 10" de melhores escritores da revista "Wizard". Dia desses eu tava separando algumas pra jogar fora (e liberar espaço nas estantes), e me deparei com essas listas insólitas de "favoritos" dos anos 90!

    Abs!

    ResponderExcluir
  101. "eu curti até aquele Ducktales ruim que passava na tv"


    Os anos 90 tinham bastante coisa boa sim.... Se a gente peneirasse bem, acredito q era mais fácil achar naquela época uma quantidade maior de boas HQs do q peneirando entre as de hoje!

    Mas "Ducktales" eu nunca gostei.... sei lá, parecia q faltava algo de empolgante e descontraído q me remetesse às lembranças q eu tinha dos gibis antigos da Disney (não tava no clima dos gibis q eu lia na infância). Talvez a falta do "Donald" no desenho pesasse mais pra esse sentimento!

    Abs!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...