13/03/2022

"Fim da Linha": Bate-Papo Sobre Cortes de Gastos com HQs e Sonhos de Consumo...

"Fim da Linha" é o título que me veio à cabeça quando resolvi escrevi esta postagem (que poderia perfeitamente ser o obituário do "Submundo-HQ", rs)! Explico: A situação atual do mercado e os altos custos dos gibis, me fez ampliar a lista de "cortes de gastos" no meu orçamento, de modo que tive de encerrar coleções antes da hora e deixar de comprar materiais que muito me interessariam, tipo:  

"Mulher-Hulk: OMNIBUS" (BYRNE), "Vingadores da Costa Oeste" (2º arco do BYRNE), "Liga da Justiça 15" (a "engraçadinha"), "Titãs 22", "Sandman 12 - Caçadores de Sonhos", "Hellblazer Especial - Love Street", "El Sueñero - O Sentinela dos Sonhos", "Escória", "Rocketeer - Carga Mortal", e "Carnificina - Preto, Branco, e Sangue"!

Confira abaixo:

A realidade de um colecionador de quadrinhos pode variar muito de leitor pra leitor... Temos empregos diferentes, rendas diferentes, problemas diferentes, prioridades diferentes, e por aí vai. Somos um grupo bastante segmentado dentro do colecionismo e cada vez mais separado por interesses pessoais e divisões diversas (políticas, ideológicas, e sociais). A pandemia global escancarou a crise no setor e os preços dos gibis dispararam de forma absurda: com editoras que continuam apostando em formatos cada vez mais luxuosos e inacessíveis pra maioria dos - já bastante reduzidos - leitores de quadrinhos, gráficas com orçamentos altíssimos (que atribuem os altos custos oferecidos ao preço do papel - tabelado em dólar), lojas virtuais e distribuidoras gananciosas que ajudaram a quebrar várias bancas e editoras pelo caminho, livrarias que deram calotes milionários em editoras, especuladores superfaturando preços, desinteresse geral dos leitores com os rumos, adulterações, e lacrações de seus personagens preferidos, etc e etc: Elementos intermináveis de uma clara situação de CRISE no mercado de quadrinhos e no hobby do colecionismo! Dito isso, já peço desculpas antecipadas pelo tom de desabafo nesta postagem, rs. Mas achei por bem expor minha situação pessoal aqui, já que muitos devem se identificar com o meu relato e compartilhar dos mesmos problemas (e soluções - entre elas: O fatídico corte de HQs no orçamento do mês)!
 
Este ano marcou um aumento absurdo nos meus gastos mensais, pois entrou na conta a escola do meu filho (que é prioridade máxima pra mim) e os "acordões" que fiz com 5 bancos pra reduzir minhas dívidas astronômicas (resultado de juros e multas de empréstimos que fiz pras minhas empresas). Assim, me vi obrigado a pisar bruscamente no freio em relação aos gibis e ampliei vertiginosamente a minha lista de "cortes": Decidi cancelar coleções antes da hora e riscar da lista encadernados que eu gostaria muito de ter e que não poderei comprar em prol de outras edições mais "essenciais" pro meu gosto. Não vou abandonar o hobby de quadrinhos (e nem o blog), mas daqui pra frente vou me "readaptar" ao mercado, mesclando gibis impressos (que continuarei comprando de forma mais restrita e calculada) com arquivos digitais (scans)! Entre as HQs que eu desisti de comprar então: "Mulher-Hulk" (OMNIBUS) e "Vingadores da Costa Oeste" (Marvel Vintage), ambas do BYRNE, com a 1º custando quase 300 reais (num TIJOLÃO vindo no embalo da série de TV da verdona) e a 2º custando 100 reais (justamente o arco que mostrava o colapso nervoso da "Feiticeira Escarlate" depois que a verdade sobre seus filhos é revelada)!
 
Também desisti de 3 HQs independentes que achei muito interessantes: "El Sueñero" (de Enrique Breccia), uma HQ argentina que é considerada seu melhor trabalho (pela editora Trem Fantasma); "Escória" (A fábula pós-apocalíptica clássica de Carlos Trillo e Juan Giménez  - "A Casta dos Metabarões"); e "Rocketeer - Carga Mortal" (elogiada HQ de Mark Waid e INÉDITA no Brasil)! Entre as coleções que eu tava fazendo e decidi encerrar antes da hora: "Liga da Justiça 15" (a última edição que eu comprei - sei que a série vai até o Vol. 19, mas paro por aqui); "Titãs 22" (comprei e parei aí - mesmo sabendo que se encerrará oficialmente no Vol. 23); e "Sandman 12" (com os "Caçadores de Sonhos" na versão prosa de Yoshitaka Amano - Vou pular a próxima edição, que será a versão HQ da mesma história)! "Hellblazer Especial 4" traz a mini "Love Street" (que eu sempre quis ler e já saiu aqui pela Brainstore), mas foi pro CORTE! e pra encerrar: "Carnificina" (capa abaixo), são 12 histórias curtas com o serial-killer sanguinário (mas R$ 120 por apenas 136 pág foi uma FACADA digna do assassino, rs)!

Até+

PS: Outras HQs que acabei desistindo de comprar (mas que eu gostaria muito de ter)... "CONAN - OMNIBUS 3" (recomendo, mas não tive como encarar pelo preço); "Sociedade da Justiça - OMNIBUS" (500 contos); "Starman" (sempre quis ler esse material, mas em formato luxo não rola); "Silly Simphonies" (bela coleção de clássicos Disney); e "Bill Raio Beta" (R$ 62 - e que me foi bem recomendado)!

143 comentários:

  1. Texto muito pontual, Léo. Na minha opinião, estamos chegando a um beco sem saída, agora, a base de sustento das editoras são esses formatos de luxo. Tirando algumas exceçoes, não creio que lançar maioria dos títulos em formato econômico sustentaria as mesmas.

    Quanto a essa hq do Carnificina, depois da experiência que tive com Wolverine Preto, Branco e Sangue. Eu nem arrisco comprar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu mesmo, L...

      E estamos indo sim pra um beco sem saída, já q o público leitor de HQs vem diminuindo drasticamente e não se renova (quem sustenta o mercado são os leitores mais antigos e q acabam se afastando à medida em q os preços aumentam e ficam impraticáveis)!

      Aí vem o sucesso dos FILMES da Marvel e DC... q atraem grande bilheterias no mundo todo, só q isso não se reflete na formação de novos leitores, já q o público do cinema não é o mesmo q vai sair da sessão correndo pra comprar um gibi de 100 reais!

      Assim, continuamos fazendo parte de um nicho cada vez mais restrito e q está fadado a se extinguir sem a renovação de público e afastando o leitor já existente com preços astronômicos. É um caminho direto pro abismo!

      Abs!

      Excluir
  2. Eu mesmo já trilhei um caminho que é o inverso para começa a ler hq. Passei de colecionador a leitor casual. Falta de tempo, falta de espaço, gasto de dinheiro e mudanças de prioridades me levaram a isso. Hoje estou mais feliz com a mudança. no começo e difícil mas fui conseguindo aos poucos. Cortei os mensais, parei de comprar coisas que eu já tinha só porque saiu numa edição melhor.parei de me preocupar em ter tudo de tal escritor ou tal personagem. Muitas vezes olhava minha coleção e pensava" pra que eu comprei isso". Nunca mais vou reler essa história. Não tenho mais tempo ou saco pra acompanhar sagas de heróis. deve ser da idade ( já passei dos 40). Tex e ken parker são os únicos que continuam firme e fortes. Aconselho a todos a voltarem aos sebos. Trocar hqs com os amigos tb. Hoje tá sobrando mais dinheiro apesar de eu graças a Deus nunca me individei por causa disso. Por mais gostemos de hqs, é só papel gente. Será que vale a pena a pagar 400 reais em uma "edição absoluta" ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí... blz?

      Tem esses outros fatores mesmo q vc citou... A falta de espaço e tempo pra botar as leituras em dia!

      Minha coleção ocupa um quarto inteiro do meu apartamento e já comecei a empilhar caixas com gibis nos cantos por volta das estantes (pilhas q vão até o teto)! Com trabalho e filho pequeno pra cuidar, já não tenho mais tempo pra ler tudo q compro: vou acumulando e guardando pra ler UM DIA (quem sabe) qdo eu me aposentar!

      Sei q exagerei nas coleções ao longo dos anos... e em breve devo começar a desovar parte do estoque vendando milhares de gibis da minha coleção (alguns até lacrados). Mas "Tex" e "Ken Parker" são o q há de melhor ainda (com esses eu não paro)!

      Abs!

      Excluir
  3. Fala Léo, tomei um susto com o título da matéria, e o início do texto, o Submundo é o último "pilar de resistência" dos leitores de hqs de verdade, são só da velha guarda, esse ano só comprei uma hq, que foi Batman "Acossado" e mesmo com 45% de desconto, ainda ficou na casa dos 50,00 ou seja, mesmo com desconto, o preço é absurdo, eu só vou até o Batman 12 e encerro, sem contar que as compras tem que ser acertivas, por isso material novo, não encaro, ainda pretendo pegar alguns materiais, Esquadrão Supremo, Conan 3, Hulk do Byrne, Tarzan, e se aparecer algum material interessante, o único material novo que me chamou a atenção e que talvez eu encare, é o Questão do selo Black Label, a equipe criativa é muito boa,e é um personagem que eugosto bastante, acho que vale a pena, desses que você listou o Mulher Hulk é espetacular, mas nesse formato e preço, não dá, Liga e Titãs só tenho as 10 primeiras edições e parei por aí, Rockteer também é legal, mas vai ficar só "no talvez", assim como os Vingadores, os demais, não são minha praia, e com todo respeito, essa editora Comixzone, nunca vai ver a cor do meu dinheiro, não que isso faça diferença pra eles, mas nunca vi Editora/canal mais lacrador e prepotente que esse, vi um vídeo deles sobre o Justiceiro, no qual comemoravam a possibilidade dele ser bussexual, na mente deturpada deles é como se fosse um golpe nos "fascistas" entenda-se, qualquer um que não pensa como eles, fora o tratamento com quem ousa questionar, como ouvi alguns relatos. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "...vi um vídeo deles sobre o Justiceiro, no qual comemoravam a possibilidade dele ser bussexual, na mente deturpada deles é como se fosse um golpe nos "fascistas" entenda-se, qualquer um que não pensa como eles,..."

      Ainda bem que nenhum título desse canal nunca despertou meu interesse. Espero que continue assim.

      Excluir
    2. E aí, Francisco... blz?

      Hehehe, calma q o "Subs" ainda vai continuar na "resistência" por mais um tempo, kkk... Mas o cenário atual do mercado é desolador e a tendência é termos cada vez menos leitores na praça. Pra vc ter uma ideia, na loja de gibis daqui os clientes são sempre os mesmos há 20 anos (e alguns já foram morrendo pelo caminho)!

      O "Acossado" eu comprei junto com o "Esquadrão Supremo": Peguei um desconto nos 2 e a patroa ajudou a parcelar no cartão dela (q tem mais créditos q o meu, rs): Mas esses 2 encadernados me fizeram desistir do "Conan OMNIBUS 3" (tive q fazer essa escolha: não dá pra ter tudo, rs)!

      As "Sagas" de Batman e Super eu devo encerrar no Vol. 12 mesmo (q era o plano original da panini: ambas as coleções seriam feitas pra vender assinaturas de 1 ano)... Vou acabar cortando as 2 pra poder encarar o "Kamandi" e o "Demolidor" (q já começam mês q vem)!

      Qto à Comixzone... Eu me interessei pelo material (Escória) pq a arte é mto bonita e tem um estilo sci-fi q me agrada mto. Mas não sabia de todos esses absurdos q vc falou a respeito do "Justiceiro": PQP, aí já é forçar mto a barra mesmo. Eu sabia q o dono dessa editora é um lacrador dos mais safados, hehe: só q não assisto o canal dele e nem imaginava essas retardadices todas a respeito do "Justiceiro". Bem, seja como for, eu já ia ter q cortar mesmo esse gibi da "Escória", mais um motivo eu tenho agora, kkk!

      Abs!

      Excluir
    3. Só posso dizer que a única qualidade do Militante Zone é a de só lançar material que NÃO me interessa.

      Excluir
    4. Esse vídeo do Justiceiro, apareceu como recomendação do YouTube, fui ver, e Jesus, o que é aquilo, fui ver o que mais tinha nesse canal, e é bem o que você falou " Militante Zone " só lacração.

      Excluir
    5. "Só posso dizer que a única qualidade do Militante Zone é a de só lançar material que NÃO me interessa."


      Pra mim, essa da "Escória" foi o 1º q me interessou... Tinha um gibi dum cara com o lábio torto na capa q me pareceu legal tbm, mas vou ter q deixar passar tudo isso mesmo, rs!

      Abs!

      Excluir
    6. Grande Leo, eu não trocaria as Sagas do Batman e Superman por esse Demolidor da Ann Inocente não (como chamava um amigo meu... hehe). Você leu na época e está indo pela nostalgia ou vai ser um tiro no escuro? Se for a segunda opção, não caia nessa cilada. A fase dela é muito ruim e só piora ao longo da edições, culminando com tramas sem pé nem cabeça envolvendo uma mulher clone superpoderosa e uma patricinha pagando de comunista que passam a acompanhar o Demolidor numa viagem pelo país, daí aparecem os Inumanos, o Ultron e até o Mefisto... Só a arte do Romita Jr salva.

      Excluir
    7. "A fase dela é muito ruim e só piora ao longo da edições, culminando com tramas sem pé nem cabeça envolvendo uma mulher clone superpoderosa e uma patricinha pagando de comunista que passam a acompanhar o Demolidor numa viagem pelo país, daí aparecem os Inumanos, o Ultron e até o Mefisto... Só a arte do Romita Jr salva."

      Mefisto, rolou algum pacto pra consertar a cronologia também? Patricinha comunista? É... parece que o ser humano não evolui. Hahhaha. Vou dar uma olhada por scans, gosto de algumas trasheiras, o que acho legal de cara é o visual punk da Mary Typhoid com essas ombreiras e cabelo volumoso, que remete muito aos anos 80.

      Sobre a Saga do Batman, sugiro só largar se pegar alguma edição que lhe desagrade. Eu li até o vol 10 e acho que tá valendo a pena manter. Creio que falta pouco pra republicarem uma edição que reconta a origem do Duas-Caras com um traço que emula de forma comoetente o Mazuchelli, e a origem do Tim Drake. As histórias mais fraquinhas dessa saga, na minha opiniao sao as escritas pelo Jim Owlsey (conhecido hoje como Christopher Priest)

      Excluir
    8. "Grande Leo, eu não trocaria as Sagas do Batman e Superman por esse Demolidor da Ann Inocente não (como chamava um amigo meu... hehe). Você leu na época e está indo pela nostalgia ou vai ser um tiro no escuro? Se for a segunda opção, não caia nessa cilada. A fase dela é muito ruim e só piora ao longo da edições, culminando com tramas sem pé nem cabeça envolvendo uma mulher clone superpoderosa e uma patricinha pagando de comunista que passam a acompanhar o Demolidor numa viagem pelo país, daí aparecem os Inumanos, o Ultron e até o Mefisto... Só a arte do Romita Jr salva."

      Dei uma conferida na arte das edições que compõem o vol 1 dessa saga, e meus amigos, na minha opinião, somente a edição desenhada pelo Barry Windsor Smith merece destaque. Com todo o respeito ao Sal Buscema, mas ele é pó-de-arroz em vários gibis, além do fato de ter desenhado poucas edições desse vol 1 da saga, quanto ao MacFarlane, ele tem trabalhos melhores do que esse.

      Excluir
    9. "Você leu na época e está indo pela nostalgia ou vai ser um tiro no escuro? Se for a segunda opção, não caia nessa cilada. A fase dela é muito ruim e só piora ao longo da edições"


      Valeu pela dica, Guilherme...

      Eu não conheço mto dessa fase do "demo" não... Tenho parte dela em edições salteadas de "SAM" e gostei de algumas coisas (o arco da Mary Tyfoid em q o DD é espancado pelos capangas do "Rei") e detestei outras (esse arco com o "Ultron" e "Mefisto" - q achei q não combina em nada com o "DD")!

      Assim, pensei em arriscar pelo menos o começo pra ver se me empolga... mas pelo visto, posso acabar me decepcionando lá na frente, né? hehe!

      Abs!

      Excluir
    10. "Patricinha comunista? É... parece que o ser humano não evolui. Hahhaha. Vou dar uma olhada por scans, gosto de algumas trasheiras, o que acho legal de cara é o visual punk da Mary Typhoid com essas ombreiras e cabelo volumoso, que remete muito aos anos 80"


      "Patricinha Comunista" é fóda... Conheço algumas amigas da minha esposa q são assim: Vivem o capitalismo dos shoppings e o consumo desenfreado de produtos de estética e roupas caríssimas, MAS tbm abraçam o comunismo (q não tem absolutamente NADA a ver com o estilo de vida q levam e acho q elas nem sabem o significado desses "ismos", kkk)!

      Qto à "Mary Tyfoid"... Ela me lembra aquelas minas coadjuvantes em filmes "B" (estilo "Mad Max") q passavam na Band nos anos 90, rs!

      Abs!

      Excluir
    11. "Qto à "Mary Tyfoid"... Ela me lembra aquelas minas coadjuvantes em filmes "B" (estilo "Mad Max") q passavam na Band nos anos 90, rs!"

      É por aí mesmo kkkkkk, como aquela trasheira Ninja III A Ressureição.

      Excluir
    12. Pô, o "Ninja 3" rendeu mto "5x1" com a Lucinda Dickey pra toda a minha geração, kkk...

      Abs!

      Excluir
  4. pois é cara...todos no mesmo barco...eu no momento compro algumas coisas quando sai,mas no geral espero baixar o preço na amazon ou na comix..esse do carnificina por exemplo vou esperar uma promoçao mais pra frente...assim nao deixo de ter minhas hqs, só preciso ter mais paciencia e nao querer tudo assim que sai...o que é bem dificil de fazer, admito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, ajota... blz?

      Eu já não consigo fazer essa organização de esperar por futuras promoções... pois se eu esperar demais, outras coisas virão mais pra frente e sempre vai me faltar grana pra uma HQ ou outra. Por exemplo: lá pro meio do ano sei q vão sair os OMNIBUS de "Tex", "Fantasma", e "Dredd" pela Mythos (a roda tá sempre girando, rs)!

      Abs!

      Excluir
  5. Não se desespere, meu amigo. A sua vida financeira pode melhorar (eu espero) ou esses gibis (irônico, né?) vão entrar em promoções logo, logo. Só quem é muito agraciado com a sorte de ter uma renda fabulosa se dispõe a comprar tudo que quer logo no lançamento, quando têm "tarifa cheia". No mais, todos fazemos escolhas (cortes nos desejos) ou esperamos uma promoçãozinha dessas que mais dia menos dia acontece. Paciência é a chave (ou ganhar na loteria). Um abraço. Alvaro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Alvaro... blz?

      A minha vida financeira sempre oscilou bastante, já q não tenho renda fixa e cada mês é uma "surpresa", hehe... O q acontece é q tenho cada vez mais outras prioridades surgindo (com família e negócios) e q reduzem a parcela de verba do orçamento destinada aos meus hobbys, rs!

      Uma vez eu comentei aqui no blog... q nem sempre uma renda alta significa a tranquilidade de poder comprar tudo q se quer. O q influencia mais são as despesas q cada um tem. Por exemplo: tenho amigos q ganham mto menos do q eu, mas q conseguem comprar tudo q querem. O motivo? Eles são solteiros e sem filhos, ainda moram com os pais e não tem os mesmos gastos q eu com prestações e contas pra sustentar mulher e filho. Essa é a diferença: O cara ganha menos, mas ganha LIMPO (sem outros gastos no mês), aí acaba sobrando mais pro gibi, hahaha!

      Abs!

      Excluir
  6. Olá, Leo!
    Entendo perfeitamente também estou assim. Uma edição capa cartão formato econômico como Lendas do Universo DC Liga da Justiça está por R$46,90 E tem número que custará R$54,90. Definitivamente não dá pra seguir..também parei no volume 14.
    Já A Saga do Batman e Superman vou fazer um esforço e pegar enquanto puder pagar 30 reais ou menos em alguma promoção.
    Já estamos na escolha entre pagar as contas básicas ou comprar gibis. Quem diria...
    Será que a linha "Omnibus" será o equivalente à linha "Premium" da editora Abril para a editora Panini? Parece....Bom domingo e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Roberto... blz?

      Quem diria, hein? Sei q tem todo o cálculo da inflação no período e tal... mas o preço de um gibi econômico (capa-cartão) HOJE em dia (50 pila) é o mesmo de uma "Biblioteca" (capa-dura) há 15 anos atrás, hehe!

      As "sagas" de Batman e Super eu pretendo parar cada uma no Vol. 12... pois vou substituí-las por "Demolidor" (Ann Nocenti) e "Kamandi (Kirby): As 4 juntas eu não tenho como manter!

      E os "OMNIBUS" parecem ter vindo pra ficar mesmo (pelo menos por mais um tempo)... Um dia eu tbm acho q eles serão lembrados como as "Premiuns" nos tempos da Abril, rs!

      Abs!

      Excluir
    2. Eu li até o vol 10 de Saga do Batman, e pretendo ir até o fim. O que me ajuda é o fato de que não tenho tanto interesse no Demolidor da Ann Nocenti, nem na Saga do Super. Fiz uns cálculos e acho que Saga do Batman tem pano na manga pra chegar a mais de 25 ediçoes. Minha preocupaçao agora é se chegar os omnibus do morcego, o melhores do mundo que já tá em venda, aliás, é um dos meus interesses.

      Excluir
    3. Oi Leo!

      Pára a Saga do Batman na Edição de nº 13! Vai por mim, tem a história do Mark Waid com Bruce Wayne ainda jovem ao lado de Harvey Harris, investigando assassinatos brutais no interior dos EUA!!

      A partir daí fica a seu critério, mas pega a edição de nº 13 e a do NKVDemônio que deve sair em breve, aí pode parar a coleção se quiser, ou comprar esporadicamente!!

      Abraços!!

      Excluir
    4. "o melhores do mundo que já tá em venda, aliás, é um dos meus interesses"


      Bah, nem me fale, L...

      Esse "Melhores do Mundo" vai ser uma tristeza ter q pular... mas não vou ter essa bala na agulha não!

      Abs!

      Excluir
    5. "Pára a Saga do Batman na Edição de nº 13! Vai por mim, tem a história do Mark Waid com Bruce Wayne ainda jovem ao lado de Harvey Harris, investigando assassinatos brutais no interior dos EUA!!"


      Opa... Valeu pela dica, Elcio:

      Ainda não sei se vai ser possível continuar as "sagas" de Batman e Super após o Vol. 12 de cada um... mas ambas ainda tão em "análise" financeira pra ver se caberão no orçamento qdo chegar a hora, hehe!

      Particularmente, eu gostaria de continuar ambas... mas dependo de certos fatores pra isso ($$$), kkk!

      Abs!

      Excluir
  7. E isso aí Leo. Mais uma vez uso a Turma da Mônica para ilustrar a situação. Não são gibis de luxo, sõa formatinhos em papel jornal que os pais compram para o filhos. Não tem contratos em dolar, os royalties são pagos em reais.

    Pois bem, aqui fica facíl de ver o descontrole da situação:
    https://loja.panini.com.br/panini/solucoes/Busca.aspx?fcp=11338
    Do almanaque temático 57, de 22/01/2021, custando R$9,90, chegamos no Almanaque Temático 61, de 21/01/2022, custando R$16,90.

    70% de aumento em um ano?!?!?!?!? Para quem não viveu a época do Saney e do Collor, seja bem vindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Carlos... blz?

      Caramba, eu vi no grupo do "Submundo" no face o pessoal reclamando dos aumentos abusivos na linha MSP... mas não tinha visto q a diferença de valores era tão assombrosa em tão pouco tempo (70% é mta coisa, não sei de onde tiraram essa conta)!

      Mas me lembrei agora do "Lobo Solitário" da Panini... q em 28 edições terminou custando mais q o DOBRO do preço do nº 1, rs!

      Abs!

      Excluir
  8. Fala, Léo!
    Muito pertinente a postagem e o tom de desabafo nela empregado!
    Acho que o mercado atingiu um "ponto de não retorno!" A lúdica e pueril ideia de mercado de gibis em banca, virou pó, assim como as bancas físicas em questão! Portanto, esta abordagem das edições mais econômicas com altas tiragens, fique bem restritas aos materiais Disney/ Maurício de Souza, que por sinal ainda tem os "formatinhos",só que com preços em torno de R$ 20, num almanaque que comprei para minha filha.
    Sinceramente, se os materiais Marvel/DC fossem comercializados em formato e preço equivalentes, haveria muita reclamação e rejeição!
    Para o mercado Marvel/DC, a porta de entrada jamais voltará a ser o gibi barato,e sim o acesso aos personagens através do cinema/streaming!
    Sem falar nas (quase extintas) mensais, este mercado será suportado por edições de maior valor agregado e com muita venda direta/on line. Pois os "capadura", identificado como livros, certamente tem algum benefício fiscal, que gera maior lucratividade para a empresa.

    Mas como leitor, fico abismado com o excesso de "capaduras", em muitos materiais que poderiam sair bem mais em conta(creio, eu).
    Como a pressão inflacionária deu um galope neste últimos tempos, com o agravante da Pandemia, tudo está muito caro e convenhamos: os quadrinhos são o cúmulo do supérfluo! Sim são "essenciais"(perdoando a contradição) para nós leitores, mas não deixam de ser o cúmulo do supérfluo, ainda mais para quem tem uma volumosa pilha de leituras atrasadas,como imagino, parte considerável dos que acompanham o Submundo!

    Não acho que um dos motivos de crise seja a publicação do formato Omnibus, pois na atual conjuntura, basta comparar edições equivalentes ou importadas(não só pela cotação atual),nem é dos mais caros (proporcionalmente).
    Há cerca de 01 ano, fiz uma espécie de "inventário" da coleção, e como há muitas edições que jamais serão relidas e outras tantas ainda não lidas,vale mais a pena desfrutar da própria coleção e,SE, pintar alguma promoção, comprar algo significativo que tenha ficado pata trás!

    Mas reconheço que a Panini(sem citar aqui os intermináveis erros de revisão),editorialmente, enxergou bem uma forma de lançar muitos materiais há tempos pedidos.

    Portanto o momento não é mais para fazer "lista de desejos" e sim "lista de desistências".

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O ex-editor da Panini Levi Trindade (Senhor dos milagres) disse em uma entrevista que a capa dura num gibi custa 4 reais a mais e já que o material terá preço alto devido à baixa tiragem a editora já mete a capa dura logo pra o consumidor reclamar menos. "Tá pagando caro, mas pelo menos tem capa dura."

      Excluir
    2. E aí, Victor... blz?

      Brigadão por ter curtido a postagem, amigo... Ela ia ser bem diferente, mas à medida em q fui escrevendo o texto, tudo foi rolando de forma mais espontânea e nada a ver com o q tinha idealizado a princípio (pois foi um desabafo natural mesmo, rs)!

      E vc tem razão... Acabou aquele costume do leitor médio em ir passear nas bancas da cidade ou nas grandes livrarias de shoppings: As bancas comuns começaram a mudar o foco (até água e brinquedos vendem agora: ocupando o pouco espaço q já era destinado pras revistas e gibis) e foram se desintegrando rapidamente durante a pandemia. Já as grandes livrarias quebraram com dívidas milionárias (Saraiva, Cultura, e Fnac): algumas ainda existem nos shoppings, mas são FANTASMAS do q já foram um dia (vazias de público e sem reposição de estoque há anos)!

      Aí sobrou a internet... Mas agora q as livrarias físicas afundaram, a Amazon e outras lojas virtuais diminuíram drasticamente aqueles descontões de antigamente (na mesma proporção em q as editoras reduziram suas tiragens e aumentaram os preços)!

      "tudo está muito caro e convenhamos: os quadrinhos são o cúmulo do supérfluo!"

      Concordo plenamente... Por mais q adoremos esse nosso hobby, a VIDA REAL tem outras prioridades: Só o colégio do meu filho é o preço de uma faculdade (e é uma despesa nova pra mim, q até o ano passado eu não tinha, hehe). E por aí vai: um tanque de gasolina (comum) agora passa dos 300 conto (e gasto um tanque por semana), supermercado: de 600 a 800 por semana, condomínio, NET, prestação do carro, hipoteca da casa, acordos com bancos, juros do cartão de crédito, advogado, etc e etc (GIBIS são a minha última preocupação, hehe)!

      "Portanto o momento não é mais para fazer "lista de desejos" e sim "lista de desistências"

      Perfeita essa frase... é exatamente o q tenho feito no momento, rs!

      Abs!

      Excluir
    3. "Tá pagando caro, mas pelo menos tem capa dura."


      Hahaha... Tive q rir dessa, Roberto (tirou onda, rs)!

      O "Sr. dos Milagres" tem uma veia cômica e não sabíamos, kkk!

      Abs!

      Excluir
    4. Kkkk .... por isso "A Piada Mortal" fininha em capa dura.
      Falando em "Senhor dos milagres" não comprei nada da editora dele e tenho notado pouca repercussão...Um ou outro babá ovo gibitubers comenta sobre algum material, mas com desânimo notáve na "resenha".

      Excluir
    5. "O ex-editor da Panini Levi Trindade (Senhor dos milagres) disse em uma entrevista que a capa dura num gibi custa 4 reais a mais e já que o material terá preço alto devido à baixa tiragem a editora já mete a capa dura logo pra o consumidor reclamar menos. "Tá pagando caro, mas pelo menos tem capa dura.""

      Roberto, acho que esses 4 reais são só do preço de fabricação. Acho que pro preço final pro consumidor , o aumento deve ser de R$ 10 pra cima. Há uns tempos o Cassius Medauar tinha falado sobre esse assunto, infelizmente perdi o link do video.

      Excluir
    6. L,
      Sim, os 4 reais é o custa da editora na gráfica para colocar a capa dura. E aumentam o preço um pouco mais para lucrarem mais.
      Capa Dura deveria ser para histórias importantes sem faltar a versão capa cartão...mas, agora é assim...mete capa dura em tudo.

      Excluir
    7. "Falando em "Senhor dos milagres" não comprei nada da editora dele e tenho notado pouca repercussão...Um ou outro babá ovo gibitubers comenta sobre algum material, mas com desânimo notáve na "resenha"


      E não é pra menos, né?

      Qdo o título "melhorzinho" da tal editora (q podia se chamar: "Tenda dos Milagres", já pensou? hehe) é sobre um colho samurai q já foi iniciado várias vezes no brasil sem nunca ir pra frente, a gente já fica com aquele sorriso amarelo, rs. Enfim, mais pra frente eu ainda devo comentar algum lançamento da "Hypérion", assim q forem aparecendo nas lojas (por enquanto só vi o coelho)!

      Abs!

      Excluir
    8. "Qdo o título "melhorzinho" da tal editora (q podia se chamar: "Tenda dos Milagres", já pensou? hehe) é sobre um colho samurai q já foi iniciado várias vezes no brasil sem nunca ir pra frente, a gente já fica com aquele sorriso amarelo, rs."

      Exatamente isso. Mas, o "Senhor dos milagres" pra mim perdeu e/ou entrou fora do hype com essa editora numa época de vacas magras. Não arrisco por que além de achar caro, o infeliz, entrou na minha lista de cortes de gastos na categoria "Não comprar por curiosidade".
      Apesar de tudo, torço para que esteja dando certo porque imagino o quanto de investimento entrou nessa empreitada.

      Excluir
    9. "o "Senhor dos milagres" pra mim perdeu e/ou entrou fora do hype com essa editora numa época de vacas magras"


      Oi, Roberto... blz?

      Mas "Q MOMENTO ESCOLHIDO À DEDO" o "Sr. dos Milagres" foi arrumar pra abrir uma editora, hein? Em plena crise econômica e com o povo quebrado ($$$) depois de 2 anos de pandemia e desemprego, rs!

      Pra vc ver, ANTES da pandemia eu tbm cogitei investir numa editora (cheguei a comprar parte de uma editora já existente por aqui - de material didático - e quase instalei nela um departamento de "quadrinhos")... Mas desisti devido ao alto risco de tomar prejuízo (pelo fato do mercado não ser tão favorável naquele momento)!

      Imagine se fosse "AGORA", rs... Tá lôco!

      Abs!

      Excluir
    10. "Mas "Q MOMENTO ESCOLHIDO À DEDO" o "Sr. dos Milagres" foi arrumar pra abrir uma editora, hein? Em plena crise econômica e com o povo quebrado ($$$) depois de 2 anos de pandemia e desemprego, rs!"

      Não sei se são todos os títulos finaciados pelo catarse, mas já vi que o novo título do he-man tá lá:

      https://www.catarse.me/heman?ref=home_projects_we_love

      Eu sou leigo no mundo dos negócios, mas vejo que hoje tão aparecendo muitas editoras con publicações financiadas pelo catarse. Acho que o problema mesmo é a escolha dos títulos do Editor dos Milagres, que ao mesmo tempo foge do nicho dos quadrinhos europeus e do mainstream, maioria dos títulos parecem ser bem passáveis, ainda mais com a Panini desenterrando clássicos e mais clássicos para republucação. Já se fosse pra competir só com o material atual da Marvel e DC, acho que os caras deixariam a Panini comendo poeira rsrsrs

      Excluir
    11. Bem observado, L...

      O Catarse serve justamente pras pequenas editoras reduzirem a probabilidade de erro/fracasso e prejuízo em um lançamento... Afinal, com o financiamento garantido pra toda uma tiragem (ou mais), uma editora de menor porte evita tomar aquele tôco nas finanças, rs!

      Aliás, vale ressaltar q as grandes editoras (tipo Panini e Mythos) já fazem algo basicamente parecido com as pré-vendas de vários títulos... Pois na pré, boa parte dos leitores já paga adiantado pelo produto (reduzindo tbm a margem de prejuízo pra editora e viabilizando até os gibis mais restolhos e improváveis). É uma espécie de "Catarse" disfarçado, rs!

      Abs!

      Excluir
  9. Excelente texto Léo, quadrinhos viraram artigo de luxo e esse ano encerro a minha coleção,já tenho até a lista das últimas revistas:
    - Tartarugas Ninja pipoca e Nanquim 5
    - conan omnibus mythos 3 e 4
    - homem-aranha edição definitiva 7 e 8
    - a saga do batman ( até o Tim vestir o uniforme do robin)
    - X-men definitivo 2 e 3 (SE rolar promoção numa Black Friday)
    -a saga do Superman ( é a única que vou seguir até a saga do exilado)

    Depois disso não dá mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, beagle... blz?

      Puxa, nunca me imaginei fazendo uma lista "FINAL" pra coleção... Mas é lamentável mesmo q vc e mtos outros leitores (eu incluso) tenhamos q vislumbrar um FIM pras nossas coleções (mais perto ou mais distante, dependendo de cada um: mas sabemos q é só uma questão de TEMPO até jogarmos todos a toalha um dia)!

      Pelo menos, a sua lista tá primorosa: Só o FILÉ do q está por vir...

      Abs!

      Excluir
    2. "Puxa, nunca me imaginei fazendo uma lista "FINAL" pra coleção..."

      Sinceramente, há personagens que eu nem sei se ainda dá pra fazer algo que preste, como o Wolverine que viveu seu auge nos anos 80, 90 e 2000, ou o Justiceiro que teve sua última fase aurea nas maos do Garth Ennis. Na DC, personagens como Tim Drake e Jason Todd nem se fala, o Damian Wayne tá com um uniforme horrendo atualmente. Desenhistas cada vez mais fracos, com escassas exceçoes. Enfim, é possível aproveitar a vida de outras formas, amigos. Abraço.

      Excluir
    3. "Enfim, é possível aproveitar a vida de outras formas, amigos"


      Falaste tudo, amigo...

      Quem tem mais o q fazer da vida tá cagando pros rumos e lacrações da Marvel e DC atuais. Por mim, q se fodam: Posso viver tranquilamente SÓ de clássicos e outros afazeres, rs!

      Abs!

      Excluir
  10. Infelizmente nunca conseguiremos comprar tudo. Tem HQ's que não dá pra perder, como é o caso das Sagas do Superman e do Demolidor, que está pra sair. O formato econômico (nem tão econômico assim), seria o que tem o melhor custo benefício pra maioria dos COLECIONADORES RAIZ. Nunca saíram tantos lançamentos no país como agora, sem falar nas várias editoras novas e mais antigas que tem lançado material. A realidade financeira pessoal, aliada a preços astronômicos de algumas editoras tem sepultado muitos colecionadores. Infelizmente esse é o Brasil.

    Diego Souza Alves

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Diego... blz?

      Bem nessas, não tem como comprarmos tudo q gostaríamos mesmo... mas pelo menos alguma coisa de bom a gente ainda se esforça pra conseguir e eu já comecei a separar um "caixa 2" aqui em casa pra encarar o Vol. 3 das "Tiras do Aranha" (a edição mais esperada do ano por mim, rs)!

      A "Saga do Demolidor" eu vou começar... mas é possível q eu acabe parando antes de fechar os 9 Vol. previstos!

      Entre os formatos diversos do mercado... Sei q os capa-dura são os mais lucrativos pras editoras, MAS (particularmente) ainda prefiro os "econômicos" (capa-cartão), mesmo não sendo tão "econômicos" assim, rs!

      Abs!

      Excluir
  11. Quase todos os dias fico olhando minha lista de compras para ver o que dá pra cortar. A coisa ficou muito complicada especialmente pra quem como eu acompanha mangás e Hqs. Os mangás pularam de 21,90 para 34,90. As HQs de 6 histórias capa dura de 29,90 pra 64,90. Os desejosos Omnibus custam o mesmo que estantes (500,00)!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Os desejosos Omnibus custam o mesmo que estantes (500,00)"
      Excelente comparação. Isso mesmo. Compre uma estante ou um Omnibus. Daqui a pouco gasolina ou carro. Os dois não dá. Irônica essa situação.

      Excluir
    2. Verdade, Alex... Eu tbm fico olhando e ponderando sobre o q cortar da minha lista de HQs todos os meses, rs!

      Neste exato momento (de frente pra minha lista: anotada numa agenda diante da tela do PC), já penso em sacrificar:

      -A Era de Ouro (Mythos)!
      -Hulk do BYRNE
      -Marvels 1 e 2 (nova série do Busiek)!
      -Deadpool: A Guerra de Wade Wilson
      -Esquadrão Suicida (nova série)!

      Abs!

      Excluir
  12. Eu amo cinema, escrevo sobre o assunto sempre, porém, cresci lendo gibi e, para o bem ou para o mal, são duas mídias que agora se encontram casadas, rendendo dinheiro para os chefões dos estúdios e editoras e fazendo a gente cair na tentação de deixar os nossos bolsos mais vazios.
    De janeiro a novembro de 2019 eu fiquei desempregado e mesmo ganhando o meu seguro desemprego e fundo de garantia não foi o suficiente para eu sair por aí para comprar qualquer coisa. Tive que apertar a sinta até as coisas estabilizarem. Atualmente trabalho durante o dia como controlador de acesso, mas cujo o salário somente dá para mim mesmo.
    Com essas longas coleções é muito difícil optar em comprar duas ou três durante determinado período. Eu nem estava interessado em comprar a coleção "Saga do Batman, mesmo sendo o meu herói preferido, mas somente comprei graças as matérias que você Leo publicou e despertou a minha tentação. Porém, a Panini joga no mesmo período Superman da fase Byrne, da qual queria muito, mas tive que deixar de lado. Além disso, estou comprando alguns volumes dessa coleção clássica da Marvel.
    Enfim, quando dá eu adquiro, mas não podemos sempre obter o céu como um todo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Marcelo... blz?

      Verdade, amigo... quem diria q a "NOVA" onda de filmes baseados em gibis (reiniciada lá em 1998 com o 1º "Blade") iria perdurar até hj, hein? Mais de 20 anos com filmes de super-heróis bombando nas bilheterias e estabelecendo uma nova Era pro cinema!

      E sobre esse período de "vacas magras" q estamos passando... A pandemia me levou à falência (hj eu tenho dívidas astronômicas com os bancos) e tive q recomeçar em um novo ramo de negócios: Mas foram 2 anos do auge da pandemia em q não consegui trabalhar direito devido às restrições em locais públicos (e eu administro uma academia, q passou fechada boa parte da pandemia). Aí, já viu, né? Tive q recomeçar da estaca zero e cheio de dívidas contraídas nesse período (virou uma bola de neve de contas atrasadas, rs)!

      E q bom q vc tá conseguindo acompanhar a "Saga do Batman"... O Vol. 11 chega nas bancas a partir de amanhã! É uma bela coleção e tem se mantido com uma edição melhor q a outra: Essa vai marcar época no mercado brasileiro!

      Abs!

      Excluir
  13. Olá Leo e turma toda!
    Curto o blog há um bom tempo

    Estou no mesmo pensamento da matéria.
    Vou curtir o que tenho pra ler ..rsrsrs...pilha grande atrasada
    ..c Loko.
    Como diz o meu camarada no trabalho...vai melhorar...rsrsr..faltam menos de 300 dias..rsrsrs
    Abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa... Brigadão por estar curtindo o blog, amigo: Valeu mesmo!

      Este momento de crise é perfeito pra gente botar em dia as leituras atrasadas E tbm reler as boas HQs das nossas coleções... Tirar aquele gibi empoeirado da estande e reler algo q já sabemos q é bom (nada mal mesmo: Dia desses eu tava arrumando minhas estantes e comecei a reler até meus antigos formatinhos da Abril e RGE, rs)!

      Abs!

      Excluir
  14. Eu cheguei a pensar que, com aqueles lançamentos de edições de R$ 9,90 (Superman e He-man / Homem Aranha) que naturalmente foram muito bem aceitos,a Panini poderia estar cogitando a possibilidade de linhas mais populares...ledo engano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, amigo... Esse "Super X He-Man" de 9 pila, a loja daqui recebeu em grande quantidade (nem cabia na prateleira, rs) e foi tudo rapidamente: A galera curtiu o formato e preço!

      Esse do "aranha" (acho q é aquele especial estrelado pelo Jameson, né)? Foi a mesma coisa: Nem esquentou mto o traseiro na prateleira da loja, kkk!

      Abs!

      Excluir
  15. Esse final de semana reli os volumes 1 e 2 de "Batman Terra Um", pois já havia Esqueci do das histórias, pra poder ler o volume 3. E que excelente história. Pra mim o melhor que li do personagem produzido na última década. Diante desses à uma dos e preços cada vez mais absurdos o consolo é saber que material pra ler e reler não vai faltar. Já que durante a época das vacas gordas muitos só aumentaram as pilhas. É hora de esvaziar essa pilha e vender o que não curtir pra comprar outras coisas mais do gosto. É o que estou fazendo há um tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Roberto... blz?

      Valeu pela dica: Nunca li essa linha da "Terra 1", mas parece q eles iam relançar esses do "Batman" por causa do filme, né? (pelo menos vi isso em algum lugar, acho q foi durante uma live). Acho q eu vou seguir a sua dica e arriscar o Vol. 1 então, qdo for relançado (gosto de rever a origem do "Batman", mesmo em realidades alternativas)!

      Abs!

      Excluir
    2. Leo, "Batman Terra Um" pode pegar sem medo.

      Excluir
    3. Eu infelizmente perdi a maioria das minha hqs do Batman,incluindo,essa Terra 1.
      Nunca li o volume 1,mas achei o volume 2 ótimo. Semana passada depois de seis meses sem comprar uma revista,aproveitei a oportunidade e comprei Batman:Impostor. HQ divertida.

      Excluir
    4. Oi, Renato... blz?

      Q mal pergunte, como vc perdeu essas revistas? Eu tbm já perdi parte da minha coleção pro MOFO (na minha antiga casa) e perdi uma caixa de gibis durante a mudança!

      Abs!

      Excluir
    5. vcs não colocam em saquinhos plásticos?

      Excluir
    6. Oi, Scant... blz?

      Dependendo da umidade do ar, os gibis mofam mesmo em sacos plásticos (foi o q aconteceu comigo na época - lá pelos idos dos anos 2000)!

      O cara tem q tirar do plástico de tempos em tempos pro gibi "respirar" (sei q parece bizarro, mas se não for assim: já era, hehe)!

      Abs!

      Excluir
    7. Oi. Eu perdi por ignorância minha. Meu irmão botou em um saco preto e o idiota aqui achou que era lixo. Eu devo ter perdido uns 20 ou 30% da minha coleção.

      Excluir
    8. "e o idiota aqui achou que era lixo"


      Tá lôco... q azarão, hein?

      kkkkkkkkkk

      Abs!

      Excluir
  16. blz Leo?

    meus gastos com HQs já estão reduzidos desde 2016, não é de hoje que o mercado está extremamente elitizado, depois que a pipoca e nanquim fez sucesso com HQs de luxo gourmet todas as outras editoras também resolveram (e com razão) surfar esta onda.
    todos descobriram que tiragens menores quase sempre é garantia de sucesso.
    os omnibus já não compro mesmo, pelo preço e também por ser muito desajeitado pra ler e HQs menos caras espero uma boa promoção de 35% pra mais de desconto pra comprar.
    agora é assim até no mundo das HQs, se você tem dinheiro pra comprar HQ cara, você compra, se não você que se fode.
    infelizmente (ou felizmente, vai saber) existe colecionador/verme suficiente pra bancar o mercado com tiragens pequenas, talvez a médio prazo com estes aumentos constantes do papel nem eles vão sustentar o mercado mais.

    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, gustavo... blz?

      De fato, a gourmetização dos gibis é algo q a gente vinha notando há algum tempo e imaginando qdo sairia completamente de controle... Finalmente, chegamos nesse ponto e acho q a situação despirocou de vez: Um exemplo é o preço extremamente abusivo de algumas republicações atuais, tipo o "Dr. Estranho - Shamballa" (q vai ser relançado mês q vem em novo selo e custando um valor astronômico)!

      As editoras de menor porte sentiram na pele a situação atual do mercado e reduziram drasticamente seus lançamentos (a própria P&N andou pisando no freio durante o ano passado e só voltou a se agitar mais neste começo de ano com o "Tarzan" e outras HQs anunciadas pra breve)!

      Qto ao colecionador/verme... ele não vai se renovar e logo ali na frente já teremos um novo colapso no mercado: O da falta de público q o sustente!

      Falo isso, pq perdi 2 grandes amigos meus num período de poucos meses (um pela Covid e outro por infarto: O Toninho HQ e o Lucas Jones, q comentavam regularmente aqui no blog e nas redes sociais em geral)... Ou seja, estamos indo pra idades mais avançadas (eu mesmo faço 50 anos em maio) e a tendência é sermos extintos nos próximos anos!

      Abs!

      Excluir
  17. Tu devia ter migrado para o YouTube. Lá tu faria uma renda meu amigo. Acompanho seu canal a muito tempo! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mto obrigado, amigo...

      Um canal no YouTube ainda está nos meus planos, e seria um complemento aqui pro blog... Mas vai demorar um tempo ainda, pois preciso reduzir minha jornada de trabalho pra conseguir manter um canal de vídeo (já ando em busca de um gerente q exerça as minhas funções no trabalho pra eu poder me aposentar mais cedo e cuidar desses vídeos, rs)!

      Abs!

      Excluir
  18. Obrigado pelo depoimento comandante Léo!

    Creio que suas palavras espelham a situação da maioria dos leitores, colecionadores, consumidores dessa mídia chamada histórias em quadrinhos. As dúvidas e angústias que vc generosamente dividiu conosco seguidores do nosso refúgio internético que é o SubmundoHQ, são em maior e menor grau comum a maioria ou porque não dizer da totalidade de quem acompanha o blog.

    Da minha parte especificamente, diante das condições econômicas castastróficas que o nosso país se encontra mergulhado, sofremos o que o chavão utilizado em muitas situações que é a "tempestade perfeita". Que
    foi a junção da ascenção de um governo de incompetentes e despreparados para a tarefa, aliado a maior pandemia global em mais de um século e pra cereja do bolo, vem um conflito armado que em um mundo interdependente e conectado afeta o afeta como um todo, fiquei agradecido pelas editoras principalmente as chamadas mainstrem, Panini, Mythos, Devir e tals, optaram por trazer as obras clássicas de volta.

    Diante disso como já há algum tempo abandonei as publicações mensais e material mais contemporâneo, consegui ir escalonando as aquisições das Sagas do Super e do Batman 70 pilas, CCM mais 70 por ser quinzenal e as Lendas da Liguinha e dos Titãs, mais 70 só aí já são 210 todo mês. Então aquisições como os "ônibus" e encadernados clássicos sé em promoções a cada dois ou três meses. E por fim pego o Ken Parker e os "ônibus" do Conan nas promoções do site da Mythos.

    Tenho a vantagem de não ter o compromisso de filhos pequenos como é o caso do nosso mestre Léo. O parabenizo pela dedicação a família que não poderia ser diferente, nenhum, repito nenhum, hobby ou passatempo é mais importante que os nossos entes queridos, esposa, filhos, pais, netos e todos os demais familiares.

    Mesmo assim não foram poucas as publicações que fiquei só na vontade. Eu sigo na esperança de que dias melhores virão em que todos nós poderemos levar nosso singelo hábito de consumir as deliciosas páginas com desenhos e textos que nos permitem um lazer saudável e edificante.

    Obrigado Léo por manter esse nosso farol e refúgio que é o SubmundoHQ apesar de tantas e grandes dificuldades.

    Um abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, LEPM... blz?

      Eu é agradeço por vc e outros leitores terem curtido esta postagem, q infelizmente retrata uma situação de crise e readaptações pelas quais estamos todos passando na busca de continuarmos mantendo esse hobby maravilhoso (mas bastante custoso) do colecionismo de quadrinhos, hehe!

      E tá OSSO mesmo a situação nacional e mundial, hein? Sei q todos esses fatores de crise econômica q vc mencionou estão interligados em maior e menor grau: São engrenagens de um mesmo problema q se espalha pelo mundo todo, e essa guerra (absurda e inconsequente) só veio pra coroar o clima de CAOS q se instaurou após a pandemia (q ainda NEM acabou direito e já estourou uma guerra q poderá trazer repercussões ainda mais dramáticas na economia global)!

      O q falta vir agora? Uma invasão alienígena? O tão esperado meteoro? Ou uma rebelião das máquinas? (já teve até uma inteligência artificial por aí - noticiado nas mídias - q andou falando em destruir a humanidade: e os caras seguem brincando com fogo, rs)!

      Sobre essa conta q vc apresentou acima... A boa notícia é q em breve vc irá economizar um pouco mais nas compras, já q a saga do "Super" encerra a fase BYRNE no Vol. 14 (e não sei se irá continuar a partir daí), a "liguinha" termina no Vol. 19, e os "Titãs" no 23. Só aí, já serão 3 coleções a menos: Se bem q não sei se vc vai encarar depois o "Demolidor" e "Kamandi", rs!

      Qto à família... Fui pai mto tarde (já beirando os 50), mas sou extremamente dedicado e servil ao pequeno Victor Von Doom: q tá sendo treinado desde cedo pra herdar minha coleção e quem sabe um dia me substituir aqui no blog (ou em um canal de Youtube), hehe. O moleque é fã de: "Deadpool" (seu anti-herói favorito), "Cap. América", "Homem-Aranha", "Coringa" (sim, ele adora todos os coringas do cinema e TV), e "Hulk". Ele ainda tem mto mais a conhecer nesse universo de HQs, mas já começou bem, hehe!

      Abs!

      Excluir
  19. Fala Léo, a sua situação não é diferente da maioria de nós. Também irei reduzir drasticamente o número de aquisições de quadrinhos ao longo do ano. Acredito que esses Omnibus e edições absolutas a R$ 400,00 é o estouro da bolha da Panini. Off: Deletei meu Facebook, chega de censura e lacração. Grande Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Rafael... blz?

      Puxa, bem q eu vi q vc tava sumido do fêisse... Semana passada eu tomei um GANCHO por lá (por ter criticado de forma mais agressiva o "Mamãe Mamei": puta babaca do caralho q queimou o filme do Brasil com aquela atitude grotesca na Ucrânia). Enfim, acabei criando um grupo do "Submundo" no Telegram, mas ainda tá em fase de testes e não tenho tido tempo pra cuidar dele, do fêisse, e aqui do blog. Mas fica o convite pro grupo do Telegram, amigo: Aparece por lá!

      Abs!

      Excluir
    2. "Semana passada eu tomei um GANCHO por lá (por ter criticado de forma mais agressiva o "Mamãe Mamei": puta babaca do caralho q queimou o filme do Brasil com aquela atitude grotesca na Ucrânia)"

      Já eu, tretei pesado por ter me irritado com um cara que postou video do comix zone, embora a causa fosse nobre, ajudar o Alessandro do ministerio dos quadrinhos, o cara postou o video.no grupo e ao ver o conteudo, xinguei sem necessidade, por causa do dono do canal. Acabei sendo expulso do grupo por causa disso. Essa semana, quase rola outra porque postaram um video do Alexandre Calari falando que o filme do BatPattison é bom, mas com "severas ressalvas". Minha irritaçao se deve ao fato de varios filmes.da marvel terem defeitos, mas nunca vi o tal editor, que na minha irritaçao apelidei de "chorume marombado" fazer "severas ressalvas" sobre os mesmos. O cara chegou ao absurdo de querer comparar a qualidade do roteiro e direçao do Reeves com a do David Fincher, por causa da influencia dele no filme. Nem críticos de cinema como o Dalenogare, fizeram esse absurdo.

      Sei que no passado arrumei minha tretas aqui no submundo, mas já estou me abstendo de fazer certos comentarios, ás vezes porque no futuro me.arrependo deles e em outras porque é melhor discutir certas opiniões só entre amigos, numa mesa de bar, e ás vezes ate isso pode dar m*rda!

      Excluir
    3. Bem nessas, L...

      Antigamente eu tbm adorava uma boa briga e baixarias na internet, hehe... Tive brigas homéricas em fóruns e grupos por onde já passei. Mas hj em dia eu já não tenho mais saco pra isso e prefiro bloquear as pessoas q me desagradam nas redes sociais (ou, mtas vezes, nem comentar ou me manifestar sobre certos assuntos em outros blogs e canais)!

      O motivo principal é o DESGASTE mental q uma briga nos traz... Eu, por exemplo, chego em casa depois de uma jornada de 8 a 10 horas de trabalho (reuniões e correrias o dia todo): Tudo q eu quero é chegar em casa e descansar a mente brincando com o meu filho, dando uns amassos na patroa, e assistindo um bom, filme ou série de TV tomando uma cervejinha com petiscos. A ÚLTIMA coisa q eu tenho vontade de fazer hj em dia é me meter em brigas com marmanjos militantes, lacradores, e mimizentos, hehe!

      Abs!

      Excluir
  20. Olá, LEO.

    Estou nessa de cortes há anos. Tanto pela grana curta, pela necessidade em economizar, por ter filha e também por acreditar que as editoras são imundas e não quero verter tanta grana para elas. Além disso, há muito livro e gibi para ler por aí, de graça. Fora o prazer que é reler tudo que já tenho. Estou me dando ao Kobo e ao tablet há anos. E te garanto que as obras impressas não estão fazendo falta.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Neófito... blz?

      Falaste tudo agora, amigo... Parte da minha "readaptação" como leitor de HQs se dará em parte pra migração até as mídias digitais, hehe!

      Devo comprar um tablet pra mim tbm e refazer uma coleção virtual de livros e HQs por lá... Um camarada meu já vai me repassar mais de 10 MIL scans (vou ter coisa pra ler no tablet até a próxima vida, kkk)!

      Abs!

      Excluir
    2. LEO, recomendo um tablet com no mínimo 10" de tela. Menos que isso, perde-se muito da fruição de algumas artes. Dê ênfase a Samsung, pelo preço e qualidade.

      Excluir
    3. Opa, valeu mesmo pela dica, Kleiton...

      Vou ter q esperar uma boa promoção ainda, mas vou buscar a tela de 10 mesmo (e da Samsung, q tem sido uma boa marca pra outros aparelhos aqui em casa, rs)!

      Abs!

      Excluir
  21. Fala Léo, beleza? Sempre bom acompanhar seu blog, cada dia melhor.Estou nessa mesma pegada, por dinheiro, espaço e filha pequena...vou terminar as Lendas dos Titãs e da Liguinha, a Saga do Batman, Super e Demolidor. Além dessas, vou tentar o Starman e Hitman e terminar Preacher que até hj não consegui e depois disso só algo muito bom mesmo pra eu comprar, vai ser algo bem esporádico. Vou te contar que muitas dessas fiquei até feliz de saber que já ia terminar mesmo achando muito boa. Triste a vida de colecionador...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Cassio... blz?

      Brigadão mesmo por estar acompanhando e curtindo o blog, amigo... Já sigo trabalhando nas próximas postagens, q incluem um COMBO TRIPLO de notícias gerais e matéria especial com lançamentos SÓ de "X-Men", hehe!

      E cá, pra nós... filho pequeno é algo q muda completamente nossa vida e nossas prioridades, né? Eu prefiro abrir mão de um gibi caro pra mim, mas comprar um brinquedo q meu filho queira qdo vamos em alguma loja de shopping. Minha felicidade e satisfação é mto maior por ver ele feliz do q jogando mais um gibi na estante, rs!

      Abs!

      Excluir
  22. Olá, Léo!

    Tornei-me extremamente seletivo em minhas compras de quadrinhos em 2021 e, mais ainda, em 2022. Vou me ater aos clássicos (Marvel, Disney e alguns outros). Os demais ficarão para a posteridade.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Tadeu... blz?

      Bem q vc faz, amigo... Os clássicos é o q me motivam a continuar no ramo do colecionismo tbm, rs!

      Da Disney vem aí mais um Vol. do BARKS este mês e outro das "Sinfonias" (com Donald e Pluto clássicos): Imperdíveis!

      Abs!

      Excluir
  23. Essa situação é uma das mais tristes possíveis principalmente para nós fãs, leitores ou colecionadores, quem não se afeta são esses lombadeiros endinheirados que bancam essa tonelada de lançamentos luxuosos, que dificilmente leem o que pegam, por essas e outras eu vou deixar um link de um grupo do telegram, de um senhor que compartilha scans novos e atualizados de dezenas de hqs, seu blog, rapadura açucarada infelizmente foi apagado, mas agora pelo telegram, é possível compartilhar esses materiais para aqueles que não podem gastar aos milhares, espero que gostem e tenha ajudado aos menos favorecidos;

    https://t.me/c/1204563292/5,
    esse é o grupo antigo, tem muita coisa boa.

    https://t.me/c/1291542017/4793,
    esse é atualizado até hoje, tem muita coisa de novidades à relançamentos.

    Mas Leo, se for problema compartilhar isso aqui, pode apagar esse comentário, eu uso esse grupo como uma forma de triagem para ter certeza do que vou comprar, ajuda demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os links não acessam. Fiquei interessado.

      Excluir
    2. Primeiro vc deve instalar no pc ou android o app do telegram, com ele já aberto, aí vc abre esse link aí no navegador, os links vão se conectar

      Excluir
    3. E aí, André... blz?

      Pô, eu conheço e acompanho o trabalho do "Rapadura" há mtos anos... Legal saber q tem grupo no Telegram tbm!

      Obrigado pela dica e pelos links, amigo... Vou entrar pro grupo tbm (agora q criei um Telegram pra mim semana passada)!

      Valeu mesmo, André!

      Abs!

      Excluir
    4. Denada!
      O site com scans caiu, agora ele só posta resenhas de hqs e filmes, e comentários, por que algum algum engraçadinho hackeou o blog, aí ele decidiu fazer uma conta no telegram só pra postar os scans, agora em versões 2.0, ou seja, totalmente refeitos, o cara arrumou uma baita escaneadora gigante, tudo tá com ótima qualidade, no Facebook vc encontra ele como Edudes Honorato, gente fina.

      Excluir
    5. "O site com scans caiu, agora ele só posta resenhas de hqs e filmes, e comentários, por que algum algum engraçadinho hackeou o blog, aí ele decidiu fazer uma conta no telegram só pra postar os scans, agora em versões 2.0,"

      Você está falando do Rapadura Açucarada? Ele está com um novo emdereço? O endereço que tenho aqui, deixu de ser atualizado há uns 2 anos e ele só tava falando do governo. Poderia deixar o link, por favor?

      Excluir
    6. "Você está falando do Rapadura Açucarada? Ele está com um novo emdereço? O endereço que tenho aqui, deixu de ser atualizado há uns 2 anos e ele só tava falando do governo"


      Eu sou um grande fã do "rapadura"... mas qdo eu soube q o site/blog caiu depois q o cara começou a comentar sobre política (e atraiu INIMIGOS militantes q ajudaram a denunciar a pág em retaliação), achei q foi um tiro no pé!

      A política hj É uma "TORCIDA ORGANIZADA"... não adianta nada perder tempo discutindo suas preferências de extrema-direita, extrema-esquerda, e centrão (a tal 3º via q continua coadjuvante na disputa, kkk) nas redes sociais, pq NENHUM argumento vai convencer ninguém a mudar a camisa e deixar de apoiar o candidato "A" pra apoiar o candidato "B" ou "C". Foi bobeira terem misturado as coisas (e deu no q deu: pág derrubada e afins)!

      Abs!

      Excluir
  24. Oi Leo!

    Parabéns pela postagem! Sempre comentamos lançamentos e relançamentos de HQs, mas rpecisamos também discutir o "lado sombrio" do colecionismo de um hobby até então considerado "saudável"!

    Só posso dizer, que está difícil tanto para casados como para solteiros; a avalanche de lançamentos e os altos preços das publicações aliados à alta inflação vigente está tornanado a vida do colecionador um verdadeiro dilema!

    Anos atrás discutíamos sobre o "quase" estourar da bolha, hoje eu vejo que ela já estourou, por isso o desespero das editoras em lançar cada vez mais materiais apostando no "verme' do colecionador que para manter a coleção em dia vai vender casa, carro, a mulher, e o cachorro!

    Eu já vi este cenário antes, em 1989\1990\1991, e 1995\1996 quando o mercado foi inundado de publicações de HQs! Entre os anos de 1989 a 1991, a hiperinflação obrigou a abril a cancelar mais da metade dos títulos e publicações por baixas vendas; entre 1995 e 1996,agora com a moeda estável, o cenário se repetiu de forma diferente: O surgimento da TV a cabo, e a ascenção dos videogames, fizeram os leitores antigos iniciarem novos hábitos, isso fora que a geração que quando criança lia as HQs da Abil por exemplo já estavam na faculdade, namorando, e casando.

    Os Anos 90 não foram tão trágicos para as HQs como dizem, acontece que aquele público que lia HQs na infância já tinham se tornado adultos, com novos hábitos, e a nova geração já iniciava a vida também com outros hábitos!

    Quem sustenta o colecionismo de HQs no Brasil somos nós os quarentões e cinquentões, e mesmo tendo a situaçõa estável vivemos outras situações e preocupações além do hobby, e isto está obrigando o leitor a selecionar ainda mais o que comprar!

    Pagar R$ 500,00 numa HQ é para quem tem sangue frio diante do cenário atual do país e do mundo que tem tendência a piorar com a guerra da Rússia vs. Ucrânia!

    Essa desculpa das editoras do papel a preço de dólar não cola até porque livros e revistas possuem imunidade tributária, a imunidade dos livros foi estabelecida na Costituição Federal de 1988, com o objetivo de não onerar os livros, jornais, periódicos e o papel destinado à impressão destes bens com impostos.

    As editoras de jornais, livros e revistas estão sujeitas à contribuição ao PIS, à COFINS, à CSLL e ao imposto de renda da pessoa jurídica.No Brasil, há mais de 70 anos, desde a Constituição Federal de 1946, o produto é isento de impostos por causa de uma emenda constitucional apresentada pelo autor brasileiro de maior prestígio internacional à época, Jorge Amado.

    Portanto, as coisas não são bem assim conforme as editoras alegam!

    Porque que alguns políticos querem taxar livros e publicações? Um novo meio para ganhar dinheiro (para eles), digo para o País!!

    Estou sendo muito seletivo, está muito difícil manter o hobby, e creio que isto não vai mudar, pois já estou perto dos 50 anos, sei lá quanto tempo de vida ainda tenho; pretendo sempre continuar comprando HQs, mas cada vez numa quantidade menor, não vou me matar mais para manter o hobby, começou a hora de aproveitar a vida, também de outras formas!

    O amor pelo material será eterno, mas é necessário equilíbrio em tudo na vida!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elcio... Tdo bem?

      Valeu mesmo por ter curtido a postagem/desabafo, amigo... hehe!

      Sobre as dificuldades pra solteiros e casados, ou pra classe média alta e baixa... Eu acredito q cada 100 pila pesa no bolso de qq um hj em dia, já é no mínimo um cineminha a mais com a namorada/patroa (regado à pipoca-doce e refri). Então, imagino q uma nota de 100 pila faça a diferença pra qq um q pense em comprar um gibi com ela, rs!

      "Eu já vi este cenário antes, em 1989\1990\1991, e 1995\1996 quando o mercado foi inundado de publicações de HQs!"

      Bem lembrado... Tbm me lembro do excesso de títulos vindo logo antes do fechar d eportas. Foi assim com a editora Atitude, por exemplo: Q inundou as bancas com trocentos gibis (Hitman, Lobo, Vampirella, etc) durante 2 meses e quebrou no 3º, kkk!

      Sobre a TV a cabo q vc citou acima... É curioso notar q na maioria dos grupos do fêisse (incluindo o "Submundo", "Macho Geek", e "4º Mundo" - só pra citar 3 dos q eu mais participo) o pessoal mal fala de GIBIS, e se interessam mais em comentar sobre os FILMES e séries de TV de super-heróis. Agora a onda são as plataformas streamings (q tomaram o lugar da febre da TV a cabo, rs)!

      "Quem sustenta o colecionismo de HQs no Brasil somos nós os quarentões e cinquentões, e mesmo tendo a situaçõa estável vivemos outras situações e preocupações além do hobby, e isto está obrigando o leitor a selecionar ainda mais o que comprar!"

      Verdade pura... É basicamente o meu caso: q até ganho relativamente bem, MAS as minhas dívidas e contas mensais pra casa são tão astronômicas, q mtas vezes eu deixo de comprar um gibi pra comprar uma fralda pro meu filho (lembrando q um pacote de Pampers custa 60 pila e dura 1 semana, hehe). A gasolina tbm tá fóda, bicho: 300 conto um tanque cheio e gasto 1 por semana tbm (trabalhando e levando meu guri pro colégio). É tdo MUITA grana e por mais q o cara trabalhe, parece q nunca é o bastante pra se manter com as contas em dia!

      "Estou sendo muito seletivo, está muito difícil manter o hobby, e creio que isto não vai mudar, pois já estou perto dos 50 anos, sei lá quanto tempo de vida ainda tenho"

      Agora vc tocou num ponto q é extremamente reflexivo tbm e q merece uma postagem própria uma hora dessas... Eu faço 50 anos agora em maio, ou seja: tenho pelo menos mais uns 10 ou 15 no máximo pra ser produtivo no trabalho e deixar minha família bem qdo eu morrer (pois acima dos 65 anos eu já espero estar aposentado e descansando em casa). E verdade seja dita: Depois dos 50, a contagem regressiva já começou, hehe. Se eu durar mais 30 anos, estarei com 80 (o q já seria um milagre diante da média "normal" do brasileiro)!

      E vou te dizer... é uma tristeza qdo o cara morre cedo ou antes da hora: No ano passado perdi um grande amigo meu: o "Toninho HQ" (q morreu de covid aos 56). E este ano já começou trágico com a perda do nosso querido Lucas Jones aos 51 anos (q comentava esporadicamente aqui no blog e era bastante ativo no grupo do "submundo" no fêisse). Foram 2 perdas mto sentidas e com idades próximas das nossas. Assim sendo, se cuide, amigo: Eu tbm tô fazendo o mesmo pra aguentar até uns 80 pelo menos)!

      Abs!

      Excluir
  25. Bom, Leo, acho até que você demorou. Imagino que você deve estar sentindo o peso da responsabilidade da vida minando mais um hábito que você tem que abrir mão. Acredito que você é
    um otimista, pois se apega no raciocínio de valorizar a família que constrói. Isso é essencial, pois é o sentido da sua vida, eu suponho.
    Eu nunca vou passar pelo que você e outros colecionadores de peso passam. Como nunca fui de fazer coleções, não sinto o peso que é me desapegar desse material. O ruim, no meu caso, é que não tenho como repassar as revistas visando algum valor, pois a maioria são formatinhos e os números são bem aleatórios. Mas eu sempre comprei visando isso mesmo: barato, para não chorar depois. É evidente que ler uma HQ em edição de luxo é bem melhor, pois o próprio material tem um requinte fantástico que valoriza muito mais a arte. Mas, eu nunca fiz muita questão. Quando quero, compro um pato aqui, um caipira ali...
    Faz bem em manter o blog. Esta plataforma acabou nos dando um pouco mais de liberdade para nos expressarmos, pois ela já não tem a mesma popularidade de alguns anos, mas mantém um patamar bom de pessoas que realmente vêm porque gostam, e não porque querem ter um passatempo divertido em avacalhar. Apesar do Blogger estar em uma U.T.I, faz bem se expressar por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Fabiano... blz?

      Pois é, amigo... qdo eu criei este blog, eu era solteiro e podia me dedicar mais aos gibis e ao blog (não sei se vc lembra, mas as atualizações aqui eram diárias, hahaha)!

      Depois q eu me casei e tive filho, é como se a REALIDADE tivesse batido à porta e me chamado na "responsa", rs... Hj eu me mato trabalhando pra sustentar a família e os gibis e blog ficaram em 2º plano (as coleções de bonecos e afins eu larguei completamente de mão - tirando o "Falcon", q eu coleciono bem na manha)!

      Minha situação HOJE lembra de um antigo conhecido nosso... q mantinha um grande blog ou "PORTAL" de Disney e tinha um nome q "machucava", kkk. Enfim, lembro q a pessoa em questão abandonou tudo qdo teve o 1º filho. Hj eu entendo ele: é pra LEÃO, bicho!

      Abs!

      Excluir
  26. Olá Leo.
    Triste postagem. Estamos no mesmo barco. Não é de agora que estou reduzindo meus gastos com quadrinhos, compro cada vez menos e a tendência é que logo logo não irei comprar mais nada. O que é contraditório é que apesar de ter muitos quadrinhos fantásticos à venda, estamos comprando cada vez menos, sendo que seria uma época ideal para o colecionador se junto com todo esse material, os preços fossem condizentes com a realidade.
    Só estou pegando a saga do Superman,a Linguinha e Tex Willer. Parei com todo o resto já que com esses preços absurdos não tem mais como ser colecionador de quadrinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Zarko... blz?

      Falaste tudo, camarada... A postagem é triste mesmo (meio depressiva e desesperançosa) e o grande paradoxo nisso tudo é a imensa quantidade de títulos interessantes sendo publicados e o leitor só babando por eles sem poder comprar tudo q gostaria!

      Imagine o paraíso q seria pra um colecionador se toda essa oferta de lançamentos viesse acompanhada de preços bem acessíveis e mais capa-cartão do q capa-dura?

      "Só estou pegando a saga do Superman,a Linguinha e Tex Willer"

      E dessas 3, o super já deve encerrar no Vol. 14 e a liguinha no 19... Tex Willer escapou da onda de cancelamentos da Mythos!

      Abs!

      Excluir
  27. Me sinto como vc amigo e já estou fazendo uma lista para controlar os gastos. Encerrando as Lendas de Titãs e Liguinha fico só com a Saga do Super até o numero 14 e encerro minha colção com as edições d Kamandi (são 6 correto?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí... blz?

      Sim, falaram q o "Kamandi" serão 6 Vol. no total... Foram 40 edições desenhadas pelo Kirby (e q serão as publicadas nessas "lendas")! Depois, a série continuou com outro artista, mas a panini vai publicar só a fase Kirby mesmo!

      Abs!

      Excluir
  28. Aí Leo...
    Bom saber q o blog n pretende terminar. Tb estou nessa fase d corte d gastos,nas hqs. Fiz uma compra boa nessa semana pela Amazon e adquiri o ESQUADRÃO SUICIDA do Ostrander por 34,90 com desconto somado a uns bônus q consegui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Geraldo... blz?

      O blog continua sim, amigo... e assim q eu pisar mais o freio na correria do trabalho, vou me aventurar pelo Youtube tbm, hehe!

      E obrigado pela dica: 34 pila no "esquadrão" tá mto bom... essa é uma edição q eu perdi tbm e ando pensando (não sei ainda) em arriscar essa nova q vai sair com o "pacificador" na capa (e q custará 20 pila)!

      Abs!

      Excluir
  29. Realmente tá complicado. Eu dependendo do mês que consigo vender algumas coisas como importados equivalentes ou nacionais updates compra mais coisas, caso não, fico jogando para frente. Já tenho uma lista de desejos de mais de 200 edições. E sinto muita falta das bancas. Tenho 50 anos e sempre fui rato de bancas, bibliotecas e principalmente sebos, mas os tempos estão muito mudados não existe mais isso e os grandes públicos dessas coisas que são crianças, adolescentes e nos adultos de meia idade não estão mais fiéis, seja por outras opções ou questões financeiras. Uma pena, um hobby, um amor, um interesse em extinção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Barbozai... blz?

      Tô na mesma situação q vc, amigo... Tenho uma renda mensal mto variável (não ganho fixo e isso me impede de me planejar financeiramente) e cada mês é uma "surpresa", rs!

      Assim, tenho vendido parte da minha coleção de bonecos (Falcons, Hot Toys, miniaturas eaglemoss, etc)... Logo, eu estarei anunciando meus gibis tbm (aqui no blog), só vou esperar vender mais um pouco de bonecos pra não me atrapalhar mto (é complicado lidar com mtos anúncios e vendas, rs)!

      Eu faço 50 anos agora em maio... e tbm sempre fui rato de bancas e livrarias: Eu tinha o hábito de pegar minha mochila e fazer longas caminhadas da minha casa até o centro da cidade (10 km) só pra comprar livros e gibis (q eu saia peneirando em vários lugares). Hj em dia, só frequento a loja de quadrinhos daqui (Tutatis) e 1 banca de shopping (no Iguatemi): já faz mais de 2 anos q não vou ao centro da cidade e soube q mtas bancas fecharam as portas!

      Abs!

      Excluir
  30. Lendo o texto e os comentários me deu uma certa tristeza. Pelo visto somos dinossauros em extinção e conforme falou o amigo Élcio acima ao que parece as editoras também já perceberam isso e estão tentando tirar a "raspa do tacho".

    Acho que no futuro só teremos edições especiais via o formato crowdfounding ... aí a editora define um preço e imprime certinho as cópias já destinadas pra alguém. Claro que nessa tiragem baixa os preços vão, pra variar, subir mais ainda. Que dureza!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Vinícius... blz?

      É uma postagem melancólica mesmo, né? Pois a impressão q passa é q estamos todos num caminho sem volta... na medida em q as editoras NÃO devem renovar o público e a nossa geração tá se indo aos poucos: Uns abandonando os quadrinhos devido aos altos custos e desinteresse nas HQs modernas (q já não são feitas pra nós) e outros morrendo - literalmente (perdi 2 grandes amigos meus em um curto espaço de tempo e foram 2 colecionadores a menos no mercado: ambos eram cinquentões e compravam mta coisa de material clássico)!

      Tbm acho q o financiamento coletivo será uma das soluções pra amenizar o impacto da crise no setor... mesmo assim, ainda continuará sendo algo bastante restrito e para um público cada vez menor!

      Abs!

      Excluir
  31. Ótimo texto, aliás, como de costume no Submundo HQ. Abro todos os dias.
    Não consegui me adaptar ao Omnibus (1.000 páginas? Arre Égua), vi um e pensei, isso não é gibi pra mim. O mais longe que fui, é na Definitiva do Homem-Aranha, provavelmente porque venho de uma época mais simples, claro que não falo por uma geração, só por mim, mas que era mais simples, era. Hoje temos publicações com histórias de quase qualquer época. Aproveitei bastante e tenho uma bela coleção, mas sinto que estou me retirando à francesa. Tenho comprado muito pouco, basicamente estou reciclando a coleção (Lendas, Sagas, Eras de Ouro...). A minha impressão é que toda essa diversificação de estilos e formatos está fechada numa vitrine onde se pode ver mas não pode tocar.
    Abraços a todos.
    Colecionador Cada Vez Mais Fantasma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Colecionador... blz?

      Brigadão mesmo por ter curtido esta postagem e por seguir acompanhando o blog, amigo... Tamo junto, rs!

      Eu tbm não consegui simpatizar com o formato BUSÃO... Comprei os 2 primeiros do "Conan" e os 2 do Kirby ("Eternos" e "Cap. América" - A Bomba da Loucura) e pretendo pegar os do "Tex", "Fantasma", e "Dredd" (q a Mythos vai lançar): Mas não é algo q encha os olhos de desejo, hehe (já q acho ruim o manuseio e armazenamento dos mesmos - sem falar na PAULADA q custam)!

      E hj comprei um gibi q é a sua cara... "A Era de Ouro" (Mythos). Belíssimo encadernado q será tema de uma das próximas postagens aqui do blog. Fóda é q foi 140 conto, mas aproveitei uns créditos q eu tinha na loja daqui e não pesou tanto no bolso a diferença q dei na compra!

      "Colecionador Cada Vez Mais Fantasma"

      Putz... Triste, mas eu ri (kkk)!

      Abs!

      Excluir
  32. E aí Léo, blz!?
    Rapaz....eu te entendo muito bem, não tenho mais comentado suas matérias justamente por isso, não tenho mais comprado quadrinhos😢, mas continuo acompanhando as novidades pelo Submundo☺️.
    Ano passado gastei bastante com Mythos (Conan, Fantasma, Tex e com Zagor) e PANINI (CCM, só comprei os doze primeiros, Saga Bat e Super, só os quatro, e Demolidor também no quarto), mas o mês de novembro foi o último com um Carl Barks a $30 no Submarino.
    Capa dura virou coisa de milionário, fico boquiaberto com os Youtubers a cada semana com pilhas de HQs novas, como fosse comprar balas no botequim. 🤣
    Devido os valores absurdos pro meu orçamento, porque tenho outras prioridades, como a faculdade da minha filha, decidi comprar HQs só em julho e dezembro.
    Outro hobby, o Falcon por exemplo, só um a cada dezembro.
    Mas achei um outro, HotWheels, cara...no início foi só alegria, mas descobri que tem "maior" máfia neste setor🤔😅, alem do que, por incrível que pareça, nos últimos meses aumentaram a quantidade de colecionadores neste nicho, a maioria é barbudo, mas tem meninas e crianças, impressionante. Apesar de "baratos", $12 a $15, o pessoal compra cinco a dez miniaturas, então dá mais de $100 por mês de Hot's. Lembro que poucos anos atrás eram achados por $5.
    É isso aí, até a próxima.👍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Wesley... blz?

      Obrigado por ainda acompanhar as postagens aqui do blog, amigo... Sei q, infelizmente, mtos amigos nossos aqui do "Submundo" acabaram abandonando tudo: Não só os quadrinhos em si, mas todas as redes sociais ligadas aos mesmos (ainda mantenho a amizade com mtos ex-colecionaodres, mas eles me dizem q não tem mais sentido acompanharem qq notícia ou debate sobre um hobby q eles se viram forçados a abandonar - e pior q eu entendo o lado deles perfeitamente)!

      "Capa dura virou coisa de milionário, fico boquiaberto com os Youtubers a cada semana com pilhas de HQs novas, como fosse comprar balas no botequim. 🤣"

      Hahaha, a grande maioria dos q fazem isso é pq não tem família e filhos pra sustentar e não precisam se preocupar com as contas do dia-a-dia, kkk... Sério, é impossível dar conta de tudo (só o colégio do meu filho custa o preço de uma faculdade e é uma conta nova q eu não tinha antes, já q ele começou este ano - Tô apavorado com as contas de colégio e material escolar, hehe)!

      E sobre o "FALCON"... Se liga q eu virei fornecedor de peças raras antigas e novas (além de várias customizadas): Fiz um excelente negócio e comprei um lote gigantesco de alguns colecionadores e hj tenho pra revenda até roupas e acessórios originais dos anos 70 (Estrela e GI Joe). Eu ando fazendo ótimos negócios no grupo do Market Place (do meu amigão Luis Falcon). Não descarto botar em breve um canal de youtube só pro Falcon e entrar no quebra-pau de tiozões q polarizou os colecionadores e grupos de Falcon, hahaha! Mas é um vício esse boneco, PQP: tô completamente alucinado em remontar todos os falcons clássicos do passado (q loucura q me deu, kkk)!

      E HotWheels é com o meu filho... O moleque tem 3 anos e é fissurado nisso: Deve ter uns 500 carrinhos pra mais (ele ganha um monte das avós e dindos dele tbm, rs)! Minha mulher fica desesperada com 2 colecionadores em casa, kkk!

      Abs!

      Excluir
    2. Prezado Leo, gosto demais do seu blog, por favor continue com ele por muitos anos! Agora uma dica: como já vi você se queixar do preço da escola do filho, que custa uma faculdade e tal, por que você não põe ele numa escola pública, pelo menos até uma quarta ou quinta série? Fiz isso com meu filho, até a quarta ou quinta série, basta a gente chegar junto nas tarefas, participar, que eles tiram de letra com um bom aproveitamento, depois sim, compensa mais colocar no colégio particular... tenho certeza que em Porto Alegre devem ter boas escolas públicas, se você procurar uma num bairro bom... desculpa se me intrometi, mas são dicas de economia válidas para todos, grande abraço!

      Excluir
    3. E aí, Adilson... blz?

      Mto obrigado mesmo pelo apreço demonstrado pelo blog... não se preocupe, q manterei o "Subs" ativo até onde for possível (ou seja: enquanto tiver público pros blogs escritos, hehe)!

      E obrigado tbm pela dica sobre a escola... Te confesso q eu e minha esposa reavaliamos mtas possibilidades e opções de escolas antes de matricularmos o pequeno Von Doom numa particular. As escolas públicas aqui em POA são fracas (pedagogicamente falando) em sua maioria (não conheço todas) e pelo fato do meu filho ter apenas 3 anos, acabamos primando por uma maior segurança pra ele (sendo q as escolas públicas q vimos aqui perto de casa não nos passaram mta confiança no quesito "segurança")!

      A distância da escola pra casa tbm acabou pesando bastante... pois a capital gaúcha aqui sofre mto com imensos congestionamentos e eu não posso perder 1 hora trancado no trânsito, hehe (isso afetaria meu horário no trampo). Assim, tudo acabou sendo considerado e avaliado antes de tomarmos essa decisão final pela escola particular (apesar do valor ser um sacrifício e tanto no nosso orçamento, rs)!

      Abs!

      Excluir
  33. As mega promoções da Amazon financiaram a coleção de muita gente e deram a impressão que os livros eram baratos. Mas isso foi exceção. Há 10 anos atrás eu paguei 110 reais em Watchmen na livraria Saraiva em Curitiba. Pouco antes da ascenção da Amazon. Foi o primeiro quadrinho realmente caro que comprei. E hoje a Amazon quebrou a concorrência e faz poucas promoções. Tudo Voltou a ser o que sempre foi ou seja os livros estão caros novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem Nessas, Alex...

      A Amazon fazia as melhores promoções enquanto tinha concorrência acirrada da Saraiva, Cultura, e FNAC... Mas bastou quebrar as 3 rivais, pra amazon acabar com o ôba-ôba, rs!

      Abs!

      Excluir
  34. Um texto lúcido que mostra a realidade da grande maioria de colecionadores de HQs! Eu sou daqueles que sente falta de uma banca recheada de gibis, alternando edições do mês e mais antigas, formatinhos e magazines, almanaques e especiais. Saudosos tempos da Ebal, Abril, Bloch, RGE/Globo, …
    Tempo de colecionar, de juntar as “moedas” pra comprar gibis aos montes, fazer coleções. Tempo dos “brindes”, pôsteres, chaveiros, figurinhas, … Tempo de acumular gibis, histórias e sonhos, até faltar espaço em estantes, gavetas, prateleiras e caixas…
    Há muito tempo deixei de comprar gibis por conta que a maioria das histórias atuais são péssimas. Costumo dar especial atenção ao material clássico. Muita coisa tenho do original quando lançado aqui no Brasil.
    Os materiais clássicos inéditos lançados nestes últimos anos eram compra certa, mas devido à avalanche de títulos e ao alto valor cobrado, desisti de quase todos!
    Tenho sido fiel em comprar apenas aquilo que realmente sei que vou ler e um dia reler!
    Deixei de comprar “As Obras Completas de Carl Barks” (valor absurdo cobrado pela Panini em edições trimestrais). Me desfiz das edições que tinha e vou ficar com a coleção lançada pela Abril anos atrás.
    Da Mythos, só TEX normal e especiais esporádicos. Além da coleção “Crônicas do Fantasma”, é claro! Todos de orçamento mais modesto.
    Da Pipoca & Nanquim, interessou-me o “Tarzan” de Russ Manning, mas vai depender muito do valor e periodicidade (se ver que não vai sair completa, nem inicio a coleção).
    Da Panini finalizei “Anos de Ouro do Mickey” com a derradeira edição que traz histórias longas (álbum n° 9 - 1955/56), pois agora serão somente “gags”. Continuo, com muito $uor, o “Homem Aranha Edição Definitiva”, “As Tiras do Homem Aranha” (com histórias interessantíssimas praticamente nunca publicadas no Brasil, e com acabamento/capas maravilhosamente retrôs), “Conan, A Era Marvel-Omnibus” que vou comprar somente até o 5º volume, e somente as edições que trazem o Hulk e o Capitão América na “Coleção Clássica Marvel”.
    Os demais lançamentos e publicações NÃO COMPRAREI!
    Diante deste cenário caótico dos valores e das bolhas criadas pelas editoras, estou começando a reler todo meu material antigo novamente. E vou dizer uma coisa: que delícia! É maravilhoso poder reler (e até ler pela primeira vez) coleções de gibis que estavam guardadas com tanto carinho e esmero.
    Pra se ter uma ideia, estou literalmente amando reler novamente minha coleção do Asterix (uma das melhores e mais divertidas que tenho).
    Para mim, o futuro vai ser eu voltar ao passado que tanto guardei, porque os gastos não comportam mais valores estratosféricos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kit Walker,
      Ótima análise.
      Também estou relendo formatinhos é até mesmo comprando alguns quando encontro em Sebos por preços justos. A gente começa a arrumar as coisas w se repente se vê lendo ou relendo, o que estava quase esquecido, com muita satisfação e sem se dar conta do tempo.

      Excluir
    2. Brigadão mesmo por ter curtido a postagem, Kit Walker...

      E obrigado tbm por compartilhar aqui sua ótima análise e reviver os bons tempos das bancas lotadas de lançamentos e preços mais acessíveis: Uma OUTRA realidade mesmo (nada a ver com a nossa atual, rs)!

      Eu lembro tbm qdo eu ia nas bancas do centro da cidade entre os anos 90 e 2010... e saía de algumas delas com SACOLÕES de gibis (q eu guardava numa mochila - levada especialmente pra carregar gibis nas minhas peregrinações por bancas, sebos, e livrarias)!

      Tudo isso acabou hj em dia... As bancas tão quase falidas em sua totalidade, os altos custos dos gibis já não nos permite encher 2 sacolas cheias numa banca, e os descontos na internet minguaram!

      Sinto falta dos "brindes" e "agradinhos" q as editoras nos davam antigamente... A última vez q experimentei uma sensação parecida foi qdo a Mythos lançou 2 encadernados do "FANTASMA" q vinham com os anéis da caveira, rs!

      No mais... Concordo plenamente com vcs, amigos (Kit e Roberto):

      Estamos todos tendo uma chance de ouro de pisarmos no freio e redescobrirmos as relíquias e tesouros das nossas coleções: Eu precisaria de 2 vidas pra conseguir reler tudo q tenho, hehe (assim: posso parar à qq momento q ainda terei MTO gibi pra ler e reler)!

      Abs!

      Excluir
  35. Bom dia Leo, tudo bem? Estou em uma situação semelhante a sua e no momento tenho limitado as minhas compras. Eu tenho 4 perguntas para você ou para o pessoal que acompanha o blog:
    1 - Faço a coleção da Lendas da Liga da Justiça "engraçadinha". Já tenho até a 15 e encomendada até a 18. Você disse que vai até a 19. Isso completa a coleção ou deixarão algo fora?
    2 - Tem uma história do Quarteto Fantástico contra o Esfinge que está no Omnibus. Essa história existe em algum outro lançamento? Não pagarei uns 400 reais só por causa dessa história.
    3 - Anos atrás eu comprei o Mágico de Oz porque adoro os desenhos do Skottie Young. Agora vi que a Panini voltou a lançar a coleção 8 anos depois. Qual o critério desses caras?
    4 - E por último, tenho as 10 edições lançadas do Peanuts Completo. Só que fazem uns dois anos que não lançam mais nada, sabes se essa coleção continuará?
    Desculpe por tantas perguntas e obrigado pela atenção. Abraço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 2 - Tem uma história do Quarteto Fantástico contra o Esfinge que está no Omnibus. Essa história existe em algum outro lançamento? Não pagarei uns 400 reais só por causa dessa história.
      se for a história que estou pensando ela está em grandes heróis marvel (primeira serie da abril) numero 12

      Excluir
    2. Opa, é essa mesmo, eu tinha em formatinho mas uma enchente levou. Estou procurando faz tempo mas não quero comprar a omnibus...

      Excluir
    3. E aí, pablo... blz?

      Vâmo lá então (tentarei responder à todas as suas dúvidas, rs):

      1) O Vol. 19 da "liguinha" encerra a fase clássica da equipe (iniciada nos anos 80)... PORÉM, os autores da série voltaria a se reunir novamente ANOS depois na mini: "Já Fomos a Liga da Justiça" (q bem q poderia ser o Vol. 20 da coleção, a meu ver - aí fechava com chave de ouro)!

      2) Sim, o gustavo matou a charada logo acima... Essa história do "Esfinge" saiu no "GHM 12" da Abril (mas toda retalhada, diga-se de passagem)!

      3) Sobre o "Mágico de OZ"... a história em si é atemporal e sempre desperta interesse COMERCIAL (eu mesmo, comprei faz pouco um livro infantil do "Mágico de OZ" pro meu filho - numa versão pra 3 anos de idade, rs). Assim, acredito q o critério seja apostar numa fábula centenária q pode ter retorno de vendas garantido (só um palpite)!

      4) Qto ao "Peanuts"... Vc tá falando da coleção da L&PM, certo? Olha, a editora é aqui de Porto Alegre e ela tem ido meio mal das pernas (depois dos calotes das grandes livrarias: Cultura, Saraiva, e FNAC). Até onde sei, a L&PM continua lutando pra sobreviver, mas tem pisado no freio (pra conseguir absorver os prejuízos q sofreu). Só o tempo dirá se ela vai retomar essa coleção agora (vai depender da recuperação econômica da editora daqui pra frente)!

      Abs!

      Excluir
    4. Olá Leo, obrigado pelo retorno. A Peanuts é essa que você citou mesmo. Espero que eles se recuperem e voltem a lançar. Estou esperando também que a Devir lance a HQ adicional de The Boys que saiu uns 2 anos atrás, Dear Becky.

      Excluir
    5. Tbm torço pela recuperação da L&PM, amigo...

      Aliás, vale ressaltar q essa editora tem sobrevivido há mtos anos (ela é bem antiga e tá no mercado há décadas) às turbulências do mercado... Ela costuma pisar no freio em tempos de crise, mas depois acaba voltando ao "normal"!

      E "The Boys" tem grandes chances de sair sim... Afinal, a série de TV é um tremendo sucesso na Amazon e tem seu público renovado a cada temporada!

      Abs!

      Excluir
  36. 1-Panini tá oferecendo descontos progressivos de até 30%.
    2-vão lançar as tiras do Conan.

    Tchau, abraço 👍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa... Essas "Tiras do CONAN" vão ser COFRE absoluto (nem q eu arrume um 3º emprego, kkk)!

      Abs!

      Excluir
  37. para de gastar dinheiro comprando papel (gibi)
    continue o blog comentando hqs (aquela sua lista das 100 melhores hqs é um bom começo)
    aproveitar para comentar com profundidade: basta usar o google pra levantar os dados (é gratuito)
    diga adeus ao consumismo sem sentido

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Scant... blz?

      Um dinossauro q nem eu não consegue se livrar tão fácil do cheio do papel e da impressão de gibi novo ou velho, hehe... Mas vou tentar conciliar os 2 mundos: Gibis impressos e scans (assim q possível comprarei um tablet decente pra iniciar minha coleção virtual em paralelo à impressa, rs)!

      Abs!

      Excluir
    2. "assim q possível comprarei um tablet decente pra iniciar minha coleção virtual em paralelo à impressa"

      Leo...Fiz essa tentativa de acompanhar os quadrinhos por scans num tablet, inclusive tenho alguns CDs e DVDs cheios de scans, mas não gostei da experiência. Gosto do papel ... sentir o cheiro, usar o tato, admirara capa, acabamento etc. Espero que você consiga se adaptar. Mas, como comentado são tantos quadrinhos que temos atualmente pra ler e reler que algumas vidas não seriam suficientes para dar conta de tudo. rs

      Excluir
    3. Tô na mesma situação, Roberto...

      Eu só vou migrar (de forma paralela) aos scans (num tablet) pra poder continuar acompanhando algumas HQs pra manutenção e atualização do BLOG mesmo (e tbm pra me ajudar a ver o q presta e o q não presta pra comprar impresso)!

      Mas não vou abandonar o papel pq sou de uma geração mais antiga... acostumado com o PAPEL e o gibi físico na estante, rs!

      Abs!

      Excluir
  38. Fala, Leo. Blz?

    Esse post está sensacional mesmo, pegou a gente na alma.

    Infelizmente, todos estamos tendo que cortar gastos e os gibis acabam entrando na conta, por ser logo supérfluo apesar de nós trazer tantas alegrias esses anos todos de colecionismo. A situação econômica atual lembra o final dos anos nos 80, início dos anos 90, em que sofremos aqui no Brasil os efeitos de políticas desastrosas na economia (herança maldita dos militares) e a inépcia da galera que entrou no lugar para resolver (Sarney e Collor), euma rápido criança na época, mas senti na pele quando munha mesada era congelada ou confiscada pelo meu pai, que passou uns persegues nesse período, daí eu tinha que selecionar bem o gibi que ia comprar, deixando minha coleção com vários furos.

    E no quesito qualidade e preços dos gibis, hoje está bem parecido com o final dos anos 90, início 2000, com a Abril que lançou o famigerado formato Premiun (nunca comprei nenhum daqueles trambolhos) e as editoras pequenas (Mythos, Metal Pesado, Devir etc) cobrando preço de ouro, fora que o material Marvel/DC tinha caído muito por causa do efeito Imagens. Hoje, é a Panini e as editoras pequenas fazendo as mesmas coisas, enquanto Marvel/DC só querem lacrar.

    Enfim, este mês só comprei dois gibis: um Tex especial colorido e a nova dos Eternos (que achei bem fraca, só a arte do Esad Ribic salva), é pretendo me desfazer de muita coisa no futuro, para ter só o material top na coleção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Guilherme... blz?

      Mto obrigado mesmo por ter curtido esta postagem: Não descarto até tornar esta uma coluna regular e eventual aqui no blog (trazendo sempre edições q eu me vi forçado a abrir mão por questões de orçamento, kkk)!

      A situação econômica tá complicada pra todo mundo mesmo... Pra vc ter uma ideia, minha patroa adora a bebida "Keep Coller" (levemente alcoolizada - parece um espumante) e diariamente toma uma garrafa qdo conseguimos tempo pra assistir um filme ou série juntos na madrugada. PORÉM, já faz 3 semanas q o supermercado parou de receber e o gerente me disse q a fábrica parou de produzir temporariamente pq acabou o VIDRO pra fazer as garrafas. Ou seja: Esse é apenas 1 mísero reflexo da "Crise dos Insumos" (um efeito colateral dos 2 ANOS de pandemia)!

      Agora imagine numa escala maior... o qto essa crise tem afetado os demais setores q envolvem a produção de um GIBI: papel, tinta, acabamento gráfico, custos de correio, transporte/distribuição (aí entra os aumentos de gasolina e diesel), e por aí vai: Uma bola de neve interminável e q resulta nos altos custos do nosso tão querido hobby!

      E é bem isso q vc falou tbm: A CRISE pegando pra valer no mercado, o público encolhendo (e desistindo de seguir adiante)... E a Marvel/DC preocupadas apenas com as "PREGAS" de seus personagens (aí é fóda, né)?

      Abs!

      Excluir
  39. Só para complementar e comentar os seus cortes, nem tudo ali vale a pena, então pode ser algo bom mesmo. Eu estou cansado de gastar meu dinheiro com um gibi que me decepciona, ainda mais com esses preços...

    Por exemplo, essa segunda parte dos Vingadores da Costa Oeste é muito decepcionante. A fase Byrne é sensacional, considero uma da melhores de todos os tempos, mas, para variar, o baixinho canadense arrumou treta e largou antes do fim. E a conclusão que inventaram é péssima, joga tudo o que o Byrne construiu no lixo. O Immortus parece um vilão de gibi dos anos 50 (e isso não é elogio), que tinha um plano mirabolante sem sentido, mas que foi arruinado pelos bonzinhos de uma forma bem boba, sófaltou terminar com todos rindo e o Gavião piscar para o leitor. Na época achei fraco, e, depois que li os scans recentemente, achei pior ainda. Foi um bom corte... hehe Se tiver tempo e coragem, leia os scans também para ver que você acertou em não comprar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Guilherme... Puxa, nunca li esse 2º arco dos "Vingadores da Costa Oeste" e não pensei q fosse tão decepcionante (após o ótimo arco da "Busca pelo Visão")!

      Bah, foi nessa série então q deu aquela treta feia q fez o BYRNE pular fora do barco antes da hora? Aí complica mesmo, q lamentável q tenha sido dessa forma!

      Pelo visto, fiz bem em pular essa então, rs!

      Abs!

      Excluir
  40. Leo, não sei se você ficou sabendo que a editora Cia das Letras comprou 70% da editora JBC (famosa pelos mangás publicados). Não sei se essa venda é reflexo da crise editorial (e uma empresa maior aproveita a dificuldade que a menor passa e compra por um bom preço) ou o contrário bons resultados que fazem as empresas pequenas aproveitarem a valorização e usar o momento pra vender. De qualquer forma vejo que tal negociação também tende a ir monopolizando o mercado de HQs por ediroras maiores e seus preços e formatos menos acessíveis. Espero que não vire tendência se não já era de vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Roberto... Eu vi isso lá no grupo do "subs" hj de manhã:

      Até comentei lá q a Cia das Letras pode até ser uma editora graficamente competente... mas não confio mto nela pra continuidade de séries e coleções q ela começa. Foi até uma surpresa saber q ela é uma editora MAIOR q a JBC, rs!

      Abs!

      Excluir
  41. opa...cara, essa fase do byrne é bem meia boca mesmo...assim como estigma....o hulk que saiu agora pela panini tambem nao é la grandes coisas, pra mim pelo menos...e agora que recebi meu wolverine preto branco e sangue tenho que dizer que nao é ruim nao...valeu os 50 pila que peguei na promoçao...e o formatao ficou muito legal tambem...agora deixa eu perguntar uma coisa...quantas hqs tens na tua coleçao?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "agora deixa eu perguntar uma coisa...quantas hqs tens na tua coleçao?"


      Oi, ajota... blz?

      Essa pergunta foi pra mim? Ou pro camarada q falou do BYRNE? Se foi pra mim, na última contagem q fiz, listei algo em torno de 10 a 12 MIL gibis (contando desde formatinhos até encadernados de luxo)!

      Abs!

      Excluir
  42. Olá Leo, beleza? Cara, me indentifiquei muito com o seu texto, vamos ficando mais velhos e revendo prioridades, e infelizmente não está dando para continuar colecionando, compro coisas de forma exporadica,e engraçado como um hobby que era tão barato e saudável se tornou insustentável, mais vou continuar visitando seu seu blog, estamos em extinção e nos restam bem poucos amigos para falar dos"gibizinhos"....grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadão mesmo, amigo...

      Realmente, estamos à beira da extinção na condição de colecionadores de gibis... As bancas e grandes livrarias físicas já afundaram, poucas comic-shops ainda resistem, as lojas virtuais reduziram a vantagem nos descontos q ofereciam antigamente, e os encadernados tão cada vez mais caros!

      Acho q em curto prazo, somente os leitores esporádicos (q nem nós) é q resistirão até o último q sobrar apagar as luzes... Infelizmente, não estou sendo alarmista: apenas constatando uma realidade visível à todos nós e q só vai piorar se nenhuma mudança efetiva por parte das grandes empresas (editoras, gráficas, e majors) for tomada!

      Abs!

      Excluir
  43. Boa tarde. Sabe, eu não sou um GRANDE COLECIONADOR, desses que não pode viver sem aquele material x ou y, apenas, como bom Marvete, tento ter aqueles quadrinhos que considero mais queridos, aqueles que realmente significam diversão com qualidade, pois tem muita coisa nesse mercado que não merece a árvore que derrubaram para fazer o papel, mas isso é outro tópico. Já disse aqui que colecionava gibizinhos nos anos 80 e lá pelos 90 parei quando o famigerado plano Collor mexeu na economia e a Abril mexeu na lombadinha quadrada nas revistas (colocaram o famigerado grampo) e a gota final foi que tudo então era só X MEN em tudo que é capa.
    Voltei em 2013 com a coleção da capa preta Salvat (ano que tb conheci o SUBMUNDO HQ) e de lá para cá aprendi na marra a pisar no freio e ter paciência, garimpando, esperando, conversando... e assim posso dizer que consegui muita, mas muita coisa mesmo em estado de banca sem ter que pagar esses preços abusivos. Infelizmente destruíram uma das coisas que mais me dava prazer que era ir no jornaleiro, conversar, ver as diversas publicações e escolher aquela que iria para a minha coleção. Agora tudo é "online", sai o numero 1 e o 2 já tá na pré venda e nem deu tempo de assimilar o anterior. Lado positivo é que existem os grupos e shopees da vida, desculpa a propaganda, mas gente, sempre aparece coisa muito em conta. Sei lá, desculpe o desabafo, mas quem sabe não tá na hora mesmo da gente parar um pouco, respirar e aproveitar aquele gibizinho da vez com calma sem estar já preocupado com o que já tá saindo do forno... Mas vai melhorar, ah vai....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os grampos substituiram a lombadinha em janeiro de 1987... 3 anos antes do Collor assumir em janeiro de 1990.

      Excluir
    2. E aí, marco antonio... blz?

      Eu tbm sou marvetinho de nascença, hehe... Embora eu tenha comprado bastante coisa da DC (material clássico), minha preferência ainda é pelo Universo Marvel (em suas fases mais clássicas tbm), e tenho focar atualmente nas coleções "Vintage" e "CCM"!

      O plano Collor me traz lembranças bem ruins das aplicações da minha família sendo confiscadas nos bancos... Mas não me afetou na parte dos GIBIS, pois foi numa época em q eu já tinha parado de comprar quadrinhos, hehe (eu parei de comprar HQs em 85 e só voltei em 95 - depois q o Collor caiu fora)!

      Mas é fato q a qualidade dos formatinhos caiu bastante com a mudança da lombadinha pro grampo... já q mesmo não tendo vivido esse período AO VIVO nas bancas, comprei mta coisa em sebos a partir de 95 e notei q queda brusca de qualidade até na impressão dos formatinhos da Abril (q bom seria se tivessem mantido aquela lombadinha colorida até o fim)!

      E legal vc ter conhecido o "Submundo" na época da explosão da Salvat... Admito q foi a Salvat q ajudou a alavancar o blog aqui, qdo fui um dos primeiros a publicar a LISTA completa da coleção q tava saindo na Inglaterra e Alemanha (passei trabalho pra identificar alguns títulos em alemão, kkk). Essas listagens q eu postei lá por 2012 e 2013 é q deram mais visibilidade pro "subs", rs!

      E não se desculpe pelo "desabafo", pois é o q eu mais tenho feito aqui, hahaha... É bom, pq a gente se identifica com os problemas uns dos outros, rs!

      Abs!

      Excluir
    3. "os grampos substituiram a lombadinha em janeiro de 1987... 3 anos antes do Collor assumir em janeiro de 1990"


      Pô, eu não lembrava q fazia tanto tempo assim... Achei q fosse coisa dos anos 90 tbm!

      Seja como for, nunca vou esquecer qdo voltei a comprar gibis em 95... e me deparei com aquelas tabelinhas nas bancas (os gibis não tinham mais preço, mas sim um código q o dono da banca tinha q calcular, rs)!

      Abs!

      Excluir
  44. Grande Leo, ressuscitando este post mais antigo... Acabei de comprar no jornaleiro aqui do mercado e devorei o Hellblazer: Love Street + Livros de Magia.

    Fui procurar seus comentários sobre a obra,as infelizmente, vi que deixou passar. Se der, corte outra coisa e pega esse gibi. Vale a pena. É John Constantine raiz, sem as (censurado) que inventaram depois e com participações de alguns personagens que o Neil Gaiman criou Sandman. Igual a você, sempre quis ler esse material e achei bem bacana.

    Como os desenhos são meios feios e tem bastante texto, eu acho ruim ler via scan, só consigo ler esse material clássico Vertigo físico mesmo. Daí tive que comprar e não me arrependo. Não chega o nível da fase do Garyh Ennis, mas é muito bom sim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Guilherme... blz?

      Valeu pela dica, amigo... Bom saber q a HQ ainda é sobre o bom e velho constantine (sem as *censurado* q inventaram depois, hehe)!

      Mas se eu conseguir uma repescagem dessa edição, será somente no 2º semestre: Pois já fiz o meu LISTÃO de gibis até junho e não cabe mais nada, rs!

      O problema todo são os TIJOLÕES q vem pela frente e q me interessam bastante:

      -TEX OMNIBUS
      -FANTASMA OMNIBUS
      -Juíz Dredd OMNIBUS
      -Hitman
      -Justiceiro (Marvel Knights)!
      -As Tiras do Aranha 3

      Fora os encadernadinhos "econômicos" até lá... Mas vamos ver, incluí esse "constantine" na lista de novo e vou torcer pra uma nova oportunidade com essa edição!

      Abs!

      Excluir

POR FAVOR, LEIA ANTES de POSTAR:

O "Submundo-HQ" é um blog que preza a amizade e a boa convivência entre os usuários... Assim, NÃO serão aceitos por aqui comentários que incluam:

1) Ofensas pessoais e falta de respeito em geral!
2) Manifestações e militâncias POLÍTICAS (de qq tipo)!
3) SPAM e links de divulgação gratuita de compra/venda de HQs!

Obrigado, e seja sempre bem-vindo ao "Submundo"...

Até+

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...