21/01/2020

Drops de Notícias (Parte 2): "Marvelocity", "A Queda do Morcego", "Paladinos Marvel", e Mais...

Nesta 2º parte do "Drops de Notícias"... LIVROS e gibis se misturam, numa perfeita composição onde o assunto são os clássicos dos quadrinhos e os grandes mestres de ontem e hoje: Alex Ross, Jack Kirby, Steve Ditko, e personagens marcantes dos anos 70 - "Luke Cage" e "Punho de Ferro":

"Marvelocity" (de Alex Ross), "Jack Kirby - O Criador de Deuses" e "O Incrível Steve Ditko" (LIVROS de Roberto Guedes), "Paladinos Marvel" Vol. 10-11 ("Luke Cage" e "Punho de Ferro"), "Cap. América - Novas Ordens Mundiais" (de Ed Brubaker), "Batman - A Queda do Morcego" (Deagostini), "Batman NOIR - Eduardo Risso", "Conan - O Trono da Aquilônia/Os Hinos dos Mortos", e a "Espada Selvagem de Conan" 2!

Confira abaixo:

"Marvelocity" (de Alex Ross): Um verdadeiro deleite pra fãs de Alex Ross (Marvels, Reino do Amanhã), o LIVRO (IMPORTADO) traz uma seleção de artes e capas de HQs produzidas por Ross, com personagens tipo: "Homem de Ferro", "Cap. América", "Pantera Negra", "Vingadores", "X-Men", "Dr. Estranho", e "4F" (entre outros igualmente celebrados nesta edição). A publicação ainda terá uma história INÉDITA do "Homem-Aranha" enfrentando o "Sexteto Sinistro", escrita por Ross. O encadernado ficou bem encorpado e imponente em todos os sentidos: Capa-dura, formatão, 312 pág, e custa R$ 183 (parcelados em 6X de R$ 30 sem juros e com frete incluso pela Amazon). Fazia tempo que eu estava pra comprar esta edição (recebi ela hoje - é espetacular ao vivo), e recomendo (pra quem tiver interesse) essa condição parcelada (em 6 vezes) - Aproveitem, pois esse material dificilmente sairá no Brasil (art books não costumam ter uma tradição de boas vendas por aqui, o que é lamentável)! 

"Jack Kirby - O Criador de Deuses" + "O Incrível Steve Ditko" (LIVROS de Roberto Guedes): 2 obras indispensáveis sobre 2 dos maiores criadores de super-heróis. O autor já havia escrito outros livros teóricos (recheados de imagens e muita pesquisa) abordando o tema dos quadrinhos: "A Era de Bronze dos Super-Heróis" (HQM), "A Saga dos Super-Heróis Brasileiros" (Ópera Graphica), e "Stan Lee - O Reinventor dos Super-Heróis" (Kalaco), entre outros. Agora, Kirby e Ditko são os astros dessas 2 novas obras, que desvendam segredos e curiosidades sobre esses verdadeiros (e saudosos) monstros das HQs. O livro do Kirby (O Criador de Deuses) está com preço promocional na Comix (de R$ 49,90 por R$ 19,90) e tem uma capa EXCLUSIVA (imagem acima) da loja Comix (diferente da versão vendida em outros sites). Já o livro do Ditko é lançamento mais recente e tá sendo vendido por R$ 54,90. Ambos de leitura agradável e rica em informações!

"Paladinos Marvel" Vol. 10-11 ("Luke Cage" e "Punho de Ferro"): Demorou (a linha CHM tem sofrido com atrasos constantes), mas 2 novas edições dos "Paladinos" chegam às bancas. Na do "Luke Cage": Entre o surgimento de novos e inusitados vilões como "Quemistro" e "Señor Suerte", o Herói de Aluguel se vê ameaçado por sombras de seu passado na violenta prisão Seagate. Material publicado em: "Luke Cage" 10-16 e "Amazing Spider-Man" 123 (repetéco que saiu na "CHM do Aranha" Vol. 8)! Já na edição do "Punho de Ferro", Colleen Wing é sequestrada, e Daniel Rand precisará varrer o mundo à procura da amiga. Esse é o desenrolar da fase de Chris Claremont & John BYRNE (X-Men: A Fênix Negra), sucesso nos tempos de "Heróis da TV" (da Abril). Publicado em: "Marvel Premiere" 23-25 e "Iron Fist" 2-7 (repetéco da Salvat capa-preta: Inclusive com a mesma CAPA). 2 edições bem anos 70, rs!

"Batman - A Queda do Morcego" (Deagostini) + "Batman NOIR - Eduardo Risso": Essa, muitos leitores vem pedindo há tempos: "A Queda do Morcego"... E ela virá em DOSE DUPLA (em 2 versões diferentes: Uma pela Deagostini e outra pela Panini - que logo estará à venda também). A Deagostini saiu na frente, e lançou o "Prólogo" da saga (bastante extensa: Prevista pra uns 6 Vol. na Deagostini e 3 na Panini - provavelmente 3 TIJOLÕES, quem sabe)? O Cavaleiro das Trevas descobre a existência de um anjo vingador moderno, o misterioso assassino "Azrael". Perto de seu colapso físico, Batman também enfrenta uma nova ameaça - vindo da longínqua ilha de Santa Prisca, um gênio do mal com força monstruosa chega para tomar sua coroa: "Bane" (Publicado em: "Sword of Azrael" 1-4, "Batman 488", e "Vengeance of Bane" 1)! E a linha "NOIR" traz uma edição dedicada à Eduardo Risso, com roteiros de Brian Azzarello (a mesma dupla de "100 Balas"): Com 224 pág (R$ 75)!

"Cap. América - Novas Ordens Mundiais" (de Ed Brubaker): O selo "Marvel Deluxe" se aproxima do FIM, por ter cumprido sua premissa de publicar o melhor da Marvel entre os anos 2002 a 2015 (antes da "Nova Marvel", que já tem coleção em selo próprio - de lombada branca). Aqui, o "Cap. América" tem de desvendar quem está por trás da máscara de "Flagelo". Depois, ataques coordenados em vários pontos estratégicos dos EUA, combinados com ataques à imagem pública do herói bandeiroso por meio de transmissões televisivas sensacionalistas, ameaçam a nação. Um grupo que se autodenomina "Discordianos" (ô nomezinho mequetrefe, hein)? reclama a autoria dos ataques, mas algo maior parece estar por trás das sombras. Capa-dura, 200 pág, R$ 71!

"Conan - O Trono da Aquilônia/Os Hinos dos Mortos" + "A Espada Selvagem de Conan" 2: DOSE DUPLA de barbaridades... Atravessando a famigerada Estrada dos Reis em busca de aventuras no Oceano Ocidental, Conan visita pela 1º vez a Aquilônia. Roy Thomas - o lendário escritor que verteu pros quadrinhos o bárbaro aventureiro criado por Robert E. Howard - finaliza a saga em 12 capítulos que marcou seu retorno triunfal aos roteiros do Gigante de Bronze. Em seguida, a Mythos completa a edição com "Os Hinos dos Mortos", saga macabra de Joe R. Lansdale e Timothy Truman (Jonah Hex). Capa-dura, 292 pág, R$ 99,90! Já a edição fininha da "Espada", chega ao nº 2 (com bela capa de Alex Ross - ELE de novo, rs): O 2º título bimestral do bárbaro, trazendo uma aventura recheada de perigos e feitiçaria pelas mãos de Gerry Duggan (Deadpool) e Ron Garney (Cap. América)!

Até+

110 comentários:

  1. E aí, leo, beleza?

    MARVELOCITY eu comprei numa oferta relâmpago da Amazon a 96 reais. E valeu cada centavo, porque o livro é grande e ricamente ilustrado. Parabéns pela aquisição.
    O Roberto Guedes até pode ser um bom escritor e tal, mas a gente não se dá por causa que ele acha que eu plagiei algo que ele escreveu na época do fórum Panini...assim não tenho como dar ibope a ele.
    Tá bem bom esse Batman do Morcego, nunca li a Espada de Azrael. Talvez eu pegue.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi essa oferta que não pude aproveitar... :(

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. E aí, Lierson... blz?

      Puxa, infelizmente eu perdi essa oferta q vc falou... Mas às vezes não adianta: se falta verba na hora da promoção, não tem o q fazer. Paguei quase o dobro disso, mas foi a oportunidade q surgiu (principalmente do parcelamento em 5x, q foi fundamental pra eu efetuar a compra)!

      Abs!

      Excluir
  2. E ae, LEO!
    Ótimo Drops!
    A Queda do Morcego eu tenho o volume 1 importado que compreende a primeira fase, e a que eu gosto e faço questão de ter, que vai até a derrota do Bane pelas mãos do Azrael. Vou ficar com ela.rs
    Esse Deluxe do Capitão América vou pular junto com no anterior, que eu peguei na Amazon e devolvi de tão ruim que achei. O Brubaker perdeu a mão nessa fase.
    Os demais títulos não tenho interesse.
    E o vol 12 do MKF nada, né?!
    Roberto Xavier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha o Capitão do Bruba é excelente, considero o resgate do Bucky de Soldado Invernal e sua redenção assumindo o posto de novo capitão como uma das melhores coisas já escritas nos comics, porém ele acabou criando um problema pra ele mesmo resolver, quando a Marvel não topou deixar o Rogers morto e o Bucky em seu lugar definitivamente ou pelo menos por um tempo maior até ele pular fora e a bomba estourar no colo de outro roteirista, como foi no caso do DD e a malfadada "Terra das Sombras".

      A volta do Steve foi pífia e me fez abandonar a série, mas eu teria recomprado até esse ponto, caso os valores tivessem sido mais acessíveis.

      Você pelo jeito foi num ponto mais além do que eu, Xavier.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. VAM!
      Parei na Deluxe "O Julgamento do Capitão América" e já acho ruim essa edição. O certo é ir até o "Renascimento" e parar por aí.
      Roberto Xavier

      Excluir
    3. E aí, Roberto... blz?

      Valeu por ter curtido este "drops"... Meu PC estragou semana passada (queimou a porra da fonte e levei dias pra conseguir achar outra q servisse no meu gabinete) e essa merda toda atrasou a "Parte 3" (q já estarei providenciando nas próximas horas: tão logo termine de responder os comentários abaixo, hehe)!

      A "Queda do Morcego" ainda vai dar o q falar... Principalmente qdo a panini anunciar a versão dela (q já sabemos q será em 3 partes) e começarem as comparações de mix e preços das 2 versões, rs!

      E a reta final do Brubaker foi bem mais fraca mesmo diante do começo (bem mais dinâmico e empolgante)... Acho q ele se perdeu mesmo qdo CHUPINHOU ideias do livro "Matadouro 5", pra explicar a ressurreição do caps. Ficou feio o plágio do livro, q o Brubaker tentou justificar como "homenagem" (só q essa não colou, rs)!

      Abs!

      Excluir
  3. Olá Leo! Feliz 2020!

    "Marvelocity" (de Alex Ross):

    Estou desejando esse art book tem mais de um ano. Mas pela atual cotação do dólar, devo demorar mais um pelo menos.

    O pior é que quando estava custando R$ 143,00 ele chegou a ser vendido por R$ 98,00 numa dessas ofertas do Amazon :(

    "Jack Kirby - O Criador de Deuses" + "O Incrível Steve Ditko":

    O Guedes foi bastante previdente nesses lançamentos, que acabou sendo o único livro sobre o Rei, publicado no Brasil, já que a tradução de "KING KIRBY" do Mark Evanier, pela editora do João Bidú, nunca saiu.

    E "Strange and Stranger: The World of Steve Ditko" então nem se fala, ninguém sequer se habilitou.

    "Paladinos Marvel" Vol. 10-11":

    Ilustra irada do Cage irado, eu inclusive teria isolado ela aumentando o máximo possível, sem fundo nenhum;

    Lamentável saber que essa caixa será a última, deixar de publicar praticamente a Fase Byrne inteira no Punho de Ferro, é um golpe covarde contra o leitor.

    "Batman - A Queda do Morcego" (Deagostini)":

    Seleção de histórias a muito desejadas pelos leitores e também muito difícil de ser encontrada em sebos. O destaque em minha opinião vai para a "Vingança de Bane" de Superpowers #32 - Abril um dos poucos bat-formatinhos que ainda guardo. Pois considero o melhor capítulo de toda a "A QUEDA".

    "Batman NOIR - Eduardo Risso":

    Desde o anúncio da primeira "NOIR" eu aguardava essa edição. Pra mim a única que se justifica, visto que a arte do Risso é que melhor explora o "chiaroscuro".

    Isso sem contar as tramas do Azzarello, todas de alto nível. Pelo menos as que eu li, a última delas um repeteco (todas são aliás) de Wednesday Comics não tive acesso (ainda).

    É uma edição para ler com soRISSO no rosto. Mas com desconto, é claro!

    "Cap. América - Novas Ordens Mundiais":

    A linha DeLuxe já vai tarde, inaugurou a era superfaturada da Panini. Pra quem esperava pelas republicações em capa cartão de arcos de mensais e mini-séries, foi um balde de água fria.

    Lembro que a última edição que comprei nesse formato foi "Vingadores - A QUEDA" logo depois foi a "traulitada" de Guerra Civil!

    E eu que esperava recomprar Capitão, Justiceiro, Homem de Ferro e Demolidor, tive que me contentar apenas como o DD. Cujo último volume, devo demorar um tempo pra pegar.

    "Conan - O Trono da Aquilônia/Os Hinos dos Mortos"

    A Mythos vai concluindo em passos de tartaruga essa série capa dura da Dark horse.

    Lembro que comprei o primeiro de todos, "A filha do Gigante de Gelo" ainda em capa cartão com orelhas, que foi abandonada pra tempos depois ser relançada nesse formato gourmet. Totalmente desnecessário, mas eu é que não sustentei essa iniciativa.

    "A Espada Selvagem de Conan - 2":

    Esse até me interessou, mas como o primeiro nem vi em bancas, meu completismo me forçou a deixar passar.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde você fala "previdente", eu falo "oportunista", Vam. Mas tá certo ele, conforme você disse, a falta de literatura desse quesito abre certas brechas.

      Excluir
    2. E aí, VAM... blz?

      Feliz 2020 (atrasado) pra vc tbm... pra mim, já começou BEM turbulento, mas tô mais confiante agora na nossa economia (do q estava há 2 ou 3 anos atrás) e acho q será um ano bastante promissor pra quem souber se organizar melhor financeiramente (não sei se vou conseguir, mas pelo menos vou tentar)!

      O "Marvelocity" já andou aparecendo por preços bem melhores, mas a condição em 5x já me facilitou bastante (ainda mais q tenho reduzido em outros gastos e a própria panini deve "ajudar" lançando menos coisas do meu interesse nesse 1º semestre)!

      Os livros do Roberto Guedes são todos excelentes (meu favorito é "A Era de Bronze", q saiu pela HQM)... Esse do Kirby é obrigatório pra fãs do REI (q é a minha situação, naturalmente). O do "Ditko" eu ainda não comprei (tô esperando alguma promoção). e o livro do "Stan Lee" vai ser relançado com atualizações (esse eu pretendo comprar tbm qdo sair de novo)!

      E lamentável mesmo o cancelamento da "Paladinos"... Sacanagem mesmo deixarem o "Punho" e o "Lunar" pela metade (justo as 2 melhores séries do mix)!

      Os do "Batman" eu vou pular todos... não me interessei pela "Queda" (q me remete à uma época pela qual eu tenho sérias ressalvas: os anos 90). Mas curti a do Risso, só q essa eu terei q pular pq entra na lista de "cortes" do mês!

      Abs!

      Excluir
  4. Oi Leo, como super fã do Ross tbm comprei Marvelocity. E ainda tenho Mythology, da DC, e A Arte Explosiva De Alex Ross, da Dynamite. Além, claro, de todos os álbuns pintados por ele. Gosto pouco do Ross??? kkkkkkk Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quanto a "Rough Justice: The DC Comics Sketches"?
      Você esqueceu de mencionar ou não tem ainda?

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Verdade, não tenho. Mas acho difícil comprar, já que são praticamente as mesmas artes de Mythology, só que no lápis.

      Excluir
    3. Olha eu tenho esses dois e não são praticamente as mesmas artes não.

      Tem vários projetos idealizados pelo Ross que não foram comprados pela DC.

      Essa aliás é a principal proposta da edição.

      Se você curte tanto o trabalho dele como fala, acredito que não irá se arrepender da aquisição.

      Também sou um admirador do trabalho dele, inclusive tenho até as primeiras edições Millenium da Wizard que foi a editora que primeiro coletou os trabalhos dele.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    4. Bem, se for assim, em algum momento vou adquirir. Valeu pela dica.

      Excluir
    5. Tem outro art book dele, bem interessante que é "Transformations: The Cabinet Card Paintings of Alex Gross".

      Onde ele pegou dezenas de fotografias do início do século passado e pintou personagens por cima, imagino que foi um passatempo, que acabou virando livro.

      Olha capa:
      https://images-na.ssl-images-amazon.com/images/I/61ZBx2SY5fL.jpg

      Essa capa é da edição mais recente (2019) tem uma de 2012 também em formato de pocket book.

      Eu também não tenho, estou esperando uma oportunidade.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    6. Gross?!!!
      Ah... ese corretor #$@!

      Excluir
    7. E aí, Marco Antonio... blz?

      Hahaha, e eu q me achava fã do Ross: Perdi feio pra vc, rs... Me arrependo até hj de ter pedido o "DC Mytholgy" e a "Arte Explosiva" da Dynamite (q inclusive, chegou a sair no Brasil há alguns anos atrás)!

      Abs!

      Excluir
    8. "E quanto a "Rough Justice: The DC Comics Sketches"?"


      Opa... Valeu mesmo pela dica, VAM:

      Esse eu não conhecia, mas já anotei pra uma futura (quem sabe) repescagem...

      Abs!

      Excluir
  5. Q saco essa Panini repetir o Punho de Ferro da Salvat!! agora a eterna dupla comprar ou não comprar???? Se compra deixa a coleção completa mas com coisa repetida (dinheiro não dá em árvore) Se não compra, a consciência fica acusando que falta coisa na caixinha.... êta vida difícil!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha... Complicado mesmo, hein?

      Mas essas dúvidas e dilemas do colecionismo tem sido cada vez mais frequentes diante de tantos repetécos q vemos por aí (e olha q até diminuiu um pouco com a queda da Salvat - mas mesmo assim: tem mta coisa repetida sendo lançada e relançada)!

      Abs!

      Excluir
  6. Blz, Leo?

    Livros interessantes esses, não sou de comprar livros sobre o universo das hqs, mas achei esses interessantes.

    A Queda do morcego infelizmente vai vir pra cá bem fatiada mesmo, acho ainda que a pior versão será a da Panini. O inicio da derrocada mental do Batman vai faltar em ambas. Não sei se compro, provavelmente não, apesar de gostar dessa saga.

    O formato Deluxe que se dane, já vai pro saco tarde! Hqs caras e exageradas. Fico contente que tenha se fodido, voce ainda acha boa parte das hqs nesse formato pra venda e com preços em queda livre.

    Paladinos Marvel chegou ao seu fim, e de forma amarga. Não trouxe Justiceiro (com uma desculpa ridicula usada), e ainda por cima vai trazer Punho de ferro de forma mais tosca possivel (repetindo o que a Salvat fez, mas na da Salvat vem o vol 1 senão me engano). Falta tão pouco pra completar Punho a fase Claremont/Byrne, pq não lançar os numeros restantes? Sinceramente não sei pra que lançar essa edição ai. Não ter a fase do Punho completa é como ver um filme sem sua continuidade, pois a fase inteira mostra a preparação pro combate entre o Punho e o Serpente de aço. Quem quiser comprar as lançadas mesmo assim, recomendo ir atras de Grandes Encontros Homem Aranha do Claremont/Byrne Pela Salvat, pois ao menos vai ver o combate final. Como a hq foi cancelada na época, eles acabaram contando o embate final nessa hq (uma espécie de Brave and Bold do Aranha). Pelo menos vai ter o inicio da saga (que mostra os planos do Serpente) e seu final. Devo fazer isso. Parece a escolha que a Panini vai deixar. A editora vira e mexe faz isso, lança o material e fica sem trazer seu final, fizeram isso com o Arqueiro Verde Novos 52 do Lemire (cadê o ultimo encadernado)?

    E detalhe, foi dito pela Panini que 4 mundo do Kirby não tá prometido os outros volumes da saga. Eles vão ver se os 4 volumes que sairam vendeu bem antes. Ou seja, quem comprou ate o momento pode ficar sem o restante da saga. É a nova politica da Panini, ou será velha? Voce compra sem saber se vai chegar ao fim.

    Esse material do Batman com desenhos do Risso é excelente, vou tentar comprar, apesar de ja ter quase todas essas historias.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Curiosamente SE alguém se interessar em comprar "Cidade Castiga" ou "Cavaleiro da Vingança" usados terá que desembolsar mais grana do que a pedida pela Panini por esse NOIR, Camus.

      A especulação tá forte!

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Camus, sobre o "golpe baixo" no Punho de Ferro, quem sabe uma edição avulsa não possa ser lançada, a exemplo de "Torneio de Campeões"?

      Tudo vai depender do barulho que os leitores fizerem no Face da editora.

      Mas no caso do DaLua, falta tanta coisa que precisariam lançar uma caixa só pra ele. Daí já acho mais difícil.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Sobre cidade castigada, etc lançada antes pela Panini ser mais cara do que essa versão noir, mesmo usada, acho que é devido ao sumiço delas no mercado mesmo. Fora que é colorido né. Eu tenho em formato normal.

      Quanto ao Punho de Ferro...creio que o leitor geral ta nem ligando. Ou então teria vendido bem. Acho que a coleção Paladinos foi um fracasso geral, pois só o que vendeu bem foi o Cavaleiro da lua e o Demolidor. Talvez se tivessem deixado o Justiceiro e entrassem na fase Potts/Lee o titulo daria mais certo, mas preferiram ignorar o Justiceiro e usando uma desculpa tosca pra tira-lo da coleção. O Punho de ferro ao que parece não tem um publico bom aqui. Eu tenho só a fase Brubaker, mas devo fazer o que citei acima pegar o que saiu mesmo e comprar a hq dos encontros do Aranha, só pra ter o embate final da saga.

      Abraço!

      Excluir
    4. Olha não deve estar mesmo, senão manteriam.

      Mas da forma que a coleção Paladinos foi montada, também acabou contribuindo. Colocar o Justiceiro somente numa única edição, se mostrou um erro.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    5. E aí, Camus... blz?

      Esses LIVROS são todos mto bons sim... Eu gosto de livros teóricos sobre HQs (tenho vários na estante), e de preferência q tenham MTAS imagens (como é o caso de todos os citados na matéria)!

      E, putz... mesmo com 6 edições pra saga da "Queda", ainda vai ficar faltando coisa importante? Aí fica ruim a meu ver (mas enfim, essa eu vou passar de qq forma)!

      A "Paladinos" era (na minha opinião) uma das melhores CHMs: Eu adorava esse mix de vigilantes urbanos... Mas a incompetência da panini enterrou mais essa pelo visto (uma pena). O nº 1 do "Punho" saiu na CHM q trazia ele e o Luke Cage na capa (foi o Vol. 2 da coleção no geral)!

      O lance do "4º Mundo" é papo de estagiário da pág do face, rs... Todas as linhas de clássicos (CHM e Lendas) vão pra "reavaliação" e devem retornar ao longo do ano. Acredito q continuem as séries já iniciadas (4º Mundo e Liguinha), só não se sabe qto tempo vão levar nessa punhetação "estratégica", rs!

      Abs!

      Excluir
    6. "Mas da forma que a coleção Paladinos foi montada, também acabou contribuindo. Colocar o Justiceiro somente numa única edição, se mostrou um erro."


      Oi, VAM... blz?

      A panini cagou feio na seleção da "Paladinos" mesmo... Retalharam demais o "Demolidor" (histórias mto salteadas e fora de ordem). Inverteram a ordem do "Punho" (a origem dele saiu na 2º caixa). E jogaram o "Justiceiro" pra escanteio!

      Até entendo q o "Justiceiro" é mais ANOS 90, o q descaracterizaria a linha CHM (q tem como critério ir até meados dos anos 80)... Mas podiam ter aberto uma EXCEÇÃO nesse caso, ainda mais com a série de TV do Castle bombando na época em q saiu a "Paladinos"!

      Abs!

      Excluir
  7. Salve Léo

    É um belo livro esse Marvelocity. Ah se meu dinheiro desse...

    Esses livros do Roberto Guedes também me interessam bastante. Acompanhei ele na fase clássica da revista Mundo dos Super-Heróis e sempre gostei dos seus textos. O trabalho de pesquisa sempre é muito bem feito e de fácil leitura. E se não temos um mercado de artbooks, pelo menos estamos engatinhando nas biografias.

    Paladinos é cofre, embora eu não goste do formato de uma edição dedicada a cada herói. Demolidor, e acredito que o Cavaleiro da Lua também, seguraria uma coleção solo. Poderiam fazer Paladinos apenas com o Luke e Punho dividindo, já que as hqs deles culminaram na parceria após a fase solo. E que lambança essa de repetir história do Luke com o Teioso.

    Outra lambança é a mania infeliz da Panini enfiar frases em tudo que é capa. Essa do Conan foi de lascar... e na original não tem nada dessa palhaçada https://marvel.fandom.com/wiki/Savage_Sword_of_Conan_Vol_2
    Vou pedir a Crom é que decapite quem faz essas mutilações...

    A Queda do Morcego acho superestimada. Ela começa bem, mas depois dá uma desandada. Talvez encare se vier com um preço bom (o que deve ser bem difícil se for mesmo um tijolão). Não comprei muito a ideia do "Batman xerox", mas acho que essa edição do Risso deve ser de longe a melhor. A arte dele fica fantástica em P&B.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desanda tanto que ao chegar naquele final esdrúxulo, faz a gente se arrepender de ter acompanhado ela por meses seguidos.

      Pelo menos agora, pra quem nunca leu antes, consumindo de uma vez só ou em três no máximo, acabe achando até mediana, visto tudo aquilo já saiu de pior depois.

      Eu tô fora. Pra mim uma vez foi suficiente.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. VAM!
      A Queda do Morcego é muito extensa e se perde após o Azrael derrotar o Bane, mas mesmo assim gostaria de ter toda a saga. Mas pelo valor cobrado e a versão com cortes não anima tal investimento.
      Roberto Xavier

      Excluir
    3. Concordo, Vam! O começo foi promissor, com o "jogo de xadrez" entre Bane e Batman, forçando todos os limites do Morcego. Mas quando o Azrael assume o manto (numa decisão pífia, já que o Grayson deveria ser o substituto natural do Morcego) degringola. Da ridícula armadura hi-tech à vitória fácil contra o Bane e sem esquecer da cura milagrosa e recuperação relâmpago do Bruce. Se eu pegar, ficarei apenas com o comecinho.

      Excluir
    4. A decisão foi intencional. A DC propositalmente fez o Batman ser substituído por um desagradável Azrael porque queria acabar com as demandas por um Batman "mais violento" que surgiram no rescaldo de Cavaleiro das Trevas. E funcionou!

      Foi tudo feito de propósito para esse resultado. A decisão não foi pífia, foi inteligente e bem pensada.

      Excluir
    5. Luiz no caso do Grayson, concordo com o Hunter, mesmo sem saber dos motivos mercadológicos por trás da decisão.

      SE ele assumisse o manto, não haveria tensão nem expectativa nenhuma pela volta do Bruce e o seu inevitável confronto com um Jean Paul cada vez mais descontrolado.

      Já em relação a "cura" nem falo nada.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    6. Nesse caso, Hunter, há duas análises a serem feitas: a comercial e a editorial.
      Do ponto de vista comercial, realmente foi um sucesso, já que atendeu a demanda, especialmente da "geração Image" (que pedia violência e adorava um uniforme espalhafatoso...) e aumentou as vendas na época.
      Já no editorial, que gerou uma trama um tanto controversa e que divide os leitores à respeito de sua qualidade. Muita gente gosta do começo, porém, são poucos que gostam do final.

      Excluir
    7. Mas ela foi feita INTENCIONALMENTE para que os leitores ficassem putos com o Azrael e quisessem o Bruce de volta a qualquer custo. Nesse ponto foi um sucesso absoluto!

      Excluir
    8. Nesse caso, Hunter, os engravatados da DC foram mais do que geniais, já que passaram 25 anos e eu estou puto até agora kkkkkkkkk

      Excluir
    9. Essa foi planejada e aprovada desde os graúdos do editorial até as equipes criativas como uma história ruim. É surreal!

      Excluir
    10. Em se tratando de sucesso é interessante notar que o Azrael cair no gosto de muitos leitores, visto que ao invés de morrer no final da "Queda" ganhou título próprio com quase 100 edições publicadas e numa época onde pra se manter, os patamares de vendas eram bem maiores que os atuais.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    11. E aí, Luiz... blz?

      Antigamente a gente tinha aquela impressão de q livro teórico (mesmo sobre quadrinhos) tinha q q ser só textão, sem imagens, e linguagem culta/formal... Mas não é bem assim, e os livros do Roberto Guedes seguem um caminho contrário à esse:

      São de fácil e agradável leitura, possuem uma linguagem informal (são como se fossem uma matéria bem escrita num blog, por exemplo) e são recheados de imagens (capas e desenhos de gibis clássicos a cada pág dos livros). A leitura flui q é uma beleza, as imagens acompanham o texto (cheios de pesquisa e curiosidades) e nos fazem querer ler de novo os livros logo q acaba!

      Concordo contigo tbm... sobre a "Paladinos": Tbm acho q o "demo" e "lunar" poderiam segurar coleções próprias. Inclusive, o "demo" tem uma porrada de HQs de sua fase pré-Miller q ainda permanecem inéditas no Brasil. Enquanto o "lunar" tem material q saiu em revista magazine q poderia ser incluído junto com a regular de linha numa CHM!

      Hahaha... Chamadinha cretina nessa capa do "conan" mesmo, hein? E sem necessidade nenhuma, já q a original não tem nada disso!

      E "Batman xerox" foi ótima, kkk... me lembra duma fase em q eu tirava xerox P&B de gibis pra montar meus próprios encadernados (ficava mal-feito, mas a ideia era boa se bem executada, rs)!

      Abs!

      Excluir
    12. "Mas ela foi feita INTENCIONALMENTE para que os leitores ficassem putos com o Azrael e quisessem o Bruce de volta a qualquer custo. Nesse ponto foi um sucesso absoluto!"


      Oi, Hunter... blz?

      O "Azrael" é um personagem tão odioso... q até mesmo em sua participação/adaptação pra série de TV "Gotham", a gente fica torcendo pra ele morrer logo e sair de cena, rs (o q - graças a deus - na série de TV não passa de 1 ou 2 episódios, kkk)!

      Abs!

      Excluir
  8. A grande duvida e caso aconteça, MAIS UMA COVARDIA da Panini com o leitor, é se a panini vai publicar o resto. Do material do Byrne do punho. Essa fase maravilhosa sempre ficou incompleta e espalhada entre a bloch e a abril, e mais uma edicao apenas fechava essa lacuna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um pensamento maluco que me ocorreu é que já que a editora tinha como definido o cancelamento de Paladinos, poderiam ter ignorado essa sequência de histórias e dar sequência de onde a Salvat parou.

      É claro que haveriam reclamações, mas será que a insatisfação geral seria igual?

      A procura pela edição da Salvat aumentaria, mas fazendo isso a Panini daria um alento pra quem ela não quer como concorrente.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. A Panini prefere reiniciar as próprias coleções ao invés de dar continuidade, imagina continuar de onde outra parou?
      Roberto Xavier

      Excluir
    3. Por isso falei que era maluco.

      Uma empresa teria que ter uma afeição muito grande pelo seu consumidor a ponto de ter uma atitude altruísta dessas.

      Acho que ela foi no seu limite publicando a 2¤ BHM do Surfista quase 10 anos depois da primeira.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    4. Se bem que estou sendo leviano agora, a Panini também agiu como "parceira do leitor" em outras três oportunidades Xavier:

      Com Preacher;TWD e agora Disney.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    5. Vam!, apesar de parecer maluco, por incrível que pareça, eles já fizeram algo parecido. Quando a Salvat publicou Quarteto Fantástico: Inconcebível e Ações Autoritárias, a Panini completou o run do Waid, publicando "Imaginautas", que abriu essa fase.

      Excluir
    6. E aí, Barbozai... blz?

      Bem lembrado, realmente: Apenas mais 1 edição da CHM (apertando 8 histórias num único vol - já q a revista do "punho" foi até o nº 15 nos EUA)... fecharia a fase Byrne (q eu tenho incompleta nos formatinhos de HTV)!

      Curiosamente, uma das edições q eu não tenho e q merecia ser republicada é a da 1º aparição do "Dentes-de-Sabre" (q depois foi remanejado pros gibis mutantes e virou o maior inimigo do "Wolverine" - mas ele surgiu aqui, na revista do "punho"):

      https://d1466nnw0ex81e.cloudfront.net/n_iv/600/671307.jpg

      Abs!

      Excluir
    7. "Um pensamento maluco que me ocorreu é que já que a editora tinha como definido o cancelamento de Paladinos, poderiam ter ignorado essa sequência de histórias e dar sequência de onde a Salvat parou."


      Bem observado, VAM...

      A edição da Salvat é fácil de achar (ainda mais nesses encalhes de 20 pila)... e já q a "Paladinos" ia pro saco mesmo, era de se cogitar fechar a série do "punho" nessa edição FINAL da coleção, né?

      Mas como vc mesmo sugeriu num outro comentário mais acima... uma ediçãozinha separada/avulsa ao estilo "Torneio de Campeões": já resolveria o problema (vai da boa-vontade da editora, rs)!

      Abs!

      Excluir
  9. Oi, Leo! Belezinha??

    Parabéns pela aquisição do lindíssimo Marvelocity!!!!! Vou pegar esse tijolão mais para a frente, quem sabe numa "Black Friday" do ano por menos de 100 pilas!!rs).

    Essas duas edições dos Paladinos, eu vou pular, já tenho o Punho de Ferro do Byrne pela Salvat, e o Luke Cage não curto muito. Fico só com o Demo e o Cavaleiro da "Rua", ops, Lua! Kkkk

    Quanto a fase do Capitão América do selo Deluxe... Confesso que estou bem atrasado com as aquisições e preciso colocá-las em dia, o último que comprei foi Ameaça Vermelha kkkk. Essa fase é muito boa!!

    Veremos qual versão será a mais vantajosa quanto a Queda do Morcego ("Enganomoss ou Pirinini")rsrs

    Bela capa essa do "Espetacular Steve Ditko"!! Hehe

    Abração!!
    Leonardo Goulart

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Leo... blz?

      Te recomendo mesmo esse "Marvelocity"... No fim das contas, foi a melhor aquisição q fiz nos últimos meses, rs!

      Só cuide a estabilidade do dólar até a próxima "Black Fraude": pra não ter risco de encarecer demais a edição pela cotação da moeda gringa (mas eu espero q se mantenha nos 4 reais até lá)!

      hahaha... Cavaleiro da "Rua" foi FÓDA: A pirinini consegue cagar na revisão logo na contra-capa da revista, kkk!

      E falta bastante coisa pra botar em dia das Deluxe do capitão, hein? A "Ameaça Vermelha" é o 2º encadernado... No fim das contas, eu acabei não fazendo essa coleção: Até gostaria, mas sempre botei outras prioridades (mais clássicas) na frente. Seja como for, li em scans ao menos!

      No mais... qdo sair a versão paninesca, eu voltarei ao tema "Queda do Morcego" aqui no blog (provavelmente nuam matéria só pra isso - e comparando as 2 versões, hehe)!

      Abs!

      Excluir
    2. "provavelmente nuam matéria só pra isso"


      "NUMA"... é só falar na panini q eu começo a escrever errado tbm, kkk!

      Abs!

      Excluir
  10. O Selo Marvel Deluxe acabou ou foi cancelado? Não tá faltando coisa pra cassete pra publicar? Como os X-Men e Thunberbolts?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demolidor tbm, ficou faltando "terra das sombras" que apesar de não gostar, acredito que essa fase ainda não é "nova Marvel" e da forma que acabou em "o retorno do rei" da deluxe deixa a história incompleta

      Excluir
    2. Essa fase o Levi falou tem bastante tempo que não seria republicada devido a rejeição na época das mensais.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    3. Essa fase e ruim mesmo, mas fecharia bem essa fase no deluxe, principalmente na subestimada história "demolidor renascido" que fecha o arco do diggle e abre pra nova fase Mark waid ( se não me engano a do waid já e nova Marvel)

      Excluir
    4. Pra viabilizar somente se publicassem um DeLuxe reunindo "Terra das Sombras e Renascido", porém se não é viável como DeLuxe quem sabe num formato mais camarada, como tem saído o DD atual, desde o reinício do Waid, que é Nova Marvel mesmo.

      Mesmo sendo pouco provável seria o único jeito, agora que a DeLuxe foi pro saco.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    5. As Marvel Deluxe do Demolidor peguei os quatro primeiros, o último foi Demônio do Pavilhão D. Falta os dois últimos para completar o que saiu até agora. Já estava na dúvida de pegar esses dois agora com os comentários aqui de que a fase Brubaker não fecha fica difícil continuar.
      Roberto Xavier

      Excluir
    6. Da fase Bendis, estão faltando 2 encadernados pra mim ainda: O Rei da Cozinha do Inferno e Demônio do Pavilhão. Decálogo peguei numa feirinha daqui, mas não encontrei outros volumes infelizmente. O jeito é aguardar chegar mais edições na Amazon,pois só vejo lojas terceirizadas cobrando os olhos da cara!rs

      Terra das Sombras eu resolvi arriscar e pegar a versão da Salvat na época, acho uma história razoável, nada de excepcional, pórem é bem interessante ver o Demo sob a perspectiva de um vilão (uma espécie de "What If...?",hehe) sem falar nas participações do Motóca, Justiceiro,Aranha,Cavaleiro da Lua,etc.rs

      Abs!

      Excluir
    7. Demônio do Pavilhão está com um preço muito bom na loja da Panini, tão pedindo menos do que R$ 70,00.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    8. Esse "Terra das Sombras" da Salvat é apenas o encerramento, teve edições fazendo a ligação do final da Fase Brubaker e esse evento.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    9. Xavier, a Fase termina com um gancho espetacular, num final impensável. Independente de sua continuação por outro roteirista não ter agradado, vale muito a pena. Não desanime.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    10. VAM!
      Estão na lista de desejos da Amazon. Quando estiver por um bom preço arrico. Sou o tipo de colecionador que tem tique com coleção incompleta. rs. Costumo completar e se não gosto me desfaço por completo. Aprendi que é melhor assim. Fiz isso com ZDM, Sweet Tooth, 100 Balas, Planetary, Authority entre outras. Leio de uma vez e depois avalio se vale a pena manter na coleção.
      Valeu.
      Roberto Xavier

      Excluir
    11. O selo Marvel Deluxe (segundo a editora) foi criado pra publicar algumas (não todas) das principais sagas e fases da Marvel no período de 2005 a 2015 (antes do surgimento da "Nova Marvel")!

      O selo Deluxe não tem como proposta publicar TUDO desse período... e sim, apenas títulos "selecionados"!

      Abs!

      Excluir
    12. "Demolidor - Terra das Sombras" é ruim demais...

      Nesse ponto eu até concordo q NÃO deveria ser publicado mesmo: Até pq, já saiu pela Salvat (tá por 20 pila nos encalhes) e é um material q nem de longe mereceria acabamento luxuoso, rs!

      Abs!

      Excluir
    13. "Já estava na dúvida de pegar esses dois agora com os comentários aqui de que a fase Brubaker não fecha fica difícil continuar."


      E aí, Roberto... blz?

      A fase Bendis tbm "não fecha"... ela termina em aberto e é emendada na fase Brubaker!

      Da mesma forma, a do Brubaker tbm não fecha... e continua em "Terra das Sombras" (q é uma porcaria, rs)!

      Abs!

      Excluir
    14. "Leio de uma vez e depois avalio se vale a pena manter na coleção."


      Eu faço assim tbm, Roberto...

      Atiro 1º e pergunto depois, kkk... Digo, eu vou comprando aquilo q eu posso ou q eu "acho" q seja bom: depois eu leio e avalio se mantenho na estante ou se passo adiante!

      Abs!

      Excluir
    15. "Esse "Terra das Sombras" da Salvat é apenas o encerramento, teve edições fazendo a ligação do final da Fase Brubaker e esse evento."


      Oi, VAM... Dessa eu não lembrava:

      Sei q "Terra das Sombras" divide opiniões às vezes (há quem ache "ruim" - é o meu caso - mas tbm há quem ache "razoável" ou "boa" tbm: vai do gosto do freguês)!

      Seja como for, a panini não pretende arriscar de novo... e ela já deve ter tido uma amostragem das vendas e da repercussão na época em q saiu pela 1º vez!

      Abs!

      Excluir
  11. Fala Léo! Quanto a queda do morcego, quero informar que tem um canal do YouTube chamado "caverna do morcego" lá vocês irão encontrar tudo sobre queda do morcego detalhadamente quanto as publicações da antiga abril, da Panini e da deagostini!!! Tanto e que ele fala que a deagostini está mais completa, pois a da Panini está faltando "a busca" (onde o batman recupera os movimentos da perna) então vale uma conferida!! Att
    Vinícius

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, detalha bastante os 2 futuros lançamentos (Panini e Eaglemoss) de "A Queda do Morcego".

      Excluir
    2. E aí, Vinícius... blz?

      Valeu pela dica... Fica aí a sugestão então pra quem tiver na dúvida entre Deagostini X Panini!

      Abs!

      Excluir
  12. Caro Léo: duas dúvidas relacionadas com essa sua última mensagem no blog.

    1) Existem outras capas de Marvelocity com diversos personagens (Homem-Aranha, Hulk, ...). Trata-se de livros diferentes ou são apenas variações da capa de um mesmo livro?

    2) Tem um outro livro chamado Mythology do mesmo autor, mesma editora, mas com personagens da DC. Esse Mythology seria uma espécie de versão DC desse livro da Marvel? Ou seja, são livros equivalentes ou muito parecidos um com o outro, mudando apenas os personagens?

    Agradeço antecipadamente pela sua resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lenimar... Tdo bem?

      Desculpe a demora em responder, mas meu PC estragou (queimou a fonte) e tive dificuldades em encontrar uma fonte compatível com o meu gabinete (q é uma carroça arcaica, rs). Mas agora q tá tudo resolvido, vamos lá:

      1) A capa de "Marvelocity" se desdobra em umas 10 capas diferentes (é uma sobrecapa desdobrável - um belíssimo trabalho gráfico, diga-se de passagem). No LINK abaixo tem um vídeo de um cara mostrando a edição por dentro e desdobrando as capas (vale uma conferida):

      https://www.youtube.com/watch?v=C4vBuYs81ao

      2) E sim, o "Marvelocity" é uma espécie de resposta Marvel pra versão de "Mythology" da DC... São edições mto parecidas só q uma pra cada editora. Infelizmente, eu não tenho essa da DC, pois ela saiu há mtos anos atrás e o preço anda meio superfaturado (isso qdo se encontra a edição disponível). Mas se um dia relançarem eu compro certo (adoro as versões do Ross pros heróis da DC tbm)!

      Abs!

      Excluir
  13. fala, Léo!

    Livraço! Realmente, merecidos elogios para Marvelocity, que comprei há cerca de 01 ano, pela Amazon.

    Peguei também o livro do Kirby, com a capa convencional, uma bela foto do Rei. Mas ainda aguardo uma prometida biografia,
    já citada num comentário anterior, de M. Evanier.

    infelizmente tenho a impressão que a Panini não vai continuar com o Punho de Ferro para finalizar a passagem do Byrne (este volume da CHM não vou pegar, pois já tenho a edição da Salvat/clássicos). Gosto muito do Gil Kane, mas ninguém desenhou o personagem tão bem quanto o Byrne(curtia muito as histórias publicadas em HTV).

    Bem caros estes volumes derradeiros da linha Deluxe.Caros e finos!
    É duro constatar que muito deste material deveria ter saído compilado em capa cartão, "naquele famoso formato" XM a Era do Apocalipse.

    Recomendaria aos amigos o livro gigante da editora inglesa DK, "Marvel Comics-75 years of cover art". Uma maravilhosa seleção de capas originais, numa viagem cronológica muito bem contextualizada pela história da Marvel!

    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse ""Marvel Comics-75 years of cover art" eu já vi ao vivo numa Livraria Travessa, é daqueles que a gente fica mais forte só de manusear.

      Mas na época já era um investimento pra poucos, hoje em dia com o Dólar na casa dos 4 reais é pra menos ainda.

      Mas quem pode se dar ao luxo, é uma ótima aquisição.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Fala, VAM!
      Também imaginei que fosse bem caro, mas peguei por R$130,00 na Saraiva!
      Registre-se que foi há cerca de 03 anos, mas mesmo na época, achei que valeu demais !

      abs.

      Excluir
    3. E aí, Victor... blz?

      Ficou mto show esse TIJOLÃO "Marvelocity" mesmo, hein? Tá entre as edições mais bonitas de toda a minha coleção!

      Eu tbm gostaria mto desse livro do M. Evainer... não sei pq não traduzem mais livros teóricos e biografias de artistas das HQs por aqui? Os poucos livros q temos por aí parecem ter relativa procura (mais do q mto encadernado de GIBIS)!

      A situação do "Punho" na panini só o tempo dirá agora... Eu mesmo já mandei uma sugestão pra eles de fazerem uma coleção de clássicos tipo: 60 Vol. em capa-cartão com lombada e possibilidade de extensão pra mais 60 e por aí vai. Revezando medalhões (aranha, vingadores, Hulk) com personagens de menor apelo (Punho, Nova, Cav. da Lua, etc). Seria parecido com a fase de clássicos na Salvat só q em formato econômico!

      Acho q isso eliminaria essas "obrigatoriedades" da linha CHM: de se manter exatamente um nº de pág fixo E fazer tudo caber exatamente em 4 edições pra fechar uma caixa e tal!

      Mas é aquela coisa... algo me diz q os editores capengas da panini devem ter limpado o rabo com as minhas sugestões, kkk!

      Ah, e obrigado pela dica do livrão com as capas da Marvel... Tá anotado!

      Abs!

      Excluir
    4. "Esse ""Marvel Comics-75 years of cover art" eu já vi ao vivo numa Livraria Travessa, é daqueles que a gente fica mais forte só de manusear."


      Oi, VAM... Acabei de pesquisar na Amazon e achei esse livro por 358 conto (+ 15 pila de frete). É compra internacional (diferente do "Marvelocity" q tava disponível pra venda por aqui)!

      "Pesado" mesmo... não só no manuseio, rs!

      Abs!

      Excluir
  14. Olha a bio escrita pelo Evanier, infelizmente eu acho que não rola mais não. Melhor momento para publicar do que o centenário do Kirby, não haverá novamente em 50 anos pelo menos.

    Eu tenho a original, pra não ficar sem.

    Em termos de iniciativa o mais perto que uma editora chegou desse tipo de publicação foi a Mythos com a Bio do Moore, traduzida pelo Callari.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha que eu acho que centenário só haverá novamente daqui a cem anos. ;-)

      Excluir
    2. Oi, VAM... blz?

      Essa biografia do Alan Moore eu acabei perdendo, infelizmente... Vou esperar um eventual relançamento ("SE" sair um dia)!

      Abs!

      Excluir
    3. "Olha que eu acho que centenário só haverá novamente daqui a cem anos. ;-)"


      Oi, Hunter... Essa eu deixo pros meus bisnetos usufruírem então, rs!

      Abs!

      Excluir
  15. Por isso fiz um comparativo. ;)

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
  16. Não vejo absolutamente nada de esdrúxulo no final, muito pelo contrário, considero algumas das melhores páginas que já li até hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom pra você, dessa forma caso decida comprar uma das novas versões com certeza vai aproveitar bastante. Não é o meu caso.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Mas eu já falei nos comentários anteriores.

      Não gostei de quando acompanhei pela Abril e não vejo sentido em comprar novamente, pagando muito mais caro agora.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
  17. Loja da Panini com vários descontos de 50%. A coisa está tão feia que a própria editora começa a disputar com as lojas e sites para os quais vende seus produtos.
    Roberto Xavier

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que agora isso pode parecer vantajoso pra gente que coleciona, mas pode significar menos títulos num futuro próximo.

      Continuo temendo pelo futuro das Lendas... :(

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    2. Panini cavou sua própria tumba do Drácula... Lançamentos atrás de lançamentos, preços absurdos, erros recorrentes. Deu no que deu.

      Excluir
    3. Olha morrer e ser enterrada ela não vai.

      Acabou de anúnciar que vai lançar a coleção do Asterix que foi abandonada pela Salvat (deve ser a mesma, eu chuto).

      Tirando Bocelli e a Disney que está na Culturama todas as editorass e títulos que "vendem mais" estão com ela.

      Quando falo em menos titulos me refiro aqueles que ela julgar menos rentáveis (como as Lendas que estão sendo reavaliadas) dançarem.

      Podemos ter num futuro próximo, encadernados cada vez mais caros.

      E se não vender eles queimam pelo preço de custo na loja.

      Pois se antes diziam que 60% do preço de capa era por conta da distribuição, vendendo na loja pela metade ainda se tem lucro.

      Abs,
      VAM!

      Excluir
    4. VAM!
      Antes o preço caro tinha como desculpa a comissão da distribuidora, depois foi "qualidade", calote, baixa tiragem etc. Sempre terão uma "muleta" para se escorarem.
      A Panini vender no site com grandes descontos é um tiro no pé e uma afronta às comics shops. Essas já concorrem com as lojas virtuais que praticamente só tem gasto com a manutenção do estoque e agora começam a concorrer também com quem fornece. Será que não tem uma questão de ética ou regra de negócio que condene tal prática?
      Roberto Xavier

      Excluir
    5. "Continuo temendo pelo futuro das Lendas... :("


      As Lendas não morrem jamais... é o q dizem ao menos, kkk!

      Abs!

      Excluir
    6. "Acabou de anúnciar que vai lançar a coleção do Asterix que foi abandonada pela Salvat (deve ser a mesma, eu chuto)."


      Oi, VAM... Ainda não se sabe se será a mesma versão q sairia pela Salvat:

      Vamos ter q esperar sair o 1º Vol. pra confirmarmos... Eu "acho" q será uma versão individual (sem formar lombada), mas vamos ter q esperar pra ver!

      Abs!

      Excluir
    7. "Será que não tem uma questão de ética ou regra de negócio que condene tal prática?"


      Oi, Roberto... blz?

      Não, nesse caso é cada um por si mesmo, rs... Eu sei, pq acompanho as dificuldades e obstáculos q a loja daqui enfrenta!

      Mas a bem da verdade, o público (entre o qual eu me incluo) q frequenta lojas físicas e não se importa em pagar o preço cheio de capa (na maioria dos casos) se for pra ajudar a manter o estabelecimento q tanto gosta, não vai deixar de lado o prazer de ir pessoalmente na loja pra comprar mais barato pela internet. É q nem o BAR favorito da gente: A graça é ir no local beber e não pedir tele-entrega de cerveja, rs!

      Abs!

      Excluir
    8. Vdd, Leo...como aqui em São Paulo a comics shop que conheço e vou de vez em quando, não tem um atendimento que dê vontade de ir comprar lá aguardo as promoções na internet mesmo. Algumas coisas pego na banca mesmo como mangás e a Lendas Novos Titãs.
      Roberto Xavier

      Excluir
    9. Te entendo perfeitamente, Roberto...

      Conheço bem as lojas aí de Sampa (Comix e afins)... e em todas elas o atendimento é extremamente formal, didático, e (pq não) até antipático, hehe!

      Diferente do clima da loja daqui (Tutatis) q é praticamente um LIMBO de leitores e colecionadores: Os donos realmente curtem quadrinhos e conversam de boa sobre qq assunto relacionado. Da mesma forma, o público frequentador é basicamente o mesmo desde 2002, e todo mundo se conhece e conversa sobre os lançamentos e tal. É outro ambiente, nem se compara!

      Tinha uma loja em SP q era parecida com a daqui... A "Super". Mas ela parece q fechou há anos e não existe mais. Eu era amigo do dono (Éder) de um fórum q eu participava no início dos anos 2000. Qdo fui à SP na época, fiz questão de conhecer a loja e fui mto bem atendido!

      Abs!

      Excluir
  18. Fala, Léo.

    É desrespeitosa essa forma de publicação da CHM Paladinos Marvel. Não entendo pq a Panini não publica em ordem cronológica em séries fechadas de cada herói, como foi feito (com sucesso, creio eu) com o Hulk e o Mestre do Kung Fu. A fase do Punho de Ferro sob a batuta da dupla Claremont/Byrne é excelente (me lembrando quando apareceu por estas bandas no início da década de oitenta) e merece uma publicação completa por aqui.

    Aliás, você sabe qual o status da CHM do Mestre do Kung Fu nº 12? Até onde sei, não apareceu nas bancas aqui do RJ.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nuno. A CHM 12 do Mestre disseram no site da Panini que está pendente de aprovação e nem produzida foi ainda.

      Excluir
    2. Nessa eles perdem vendas para quem não gosta...no formato picotado eu prefiro não comprar...fazer o que, né ?

      Excluir
    3. E aí, Nuno... blz?

      O problema da linha "CHM" é justamente esse: As limitações gráficas q obrigam cada edição a ter 164 pág (nem mais, nem menos) e fechar uma caixa a cada 4 Vol. Com isso, o "Punho de Ferro", por exemplo, já não poderia ter a sua própria caixa, pois a soma de suas HQs clássicas não fecham os 4 Vol. necessários pra isso!

      É esse tipo de limitação q impede, também, uma "CHM dos Eternos" (q tem filme vindo aí)... Já q a série do Kirby não fecha sequer 3 encadernados completos!

      Por isso a necessidade da panini reavaliar toda a linha "CHM"... e, de repente, criar um novo selo no lugar: um selo q não deixe a editora de mãos atadas em situações q nem essas!

      Qto ao "MKF" 12... Tá bem atrasado mesmo (era pra ter saído em novembro do ano passado). Mas como é impresso no exterior, pode ter tido problemas no trajeto (é uma hipótese). Lembrando q a própria "Paladinos" tbm tá super atrasada e era pra ter sido lançada há mtos meses atrás (desde agosto passado q eu tinha divulgado o conteúdo por aqui, pois as edições tavam prontas)!

      Abs!

      Excluir
    4. "A CHM 12 do Mestre disseram no site da Panini que está pendente de aprovação e nem produzida foi ainda."


      Opa... Valeu mesmo, Lierson:

      Trâmites burocráticos então... pode demorar mais do q um simples atraso de gráfica, rs!

      Abs!

      Excluir
    5. Estranha essa notícia sobre a CHM MKF vol 12...geralmente dá a entender pelas capas das edições nas caixas de que está tudo preparado.
      Roberto Xavier

      Excluir
  19. Não sei dizer, Xavier.

    Pode até ser imoral, dependendo do ponto de vista, mas não ilegal.

    Abs,
    VAM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ilegal não é mesmo, VAM...

      A Comix e a Devir são distribuidoras tbm e atendem várias lojas físicas do país (inclusive a loja aqui de POA)... E ambas TBM vendem em seus sites com os descontos q bem entenderem!

      Como eu falei acima (em resposta pro Roberto)... As lojas físicas não se preocupam tanto com a concorrência da Amazon e demais lojas virtuais, pois o público-alvo NÃO é necessariamente o mesmo. Eu, por exemplo, não deixo de comprar e frequentar a loja daqui NEM pra economizar na internet, pois a graça (ao menos pra mim) é ir pessoalmente no local, escolher as revistas, papear e jogar conversa fora com outros colecionadores, e espairecer a mente dos problemas do dia-a-dia. A loja daqui (Tutatis) é um REFÚGIO pra mim, e faço a minha parte ajudando a mantê-la na ativa!

      O cara q compra pela internet se preocupa mais em economizar no preço de capa OU não tem uma comic-shop em sua cidade... Ele tbm pode nem se preocupar com o preço e ter uma loja perto de sua casa, mas pode preferir TBM a comodidade de receber o gibi sem sair de casa!

      São vários os perfis de leitores q tem por aí... As lojas físicas tem o seu público e as virtuais tbm (não necessariamente são o mesmo, hehe)!

      Abs!

      Excluir
    2. Você falando isso, Leo, fica nítido que as lojas físicas tem como sobreviver desde que não queiram competir em relação aos preços e sim dar um bom atendimento e procurar fidelizar seus clientes. Próximo de mim tem a Comix, mas não tem um atendimento que me agrada. Por isso prefiro na maioria das vezes comprar pela internet e já que comprarei lá aguardo as promoções.
      Roberto Xavier

      Excluir
  20. Bom da Comix é que lá tem (ou tinha) muita coisa legal por 1 ou 2R$. Mas o maioria das coisas é caras, acima do preço de mercado.

    ResponderExcluir
  21. Batman NOIR - Eduardo Risso" saiu aqui logo depois de sair nos States em Formato Americano pela Levoir com menos um comic.

    ResponderExcluir
  22. chegou ontem meu Marvelocity, que comprei depois de ler aqui nesta postagem. Realmente... é sensacional, espetacular mesmo, que excelente dica, muito obrigado!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...