20/11/2020

"Viúva Negra" (Especial): Da Rússia, Com Amor...

A "Viúva Negra" tá em alta no momento... Vários lançamentos com a espiã russa chegam às bancas e lojas graças à proximidade do 1º FILME solo da personagem (uma das mais influentes entre as heroínas da Marvel)!
 
Entre as novidades de destaque encontra-se: "A Guerra Biológica" (CAPA acima), que encaderna material publicado no início dos anos 2000. Fora isso, veremos aqui uma breve trajetória da "viúva" nos quadrinhos desde sua 1º aparição como vilã do "Homem de Ferro" nos anos 60 (em plena Guerra Fria)!
 
Confira abaixo:
 
A "Viúva Negra"... Foi criada por Stan Lee & Don Heck em 1964 (sendo um fruto legítimo da Guerra Fria entre EUA X Rússia), surgindo como vilã do "Homem de Ferro" na revista: "Tales of Suspense" nº 52 (CAPA acima, com o "Dínamo Escarlate" enfrentando o ferroso). Curioso notar que em suas primeiras aparições nas HQs, Natasha Romanoff usava aquele característico véu de viúva sobre o rosto (até então, seu marido havia sido considerado morto: Ele é/era o "Guardião Vermelho", que ainda apareceria em futuras histórias, só pra "morrer" de novo, rs). A "viúva" não tem superpoderes (a menos que "sedução" possa ser considerada como tal, já que vários personagens já se apaixonaram e se envolveram com ela, entre os quais: "Demolidor", "Gavião Arqueiro", "Hércules", o próprio Tony Stark, e até mesmo o Foggy Nelson, rs), mas anda armada (e mata quando precisa), luta bem, e dispara uns raios/projéteis pelos braceletes. Natasha já foi filiada à vários grupos de heróis e organizações de espionagem, fazendo parte dos "Vingadores", "SHIELD", "Os Campeões" (CAPA acima, de "Heróis da TV"), "Vingadores Secretos", "Thunderboltes" (infiltrada), e (é claro): a KGB!

Porém, sua principal parceria foi quando a espiã se aliou - por diversas vezes - ao "Demolidor" (combatendo o crime entre uns amassos e outros, rs)... Infelizmente, no Brasil, boa parte dessa fase do início dos anos 70 (em que a própria revista do "Demolidor" passou a carregar também o nome da "Viúva Negra") permanece INÉDITA por aqui até hoje (acima, tem uma CAPA original dessa fase): A Abril preferiu pular tudo isso - ANOS de cronologia - e foi direto pra fase de Frank Miller (CAPA acima também, com o "Mercenário" subjugando a moça). Não li e não sei direito o que houve entre o demo e a viúva para ambos terminarem a parceria, mas o clima entre eles não parecia dos mais amenos quando se reencontraram já numa história do Miller (publicada aqui em "Superaventuras Marvel" nº 1 da Abril - que é essa onde ela se depara com o "Mercenário"). Com o passar do tempo, a amizade e as rusgas entre o ex-casal voltavam a aflorar (como visto na fase Bendis - CAPA acima, na revista do "demo" pela Panini) e quando Natasha estreou um NOVO visual (SAM nº 38 da Abril), com uniforme cinza e cabelo curto!
 
O encadernado: "Ameaça Biológica" (capa-dura, 224 pág, R$ 69,90) republica uma sequência de 3 arcos (anos 2000) com destaque pra Yelena Belova (a 1º aluna da "Sala Vermelha" a superar as notas de Natasha e que está pronta para tomar o título de nova "Viúva Negra"). O 1º arco (que é a bela CAPA do encadernado - com arte de J.G. Jones) saiu aqui num "Aranha Premium" da Abril (acho que no nº 5) pouco antes da Panini assumir os títulos Marvel. O 2º arco já foi na revista: "Marvel Apresenta" 2 (Panini) e o 3º (A "Arainha Branca") foi a capa de estreia da revista: "Marvel MAX" nº 1 (da Panini). É disparada a melhor sugestão de gibi entre os vários lançamentos recentes da "viúva" (dentro do hype do FILME que está por vir)! Outras HQs memoráveis da "Viúva Negra" incluem: Uma mini-série com arte de George Pérez (SAM nº 29-30 da Abril e que está no TIJOLO importado da linha "EPIC" - CAPA acima), uma ótima história curta em P&B publicada em "Aventura & Ficção" nº 6 (da Abril), e um arco do "Demolidor" (Assassinos Russos) que saiu aqui no mix de "Marvel 99" (CAPA abaixo). Demorou pra fazerem um FILME só dela (tomara que preste, rs)!
 
Até+

40 comentários:

  1. E aí, Leo, beleza?

    Adquiri esse encadernado da Guerra Biologica, só a saga da Max eu tinha lido. Muito bom, altamente recomendado.
    Também peguei o segundo Epic com as histórias do Pérez e dúzias de graphic novels. Sensacional. E existe o primeiro, com todas as aparições dela em outras séries (Homem de Ferro, Demolidor, Vingadores).

    A Viúva é uma grande personagem, mas bem descaracterizada no geral, espiã, super-heroína, líder, tem coisa que não combina. Aparece em uma história superrealista, e no mesmo mês aparece ela ao lado dos Vingadores enfrentando Kang ou Thanos. Eu acho isso meio irreal e mexe com a escala do personagem. Tenho o mesmo problema quando Shang Chi ou o Justiceiro se metem com os demais heróis.
    Mas enfim, são os percalços do universo compartilhado.
    Rolou até, quase não saiu aqui, uma tentativa frustrada de um namoro entre a Natasha e o Capitão América, quando o Deodato desenhava os Vingadores (antes do Massacre). Seria mais um pra conta.

    Enfim, torcendo que o filme seja bom, e que abra mais portas para outro tipo de produção.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Lierson... blz?

      Eu tbm já peguei a "viúva" (ameaça biológica)... A única das 3 séries dessa edição q me faltava era "A Outra Face" (q tinha saído no "Marvel Apresenta 2" da panini e q eu perdi na época). A 1º mini (do G.J. Jones) eu tenho no "Aranha Premium 5" e a revista "Marvel MAX" eu tenho completa!

      Esses "EPICS" importados tão bonitos mesmo... e tô me coçando pra pegar pelo menos o 2º (com o material do Pérez e as novels)!

      Concordo contigo tbm sobre a mistura entre o realismo e a ficção nas HQs... A "viúva" era pra ser uma personagem mais centrada em ameaças e tramas do dia-a-dia (sem ir pro espaço ou pra outras dimensões enfrentar alienígenas e super-seres). É o mesmo problema qdo o "TEX", por exemplo, se depara com dinossauros numa caverna (na HQ: "O Signo da Serpente") ou encontra um disco voador no velho oeste ("O Vale da Lua"): parece q quebra o ritmo natural do personagem, rs!

      Abs!

      Excluir
    2. ""É o mesmo problema qdo o "TEX", por exemplo, se depara com dinossauros numa caverna (na HQ: "O Signo da Serpente") ou encontra um disco voador no velho oeste ("O Vale da Lua"): parece q quebra o ritmo natural do personagem"

      Não é somente o próprio personagem que pode acabar sendo descaracterizado, mas o universo em que ele está inserido também está sujeito à mudanças e à adulterações.
      Mas, muita gente aceita isso numa boa, sem compreender muito bem a dinâmica envolvida na questão.
      Um personagem qualquer e a sua "ambientação" tradicional (parcerias, vilões, modus-operandi, desafios particulares, etc) passa décadas sendo aquilo que ele sempre foi e, então, de repente decidem "reformular" a coisa.
      Às vezes, a "reformulação" realmente corresponde à essa proposta - o personagem (e o seu escopo) passa a ficar melhor se comparado ao que era antes. Entretanto, o que se observa na maioria das vezes é que aquilo que fizeram foi tão somente uma descaracterização, pura e simplesmente - seja no personagem (sua imagem e comportamento), seja em seu correspondente universo particular.
      Mas, conforme o assinalado, muita gente recebe isso numa boa, sem nem mesmo perceber o que de fato ocorreu...
      Cito o caso da Arlequina. Um personagem clone-feminina do Coringa, que foi inserido no universo vilanesco do Batman.
      Muitos aplaudiram e ficaram deslumbrados com a novidade...

      Quando um personagem passa por um processo desses, em que aparentemente necessita de uma "reformulação", é sinal de que já se tornou desgastado. A fórmula que lhe imprimia as características originais não funciona mais como antes.

      Lamentavelmente, hoje em dia não é qualquer um que tem o mesmo talento de um Frederick Opper (apenas pra ficar neste exemplo), que com seus renomados "And Her Name Was Maud!", "Happy Hooligans" e "Alphonse and Gaston" voltava à carga após anos de interrupção sem precisar mudar praticamente NADA de seus personagens.
      Sem apelar pra alterações de qualquer tipo, Opper apenas "inovava" produzindo várias páginas com seus personagens se encontrando, às vezes com a participação dos "Katzenjammer", de Dirks (outros personagens que também nunca precisaram de "reformulação" nenhuma pois já nasceram clássicos).

      Mas, aquilo era uma outra época. E o público também era outro.

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    3. "Mas, aquilo era uma outra época. E o público também era outro."


      Pois é, Adolph... Os tempos mudam, a mentalidade e gostos do público TBM!

      Chegamos ao ponto (não pensei q eu fosse viver pra ver isso) em q os tradicionais FILMES de MACHO (brucutús do cinema) q eram a febre nos anos 80, hj já são quase q "PROIBIDOS" disnte de ataques, boicotes, e reclamações de mimizentos (os lamurientos de internet). Vide o q aconteceu ao "RAMBO 5": q mesmo não sendo tão bom qto os anteriores (eu achei ele melhor q o 3, mas ainda fica devendo pra quem curtiu o 1, 2 e 4) sofreu retaliações da mídia (a crítica e público começaram a negativar o filme apenas por ser dirigido ao público masculino E hétero). Ou seja: vivemos uma "guerrinha" ideológica até pra se assistir um mero de filme de ação!

      Vale o mesmo pros gibis... e dificilmente veremos a Marvel produzir um novo "Justiceiro MAX" do q mesmo jeito q foi a fase Ennis (com altas doses de testosterona e sem frescuras)!

      A "Arlequina" q vc citou... começou (no desenho animado dos anos 90) como a "namoradinha apaixonada" do Coringa (totalmente submissa ao psicopata). HOJE, foi modificada dos pés à cabeça e virou símbolo pras feminazis mais radicais. E endosso essa afirmação com uma cena recente de um gibi dela, em q o VILÃO é um genérico do "POPEYE" (marinheiro, machão, fanfarrão) termina sendo espancado pela arlequina (simbolizando a figura do macho tóxico sendo humilhado). Saca só a imagem:

      https://4.bp.blogspot.com/-whf4u4fYtQU/V60_iPz-4BI/AAAAAAAAL5U/kYpCSF_d3602TuFoQCzHTHbOMt-Hm-U0wCLcB/s640/harley-quinn-19-8.jpg

      Abs!

      Excluir
    4. Olá, Leo !

      Minha menção à Arlequina foi justamente ilustrar que não havia necessidade NENHUMA de transpor para os quadrinhos uma personagem criada para ter a participação em um único episódio de um desenho animado. Mas, o clamor do público estrogeneizado fez com que essa ideia vingasse, e agora tem-se aí, no exemplo que vc mencionou, a palhaçada em que se tornou a brincadeira.

      A continuar o surto de estrogeneização da sociedade, não estará longe o dia em que veremos manifestações exigindo, por exemplo, a retirada do nome de Charles Bronson da calçada da fama em Hollywood, por seus personagens representarem uma imagem excessivamente masculina, machista e...tóxica.
      Afinal, motivos para isso não faltam. Basta citar que Charles Bronson é o ídolo de ninguém menos que o célebre "Charles Bronson", o prisioneiro mais perigoso e casca-grossa da Grã-Bretanha - responsável, entre outras coisas, por hospitalizar mais de 20 guardas, deter o recorde mundial de transferência de prisões em um país (150 transferências), espancar uma dezena de prisioneiros, matar um rotweiller com um único soco, fazer 11 reféns e ser o recordista de flexões de braço (1.727 flexões em uma hora).
      "Bronson" também é o criador de uma técnica de fitness que já rendeu um best-seller, escrito por ele mesmo na prisão. Além disso, se dedicou também a arte (desenhos e pintura, poemas e prosa) que lhe conferiram diversos prêmios e honrarias, mesmo na prisão, onde já está a mais de 35 anos.
      A saga do prisioneiro "Charles Bronson" e seu Desejo de Matar particular virou filme e, em 2009, o premiado "Bronson" estreou nos cinemas do mundo todo, tendo sido interpretado pelo ator britânico Tom Hardy.
      "Charles Bronson" depois prometeu se comportar e até mudou de nome, passando a se chamar "Charles Salvador" - em homenagem ao grande pintor Salvador Dali.

      Infelizmente, o verdadeiro Charles Bronson não viveu pra ver isso. Mas, também foi poupado de ver a frescuragem na qual grande parte da humanidade se afunda.

      Abaixo, dois links contando mais sobre "Charles Bronson":

      https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/historia-charles-bronson-a-inacreditavel-historia-do-prisioneiro-mais-violenti-da-gra-bretanha.phtml


      http://noticias.r7.com/hora-7/fotos/preso-mais-insano-do-mundo-torce-portas-de-aco-e-assusta-terroristas-09102018

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    5. Já vi esse filme "Bronson", sensacional. O diretor do mesmo filme, Nicholas Winding refn, demonstrou intetesse em dirigir um filme da Batgirl, mas ninguém deu valor.

      Excluir
    6. Valeu, L !!!

      Parece que Michael Peterson ("Charles Bronson"), quando decidiu realizar seu primeiro assalto o fez não por razões financeiras, mas por uma outra motivação, parecida com aquela que determinava as ações do Coringa interpretado brilhantemente por Ledger.

      Peterson pegou inicialmente 7 anos por ter roubado...míseras £26.

      Enquanto isso, em um certo país da vida real, a bandidagem rouba MUITO mais, acaba em "prisão domiciliar" pelos crimes praticados e, depois, ainda corre o risco de vir a ser eleito para cargos públicos por uma população sem NENHUM tipo de escrúpulos.

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    7. Opa... Interessante mesmo essa história do "Charles Bronson" da vida real, rs!

      Não conhecia esse fato, mas realmente... no mundo de hj não tem quase espaço pra um "BRONSON" q nem o q conhecíamos no cinema (e q teve seu auge nos anos 70 e 80). Eu ainda sou fanzaço dele e entre meus filmes favoritos do ator estão (meu TOP 5):

      1) Era uma Vez no Oeste
      2) Desejo de Matar 2
      3) Desejo de Matar 3
      4) Assassino à Preço Fixo
      5) Lutador de Rua

      Abs!

      Excluir
  2. E aí, Léo, beleza?

    Esse encadernado da "Viúva" parece ser interessante. Não acompanhei essa fase de início de século. A verdade é que a personagem em si sempre rendeu ótimas aventuras, seja em aventuras-solo ou em participações especiais.

    Eu a conheci em Grandes Heróis Marvel 02, como integrante do grupo "Campeões", achei o visual dela arrebatador.

    Mas fui definitivamente fisgado quando teve início "A saga da Viúva Negra", em SAM 29, capa acima. Arte e história excelentes!
    Não sei por qual motivo até hoje essa ótima saga não foi republicada.

    Léo, sobre esse novo selo "Marvel Vintage", é ele que substituirá a Coleção Histórica Marvel? Pretende fazer alguma matéria sobre o assunto?

    Então é isso, até a próxima

    Michel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Michel... blz?

      Eu tenho esse "GHM 2" (Especial de Natal) em fac-símile (réplica feita por um conhecido meu, rs)... Mas eu já conhecia a "viúva" pelas histórias dos "Campeões" em HTV (tipo essa da capa q eu postei aqui com a equipe enfrentando o "Enxame")!

      Mas "A saga da Viúva Negra" (SAM 29) foi o ápice da personagem na época... E tbm não entendo como a panini ainda não se mexeu pra republicar esse material, q além do nome do Pérez na arte, ainda teve todo o hype gerado pela "viúva" ao longo de todos os filmes dos "Vingadores" no cinema (o q já seria motivo pra terem pensado numa edição da "CHM" pra ela)!

      E falando na "CHM"... O selo "Marvel Vintage" vai ser um dos q eu falei q surgiriam pra substituir as finadas "CHM": Ainda poderá surgir outro a ser anunciado futuramente (e com proposta/formato mais econômico). Assim, a Panini deverá ter pelo menos 3 selos diferentes pra clássicos (o "Vintage" e as "Ed. Definitivas" em capa-dura e um 3º mais econômico q ainda estaria em estudos). Eu não pretendo fazer uma matéria solo pro selo "Vintage", pq foram poucos lançamentos anunciados e nenhum deles realmente empolgante (é mais repetéco manjado tipo: "A Guerra Kree-Skrull" e "Hulk - Futuro Imperfeito"). Talvez a edição do "Duende Macabro" ganhe uma postagem exclusiva por aqui (essa rende matéria, hehe) mas as outras ainda vão aparecer em colunas de notícias gerais (Drops e Plantões, rs)!

      Abs!

      Excluir
  3. https://ovicio.com.br/panini-anuncia-aumento-de-preco-de-seus-quadrinhos/

    Só pra variar um pouquinho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q cretinos...

      Querem repassar pro leitor TODO o prejuízo q tomaram pelas livrarias picaretas. Depois ficam com desculpinha botando a culpa no dólar e nas gráficas!

      Abs!

      Excluir
    2. Boa sorte pra quem for pegar mensal custando 24,90 e encadernadinho cartão a 45... nem falar das capas duras básicas entre 69,90 e 79,90 pra não ficar chato.

      Excluir
    3. "https://ovicio.com.br/panini-anuncia-aumento-de-preco-de-seus-quadrinhos/"

      Apenas uma maneira politicamente correta de dizer :

      "Iremos aumentar nossos preços porque estamos visando cada vez mais um público com maior poder aquisitivo - ou seja, aquele pessoal bacana que compra sem se preocupar com esses detalhes sem importância."

      Atenciosamente, Panini.

      Adolph,
      Adolph Steinbosch

      Excluir
    4. Lierson... Faltou mencionar agora a nova onda dos encadernados de 150 pila pra cima, rs (tipo "As Tiras do Aranha" - um preço exagerado pra material P&B)!

      Abs!

      Excluir
    5. "Iremos aumentar nossos preços porque estamos visando cada vez mais um público com maior poder aquisitivo - ou seja, aquele pessoal bacana que compra sem se preocupar com esses detalhes sem importância."


      E q não reclama nas redes sociais tbm, rs...

      A panini já deixou claro q o perfil de consumidor q busca é: Classe média alta pra cima (o cara q vai na CCXP todo ano e gasta quase 500 reais só em ingressos - fora passagem e hospedagem pra quem vai de fora), lombadista (q não liga mto pro conteúdo interno ou erros de revisão), e q frequenta as redes sociais APENAS pra se atualizar das notícias de gibis (o cara q tem perfil no fêisse só pra ler notícias e não participa das brigas, tretas e reclamações sobre as publicações)!

      Bem... na minha visão é ESSE o perfil de público-alvo q a panini busca (e pro qual está dedicando seus produtos)!

      Abs!

      Excluir
  4. Essa história da Viúva Negra nos primeiros números da Marvel Max(pra mim a melhor mensal já publicada pela Panini), são muito boas, mas bem que poderiam republicar essa história dela com arte do Pérez, não cheguei a ler a conclusão em SAM, por falar em SAM lembro também de uma história da Viúva e o Demolidor com arte do Barry Smith se não me engano publicada em SAM 70, muito boa também. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Francisco... blz?

      Concordo contigo: A "MAX" é (na minha opinião pessoal) a MELHOR revista mix já publicada pela panini (junto com o "Demolidor" na fase Bendis - q trazia um mix só de vigilantes urbanos). Por sinal, essas foram as 2 últimas revistas mensais mix q acompanhei na panini (com o cancelamento de ambas, fiquei só nos encadernados depois)!

      Uma vez eu sugeri pra panini (qdo o "X-9" ainda conseguia fazer uma ponte pra mim com o alto escalão) q fizesse uma caixa da "CHM" só pra super-heroínas: "Viúva" (Pérez), "Ms. Marvel" (anos 70), "Mulher-Hulk" (selvagem), e uma 4º edição com mix variado ("Cristal", "Tigresa", "Felina", "Satana", etc). Mas a minha sugestão foi pra privada pelo visto, kkk!

      Essa "SAM" 70 q vc fala eu acho q sei qual é (acho q tá o demo e a viúva na capa, né)? Mas não tenho ela, pois parei a coleção no nº 50 e depois pulei direto pro 100 em diante!

      Abs!

      Excluir
  5. Oi Leo!

    Primeiramente, parabéns pela matéria!

    Este foi sem dúvida o ano da Viúva Negra, embora infelizmente o filme não tenha estreado devido à pandemia!

    Eu comprei TUDO que saiu dele este ano no Brasil, e as duas Epic dedicadas à ela!

    Calma: Não sou rico!

    Eu comprei estas duas edições de Epic na pré-venda cerca de um ano atrás (novembro de 2019), e as edições não estavam o valor absurdo que está sendo cobrado atualmente devido à alta do Dólar! Uma foi lançada em fevereiro, e a outra agora em outubro!

    Infelizmente, não teremos publicações deste tipo no Brasil (elas tem mais de 400 páginas cada), e cobrem TUDO da personagem dos Anos 60 aos Anos 90, com exceção da fase dela com o Demolidor (que saiu nas Epic dedicadas a ele), e os encontros da Marvel Team Up, que saiu numa edição Epic separada.

    Eu sou fã da personagem desde a infância, mais precisamente desde os oito anos de idade quando tive contato com as edições de nº03 e nº03 de SAM, época em que era publicada a fase do Frank Miller no Brasil, e ela vivia maritalmente com ele!

    O Demolidor foi muito pobre, perdeu o pai tragicamente, era rico pelo próprio mérito (trabalho, sendo o melhor advogado do país), habilidoso em lutas, misterioso, sombrio, poderes bacanas (embora simples se comparado a outros heróis)e pegava uma mulher linda tipo as femme fatale dos filmes do James Bond, mesmo sendo um herói à parte (independente) dos mais famosos e poderosos! Então: Este é o cara!

    Quando ele a deixou pela "mala" da Heather Glenn, eu fiquei injuriado, e não abandonei meu fascínio pela ruiva linda e elegante de uniforme tático!

    Creio que nós crescemos fascinados por este universo de espionagem e conspiração, graças aos filmes do James Bond, porque ele representa o macho alfa que todos gostaríamos de ser por várias razões, e embora a Viúva seja o James Bond de saias, nós a vemos como a femme fatale perfeita, que exala sensualidade e aquele ar de musa- a mulher dos sonhos de qualquer um!

    Sábado, reassisti ao "Espião que me Amava", e é difícil você não ver a Major Amasova (Barbara Bach) e não enxergar a Viúva Negra, mostrando o tamanho fascínio que a personagem exerce em quem a conhece dos quadrinhos.

    Tenho de confessar que a escolha da Scarlett Johanssen para o papel da personagem nunca foi 100% do meu agrado, já que eu preferia a Emily Blunt (a escolha inicial do estúdio), mas tenho de admitir que a Scarlett incorporou bem a personagem, representando perfeitamente, fazendo a transposição perfeita dos quadrinhos para a tela!

    Minha cisma com a Scarlett, é porque ela é muito baixinha, e talvez não passe aquele ar de mulher fatal e sensual de chegar e deixar todos babando!

    A Emily Blunt, é mais alta e esguia, com traços mais finos!

    Curiosamente na fase do Bendis, o Alex Maleev desenha a personagem com as feições parecidas com a Emily Blunt, dá uma olhada na saga (A Viúva) na parte em que o policial fala que ela é uma mulher sem "nenhum defeito"!

    A Disney tem uma ótima personagem nas mãos, e se ele quisesse criaria uma franquia de espionagem feminina para rivalizar com os filmes do 007.

    Mas acho que infelizmente isto não irá acontecer, mas em tempos que Atômica fez um grande sucesso nos cinemas (merecidamente), e o James Bond foi "substituído" por uma mulher, se a Disney abandonasse a a agenda "familiar", ela poderia lucrar muito mais do que imagina com a personagem!

    Tenho certeza que boas idéias não irão faltar já que as histórias da personagem são roteiros de filmes de espionagem!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elcio... Tdo bem?

      Brigadão por ter curtido a postagem: Fazia tempo q a "viúva" tava merecendo uma matéria só pra ela por aqui, rs!

      E a pandemia bagunçou geral o cronograma de lançamentos de gibis este ano... Essa enxurrada de encadernados da "viúva" q tão chegando às bancas era pra estar rolando ao mesmo tempo q o FILME nas telonas. O mesmo vale pro "Carnificina", q teve vários gibis e especiais lançados e q tavam programados pra acompanhar o filme do "VENOM 2"!

      Parabéns pelas aquisições das 2 edições da "EPIC"... Agora vc tá bem amparado de HQs essenciais da Natasha, hein? rs. Pior q eu tô mto pilhado a pegar essas edições importadas tbm, mas vou ter q esperar baixar de preço ou q role uma promoção das boas!

      A "viúva" eu já conhecia bem antes da estreia da SAM nº 1... já era fã dela desde os "Campeões" em HTV (essa capa q eu postei do "Enxame" era uma das minhas histórias favoritas do grupo na época). Mas claro, q o desenvolvimento do Miller pra ela foi mto mais incisivo e logo veio a mini do Pérez pra arrebatar de vez os fãs da espiã!

      "Quando ele a deixou pela "mala" da Heather Glenn, eu fiquei injuriado, e não abandonei meu fascínio pela ruiva linda e elegante de uniforme tático!"

      Pois é... Pela lógica, pra um combatente do crime q nem o demo q vive à base de fortes emoções e adrenalina (e ainda por cima bem sucedido na vida profissional), fica difícil entender a atração por uma songa-monga (sem graça e sem sal) q nem a Heather (eu já achava ela chata e insossa na época), tendo à seu dispor uma "Viúva Negra" ou mesmo uma "Elektra" (figuras femininas mais FORTES e excitantes pra quem leva uma vida q nem a do demolidor). No lugar dele, eu ficaria na dúvida entre a viúva e a elektra (puta escolha difícil seria, hehe)!

      "Creio que nós crescemos fascinados por este universo de espionagem e conspiração, graças aos filmes do James Bond, porque ele representa o macho alfa que todos gostaríamos de ser por várias razões"

      De fato, Elcio... Sim, eu tbm cresci tendo como inspiração ser um James Bond da vida: Dirigir carrões, ter belas mulheres à escolher, e frequentar lugares chiques, hehe. Claro q a VIDA REAL é um banho de água-fria pra quem sonhar tão alto assim (principalmente na adolescência, onde o cara geralmente é um fudido q não tem dinheiro nem pra levar a namoradinha no Mac ou no cinema). Parte desse sonho eu fui realizando aos poucos, mas isso leva uma vida inteira pra quem não nasce em berço de ouro e toda pequena conquista deve ser comemorada sim. Mas a gente cresce achando q vai ser o James Bond mesmo (e mtas vezes não chega nem perto, kkk)!

      O "Espião que me Amava" é o meu 2º filme favorito do Roger Moore no papel... O 1º é "Octopussy" (q tem a melhor trilha e abertura de toda a franquia), e o 3º do Moore é "Na Mira dos Assassinos" (onde o 007 não perdoa nem a Grace Jones e acaba traçando a vilã/capanga, rs)!

      "Tenho de confessar que a escolha da Scarlett Johanssen para o papel da personagem nunca foi 100% do meu agrado, já que eu preferia a Emily Blunt (a escolha inicial do estúdio)"

      Putz, pensamos da mesma forma então... Sempre achei a Emily Blunt a escolha perfeita pra ser a viúva (a scarlett era mto novinha e com cara de menininha pra ser uma espiã fodona). Mas até q mandou bem no final das contas e tô torcendo pro FILME dela emplacar (até por ter no elenco a Rachel Weisz: uma das minhas atrizes favoritas)!

      Abs!

      Excluir
    2. Oi Leo!

      Não está baratinha, mas dá pra parcelar no caso; ou espere no dia do black Friday para ver se o preço cai mais um pouco:

      https://www.amazon.com.br/Black-Widow-Epic-Collection-Beware/dp/1302921266/ref=sr_1_90?__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&dchild=1&keywords=epic+marvel&qid=1605340264&s=books&sr=1-90

      Abraços!

      Excluir
    3. Valeu mesmo, Elcio...

      Essa Black Fraude deste ano vai ser antológica, hehe... Tem mta coisa q eu tô reservando pera esse dia!

      Abs!

      Excluir
  6. Até hoje a atriz não me convenceu no papel de Viúva Negra. Conheço pouco a personagem. Meu primeiro contato com ela foi no Demolidor Especial 3 da editora Abril. Que curiosamente será republicado pela Panini agora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Roberto...

      O "Demolidor Especial 3" era uma edição raríssima aqui no Brasil, por trazer material inédito q não tinha saído nas mensais... Agora, essa edição da panini vai republicar esse conteúdo pela 1º vez em décadas (pra mim, pelo menos, será imperdível)!

      Abs!

      Excluir
  7. Bom dia Leo.

    Da Viúva Negra eu tenho a fase Waid-Samnee que para mim é a melhor fase da personagem. A primeira vez que eu conheci a personagem foi uma HQ em que o Capitão América estava drogado e ela teve que enfrenta-lo para poder se curar. Quem diria que ela viria se tornar uma das mais importantes personagens da editora e acredito que muito se deve aos filmes no cinema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Marcelo... blz?

      Essa fase Waid eu nunca li... Acho q a HQ mais moderna q eu conheço da viúva é a 2º série dela q saiu na "Marvel MAX" - sendo q originalmente era do selo "Marvel Knights" (e q nunca mais foi republicada)!

      E com certeza... a participação dela nos filmes da Marvel elevaram a personagem à outro patamar, rs!

      Abs!

      Excluir
  8. eu me apaixonei pela Viúva Negra quando li a espetacular história do Homem Aranha 04 da Editora Abril, simplesmente sensacional, em que ela arrasa juntamente com o Mestre do Kung Fu, Nick Fury, Homem Aranha... ah, que história maravilhosa, que época boa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Adilson... blz?

      Bem lembrado: Eu ainda tenho esse gibi do aranha 4 da abril (em perfeito estado) e eu ainda adoro essa edição, graças ao ritmo acelerado de ação e ao ritmo roteiro q mescla bem o gênero de espionagem com super-heróis. Pena q esse material foi republicado de forma incompleta recentemente (numa "CHM", se não me falha a memória)!

      Abs!

      Excluir
    2. Isso Léo,

      Foi publicada sem a primeira parte da história em que o Aranha encontra a Viúva sem memória. Por mais que o limite de páginas da CHM atrapalhasse era só não publicar outra história para incluir essa. Decisão editorial questionável em uma coleção "histórica.
      César Leal

      Excluir
    3. E aí, Cesar... blz?

      Infelizmente, a linha CHM teve VÁRIAS decisões editoriais questionáveis ao longo de sua controversa trajetória... Mtas delas, tomadas por editores e editorAs (a tal Carol Pimentel) incompetentes e sem conhecimento nenhum do material clássico q tinham em mãos!

      Esse é o problema de se contratar "profissionais" apenas com base em indicações (pistolão) entre amigos. Uma verdadeira panelinha de analfabetos funcionais!

      Abs!

      Excluir
    4. Mas ainda o que mais me deixa triste nessa linha foi largarem o Dracula no ponto que ficou. Bastava mais uma leva apenas e fecharia a fase clássica do personagem na Marvel, com a morte nas histórias do Dr. Estranho e os encontros com os heróis Marvel. Acho que dificilmente teremos esse desfecho na série por aqui.
      César Leal

      Excluir
    5. Verdade, César...

      Foi lamentável mesmo a forma como encerraram a linha CHM deixando a "Tumba" inacabada, faltando tão poucas edições pra ser concluída (em 3 Vol. fechariam a série mensal e um 4º poderia trazer os crossovers com "Dr. Estranho" e "X-Men")... Agora vai ser difícil mesmo vermos esse final do Drácula por aqui!

      Abs!

      Excluir
  9. Olá, Léo!

    Da Viúva Negra tenho apenas a Epic Collection de sua fase inicial, com roteiros de Lee e Thomas e arte de J. Buscema e Gene Colan.
    A fase em que ela compartilha a revista com o Demolidor deveria ser publicada. Vou pesquisar em qual "Epic" do herói da "Cozinha do Inferno" tem essa fase. Se tiver um preço legal, procurarei comprar.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Tadeu... blz?

      Em matéria de linha "EPIC" eu não sei (não me aprofundei mto ainda nas edições já lançadas dessa linha lá fora)... Mas essa fase do "Demolidor & Viúva Negra" dividindo a mesma revista equivale aos Vol. 7 e 8 da "Biblioteca Histórica" (Masterworks), q aqui no Brasil teve apenas o Vol. 1 lançado (e parte dos Vol. 4 e 5 compilados fora de ordem na "CHM dos Paladinos")!

      Abs!

      Excluir
    2. No caso da Viúva Negra, as histórias dela em parceria com o Demolidor saíram nas edições dedicadas a ele, porque o título da revista era dele, e a Viúva apenas foi incorporada ao título, por um tempo!

      Na Epic dela só tem a edição nº 181, que pode ser considerada o prelúdio da parceria, mas a história em si é dela, só não vou entrar em detalhes para não entregar spoilers, já que esta edição é inédita por aqui!

      A mesma coisa é sobre ela no grupo dos Campeões, não tem nenhuma história do grupo nas Epic dela porque o grupo tem uma edição própria da linha Epic.

      No caso Específico da Viúva Negra, são coletâneas de histórias solo, mini-série, edições especiais, e graphic novel (A Guerra Mais Fria).São histórias até 1998 (várias são inéditas), por isso as histórias deste especial da Panini não estão incluídas nestas duas primeiras edições.

      As aventuras dela na séria Marvel Team up saíram em uma edição separada!

      https://www.amazon.com.br/Black-Widow-Team-Up-Chris-Claremont/dp/1302922785/ref=sr_1_13?__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&dchild=1&keywords=black+widow&qid=1605419181&rnid=6740748011&s=books&sr=1-13

      https://www.amazon.com.br/Champions-Classic-Collection-Tony-Isabella/dp/1302911805/ref=sr_1_3?__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&dchild=1&keywords=epic+marvel+the+champions&qid=1605420018&s=books&sr=1-3

      https://www.amazon.com.br/Daredevil-Epic-Collection-Woman-Called/dp/1302920340

      Abraços!

      Excluir
    3. Valeu mesmo, Elcio...

      E puxa, analisando essa listagem q vc postou acima: Tem mesmo uma porrada de HQs da viúva ou com participação dela q ficaram inéditas por aqui, hein?

      Abs!

      Excluir
  10. O Melhor OO7 e o Foguete da Morte ( filme mais vagabundo, meu Deus do Céu ... e o que Sao as cenas do Carnaval e a luta no Bondinho ? ) . Vou ficar com o mix dos Vingadores por causa do Thor, pois a história com o Galactus e sensacional ...Ser verme e complicado .
    Lyuiz Henrique Trompczynski

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha... Esse "Foguete da Morte" é de lascar mesmo, rs!

      É o único filme do Roger Moore (junto com o "Homem da Pistola de Ouro" - q eu tbm não gosto) q ficou de fora da minha coleção de DVDs da fase Roger, rs!

      Outros filmes do 007 q eu excluí foram: O do Lazemby (ator pavoroso), os 2 do Dalton (mto ruins e cheios de "forçadas" difíceis de aceitar), e o "Nunca Mais Outra Vez" (acho q o Connery não deveria ter voltado pra esse remake inferior de "Chantagem Atômica")!

      Abs!

      Excluir
    2. E olhem que o filme do Lazemby é considerado por muitos como o melhor da franquia! Eu realmente não

      Devo admitir que tenho uma certa simpatia pelos filmes do Dalton! Um dos melhores momento é quando ele vai jogar acho que roleta, e começa a apostar sem parar. Um cara do cassino comenta com outro: "Quem é esse ?". R: "É um idiota louco. Quer apostar sem limites"

      E devo começar que, apesar de no geral ser ruim, eu gosto do "Foguete da Morte", em especial da parte do Rio! Ruim mesmo é a parte final

      Nunca mais outra vez também não sou fã

      Excluir
    3. E aí, Kromak... blz?

      Pior q eu tbm já vi mta gente (pseudo-fãs) considerarem o filme do Lazemby entre os melhores da franquia... Mas não tem como: É RUIM demais da conta - Ator PÉSSIMO (pior atuação de todos os bonds), narrativa chata/arrastada, e ainda desconsideraram o "Blofeld" do filme anterior com o Connery (q tinha cicatriz no rosto e do nada passou a ter o rosto "lisinho"). Um desperdício do plot do casamento e morte da esposa do 007!

      O Dalton tbm não me desce... e ignoro os 2 filmes dele no papel!

      Abs!

      Excluir

POR FAVOR, LEIA ANTES de POSTAR:

O "Submundo-HQ" é um blog que preza a amizade e a boa convivência entre os usuários... Assim, NÃO serão aceitos por aqui comentários que incluam:

1) Ofensas pessoais e falta de respeito em geral!
2) Manifestações e militâncias POLÍTICAS (de qq tipo)!
3) SPAM e links de divulgação gratuita de compra/venda de HQs!

Obrigado, e seja sempre bem-vindo ao "Submundo"...

Até+

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...