26/07/2014

"Mandrake - O Mágico" (80 Anos): Todos os Truques Revelados....

O "Mandrake" comemora 80 Anos de criação (1934-2014).... E nesta matéria especial, vamos relembrar um pouco da trajetória deste mágico ilusionista pelas bancas do Brasil nessas últimas 8 décadas:

Capas clássicas, fases marcantes, melhores histórias, curiosidades sobre o personagem, e muito mais.... Indo das tiras de jornal até as mais recentes encadernações da Pixel (e passando pela sua extensa fase na RGE/Globo)!!!

Confira abaixo este breve resgate histórico:

O "Mandrake" foi criado em 1934 por Lee Falk (o mesmo criador de "Fantasma").... E é um mágico com poderes telepáticos e de hipnose instantânea (fazendo com que a plateia - e principalmente os criminosos - se confundam entre realidade e ilusão). Por incrível que pareça, o personagem foi inspirado visualmente em um mágico da vida real que atuava nos anos 20 e era chamado: Leon Mandrake (vejam uma foto dele neste "LINK" - exatamente idêntico em: nome, fisionomia, bigode, cartola e capa)!!!

No Brasil, "Mandrake" estreou no ano seguinte à sua criação, no "Suplemento Juvenil" (de 1935): Publicação dedicada à quadrinhos de heróis e tiras de jornal ("Flash Gordon", "Tarzan", e até "Pato Donald"). Até o começo dos anos 50 o personagem não teve revista própria, mas suas aventuras eram publicadas com grande destaque em jornais e revistas mix: "Mirim", "Gibi", "Globo Juvenil", etc!!!

A trama é ambientada nos anos 30, onde "Mandrake" enfrentava criminosos e bandidos de todo tipo: Assaltantes, espiões, e até alienígenas e seres extra-dimensionais (como visto na clássica aventura do "Mundo do Espelho" - republicada pela Pixel no Vol. 1 de "Mandrake"). O mágico também podia contar com a ajuda de sua noiva: A princesa "Narda" (de um reino da Europa Oriental) e de seu amigo: "Lothar" (príncipe africano que usa a "força bruta" no combate ao crime)!!!

A partir de 1953.... "Mandrake" finalmente ganhava seu título próprio no Brasil pela RGE: Tendo 325 edições lançadas ao longo de 30 anos nas bancas (indo até meados de 1983), sem contar os vários "Almanaques" e "Especiais" (nas imagens acima, separei algumas capas da RGE, incluindo o nº 1 de 1953). "Mandrake Coleção" (da Globo) foi o último título regular do herói publicado no Brasil (de 1989 a 1992 - capa abaixo com o nº 1 da revista).

A partir daí, o mágico teve algumas edições especiais pela Ópera Graphica (com republicações de clássicos) e mais recentemente... pela Pixel com 2 encadernados caprichadíssimos (em papel couché, capa-cartão e trazendo histórias essenciais do personagem)!!!

A última edição lançada pela Pixel é o Vol. 2 (capa que abre esta matéria): Uma aventura completa publicada em tiras de jornal de 1942-1943 (durante a 2º Guerra Mundial) onde "Mandrake" enfrenta o "Barão Kord" e um exército de mortos-vivos. Vale a pena conhecer melhor esse personagem que ainda mantém uma aura de mistério e magia mesmo passadas 8 décadas de sua criação. A principal FONTE de pesquisa pra esta matéria foi o site: "Encilopédia HQ" (altamente recomendado)!!!

Até+

PS: E a seguir aqui no "Submundo".... Um "Plantão HQ" recheado de novidades (e algumas informações em 1º mão sobre as próximas "Coleções Históricas" da Marvel e um mega-encadernadão de Alan Moore)!!! 

40 comentários:

  1. Tudo bem, Leo.
    Ótima postagem. Só uma correção "Mandrake Coleção" (da Globo) era preto e branco.
    Não consegui achar o almanaque Mickey 20 aqui no Rio (capital), não veio junto com os outros. Quanto ao Peninha 50 anos desanimei e acabei não levando. Apesar do número de páginas, achei R$ 16,00 caro, encadernação fraca, fácil de descolar e soltar. Quanto às histórias, acho que não sou fã do Peninha mesmo.
    Chegou o Homem-Areia (Eaglemoss).Tem banca por aqui que ainda tem até o Coringa.
    Peguei CHX-Men 3, Tex Ouro 73, Vilania Eterna 1 (vou conferir no que dá, e passo a minha opinião), Infinito 1 ainda nada (gosto do Thanos).

    Alex Leão

    ResponderExcluir
  2. Tudo inédito para mim ao contrario do Fantasma.....tomara que tenha "vida longa" o Mandrake.

    ResponderExcluir
  3. Oi, LEO, tudo bem?

    Pessoalmente, sempre gostei mais do Mandrake do que do Fantasma por causa do lance da magia. Quando eu era moleque tinha até aquela caixa de mágicas, que era quase uma febre na época, rs!
    Bons tempos da RGE... Ainda tenho aquela edição dupla que, de um lado era o Mandrake e do outro era o Flash Gordon. O mágico tinha umas histórias meio fracas, mas eu gostava mesmo quando aparecia o Hojo ou quando ele enfrentava aquela galeria bizarra de inimigos, rs: Cobra, Camelo de Barro, Toupeira, etc.
    Muito boa a matéria! E tomara que esse encadernado do Moore seja o DO INFERNO, hehehe!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Boa matéria, Léo. Conheci as histórias do Mandrake aos 10 anos. Eu estava doente, internado num hospital. Meu pai levava gibis para me distrair, mas como não sabia bem do que eu gostava, levou tudo quanto foi título nas bancas naquela época. Me deparei com uma história que contava justamente a origem do mágico, o colégio de Theron e seu irmão gêmeo, Derek... Não teve jeito: fui fisgado e passei a colecionar os gibis do Mandrake desde então. Só uma pequena correção: a série Mandrake Coleção (última editada pela Globo) era em preto e branco, e não colorida, ok? Grande abraço e ainda mais sucesso com o blog.

    ResponderExcluir
  5. Mandrake é muito bom. Mas não tenho muita coisa dele. Pena que hoje não saia muitas edições como antigamente quando eu não dava tanta bola.

    ResponderExcluir
  6. Grande Leo,

    Post muito interessante. Minha infância foi muito marcada pelos eixo Marvel/DC, por isso nunca conheci bem o Mandrake.

    Percebemos a importancia histórica dele até pela diversidade, com um personagem negro de grande destaque, ainda que no estigma de ajudante do protagonista branco.

    Eu cheguei a curtir mais o Fantasma.

    Tambem adorava o desenho Os Defensores da Terra, nos anos 80!

    Ah e o Enciclopedia Hq ja foi pro meu Favoritos.

    Abs, Zé.

    ResponderExcluir
  7. Ótima materia sobre o Mandrake.

    Confesso não ser o mais ávido dos fãs dessas hqs mais antigas, mas reconheço seu papel em definir os padrões do que, anos mais tardes, foram os clássicos de nossa geração.

    Estou na expectativa sobre esse encadernadão do Moore... Seria algo da Liga Extraordinária?

    Vlw Léo
    Rodinely.

    ResponderExcluir
  8. "Ótima postagem. Só uma correção "Mandrake Coleção" (da Globo) era preto e branco."


    Oi, Alex.... tdo bem?

    Obrigado mesmo pela correção (vou arrumar o texto).... eu me baseei em informações tiradas da "Enciclopédia" nesse caso, pois não tenho essas revistas na coleção pra conferir. Do "Mandrake" eu só tenho mesmo essas 2 ed. da Pixel.... mas já tive mta coisa dele (mensais e almanaques) pela RGE nos anos 70 e 80!!!

    Qto ao "Peninha".... eu soube q já saiu essa ed. aqui no sul, mas ainda não pude sair pra conferir (vou tentar amanhã): O trabalho gráfico da Abril não tem sido dos melhores mesmo (impressão ruim: borrada, fora de foco, cores vazando, pág. mal-coladas, etc) mas como sou mto fã do Peninha, vou ter q me submeter à esse servicinho porco desta vez, rs (ao menos pra ter essas principais histórias na coleção). Uma pena q vc não achou esse "Almanaque do Mickey 20", esse pelo menos eu te garanto q veio com ótima impressão (coisa rara de se ver)... espero q vc encontre essa ed, acho estranho não terem mandado praí, pois já fazem algumas boas semanas q essa ed. saiu)!!!

    O "Homem-Areia" (Eaglemoss) eu acabei pulando, pois tive q cortar algumas peças pra poder acompanhar outras coleções do tipo, rs... Do "Tex Ouro 73" eu acho q vc adorar (terminei de ler e achei um dos melhores gibis q li este ano: excelente mesmo), mas diga aí depois o q achou da "Vilania", blz? (li apenas o começo dessa saga). Ah, e o "Infinito" será um dos destaques da postagem de amanhã aqui no blog, rs!

    Abs!

    ResponderExcluir
  9. "Tudo inédito para mim ao contrario do Fantasma.....tomara que tenha "vida longa" o Mandrake."


    Oi, Roni..... blz?

    Pra mim tbm: Embora eu já tivesse lido mta coisa do "Mandrake" nos tempos da RGE, esses últimos 2 encadernados da Pixel trouxeram clássicos inéditos pra mim (HQs essenciais pra cronologia do mágico e q eu nunca tinha lido)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  10. "Pessoalmente, sempre gostei mais do Mandrake do que do Fantasma por causa do lance da magia. Quando eu era moleque tinha até aquela caixa de mágicas, que era quase uma febre na época, rs!"


    E aí, Alexandre..... blz?

    Eu tbm tive essa caixa de mágicas q vc fala, rs.... os truques eram bem básicos mesmo, mas serviam pra divertir a família nos churrascos de domingo, hehe. Eu tbm tinha vários gibis do "Mandrake" pela RGE, e eu gostava dos "almanaques" (a seleção de histórias costuma ser melhor q a da revista mensal). E o mágico tenha uma boa galeria de vilões mesmo.... lembro de alguns desses q vc citou e de uns alienígenas esquisitões tbm!

    Ah, e o encadernado do Moore é esse mesmo, hehe..... eu preferi atrasar um pouco essa postagem pra ver se dava tempo de conseguir a capa oficial, mas tá difícil (vou esperar até amanhã de noite, se não conseguir, azar: postarei as demais notícias assim mesmo)! Seja como for, será um lançamento obrigatório pra qq fã do Moore!

    Abs!

    ResponderExcluir
  11. "Me deparei com uma história que contava justamente a origem do mágico, o colégio de Theron e seu irmão gêmeo, Derek... Não teve jeito: fui fisgado e passei a colecionar os gibis do Mandrake desde então."


    Oi, JOHN MCARTSON..... tdo bem?

    Valeu mesmo pela correção (o Alex Leão tbm me avisou desse 'deslize" no 1º comentário acima, e já arrumei o texto, rs). Eu não cheguei a conhecer essa revista da Globo (Mandrake Coleção), e as últimas ed. q tive do mágico eram ainda pela RGE (eu tinha a mensal e os almanaques)!!!

    Me interessei por essa história q vc falou com a origem do mandrake (vou pesquisar pra ver onde saiu e espero q seja republicada apela Pixel num próximo Vol).... E olha só q infeliz coincidência: qdo vc mencionou o fato de ter sido internado num hospital, lembrei da minha situação atual: Pois daqui há umas 2 semanas terei q anunciar o meu afastamento (temporário) aqui do blog, justamente pra uma internação q serei obrigado a fazer (pra uma cirurgia de coluna): Já até separei hj alguns gibis pra ler durante a minha recuperação (e entre eles está esse Vol. 2 do "Mandrake", rs!)

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leo.
      A história a que me referi não é assim tão clássica, e saiu em 1987, na revista "Mandrake Extra" a primeira do personagem após a transição da Rio Gráfica para a Editora Globo, em fevereiro de 1987.
      Mais informações aqui: http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/mandrake-extra-n-1/ma005102/78971
      Ainda guardo essa edição na minha coleção com muito carinho, assim como um almanaque do Fantasma, que ganhei aos quatro anos. Como ainda não sabia ler, olhava para as "figuras" e imaginava o enredo das histórias. O engraçado é que eu achava que o Fantasma era o Homem-Aranha e estranhava o fato de ele estar "numa floresta"... Rsrsrs...
      Boa sorte em sua cirurgia, e volte logo pra outra rodada de HQs, nesse boteco que tanta descontração traz aos aficionados por quadrinhos.
      Abs.

      Excluir
  12. "Mandrake é muito bom. Mas não tenho muita coisa dele. Pena que hoje não saia muitas edições como antigamente quando eu não dava tanta bola."


    Pois é, gustavo.... eu tbm comecei a me interessar mais por esse material agora (qdo li o Vol. 1 da Pixel). E dizer q eu já tive dezenas de gibis dele pela RGE, mas na época eu era moleque e não sabia o devido valor do q eu tinha. Mas hj eu espero q a Pixel continue publicando mais edições dele (e de outros personagens clássicos tbm)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  13. "Percebemos a importancia histórica dele até pela diversidade, com um personagem negro de grande destaque, ainda que no estigma de ajudante do protagonista branco."


    E aí, Zé Carlos..... blz?

    A minha infância já foi diferente.... embora eu preferisse os gibis da Marvel, eu acabava colecionado de tudo (DC, Disney, Tex, Fantasma, Mandrake, Recruta Zero, Condorito, etc). Os gibis eram baratos na época, e eu acabava ganhando mta coisa de presente tbm (meus tios e parentes sabiam q eu curtia gibis e seguido me presenteavam com gibis bem variados)!!!

    Qto ao "Lothar".... enquanto eu pesquisava informações pra esta postagem, me deparei com uma afirmação de q ele teria sido o 1º personagem negro das HQs. Não confio mto na Wikipedia, e acabei não mencionando o fato na postagem por não ter certeza absoluta da veracidade dessa alegação. Acho possível q seja verdade sim, mas somente uma pesquisa mais minuciosa poderia confirmar esse fato!!!

    e os "Defensores da Terra" fizeram relativo sucesso na época.... pena q não foram adiante (sei lá por qual motivo, já q era um desenho q a molecada parecia gostar)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A informação do Lothar ser o primeiro personagem negro dos quadrinhos não procede... Talvez nos quadrinhos de aventura. Para se ter idéia os personagens brasileiros Reco Reco, Bolão e Azeitona eram publicados no Brasil na Tico Tico e criados em 1931, sendo um deles afro descendente.

      Cesar Leal

      Excluir
  14. "Estou na expectativa sobre esse encadernadão do Moore... Seria algo da Liga Extraordinária?"


    E aí, Rodinely.... blz?

    O "Mandrake" parece ter sido uma inspiração até pro "Dr. Estranho".... comecei a curtir mais esse material ao ler o Vol. 1 da Pixel!

    qto ao encadernado do Moore.... é o "Do Inferno": q ganhará versão única no Brasil (os da "Liga Extraordinária" teremos mais 2 inéditos pela Devir - "Dossiê Negro" e "Nemo: Coração de Gelo " - a editora é demorada, mas já confirmou oficialmente essas edições pra um futuro próximo, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa... Cara, tu não faz ideia do quanto eu estou feliz em receber tal notícia!

      Estava com planos de, veja só, importar esse material e vc me vem com uma baita novidade dessas!

      Vlw Léo, vc é o cara! =D

      Excluir
  15. Tudo bem Leo
    Quando foi criado (lá atrás, nas primeiras histórias), o Mandrake fazia mágicas de verdade não era um hipnotizador, ele não fazia o bandido pensar que era um rato, ele transformava o cara num rato, ficava invisível, em outra aventura apelou para magia negra e consultou o espírito de um sacerdote egípcio um clima mais pesado. Mas durou pouco, muito pouco e logo o Falk resolveu fazer dele um hipnotizador, o que na verdade foi bem melhor, porque na verdade um mágico do porte de Mandrake não ia ter muito trabalho com seus inimigos. Se não me engano, tem uma passagem onde o pneu do carro dele fura, ele está sem estepe e diz que não dá pra fazer o pneu acreditar que está cheio. Entrou mais humor. Lotar era burro, e vivia descalço o que com o tempo também mudou. Narda no início era uma princesa muito mais sensual e interessante, depois virou Jackie Kennedy, bem americanizada. Teria que ver, mas acho que RGE e Globo publicaram dessas histórias. O colégio de magia veio bem depois.

    Alex Leão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu mesmo pelas explicações, Alex.....

      As primeiras histórias do "Mandrake" eu nunca li.... o Vol. 1 da Pixel faz uma seleção de material dos anos 60, e esse Vol. 2 (do "Barão Kord") é dos anos 40 (uns 8 anos após sua criação). Esses "ajustes" nas origens dos personagens são necessários à medida q eles vão amadurecendo com o passar das histórias:

      Futuramente eu devo estrear aqui no blog uma série de matérias sobre erros de cronologia e alterações de personagens (ando separando material pra isso). Pra vc ter uma ideia das mudanças abordadas, estarão o fato do "Cap. América" inicialmente usar ímãs magnéticos pra atrair seu escudo de volta (após ser arremessado): Stan Lee se arrependeu dessa ideia, e logo em seguida o capitão arranca a aparelhagem (inventada pelo Stark) e passa a arremessar o escudo naturalmente. Em outra, o "4F" chega à Lua ANTES da "Chegada do Homem à Lua" (em uma HQ de 1962/63)... e como forma de respeito aos astronautas, essa história foi desconsiderada da cronologia (pelo próprio Stan Lee qdo mostra anos depois o "4F" assistindo a chegada dos astronautas pela TV e agindo como se jamais tivesse estado na Lua antes)! Creio q com o "Mandrake" deva ter rolado algo similar tbm!

      Abs!

      Excluir
  16. "A história a que me referi não é assim tão clássica, e saiu em 1987, na revista "Mandrake Extra"


    Valeu pelo LINK, MCARTSON.... eu iria penas pra achar essa edição pesquisando, rs!

    Mas pela descrição do "guia", essa história é de 1948 (embora republicada nessa ed. de 1987).... Eu prefiro assim: histórias de origem produzidas pelos próprios criadores dos personagens (mesmo q alguns anos depois de sua criação): Não gosto mto de histórias importantes contadas por autores q não criaram os personagens. Mas essa do "Mandrake" deve ser excelente e espero q a Pixel republique num próximo encadernado!

    Guarde com cuidado essa edição.... pois parece ser uma tremenda raridade mesmo (considerando-se a importância da história). Já o" Fantasma", eu nunca entendia pq aquele desenho animado (Defensores da Terra) mostrava ele com uniforme roxo: Foi uma tremenda surpresa saber q era a cor original do uniforme e q o "vermelho" era a cor errada, rs (se não fosse a internet, eu jamais descobriria essas coisas, hehe). E obrigado pelos votos de boa sorte.... ainda tenho mais umas 2 semanas pra atualizar o blog, mas eu voltarei com tudo assim q estiver recuperado (segundo o médico, serão poucos dias q eu precisarei ficar afastado e o "X-9" me deixará relatórios constantes no e-mail pra eu voltar com a corda toda depois, rs)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  17. Que boa notícia essa do lançamento em edição única de "DO INFERNO" de Alan Moore. Agora vou cruzar os dedos e torcer que não seja lançado pela Mythos, se for o preço vai estar lá em cima. "Que não seja a Mythos, que não seja a Mythos....". rsrs. Um abraço.

    ResponderExcluir
  18. Fala, Léo!
    Parabéns pelo dossiê!
    Não sou um entendido no Mandrake, mas o personagem se mantém por tanto tempo sem que sua essência tenha desvios ou sofra traumáticas releituras!
    Alô Marvel! Alô DC!Fica a dica, que o respeito ao personagem solidifica sua mitologia e o fortalece.
    Abs!

    ResponderExcluir
  19. Bom dia Leo

    Infelizmente até agora nunca comprei um volume sequer desse personagem, mas eu conhecia ele através da boa série de tv Defensores da Terra que eu tenho muita saudade.

    ResponderExcluir
  20. Salve, Leo!

    Que matéria bacana, cara. Não acompanhei Mandrake, mas conheço o personagem. Curioso mesmo foi a informação sobre a inspiração em um mágico real. Doidera, né?

    A magia dentro das HQs, sempre será um poder bacana...pode ser concedida a qualquer um, sem que esse precise ter vindo de outro planeta, sofrido um experimento, ou nascido multimilionário, rsrs.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  21. Leo, Motoqueiro Fantasma da Salvat chega quando na sua cidade?

    ResponderExcluir
  22. acabou de lançar a sentinela no site da eaglemoss , corre la , tem outro novos tb .

    ResponderExcluir
  23. "A informação do Lothar ser o primeiro personagem negro dos quadrinhos não procede... Talvez nos quadrinhos de aventura. Para se ter idéia os personagens brasileiros Reco Reco, Bolão e Azeitona eram publicados no Brasil na Tico Tico e criados em 1931, sendo um deles afro descendente."


    Oi, Cesar..... tdo bem?

    Pois é, eu desconfiei da veracidade dessa informação na Wikipedia (q não costuma ser lá mto confiável qdo faz alegações do tipo) e na dúvida, achei melhor nem mencionar o fato na postagem.... pois acho q isso seria caso pra uma investigação mais a fundo!!!

    Vale lembrar q os quadrinhos já pipocavam há algumas décadas antes da criação do "Mandrake" (e do "Lothar").... e achei essa uma afirmação q poderia gerar dúvidas e contradições diante do histórico considerável de outras HQs desse período. É um assunto q renderia uma ótima matéria investigativa: Já anotei esse tema pra uma futura postagem!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa pedida... aproveitando indico dois tópicos para ilustrar esse assunto para sua invetigação, O primeiro é que o Buster Brown (antepassado do Pimentinha e do Calvin) criado em 1902 nos EUA, publicado também no Brasil na Tico Tico com o nome de Chiquinho, tinha uma amigo afro descendente em suas histórias, apesar de não saber apontar o ano de sua criação creio que é anterior até mesmo ao do Azeitona do Luís Sá que mencionei no post anterior. Outra é que o Primeiro Herói Negro da Marvel, Pantera Negra, teve o nome alterado para Tigre de Carvão durante a atauação do partido dos Panteras Negras nos EUA...


      Cesar Leal

      Excluir
  24. "Nossa... Cara, tu não faz ideia do quanto eu estou feliz em receber tal notícia! Estava com planos de, veja só, importar esse material e vc me vem com uma baita novidade dessas!"


    Q bom q vc gostou da notícia (eu tbm adorei, rs).....

    E te aconselho a não importar nada do Alan Moore, pois como eu divulguei numa postagem no começo do ano: teremos mais de 20 (vinte) encadernados do Moore lançados (e relançados) no Brasil pros próximos 2 anos. Essa informação é séria, e foi confirmada tbm pela maior comunidade brasileira (facebook) do escritor: Esses 20 encadernados serão lançados aqui por várias editoras (contabilize aí as 6 ed. do "Monstro do Pântano", o "Miracleman", a "Liga", e "Do Inferno" (entre outros)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  25. "Que boa notícia essa do lançamento em edição única de "DO INFERNO" de Alan Moore. Agora vou cruzar os dedos e torcer que não seja lançado pela Mythos"


    E aí, Roberto..... blz?

    A força do pensamento é uma coisa séria, rs.... Pois vc pode ficar tranquilo q esse encadernado NÃO é da Mythos, e sim: da Editora Veneta!!!

    Agora se a Veneta costuma ser careira tbm, aí eu já não sei, hehe.... (mas a Mythos tbm vai publicar um encadernadão de respeito do Moore: "A Balada de Halo Jones")!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  26. "Não sou um entendido no Mandrake, mas o personagem se mantém por tanto tempo sem que sua essência tenha desvios ou sofra traumáticas releituras!"


    E aí, Victor..... blz?

    Bem lembrado.... o "Mandrake" nunca virou mulher (q eu saiba), nem trocou de "uniforme", ou teve sua vida completamente "rebootada", rs!

    E mesmo q não tenha novas histórias dele sendo produzidas.... sua essência permanece aí: INTACTA (a Marvel/DC tem mto a aprender com os clássicos)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  27. "Infelizmente até agora nunca comprei um volume sequer desse personagem, mas eu conhecia ele através da boa série de tv Defensores da Terra que eu tenho muita saudade."


    Oi, Marcelo..... Pra vc q curte cinema, o "Mandrake" quase teve um filme dirigido pelo Fellini: Chegaram a divulgar até umas fotos do Marcello Mastroianni vestido de "Mandrake" (uma rápida busca no google vai mostrar essas fotos). O filme não foi adiante, infelizmente!

    Me deparei tbm com notícias de q novas tentativas estavam sendo feitas recentemente de levar o mágico pras telas (um dos atores cotados seria o principal da série "Tudors": q fazia o Rei Henrique V)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  28. "Que matéria bacana, cara. Não acompanhei Mandrake, mas conheço o personagem. Curioso mesmo foi a informação sobre a inspiração em um mágico real. Doidera, né?"


    Oi, Marcio..... tdo bem?

    Q coisa louca mesmo qdo me deparei com as FOTOS do "Mandrake" da vida real.... igualzinho ao do gibi, né? (até o mesmo nome, rs). E pior q esse mágico de verdade viveu até meados dos anos 90 (sendo q seu auge era nos anos 20 - qdo inspirou o personagem)!

    E realmente, a magia seria um poder interessante.... embora se eu pudesse escolher, eu preferiria a "invisibilidade" (nem quero pensar no q eu faria sendo invisível, hehe)!

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino que o mágico sentiu-se homenageado, e muito. Visto que não houveram brigas judiciais, certo? Rsrs

      Ah...o Kevin Bacon no filme "O Homem sem sombra" deu muito trabalho as personagens, rsrs.

      Abraço!

      Excluir
  29. "Motoqueiro Fantasma da Salvat chega quando na sua cidade?"


    Acho q na semana q vem.... pois já faz uns dias q saiu a anterior dos "Supremos" (q vem antes dessa)!

    Abs!

    ResponderExcluir
  30. "acabou de lançar a sentinela no site da eaglemoss , corre la , tem outro novos tb ."


    Valeu mesmo, João Victor.....

    Já corri lá e comprei: "Destroyer" e "Sentinela", rs..... e pulei o "Apocalypse" (da DC): Mas fica aí a dica tbm!

    Abs!

    ResponderExcluir
  31. "O primeiro é que o Buster Brown (antepassado do Pimentinha e do Calvin) criado em 1902 nos EUA, publicado também no Brasil na Tico Tico com o nome de Chiquinho, tinha uma amigo afro descendente em suas histórias"


    Valeu mesmo, Cesar.... por mais essas informações: q certamente ajudarão bastante na pesquisa q irei fazer:

    Aliás, esse assunto pode render uma reportagem riquíssima de informações, hein? A quantidade de heróis e personagens negros nas HQs é mto mais ampla do q parece à 1º vista.... Já tivemos tbm um "Cap. América negro" na inédita (no Brasil): "The Truth". A Marvel tbm parece ter sido a 1º editora a mostrar uma relação de etnias diferentes: qdo o "Punho de Ferro" namorava a "Misty Night" (fato q tbm pode ser investigado pra ver se realmente confere ou se já houve algo assim por outras editoras)!!!

    Abs!

    ResponderExcluir
  32. "Imagino que o mágico sentiu-se homenageado, e muito. Visto que não houveram brigas judiciais, certo? Rsrs"


    Oi, Marcio.... Foi tdo tranquilo pelo visto, pois pesquisando pelo artista (Phil Davis), descobri q ele era amigo do tal mágico, e sendo assim.... o verdadeiro "Mandrake" deve ter se sentindo lisonjeado mesmo (ainda mais pelo fato do personagem ter se tornado um ícone das HQs e popularizado o nome qdo se faz referências à mágicos em geral)!!!

    qto ao "Homem Sem Sombra".... esse é um dos meus filmes favoritos e foi um dos 5 primeiros DVDs q eu comprei, rs. Um poder assim poderia transformar qq pessoa.... por isso eu gosto tanto dessa obra (baseada no livro do "Homem-Invisível"): q mostra a real: q o poder corrompe, e pode mudar completamente uma pessoa!

    Abs!

    ResponderExcluir
  33. OLÁ PESSOAL, TUDO BEM? Ouvi de um sexagenário, que por volta dos anos 66 havia revistinhas do Mandrake com uma página ensinando truques simples feitos com objetos de uso caseiro. Há entre vocês alguém que seja dessa época ou que tenha gibis datados desse período e que possam confirmar essa informação? Desde já obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kênia.... tdo bem?

      Eu não tenho gibis dessa época, mas já ouvi falar nisso tbm (qdo pesquisei pra esta postagem) e parece q é verdade sim.... seriam truquem bem básicos e simples, mas não cheguei a ter acesso à essas pág. A melhor chance de conseguir isso hj é procurando os scans de revistas nacionais dessa época!

      Abs!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...