21/09/2015

Bienal do Livro - RJ (2015): Um Relato do que Rolou de Bom e Ruim no Local....

A "17º Bienal do Livro no Rio de Janeiro".... Transcorreu entre os dias 03 a 13 de setembro e quebrou um recorde de autores convidados (mais de 200 - segundo o site oficial do evento). O setor de quadrinhos (que é o foco aqui do blog) teve destaques na área infanto-juvenil (com homenagens e a presença de MSP e Ziraldo)! 

O "Submundo" apresentará agora o relato franco e sincero de um leitor do blog: Maycon Cardozo ("Mumu") que narrou suas experiências (positivas e negativas) na Bienal. Eu (particularmente) NÃO estive presente no local, então, irei postar a seguir o texto que me foi enviado pelo autor!

Confira abaixo (o relato e as capas de alguns lançamentos à venda no local):


"Caro Leo, Do dia 03 a 13/09 foi realizada a Bienal do Livro aqui no Rj. No cômputo geral foi um tremendo sucesso: recorde de vendas, público, expositores, espaço maior destinado aos estandes etc. O bacana também foi que deu pra comprar bastante coisa a preços módicos. Trouxe pra casa livros tipo biografia e didáticos por exemplo, mas não poderia deixar de fora a paixão maior que são os quadrinhos claro, que é a parte que nos interessa aqui no seu blog. Consegui peneirar bem e comprar bastante coisa legal. Colecionava os caprichadíssimos exemplares de ''Vagabond - A Lenda de Musashi'', publicado pela Conrad até a edição 14. Quem assumiu o comando da publicação a partir de então foi a editora Sampa. Só que desanimei de continuar a coleção devido ao aumento brusco no preço. Havia passado a 40,00 cada edição. Achei muito em se tratando de um mangá. Tem tantos encadernados em capa dura por esse preço e até mais em conta. Estive no estande da Sampa na feira e pra minha surpresa consegui achar as edições 15,16,17 e 18 por apenas 10,00 cada um!  E pensar que há alguns dias cheguei até em pensar em comprar pelo preço cheio quando fui em uma banca onde costumo frequentar, mas no fim declinei de pagar o valor de capa. Enfim, coleção agora completa e atualizadíssima. 

Também consegui comprar por 10,00 a nova edição ''Mutts'' da editora Pixel, que custa 24,90; Gasparzinho da Devir de 26,90 por 10,00, e por aí vai. O espaço da Panini estava com 25% de desconto em tudo, e claro, aproveitei pra comprar algumas coisas também. Participei do chamado ''Café Literário'' com os irmãos Gabriel Bá e Fábio Moon ("Dois Irmãos"), que deram uma palestra nesse espaço fechado falando sobre suas obras e também como anda a produção artística no Brasil com respeito às hqs. Depois de 45 minutos aproximadamente de bate-papo, gentilmente atenderam os fãs já na parte externa, em uma mesa reservada aos dois. Além de autógrafos nos livros, tiraram fotos também e trataram a todos de maneira bem simpática e cordial. Como nem tudo são flores, teve duas coisas que me desagradaram ao extremo e não poderia deixar passar em branco em ralação ao evento. 

Uma das decepções foi com a famigerada ''Comix''. Investiram em um dos maiores estandes da feira, filas para entrar no espaço e tudo mais. Quando entrei, que tristeza! Jogaram os preços lá em cima em praticamente tudo sem a maior cerimônia. Até a Panini estava com desconto em tudo, mas o pessoal da Comix fez o contrário. Cheguei a encontrar exemplares a 60,00 de determinada HQ que era vendida a 10,00 em outro estande. Absurdo mesmo! Infelizmente uma comic shop do porte dela deveria rever seus métodos, pois a meu ver, acabam fomentando esse mercado de especuladores que invadiram os sites de compra e venda. Deveriam era dar mais valor aos colecionadores,  não ajudar a aumentar esse pernicioso mercado negro. Colocam um exemplar que saiu há pouco tempo nas livrarias a peso de ouro em um curto período. Saí dali em pouco tempo e decepcionado, pois me recuso a fomentar esse tipo de negócio. Tudo bem que o espaço é deles e vendem pelo preço que quiserem, mas ao menos numa ocasião como essa que nem é uma vez por ano, mas de dois em dois, poderiam ser mais flexíveis. Infelizmente o abuso de preços predominou!"


"Este ano o homenageado da vez na Bienal foi o Maurício de Sousa pelos seus 80 anos. Nada mais justo por quem já fez muito pelo quadrinho nacional, criando personagens que viraram referência nacional e internacional. Acontece que no último dia de feira que fui, especialmente por causa dele, teve fatos lamentáveis. Choveu bastante aqui na cidade, e como moro na região central (sendo que o local da Bienal é no Riocentro) era fora de mão pra mim. Mesmo com todos os inconvenientes me empolguei em ir, pois ele estaria em 2 lugares para sessão de autógrafos. O primeiro às 10:30. Me direcionando ao local de entrada do evento, até o vi chegar cercado por seguranças, sendo filmado e fotografado também. Acontece que, chegando religiosamente no horário designado para sessão de autógrafos, fui direto ao espaço destinado à Cia das Letras e perguntei como fazia para participar. A resposta da funcionária foi ríspida e grosseira: ''as senhas já acabaram às 10:00 hs senhor". Falei que isso não seria possível porque 10:00 hs era o horário que a feira estava sendo  aberta ao público ainda. Fingiu que não era com ela e virou as costas como se eu não fosse coisa alguma. Beleza, nem tudo estava perdido pensei eu. Já que as 14:30 o artista também estaria em um espaço reservado para o mesmo fim na Panini!

Fui logo lá para garantir meu lugar, já que não eram nem 11 da manhã, tempo sobra até. Engano meu, pois quando perguntei à atendente como fazia pra pegar a senha pra sessão de autógrafos ela disse: ''infelizmente as senhas acabaram, já distribuímos tudo''. Disse a ela que estava decepcionado, pois tinha nas mãos alguns gibizinhos antigos que desejava que ele autografasse. O que veio em seguida foi ainda mais surpreendente por parte da atendente: ''pra participar da sessão de autógrafos você teria que comprar aquela edição de capa dura que custa 50,00 pra te dar direito à senha'', apontando para um encadernado da Mônica na prateleira. Emendei dizendo que mesmo que ainda tivesse senhas, me recusaria a participar do jogo, pois aquilo não era algo voltado pra quem era realmente fã do cara. Na última edição da Bienal aqui no Rj, o mesmo Maurício estava presente fazendo a alegria dos participantes, sendo solícito a todos e autografando exemplares independente de comprar na hora ou não. Digo isso pois um amigo meu colecionador das antigas levou todos os exemplares n°1 da Abril que ele tinha da Turma da Mônica e o Maurício autografou numa boa, sem nenhuma obrigação de compra. Só não participei também porque na ocasião o Ziraldo também estava em outro estande e eu tinha que escolher um dos dois devido às grandes filas (acabei escolhendo o Ziraldo).

Não sei os motivos que levaram a isso, mas sei que o Maurício não precisa disso. Gostaria muito que alguém se pronunciasse a respeito, mas como sei que isso jamais vai acontecer, me resta ao menos esse desabafo. Na minha humilde opinião, o estúdio MSP perdeu a mão há muito tempo. As historias atuais são muito sem sal se comparadas ao material que era publicado antigamente. Parece que o estúdio vive uma clara e grave crise de criatividade, pois já vi muitos amigos que deixaram de acompanhar as publicações já faz tempo. Um cara consagrado chegar ao fim de sua vida dessa forma chega a soar mal pra quem cresceu curtindo suas obras, pois foram seus gibis que ajudaram na minha alfabetização. Respeito à quem ajudou a construir seu império do entretenimento atualmente seria o mínimo a se fazer. Que esse relato com fatos apreciados ao vivo ajude a galera do blog ''Submundo HQ'' em alguma análise ou reflexão sobre esses acontecimentos. Abraço e obrigado pelo espaço pra compartilhar tal experiência!"

Até+

PS: O "Submundo" agradece ao Maycon pelo relato acima (valeu mesmo).... E a seguir aqui no blog: Mais uma AVALANCHE de LANÇAMENTOS e novidades. E o RELATÓRIO completo (com muitas FOTOS) do "2º Encontro de Colecionadores de Figurines - RS" (que - modéstia à parte - foi um tremendo sucesso)!!!

71 comentários:

  1. E aí, Leo
    A Bienal do Livro é um dos eventos da minha lista que tenho que ir antes de morrer, rs. Aqui na minha cidade ainda acontece o tataravô desses eventos kkk. E se chama Salão do Livro. Aqui não existe uma grande livraria como a cultura, saraiva ou alguma comic shop. 70% do espaço é dedicado para a criançada. É o que mais vende. Fantoches, livros para colorir e brinquedos estão em peso. Depois surge os livros, com 10% de desconto em cima do dobro do preço de capa. Os livros que saem mesmo são aqueles que já estão a décadas no estoque (a maioria de auto ajuda kkk), que são vendidos por 5 ou 10 reais. Alguns são interessantes como edições que falam sobre história. Lógico, os hqs não podem faltar. Sabe aquelas edições do Tex, aquelas bem antigas mesmo (tão antigas que você só de olhar já começa a atacar a renite kk), têm em peso. Lógico, 80% não possuem capa mais e desde a 1 edição do salão do livro marcam presença rs. Panini? Pode perguntar pra qualquer funcionário das livrarias presentes, se você achar pelo menos 2 ou 3 que saibam que é uma editora de hq, pv, apresente-me, pq nunca encontrei 1. Hq é exclusividade de 3 ou 4 bancas da minha cidade. As outras não recebem mais pq falam que não vendem (mas a realidade é que nunca chegou com regularidade, então a maioria dos colecionadores usam a internet, como eu). O mais engraçado é que o local vive lotado, povo compra pouco, mas marca presença :).
    Agora, só pra não falar que é uma perca de tempo, a comida vendida até que é boa. Se você realmente não tiver nada pra fazer, nada mesmo, nem dormir, recomendo ir. Bem, acho que dá pra ter uma ideia de como é na minha cidade esse evento.

    ResponderExcluir
  2. "A Bienal do Livro é um dos eventos da minha lista que tenho que ir antes de morrer, rs."


    E aí, ALFREDO.... blz?

    Eu sempre gosto de ir e prestigiar eventos de livros e HQs.... Aqui em POA/RS temos 1 vez por ano a Feira do Livro - só q essa, infelizmente, já é mais como nos bons tempos: Hj em dia os descontos são raros e ironicamente acaba sendo mais vantajoso comprar livros nas grandes mega-stores (q oferecem bons descontos na mesma época da feira - e com a vantagem de ainda acumular bônus pra futuras compras e terem uma variedade de livros bem maior do q na feira: q acaba valendo mais pelo passeio e a tradição do evento)!

    Contudo.... É inegável q hj em dia a internet exerce sim um papel de importante destaque no mercado literário: Já q torna mais fácil pro leitor adquirir qq livro q não chegue em sua cidade ou região. Mesmo em grandes centros (capitais) nem sempre as livrarias recebem os livros q a gente quer (e eu mesmo acabo tendo q apelar pra internet algumas vezes, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  3. Giulianno Liberalli21/09/2015 09:41

    Oi, Léo, também estive na Bienal e gostei muito do relato do Maycon, muito franco e honesto. Caramba! Ele conseguiu o Mutts da Pixel por 10,00! Argh!!! Como não vi isso, meu Deus...... Mas o abuso de preço estava gritante mesmo, principalmente na COMIX, justo quando seria a oportunidade de vender bastante com preços camaradas eles estavam arrancando o couro, uma Biblioteca Histórica do Homem-Aranha a 150,00! Afinal a entrada já custava 16,00, eles deixaram passar uma chance boa. Quanto ao Maurício de Sousa, honestamente, quando vi o aborrecimento que seria chegar perto dele, nem insisti, tirei algumas fotos e o vi de longe, não gosto de bagunça e nesse ponto vacilaram mesmo. Comprei a maioria das coisas na Panini que estava dando 25% de desconto em tudo e aproveitei para pegar, com bastante atraso, minha edição definitiva do Watchmen. Antes tarde do que nunca. Também escrevi sobre minha ida a Bienal para o blog, vou te passar o link para você dar uma olhada, abraços! http://planetamarveldc.blogspot.com.br/2015/09/colaboradores-do-planeta-especial-um.html#more

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Giulianno! Pois é, além dessa edição Mutts da Pixel, todas as outras que a editora lançou nesse formato estavam nesse preço de 10,00 na Bienal do Rj. As do Mandrake,Fantasma, Recruta Zero, Hagar, Popeye...
      É que todas essas outras eu á tinha.
      Bacana sua matéria sobre o evento. Realmente essa edição de Watchmen por esse valor estava imperdível mesmo pra quem ainda não tinha.
      Abraço

      Excluir
    2. Giulianno Liberalli21/09/2015 23:33

      Oi, Mumu, estou na mesma e só me faltava pegar o Mutts da Pixel. Tinha na Devir, porém era a edição deles estava mais cara. Que bom que gostou da matéria, obrigado! Dê sempre uma olhada no Planeta Marvel /DC, pinta umas coisas legais lá. Abraços.

      Excluir
  4. "Caramba! Ele conseguiu o Mutts da Pixel por 10,00! Argh!!! Como não vi isso, meu Deus..."


    E aí, Giulianno.... blz?

    Q barbada mesmo esse "Mutts" por 10 pila, hein? Me surpreendi por a Pixel ter mandado um desconto desses em seu mais recente lançamento.... Se eu estivesse lá, teria cofrado essa sem pensar 2 vezes (ainda não comprei essa ed. mas pretendo).

    Sobre os preços da Comix.... Depois q eles botaram à venda uma "Queda de Murdock" (Panini) por 300 (trezentos) reais e revistas mensais (com grampo) do "Batman" (Novos 52) por 50 reais, eu não duvido de mais nada dessa loja. Particularmente, sou contra esse tipo de especulação exagerada de preços: Mas enquanto houverem leitores q sustentem esse mercado (alimentando os "scalpers") ele vai continuar existindo (lamentavelmente)!

    E valeu tbm pelo LINK com a sua participação no evento.... A sua expressão de felicidade com o 'Watchmen" é contagiante, rs (até me deu vontade de reler essa maravilha mais uma vez, hehe). Parabéns tbm pela sua (invejável) camiseta - Com o "Capitão" (show de bola)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giulianno Liberalli21/09/2015 10:36

      Valeu, Leo. Fiquei entre uma do Darth Vader e essa. Ainda bem que escolhi a do Capitão, a outra tinham uns dois com a mesma. Rsrsrs. Quanto ao Watchmen, era felicidade mesmo! Abraços!

      Excluir
    2. Essa dúvida seria cruel pra mim.... Pois sou fanzaço tanto do "Capitão" qto do "Vader". Mas acho q vc escolheu bem, pois em matéria de camisetas, o "vader" é "figurinha fácil", rs!

      Abs!

      Excluir
    3. Giulianno Liberalli21/09/2015 23:44

      Leo, valeu o comentário no blog, obrigado! O Darth Vader ficou para a estreia do episódio VII em dezembro, abraço!

      Excluir
  5. Olá Léo!

    Sempre achei o valor do ingresso para a Bienal muito caro e para quem vai de carro, soma-se também o do estacionamento que é superior.

    Mas há algumas edições atrás, ganhei convites de cortesia e tive a grata surpresa de entrar na COMIX e poder comprar a coleção completa do Lobo Solitário da Panini por R$ 10,00 cada, R$ 2,50 a menos, do que o valor de capa.

    Sem dúvida eram outros tempos onde a especulação era restrita ao mercado dos comics americanos. Atualmente com todos os descontos praticados pelas lojas on-line, comprar qualquer produto na Bienal é ao meu ver um desperdício de grana.

    Abs!
    VAM!

    ResponderExcluir
  6. "soma-se também o do estacionamento que é superior."


    E aí, VAMP.... blz?

    Putz, o estacionamento custa mais caro q o ingresso? Eu tentaria ir de busão então, rs (se o cara somar: ingresso + estacionamento = pode não valer tão a pena assim pra quem estiver em busca de ofertas... a não ser q o cara pretenda comprar trocentas coisas no local)!

    "Lobo Solitário" eu não tenho, mas pretendo encarar num futuro relançamento (q dizem estar por vir).... E por falar em "relançamentos": Acho q somente o excesso de rerererererererererepublicações é q pode acabar com essa PUTARIA de especulação de gibis!

    Abs!

    ResponderExcluir
  7. fui dois dias na bienal do livro do Rio de Janeiro 2015,achei muito bacana,alguns livros estavam caros, porém encontrei muita promoção e descontos para professor.
    Acabei comprando bastante coisa,alguns livros bacanas e HQs,aliás nesse quesito gostaria de fazer uma observação:apesar de ter comprado as HQs que eu queria, achei essa parte fraca, a panini foi minha decepção só Mauricio de Souza e mangás, pouco destaque para super-heróis que ficaram relegados a dois cantos do estande:um era um catadão ,o outro um pouco melhor com as edições de luxo,porém o único lançamento era Gothan GCPDmas em compensação tinha desconto,a comix foi a maior vergonha da bienal, absurdamente lotada e com preços abusivos, enquanto quase TODOS os estandes estavam dando 20%,30% até 50% de desconto a comix fez o contrário HQs que custam 30,60 reais sendo vendidas a 100/150 paguei 99 reais no superman origem secreta pq não achava em lugar nenhum, a devir tinha muita coisa legal e preços condizentes

    ResponderExcluir
  8. Oi, Leo e leitores do Submundo, tudo bem?

    Primeiramente, gostaria de pedir uma ajuda pros leitores do Submundo HQ, conforme combinamos por e-mail. Eu tenho feito as sobrecapas para a Coleção de Graphic Novels da Salvat de capa preta e precisava da capa do último encadernado lançada (Justiceiro: Bem-vindo de Volta, Frank) em alta resolução. Normalmente, escaneio as capas que vêm no miolo dos encadernados, mas nessa edição, elas vieram em tamanho reduzido. Se alguém que tiver a edição da Panini puder escanear essa capa para mim e enviar para o meu e-mail (vitor0310@gmail.com), eu ficaria muito agradecido. Tenho algumas HQs que posso oferecer em troca da ajuda, como o encadernado Darth Vader: Esquadrão Perdido (Panini), as adaptações dos episódios I e II de Star Wars em capa dura (Panini) ou até mesmo umas cinco sobrecapas de graça para a coleção da Salvat, caso tenha interesse. Obrigado a quem puder ajudar! =)

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vítor.... blz?

      Só pra fins de registro: O "Colecionador Fantasma" acabou de me mandar 2 CAPAS do "Justiceiro" (agora: 6 e meia da matina) que já te mandei por e-mail pra vc avaliar, ok?

      Se estiverem boas, os méritos são todos dele.... caso contrário, nos avise, please!

      Abs!

      Excluir
    2. Eu tenho essa edição da Panini. Se precisar da capa, avisa que eu dou um jeito de escanear.

      E a propósito, ela está disponível para TROCA. Não tenho muita intenção de vender, pois teria que praticar o preço padrão no Mercado Livre para poder comprar algo de meu interesse (rs).

      Excluir
    3. Meu nada, curto muito dá as caras aqui no Submundo, quando posso ajudar. Se servir o bonus é do Leo, que dá um duro danado aqui mantendo o nível a 4 anos.

      Excluir
    4. Valeu mesmo, SEMI e Colecionador.....

      Mas seria bom vcs entrarem em contato direto com o vítor pelo e-mail: (vitor0310@gmail.com).... Aí ele pode explicar melhor de como precisa da imagem (resolução, dpis, etc). De repente vcs 2 acabam ganhando alguns brindes (eu tbm me proponho a mandar alguns presentinhos pra vcs) pela ajuda prestada, hehe!

      E o bônus é de vcs.... manter o blog é nada menos do q a minha obrigação por aqui, rs!

      Abs!

      Excluir
    5. Oi, Leo, Semi, Colecionador Fantasma.

      Muito obrigado pela ajuda mesmo! Posso oferecer algumas edições em troca do scan dessa edição. Além das revistas de Star Wars que mencionei acima, tenho alguns encadernados da Marvel, DC e algumas edições da Salvat mesmo pra oferecer como troca ou agradecimento.

      Conforme o Leo informou, se puderem entrar em contato comigo por e-mail para combinarmos, seria ótimo! Meu e-mail é: vitor0310@gmail.com

      Abraços

      Excluir
  9. Olá Léo, também fui a Bienal e foi realmente como o amigo relatou. A Panini estava com descontos bacanas (comprei os 4 Valente por R$ 27,00) e ainda comprei para minha filha as revistas da Violetta pela metade do preço de capa. Fui na Comix, na última Bienal, não fui ao estande pois não queria pegar fila para entrar, porém dessa vez queria dar uma conferida, eles tem um acervo espetacular, tinha tudo lá, porém ou estava preço de capa ou superfaturado. Atrapalhei duas vendas deles lá, vi uma mãe reclamando com seu filho sobre o valor da Guerra Civil da Panini (estava por R$ 62,00), gentilmente me intrometi na conversa e falei com a mãe que estava edição tinha no estande da Panini com 25% de desconto, o garoto largou a HQ e a mãe me agradeceu. Acabei comprando na Comix apenas material que não era Panini (peguei o Exterminador do Futuro da HQM - estava por R$29,90 e São Paulo dos Mortos que estava por R$ 25,00 - esta sempre tive curiosidade de ler e é divertida). A Devir tinha algum ou outro título bem barato, porém a maioria a preço de capa mesmo. Peguei 12 razões para amá-la (R$10,00) e as Incríveis Aventuras do Escapista (R$20,00) e peguei também o Vikings a Viúva do Inverno da Panini (por R$15,00). Além disso tinha várias distribuidoras de livros infantis por preços bem legais, meus moleques fizeram a festa.
    Nem tentei ver o café literário ou o Maurício de Sousa, fui com meus filhos bem cedo (cheguei lá antes das 10) e por volta das 14:00 eles já estavam cansados e resolvi ir embora.
    É um passeio bem divertido. Vale a pena levar a família.

    ResponderExcluir
  10. Agora sobre a postagem e sobre a Bienal...

    Eu também fui à Bienal. Fui no segundo dia, uma sexta-feira (cheguei 13h e saí quase 20h), com a patroa.

    Neste dia, o Maurício de Souza também estaria lá autografando, cheguei 13h justamente pra pegar a senha e pegar o autógrafo depois. Levei uma edição do meu encadernado "Mônica 50 anos". Porém, assim como relatado no post, também fui surpreendido com a notícia de que precisaria comprar um livro de receitas da Magali para ter acesso a ele e a um autógrafo. Achei um absurdo! O livro de receitas em questão estava por mais de R$ 50, se não me engano e me recusei a pagar isso. Acabei ficando sem o autógrafo dele mesmo, o que foi uma pena, porque eu aprendi a ler com os gibis da Turma da Mônica e sempre adorei tudo relacionado a turminha. Queria ter o prazer de me encontrar com o Maurício e pegado um autógrafo dele, mas enfim...

    Neste dia, estava bem cheio, com muitas escolas fazendo excursões, ou seja, tinha MUITA criança. Depois das 18h, porém, as escolas foram embora e ficou bem mais agradável a feira. Inclusive, presenciei um holofote pegando fogo no estande da editora Record justamente na hora em que eu e a patroa chegamos para ver os livros de lá. Puta azar, porque tiveram que evacuar o estande (e achamos que os bombeiros demoraram pra aparecer porque em um local cheio de livros, qualquer centelha podia começar um incêndio bem maior). Mas acabou não tendo maiores prejuízos e o estande voltou a abrir meia hora depois, ainda bem!

    Sobre os quadrinhos, o estande da Panini tinha alguns encadernados novos que estão chegando às bancas e livrarias só agora (como Gotham, Lanternas Vermelhos, Fabulosos Vingadores e Batman/Robin) com 25% de desconto, conforme o post. Mas, com exceção da nova mensal do Darth Vader (que acabei comprando, com capa do Adi Granov), não tinha mensais e encadernados de capa cartão novos. Tinha algumas mensais antigas e encadernados do mês passado pra trás.

    Fiquei surpreso foi com alguns encadernados que estão esgotados nas livrarias e comic shops lá. Tinha todas as edições de Sandman Definitiva (inclusive dois da primeira edição a uns R$ 100), duas Bibliotecas Históricas Marvel do Surfista Prateado vol. 1 (por uns R$ 40) e até um pack com a CHM dos Vingadores vols. 3 e 4 (do primeiro box lançado) que está difícil de achar, principalmente o vol. 4.

    E tinha bastante mangá e materiais da Turma da Mônica Jovem, mas como não costumo ler muito desses materiais, não sei informar muito mais.

    A Comix estava exatamente como no relato do post: preços cheios e até superfaturados. E até em edições que ainda são encontradas com relativa facilidade. Entrei no estande, dei uma volta, vi os preços e saí sem comprar nada. Lamentável!

    O estande da Devir tinha muito mais jogos de tabuleiro e carta do que HQs. Tinha um ou outra estante com HQs da Devir (Saga não tinha lá, pelo que notei) e uma ou outra estante com HQs de outras editoras também. Enfim, o foco dela parece não ser nas HQs mesmo. Deve ser por isso que demoram tanto para lançarem sequências para materiais que publicam.

    Acho que é isso. Acabei não comprando muito. Estava esperando comprar muitos livros no estande da Aleph, mas só chegando lá que descobri que essa editora não foi à Bienal. Mas ainda acho que valeu a pena. A namorada, pelo menos, comprou bastantes livros.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Leo, só mais um ps

    ps.: A Saraiva estava com 0% de desconto em seus livros e HQs. Acessamos o site lá do evento e, enquanto o site mostrava pelo menos 20% de desconto em praticamente todos os livros e HQs, na Bienal estava tudo pelo preço cheio de capa. E o pior, ainda estava cheio o estande, que era dos maiores.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. E aí Leo!
    Realmente ficou bem legal a matéria, acrescidas das fotos que você mesmo colocou com suas pesquisas.
    Mais um ponto que o blog ganha, pois é raro alguém com uma ferramenta desse alcance dar voz ao leitor a ponto de colocar algo dessa importância como matéria.
    A maioria dos sites(nem preciso dar nome aos ''bois'') tem sempre algum tipo de mimo em troca pra falar bem de certos títulos no mínimo duvidosos em matéria de qualidade. Não são 100% imparciais, longe disso, e não tem essa interação que vemos especialmente nos comentários.
    Que seu blog tenha vida longa, e quando puder contribuir com alguma coisa relevante pra galera colecionadora, pode contar comigo.
    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Infelizmente, Vagabond de Takehiko Inoue foi cancelado de novo. Agora foi a vez da Nova Sampa jogar a toalha. Cheguei a ter os 14 volumes da edição de luxo da Conrad, mas passei pra frente, pois, não gostei tanto quanto o livro Musashi de Eiji Yoshikawa. Como o mangá é baseado na obra de Eiji Yoshikawa, esperava uma quadrinização mais fiel ao livro, mas, infelizmente deixou a desejar nesse quesito e abandonei. Apesar de Vagabond não ter vingado mais uma vez espero que ao menos Slam Dunk seja republicada na íntegra. E quem sabe Blade: A Lâmina do Imortal seja republica já que agora foi finalizado no Japão.

    ResponderExcluir
  14. blz galera?

    me relação a comix eles já estão "acostumados" a fazer isso, não é nenhuma surpresa.
    acho que são poucos leitores que pagam valores abusivos em HQs, mas ainda sim eles existem, o problema é que um dia eles podem ser muitos e ai a maioria menos favorecida financeiramente estará fodida.
    eu gosto muito de quadrinho, desde sempre (tenho 40 anos) mas se tiver que escolher entre HQ e família acho que não ha dúvida, família em primeiro lugar!

    abraço

    ResponderExcluir
  15. Leo boa noite!

    Quantos encadernados serão gotham do brubaker? E batman e Robin do tomasi? Esse do batman vc recomenda? Tem algum outro título relacionado que eu precise ler?

    Abs

    ResponderExcluir
  16. Olá Léo , cara venho Observando isso da comix já algum tempo, verdadeiros mercenários eles se transformaram, pois essa prática antes não era usada por eles . Está parecendo Mercado Livre essa COMIX , uma tremenda decepção essa loja , quando vou em São Paulo passo lá , mas esses preços abusivos eu passo longe !!! Ridículo iso cara !!! É como vc falou , enquanto houver concumidores que alimentem esse ABSURDO de preços isso nunca vai acabar . Outra loja que está fazendo isso é a FANTOY de Brusque - Santa Catarina, Eles estãó ainda pior que todos ... Pois esatva vendendo uma estaueta de Magneto contra um sentinela por 1.590,00 e agora quando eles souberam que a estueta tinha esgotado aumentaram para 5.999,00 , isso mesmo cara !!!! Um absurdo sem tamanho !! Peguei nojo dessa Fantoy velho .... não compro mais nada lá !!!
    Valeu Léo continue com esse Blog que é um dos melhores que acompanho !!

    ResponderExcluir
  17. "Leo, valeu o comentário no blog, obrigado! O Darth Vader ficou para a estreia do episódio VII em dezembro"


    Bem pensado, Giulianno....

    Essa estreia do "Ep. VII" vai bombar em dezembro mesmo.... Tbm quero ver se providencio um traje à rigor pra ocasião, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. "apesar de ter comprado as HQs que eu queria, achei essa parte fraca, a panini foi minha decepção só Mauricio de Souza e mangás, pouco destaque para super-heróis"


    E aí, beagle.... blz?

    Pois é, eu vi (através de pesquisas e conversas com outros colecionadores q tbm estiveram lá) q a parte mais voltada pra super-heróis tava mto fraca.... Razão pela qual acabei ilustrando esta postagem com as CAPAS dos gibis q tiveram maior destaque no evento: q foram os da linha MSP e o do Ziraldo (Nino)!

    Acho q isso foi proposital por parte da Panini até.... Reconheci aí uma técnica da publicidade, q é a de reduzir determinado produto pra q outro tenha maior destaque. Assim, acho q fizeram exatamente isso: Entupiram o local com gibis do MSP pra q esse fosse o FOCO principal (até pq, ele era o homenageado no evento)!

    E pena q vc não conseguiu esse "Superman - Origem Secreta" por um valor mais em conta.... Até pouco tempo atrás ainda tinha na Fnac (aqui do sul pelo menos) alguns exemplares pelo preço de capa (mas já devem ter esgotado). A procura por essa 1º ed. deve aumentar ainda mais agora q saiu o 3º Vol (Brainiac)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei de "Origem Secreta". É uma das poucas edições do Super que tenho.

      Não sabia que "Brainiac" era a continuação. E ainda tem um volume 2??? O verme aqui se agitou...

      Excluir
    2. Leo,da dupla frank e johns, no super, tem apenas as historias do encadernado origem secreta, brainiac, aquele de krypton que saiu ano passado, correto? ou tem algo a mais?

      esse encadernado da liga acho que vou deixar passar: tem mais de 40 edicoes la fora pelo que li, e esta longe de ser um classico....vc vai comprar?

      e valeu pela ultima resposta! abs!

      Excluir
  19. "Eu tenho feito as sobrecapas para a Coleção de Graphic Novels da Salvat de capa preta e precisava da capa do último encadernado lançada (Justiceiro: Bem-vindo de Volta, Frank) em alta resolução."


    Oi, Vítor.... Tdo bem?

    Fica aí então o seu pedido de ajuda e a oferta de "recompensa" pra quem puder ajudar.... Não se preocupe, vamos batalhar essa capa pra vc: E vou reforçar o pedido na próxima postagem de "Lançamentos" (q vou preparar agora), blz?

    Abs!

    ResponderExcluir
  20. Oi Leo!

    Embora, eu nunca tenha comparecido numa Bienal, já que na minha cidade não tem nada que chegue perto disso, e nem feira de livros, pelos relatos que vejo a cada ano, estas feiras são "oito ou oitenta", já que você pode encontrar livros ou HQs com o preço bem em conta, ou ser extorquido caso se deixe levar e cabe comprando um material que tanto lhe interessa com preço exorbitante!

    Estou esperando sua postagem sobre o "Encontro de Colecionadores de miniaturas Marvel e DC".Já vi o seu comentário sobre a"pauta bomba", e aproveito isso para dizer que recebi meu Jonah Hex, e apesar de ser de resina a peça é FANTÁSTICA

    Abraços!

    ResponderExcluir
  21. "vi uma mãe reclamando com seu filho sobre o valor da Guerra Civil da Panini (estava por R$ 62,00), gentilmente me intrometi na conversa e falei com a mãe que estava edição tinha no estande da Panini com 25% de desconto"


    E aí, guilherme.... blz?

    Bem q vc fez.... Eu tbm sempre aviso qdo posso sobre descontos e ofertas pra evitar q alguém acabe pagando a mais se puder economizar um pouco (ou muito como nesse caso q vc citou). Se os próprios leitores/consumidores não se ajudarem e não trocarem esse tipo de dica/informação, lojas abusivas e "scalpers" sempre vão tentar se aproveitar e levar vantagem em cima dos outros!

    Tenho certeza q com a sua atitude vc acabou ajudando a formar um novo leitor.... Pois esse moleque quase saiu dali com as mãos abanando, e graças à sua dica: Ele acabou levando o gibi q queria, rs!

    Parabéns tbm pelas aquisições.... O "Escapista" é mto bom (li e gostei mto dessa ed), e essa ed. dos "Vikings" tbm (pena q a série foi descontinuada pela Panini e dificilmente veremos o final dela aqui no Brasil)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  22. "Porém, assim como relatado no post, também fui surpreendido com a notícia de que precisaria comprar um livro de receitas da Magali para ter acesso a ele e a um autógrafo. Achei um absurdo! O livro de receitas em questão estava por mais de R$ 50,"


    Oi, Vítor.... blz?

    Pelo visto, essa "tática de vendas" (bastante ANTIPÁTICA, diga-se de passagem) pra empurrar um "pack" contendo: GIBI + Autógrafo.... Deve ser a tônica desses eventos daqui pra frente. Lembro (há uns 10 anos atrás) q fui numa sessão de autógrafos da Playboy - com a Fernanda Paes Leme. 2 amigos meus queriam ir vê-la de perto e fui junto com eles à banca Cameron onde rolariam os autógrafos. Foi a 1º vez q vi esse tipo de coisa acontecer: Pois esses amigos meus tiveram q comprar a revista dela NO LOCAL (não podia já levar a revista comprada em outra banca, tinha q ser LÁ). Me recusei, Até pq nunca achei ela grande coisa (nem como atriz, rs) mas meus camaradas embarcaram no esquema e saíram bastante satisfeitos, hehe (pra mim, valeu mais pela zoeira mesmo - foi um evento lotado e a banca vendeu centenas de exemplares)!

    Mas pra vc ver a diferença.... O Peter Milligan (na Comic-Con q rolou aqui mês passado) tava autografando QUALQUER gibi escrito por ele: Teve gente q levou o "Alvo Humano" e até "Shade - O Homem-Mutável": Ele não tinha nada dessas frescuras e era bastante simpático com seus fãs (como aliás, TODO escritor ou artista deveria ser)!

    E essa "Biblioteca do Surfista" por 40 pila tava valendo, hein? Ainda mais q deve sair a 2º ainda este ano.... Já a Devir, o forte dela sempre foram os RPG e coisas do tipo: Acho q gibis pra ela são apenas um "plus a mais" (duvido q eles realmente se importem com o andamento e futuro das séries q publicam)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  23. "A Saraiva estava com 0% de desconto em seus livros e HQs. Acessamos o site lá do evento e, enquanto o site mostrava pelo menos 20% de desconto"


    Sacanagem mesmo, hein?

    A Saraiva bem q podia ter oferecido o desconto no evento tbm: Ainda mais q a entrada é PAGA e qdo é assim, acredito q o consumidor deva ter mais vantagens e ofertas. Mas essa loja é outra q tá meio q cagando pros gibis: Na loja física da Saraiva (aqui no sul) os encadernados foram reduzidos pra menos da metade do q tinha até pouco tempo atrás: Acho q estão querendo se desligar dos gibis (é o q parece ao menos)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Saraiva "de tijolo" nunca ofereceu nenhum tipo de desconto no preço de capa. Só compro lá as mensais, incluindo Salvat e DeAgostini pois tenho o cartão da loja que me dá algumas vantagen$.

      Excluir
  24. "Mais um ponto que o blog ganha, pois é raro alguém com uma ferramenta desse alcance dar voz ao leitor a ponto de colocar algo dessa importância como matéria."


    E aí, Mumu.... blz?

    Brigadão mesmo por ter curtido a postagem.... Q aliás é TODA de autoria SUA, rs (só selecionei as imagens - baseadas em HQs q tiveram destaque no evento). Assim, EU é q te agradeço pela colaboração aqui no blog!

    Essa é a diferença de não se ter rabo-preso com ninguém.... Aqui, eu posso publicar qualquer relato ou crítica a favor ou contra a postura de editoras, editores, lojas, e eventos. Basta ser um relato bem fundamentado e redigido q nem foi o seu, q pode sim tornar-se uma bela postagem aqui no blog! Acho mto importante q o leitor tenha VOZ ativa pra expor sua visão das coisas (ao invés de depender apenas de veículos "chapa-branca" - q todo mundo percebe q estão de "mãos amarradas" e possuem sérias limitações sobre o q podem ou não falar/comentar/expor à seus leitores)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  25. "Infelizmente, Vagabond de Takehiko Inoue foi cancelado de novo. Agora foi a vez da Nova Sampa jogar a toalha."


    E aí, Roberto.... blz?

    Puxa, dessa eu não sabia mesmo.... "Vagabond" cancelado DE NOVO? Víxi, sempre achei q esse mangá fosse um dos mais populares do mercado (não manjo mto do gênero, mas desde mtos anos venho lendo comentários e críticas bastante favoráveis e elogiosas à esse mangá). Realmente não pensei q fosse assim tão difícil pra uma editora publicar (ou continuar) essa série!

    Deve ser ainda mais complicado pra uma nova editora seguir a partir de onde parou agora, né? Seja como for, espero q essas outras séries q vc citou tenham melhor sorte nas bancas!

    Abs!

    ResponderExcluir
  26. "em relação a comix eles já estão "acostumados" a fazer isso, não é nenhuma surpresa."


    E aí, gustavo.... blz?

    Até alguns anos atrás a Comix era a distribuidora oficial da loja q eu frequento aqui no sul.... Mas já faz um tempo q eles pararam de atuar como distribuidores (deixando várias comic-shops pelo país afora na mão). Acredito (palpite meu) q eles devem ter achado mais negócio ($$$) especular e superfaturar preços: Pois logo em seguida à esse abandono da distribuição, é q começamos a ver coisas do tipo: "Queda de Murdock" por 300 reais no site deles e "Batman" (mensal) dos Novos 52 na faixa de 50 pila (números baixos)!

    Pelos relatos q lemos nas 2 últimas Fest-Comix q rolaram em SP.... acho q o lance deles agora vai ser esse mesmo. E não condeno APENAS a Comix por esse tipo de atitude, pois no mercado o q vale é a lei da oferta e da procura: Se não houvesse procura, certamente eles teriam de reavaliar essa política de preços (é uma faca de 2 gumes)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  27. ""Quantos encadernados serão gotham do brubaker? E batman e Robin do tomasi?"


    E aí, William.... blz?

    "Gotham" serão apenas 4 encadernados (sendo q o 2º já deve sair meio em seguida tbm).... E "Batman & Robin" não se sabe ao certo ainda pq a divisão da Panini NÃO é igual à dos TPs americanos: Mas foram 40 ed. normais lá fora + especiais e ed. anuais ("chuto" q sejam umas 4 ed. pela Panini tbm, se forem todos nos moldes do Vol. 1)!

    Ah, e dessas 2.... Eu (particularmente) só recomendaria a "Gotham" do Brubaker mesmo (é q no meu caso, eu detesto o "robin" e costumo rejeitar qq gibi onde ele apareça, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  28. "Está parecendo Mercado Livre essa COMIX , uma tremenda decepção essa loja ,"


    E aí, Ricardo.... blz?

    Bah, nem me fale.... E dizer q eu já fui 2 vezes à SP (em 2004 e 2010) especialmente pra aproveitar as ofertas da Fest Comix! Na 1º (2004) eu saí de lá bastante satisfeito: Pois comprei mtos encadernados de barbada (por até metade do preço de capa: Como os 2 primeiros "Mortos-Vivos" da HQM q me custaram apenas 15 pila cada): Os descontos eram ótimos e fizeram valer o passeio (e minha ida à SP). Já na 2º vez (2010) os descontos bons já estavam reareando e acabei focando mais em ed. do "TEX" (voltei de lá com 10 KG de gibis do "TEX" - o estande da Mythos só faltou me estender um tapete vermelho, hehe: Fui tratado como um cliente VIP e me deram belos descontos e brindes)! Mas pelo visto eram outros tempos.... Q NÃO voltam mais!

    E putz.... Q FÓDA os preços dessa "FANTOY", hein? Hahaha, me desculpe, mas tive q rir aqui desse aumento ULTRA-faturado de 1.500 pra 6 MIL reais: Cara, q é isso? Q loucura! Por 6 MIL eu troco de carro, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  29. "Estou esperando sua postagem sobre o "Encontro de Colecionadores de miniaturas Marvel e DC".Já vi o seu comentário sobre a"pauta bomba", e aproveito isso para dizer que recebi meu Jonah Hex, e apesar de ser de resina a peça é FANTÁSTICA"


    Oi, Elcio.... Tdo bem?

    Essas feiras e eventos mtas vezes valem mais pelo passeio em si, do q pelas vantagens oferecidas. A Feira do Livro aqui em POA, por exemplo, faz tempo q não compro nada na própria feira: Pois as grandes lojas de shoppings possuem promoções melhores (e um ambiente mais propício e menos tumultuado do q a feira pra se comprar livros)!

    Sobre o meu relatório do "2º Encontro de Colecionadores" q rolou no sábado.... Estou esperando me mandarem todas as FOTOS do evento e quero ver se alguém do grupo FILMOU algum trecho da palestra pra q eu possa compartilhar o LINK aqui. Ou seja: Vai levar mais uns dias ainda até eu ver o q consigo de imagens e vídeos pra fazer a postagem definitiva!

    Posso te adiantar, contudo, q o evento foi um sucesso ainda maior q o 1º.... A "Pauta-bomba" gerou revolta e reações inflamadas da plateia, da mesma forma q o debate sobre os "PACKS", e a confusão da Eaglemoss em sua falta de transparência sobre o rumo das coleções no Brasil. Não bastasse isso, ainda acabei me "enforcando" ($$$) com várias miniaturas customizadas q comprei e/ou encomendei pro artista Marck Fraga: "Fantasma", "Spawn", e "Hellboy", rs. Vale a pena esperar por essa postagem (antes, porém, ainda tem algumas notícias atrasadas q fiquei devendo da semana passada pra cá, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  30. E aí Leo,beleza?
    Também estive na Bienal, só que no penúltimo dia, sábado. Rio de Janeiro com chuva e obras da Vila do Pan,foi sufoco.Realmente casa cheia.Não tive coragem para entrar na Panini e na Comix (filas interminavéis).Mas tive uma grata surpresa na Ediouro,acabei comprando todos os Fantasmas da Pixel à 10 pratas inclusive o de capa dura (chorei um desconto).Na Devir eu me surpreendi;comprei Astro City (embalados) Anjo Caído e Inquisição (vai sair pela Panini com o nome de Confissão, em breve!!) por 10 pratas cada,Gasparzinho e Apenas Um Peregrino também à 10. Mas a minha grande compra mesmo foi neste final de semana,quando fui visitar o meu Pai, que mora numa cidade do interior aqui do Rio ( S. Fidélis), estava rolando uma feira cultural na cidade ( para quem não pode ir devido a distância, a Bienal veio até o povo).Acabei comprando: Corto Maltese, A Balada do Mar Salgado,por 10,00.No mais fecho com o pessoal que já comentou sobre os problemas encontrados na Bienal,meu sonho um dia seria que a mesma fosse deslocada para uma área mais central no Rio, com certeza, teria muito mais visitantes e uma grande rotatividade durante a semana.
    Abraços.
    Celso - S. Gonçalo,Rj.

    ResponderExcluir
  31. Bienal do Livro é um programa bem legal, mas que eu não frequento desde a década de 90. Em primeiro lugar, o Riocentro fica onde Judas perdeu as meias, então já tem que ter disposição para sair de casa e acaba inviabilizando a ida durante a semana, quando o evento tende a ser mais tranquilo.

    Para ir nos finais de semana, tem que sair bem cedo de casa por causa do trânsito. E além do combustível, tem que contabilizar entrada, estacionamento e um lanche que certamente será inflacionado e de qualidade duvidosa. Pelo menos os relatos demonstraram que dava pra garimpar muita coisa boa (fiquei com dor de corno pela biblioteca do Surfista). Talvez na próxima eu me arrisque a ir, pois minha filha já vai estar devidamente alfabetizada.

    Sobre a Comix, é lamentável, mas eu sou mais um que considero a culpa de quem compra/paga gibis superfaturados.

    E a questão do autógrafo, eu até tento entender a restrição de acesso para não tumultuar, mas faltou no mínimo transparência. E se estavam fazendo uma venda casada, o mínimo que poderiam fazer era garantir autógrafo para todos que comprassem a edição. Da forma que foi feito, acaba gerando uma antipatia ao homenageado que se bobear, nem tem culpa no cartório.

    ResponderExcluir
  32. Ótimo levantamento, LEO.
    Vc precisa criar um canal de vídeo para comentar melhor coisas assim, fazer "reportagens" etc..
    No caso, seria legal se o leitor do blogue tivesse feito uns vídeos curtos.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  33. Como de costume, fui no último dia da Bienal para fazer a xêpa. E comprei os 6 volumes de "O Mundo de Edena" mais três outras graphic novels recém-lançadas pela editora Nemo com 40% de desconto.
    Este ano, o país homenageado pela Bienal era a Argentina, um país de forte tradição literária, tanto em romances quanto nos quadrinhos. E não havia qualquer referência a isso na Bienal. No último dia, no estande da Martins Fontes, coletâneas da Mafalda eram vendidos com 20% de desconto ("Toda Mafalada" já havia sido toda vendida...), enquanto que uma das maiores obras em quadrinhos já escrita (O Eternauta, dos argentinos Héctor G. Oesterheld e Francisco Solano López) pegava poeira empilhado num canto do estande, apesar do desconto de 50%!!! Aliás foi na Martins Fontes que comprei um livro de metodologia e "História do Cinema" (de Mark Cousins) com 60% de desconto.
    No último dia, ao menos na hora que eu entrei no estande da Comix (depois das 20 horas, já sem fila), eles estavam praticando preços normais. Mas a Comix é mesmo ridícula nesta política de preços dela. Estavam vendendo no site o nº 1 do Demolidor do Waid pelo dobro de preço de capa. E esse é o exemplo menor das babaquices que eles fazem com edições recentes que supostamente estão fora de catálogo.

    ResponderExcluir
  34. E sobre a venda casada em sessões de autógrafo, uma historinha daquelas que é difícil comprovar a veracidade. Me contaram que o padre Marcelo Rossi, num lançamento daquele famoso livro dele, realizado em Petrópolis, só autografava livros comprados na hora. A surpresa era que o livro não era sequer autografado na hora! A pessoa comprava um ticket para entrar na fila e receber o livro das mãos do padre Marcelo Rossi, livro que já vinha com seu autógrafo impresso. Além disso, fotos, só as que eram feitas na hora pelo fotógrafo oficial do evento, que também eram pagas. Este causo me foi contado por uma ardorosa fã católica do padre em questão, que apesar de ter comprado outro livro para ter o autógrafo e ter pago pela foto, fez questão de "denunciar" o absurdo em redes sociais.

    ResponderExcluir
  35. "Não sabia que "Brainiac" era a continuação. E ainda tem um volume 2??? O verme aqui se agitou..."


    E aí, Colecionador.... blz?

    Sim, embora os 3 encadernados sejam fechados e independentes entre si: São da mesma fase e da mesma equipe criativa (q conta com o ótimo Gary Frank nos desenhos)!

    O Vol. 1 é a "Origem Secreta"..... O 2º é aquele: "Superman & Legião dos Super-Heróis" (q saiu há uns 2 anos atrás). E o 3º é o "Brainiac" (q já está nas livrarias)! Acho q vc vai gostar de todos, pois são gibis atuais q prestam homenagem à histórias boas do passado (Era de Prata)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  36. "Leo,da dupla frank e johns, no super, tem apenas as historias do encadernado origem secreta, brainiac, aquele de krypton que saiu ano passado, correto? ou tem algo a mais?"


    E aí, William..... blz?

    Dessa fase foram 3 encadernados q saíram aqui: "Origem Secreta", "Superman & Legião dos Super-Heróis", e o "Brainiac". Acho q para por aí tbm (não sei se teria um Vol. 4, mas q eu me lembre, a fase fecha nesse 3º Vol. mesmo)!

    E não entendi q encadernado é esse da "liga" q vc fala?

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o da liga do Johns dos novos 52, entrou em pre venda,

      Valeu abs

      Excluir
  37. "A Saraiva "de tijolo" nunca ofereceu nenhum tipo de desconto no preço de capa."


    Oi, SEMI..... blz?

    Até alguns anos atrás, a Saraiva (de tijolo) recebia bastante gibis e era só esperar uns dias do lançamento q rolavam alguns descontos de até 20%.... Mas faz um bom tempo q não rola nada disso e tudo q eles recebem hj vendem pelo preço de capa.

    De todas as mega-stores aqui do sul, essa é a mais fraca agora: eu já nem frequento mais essa loja com regularidade q nem antes.... Sou mais a Tutatis (loja especializada em gibis), Cultura (onde pego as miniaturas tbm), e Fnac (onde ainda rolam uns descontos)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  38. "Acabei comprando: Corto Maltese, A Balada do Mar Salgado,por 10,00."


    E aí, Celso.... blz?

    Q barbada essa, hein? Um "Corto Maltese" por 10 pila é pra ser cofrado na hora mesmo, rs.... Aliás, acho q o saldo pra vc foi bastante positivo, pois vc soube peneirar mto bem alguns ótimos descontos e em títulos de qualidade!

    Esses "Fantasma" da Pixel foram uma ótima pedida (ainda mais por esse preço de 10 pila).... E "Astro City" tbm: pois vc descolou 2 encadernados q custaram menos do q 1 ed. da Panini (e acredite: Esses 2 arcos são pra lá de "EXCELENTES" - o "Anjo Caído" é uma das minhas HQs favoritas de todos os tempos). E por falar nisso: Parabéns tbm pela aquisição de "Apenas um Peregrino" (outra das minhas "TOP 100", rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  39. "fiquei com dor de corno pela biblioteca do Surfista"


    Hahaha.... Bem nessas, SEMI:

    Acho q essa ed. do "Surfista" era a coisa mais obrigatória de ser cofrada no evento (ainda mais por essa barbada de 40 pila, rs): Sério mesmo, por esse preço até eu comprava de novo - Pra ter um exemplar q eu possa emprestar pros amigos (já q o meu eu guardo à 7 chaves - é o Santo Graal da minha coleção, hehe)!

    E sobre a distância.... não faço ideia do qto esse evento é longe pra galera aí do Rio: mas aqui no sul tbm rolam uns eventos nos "arredores" da capital e região metropolitana (a última "comic-con" q teve por aqui eu desanimei em ir pq mudaram pra um local bem fora de mão pra mim). E o lance do "autógrafo", tbm entendo q quisessem impor alguns "limites", mas não justifica de forma alguma o tratamento grosseiro e antipático para com os leitores e fãs do homenageado. Faltou uma noção básica de educação E de marketing promocional!

    Abs!

    ResponderExcluir
  40. "Vc precisa criar um canal de vídeo para comentar melhor coisas assim, fazer "reportagens" etc.."


    E aí, Kleiton.... blz?

    Eu ando pensando em coisas assim mesmo.... Mas antes de mais nada eu precisaria comprar uma filmadora decente, rs. Um canal de vídeo será inevitável pro futuro do blog: Embora eu não goste do formato (prefiro LER textos do q assistir vídeos), sei q a sobrevivência do blog depende de uma maior interação com outros formatos (são os "novos tempos", hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho verdadeiro HORROR a canais de vídeo. Principalmente daqueles que tentam fazer um noticiário engraçadinho e levam 20 minutos para explicar o que leio em 60 segundos (rs).

      Excluir
  41. "enquanto que uma das maiores obras em quadrinhos já escrita (O Eternauta, dos argentinos Héctor G. Oesterheld e Francisco Solano López) pegava poeira empilhado num canto do estande, apesar do desconto de 50%!!!"


    E aí, Ø-Drix..... blz?

    Putz, nem me fale uma coisa dessas.... Pois eu ainda não consegui comprar o "Eternauta" pq a ed. sumiu das prateleiras das livrarias daqui: Eu demorei demais pra comprar esperando q aparecesse um bom desconto pra caber no orçamento (o q acabou não vindo). E agora saber q tinha uma PILHA aí jogada num canto com 50% de desconto é de chorar mesmo!

    O "Mundo de Edena", pelo menos, eu tenho e é mto bom.... O Moebius tava numa fase mais amadurecida (menos "experimental") da sua carreira qdo produziu essas belíssimas HQs (arte mto bonita mesmo). E sobre a Comix: Já superfaturaram o "Demolidor" do Waid tbm? Nossa, nem era pra tanto (o vol. q ainda se encontra em estoques de lojas e classificados pelo preço de capa no máximo). Q bobeira esses preços deles!

    Abs!

    ResponderExcluir
  42. "A pessoa comprava um ticket para entrar na fila e receber o livro das mãos do padre Marcelo Rossi, livro que já vinha com seu autógrafo impresso."


    Hahaha.... É cada uma mesmo, rs!

    Nunca tinha ouvido falar numa coisa dessas, mas acredito q tenha acontecido sim: Pois é uma forma de fazerem a "fila andar logo" (q no fundo parece ser o q eles realmente querem: Acelerar o processo de autógrafos e badalações e evitar o contato prolongado com os fãs)!

    Eu, falando como publicitário agora: Acho q pras celebridades em questão (tanto o tal padre qto o Maurício) se for pra tratar os fãs dessa maneira.... O melhor pra eles é ficar em casa então: Não irem nesses eventos se não tiverem tempo e paciência de atenderem à TODOS de forma simpática e atenciosa: Pois é a IMAGEM e o NOME deles q ficam queimados com atitudes q nem essas relatadas!

    Abs!

    ResponderExcluir
  43. Essa história de autógrafos é complicada. Na Europa assume-se que qualquer desenhista de quadrinhos autografando vá fazer um desenho (simples, nada do outro mundo) para o leitor. Isso leva fácil uns 10-15 minutos! Cinco minutos se for um desenhista muito rápido (nível François Boucq) ou um desenho muito simples. Isso limita VIOLENTAMENTE a quantidade de pessoas que um desenhista pode atender.

    O que fazer? O sistema geralmente funciona na base do primeiro a chegar/primeiro a ser atendido (a boa e velha FILA), mas significa que apenas os obsessivos que chegam MUITO cedo (leia-se fanboys obsessivos) acabam ganhando um autógrafo - e mesmo elas precisam às vezes esperar horas em um canto, o que é desagradável. As senhas resolvem o problema da espera, mas não dos fanboys obsessivos pegando todas as senhas.

    Isso é exacerbado com autores que têm apelo tanto com crianças quanto com fanboys obsessivos (e Mauricio é um deles!). As crianças ficam essencialmente privadas do contato com o autor, o que é chato para elas E para o autor, que afinal se faz uma obra para crianças deve gostar delas e acaba tendo de aturar fanboys obsessivos em sessões de autógrafos.

    Outro sistema comum é o do sorteio. Ainda tem um número de senhas limitado, mas muito maior, e elas são sorteadas em vez de seguirem uma ordem. É injjusto com quem chega mais cedo (a não ser que existam poucas senhas) e também é um sistema que vai ocupar o tempo das pessoas, já que elas vão ter de ficar de olho o tempo todo se o número delas aparece no sorteio.

    Um sistema de comprar livros caros para reduzir o número de pessoas pedindo autógrafos também existe. O problema desse é que (como tudo no mundo...) favorece quem tem poder econômico. Isso é particularmente chato em um país pobre como o Brasil. Outro problema é que se o autor autografar apenas o livro em questão, o leitor não vai poder ter autografada uma obra que o marcou particularmente e sim um outro trabalho que pode até não lhe interessar.

    Incidentalmente, em Bruxelas há lojas que promovem sessões de autógrafos através da venda de edições especiais de obras de um autor. Por exemplo, o autor X vai fazer uma sessão de autógrafos e a loja imprime 50 exemplares de uma edição especial de luxo (necessariamente cara, já que QUALQUER livro com uma tiragem de 50 exemplares vai ser caro). O cidadão pode comprar antecipadamente e nem estar lá no dia (uma vez entrei em uma loja dessas e vi um autor SOZINHO autografando livros para uma coisa dessas - e não pude pegar um autógrafo porque não tinha grana para o livro...). É um sistema interessante para promover uma loja, mas não particularmente para os fãs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente esse sistema europeu que o Don Rosa utilizou na CCXp mas realmante limita o número de pessoas a serem atendidas, nesse caso existiram situações desagradáveis de falta de respeito do fã brasileiro com o autor e com os outros que estavam esperando na fila (eu relatei o fato em um post aqui no blog do Leo) infelizmente a educação e compreensão do fã brasileiro é um complicador nessa equação...

      Excluir
  44. "Essa história de autógrafos é complicada."


    Oi, Hunter.... E bota complicada nisso pelas alternativas e opções q vc listou acima, rs!

    Parece q não há um jeito q vá agradar ou servir pra todos.... Pois realmente, os fanboys mais radicais poderão driblar qq opção viável q vise facilitar as coisas pro fã "NORMAL" q quer apenas um simples autógrafo de determinado artista!

    Por exemplo, não sei a dimensão de público q teve nessa bienal e nem o qto o MSP foi assediado em busca de autógrafos.... Mas na "Comic-Con" q rolou aqui no sul no mês retrasado, o Peter Milligan foi destaque e ainda assim conseguia atender o pessoal de forma q bastava levar qq gibis de autoria dele pra q ele autografasse. Claro q guardadas as devidas proporções de público e do interesse (possivelmente bem maior) em torno do MSP, ainda assim o método adotado não parece ter sido o melhor, pois fica uma sensação de antipatia e frieza comercial no ar nesse sistema de ter q comprar um livro de 50 reais pra ganhar um autógrafo!

    O q eu quero dizer é q se pelo menos fosse alguma ed. mais em conta.... talvez o resultado fosse mais aprazível pra todos os presentes. E sabemos q na linha MSP tem gibis de todos os formatos e valores. Não é qq um q desembolsa 50 reais num livro (de forma forçada ainda por cima - só pra ter um autógrafo) hoje em dia. Mas enfim, estou apenas "supondo" isso: Já q não sei se de repente a editora não acabou faturando os tubos assim mesmo e não está nem ligando pras críticas dos fãs "normais"!

    De qq forma.... a única certeza em tudo isso, é q o poder aquisitivo sempre terá um peso maior nessas situações (como em tudo mais na vida, aliás)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heh, as edições especiais que fazem aqui na Europa custam cinquenta EUROS! Não se queixe...

      De qualquer modo, a França faz sessões de autógrafos de autores de quadrinhos há mais de 50 anos e nunca acharam uma solução perfeita. Provavelmente não existe...

      Excluir
  45. Como o amigo Hunter disse acima, teria que se criar algum tipo de critério antecipadamente pra evitar-se surpresas desagradáveis.
    O grande problema a meu ver foi ter mudado o modo de conduzir as coisas. Pois na Bienal passada, o próprio Mauricio atendeu a TODOS os que pegaram as senhas(e não foram limitadas como dessa vez). E não teve essa de comprar ou não determinada hq. Autografou todas elas.
    Se o sistema foi mudado pra esse ano, lançassem isso no site do evento ou então no guia que foi distribuído com toda programação.
    Ainda que fosse com essa "venda casada" (compra do livro tal = direito a autógrafo), que fosse informado. Ao menos não perderia meu tempo, pois não queria autógrafo na edição imposta por eles. Queria mesmo a assinatura e dedicatória em uns gibizinhos antigos que levei.
    Se fosse assim, poderiam fazer como o Zico um tempo atrás no site dele. Foram vendidas algumas edições do livro dele com as 60 melhores primeiras páginas do Galinho no extinto jornal carioca "Jornal dos Sports". Quem comprasse no site o livro(hoje esgotado) ganhava a edição autografada e com dedicatória personalizada, já que ele fazia isso com cada um que comprasse.
    Simplificaria tudo se fosse feito nesses moldes. Evitaria deslocamento desnecessário, trânsito, cansaço, filas quilométricas...
    Abraço a todos

    ResponderExcluir
  46. "se puderem entrar em contato comigo por e-mail para combinarmos, seria ótimo! Meu e-mail é: vitor0310@gmail.com"


    Oi, Vítor.... blz?

    Reforcei seu pedido pros 2 amigos (Colecionador e Semi) pra q eles entrem em contato com vc.... Acredito q com eles vc consiga essa capa q procura. Boa sorte, e qq coisa avisa aí então, ok?

    Abs!

    ResponderExcluir
  47. "É o da liga do Johns dos novos 52, entrou em pre venda,"


    E aí, William.... blz?

    Ah, sim.... Essa "Liga" é bem fraquinha mesmo: Mas "se" eu comprar, será apenas pela arte do Jim Lee (q tá boa). Não é uma série q eu seguiria adiante, mas me interessa o começo (até a ed. 12 foi com arte do Lee)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Leo, vou pular essa e o batman do tomasi (que parece ser pra molecada), valeu asbs!

      Excluir
  48. "Tenho verdadeiro HORROR a canais de vídeo. Principalmente daqueles que tentam fazer um noticiário engraçadinho"


    E aí, SEMI..... blz?

    Pior, né? hehe.... Eu assisto alguns vídeos (principalmente os do Fernando e Alexandro - q são os meus preferidos), mas o q me mata é a questão do tempo: Tenho poucas horas livres ao longo do dia, sendo q minha prioridade é manter o blog e nem sempre me sobra tempo pra assistir mtos vídeos (pelo menos esses 2 q eu assisto já se ligaram q o lance é fazer vídeos mais curtos entre 5 e 10 min)! Os do Alexandro são bons pq ele sempre recebe gibis e miniaturas antes de todo mundo e filma suas compras da semana (isso acaba me sendo bastante útil pra saber o q tá chegando nas bancas)!

    Já os canais metidos a "engraçadinhos".... Eu acho mais irritantes do q engraçadas as "forçadas" pra fazerem graça (pra manter um clima "descontraído" não precisa fazer "macaquices" em frente à câmera - essa noção meio q se perde ou passa da medida em alguns canais)! Mas não se preocupe, qdo eu fizer os meus vídeos (o q pode demorar ainda, pois não sei qdo sobrará verba pra eu investir numa câmera) a proposta será bem diferente: E já adianto q não tenho "veia cômica" nenhuma, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  49. "Exatamente esse sistema europeu que o Don Rosa utilizou na CCXp mas realmante limita o número de pessoas a serem atendidas, nesse caso existiram situações desagradáveis de falta de respeito do fã brasileiro "


    E aí.... blz?

    Vc tem toda razão: Houveram casos vergonhosos de falta de educação do leitor brasileiro com o Don Rosa (e outros artistas presentes na CCXP). E pra quem perdeu ou tiver curiosidade em ler o relato q o Cesar Leal mandou aqui pro blog, recomendo uma lida na matéria do LINK abaixo (vale a pena essa conferida):

    http://submundo-hq.blogspot.com.br/2015/01/don-rosa-o-homem-pato-uma-cronica-da.html

    Abs!

    ResponderExcluir
  50. "Se o sistema foi mudado pra esse ano, lançassem isso no site do evento ou então no guia que foi distribuído com toda programação."


    E aí, Mumu.... blz?

    Pois é, diante do transtorno q vc relatou: De ser um dia chuvoso e o evento ser totalmente fora de mão pra vc.... E ainda assim vc ter se esforçado em ir (contra todas as adversidades), acho q o mínimo de respeito q poderiam ter tido pra com o público era a transparência de terem avisado antes (no site) como seria o procedimento de autógrafos agora (já q mudaram as regras em relação à bienal anterior)!

    Ainda acho (falando como publicitário) q pra editora e pro artista é melhor NÃO fazer uma sessão de autógrafos nesses moldes.... Do q passar essa imagem e sensação de antipatia pro público. Tá, eles podem ter ganho uns bons trocados com tudo isso e saíram de lá com os bolsos cheios: Mas a "IMAGEM" da editora e do artista ficam comprometidas (diante da insatisfação q geraram)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  51. "De qualquer modo, a França faz sessões de autógrafos de autores de quadrinhos há mais de 50 anos e nunca acharam uma solução perfeita. Provavelmente não existe..."


    Oi, Hunter.... Puxa, se em 5 décadas não conseguiram achar uma fórmula q dê certo: Então é pq deve valer a máxima: "O q não tem remédio, remediado está", rs!

    E 50 EUROS é pra humilhar mesmo, hehe!

    Abs!

    ResponderExcluir
  52. Nossa...ainda bem q fui no primeiro dia e levei o 4 volumes do monstro do pântano com o desconto da Panini kkk
    O vol1 na comix estava 40 reais oO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, bruno.... blz?

      Caramba, já dobraram o preço do "monstro do pântano" então? O Vol. 1 custava pouco mais de 20 pila.... Mas ainda bem q vc conseguiu com desconto, pois essa série é excelente (na próxima semana deve chegar o Vol. 6 nas lojas)!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...