15/08/2014

"Grandes Clássicos da Literatura" (em Quadrinhos): Nova Coleção nas Bancas....

Mais uma nova coleção (de luxo) chegará às bancas (em distribuição por fases): "Grandes Clássicos da Literatura em Quadrinhos" (pela Editora Del Prado). Serão 26 Vol. ao todo (com periodicidade semanal) trazendo belíssimas adaptações da literatura clássica.... Começando por "A Ilha do Tesouro"!!!  

Nesta matéria: A LISTA COMPLETA de todas as 26 edições da coleção.... Além de capas (de edições que já saíram pela L&PM) e maiores detalhes sobre o material. As adaptações (de altíssimo nível) incluem: "Dom Quixote", "A Odisseia", "Robinson Crusoé", "A Volta ao Mundo em 80 Dias", "Guerra e Paz", "Os Miseráveis", "O Último dos Moicanos", "Viagem ao Centro da Terra", e muito mais!

Confira abaixo:

O leitor brasileiro já está se acostumando à estreia de novas coleções nas bancas: "Graphic Novels Marvel" (Salvat), "Coleção Histórica Marvel" (Panini), "Star Wars" (Planeta DeAgostini), e agora mais essa de "Clássicos da Literatura" (Del Prado). Sem falar, é claro, em dezenas de coleções de miniaturas de chumbo (e outras de quadrinhos que ainda virão). Esta de adaptações da literatura nem é tão "nova" assim, pois já foi parcialmente lançada pela L&PM há alguns anos atrás: Sendo que a diferença agora é que a coleção terá mais volumes!!!

Esta belíssima coleção (produzida na França/Bélgica) traz ilustrações caprichadas e ricas em detalhes, tanto em cenários quanto em figurinos e sem poupar sangue e violência (sendo que geralmente essas coisas costumam ser "amenizadas" nas demais adaptações de livros pra quadrinhos). Aqui, o respeito à obra original é o mais fiel possível (considerando-se, evidentemente, que ainda estamos falando de "adaptações" e que o texto integral precisa ser "condensado" do livro para a HQ)!!!

Pelas capas postadas aqui (a maioria da versão pela L&PM e algumas originais da França) é possível se ter uma ideia da alta qualidade da arte interna, pois as capas são feitas pelos mesmos artistas que desenham as adaptações. As obras em questão dispensam apresentações: São clássicos absolutos da literatura mundial: Reapresentados aqui em forma de HQ em suas melhores versões pros quadrinhos!!!   

A coleção da Del Prado será distribuída por fases: Primeiro no RJ, Brasília, Vitória, Curitiba, e Salvador (e depois pro resto do país). A periodicidade será SEMANAL, o formato é luxuoso (capa-dura), e as edições virão recheadas de material extra e matérias sobre os livros e seus autores. O Vol. 1 ("A Ilha do Tesouro") custará apenas R$ 6,90 (barbadíssima)... O Vol. 2 ("A Volta ao Mundo em 80 Dias") fica por R$ 14,90... e a partir do Vol. 3 em diante o valor passa pra R$ 24,90!!!

As demais edições serão: "Robinson Crusoé", "O Livro da Selva", "Dom Quixote", "O Corcunda de Notre-Dame", "Viagem ao Centro da Terra", "O Último dos Moicanos", "As Mil e Uma Noites", "Oliver Twist", "Os Miseráveis" 1-2, "Odisseia", "Um Conto de Natal", "Guerra e Paz" 1-2, "Capitão Fracasso", "Quo Vadis", "Germinal" 1-2, "Miguel Strogoff", "Tartarin de Tarascon", "O Vermelho e o Negro" 1-2, "Madame Bovary", e "Agaguk"!!!

Algumas foram divididas em 2 partes, sendo que a L&PM publicou: "Os Miseráveis" e "Guerra e Paz" com o dobro de pág (juntando 2 edições em uma). Assim, a L&PM lançou 10 títulos (2 deles duplos). A coleção francesa era composta por 30 edições e não sei por que razão a Del Prado pulará 4 delas no Brasil. Ficam de fora então: "Da Terra à Lua" e "Ao Redor da Lua" (ambas de Júlio Verne) e "O Mundo Perdido" 1-2. Mesmo assim, é uma coleção imperdível (tenho todas da L&PM e comprarei agora apenas as demais que me faltam)!!!

Até+

PS: E a seguir no Submundo".... A "Coleção Histórica dos X-Men 4" (Vs. Vingadores); Um "Drops de Notícias" (recheado de novidades e relançamentos); Novos "Reviews" no ar (com a polêmica sobre o aumento de preço na coleção da Salvat); e a estreia da coluna: "Editoras Nacionais" (começando pela EBAL)!!!

50 comentários:

  1. Já estou com os dois primeiros volumes em casa. Estou colecionando para mim e também por causa da minha filha de 5 anos. Tirando por mim, a melhor forma de apresentar clássicos para uma criança é através dos quadrinhos.

    Agora, achei a periodicidade semanal um pouco exagerada. As vezes nem dá tempo de adquirir um volume (muito menos ler) e já tem outro disponível. E o bolso sofre.

    E já deu pra perceber que a coleção completa vai formar uma arte na lombada. Veremos se vão cometer o mesmo erro da Salvat.

    ResponderExcluir
  2. Oi Leo, tudo? Pelo que li em uns comentários, vi que tu já tá bem recuperado... que bom. Até ri de um comentário que o cara dizia que tu tinha o poder de cura do Wolverine...rs
    Vi essa dica em um blog nessa semana ainda. O primeiro volume sai baratinho e o preço então vai aumentando...
    Adoro clássicos adaptados para os quadrinhos. Comprei um no Sebo que trazia a adaptação de contos de Machado de Assis.
    A Ilha do Tesouro saiu pela Editora Nemo e eu tenho... ela é tri bonita, tem bastante páginas e são desenhos bem caprichados. Acho bacana que o ilustrador Carlo Rispoli é super simpático e sempre divulga minha "resenha" dela nas redes sociais.
    Enfim...pretendo adquirir pelo menos alguns volumes dessa coleção. Tri bonitas as capas :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. "Agora, achei a periodicidade semanal um pouco exagerada."


    É verdade, SEMI.... Tbm achei um exagero ser semanal:

    Ainda mais q a coleção nem é tão extensa assim (26 ed. é menos da metade q a da Salvat, por exemplo).... o ideal é q fosse quinzenal. Desse jeito, não sei se a Del Prado conseguirá atingir o público-alvo correto: já q o objetivo da coleção é atrair jovens leitores pra literatura (pelo visto, esqueceram q os jovens leitores tem orçamento mais limitado e q a demanda de outros gibis é altíssima no mercado nacional)!

    Enfim.... pra vc e outros leitores q possuem filhos pequenos, uma coleção assim sem dúvida é a porta de entrada ideal pra uma boa formação cultural nas crianças. Qdo eu era pequeno, fui criado com gibis e livros-ilustrados (com adaptações de clássicos). Resultado: virei adulto mantendo o gosto por gibis, mas tbm pela literatura, rs (sou colecionador de livros em pocket tbm)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  4. Leo, vc gostou do Peninha 50 anos ?
    Estou até gostando da edição, mas estou na parte italiana e está difícil de descer, as histórias são muito fracas...

    ResponderExcluir
  5. "A Ilha do Tesouro saiu pela Editora Nemo e eu tenho... ela é tri bonita, tem bastante páginas e são desenhos bem caprichados."


    Oi, Nanda..... tdo bem?

    Eu tô me recuperando bem mesmo, embora eu tenha me empolgado nesses últimos dias e cometido uns excessos q quase me levaram de volta pro hospital, rs (mas já baixei um pouco a bola e vou seguir as ordens médicas daqui pra frente - "fator de cura" só existe no gibi mesmo, hehe)!!!

    Qto à coleção.... todas essas novas q andam surgindo (incluindo as de miniaturas) seguem esse mesmo padrão: a 1º edição bem baratinha e depois vai aumentando até fixar num determinado valor. Por isso, mesmo q vc já tenha essa outra versão da "Ilha do Tesouro" (pela Nemo), acho q vale mto a pena vc comprar essa nova aí tbm (por custar apenas R$ 6,90): E te garanto q é magnífica (só não vou comprar, pq já tenho ela pela L&PM). Gosto mto dessa obra (e tbm tenho o livro em pocket). Legal tbm vc manter amizade com o artista da versão da Nemo (eu já não tenho mtas amizades entre profissionais da área de HQs - entre os artistas q conheço, o mais próximo é o Fernando Ventura - q desenha o "Zé Carioca")!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  6. "Leo, vc gostou do Peninha 50 anos ?"


    E aí, BOND.... blz?

    Eu achei q essa ed. num todo valeu mto a pena sim.... mas só pelos clássicos americanos e brasileiros. Tbm detestei essa LIXARADA italiana, rs. Ainda bem q essas porcarias duram poucas pág. e o aproveitamento geral acaba sendo alto (já q o gibi tem 300 pág)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  7. Nada contra as histórias italianas, pois também tem muitos clássicos. Mas as dessa edição estão infantiloides demais. Aquela do parque é imcompreensível...

    ResponderExcluir
  8. Você sabe se vai demorar muito pra chegar no resto do país?
    Desses pretendo comprar os 2 primeiros volumes e "Robinson Crusoé", sou viciado nessa história e agora em HQ melhor impossível!

    ResponderExcluir
  9. É uma coleção que merecia até mesmo estar numa estante de uma livraria de uma escola

    ResponderExcluir
  10. blz leo?

    coleção bem legal!
    tenho da editora salamandra a ilha do tesouro, frankenstein e robinson crusoe, todas bem legais.
    tb tenho algumas da editora abril da classics illustrated, moby dick, as aventuras de tom sawyer, a queda da casa de usher e morro dos ventos uivantes, todas bem legais tb.
    desta coleção nova pretendo comprar algumas (+/- 12) se chegar por aqui.

    abraço

    ResponderExcluir
  11. Ah Leo,

    Que bom, um pouco de cultura nas bancas, p/ variar. Pena que não me interessam todas as edições...

    Abs, Zé.

    ResponderExcluir
  12. To babando aqui, muita coisa legal!

    Já li nos comentários, e bom saber que você tá se recuperando. Se cuida que aqui não tem Wolverine nem Deadpool pra se recuperar, né?

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Oi Leo!

    Já sabe desta novidade? http://www.universohq.com/noticias/confirmado-planeta-deagostini-lancara-colecao-comics-star-wars-brasil/
    Uma aposta muito arriscada da editora em lançar a coleção desta forma a partir de um certo ponto, até porque o mercado está saturado, e disputar mercado com super-heróis é deveras arriscado.
    Não que Star Wars não tenha fôlego no mercado, de certa forma até têm, com um novo filme surgindo ano que vem, mas, vai enfrentar além da Salvat, a concorrência da Panini (que também publicará Star Wars), aí o bicho vai pegar para ela!
    Seria melhor a editora repensar esta estratégia de mercado, para não se desesperar e ter que elevar o preço de forma quase absurda assim como fez com as peças do Xadrez Star Wars que bateram de frente com as miniaturas Marvel e DC, perderam fôlego no mercado, e a editora então elevou o preço das peças para R$ 46,99 para então poder ter lucro a qualquer preço.
    Eu ia comprar a Aayala Secura, mas desanimei com o preço, ainda mais com o aumento de preço das coleções que faço, então tenho de cortar o supérfluo para ter o que considero essencial.
    Serei forçado a pular esta coleção de Star Wars em encadernados, ainda mais com tanta boa coisa saindo este ano e as que sairão no ano que vem.
    Nem assinar não será possível porque pretendo fazer isto com os Batmóveis para ganhar os brindes como a Batwing e o carro em versão blindagem, Então ficarei só nas quatro edições que saíram, ou melhor cinco, se eles derem esta edição como prometeram para quem lhes enviasse a carta resposta que veio inclusa na edição n° 04.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. "Nada contra as histórias italianas, pois também tem muitos clássicos."


    Oi, BOND.... eu acho q me expressei mal mesmo:

    Na verdade, a minha bronca maior é com o estilo ATUAL das HQs italianas da Disney.... dos clássicos da Itália eu gosto - principalmente dos anos 50/60 e as histórias antigas do "Superpato" e a fase inicial dom Cavazzano (q eram ótimas)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  15. "Você sabe se vai demorar muito pra chegar no resto do país?"


    Oi, Andre..... tdo bem?

    Infelizmente, não faço ideia de qdo a coleção virá pro resto do país (tbm gostaria de saber, pois moro numa das regiões q terão de esperar a coleção, hehe). Mas não se preocupe, pois assim q sair irei avisar aqui no blog (e incluir essas edições em análises de futuros "Reviews" - qdo eu puder comprar as q me faltam)!!!

    Eu tbm sou fanático pela história de "Robson Crusoé" (desde q eu tive um livro ilustrado dessa obra na infância). Por falar nisso, eu queria te recomendar uma lida numa das primeiras matérias q fiz aqui no blog (em 2011) e q era justamente sobre essa adaptação do "Robinson" (qdo saiu pela L&PM). Confira o LINK abaixo (q traz tbm uma pág. com a arte interna dessa edição):

    http://submundo-hq.blogspot.com.br/2011/10/robinson-crusoe-o-1-vol-de-classicos-da.html

    Abs!

    ResponderExcluir
  16. "É uma coleção que merecia até mesmo estar numa estante de uma livraria de uma escola"


    Verdade, Marcelo.....

    Inclusive, esqueci de citar no texto da matéria..... mas essa coleção tem o apoio da UNESCO (e é altamente indicada pra figurar nas bibliotecas de toda e qq escola e faculdade do mundo)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  17. "tb tenho algumas da editora abril da classics illustrated, moby dick, as aventuras de tom sawyer, a queda da casa de usher e morro dos ventos uivantes,"


    E aí, gustavo..... blz?

    As edições da Salamandra eu não conheço ao vivo (até chegaram aqui, mas vinham lacradas e não pude folhear). Mas foi bom vc ter mencionado essas da Editora Abril: tbm tive algumas na época (minha favorita era a adaptação do "Conde de Monte Cristo" - q infelizmente ficou de fora dessa nova coleção)!!!

    E por falar em "Classics Illustrated".... Sei q existem planos pra republicarem toda essa coleção no Brasil. A editora interessada é a HQM (só q já faz mais de 1 ano q ouvi falar nisso e até agora nem sinal - espero q essa ideia ainda esteja na pauta)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "Que bom, um pouco de cultura nas bancas, p/ variar. Pena que não me interessam todas as edições..."


    E aí, Zé Carlos.... blz?

    É bom mesmo as bancas oferecem um pouco de cultura às vezes (pra amenizar a quantidade absurda de LIXO q despejam diariamente nas bancas.... e não falo apenas de gibis ruins, mas tbm de: revistas inúteis de fofoca sobre novelas, futilidades, e publicações informativas tendenciosas)!!!

    Tbm não em interesso por todas as ed. da coleção.... tem alguns livros aí cujo tema não é do estilo q me agrada. Mas calculo q eu acabe ficando com pelo menos umas 20 ed. ao todo (já contando com as q eu tenho pela L&PM)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  19. "Já li nos comentários, e bom saber que você tá se recuperando."


    Oi, Thiago..... tdo bem?

    Valeu mesmo, eu tô indo bem na recuperação sim.... e ontem já saí pra fazer minhas "compras" de gibis: q resultaram num "rancho" daqueles, hehe (pra recuperar o tempo perdido e as semanas de reclusão)!!!

    e fique ligado nessa coleção (qdo chegar na sua cidade)..... tem mta coisa boa aí e q merece uma conferida!

    Abs!

    ResponderExcluir
  20. "Não que Star Wars não tenha fôlego no mercado, de certa forma até têm, com um novo filme surgindo ano que vem, mas, vai enfrentar além da Salvat, a concorrência da Panini (que também publicará Star Wars), aí o bicho vai pegar para ela!"


    Oi, Elcio..... tdo bem?

    Valeu mesmo por ter me avisado (eu fiquei sem internet ontem e só vi essa notícia agora).... E caramba, a notícia é ótima (tô louco pra começar logo essa coleção) mas essa briga vai ser feia mesmo, hein? Serão mtas coleções disputando a atenção (e o bolso) do leitor. Por falar nisso, achei exagerado botarem a periodicidade SEMANAL (depois da ed. 15) em SW: Vai ser complicado desembolsar R$ 34,90 toda semana - considerando q tbm existirão OUTROS gastos similares com gibis). Acho q poderiam manter quinzenal mesmo (seria o ideal), ainda mais q os filmes novos vão demorar pra estrear e ainda teria mto chão pela frente até a próxima trilogia ser concluída nos cinemas!!!

    E vc lembrou bem: O "Xadrez SW" perdeu fôlego mesmo na briga com a Eaglemoss.... a maioria dos colecionadores q eu conheço fez q nem eu: completou as peças da trilogia clássica e parou qdo chegou as peças da nova (dessas, eu ainda comprei só o "Darth Maul" e a "Rainha Amidala" - ambas com esse novo preço de R$ 46,90 - q eu achei pesado)!!!

    Mas eu ainda pretendo apertar o cinto.... e tentar fazer essa coleção de SW encadernados (ao mesmo tempo em q tbm comprarei as ed. q saírem da Panini). Só vou ter q cuidar pra não comprar material repetido (aí seria demais tbm: a gente tendo q se sacrificar pra comprar a coleção e ainda gastar em dobro com material repetido, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na semana em que a De agostini deve lançar a coleção para assinantes no site a Panini confirma lançamentos de Star Wars em banca (mas sempre sendo possível atrasos). Anunciaram a revista de linha Star Wars Legends com maior parte do material de coisas que não vão sair na coleção e o encadernado Boba Fett Laços de Sangue (que até onde sei também não estará nas edições da coleção da deagostini) com uma história mostrando a ligação entre Boba e o "pai" Jango Fett. A princípio, pelo meno,s não se trata ainda de muito material repetido...

      Cesar Leal

      Excluir
  21. Tudo bem Leo.
    Tenho revistas nacionais das décadas de 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90, 00, 10 daqui a pouco se a saúde ajudar compro as de 2020 e a numeração fica completa (rsrsrs).
    Quanto ao eterno debate da qualidade das histórias através do tempo, é preciso deixar o valor sentimental de lado, afinal como avaliar a lembrança das histórias lidas na infância? Não são melhores ou piores, são únicas.
    Na década de 30, alguns quadrinhos dão a impressão que os artistas enviaram o rascunho e a maior parte não tinha nem as cenas de fundo, mas parece que não fazia falta, porque a leitura de livros sem gravuras era comum entre as crianças e a imaginação cuidava do resto. Era tudo assim, a vida parecia que corria mais devagar, brincadeiras mais rústicas, os dias eram longos e menos estressantes, como talvez só os “submundanos” (hehe) do interior podem avaliar hoje. Não recomendo a ninguém hoje a compra dessas revistas (apesar dos mercenários livres acharem que valem fortunas, salvo valor afetivo, não valem R$ 10,00), tenho a Fantasma “Piratas do Céo” do Correio Universal (em estado simplesmente excelente), mas ainda assim não se compara ao lançamento da Pixel, de qualidade superior e completo. Não recomendo porque hoje os leitores possuem um senso de qualidade gráfica bem aprimorado, eram preto e branco sem o aprimoramento do Tex, eram originalmente coloridas. Para conhecer essas histórias que são ainda fonte de inspiração para muitos artistas hoje, sempre há a chance de uma republicação, ainda mais que as originais 90 % das vezes estão nojentas. Conheci um colecionador que dizia que o “cheirinho de mofo” valorizava a revista. Durma-se com um barulho desses. Bom...ele gostava, eu não.
    Léo, escrevi tudo isso para te ajudar no tema editoras nacionais, que aguardo ansioso. A EBAL já é mais década de 50, auge nos anos 60.
    Se quiser te mando as impressões de alguém que foi na banca e comprou lá as “novidades” (hehe). Tudo isso é off-topic, não precisa publicar.

    Alex Leão

    ResponderExcluir
  22. "Tenho revistas nacionais das décadas de 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90, 00, 10 daqui a pouco se a saúde ajudar compro as de 2020 e a numeração fica completa (rsrsrs)."


    Oi, Alex.... tdo bem?

    Obrigado mesmo pela ajuda sobre a Ebal (aqui no blog não tem problema o assunto ser off-topic, se for interessante: com certeza mtos leitores apreciarão o debate). E concordo com vc sobre o cheiro de mofo e naftalina dos gibis: Eu tbm NÃO gosto e prefiro a qualidade gráfica dos gibis NOVOS (embora o conteúdo eu prefiro q seja o material clássico mesmo, só q em encadernados atuais, rs)!!!

    O gibi mais antigo da minha coleção é o "4 Fantástico" Nº 1 da Ebal (de 1971 - um ano antes de eu nascer). Comprei em perfeito estado de um colecionador (entre vários outros gibis da Ebal - devo ter uns 50 dessa editora). No entanto, eu ainda tive o privilégio de comprar na época (década de 70) alguns gibis da Ebal em banca: "Superman" (formatinho a cores), "Lanterna Verde & Arqueiro Verde", "Jonah Hex", "O Mundo de Krypton", etc. Ou seja, não sou um leitor da Ebal das "antigas" (visto q a editora começou mtos anos antes de eu chegar ao mundo), mas ainda pude vivenciar ao menos a reta final dessa editora, hehe!

    E eu tbm não acho q esses gibis velhos devam valer tanto no mercado como alguns colecionadores querem acreditar q valham.... São raridades sim, mas porra: Ainda são apenas GIBIS (não deveriam ser vendidos por mais de 100 reais - e sim, no máximo uns 5 ou 10 pila - q é o preço pelo qual eu venderei os meus algum dia - "SE" relançarem esse material em novos encadernados, é claro!!! Valeu mesmo, Alex!

    Abs!

    ResponderExcluir
  23. Fala, Leo! Beleza de matéria, como sempre! É grande a vontade de colecionar os "Grandes Clássicos da Literatura em Quadrinhos", mas dessa vez eu passo... rsrsrs... meus gastos estão acima da cota com as mensais, miniaturas eaglemoss e encadernados... sem contar os lançamentos prometidos que pretendo acompanhar (Star Wars da Planeta de Agostini, por exemplo).
    Aliás, queria te perguntar se vc vive dilemas com relação à falta de tempo para ler e/ou adquirir o que gosta!
    Desde a década de 80 nunca deixei de acompanhar minhas HQs prediletas e isso continua sendo um hobby para mim, mas é crescente minha falta de tempo para os quadrinhos e a pilha de gibis não lidos só aumenta... rsrsrs... Tem também o gasto, que só aumenta, é impressionante! Cara! É barra gerenciar trabalho, família, problemas da rotina e a vida de colecionador de HQs. É tanta coisa que isso merecia um tópico exclusivo aqui no seu blog só pra discutir a vida do colecionador, suas escolhas, dificuldades, prazeres, vantagens e desvantagens...
    Valeu! Abração!

    ResponderExcluir
  24. "Aliás, queria te perguntar se vc vive dilemas com relação à falta de tempo para ler e/ou adquirir o que gosta!"


    Oi, Wayne.... tdo bem?

    Valeu por ter curtido a postagem.... E saiba q com certeza eu vivo esses mesmos dilemas todo santo mês, hehe. Eu não tenho renda fixa (o q torna o meu orçamento mensal "imprevisível") e diante desse quadro, me vejo obrigado a selecionar BEM o q irei comprar todo mês. Embora eu não esteja preso à muitas revistas regulares (só compro mesmo o "Juíz Dredd" e o "Recruta Zero"), meus gastos com encadernados e miniaturas acabam sendo altos.... mas acabo administrando bem esses gastos por selecionar os q irei comprar (priorizando algumas séries) e riscar da lista os q não forem tão essenciais assim pro meu gosto. No fim das contas, alguns "sacrifícios" são feitos e tenho q abrir mão de gibis q eu gostaria de ter!

    A questão da falta de tempo pra ler é outro problema à parte.... Eu utilizo uma técnica de "leitura dinâmica" e consigo ler um livro de 300 pág em poucas horas (apesar da dor de cabeça q isso traz em seguida). Por incrível q pareça, ler um gibi (encadernado) demora mais do q ler um livro pra mim (pois eu paro pra apreciar a arte durante a leitura). Assim, eu gosto de ler os gibis com calma e curtindo cada etapa da leitura (texto e arte). Só q isso me tira tempo pras outras coisas importantes: Vida social, filmes, estudos, vídeo-games, e as caminhadas q eu gosto de fazer nas tardes ensolaradas. Equilibrar tudo isso na balança me deixou com uma PILHA de mais de 500 gibis e livros pra serem lidos (e ainda tenho coisas de 5 anos atrás pra ler, rs)!!!

    Outra questão q no meu caso (e o de outros blogueiros) entra em jogo é o BLOG.... Pra manter um blog eu preciso me manter diariamente informado sobre TUDO ligado aos gibis, e acabo tendo q ler até coisas q eu não gostaria (tipo algumas porcarias mensais da Marvel/DC). Assim, ainda tenho q administrar essa parte: A manutenção e atualização diária do blog (q envolve a pesquisa de notícias, busca por imagens, leitura de scans pra poder falar sobre as histórias, e a minha parte favorita de tudo isso: responder os comentários diariamente, hehe). Nessas horas, ter um espião X-9 infiltrado diretamente no mercado editorial e q me ajuda a descolar as notícias torna-se algo essencial tbm, rs!!! Ah, e obrigado pela sugestão de transformar isso numa matéria (gostei da ideia: e pretendo botá-la em prática assim q tiver um tempinho). Valeu mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  25. Tudo bem Leo e Wayne
    Concordo que o tema é muito interessante, tanto que é bem recorrente nos comentários. Acho que surgiriam casos curiosos e serviriam para vermos que "não estamos sozinhos". (hehe) Wayne de Gotham com certeza tem pouco tempo livre (isso quando não está morto) rsrsrs
    Alex Leão

    ResponderExcluir
  26. sandro marzo16/08/2014 16:21

    Gostei da coleção, e como duvido que chegue em minha cidade, pensei em assinar. 1º impressão legal 10% de desconto. Só que dai vem a bomba, cobram por envio R$12,00. Desisti na hora. Só se vir pra Ibiúna mesmo.

    ResponderExcluir
  27. Legal, Leo! É bom saber que vivemos dilemas semelhantes. Os seus ainda são mais ampliados, pois vc mantém o blog!! Às vezes penso que todos que liam gibi na infância e continuam lendo na vida adulta passa por dilemas semelhantes. E ainda tem o lance do preconceito que se sofre por ler gibi. Pra muita gente, gibi não tem valor, o que é triste. Ouço muito isso e pra algumas pessoas nem revelo meu hobby. Outra coisa que me chateia é escutar que os heróis/personagens que tanto curto só servem pra veicular ideologias... como se eu fosse apenas uma marionete, ou um ser passivo - apenas absorvendo ideias sem consciência crítica - e não soubesse separar as características universais que admiro nos heróis dos interesses escusos de grupos sociais, sejam eles americanos, brasileiros ou outros. Enfim! Talvez meu maior dilema hoje seja esse: gostaria de viver mais coletivamente os quadrinhos, sei lá, mas acho que ainda são desvalorizados e mal compreendidos no Brasil e acabo me contentando em vivê-los sozinho, em casa. Ou no seu blog!!! rsrsrs... Valeu!!

    ResponderExcluir
  28. "Concordo que o tema é muito interessante, tanto que é bem recorrente nos comentários. Acho que surgiriam casos curiosos e serviriam para vermos que "não estamos sozinhos"


    Oi, Alex..... tdo bem?

    Acho q somos (leitores e colecionadores) em nº maior do q o calculável até.... Pois vou te dizer: nenhum dos meus amigos da "vida real" (os q conheço pessoalmente) e q frequentam a mesma loja de gibis q eu (Tutatis) costuma aparecer e comentar aqui no blog ou em qq outra rede social. Eles não gostam mto de participar e interagir com comentários e debates (alguns sequer leem notícias referentes à gibis - e gostam da "surpresa" de chegarem na loja e ver determinado título na estante sem saberem q iria sair). E não estou falando de 3 ou 4 pessoas apenas, mas de DEZENAS (talvez centenas) q são os clientes da loja e q nunca aparecem nas redes sociais!!!

    Isso já é um desses casos curiosos q vc mencionou.... pois esse fato nos leva a crer q existem milhares de leitores pelo Brasil afora e q na internet somos apenas uma "amostra grátis" diante do número REAL de pessoas q nem nós. Não é a toa q as editoras afirmam q o público da internet não representa nem 5% das vendas, hehe!

    Abs!

    ResponderExcluir
  29. "1º impressão legal 10% de desconto. Só que dai vem a bomba, cobram por envio R$12,00."


    Oi, sandro..... tdo bem?

    Cara, q absurdo esse frete, hein? Ridículo isso (a entrega deveria estar inclusa na assinatura). Uma pena q as editoras ainda não aprimoraram a melhor forma de venderem seus produtos pela internet (a Abril fechou sua loja on-line, a Salvat nem vende pela internet, e outras cobram preços extorsivos de frete). E pior q nem a concorrência maciça do mercado de HQs faz com q melhorem esse sistema! Assim fica complicado mesmo!

    Abs!

    ResponderExcluir
  30. "Talvez meu maior dilema hoje seja esse: gostaria de viver mais coletivamente os quadrinhos, sei lá, mas acho que ainda são desvalorizados e mal compreendidos no Brasil e acabo me contentando em vivê-los sozinho, em casa. Ou no seu blog!!!"


    Pois é, Wayne.... tem esse outro problema mesmo q é bastante sério: o PRECONCEITO da sociedade com os gibis! Chega a ser ridículo até.... Um país onde coisas sem o menor conteúdo são louvadas: Novelas da Globo, futebol, carnaval, programas de auditório, músicas imbecis de 1 só refrão ("lepo-lepo" e outras merdas do tipo), etc... E os quadrinhos é q são considerados (pela maioria das pessoas "civis") produtos de nível intelectual baixo, rs!

    Eu já participei de palestras e seminários na faculdade sobre quadrinhos.... e embora eu tenha falado em tom acadêmico (com embasamento filosófico) a maioria dos alunos (e professores) presentes tratavam o tema com pouco ou nenhum respeito (isso ficava evidente pelas "risadinhas" ao fundo e perguntas cretinas/irônicas sobre os gibis). E nem vou entrar no mérito social da coisa toda.... pois (qdo eu era solteiro) se eu falasse q lia gibis, a mulherada saía correndo de perto - como se eu tivesse alguma doença venérea (eu tinha q esconder o meu hobby - se eu quisesse "me dar bem" com elas, hehe). Imagina q merda, né? eu tinha q esconder q lia GIBIS - pra não parecer um retardado perante a sociedade (é rir pra não chorar)! Essa é a hipocrisia geral na qual vivemos, mas pelo menos aqui no blog vc pode se sentir entre amigos, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  31. Fala, Léo!
    Coleção muito interessante...mas logo caímos no problema "tempo hábil/espaço para guardar"! Mesmo assim, nunca trocaria o prazer da leitura em livro (hardware!), por scans em material considerado "colecionável".
    Sobre o preconceito velado sobre os comics apenas lamento, e digo: não vale a pena conversar sobre o tema com quem desconhece e/ou "despreza" o assunto! Mas também, não vale ir ao cinema e ficar "vidrado" nos personagens e referências, e depois "debater" fazendo a linha "entendido"!
    Cada um na sua, e pena que muitos mantenham distância deste hobby, tão ligado afetivamente às memórias da infância!
    Abs.

    ResponderExcluir
  32. "Coleção muito interessante...mas logo caímos no problema "tempo hábil/espaço para guardar"


    E aí, Victor..... blz?

    Esse tem sido o meu principal problema no ramo do colecionismo atualmente: espaço nas estantes pra guardar novas coleções, rs.... Tem saído mta coisa, e falta espaço, verba pra comprar tudo e tempo pra ler esse monte de coisas. E tbm não vou aderir aos scans (só leio HQs digitais pra ver se o material presta pra ser comprado impresso). Livros e gibis eu gosto de ter no PAPEL!!!

    E nada pior do q aqueles caras q enchem o peito (de superioridade) pra se gabar os "civis" diante de um filme de super-heróis, rs.... eles terminam sendo zoados de qq forma, hehe. Eu não sou assim, e considero os filmes produtos dirigidos à um público civil mesmo: Até curto esses filmes e tal, mas sei q não são feitos pra mim (nem pros leitores mais tradicionalistas). São um produto novo, pra um público q não lê os gibis (os q leem pode identificar alguns elementos em cena e várias referências - mas no fundo, não são as adaptações q eu realmente gostaria de ver nas telas)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  33. Outra publicação que comprei e me arrependi!
    Acho que esta coleção lançada agora pela DelPrado é muito inferior aos Classics Illustrated da editora First Comics, lançada aqui no Brasil pela Abril. As esdições desta coleção da DelPraso são claramente dirigidas a um público infanto-juvenil e não possuem qualquer inovação gráfica ou narrativa.
    E a HQM chegou a lançar aqui, no ano passado, um volume da Classic Illustrated: http://lojahqm.com.br/classics-illustrated-volume-1-alice-atraves-do-espelho.html

    ResponderExcluir
  34. Que bacana essa quadrinização dos clássicos da literatura. Como citado nos comentários, uma boa opção para o incentivo da garotada.

    "Livros e gibis eu gosto de ter no PAPEL!!!"...Cara, também sofro por falta de espaço. Ultimamente tenho que priorizar o que fica nas estantes e o que fica "escondido", rsrs...

    Uma coisa não podemos negar, boas opções estão chegando ao mercado com uma boa frequência.

    Abraço, Leo!

    ResponderExcluir
  35. Opa! Vacilei! A HQM publicou "Alice Através do Espelho" em 2010, prometeu a coleção completa com mais 3 edições inéditas e não cumpriu nada disso até hoje. Pena.

    ResponderExcluir
  36. "As esdições desta coleção da DelPraso são claramente dirigidas a um público infanto-juvenil "


    Me desculpe por discordar, mas eu não acho q sejam..... Se essa coleção fosse mesmo dirigida à um público infanto-juvenil, ela não traria cenas de violência explícita: Presentes em "Odisseia" (esquartejamentos e mortes sangrentas) e "As Mil e Uma Noites" (nudez). Sem falar em todas as outras q mostram sangue, torturas, sexo e tiros na cabeça. Existem adaptações dessas mesmas obras q omitem todas essas cenas justamente pra se adequarem ao público infanto-juvenil (mas não é o caso aqui)!!!

    Seja como for, concordo q a narrativa dessas adaptações da Del Prado é bem "contida" e sem mtas inovações e estilizações gráficas.... Diferente da "Classics Illustrated" (q era mais ousada nesse sentido)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  37. "Que bacana essa quadrinização dos clássicos da literatura. Como citado nos comentários, uma boa opção para o incentivo da garotada."


    Oi, Marcio..... blz?

    Pois é, essas adaptações servem como uma "porta de entrada" pros jovens leitores partirem depois pros livros (após pegarem o gosto pela leitura de forma natural - sem as "imposições" das escolas q "obrigam" os alunos a lerem livros na marra)!!!

    Tenho uma afilhada de 7 anos q ficou fascinada por essa coleção qdo leu a notícia aqui.... os livros originais podem ser uma leitura "maçante" pra alguns leitores (jovens ou adultos), e essas HQs acabam sendo uma boa opção pra conhecerem melhor essas obras (q são importantes ao longo da vida - nem q seja por caírem em concursos e vestibulares)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  38. "A HQM publicou "Alice Através do Espelho" em 2010, prometeu a coleção completa com mais 3 edições inéditas e não cumpriu nada disso até hoje. "


    Pois é, Ø-Drix.... e acho q nem irá cumprir essa promessa:

    Pelo menos não nesse formato em capa-dura q tinha saído (ficou mto salgado o valor de capa dessa ed. da "Alice" - se não me engano havia ficado em torno de 40 reais). Se essa coleção retornar ao mercado um dia (como já sinalizaram ser possível) acho q será em novo formato (mais econômico), pois esse mais luxuoso naufragou (a não ser q fizessem nesse esquema de "coleção fechada" q nem essa da Del Prado - q mantém o luxo mas com preços mais em conta!!!

    Ah, e por falar na "Alice"..... Foi graças à essa ed. da HQM (q eu achei mto cara) q resolvi em seguida comprar os 2 livros (em pocket pela L&PM): paguei 8 reais em cada um (e são ilustrados - com desenhos da época em cada capítulo do livro). Recomendo esses livrinhos da L&PM, bons, baratos, e a obra merece uma conferida!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  39. Olá, Leonardo! Francamente falando, clássicos não atraem muitos jovens. pode discordar de mim, mas como sou uma pessoa franca e cometo gafes por isso, ou só dizer que três preços diferenciáveis já é uma previsão deles mesmos de que essa coleção não renderá tanto assim como poderia. Motivos:

    - jovens de hoje, um grande percentual, fogem de clássicos da literatura.
    - Já há coleções demais no mercado, e algumas bem interessantes para o público alvo que já está fazendo bom uso delas.
    - Estamos tendo títulos demais também, e agora não me refiro a coleções, mas outros que também despertam o interesse no público.
    - Uma editora desconhecida, sem apelo de marketing e sem investir com propaganda para se tornar visível... a propaganda está sendo feita por você, aqui, e mais alguns outros leitores que gostam de material classe A. fora isso, não tenho encontrado tal visibilidade por aí, em outros meios.
    - do povo que diz que vai comprar, poucos são os que realmente farão, pois o choque da expectativa é muito diferente do fato de manter a determinação de procurar adquirir.
    - como sempre, má distribuição no Brasil afora, chegando muito em alguns pontos e nada onde poeria ter alguma coisa. ok... existem "N" livrarias e sites por aí que facilitam, mas quem vai procurar algo com pouca visibilidade no meio de tantos e tantos título em destaque a todo momento na nossa cabeça?
    - o preço por si só, será um obstáculo... essa estratégia de mudanç de preços é boa quando acontece uma vez. Agora, acontecer uma mudança de preço mais de uma vez na mesma coleção, já é abuso. Alguns verão isso. Alguns que justamente poderiam ser o público consumidor desas obras, que não é jovenzinho, nem tampouco impulsivo demais e nem viciado desenfreado em comprar tudo quanto é tipo e HQ que sai no mercado, independente de ela ser boa ou não.

    Bom... vou parar os motivos por aqui, senão ou digitar por muito tempo. Pense o que quiser, que sou banal, que não tenho refinamento cultural, mas o mercado de HQs se fez e se faz com coisas que antes sempre foram excluídas, consideradas ruins para um aluno ler, muito menos um adulto. Essa coleção tem ótimos clássicos, mas essa estratégia deles, para esse momento o qual estamos vivendo, não vai pegar tanto quanto deveria. Bom... essa é a minha opinião. Passamos pela Copa do Mundo sem um pouto no bolso e agora vem as eleições, para fuder de vez com a nossa vida. Poucos são os que vão tirar seus cartões de créditos da carteira para irem atrás desses clássicos.

    Agora, põe a Débora Secco ou a Ana hickmann nua na Playboy pra você ver se não vende. Seria até covardia!!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  40. Valeu, Leo e todo o pessoal que comentou o fato de "não estarmos sozinhos"!
    Concordo com o que foi dito aqui, é uma pena que haja preconceito com gibis e não vale a pena discutir com quem não entende que os quadrinhos são uma forma de expressão e uma arte. Sobre os filmes atuais, gostei do conselho do Vitor, rsrsrs... dar uma de entendido não tem nada a ver... o lance é curtir a releitura que o cinema tem feito dos clássicos personagens que lemos há tempos! Valeu!

    ResponderExcluir
  41. "Francamente falando, clássicos não atraem muitos jovens."


    Oi, Fabiano.... tdo bem?

    Eu até concordaria com essa afirmação de q a literatura clássica não atrai o leitor mais jovem (q geralmente qdo compra um livro são os mais "modinhas" do momento: "Guerra dos Tronos", "Jogos Vorazes", etc).... Só q existem estatísticas q mostram o contrário: A começar pelo fato dessas mesmas adaptações (q a Del Prado tá lançando) terem esgotado suas tiragens qdo eram publicadas pela L&PM. Ou seja: se esgotou é pq vendeu bem (e vale ressaltar q as ed. da L&PM ainda eram mais caras q essas novas - custavam 30 reais). Outro fator importante: As últimas "Feiras do Livro" aqui em POA quebraram os recordes de faturamento de anos anteriores.... e (segundo um amigo meu q trabalha numa distribuidora de livros) um dos setores q mais lucrou foi o de livros infanto-juvenis. Particularmente, eu acho q as outras mídias acabam ajudando indiretamente na venda de livros clássicos... Um exemplo seria o sucesso do novo seriado de TV "Sherlock" (e q fez disparar novamente a busca pelos livros do personagem)!!!

    Sobre o preço progressivo.... não se trata de um "aumento" e sim de uma "promoção" dos primeiros nº, pois esse sistema tbm é adotado em todas as demais coleções do tipo (lembra q o 1º encadernado da Salvat custava apenas 9 reais)? Pois é, os valores das 2 primeiras ed. costumam ser mais baratos q os demais justamente como forma de "marketing": Eles querem q todo mundo compre pelo menos o Vol. 1 onde estará encartada uma revista informativa explicando como será o resto da coleção. É uma técnica de publicidade q tem funcionado bem: mta gente compra o 1º número (por ser barato) e se interessa pelos demais (embora nem todos sigam adiante)!!!

    Mas vc tá certo qto ao "excesso" de coleções no mercado.... uma tá sufocando a outra e ainda vem mais por aí (a coleção de encadernados "Star Wars" estreia em outubro). E é claro q a molecada vai priorizar os "Batmans" e "X-Mens" da vida, embora a concorrência seja grande e a briga das coleções vai ser boa (vou ter mta coisa pra selecionar e riscar da lista de compras mta coisa boa tbm)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  42. "é uma pena que haja preconceito com gibis e não vale a pena discutir com quem não entende que os quadrinhos são uma forma de expressão e uma arte."


    Pois é, Wayne.... A minha forma de lidar com essas pessoas é não discutir com elas:

    Eu nunca perco meu tempo discutindo com gente ignorante ou de mente fechada pras coisas.... Da mesma forma q eu barro aqui no blog comentários de "trolls" ou idiotas em geral q não acrescentam nada de útil pros debates, na vida real eu tbm não rebato comentários imbecis. E isso vale pra qq assunto: Política, religião, gibis... se eu vejo q a pessoa tem uma opinião unilateral (apenas 1 mesmo ponto de vista sem querer saber de nada mais) eu deixo falando sozinha. Só converso com quem esteja disposto a trocar ideias (e não IMPOR as suas)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  43. "Na semana em que a De agostini deve lançar a coleção para assinantes no site a Panini confirma lançamentos de Star Wars em banca"


    Oi, Cesar.... tdo bem? O "Hunter" postou num comentário aqui no blog um listão completo com o conteúdo de todas as ed. da coleção da Planeta DeAgostini (na matéria sobre "Star Wars" (LINK abaixo - vale uma conferida):

    http://submundo-hq.blogspot.com.br/2014/05/star-wars-planeta-deagostini-mais-de-60.html

    Assim q saírem as primeiras ed. da Panini, eu deverei fazer uma nova postagem sobre SW.... listando as q serão repetidas ou não entre as 2 editoras. Vale lembrar q a Panini tbm anunciou mais revistas de SW sendo q uma delas trará o nome de: "Clássicos" (não se sabe o conteúdo, mas pelo nome "pode ser" o material antigão da Marvel mesmo)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  44. Se você diz que vende, então vende mesmo. Quem sou eu pra discordar. Só que o "vende" desses quadrinhos é um outro tipo. Eles são clássicos, logo muitos são colocados em bibliotecas de escolas e/ou municipais. Sim. é claro que também vendem para muitas famílias que apreciam os quadrinhos e que tem um bom catão de crédito para bancar. e no Brasil ainda é bem satisfatório esse número. O que eu quis dizer é que não vende para o mesmo pessoal que se farta lendo coisas mais populares. Mas, como eu disse antes, se você diz que vende mesmo, então eu só tenho que acreditar. Afinal, você está acompanhando esse mercado de uma forma ímpar. Eu sou apenas um reles consumidor.

    Uma coisa que não volto atrás é sobre a mudança de preços... eu me lembro bem da jogada da Salvat e também, se não me engano, a Planeta de Agostini também é líder nessa estratégia. Mas isso as pessoas já conheciam bem. todo mundo já estava acostumado em pagar baratinho num primeiro volume sabendo que os demais iam ter um preço fixo de tantos reais a mais. Agora, cá entre nós, uma outra coisa é simplesmente determinar mais um aumento depois. Aí já é chamar o povo de idiota. Sabemos que a revista que é baratinha hoje, na verdade, terá sua diferença cobrada dentre todos os demais exemplares que virão. Portanto, o povo verá cerca de dois aumentos de preço além daquele outro inicial e espero que esse mesmo povo vai raciocinar que isso já está virando algo de má fé por parte desses editores, pois indica um reajuste muito alto por edição. Respeito quem vai comprar achando que se trata de um bom produto e não está nem aí para as estratégias editoriais. Mas, se continuar desse jeito, aonde vamos parar? Já está caro do jeito que era. E agora estão querendo vender anda mais caro com mais essa estratégia de colocar um segundo aumento. claro que tem quem fala "Nossa! Mas que mané!" Bom... eu não gosto de exploração. Se isso pé ser mané ou qualquer outro nome, então eu sou mesmo. "UM" aumento de preço seria mais do que suficiente. E outra coisa: este ano algumas - ALGUMAS - revistas aumentaram bastante já. Se a gente não ficar de olho, vai começar a pagar muito mais caro do que deveria.

    Enfim.. é só isso o que eu queria dizer. Obrigado pelo espaço. Muito obrigado.

    ResponderExcluir
  45. "Mas, como eu disse antes, se você diz que vende mesmo, então eu só tenho que acreditar. Afinal, você está acompanhando esse mercado de uma forma ímpar. Eu sou apenas um reles consumidor. "


    Oi, Fabiano.... Eu tbm sou "um reles consumidor" e não tenho acesso aos gráficos de vendas das editoras (nem a minha "Fonte" q trabalha pra Panini tem esses números pra poder me repassar). O q eu sei sobre a "Feira do Livro" q eu mencionei acima saiu publicamente em todos os jornais aqui de POA) e isso apenas confirmou o q eu já sabia por parte de um amigo meu q trabalha numa das maiores distribuidora de livros daqui (e q me consegue livros com desconto). Todas as informações de vendas q eu tenho é pq me foram repassadas por terceiros ou q saíram em estatísticas públicas... só procuro me manter bem informado qto à isso (e confio na veracidade dessas informações por partirem de amigos pessoais)!

    Qto à Salvat.... como eu falei acima, tbm acho q eles fizeram "propaganda enganosa" qdo prometeram q o restante da coleção teria um preço fixo (e agora vieram com esse aumento). Acho q foi um ato de má-fé da editora sim (concordo com o q foi dito no vídeo da "Central HQ").... e é por essa razão q eu já avisei q a minha próxima postagem aqui será "polêmica" (pois esse assunto ainda vai render pano pra manga nas redes sociais)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  46. Sim, Leonardo, eu me expressei mal. Na verdade, eu tenho um defeito que é expor meu gosto pessoal como se fosse uma verdade incontestável. Não que seja essa a intenção, mas a forma como coloca as coisas sei que deixa essa impressão a quem lê.

    O que devia ter dito antes e não consegui é que você, de alguma forma, tem mais credibilidade para falar sobre essas vendas dos clássicos, já que você vive com a publicidade e tem os seus contatos. Eu não. Eu passo bem longe disso, então tudo não passou de uma opinião pessoal minha que não deve de forma alguma sr melhor do que o seu conhecimento, baseado em fatos reais e em experiências e comunicações com as pessoas certas.

    Essa editora, ao contrário da SALVAT, já está anunciando os aumentos previamente. O que não é ilegal. Só acho imoral. É uma exploração e tende a fazer com que outras futuras coleções façam o mesmo ou anda pior: que coloque mais um ou dois reajuste além desses que essa editora já anunciou pra essa coleção.

    Desculpe minha falta de expressão. Jamais posso fazer uma opinião pessoal contestar uma pessoa que tem conhecimento do assunto de alguma forma. Abraços.

    ResponderExcluir
  47. "eu me expressei mal. Na verdade, eu tenho um defeito que é expor meu gosto pessoal como se fosse uma verdade incontestável."


    Tranquilo, Fabiano..... eu sei bem como é isso e nem sempre me expresso bem tbm (tanto é, q boa parte das minhas desavenças na internet poderiam ter sido facilmente evitadas - tenho aprendido a não ser tão "cabeça-quente" q nem antes)!

    Mas nesse caso, não acho q vc se expressou mal.... só passou a impressão de q EU é q tinha dito uma "verdade absoluta" sobre as vendas dessas adaptações de clássicos. E preferi deixar claro q tbm não sou dono de "verdades absolutas" e q apenas me baseio nas informações q me repassam: No máximo tenho confiança nessas pessoas (amigos e profissionais da área de distribuição e produção de livros e gibis). Mas eu (particularmente) NÃO sou melhor melhor nem pior do q vc ou os demais leitores e colecionadores. Sempre acho bom deixar claras essas coisas (até pra evitar q os leitores pensem q tenho acesso à todos os dados: o q não seria verdade)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  48. Fala, Leo!

    Fiz a assinatura da coleção dos clássicos e recebi o primeiro envio ontem. Gostei muito do acabamento (capa dura, qualidade do papel, linguagem dos textos, variação de arte — cinco artistas diferentes nos cinco primeiros volumes) e acho que a Del Prado acertou muito no formato. Estou muito contete com a qualidade da coleção! Recomendo e afirmo que de infanto-juvenil ela não tem nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, xará..... blz?

      Ainda não vi nenhuma ed. da Del Prado ao vivo.... mas as da L&PM q eu tenho são de alto nível mesmo. Q bom q vc tbm curtiu a coleção e é bom saber q a editora tá sendo ágil nas assinaturas!

      É curioso notar tbm.... q embora os artistas variem mto a cada edição (tem vários desenhistas diferentes) todos mantém o excelente padrão de qualidade franco-belga. E concordo com vc: Essas adaptações são bastante fiéis e feitas pra agradar os fãs dos livros originais (sem amenizar nada como outras versões infanto-juvenis costumam fazer)!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...